Actividades desenvolvidas na 1ª semana

843 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Esportes
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
843
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
509
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Actividades desenvolvidas na 1ª semana

  1. 1. Oficinas Pedagógicas<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  2. 2. Oficina de Ciência Viva<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  3. 3.
  4. 4.
  5. 5. Oficina de Dança<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  6. 6.
  7. 7. Oficina de Língua Portuguesa<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  8. 8. ANIMALOSE<br />
  9. 9. UmAHiStÓrIaInSóLiTa<br />
  10. 10.
  11. 11. Vamos Escrever um Conto?A Maldição da Princesa Unicórnio<br />Era uma vez um Rei e uma Rainha de um reino de Bué-Bué PERTO, que um dia tiveram uma filha. Na cerimónia do seu nascimento, apareceu uma princesa feiticeira má que, devido à beleza da princesa de Bué-Bué PERTO, a transformou numa estranha criatura, metade HUMANA e metade UNICÓRNIO!!! E assim viveu a sua infância, tristemente, e sem saber o porquê de ser assim.<br /> Um dia, o Rei e a Rainha revelaram o segredo à sua amada filha. Destroçada e revoltada, partiu numa aventura perigosa à procura da misteriosa espada, que, segundo uma lenda antiga, era capaz de destruir qualquer maldição que fosse a raiz do problema.<br />Mas, como nada sabia da espada e do seu paradeiro, foi perguntar a um velho sábio como encontrá-la. Este revelou ser necessário recuperar primeiro a chave dourada que estava pendurada no pescoço da estátua do Pégaso. Com a informação recolhida, partiu em busca da tal estátua.<br />Ao chegar junto dela, retirou a chave pendurada no pescoço do animal e, de repente, este transformou-se num Pégaso real. Ele agradeceu-lhe por tudo e, como recompensa, levou-a ao local onde se encontrava a arca que continha a espada. <br />Chegado ao local, um deserto longínquo repleto de pirâmides, Pégaso indicou-lhe o caminho no interior das pirâmides e, destemida, a princesa seguiu em frente encontrando, por fim, a arca tão procurada. Com a chave dourada, abriu-a e retirou de lá a espada. Já prestes a sair das pirâmides, encontrou uma cobra venenosa que a ameaçou de morte. Com a ajuda do Pégaso e da espada, cortou a cobra a meio, matando-a e prosseguiu a sua viagem.<br />Mais à frente, apareceu um novo adversário, a Morte. Durante a batalha com a Morte, a princesa feriu-se gravemente e perdeu a sua espada. No entanto, ainda conseguiu levantar-se e fugir daquele ser malévolo. De súbito, saído do nada, apareceu o seu parceiro Pégaso, que recuperara, entretanto, a sua espada, entregando-lha. Cheia de coragem, enfrentou a Morte, trespassando-a no peito. Estranhamente, a Morte não morreu e, desesperada, a princesa cortou o seu corno e espetou-o na cabeça da Morte, fazendo-a cair por terra, desta vez, para sempre.<br />Passadas algumas semanas, a princesa voltou a casa, mas agora com uma forma totalmente diferente. Ao ter cortado o seu corno, a maldição desaparecera e voltara a ser uma bela princesa. Foi recebida com grande alegria no reino e casou-se com um belo príncipe, com quem viveu feliz para sempre.<br />Maria João<br /> Ana Raquel <br /> Miguel Moura<br />
  12. 12. HistriaR ída<br />Depois de a minha mãe me fazer um tratamento, a maldita borbulha desapareceu. Vesti-me e fui para a escola, pensando numa táctica para vencer a corrida.<br /> Como estava preocupado com o que me estava a acontecer, consultei uma funcionária que era minha amiga. Após uma conversa um pouco longa, lá foi dizendo mais um dos seus ditados tolos, cujo sentido na altura não cheguei a perceber. Agradeci à chamada «Mulher Gorda» e fui-me preparar para a corrida. Refresquei-me um pouco para me mentalizar de que era apenas uma corrida, conquistasse ou não conquistasse a rapariga ruiva.<br />- Aos vossos lugares… Prontos?… Vai!<br /> Assim começou a corrida. Estava nervoso, pois a rapariga estava a observar-nos de perto. <br /> Que cansaço! Tanto suor, tanta dor, tanta paixão que me levou a ganhar aquela corrida!<br />Durante a entrega de prémios, a rapariga disse-me em segredo:<br />- Quando vires o luar, procura-me por aqui!<br />Pôs-se o sol. Entretanto, arranjei-me com empenho para ir ter com ela. A minha mãe até desmaiou com o cheiro do perfume. «Só espero que não aconteça o mesmo à rapariga!», pensei eu.<br />Cheguei à escola e apressei-me a procurá-la. Ainda nervoso, fui surpreendido pela rapariga, que me chamou. <br />Ana Rita <br />Joana<br />Carolina<br />Sara<br />
  13. 13.
  14. 14. Oficina de Artes<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  15. 15.
  16. 16. Oficina de Aventuras no Espaço e no Tempo<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  17. 17.
  18. 18. Oficina de Gostas de pensar? Eu também Não!<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  19. 19.
  20. 20. Oficina de Música<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  21. 21. Para a Secundária Júnior, só precisas de trazer<br />Alegria, amizade e vontade d’ aprender,<br />De que vale vir pr’a cá se amigos não fizer<br />Nesta linda escolinha tenho tudo que quiser<br /> <br /> <br />[Refrão]<br />Na Escola Secundária é bonito aprender,<br />Tão bonito e divertido que aqui quero crescer.<br />Para mim isto é perfeito, apesar de acabar,<br />Parece qu’a escola inteira se uniu pr’a me agradar!<br /> <br />  <br />Passo horas nesta Escola, a brincar e a sorrir<br />Tudo à volta é tão fixe, nem me apetece sair.<br />Gostamos dos professores, das tarefas e colegas,<br />Nunca mais vou esquecer amizades como estas.<br /> <br /> <br />[Refrão]<br />Hu-hu-hu-hu-hu, hu-hu-hu-hu-hu.<br /> <br /> <br />Para a Secundária Júnior, só precisas de trazer<br />Alegria, amizade e vontade d’ aprender<br />De que vale vir pr’a cá se amigos não fizer<br />Nesta linda escolinha tenho tudo que quiser<br /> <br /> <br />Passo horas nesta Escola, a brincar e a sorrir<br />Tudo à volta é tão fixe, nem me apetece sair.<br />Gostamos dos professores, das tarefas e colegas,<br />Nunca mais vou esquecer amizades como estas.<br /> <br /> <br />[Refrão]<br /> <br />Não há–á-á escola como esta…<br />Não há-á-á malta como esta…<br />
  22. 22. Oficina de Desporto<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  23. 23.
  24. 24. Oficina de Língua Francesa<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  25. 25.
  26. 26. Oficina de Teatro<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  27. 27.
  28. 28. Oficina de Jogos Matemáticos<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  29. 29.
  30. 30. Oficina de Informática<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  31. 31.
  32. 32. Oficina de Língua Inglesa<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />
  33. 33.
  34. 34. Oficina de Culinária<br />Programa Educativo<br />28 de Junho a 2 de Julho<br />

×