Governo provisório
(1930-1934)
Era Vargas (1930-1945)
Prof. Cristiano
Pissolato
O Presidente da República
Getúlio Dorneles Vargas (PRR), (1882-
1954) advogado e político gaúcho. Nasceu em
São Borja em 1...
Primeiras medidas
• Suspensão da Constituição republicana de 1891.
• Fechamento dos órgãos do Poder Legislativo.
• Indicaç...
• Criou o Ministério do
Trabalho, Indústria e
Comércio, esse
ministério era
responsável por
mediar uma
legislação trabalhi...
• Aos poucos Vargas mostrou-se centralizador,
preocupado com a questão social e
interessado em defender as riquezas
nacion...
• Lideres do PRP e do Partido
Democrático estavam
descontentes com a
nomeação do interventor
para governar São Paulo.
• Va...
• Os paulistas também exigiam novas eleições e a
convocação de uma Assembléia Constituinte.
• Durante uma manifestação púb...
• Em julho de 1932 teve inicio o conflito
armado, o governo de São Paulo recebeu
apoio de Mato Grosso.
Versão paulista do ...
Convocação
das mulheres
para atuar
como
enfermeiras
voluntárias.
Soldados paulistas com
uma metralhadora
resistindo contra...
Tropas federais
desembarcando na estação
ferroviária em Mogiana de
Itapira-SP. O governo de
Vargas mobilizou em torno de
1...
• Depois de três meses de conflito os paulistas
foram derrotados pelas tropas federais.
Tropas federais
apertando o cerco
...
Monumento aos Heróis da Revolução Constitucionalista de 1932, no Cemitério
da Saudade em Campinas.
• Politicamente Vargas
não quis mais se
indispor com a elite
paulista e convocou
eleições em 1933 para
a Assembléia Nacion...
Carlota Pereira de Queiroz
foi a primeira deputada federal
do Brasil, elegeu-se em 1933
pelo estado de São Paulo.
Vargas e...
Constituição de 1934
• Voto secreto e obrigatório,
reconhece o direito ao voto
as mulheres.
• Criação da Justiça Eleitoral...
• Direitos trabalhistas: salário mínimo, jornada
de trabalho de 8 horas, proibição do trabalho a
menores de 14 anos, féria...
• Organização sindical: permissão de mais de um
sindicato por setor ou ramo de atividade,
autonomia sindical.
Greve dos ba...
• Nacionalismo econômico: proteção das riquezas
naturais do país, como jazidas minerais e quedas
d’água.
Ford Modelo A do ...
• Educação: ensino primário obrigatório e gratuito.
Maioria da população não
tinha acesso a educação.
Alunos de uma escola...
Constituintes reunidos no Palácio Tiradentes no Rio de Janeiro (1934). Depois
de oito meses de debate a Constituição de 19...
Eleição indireta de 1934
Foi estabelecido na Constituição de
1934 que a Assembléia Nacional
Constituinte era responsável p...
Getúlio Vargas Borges de
Medeiros
Pedro Aurélio
Góis Monteiro
Protógenes
Guimarães
Outros
70,58%
23,79%
1,61% 0,8% 0,4%
El...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

308 ab era vargas governo provisório

590 visualizações

Publicada em

Primeiro período do governo Vargas, o governo provisório.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
590
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
47
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

308 ab era vargas governo provisório

  1. 1. Governo provisório (1930-1934) Era Vargas (1930-1945) Prof. Cristiano Pissolato
  2. 2. O Presidente da República Getúlio Dorneles Vargas (PRR), (1882- 1954) advogado e político gaúcho. Nasceu em São Borja em 1882, em 1907 bacharelou-se em Direito em Porto Alegre. Integrante do PRR (Partido Republicano Rio-Grandense) elegeu-se deputado estadual e posteriormente deputado federal em 1924 e ainda assumiu o Ministério da Fazenda 1926/1927 no governo do presidente Washington Luís. Com a proibição da reeleição de Borges de Medeiros ao Palácio Piratini, Getúlio Vargas torna-se o candidato do PRR, vence as eleições ao governo do estado para um mandato de 1928 a 1933. Candidata-se a presidente da República mas é derrotado pelo candidato paulista Julio Prestes. É o chefe político da Revolução de 1930.
  3. 3. Primeiras medidas • Suspensão da Constituição republicana de 1891. • Fechamento dos órgãos do Poder Legislativo. • Indicação de aliados políticos e interventores militares ligados ao tenentismo para governar os estados. General Flores da Cunha, ligado ao PRR foi governador do Rio Grande do Sul nomeado por Vargas em 1930 e eleito em 1935 ocupando o posto até 1937 quando se afasta de Vargas. A imagem ao lado durante a Revolução de 1930, Flores da Cunha (esq.)
  4. 4. • Criou o Ministério do Trabalho, Indústria e Comércio, esse ministério era responsável por mediar uma legislação trabalhista entre operários e patrões. Getúlio Vargas nomeando seu ministério em novembro de 1930. Lindolfo Collor foi o primeiro ministro do Trabalho, Indústria e Comércio. Lindolfo Collor, jornalista e político gaúcho atuou no jornal do PRR em Porto Alegre A Federação. Seu neto Fernando Collor de Mello chegou a presidência da República em 1990.
  5. 5. • Aos poucos Vargas mostrou-se centralizador, preocupado com a questão social e interessado em defender as riquezas nacionais. Vargas assustou a elite paulista.
  6. 6. • Lideres do PRP e do Partido Democrático estavam descontentes com a nomeação do interventor para governar São Paulo. • Vargas então nomeou um paulista e civil, Pedro de Toledo, não resolveu o problema. Revolução Constitucionalista (1932) Frente Única Paulista (FUP) Pedro de Toledo, advogado e diplomata ligado a elite paulista, foi nomeado interventor no estado de São Paulo por Vargas. Foi um dos principais líderes do movimento revolucionário..
  7. 7. • Os paulistas também exigiam novas eleições e a convocação de uma Assembléia Constituinte. • Durante uma manifestação pública contra o governo de Vargas, quatro manifestantes morreram em confronto com a polícia. Cartaz de propaganda paulista com a sigla M.M.D.C. referente aos manifestantes mortos no confronto com a Força Pública.
  8. 8. • Em julho de 1932 teve inicio o conflito armado, o governo de São Paulo recebeu apoio de Mato Grosso. Versão paulista do Tio Sam norte-americano, convocando os paulistas a luta. O estado de São Paulo mobilizou em torno de 30 mil combatentes. Cartaz de propaganda anti- getulista.
  9. 9. Convocação das mulheres para atuar como enfermeiras voluntárias. Soldados paulistas com uma metralhadora resistindo contra o avanço das tropas federais em uma casamata. Tropas revolucionárias paulistas em uma estação ferroviária fundamental para o deslocamento de tropas.
  10. 10. Tropas federais desembarcando na estação ferroviária em Mogiana de Itapira-SP. O governo de Vargas mobilizou em torno de 100 mil combatentes. Tanque Renault FT o primeiro blindado do Exército Brasileiro adquirido em 1921, utilizado no combate a Revolução de 1932.
  11. 11. • Depois de três meses de conflito os paulistas foram derrotados pelas tropas federais. Tropas federais apertando o cerco contra os revolucionários paulista, imagem uma trincheira em Itapira-SP.
  12. 12. Monumento aos Heróis da Revolução Constitucionalista de 1932, no Cemitério da Saudade em Campinas.
  13. 13. • Politicamente Vargas não quis mais se indispor com a elite paulista e convocou eleições em 1933 para a Assembléia Nacional Constituinte. Em 1932 foi criado o Tribunal Superior de Justiça Eleitoral que teve como finalidade acabar com o coronelismo da República Velha no Brasil. As mulheres tiveram direito ao voto.
  14. 14. Carlota Pereira de Queiroz foi a primeira deputada federal do Brasil, elegeu-se em 1933 pelo estado de São Paulo. Vargas e outros políticos durante a abertura da Assembléia Nacional Constituinte no Palácio Tiradentes em 1933.
  15. 15. Constituição de 1934 • Voto secreto e obrigatório, reconhece o direito ao voto as mulheres. • Criação da Justiça Eleitoral independente. • Mandato presidencial de quatro anos, sem reeleição. OBS: Estabelecidos em 1932 e confirmados oficialmente na carta magna de 1934.
  16. 16. • Direitos trabalhistas: salário mínimo, jornada de trabalho de 8 horas, proibição do trabalho a menores de 14 anos, férias remuneradas, indenização na demissão sem justa causa. Carteira de Trabalho foi criada em 1932, dois anos depois ela tornou-se obrigatória, atualmente o Ministério do Trabalho e Emprego é o responsável pela emissão das carteiras.
  17. 17. • Organização sindical: permissão de mais de um sindicato por setor ou ramo de atividade, autonomia sindical. Greve dos bancários em 1935, o direto a greve era garantido pela constituição.
  18. 18. • Nacionalismo econômico: proteção das riquezas naturais do país, como jazidas minerais e quedas d’água. Ford Modelo A do final da década de 1920, foi o substituto do Ford T. Caminhão Ford AA carregado com uma tora de madeira.
  19. 19. • Educação: ensino primário obrigatório e gratuito. Maioria da população não tinha acesso a educação. Alunos de uma escola destinada a elite paulista.
  20. 20. Constituintes reunidos no Palácio Tiradentes no Rio de Janeiro (1934). Depois de oito meses de debate a Constituição de 1934 é promulgada.
  21. 21. Eleição indireta de 1934 Foi estabelecido na Constituição de 1934 que a Assembléia Nacional Constituinte era responsável pela eleição do primeiro presidente.
  22. 22. Getúlio Vargas Borges de Medeiros Pedro Aurélio Góis Monteiro Protógenes Guimarães Outros 70,58% 23,79% 1,61% 0,8% 0,4% Eleições presidenciais de 1934 (indireta) 175 59 4 2 Total de 248 constituintes participaram da eleição indireta. Militar alagoano chegando ao posto de general, comandou as tropas federais contra os paulistas em 1932. Ocupou o cargo de Ministro da Guerra de 1934/1935. Militar catarinense com atuação no estado do Rio de Janeiro, apoiou movimentos tenentistas e a Revolução de 1930. Foi o Ministro da Marinha do governo Vargas de 1931 a 1935. 8 O ex-governador do Rio Grande do Sul e antigo aliado de Vargas. Eleito deputado federal em 1933, foi um dos mais ferrenhos opositores a Vargas na Assembléia Nacional Constituinte.

×