República Velha (1889-1930) 
Economia e sociedade 
Prof. Cristiano Pissolato
O poder do café 
•Foi o líder dos produtos brasileiros exportados durante a Primeira República. 
•Sem concorrência, o Bras...
•Para a escoação do produto o governo concedeu incentivos para expansão da malha ferroviária. 
Os britânicos da São Paulo ...
•Entusiasmados com o lucro, os produtores de café aumentaram cada vez mais suas plantações. 
Resultado: Em 1905 tinham em ...
Convênio de Taubaté (1906) 
•Os cafeicultores conseguiram um acordo com governo federal que se responsabilizou em adquirir...
A economia da Borracha 
•O interesse pelo látex aumentou a partir do final do século XIX, com a invenção do automóvel e a ...
•A maioria dos trabalhadores eram nordestinos que escapavam das constantes secas. 
•Mas os seringueiros muitas vezes ficav...
•Manaus e Belém entre 1880 a 1910 tiveram aumento populacional e um grande desenvolvimento econômico. 
Teatro Amazonas con...
•O avanço dos seringueiros na região amazônica chegou até o território boliviano.
Revolução Acriana (1899-1903) 
•Os conflitos entre bolivianos e seringueiros brasileiros são permanentes. 
•Em 1899 um esp...
•A instabilidade permanece na região até a vitória definitiva dos seringueiros brasileiros liderados por José Plácido de C...
•Em 1903 o governo brasileiro e o boliviano assinam o Tratado de Petrópolis, o governo brasileiro pagou dois milhões de li...
•O Brasil também comprometia-se em construir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. 
Percival Farquhar (1864- 1953) empresário...
Industrialização 
•A industrialização no Brasil teve impulso à partir da segunda metade do século XIX. 
Lei Eusébio de Que...
•As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro tinham farta mão de obra imigrante, sistema de transportes e fornecimento de ene...
•A Primeira Guerra Mundial diminuiu drasticamente a quantidade de importações de produtos básicos. 
600 
7.400 
13.000 
0 ...
Mistura descoberta pelo britânico Joseph Aspdin, e patenteado em 1824 com o nome de cimento Portland (ilha ao sul da Ingla...
Lutas operárias 
•Os trabalhadores trabalhavam de segunda a sábado e até 15 horas por dia. 
•Salários baixíssimos obrigand...
•O trabalhador podia ser demitido sem aviso prévio, e sem indenização. 
•Muitas fábricas não tinham cuidado com a seguranç...
•Contra essas condições começaram a surgir as greves, tratadas como caso de polícia.
•Anarquistas: idéias trazidas pelos imigrantes europeus. 
Anarquistas: Defendiam a ausência de governo, uma sociedade que ...
•Em 1922 ocorre a fundação do PCB (Partido Comunista do Brasil) influenciado pelas idéias de Marx e Engels. 
•Ligado a Int...
Reformas urbanas 
•Visando superar a falta de infra-estrutura, grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro passaram gr...
•Nesse grandes centros morriam muitas pessoas em consequência de epidemias como febre amarela, peste bubônica, varíola. 
T...
Revolta da Vacina (1904) 
•O médico sanitarista Oswaldo Cruz, diretor da saúde pública da cidade do Rio de Janeiro, conseg...
•Os manifestantes contrários argumentavam que a aplicação de injeções em mulheres era imoral e a obrigatoriedade feria a l...
•Entre os dia 10 a 16 de novembro conflitos violentos ocorreram na capital federal, a revolta foi sufocada pelo governo fe...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

305 abcde republica oligarquica economia e sociedade

661 visualizações

Publicada em

Economia e sociedade durante o período da República Velha (República Oligárquica).

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
661
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
40
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

305 abcde republica oligarquica economia e sociedade

  1. 1. República Velha (1889-1930) Economia e sociedade Prof. Cristiano Pissolato
  2. 2. O poder do café •Foi o líder dos produtos brasileiros exportados durante a Primeira República. •Sem concorrência, o Brasil chegou a abastecer 2/3 do mercado mundial. 67,6% 52,7% 47,4% 72,5% 11,8% 25,7% 12% 2,8% 6,5% 1,9% 3,9% 0,4% 0 10 20 30 40 50 60 70 80 1889-1897 1898-1910 1914-1918 1924-1929 Café Borracha Acuçar
  3. 3. •Para a escoação do produto o governo concedeu incentivos para expansão da malha ferroviária. Os britânicos da São Paulo Railway Company dominaram o transporte para Santos de 1867 até 1910. A empresa foi estatizada em 1947. Locomotiva a vapor articulada da São Paulo Railway. Fabricada pela empresa britânica sediada em Manchester, a Beyer, Peacock and Company na década de 1920.
  4. 4. •Entusiasmados com o lucro, os produtores de café aumentaram cada vez mais suas plantações. Resultado: Em 1905 tinham em estoque 11 milhões de sacas de café de 60 kg cada, os preços declinaram. Na foto estivadores com sacas de café em Santos.
  5. 5. Convênio de Taubaté (1906) •Os cafeicultores conseguiram um acordo com governo federal que se responsabilizou em adquirir o estoque excedente de café para ser vendido quando os preços se normalizassem. O vice-presidente Afonso Pena assinou o compromisso do governo federal com os cafeicultores. No mesmo ano foi eleito presidente da República. Jorge Tibiriçá (PRP) Francisco Sales (PRM) Nilo Peçanha (PRF)
  6. 6. A economia da Borracha •O interesse pelo látex aumentou a partir do final do século XIX, com a invenção do automóvel e a conseqüente demanda de pneus. Extração do látex da seringueira, a árvore da borracha. O estadunidense Charles Goodyear (1800-1860) ficou famoso por ter descoberto a vulcanização da borracha. A empresa Goodyear foi fundada em 1898 por Frank Seiberling em Akron, Ohio.
  7. 7. •A maioria dos trabalhadores eram nordestinos que escapavam das constantes secas. •Mas os seringueiros muitas vezes ficavam presos, porque eram obrigados a comprar mantimentos dos armazéns dos patrões.
  8. 8. •Manaus e Belém entre 1880 a 1910 tiveram aumento populacional e um grande desenvolvimento econômico. Teatro Amazonas construído de 1884- 1896, localizado na cidade de Manaus-AM com capacidade de em torno de setecentas pessoas.
  9. 9. •O avanço dos seringueiros na região amazônica chegou até o território boliviano.
  10. 10. Revolução Acriana (1899-1903) •Os conflitos entre bolivianos e seringueiros brasileiros são permanentes. •Em 1899 um espanhol Luís Gálvez proclama o Estado Independente do Acre governando até 1900. Selo do Estado Independente do Acre que não foi reconhecido por nenhuma nação.
  11. 11. •A instabilidade permanece na região até a vitória definitiva dos seringueiros brasileiros liderados por José Plácido de Castro em 1902. José Plácido de Castro (1873-1908) militar gaúcho lutou na Revolução Federalista do lado dos maragatos. Foi para o Acre em 1899 como agrimensor. Foi assassinado em 1908. Bandeira do Acre de 1902 a 1903.
  12. 12. •Em 1903 o governo brasileiro e o boliviano assinam o Tratado de Petrópolis, o governo brasileiro pagou dois milhões de libras esterlinas. José Maria da Silva Paranhos Júnior, barão do Rio Branco (1845- 1912) advogado e diplomata carioca. Assumiu o Ministério das Relações Exteriores em 1900 permanecendo até 1912. Homenagem ao barão do Rio Branco.
  13. 13. •O Brasil também comprometia-se em construir a Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. Percival Farquhar (1864- 1953) empresário norte- americana de uma família quaker (Sociedade Religiosa dos Amigos). Atuou no Brasil principalmente na construção de ferrovias como a Madeira-Mamoré entre 1907-1912. A ferrovia ligava a cidade de Guarajá- Mirin até Porto Velho onde as mercadorias continuavam seu curso via navegação fluvial. Foto trabalhadores assentam dormentes e trilhos.
  14. 14. Industrialização •A industrialização no Brasil teve impulso à partir da segunda metade do século XIX. Lei Eusébio de Queirós (1850) proibiu a compra de escravos vindos da África, terminando oficialmente o tráfico internacional para o Brasil. As indústrias começaram a se desenvolver utilizando também as melhorias da infra- estrutura do país que serviam ao café.
  15. 15. •As cidades de São Paulo e Rio de Janeiro tinham farta mão de obra imigrante, sistema de transportes e fornecimento de energia. Em 1899 foi fundada em Toronto no Canadá a The São Paulo Tramway, Light and Power Company, mais conhecida com Light, se responsabilizando pela geração, distribuição de energia elétrica e transporte público por bondes. Foi estatizada em 1979. No Rio de Janeiro o nome Light permanece desde 1904, atualmente uma empresa privada nacional.
  16. 16. •A Primeira Guerra Mundial diminuiu drasticamente a quantidade de importações de produtos básicos. 600 7.400 13.000 0 2000 4000 6000 8000 10000 12000 14000 1889 1914 1920 2 milhões de operários. Número de indústrias no Brasil 153 mil operários Na década de 1920, São Paulo tinha 30% da produção industrial, 20% Rio de Janeiro e 11% no Rio Grande do Sul.
  17. 17. Mistura descoberta pelo britânico Joseph Aspdin, e patenteado em 1824 com o nome de cimento Portland (ilha ao sul da Inglaterra). •As indústrias de base (aço e cimento) começaram a surgir na década de 1920. Companhia Brasileira de Cimento Portland instalada no distrito de Perus-SP, começando sua produção em 1926. Uma empresa de capital privado. Foi fechada na década de 1980. Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira nasceu em 1921 na cidade mineira de João Monlevade. Nasceu de uma associação de uma empresa brasileira existente e de um grupo belga. Atual ArcellorMittal multinacional luxemburguesa. Processo de Bessemer (1856) possibilitou uma produção maior e melhor qualidade do aço produzido. Descoberta realizada pelo britânico Henry Bessemer.
  18. 18. Lutas operárias •Os trabalhadores trabalhavam de segunda a sábado e até 15 horas por dia. •Salários baixíssimos obrigando toda família trabalhar, inclusive as crianças. Operários de uma tecelagem paulista.
  19. 19. •O trabalhador podia ser demitido sem aviso prévio, e sem indenização. •Muitas fábricas não tinham cuidado com a segurança e com a higiene.
  20. 20. •Contra essas condições começaram a surgir as greves, tratadas como caso de polícia.
  21. 21. •Anarquistas: idéias trazidas pelos imigrantes europeus. Anarquistas: Defendiam a ausência de governo, uma sociedade que trabalhasse com base na cooperação e pela solidariedade. Greve de 1917 foi a primeira greve geral da história do Brasil, paralisando em torno de 70 mil trabalhadores. As promessas realizadas pelos patrões não foram cumpridas à risca. Edgard Leuenroth (1881-1968) jornalista e anarquista de origem alemã foi preso logo depois da greve.
  22. 22. •Em 1922 ocorre a fundação do PCB (Partido Comunista do Brasil) influenciado pelas idéias de Marx e Engels. •Ligado a Internacional Comunista com base em Moscou. Astrojildo Pereira (1890-1965) jornalista carioca atuou nos movimentos operários desde a década de 1910. Viajou para Moscou em 1924 participando da Internacional Comunista recebendo o reconhecimento do PCB a nível internacional.
  23. 23. Reformas urbanas •Visando superar a falta de infra-estrutura, grandes cidades como São Paulo e Rio de Janeiro passaram grandes revitalizações. Avenida Central (atual Avenida Rio Branco) na cidade do Rio de Janeiro, vê-se a esquerda o Teatro Municipal inaugurado em 1909.
  24. 24. •Nesse grandes centros morriam muitas pessoas em consequência de epidemias como febre amarela, peste bubônica, varíola. Típico cortiço na região central da capital federal no início do século XX. As populações desalojadas com as obras de reestruturação urbana tiveram de ocuparam outras regiões.
  25. 25. Revolta da Vacina (1904) •O médico sanitarista Oswaldo Cruz, diretor da saúde pública da cidade do Rio de Janeiro, conseguiu a aprovação da Lei de Vacinação Obrigatória (1904). •Objetivo: vacinar toda a população contra a varíola.
  26. 26. •Os manifestantes contrários argumentavam que a aplicação de injeções em mulheres era imoral e a obrigatoriedade feria a liberdade individual.
  27. 27. •Entre os dia 10 a 16 de novembro conflitos violentos ocorreram na capital federal, a revolta foi sufocada pelo governo federal. Osvaldo Cruz (1876-1912) médico, cientista e sanitarista paulista. Foi responsável por várias campanhas como os “mata- mosquitos” na capital federal.

×