Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)
Definição: <ul><li>É um movimento no qual o corpo desloca trechos iguais em intervalos de tempo iguais. </li></ul><ul><li>...
Função Horária <ul><li>A função horária de um movimento, representa o endereço de um móvel no tempo, ou seja, ela fornece ...
<ul><li>Partindo da definição da velocidade: </li></ul>Aplicando as observações descritas acima, temos:   Simplificando a ...
<ul><li>Portanto a Função Horária do MRU é dada por:  </li></ul><ul><li>S= posição final </li></ul><ul><li>So= posição ini...
Gráfico <ul><li>No gráfico, se houver curva na linha, não é Movimento Retilíneo Uniforme, pois a velocidade não estará con...
Exemplo: <ul><li>A equação que descreve a posição(em metros) de um objeto com o tempo (em segundos) é:  x=5+2t </li></ul><...
<ul><li>Alunas:  Isabela D’Angelo </li></ul><ul><li>Laura Michelazzo </li></ul>
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Movimento Retilineo Uniforme

1.201 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.201
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimento Retilineo Uniforme

  1. 1. Movimento Retilíneo Uniforme (MRU)
  2. 2. Definição: <ul><li>É um movimento no qual o corpo desloca trechos iguais em intervalos de tempo iguais. </li></ul><ul><li>A velocidade nesse tipo de movimento é sempre constante, podemos afirmar que a velocidade média determinada para qualquer intervalo de tempo é igual à velocidade instantânea determinada para qualquer tempo, ou simplesmente à velocidade. </li></ul>
  3. 3. Função Horária <ul><li>A função horária de um movimento, representa o endereço de um móvel no tempo, ou seja, ela fornece a posição desse móvel num instante qualquer. Com ela seremos capazes de prever tanto posições futuras do movimento, como conhecer posições em que o móvel já passou. </li></ul><ul><li>A seguir deduziremos a função s = f (t) para o MRU e como ponto de partida utilizaremos a definição de velocidade. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Partindo da definição da velocidade: </li></ul>Aplicando as observações descritas acima, temos:  Simplificando a expressão, temos que: Isolando o espaço s, fica:
  5. 5. <ul><li>Portanto a Função Horária do MRU é dada por: </li></ul><ul><li>S= posição final </li></ul><ul><li>So= posição inicial </li></ul><ul><li>v= velocidade constante </li></ul><ul><li>t= instante </li></ul>
  6. 6. Gráfico <ul><li>No gráfico, se houver curva na linha, não é Movimento Retilíneo Uniforme, pois a velocidade não estará constante. </li></ul>
  7. 7. Exemplo: <ul><li>A equação que descreve a posição(em metros) de um objeto com o tempo (em segundos) é: x=5+2t </li></ul><ul><li>A) calcule a posição inicial(posição no tempo t=0) </li></ul><ul><li>t=0s: x=5(2.0) </li></ul><ul><li>x=5m </li></ul><ul><li>B) Qual é a velocidade do objeto? </li></ul><ul><li>v= 2m/s, já está substituído na formula. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Alunas: Isabela D’Angelo </li></ul><ul><li>Laura Michelazzo </li></ul>

×