Alfabetização do lápis ao mouse:    limites, possibilidades e          perspectivas
Tempo Previsto                    Ação    15 min.       Contextualização da Temática      1h          Estudo em grupo   ...
“Acho que o uso de computadores no processo de  ensino aprendizagem, em lugar de reduzir, podeexpandir a capacidade crític...
“Ensinar com as novas tecnologias será uma revolução    se mudarmos simultaneamente os paradigmas    convencionais do ensi...
“A exclusão digital impede que se reduza a exclusão social,      uma vez que as principais atividades econômicas,    gover...
Processos de emancipação digital buscam promover odeslocamento do paradigma da “sociedade da informação” para um que tenha...
Alfabetização do lápis ao mouse:limites, possibilidades e perspectivas                       GT 1    DESAFIOS       POSSIB...
“Não é no silêncio que os homens se fazem, mas   na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”.                              ...
Cristiane SantosProfessora Multiplicadora crisst617@hotmail.com  Fone: (81) 8848-0115  Alfabetização do lápis ao mouse: li...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação forum eja

434 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
434
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação forum eja

  1. 1. Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas
  2. 2. Tempo Previsto Ação 15 min.  Contextualização da Temática 1h  Estudo em grupo 20 min.  Plenária 15 min.  Síntese das proposições 10 min.  Conclusão dos trabalhos
  3. 3. “Acho que o uso de computadores no processo de ensino aprendizagem, em lugar de reduzir, podeexpandir a capacidade crítica e criativa (...) Dependede quem usa a favor de quê e de quem e para quê.” (FREIRE, 1995: 98) Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas
  4. 4. “Ensinar com as novas tecnologias será uma revolução se mudarmos simultaneamente os paradigmas convencionais do ensino que mantém distantesprofessores e alunos. Caso contrário conseguiremos dar um verniz de modernidade, sem mexer no essencial”. (Moran, 2001, 28). Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas
  5. 5. “A exclusão digital impede que se reduza a exclusão social, uma vez que as principais atividades econômicas, governamentais e boa parte da produção cultural da sociedade vão migrando para a rede, sendo praticadas e divulgadas por meio da comunicação informacional. Estarfora da rede é ficar fora dos principais fluxos de informação. Desconhecer seus procedimentos básicos é amargar a nova ignorância”(SILVEIRA, 2001, p 18). Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas
  6. 6. Processos de emancipação digital buscam promover odeslocamento do paradigma da “sociedade da informação” para um que tenha a “sociedade do conhecimento” como horizonte, fazendo do acesso apenas um dos elos, necessário, mas insuficiente, na cadeia produtiva de informação que poderá dar sustentabilidade à emancipação econômica, social e cultural dos cidadãos (FREIRE, 1997, p. 22) (grifos do autor). Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas
  7. 7. Alfabetização do lápis ao mouse:limites, possibilidades e perspectivas GT 1 DESAFIOS POSSIBILIDADES PROPOSIÇÕES Mediadora Cristiane Santos
  8. 8. “Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho, na ação-reflexão”. Paulo Freire
  9. 9. Cristiane SantosProfessora Multiplicadora crisst617@hotmail.com Fone: (81) 8848-0115 Alfabetização do lápis ao mouse: limites, possibilidades e perspectivas

×