Literatura e a Intertextualidade entre Gêneros Diferentes

2.417 visualizações

Publicada em

Recursos Estilísticos

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.417
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
494
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Literatura e a Intertextualidade entre Gêneros Diferentes

  1. 1. Professora: Mª Cristina A. Biagio Afinal? Para que serve a Literatura?
  2. 2. A arte da palavra falada ou escrita. É através dela que podemos criar, recriar e transcriara realidade. Literatura é... O sonho acordado das civilizações. Ordenadora do caos. Novos sentidos às palavras Reivenção do mundo e da própria língua Emtodos os tempos, emtodos os lugares, homens e mulheres de diferentes culturas, costumes, credos e etnias produziramarte.
  3. 3. Funções da LiteraturaFunções da Literatura  Arte pela Arte (valorizar o belo);Arte pela Arte (valorizar o belo);  provocar a emoção;provocar a emoção;  escapismo (fuga da realidade);escapismo (fuga da realidade);  crítica social;crítica social;  sinfronismo (capacidade de atrair o leitor);sinfronismo (capacidade de atrair o leitor);  função lúdica (divertir).função lúdica (divertir).
  4. 4. Intertextualidade Diálogo entre textos /imagens Muitas vozes emumtexto A criação de Adão, Michelangelo A criação de Adão, Maurício de Souza
  5. 5. Guerra Civil Espanhola Guernica – maio de 1937
  6. 6. Guernica, Pablo PicassoGuernica, Pablo Picasso
  7. 7. No dia 26 de abril de 1937, a população da pacata Guernica, uma cidadezinha no norte da Espanha, foi surpreendida pelo ataque de aviões, alemães, que apoiavam as forças de direita que queriam tomar o poder. Durante três dias a cidade não parou de queimar e, ao final, os números revelam o tamanho da tragédia: dos 7.000 moradores, cerca de 1.600 estavammortos e mais de 800 feridos. De olho na história
  8. 8. Um mesmo tema: diferentes olhares, diferentes linguagens Alguns dos temas mais abordados pela literatura são: •o amor; •a natureza; •a mulher; •a morte; •a pátria; •o fazer poético.
  9. 9. O homem Vitruviano, deO homem Vitruviano, de Leonardo da VinciLeonardo da Vinci
  10. 10. Homer VitruvianoHomer Vitruviano
  11. 11. O nascimento de Vênus, deO nascimento de Vênus, de BotticelliBotticelli
  12. 12. Simonetta Vespúcio – aSimonetta Vespúcio – a Lendária Musa de BoticelliLendária Musa de Boticelli Deusa Atenas – Afrodite - Vênus
  13. 13. Estúdio de Tatuagem – rua 1500 - Balneário Camboriú
  14. 14. Inspiração nos pintoresInspiração nos pintores renascentistasrenascentistas Carol Trentini – Musa da revista Vogue japonesa A dama com arminho – de Leonardo da Vinci
  15. 15. Para Botero, pintor colombiano, o belo está relacionado àPara Botero, pintor colombiano, o belo está relacionado à ideia de volume.ideia de volume.
  16. 16. Abaporu, de Tarsila do AmaralAbaporu, de Tarsila do Amaral
  17. 17. Diálogo entre gêneros tãoDiálogo entre gêneros tão diferentes ...diferentes ... Como a História emComo a História em Quadrinhos e o Cinema seQuadrinhos e o Cinema se relacionam com a Filosofia?relacionam com a Filosofia?
  18. 18. O Mito da CavernaO Mito da Caverna A alegoria da caverna, também conhecida como parábola da caverna, mito da caverna ou prisioneiros da caverna, foi escrita pelo filósofo grego Platão e se encontra na obra intitulada: A República
  19. 19. As sombras da vida, com PitecoAs sombras da vida, com Piteco O Mito da Caverna na História em Quadrinho
  20. 20. O Mito da Caverna no Cinema: O filme Matrix simula uma realidade humana que parece perfeita. Tanto no filme como na alegoria, de Platão, há personagens presos em mundo que consideram real e verdadeiro, mas, na verdade, estão por viver em mundo que não condiz com a realidade.

×