Consumidor como Individuo

6.560 visualizações

Publicada em

Capítulo do livro "O comportamento do consumidor" de Michael R. Solomon

Publicada em: Negócios, Design
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.560
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
39
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
173
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Consumidor como Individuo

  1. 1. Os Consumidores como Indivíduos Umberto Eco
  2. 2. Capítulo 2 Equipe: Ana Cristina Devair Elisângela Marco Rômulo Sirlei Valter
  3. 3. A Percepção <ul><li>Elisângela </li></ul>
  4. 4. Os Consumidores como Indivíduos
  5. 5. Percepção Receptor autônomo Mundo Externo de informações
  6. 6. Os “ Inputs ” que os nossos 5 sentidos detectam são os dados Brutos que dão início ao processo de Perceptivo.
  7. 7. <ul><li>Exemplo Sensorial Visão </li></ul><ul><li>CORES </li></ul>Vermelho ; perigo, quente, excitante, sexo. A zul ; masculino, frio, calmo, estável. Branco ; puro, honesto, frio. Pastel ; feminino, sensível, delicado. Laranja ; emoção, positivo. Negro ; morte, poder, autoridade, seriedade. Rosa ; feminino, quente, ardente. Verde ; natureza, conforto, esperança, dinheiro. Amarelo ; sol, calor, calma, tranqüilidade.
  8. 8. Processos de Percepção É o processo pelo qual as pessoas Selecionam , Organizam e Interpretam essas sensações. Seleciona Organiza Interpreta
  9. 9. Processos de Percepção Aspecto individual “Invisível” De Frente para o Mar                                                         Em busca de uma Visão. Correr !!!                                                      Mas de quem? E Para onde?
  10. 10. Leite... X
  11. 11. Churrasco Churrasco Americano Churrasco Brasil Churrasco Gaucho “ O individuo interpreta o significado de um estimulo de acordo com suas próprias concepções, necessidades e experiências” .
  12. 12. Os Sentidos <ul><li>Marco </li></ul>
  13. 13. Qualidades Sensoriais & Limiares Sensoriais
  14. 14. <ul><li>Qualidades Sensoriais </li></ul>
  15. 15. Cores
  16. 16. Odores
  17. 17. Sons
  18. 18. Sabores
  19. 19. Textura
  20. 20. <ul><li>Limiares Sensoriais </li></ul><ul><li>Limiar Absoluto </li></ul>
  21. 22. <ul><li>Limiares Sensoriais </li></ul><ul><li>Limiar Diferencial </li></ul><ul><li>Conversa em local movimentado </li></ul><ul><li>X </li></ul><ul><li>Conversa em biblioteca </li></ul>
  22. 23. <ul><li>Limiares Sensoriais </li></ul><ul><li>Tamanhos de Embalagens </li></ul>
  23. 24. Design dos Produtos <ul><li>Devair </li></ul>
  24. 25. Design <ul><li>O novo, o moderno </li></ul><ul><li>Alternativas diferentes </li></ul><ul><li>Pode ser simples, mas deve ser prático </li></ul>
  25. 26. <ul><li>Atualmente, é alvo para todas as classes sociais </li></ul><ul><li>Ambiente da loja, embalagens, vitrines... tudo é design </li></ul><ul><li>“ O primeiro momento da verdade” </li></ul><ul><li>A. G. Lafley – Diretor Executivo da P & G </li></ul>Design
  26. 28. <ul><li>DUCHA – Loja com produtos para banho, totalmente inovadores, diferentes do que tem no mercado </li></ul><ul><li>IMAGINARIUM – Loja de produtos variados (de porta cd´s à poltronas, aparelhos de som, etc...) </li></ul><ul><li>FAST SHOP – Loja que permite maior interação do consumidor com o produto que está disposto à adquirir </li></ul><ul><li>COCA COLA - um clássico do design pela sensualidade da forma . </li></ul>Design
  27. 29. Design/Matérias Renováveis <ul><li>Um dos exemplos foi a Vassoura da Linha Brilhant da Condor feita em PET </li></ul>
  28. 30. Design/Matérias Renováveis <ul><li>Natura Chronos </li></ul><ul><li>Embalagem em cristal injetado </li></ul><ul><li>Economia de material </li></ul>
  29. 31. Design/Matérias Renováveis <ul><li>Natura Ekos </li></ul>
  30. 32. Design/Inovação <ul><li>A Method Home, preocupada com o meio ambiente, mudou o design de suas embalagens. Reposicionando seus produtos na categoria de cosméticos para a casa. Com design limpo e formas inusitadas, como de um frasco de perfume. Seus componentes atóxicos e ecológicos, solução sustentável de embalagem. Algumas garrafas já são feitas de material 100% reciclado. Materiais da Method são biodegradáveis ou recicláveis podendo apresentar pequenas imperfeições de cor, mas essa imperfeição pode ser acrescentado como parte do design do produto, acrescentando valor. Toda embalagem tem um presente, passado e futuro . </li></ul>
  31. 33. Design/Inovação <ul><li>Linha Method - limpeza </li></ul>
  32. 34. Design/Inovação <ul><li>Linha Method – novas embalagens </li></ul>
  33. 35. Consumo Hedônico <ul><li>Design diferenciado </li></ul><ul><li>Testar novas experiências </li></ul><ul><li>Sair do casual </li></ul><ul><li>(do que todos já sabem, do que todos já tem) </li></ul>
  34. 36. Consumo Hedônico <ul><li>Consumo pelo prazer </li></ul><ul><li>Por ser diferente do tradicional </li></ul><ul><li>Por sair na frente </li></ul><ul><li>(ter primeiro que os outros) </li></ul>
  35. 37. Consumo Hedônico
  36. 38. Propaganda Subliminar <ul><li>Sirlei </li></ul>
  37. 39. Percepção Subliminar <ul><li>Subliminar é um mecanismo de convencimento inconsciente, captado pelo nosso subconsciente, que tem uma maior capacidade de armazenamento de informações do que a consciência. Ela não é recebida diretamente pelos sentidos do homem, pois está em um patamar sensorial quase imperceptível, configurando a mínima sensação auditiva ou visual passível de ser transmitida. </li></ul>
  38. 40. Percepção Subliminar <ul><li>Está abaixo do limiar, a menor sensação detectável conscientemente. R efere-se à ideia de que um estímulo apresentado abaixo do nível da consciência é capaz de influenciar o comportamento e os sentimentos. </li></ul>mulher nua e com um corpo perfeito
  39. 41. Técnicas Subliminares <ul><li>Estímulo visual apresentado </li></ul><ul><li>rapidamente </li></ul><ul><li>Mensagens para público de auditório apresentadas sob a forma de discurso rápido em baixo volume. </li></ul><ul><li>Imagens ou palavras relacionadas com sexo inseridas em anúncios impressos. </li></ul><ul><li>Mensagens sonoras como ondas do mar, ou outro som da natureza. </li></ul>
  40. 42. A mensagem subliminar funciona? <ul><li>Algumas pesquisas sugerem que as pessoas podem sofrer influencias sob condições especificas. </li></ul><ul><li>Não existem provas que comprove o efeito desse processo sobre o consumidor. </li></ul>
  41. 43. Exemplos A imagem espelhada mostra um leão... o animal com a mais bela cabeleira
  42. 44. Semiótica <ul><li>Ana Cristina </li></ul>
  43. 45. Semiótica <ul><li>Os Olhos de quem vê : </li></ul><ul><li>viéses interpretativos </li></ul>
  44. 46. Semiótica <ul><li>Os Olhos de quem vê : </li></ul><ul><li>viéses interpretativos </li></ul>
  45. 47. Semiótica <ul><li>Os símbolos à nossa volta : </li></ul>
  46. 48. Semiótica <ul><li>IDENTIDADES SOCIAIS </li></ul>
  47. 49. Semiótica <ul><li>Para ajudar na compreensão do modo como os consumidores interpretam os significados de símbolos, alguns profissionais de marketing estão se voltando para um campo de estudo conhecido como SEMIÓTICA . </li></ul><ul><li>OBJETO – SIGNO (SÍMBOLO) - SIGNIFICADO </li></ul>
  48. 50. Signo (imagem) OBJETO (produto) Tradução (significado) BELEZA MODERNIDADE POPULARIDADE (todo mundo usa)
  49. 51. Semiótica <ul><li>Segundo Charles Sanders Peirce, os signos são relacionados a objetos de 3 formas: </li></ul><ul><ul><li>Semelhança a objetos </li></ul></ul>
  50. 52. Semiótica <ul><ul><li>Índice </li></ul></ul>AROMA REFRESCANTE
  51. 53. Semiótica <ul><ul><li>Símbolo </li></ul></ul>Compacto para quem vê. Valente para quem anda
  52. 54. Semiótica <ul><ul><li>Hiper-realidade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Torna real o que inicialmente é uma simulação ou exagero </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Posicionamento Perceptivo </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Posição de mercado do produto </li></ul></ul></ul>
  53. 55. Expectativas e Padrões <ul><li>Valter </li></ul>
  54. 56. Interpretando estímulos Hoje, vivemos na era da sociedade de informação, alem do excesso de estímulos a que estamos expostos, temos mais informação do que queremos e podemos processar. Por isso o grande desafio dos profissionais de marketing é criar e desenvolver mecanismos para entender e chamar a atenção dos consumidores. Um adulto comum está exposto a cerca de 3.500 informações publicitárias por dia.
  55. 57. <ul><li>No metro não há aquela enxurrada de propagandas se sobrepondo, nem disputa acirrada pela atenção do publico, pois em determinados pontos a publicidade será única, substituindo o vazio que existe nos túneis escuros e tristes . </li></ul>
  56. 58. <ul><li>Seleção perceptiva; </li></ul><ul><li>As pessoas tendem a focar uma pequena parcela dos estímulos a que estão expostos. </li></ul><ul><li>Fatores desta seleção ; </li></ul><ul><li>A experiência ; resultado da aquisição e do processamento de estímulos ao longo do tempo, criando um filtro que influencia o que vamos processar. </li></ul><ul><li>Vigilância perceptiva ; reagem a estímulos relacionados com suas necessidades atuais. </li></ul><ul><li>Defesa perceptiva ; vêem o que querem ver, ignoram estímulos ameaçadores. </li></ul>
  57. 59. <ul><li>A capacidade de retenção da atenção dos usuários do metro é muito grande, causando um impacto positivo (na escuridão surge um ponto luminoso) </li></ul>
  58. 60. <ul><li>Adaptação; </li></ul><ul><li>Estímulos repetitivos podem perder o efeito, pois se torna muito familiar. Um consumidor pode ficar habituado, exigindo do estimulo adaptações para ser notado. </li></ul><ul><li>Fatores que levam a adaptação ; </li></ul><ul><li>Intensidade. </li></ul><ul><li>Duração </li></ul><ul><li>Discriminação </li></ul>
  59. 61. <ul><li>Pela velocidade e deslocamento natural do metro, dará a impressão de existir um rodízio publicitário, com apelos diversificados e em intensidades diferentes. </li></ul><ul><li>* Precisa ter uma mensagem relevante. </li></ul>
  60. 62. <ul><li>Seu tamanho é adequado com formas e mensagens seqüenciais que adquirem vida quando visto por aqueles que estão dentro do metro em movimento, cores vivas para sobrepor a escuridão e com posição estrategicamente direcionada ao nível dos olhos dos passageiros. </li></ul>
  61. 63. <ul><li>A mensagem publicitária no metro deve ser facilmente compreendia, usando cores correlacionadas (ex. o vermelho de uma Coca Cola), e relação com outros eventos (parques e festas para produtos direcionados ao publico infantil). </li></ul>
  62. 64. Estudo de Caso <ul><li>Rômulo </li></ul>
  63. 65. <ul><li>O admir ável mundo novo da propaganda no metro </li></ul><ul><li>T-Mobile ’s Dance </li></ul>
  64. 66. A PROPAGANDA NO METR O <ul><li>Empresas que utilizaram : </li></ul><ul><li>American Express, Target Stores, Coca-Cola, Channel Discovery, Cartoon Network, Royal Caribbean, Cadillac e Calvin Klein </li></ul><ul><li>Como funciona : </li></ul><ul><li>Tecnologia inovadora </li></ul><ul><li>Ilumina-se os escuros túneis do metro, transformando-os em valiosas vitrines </li></ul><ul><li>Série de painéis com imagens estáticas (1,5 a 3m 2 ) </li></ul><ul><li>Na velocidade normal adquirem movimento (comerciais de 15 a 30 seg) </li></ul>
  65. 67. A PROPAGANDA NO METR O <ul><li>Efeito : </li></ul><ul><li>Inovador e único </li></ul><ul><li>Elimina o tédio da viagem </li></ul><ul><li>Cativa o público </li></ul><ul><li>Transforma um ambiente semi-industrial </li></ul><ul><li>Atualmente : </li></ul><ul><li>Presente em túneis na América do Norte e do Sul, na Ásia e na Europa </li></ul><ul><li>Representa: </li></ul><ul><li>O que todo anunciante sonha, um comercial que as pessoas não só não bloqueiam, mas mudam de caminho para ver </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v=dxvnt08mZdQ&NR=1 </li></ul>
  66. 68. T-MOBILE ’S DANCE <ul><li>Campanha operadora T-Mobile </li></ul><ul><li>(série de flashmobs) </li></ul><ul><li>Mensagem “ Life’s for sharing” </li></ul><ul><li>Impacto e Surpresa positiva </li></ul><ul><li>Emociona o público </li></ul><ul><li>Muda o dia de uma pessoa </li></ul><ul><li>Vai ficar gravado na memória </li></ul><ul><li>Todos querem gravar nos celulares “ Momento Único ” </li></ul><ul><li>Link : </li></ul><ul><li>http://www.youtube.com/watch?v= UNgaXhbKfis </li></ul>

×