Ormuz E Malaca

1.524 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.524
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ormuz E Malaca

  1. 2. <ul><li>1 – Localização geográfica </li></ul><ul><li>2 – A chegada dos portugueses </li></ul><ul><li>3 – Actividades desenvolvidas </li></ul><ul><li>4 – Depois dos portugueses </li></ul><ul><li>5 – Imagens </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Ormuz foi uma antiga cidade na ilha e estreito </li></ul><ul><li>do mesmo nome, à entrada do Golfo Pérsico. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>O estado de Malaca ocupa um 1,3% da superfície da Malásia. Divide-se em três distritos: Malaca Central, Alor Gajah e Jasin. </li></ul><ul><li>Malaca encontra-se no litoral sul-ocidental da Península Malaia. Dista 148 </li></ul><ul><li>km ao sul da capital Kuala Lumpur, e 245 km ao norte de Singapura. A capital </li></ul><ul><li>do estado, a cidade de Malaca, está localizada estrategicamente entre as duas </li></ul><ul><li>capitais nacionais (Kuala Lumpur e Singapura) </li></ul>
  4. 5. <ul><li>A 1 de Abril de 1515, Afonso Albuquerque conquistou Ormuz . </li></ul><ul><li>Em 1511, Afonso Albuquerque, depois de vir de Goa chegou a </li></ul><ul><li>Malaca. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Ormuz: </li></ul><ul><li>Na sequência da expansão portuguesa na Índia, em Outubro de 1507, Afonso </li></ul><ul><li>de Albuquerque atacou esta cidade, dominando-a, e quase conseguiu concluir a </li></ul><ul><li>construção do Forte de Nossa Senhora da Vitória, se não fosse a deserção de </li></ul><ul><li>três capitães portugueses (Motim dos Capitães). Foi forçado a abandoná-la em </li></ul><ul><li>Janeiro de 1508. </li></ul><ul><li>Em 1 de Abril de 1515, Albuquerque, já governador da Índia, regressou a </li></ul><ul><li>Ormuz, reconstruiu a fortificação (Forte de Nossa Senhora da Conceição de </li></ul><ul><li>Ormuz) e estabeleceu a suserania portuguesa, subordinada ao Estado da Índia. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Malaca: </li></ul><ul><li>Malaca tornou-se uma base estratégica para a expansão portuguesas nas Índias </li></ul><ul><li>Orientais, subordinada ao Estado Português na Índia. Para defender a cidade, os </li></ul><ul><li>portugueses ergueram um forte. Em vez de concretizar sua ambição de controlar o </li></ul><ul><li>comércio asiático, o que os portugueses haviam logrado fora desorganizar a rede </li></ul><ul><li>mercantil da região. Desaparecera o porto centralizador do comércio e, com ele, o </li></ul><ul><li>Estado que policiava o estreito de Malaca. O comércio espalhou-se por diversos portos </li></ul><ul><li>em meio a embates militares no estreito. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Ormuz: </li></ul><ul><li>Após a queda do Forte de Queixome, uma frota Persa com mais de </li></ul><ul><li>3.000 homens e o apoio de seis embarcações Inglesas, colocaram cerco </li></ul><ul><li>ao Forte de Ormuz (20 de Fevereiro de 1622). Os Persas ofereceram ao </li></ul><ul><li>comandante português da praça a ilha de Qeshm em troca de 500.000 </li></ul><ul><li>patacas e o porto de Julfar, na costa da Arábia, recém-conquistado aos </li></ul><ul><li>portugueses por uma força combinada de Árabes e Persas. A oferta, entretanto, </li></ul><ul><li>foi recusada e, em poucos meses, a ilha de Ormuz era perdida ara </li></ul><ul><li>os Persas e seus aliados Ingleses (3 de Maio). A guarnição e a população </li></ul><ul><li>portuguesa na ilha, cerca de 2.000 pessoas, foram enviadas para Mascate. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>Malaca: </li></ul><ul><li>Malaca foi cedida aos britânicos pelo tratado Anglo - Nerlandês de 1824, </li></ul><ul><li>em troca de Bencoolen, em Sumatra. Entre 1826 e 1946, Malaca foi </li></ul><ul><li>governada pela Companhia Britânica das Índias Orientais e, em seguida, </li></ul><ul><li>como uma colónia da Coroa. Integrava os chamados Straits Settlements , </li></ul><ul><li>juntamente com Singapura e Penang. Com a dissolução desta colónia, </li></ul><ul><li>Malaca e Penang tornaram-se parte da União Malaia (actual Malásia). </li></ul>
  9. 10. <ul><li>Webgrafia: </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Malaca </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Ormuz </li></ul><ul><li>Imagens: </li></ul><ul><li>gifsanimados.com.sapo.pt/ </li></ul><ul><li>forumdefesa.com/forum/viewtopic.php?t=5570 </li></ul><ul><li>www.ancruzeiros.pt/anchistoria-comb-1507.html </li></ul><ul><li>www.marinha.pt/.../batalha_malaca.html </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Trabalho realizado por: </li></ul><ul><li>Patrícia Valentim 8ºB nº18 </li></ul>

×