O Ouro Brasileiro

3.664 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.664
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
18
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Ouro Brasileiro

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. Desenvolvimento do Trabalho Bibliografia/Webgrafia http://images.uncyc.org/pt/th umb/a/a1/Moedas.jpg/180px- Moedas.jpg 3
  4. 4. Brasil Finais do século XVII Fig. 1 - Descoberta de Ouro Descoberta de minas de ouro Nova razão para: Abandono das práticas mercantilistas que iam sendo implementadas em Portugal 4
  5. 5. 1699 Primeiras remessas de metal precioso a entrarem no reino. A partir da primeira remessa Quantidade de Ouro foi aumentando Chegou às 15 toneladas por ano 5
  6. 6. Fig. 2 – Barras de Ouro Fig. 3 - Remessas de Ouro Brasileiro chegado a 6 Portugal nos finais do século XVII e século XVIII
  7. 7. Coroa Ficava com 1/5 dos lucros como imposto E atribuía cargos e honrarias a quem criassem explorações lucrativas. Caça ao Ouro Brasileiro Expandiu-se e alastrou-se para territórios espanhóis 1750 Novo Tratado: Trado de Madrid 7
  8. 8. Portugal Perdeu dependência dos metais preciosos dos espanhóis Criou ilusão de que havia ouro suficiente para cobrir défice de balança comercial Podendo assim: Cunhar moeda para pagar todas as prestações Fig. 4 - Dependência económica portuguesa face à Inglaterra 8
  9. 9. País deixou de se preocupar com: Desenvolvimento da indústria Desenvolvimento da agricultura Principal beneficiário: Inglaterra País que mais exportava para Portugal 9
  10. 10. Fig. 7 - Quebra da linha do Tratado de Tordesilhas Fig. 5 – Lavagem do Ouro 10
  11. 11. A enorme quantidade de ouro e a posterior descoberta de diamantes Interior do Brasil Obrigou a: Fig. 8 – Escravos de Forte emigração portuguesa para aquele território minas 11
  12. 12. Consequências para Portugal Negativas: Positivas: Grande emigração Com o dinheiro ganho dos para o Brasil impostos Abandono da agricultura e da D. João V mandou indústria construir: Grande dependência Convento de Mafra de Inglaterra Fig. 9 – Convento de Mafra 12
  13. 13. http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/ouro.htm Livro: Novo História 8 volume 1 13
  14. 14. Figs. 1 e 2 - ClipArt Fig. 3 - http://lh4.ggpht.com/c.alberto.vaz/R9AK5ULuJQI/AAAAAAAAA NA/tpEB07JoZno/RemessasdeourobrasileirochegadoaPort%5B2% 5D Fig. 4 - http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/img/grour.JPG Fig. 3 - http://lh4.ggpht.com/c.alberto.vaz/R9AK5ULuJQI/AAAAAAAAA NA/tpEB07JoZno/RemessasdeourobrasileirochegadoaPort%5B2% 5D Fig. 5 - http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/img/lavour.jpg Fig. 7 - http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/img/maptord.jpg Fig. 8 - http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/img/escrmin1.JPG Fig. 9 - http://www.eb23-diogo- cao.rcts.pt/Trabalhos/bra500/img/mafra.jpg 14

×