Conferencia De Berlim

6.977 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.977
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conferencia De Berlim

  1. 1. Conferência de Berlim Trabalho realizado por: A. Rita Gama Nº5
  2. 2. <ul><li>A Conferência de Berlim realizada entre 15 de Novembro de 1884 e 26 de Fevereiro de 1885 teve como objectivo organizar a ocupação de África pelas potências coloniais e resultou numa divisão que não respeitou, nem a história, nem as relações étnicas e mesmo familiares dos povos do Continente. </li></ul>O seu objectivo
  3. 3. <ul><li>Nesta conferência, que foi proposta por Portugal e organizada pelo Chanceler Otto von Bismarck da Alemanha - país anfitrião, que não tinha ainda colónias em África, mas o desejava - participaram ainda a Grã-Bretanha, França, Espanha, Itália, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Estados Unidos da América, Suécia, Áustria-Hungria, Império Otomano. </li></ul>Os seus inúmeros participantes
  4. 4. <ul><li>Num momento desta conferência, Portugal apresentou um projecto, o famoso Mapa cor-de-rosa, que consistia em ligar Angola e Moçambique para haver uma comunicação entre as duas colónias, facilitando o comércio e o transporte de mercadorias. Mas, apesar de todos concordarem com o projecto, Inglaterra, supostamente um antigo aliado dos portugueses, surpreendeu com a negação face ao projecto e fez um ultimato, conhecido como Ultimato britânico de 1890, ameaçando guerra se Portugal não acabasse com o projecto. Portugal, com medo de uma crise, não criou guerra com Inglaterra e todo o projecto foi-se abaixo. </li></ul>Mas o que aconteceu nesta conferência?
  5. 5. Mapa Cor-de-Rosa
  6. 6. <ul><li>Como resultado desta conferência, a Grã-Bretanha passou a administrar toda a África Austral, com excepção das colónias portuguesas de Angola e Moçambique e o Sudoeste Africano, toda a África Oriental, com excepção do Tanganhica e partilhou a costa ocidental e o norte com a França, a Espanha e Portugal (Guiné-Bissau e Cabo Verde); o Congo – que estava no centro da disputa – continuou como “propriedade” da Companhia Internacional do Congo, cujo principal accionista era o rei Leopoldo II da Bélgica; este país passou ainda a administrar os pequenos reinos das montanhas a leste, o Ruanda e o Burundi. </li></ul>O depois desta conferência
  7. 7. Webgrafia <ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Confer%C3%AAncia_de_Berlim </li></ul><ul><li>http://turma.sapo.pt/enciclopedia.php </li></ul><ul><li>http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/9/94/Mapa_Cor-de-Rosa.svg/800px-Mapa_Cor-de-Rosa.svg.png </li></ul><ul><li>http://gifsanimados.com.sapo.pt/index2.html </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Fim </li></ul>

×