Picasso, Duas mulheres correndo na praia
Ó Mulher!Ó Mulher! Como és fraca e como és forte!Como sabes ser doce e desgraçada!Como sabes fingir quando em teu peitoA t...
Dia Internacional da MulherO dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como DiaInternacional da Mulher....
Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a WomensTrade Union League. Esta associação tinha como principal ...
Em 1910, numa conferência internacional de mulheres      realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem      àquelas m...
As lutas pela equidade de género…   • Vem de longa data.   • Tem avanços e retrocessos.   • Em 1913, as norte-americanas j...
Luta pelo voto
As lutas pela equidade de género… • A Primeira Guerra interrompeu o movimento, que se   tornava internacional. • 1918, Ing...
A mulher no tempo do FASCISMO
PORTUGAL ESTADO NOVO      A Mulher no trabalho• Em 1974, apenas 25% dos trabalhadores eram  mulheres; apenas 19% trabalhav...
PORTUGAL ESTADO NOVO         A Mulher na família•   O casamento católico era indissolúvel (os casais não se    podiam divo...
PORTUGAL ESTADO NOVO       A Mulher - Direitos cívicos e políticos• Até final da década de 60, as mulheres só podiam votar...
PORTUGAL ESTADO NOVO   A Mulher - Direitos cívicos e políticos• Em 1932, em todos os manuais de leitura estava incluída a ...
o                                                          la Reg                                                    PauA ...
O Mundo foi e é dos Homens ??• O poder continua nas mãos dos homens• Ser esposa e mãe tem custos a nível profissional• As ...
Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesAs mulheres representam 52% da população europeia mascontinuam a ser alvo d...
Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesO princípio da igualdade entre homens e mulheres e, particularmente, oprinc...
Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesO princípio da igualdade entre homens e mulheres e, particularmente, oprinc...
Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesA Estratégia de Lisboa fixou, para 2010, o objectivo de 60% para a taxa dee...
SOLUÇÕES                     Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesAs mulheres representam 52% da população europ...
SOLUÇÕES- Acesso ao emprego, incluindo a promoção, e à formação profissional;- Condições de trabalho, incluindo remuneraçã...
O RETRATO DE MÓNICAMónica é uma pessoa tão extraordinária que consegue simultaneamente: ser boamãe de família, ser chiquís...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Dia internacional da mulher

870 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
870
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dia internacional da mulher

  1. 1. Picasso, Duas mulheres correndo na praia
  2. 2. Ó Mulher!Ó Mulher! Como és fraca e como és forte!Como sabes ser doce e desgraçada!Como sabes fingir quando em teu peitoA tua alma se estorce amargurada!Quantas morrem saudosa duma imagem.Adorada que amaram doidamente!Quantas e quantas almas endoidecemEnquanto a boca rir alegremente!Quanta paixão e amor às vezes têmSem nunca o confessarem a ninguémDoce alma de dor e sofrimento!Paixão que faria a felicidade.Dum rei; amor de sonho e de saudade,Que se esvai e que foge num lamento! Florbela Espanca
  3. 3. Dia Internacional da MulherO dia 8 de Março é, desde 1975, comemorado pelas Nações Unidas como DiaInternacional da Mulher.Neste dia, do ano de 1857, as operárias têxteis de uma fábrica de Nova Iorqueentraram em greve ocupando a fábrica, para reivindicarem a redução de umhorário de mais de 16 horas por dia para 10 horas. Estas operárias, querecebiam menos de um terço do salário dos homens, foram fechadas na fábricaonde, entretanto, se declarara um incêndio, e cerca de 130 mulheres morreramqueimadas.
  4. 4. Em 1903, profissionais liberais norte-americanas criaram a WomensTrade Union League. Esta associação tinha como principal objetivoajudar todas as trabalhadoras a exigirem melhores condições detrabalho.Em 1908, mais de 14 mil mulheres marcharam nas ruas de Nova Iorque:reivindicaram o mesmo que as operárias no ano de 1857, bem como odireito de voto. Caminhavam com o slogan "Pão e Rosas", em que o pãosimbolizava a estabilidade económica e as rosas uma melhor qualidadede vida.
  5. 5. Em 1910, numa conferência internacional de mulheres realizada na Dinamarca, foi decidido, em homenagem àquelas mulheres, comemorar o 8 de Março como "Dia Internacional da Mulher". Evita Perón Madre Teresa deMarilyn Monroe Calcutá Florbela EspancaMarie Curie Indira GandhiPrincesa Diana Helen Keller
  6. 6. As lutas pela equidade de género… • Vem de longa data. • Tem avanços e retrocessos. • Em 1913, as norte-americanas já podiam votar e ser eleitas em 9 estados da Federação. • Na Inglaterra, as sufragistas foram agressivas (quebra de vidros, bombas incendiárias, invasão de parlamento, greves de fome, suicídios políticos em 1905).
  7. 7. Luta pelo voto
  8. 8. As lutas pela equidade de género… • A Primeira Guerra interrompeu o movimento, que se tornava internacional. • 1918, Inglaterra – cidadãs: somente as casadas, chefes de família, com nível universitário e as maiores de 30 anos. Em 1928, para todas. • 1920, nos Estados Unidos – voto para todas. • Antes da Primeira Guerra: Finlândia em 1906, e Noruega em 1913.
  9. 9. A mulher no tempo do FASCISMO
  10. 10. PORTUGAL ESTADO NOVO A Mulher no trabalho• Em 1974, apenas 25% dos trabalhadores eram mulheres; apenas 19% trabalhavam fora de casa (86% eram solteiras; 50% tinham menos de 24 anos).• Ganhavam menos cerca de 40% que os homens.• As mulheres não tinham acesso às seguintes carreiras: magistratura, diplomática, militar e polícia.• Certas profissões (por ex., enfermeira, hospedeira do ar) implicavam a limitação de direitos, como o direito de casar.
  11. 11. PORTUGAL ESTADO NOVO A Mulher na família• O casamento católico era indissolúvel (os casais não se podiam divorciar).• Até 1969, a mulher não podia viajar para o estrangeiro sem autorização do marido.
  12. 12. PORTUGAL ESTADO NOVO A Mulher - Direitos cívicos e políticos• Até final da década de 60, as mulheres só podiam votar quando fossem chefes de família e possuíssem curso médio ou superior.• Em 1968 a lei estabeleceu a igualdade de voto para a Assembleia Nacional de todos os cidadãos que soubessem ler e escrever. O facto de existir uma elevada percentagem de analfabetismo, que atingia sobretudo as mulheres, determinava que, em 1973, apenas houvesse 24% dos eleitores recenseados.• As mulheres apenas podiam votar para as Juntas de Freguesia no caso de serem chefes de família (se fossem viúvas), tendo de apresentar atestado de idoneidade moral.
  13. 13. PORTUGAL ESTADO NOVO A Mulher - Direitos cívicos e políticos• Em 1932, em todos os manuais de leitura estava incluída a seguinte frase: “Na família, o chefe é o pai; na escola, o chefe é o mestre; na igreja, o chefe é o padre; na Nação, o chefe é o governo.”• Em 1936, o Ministério da Educação proibiu as professoras de usar maquilhagem e indumentária que não se adequasse à “majestade do ministério exercido”; as professoras só podiam casar com a autorização do Ministro, concedida apenas desde que o noivo demonstrasse ter “bom comportamento moral e civil” e meios de subsistência adequados ao vencimento de uma professora.
  14. 14. o la Reg PauA mulher no nosso tempo A MULHER DO NOSSO TEMPO a mulher do nosso tempo C ão r ul he M
  15. 15. O Mundo foi e é dos Homens ??• O poder continua nas mãos dos homens• Ser esposa e mãe tem custos a nível profissional• As mulheres com filhos são mais penalizadas nas carreiras• As mulheres com maior sucesso profissional que os respectivos maridos não são vistas da mesma forma que a situação contrária• O sucesso profissional das mulheres é sempre avaliado à luz de valores privados
  16. 16. Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesAs mulheres representam 52% da população europeia mascontinuam a ser alvo de ………………..no mercado de trabalho. Deacordo com estatísticas disponíveis, na UE a 25 as mulheres sãomais susceptíveis de estarem desempregadas do que os homens(9,6% contra 7,6%), apenas um terço dos cargos executivos sãoocupados por mulheres e a diferença salarial situa-se nos 15%.Esta realidade traduz-se no …………………….. de capital humano etem efeitos negativos na ……………….. social, no emprego e nocrescimento.
  17. 17. Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesO princípio da igualdade entre homens e mulheres e, particularmente, oprincípio da igualdade salarial está consagrado e ao longo dos últimos 30 anosfoi adoptada …………………….. legislação nesta matéria. Em 2006, o ParlamentoEuropeu e o Conselho adoptaram a “Directiva relativa à aplicação do princípioda igualdade de oportunidades e igualdade de tratamento entre homens emulheres em domínios ligados ao emprego e à actividade profissional”, queincorpora 7 …………………………. existentes e regulamenta os aspectos seguintes:- Acesso ao emprego, incluindo a promoção, e à formação profissional;- Condições de trabalho, incluindo……………………… ;- Regimes profissionais de segurança social.
  18. 18. Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesO princípio da igualdade entre homens e mulheres e, particularmente, oprincípio da igualdade salarial está consagrado e ao longo dos últimos 30 anosfoi adoptada …………………….. legislação nesta matéria. Em 2006, o ParlamentoEuropeu e o Conselho adoptaram a “Directiva relativa à aplicação do princípioda igualdade de oportunidades e igualdade de tratamento entre homens emulheres em domínios ligados ao emprego e à actividade profissional”, queincorpora 7 …………………………. existentes e regulamenta os aspectos seguintes:- Acesso ao emprego, incluindo a promoção, e à formação profissional;- Condições de trabalho, incluindo……………………… ;- Regimes profissionais de segurança social.
  19. 19. Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesA Estratégia de Lisboa fixou, para 2010, o objectivo de 60% para a taxa deemprego das mulheres, que é actualmente de 55,7%. A Resolução sobre aigualdade entre mulheres e homens na União Europeia, adoptada peloParlamento Europeu, apela a acções mais dinâmicas e de maior …………………… ,não só para transpor a legislação comunitária tendente a reduzir as diferençasde remuneração, como também para pôr termo à discriminação entre sexosno mercado de trabalho, no ……………….. de que aumente a proporção demulheres que ocupam cargos de nível elevado correspondentes às suascapacidades; uma melhor ……………………. entre a vida familiar e a actividadeprofissional; e uma participação equilibrada das mulheres e dos homens nosprocessos …………………. de natureza política.
  20. 20. SOLUÇÕES Direitos da Mulher e Igualdade de oportunidadesAs mulheres representam 52% da população europeia mas continuam a ser alvo dediscriminação no mercado de trabalho. De acordo com estatísticas disponíveis, na UE a 25 asmulheres são mais susceptíveis de estarem desempregadas do que os homens (9,6% contra7,6%), apenas um terço dos cargos executivos são ocupados por mulheres e a diferençasalarial situa-se nos 15%. Esta realidade traduz-se no desperdício de capital humano e temefeitos negativos na coesão social, no emprego e no crescimento.O princípio da igualdade entre homens e mulheres e, particularmente, o princípio daigualdade salarial está consagrado e ao longo dos últimos 30 anos foi adoptada diversalegislação nesta matéria. Em 2006, o Parlamento Europeu e o Conselho adoptaram a“Directiva relativa à aplicação do princípio da igualdade de oportunidades e igualdade detratamento entre homens e mulheres em domínios ligados ao emprego e à actividadeprofissional”, que incorpora 7 directivas existentes e regulamenta os aspectos seguintes:
  21. 21. SOLUÇÕES- Acesso ao emprego, incluindo a promoção, e à formação profissional;- Condições de trabalho, incluindo remuneração;- Regimes profissionais de segurança social.A Estratégia de Lisboa fixou, para 2010, o objectivo de 60% para a taxa de emprego dasmulheres, que é actualmente de 55,7%. A Resolução sobre a igualdade entre mulheres ehomens na União Europeia, adoptada pelo Parlamento Europeu, apela a acções maisdinâmicas e de maior vulto, não só para transpor a legislação comunitária tendente areduzir as diferenças de remuneração, como também para pôr termo à discriminaçãoentre sexos no mercado de trabalho, no intuito de que aumente a proporção de mulheresque ocupam cargos de nível elevado correspondentes às suas capacidades; uma melhorconciliação entre a vida familiar e a actividade profissional; e uma participação equilibradadas mulheres e dos homens nos processos decisórios de natureza política.
  22. 22. O RETRATO DE MÓNICAMónica é uma pessoa tão extraordinária que consegue simultaneamente: ser boamãe de família, ser chiquíssima, ser dirigente da “Liga Internacional das MulheresInúteis”, ajudar o marido nos negócios, fazer ginástica todas as manhãs, ser pontual,ter imensos amigos, dar muitos jantares, ir a muitos jantares, não fumar, nãoenvelhecer, gostar de toda a gente, toda a gente gostar dela, dizer bem de toda agente, toda a gente dizer bem dela, coleccionar colheres do séc. XVII, jogar golfe,deitar-se tarde, levantar-se cedo, comer iogurte, fazer ioga, gostar de pinturaabstracta, ser sócia de todas as sociedades musicais, estar sempre divertida, ser umbelo exemplo de virtudes, ter muito sucesso e ser muito séria.Tenho conhecido na vida muitas pessoas parecidas com a Mónica. Mas são só a suacaricatura. Esquecem-se sempre ou do ioga ou da pintura abstracta. Por trás de tudoisto há um trabalho severo e sem tréguas e uma disciplina rigorosa e constante.Pode-se dizer queMónica trabalha de sol a sol. De facto, para conquistar todo o sucesso e todos osgloriosos bens que possui, Mónica teve de renunciar a três coisas: à poesia, ao amore à santidade. […] Sophia de Mello Breyner Andresen Contos Exemplares Porto, Figueirinhas, 1996 (29ª ed.).

×