 O solo é a fonte primária de nutrientes para os  vegetais. A fragmentação das rochas fornece os  elementos que as planta...
Nitrogénio no solo Em soluções de solos normais as concentrações de NO3- variam entre 20 e 200 ppm e são teoricamente ade...
As perdas de nitrogenio no solodependem de: Concentração do NO3- na solução do solo. Capacidade de retenção de água no s...
Causas da reducao do nitrogenio             no solo A mineralização aumenta mais relativamente que a  produção vegetal e ...
Fosforo no solo Sob condições naturais ocorre só uma pequena quantidade  de P no solo. O fósforo pouco participa no proce...
Potassio no solo Tem uma influência no desenvolvimento da planta, sendo por isso, o elemento de qualidade de produção. Qu...
Macronutriente   Funções                   Sintomas de             Lugar de                                           defi...
Envolvido     Folhas          Zonas de             na osmose e   variegadas      divisão             balanço       ou     ...
Ciclo de Nitrogénio
Ciclo de Fosforo (P)
Ciclo de Potássio
Comportamento dos minerais npk nos solos tropicais
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comportamento dos minerais npk nos solos tropicais

1.834 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.834
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
37
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comportamento dos minerais npk nos solos tropicais

  1. 1.  O solo é a fonte primária de nutrientes para os vegetais. A fragmentação das rochas fornece os elementos que as plantas requerem, mas o tamanho e a carga elétrica das partículas do solo produzidas pela fragmentação afectam a disponibilidade de iões, água e oxigénio. (BAVEN. at al. 1992). Os solos, na sua composição contem nutrientes macro e micro nutrientes, sendo os mais essencias os macro (N, P, K), pois sao requeridos em maiores quantidades.
  2. 2. Nitrogénio no solo Em soluções de solos normais as concentrações de NO3- variam entre 20 e 200 ppm e são teoricamente adequadas para fornecer N para as plantas em quantidades suficientes pelo fluxo de massa – supondo que não há perdas de N pela lixiviação ou desnitrificação. Quando há perdas, mais nitrogénio será necessário, deve ser fornecido pela mineralização da matéria orgânica, pela difusão, ou pela adubação.
  3. 3. As perdas de nitrogenio no solodependem de: Concentração do NO3- na solução do solo. Capacidade de retenção de água no solo. Precipitação e evaporação. Profundidade do sistema radicular da cultura. Tipo de cultura, em forma de percentagem da cobertura vegetal.
  4. 4. Causas da reducao do nitrogenio no solo A mineralização aumenta mais relativamente que a produção vegetal e a acumulação de matéria orgânica. As perdas por lixiviação aumentam com temperaturas crescentes por causa da maior intensidade de precipitação em regiões tropicais e da mais baixa viscosidade da água no solo. Influência do N sobre o desenvolvimento vegetal Estima o crescimento vegetal, na formação da planta e folhas grandes. Quando a absorção inicial ocorre depressa há uma deficiência que pode originar num peso baixo de grãos.
  5. 5. Fosforo no solo Sob condições naturais ocorre só uma pequena quantidade de P no solo. O fósforo pouco participa no processo de nutrição das plantas porque os compostos de P têm geralmente uma má solubilidade; consequentemente a quantidade de P disponível na solução do solo é muito baixa. Normalmente, na solução do solo há mais P orgânico do que o P inorgânico. Especialmente em solos tropicais, o P orgânico contribui muito no fornecimento de fósforo à planta. O P é importante para o metabolismo e fornecimento de energia (ATP = ADP + a kj)
  6. 6. Potassio no solo Tem uma influência no desenvolvimento da planta, sendo por isso, o elemento de qualidade de produção. Quando existe em grandes proporções no solo, as plantas são mais fortes (robustos), os cereais não acamam, as frutas são mais conserváveis, melhora a qualidade da fibra, há formação de um maior sistema radicular que é importante para a absorção de outros nutrientes e água, há uma maior resistência contra pragas e doenças de plantas.
  7. 7. Macronutriente Funções Sintomas de Lugar de deficiência acumulaçãoFosforo (P) Componente de Plantas verde- A acumulação e compostos escuras, geralmente maior em órgãos fosfatados que acumulando reprodutivos que encerram energia antocianinas e vegetativos (ATP e ATP), ácidos tornando-se nucleicos, varias vermelhas ou roxas; coenzimas, nos estágios mais fosfoloides avançados, os caules atrofiam e as folhas tornam-se marrom- escuras e morremNitrogénio (N) Componente de Clorose generalizada, Brotos, folhas novas, aminoácidos, especialmente nas gemas, sementes, proteínas, folhas mais velhas; órgão de nucleótidos, ácidos nos casos mais armazenamento nucleicos, clorofilas e graves, as folhas coenzimas. tornam-se completamente amarelas
  8. 8. Envolvido Folhas Zonas de na osmose e variegadas divisão balanço ou celular, iónico, na cloróticas tecido novo, abertura e com parênquima fechamento pequenas de casca, de manchas de sítios de estômatos; tecidos muitoPotássio (K) ativador de necróticos metabolism muitas no ápice e o enzimas. na margem; caules pequenos e fracos; são afetadas principalme nte as folhas mais velhas.
  9. 9. Ciclo de Nitrogénio
  10. 10. Ciclo de Fosforo (P)
  11. 11. Ciclo de Potássio

×