na Gestão de Condomínios
Rosely Benevides de Oliveira Schwartz
São Paulo - 01/09/2015
 Contexto
 O papel do síndico na gestão
 Os principais conflitos gerados pela falta de
transparência
 A importância do...
ETHOS
CONTEXTO
Comportamento, ação, valores morais e
caráter
ÉTICA
384 A.C. - 322 A.C.
ARISTÓTELES
Fundador da ÉTICA
 O bem é a finalidade de
toda a ação.
 A busca do bem é o que
difere a...
CONTEXTO
Particularidade do que não
possui duplo sentido, que
se apresenta com clareza e
limpidez
Norma através do qual se...
CONTEXTO
Transparência no
mundo
CONTEXTO
CONTEXTO
Compete ao síndico:
 Representar ativa e passivamente o
condomínio;
 Administrar e defender o interesse
comum;
 Cumprir...
Legislação
GESTÃO DE CONDOMÍNIO
Expectativas dos moradores
Transparência
Competência
Integridade
O PAPEL DO SÍNDICO
Convenção e Regulamento Interno
Normas e Tributos
Municipais / Estaduais / Federais
Trabalhista
Código Civil e Lei 4.591/6...
PLANEJAMENTO
Definir
OBJETIVOS
Pintura
do
prédio
Nova
esteira
?
Conve Balan-
cetePiscina
Festas
Segurança
PLANEJAMENTO
Satisfação dos moradores
PLANEJAMENTO
Satisfação dos moradores
www.suveymonkey.com.br
PLANEJAMENTO
Satisfação dos moradores
 Organização das Assembleias
 Distribuir com a convocação resumo dos assuntos
que serão tratados
 Verificar as condiçõe...
ORGANIZAÇÃO
Centralização do poder Divisão das responsabilidades
Trabalho em equipe
Participação do moradores e usuários
CONTROLE
Principais indicadores da falta
de transparência na gestão:
 Não há distribuição dos
Demonstrativos Financeiros;...
 Previsão orçamentária – problemas encontrados
 Não são cumpridas
 Falta de acompanhamento entre o previsto e realizado...
 Demonstrativos Financeiros – problemas
encontrados
 Difícil compreensão
 Contas não conciliadas
 Software utilizado n...
 Assembleia de Prestação de Contas – problemas
encontrados
 Aprovação unanime sem conhecimento do conteúdo
 Falta de co...
Principais áreas
administrativas
• Finanças
o Orçamento
o Recebimentos
o Pagamentos
o Investimentos
o Fornecedores
o Tribu...
• As atividades privativas do Administrador estão dispostas
na Lei nº 4.769, de 09/09/1965, regulamentada pelo Decreto
nº ...
As contribuições dos administradores
para a gestão dos condomínios
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO
CONCLUSÃO
“Não são as espécies mais fortes e inteligentes
que sobrevivem.......
...são aquelas que melhor se adaptam a mudança.”
Aut...
A Ética pode ser melhor compreendida e
mais facilmente entendida por:
“Tudo o que for bom.
Tudo o que for justo.
Tudo o qu...
OBRIGADA!!!
Rosely Benevides de Oliveira Schwartz
rosely@ocondominio.com.br
CONVITE: 25/11/2015
1º Encontro de Como Viver ...
CRA-SP - Ética e transparência na gestão de condomínios
CRA-SP - Ética e transparência na gestão de condomínios
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

CRA-SP - Ética e transparência na gestão de condomínios

1.099 visualizações

Publicada em

Objetivos
No evento que marcará o lançamento do novo Grupo de Excelência do CRA-SP, a palestrante e coordenadora do G.E Administração de Condomínios abordará:

1) A importância do papel do síndico na gestão;

2) Os principais conflitos gerados pela falta de transparência;

3) A importância do planejamento, da comunicação, da ética e da transparência nas prestações de contas;

4) As contribuições do CRA-SP para a gestão dos condomínios;

5) Possibilitará às administradoras oferecer um diferencial nos serviços prestados.

Palestrante
Adm. Rosely Benevides de Oliveira Schwartz

Atua na área de consultoria para condomínios desde 1994. Autora do livro Revolucionando o Condomínio - Editora Saraiva - 14ª edição.

Contabilista, graduada em Administração de Empresas pela FAAP, MBA / USP - Gerenciamento de Facilidades (Gestão Predial com foco na operação), Auditoria Contábil - FGV e Auditora Interna - ISO - 9001/2008 / Sistema de Gestão da Qualidade - Fundação Vanzolini.

Autora e professora do curso de Administração de Condomínios - EPD (Escola Paulista de Direito) - 66ª Turma - www.epd.edu.br. Participa do site: www.ocondominio.com.br.

Palestrante e autora de diversos textos publicados pela mídia especializada na área.

Participou do quadro "Chame o Síndico" do Fantástico.

Publicada em: Negócios
1 comentário
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Mais uma excelente explanação da Profª Rosely Schwartz. Meus Parabéns
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.099
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
351
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CRA-SP - Ética e transparência na gestão de condomínios

  1. 1. na Gestão de Condomínios Rosely Benevides de Oliveira Schwartz São Paulo - 01/09/2015
  2. 2.  Contexto  O papel do síndico na gestão  Os principais conflitos gerados pela falta de transparência  A importância do planejamento, da comunicação, da ética e da transparência nas prestações de contas  Possibilitar às administradoras oferecer um diferencial nos serviços prestados  As contribuições do CRA-SP para a gestão dos condomínios
  3. 3. ETHOS CONTEXTO Comportamento, ação, valores morais e caráter ÉTICA
  4. 4. 384 A.C. - 322 A.C. ARISTÓTELES Fundador da ÉTICA  O bem é a finalidade de toda a ação.  A busca do bem é o que difere a ação humana de todos os outros animais. CONTEXTO
  5. 5. CONTEXTO Particularidade do que não possui duplo sentido, que se apresenta com clareza e limpidez Norma através do qual se impõe a administração a prestação de contas de suas ações, utilizando meios de comunicação
  6. 6. CONTEXTO Transparência no mundo
  7. 7. CONTEXTO
  8. 8. CONTEXTO
  9. 9. Compete ao síndico:  Representar ativa e passivamente o condomínio;  Administrar e defender o interesse comum;  Cumprir e fazer cumprir a convenção e as determinações das assembleias;  Elaborar o orçamento anual;  Prestar contas à assembleia. O PAPEL DO SÍNDICO
  10. 10. Legislação GESTÃO DE CONDOMÍNIO Expectativas dos moradores Transparência Competência Integridade O PAPEL DO SÍNDICO
  11. 11. Convenção e Regulamento Interno Normas e Tributos Municipais / Estaduais / Federais Trabalhista Código Civil e Lei 4.591/64 Prevenção Contra Incêndio S u c E s s o d a G e s t ã o Normas ABNT LEGISLAÇÃO
  12. 12. PLANEJAMENTO Definir OBJETIVOS
  13. 13. Pintura do prédio Nova esteira ? Conve Balan- cetePiscina Festas Segurança PLANEJAMENTO Satisfação dos moradores
  14. 14. PLANEJAMENTO Satisfação dos moradores www.suveymonkey.com.br
  15. 15. PLANEJAMENTO Satisfação dos moradores
  16. 16.  Organização das Assembleias  Distribuir com a convocação resumo dos assuntos que serão tratados  Verificar as condições gerais do local  Integrar todos os membros do grupo  Não permitir discussões subjetivas  Gravação do áudio para auxiliar na elaboração da ata  Avaliar as opiniões, por meio do voto secreto PLANEJAMENTO Satisfação dos moradores
  17. 17. ORGANIZAÇÃO Centralização do poder Divisão das responsabilidades Trabalho em equipe Participação do moradores e usuários
  18. 18. CONTROLE Principais indicadores da falta de transparência na gestão:  Não há distribuição dos Demonstrativos Financeiros;  Realização de obras e rateio sem aprovação de assembleia;  Pagamento de despesas sem a apresentação de comprovantes adequados;  Falta de clareza nas pastas de prestação de contas.
  19. 19.  Previsão orçamentária – problemas encontrados  Não são cumpridas  Falta de acompanhamento entre o previsto e realizado CONTROLE
  20. 20.  Demonstrativos Financeiros – problemas encontrados  Difícil compreensão  Contas não conciliadas  Software utilizado não possibilita adequação as necessidades do cliente  Período de apuração não convencional  Prazo na entrega inconstante  Não há cumprimento do Plano de Contas  Utilizar o Regime de Competência e não de Caixa CONTROLE
  21. 21.  Assembleia de Prestação de Contas – problemas encontrados  Aprovação unanime sem conhecimento do conteúdo  Falta de conhecimento dos conselheiros para emitir o parecer sobre as contas CONTROLE
  22. 22. Principais áreas administrativas • Finanças o Orçamento o Recebimentos o Pagamentos o Investimentos o Fornecedores o Tributos • Recursos humanos o Treinamento • Projetos • Planejamento • Gestão de Riscos • Tecnologia CONDOMÍNIO  EMPRESA
  23. 23. • As atividades privativas do Administrador estão dispostas na Lei nº 4.769, de 09/09/1965, regulamentada pelo Decreto nº 61.934, de 22/12/1967. As contribuições do para a gestão dos condomínios Maior garantia ao contratante Divisão das responsabilidades Melhor qualidade dos serviços
  24. 24. As contribuições dos administradores para a gestão dos condomínios
  25. 25. CONCLUSÃO
  26. 26. CONCLUSÃO
  27. 27. CONCLUSÃO
  28. 28. “Não são as espécies mais fortes e inteligentes que sobrevivem....... ...são aquelas que melhor se adaptam a mudança.” Autor: Charles Darwin CONCLUSÃO
  29. 29. A Ética pode ser melhor compreendida e mais facilmente entendida por: “Tudo o que for bom. Tudo o que for justo. Tudo o que for verdadeiro. Tudo o que for nobre. Tudo o que for correto. Tudo o que for puro. Tudo o que for amável. Tudo o que for de boa fama. Isto tudo é Ética!” Autor: Douglas Flinto CONCLUSÃO
  30. 30. OBRIGADA!!! Rosely Benevides de Oliveira Schwartz rosely@ocondominio.com.br CONVITE: 25/11/2015 1º Encontro de Como Viver Bem em Condomínio Horário: 19h Local: Câmara Municipal

×