INTRODUÇÃO À FÍSICA FÍSICA: ciência que estuda os fenômenos relacionados à Natureza, o estudo da Física compreende: Mecâni...
Cinemática Escalar <ul><li>Introdução: </li></ul><ul><li>- Estuda os  movimentos dos corpos. </li></ul><ul><li>Descrição  ...
Cinemática Escalar <ul><li>Grandezas Fundamentais: </li></ul><ul><li>Trajetória  </li></ul><ul><li>Referencial </li></ul><...
Trajetória É o local por onde se move o corpo. Ex: ruas, estradas, avenidas.
Referencial Podemos dizer que é o “ponto de vista” do observador ao analisar o movimento. Podemos definir dois tipos de re...
Posição (S) <ul><li>É o local onde se encontra o móvel. Para definir a posição, é necessário determinar duas propriedades:...
Posição (S) Esta foto representa o “marco zero”, localizado na praça da Sé, na capital de São Paulo. Este marco representa...
Posição (S) Nos exercícios que iremos trabalhar, será comum uma representação de trajetória, já com as suas posições deter...
Deslocamento Escalar (∆S) É a medida do deslocamento global do móvel entre dois pontos. Matematicamente, definimos o deslo...
Deslocamento Escalar (∆S) Esta foto representa uma placa que tem como finalidade dizer a distância em que a pessoa, ao ler...
Deslocamento Escalar (∆S)
Distância Percorrida (D) É a soma absoluta dos deslocamentos escalares parciais do móvel.
Distância Percorrida (D) Repare na área destacada da figura ao lado. Ela representa um contador de quilometragem rodado pe...
Intervalo de tempo ( Δ t) É a medida do tempo gasto pelo móvel, ao realizar um determinado movimento. A fórmula pode ser r...
Tipos de corpos em movimento As dimensões do corpo de um móvel pode ou não interferir no seu movimento. É nesse momento qu...
Ponto Material As dimensões do corpo  não interfere  na descrição do movimento. Ex: Um carro saindo de SP (km 0) e chegand...
Corpo Extenso As dimensões do corpo  interfere  na descrição do movimento. Ex: Um trem atravessando, por completo, uma pon...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Grandezas da Cinemática

10.022 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
1 comentário
10 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.022
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
52
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Grandezas da Cinemática

  1. 1. INTRODUÇÃO À FÍSICA FÍSICA: ciência que estuda os fenômenos relacionados à Natureza, o estudo da Física compreende: Mecânica – Termologia – Óptica – Eletricidade – Ondas No 1ºAno, veremos: MECÂNICA: CINEMÁTICA E DINÂMICA
  2. 2. Cinemática Escalar <ul><li>Introdução: </li></ul><ul><li>- Estuda os movimentos dos corpos. </li></ul><ul><li>Descrição do movimento. </li></ul><ul><li>Sem a preocupação com as suas causas. </li></ul>
  3. 3. Cinemática Escalar <ul><li>Grandezas Fundamentais: </li></ul><ul><li>Trajetória </li></ul><ul><li>Referencial </li></ul><ul><li>Posição </li></ul><ul><li>Deslocamento Escalar x Distância Percorrida </li></ul><ul><li>Tempo </li></ul><ul><li>Ponto Material x Corpo Extenso </li></ul>
  4. 4. Trajetória É o local por onde se move o corpo. Ex: ruas, estradas, avenidas.
  5. 5. Referencial Podemos dizer que é o “ponto de vista” do observador ao analisar o movimento. Podemos definir dois tipos de referencial: Referencial parado – o observador esta analisando o movimento do móvel estando for a dele. Referencial em movimento – o observador analisa o movimento do móvel estando nele.
  6. 6. Posição (S) <ul><li>É o local onde se encontra o móvel. Para definir a posição, é necessário determinar duas propriedades: </li></ul><ul><li>Origem dos espaços: é o famoso “marco zero”. Local onde se inicia a contagem das posições. </li></ul><ul><li>Sentido: é o lado para onde cresce as posições. </li></ul>
  7. 7. Posição (S) Esta foto representa o “marco zero”, localizado na praça da Sé, na capital de São Paulo. Este marco representa o ponto inicial das contagens das posições das estradas que levam para o interior do Estado. É, também, uma referência para as numerações de casas e edifícios. Esta imagem é um exemplo de placas de posições encontradas nas estradas. Podemos ver que esta placa está localizada a 77km, ao norte, do marco zero.
  8. 8. Posição (S) Nos exercícios que iremos trabalhar, será comum uma representação de trajetória, já com as suas posições determinadas, como mostra a imagem abaixo:
  9. 9. Deslocamento Escalar (∆S) É a medida do deslocamento global do móvel entre dois pontos. Matematicamente, definimos o deslocamento escalar por: ∆ S = S – S 0 ∆ S: deslocamento escalar S: posição final S 0 : posição inicial
  10. 10. Deslocamento Escalar (∆S) Esta foto representa uma placa que tem como finalidade dizer a distância em que a pessoa, ao ler esta placa, está de algumas cidades destacadas. Podemos utilizá-la como um exemplo de deslocamento escalar, já que, para determinar as distâncias escritas nas placas, foi necessário subtrair a posição onde se encontra a cidade pela posição onde se encontra a placa.
  11. 11. Deslocamento Escalar (∆S)
  12. 12. Distância Percorrida (D) É a soma absoluta dos deslocamentos escalares parciais do móvel.
  13. 13. Distância Percorrida (D) Repare na área destacada da figura ao lado. Ela representa um contador de quilometragem rodado pelo carro. Podemos ilustrá-la como um exemplo de distância percorrida, já que o seu valor nunca será negativo e que sempre será a soma, em módulo, do deslocamento escalar sofrido pelo carro.
  14. 14. Intervalo de tempo ( Δ t) É a medida do tempo gasto pelo móvel, ao realizar um determinado movimento. A fórmula pode ser representada na figura abaixo: ∆ t = t – t 0 ∆ t: intervalo de tempo t: tempo final t 0 : tempo inicial Obs: o intervalo de tempo nunca será negativo.
  15. 15. Tipos de corpos em movimento As dimensões do corpo de um móvel pode ou não interferir no seu movimento. É nesse momento que entra o conceito de ponto material e de corpo extenso .
  16. 16. Ponto Material As dimensões do corpo não interfere na descrição do movimento. Ex: Um carro saindo de SP (km 0) e chegando em Araçatuba (km 525) Δ S percurso = 525 – 0 = 525 km L carro = 3m = 0,003 km Δ S percurso é muito maior que L carro , assim, L carro é desprezível. Δ S total = Δ S percurso
  17. 17. Corpo Extenso As dimensões do corpo interfere na descrição do movimento. Ex: Um trem atravessando, por completo, uma ponte.

×