CPLP Formação docente e cidadania

3.873 visualizações

Publicada em

PROFA. DRA. LUCILA PESCE
PUC/SP – TIDD / TMD
Open Learn – CPLP

Publicada em: Turismo
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.873
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
71
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

CPLP Formação docente e cidadania

  1. 1. Projeto de Pesquisa Formação docente e cidadania: utilização dos ambientes virtuais de aprendizagem sob enfoque dialógico. PROFA. DRA. LUCILA PESCE (coord.) Open Learn – CPLP / 14 de março de 2008 PUC/SP – TIDD / TMD
  2. 2. Vinculação ao Projeto Internacional Red Internacional de Ecologia de los Saberes <ul><li>Projeto internacional coordenado pelos Profs. Drs. Saturnino de la Torre (UB) e Maria Candida Moraes (UCB) e sediado na Universidade de Barcelona. </li></ul><ul><li>Oitavo item do decálogo: Proyección en las reformas educativas: formar ciudadanos en la sociedad del conocimiento. </li></ul><ul><li>A formação docente precisa de uma renovação conceitual, estratégica e atitudinal. </li></ul>
  3. 3. Vinculação ao Projeto Internacional Red Internacional de Ecologia de los Saberes <ul><li>A sociedade da informação e do conhecimento está regida pelo predomínio das comunicações. </li></ul><ul><li>A aquisição de conhecimentos deve ocorrer articulada ao desenvolvimento de valores e atitudes pertinentes à formação de cidadãos éticos e felizes. </li></ul>
  4. 4. Vinculação ao Projeto Internacional Red Internacional de Ecologia de los Saberes <ul><li>Concepção humanista : alternativa às contradições da globalização. </li></ul><ul><li>Direito à liberdade e igualdade, em acordo com a dignidade e solidariedade humana, com a democracia e a convivência, na multiculturalidade. </li></ul>
  5. 5. Pesquisadores <ul><li>TIDD : Profas. Dras.Lucila Pesce (coord.), Maria de los Dolores Peña, Sonia Alegretti. </li></ul><ul><li>TMD : Profa. Dra. Adriana Bruno, Profa. Ms. Ana Maria Di Grado Hessel. </li></ul><ul><li>Alunos TIDD : Antonio Marcos Ficiano, Cristina Ros, Rosi Vizentim, Miriam Borim. </li></ul>
  6. 6. Objetivo <ul><li>Contribuir com o desenvolvimento e implantação de ações online de formação docente voltadas ao humanismo e à emancipação. </li></ul>
  7. 7. Problema de pesquisa <ul><li>Qual a contribuição da perspectiva dialógica para o desenvolvimento e implantação de ações de formação docente desenvolvidas nos ambientes virtuais de aprendizagem, sob enfoque humanista e emancipatório? </li></ul>
  8. 8. Justificativa social <ul><li>Políticas públicas voltadas à implantação de programas de educação continuada dos docentes em AVA. </li></ul><ul><li>Legislação - DCN Licenciaturas e Pedagogia: formação docente para utilização das TIC. </li></ul>
  9. 9. Justificativa científica <ul><li>Ambigüidade das TIC : </li></ul><ul><ul><li>Democratização do acesso / emancipação / humanização. </li></ul></ul><ul><ul><li>Alienação / consciência coisificada. </li></ul></ul>
  10. 10. Justificativa pessoal <ul><li>Vinculação das pesquisadoras: TIDD / TMD. </li></ul><ul><li>Envolvimento com o projeto de pesquisa Metodologias de Ensino para Ambientes Virtuais de Aprendizagem (coord. – Profa. Dra. Sonia Allegretti). </li></ul><ul><li>Participação das pesquisadoras em diversos programas de formação docente online . </li></ul><ul><li>Grupo de pesquisa &quot;Formação de professores e cotidiano escolar&quot;, LP Formação de professores e mídias interativas (líder – Profa. Dra. Marina Feldmann). </li></ul>
  11. 11. Núcleo Teórico Pensamento Eco-sistêmico Formação de educadores Transdisciplinaridade
  12. 12. Núcleo Teórico Pensamento eco-sistêmico Moraes, de la Torre Vinculação com a Rede Ecologia de Saberes Transdisciplinaridade Nicolescu, D’Ambrósio Vinculação com a Rede Ecologia de Saberes Formação de educadores na vertente histórico-crítica Giroux, Kincheloe, Nóvoa, Freire, Tardiff... Específico do projeto de pesquisa
  13. 13. Núcleo teórico em diálogo... <ul><li>... com as distintas áreas de concentração das pesquisadoras: </li></ul><ul><ul><li>Enfoque dialógico </li></ul></ul><ul><ul><li>Didática online  Aprendizagem integradora </li></ul></ul><ul><ul><li>Web 2.0 como suporte para a democratização da aprendizagem colaborativa. </li></ul></ul>
  14. 14. Enfoque dialógico <ul><li>Ampliação dos estudos de pós-doutoramento de Lucila Pesce. </li></ul><ul><li>No intertexto, a fundamentação da proposta de formação dialógica de educadores. </li></ul>Dialogismo bakhtiniano Interação dialógica freireana Agir comunicativo habermasiano
  15. 15. Bakhtin / Habermas / Freire – um intertexto Educação libertadora Razão comunicativa Busca de superação Educação bancária (anti-dialógica) Razão instrumental (pensamento estratégico) Denúncia da dominação social Da subjetividade para a intersubjetividade Reconstrução social Tensão: humanização x coisificação do homem Mídia Instância social em que são engendradas relações dialéticas (reprodução e reconstrução) Educação FREIRE HABERMAS
  16. 16. Bakhtin / Habermas / Freire – um intertexto Estudo da língua, no fluxo da comunicação verbal Agir comunicativo Interação dialógica Linguagem como prática social Linguagem em eterna modificação Modernidade como projeto inacabado História como possibilidade Inconclusão humana Devir Pelo dialogismo, a constituição mútua Pelo agir comunicativo, o entendimento mútuo Pela interação dialógica, a ação social Horizontalidade BAKHTIN HABERMAS FREIRE  
  17. 17. Mediação partilhada (Transdisciplinaridade) Plasticidade Humana/ Linguagem Emocional (neurociência) Convergência das mídias (TICs) Estratégias didáticas para ambientes digitais (Educação) Ledoux Damásio Kolb Torre Moraes Piaget Mallart Peters Ludojoski Silva Trocmé-Fabre Luria Bruno Aprendizagem integradora ... ... ... Ampliação dos estudos de doutoramento de Adriana R. Bruno.
  18. 18. Didática online para uma aprendizagem integradora Aprendizagem Integradora: Representação gráfica criada por Bruno (2007), a partir da teoria do desenvolvimento da aprendizagem experiencial de Kolb (1984) Plasticidade Humana/ Linguagem Emocional (neurociência) Convergência das mídias (TICs) Estratégias didáticas para ambientes digitais (Educação) Mediação partilhada (Transdisciplinaridade)
  19. 19. Web 2.0 - Aprendizagem colaborativa <ul><li>Midiawere, interação e interatividade. </li></ul><ul><li>Aprendizagem colaborativa. </li></ul><ul><li>Referências teóricas: </li></ul><ul><ul><li>Antonio Fumero Genis Roca – Fundación Orange. </li></ul></ul><ul><ul><li>Carr, Nicholas. Bloom, Howard, Berners-Lee, Tim. </li></ul></ul><ul><ul><li>Lucero, M .; Johnson, C. </li></ul></ul><ul><li>Ampliação dos estudos de pós-doutoramento de Maria de los Dolores Peña. </li></ul>
  20. 20. Princípios metodológicos <ul><li>Ontologia relativista : inexistência de uma realidade única / tantas realidades quantos forem os sujeitos a analisá-la. </li></ul><ul><li>A intencionalidade do pesquisador advém da sua circunstância histórica e permeia os veios interpretativos do fenômeno investigado. </li></ul><ul><li>Compreensão não reducionista do fenômeno : investigação das situações objetivas e subjetivas de análise. </li></ul>
  21. 21. Princípios metodológicos <ul><li>Amostra intencional, ao invés de estatística. </li></ul><ul><li>Uso de descrição, análise e interpretação, sob enfoque indutivo . </li></ul><ul><li>Seleção dos sujeitos de pesquisa : respostas individuais como manifestações de tendências do grupo de pertença. </li></ul>
  22. 22. Procedimentos metodológicos <ul><li>Elaboração dos protocolos de pesquisa . </li></ul><ul><li>Levantamento das categorias de análise, em modelo misto (LAVILLE E DIONNE, 1999). </li></ul><ul><li>Análise descritiva e interpretativa das entrevistas semi-estruturadas. </li></ul>
  23. 23. Etapas da pesquisa Pesquisa bibliográfica Pesquisas de campo E I EF I EF II EM PG Pesquisa documental 4 a 5 anos 1ª. etapa 2ª. etapa 3ª. etapa Professores / Alunos Alunos Professores ES
  24. 24. Questões para discussão <ul><li>Que aspectos devem ser considerados na formação docente em ambientes online para uma ação humanista e emancipatória? </li></ul><ul><li>Que elementos e estratégias devem ser considerados na educação online para uma aprendizagem dialógica e integradora ? </li></ul><ul><li>Os ambientes online que promovam a convergência das mídias, como o flashmeeting , oferecem espaços de autoria e autonomia para alunos e pesquisadores. Que ações devem ser pensadas para que estes ambientes suportem as demandas de formação num futuro próximo? </li></ul><ul><li>Sabendo que temos hoje diversos ambientes que promovem a formação de comunidades de aprendizagem, que elementos de integração podemos identificar entre ambientes imersivos, como o Second Life, e ambientes como FM ? Como operar tais convergências? </li></ul>
  25. 25. Referências bibliográficas <ul><li>BAKHTIN, M. (VOLOCHINOV). (1929). Marxismo e filosofia da linguagem . 8ª ed. Trad. M. Lahud e Y. F. Vieira. São Paulo: Hucitec, 1997. </li></ul><ul><li>BRUNO, A. R. A Linguagem Emocional em Ambientes Telemáticos : tecendo a razão e a emoção na formação de educadores. Dissertação (Mestrado - Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo). Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo: 2002. </li></ul><ul><li>_____. A aprendizagem do educador : estratégias para a construção de uma didática on-line . Programa de Pós- Graduação em Educação: Currículo. 2007. 252 p. Tese de doutorado. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. </li></ul><ul><li>FREIRE, P. & SHOR, I. Medo e ousadia: o cotidiano do professor. Trad. A. Lopez. 7ª. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997. </li></ul><ul><li>GIROUX, H. Os professores como intelectuais: rumo a uma pedagogia crítica da aprendizagem. Trad. D. Bueno. Porto Alegre: Artmed, 1997. </li></ul><ul><li>GOODSON. I. Dar voz ao professor: as histórias de vida dos professores e o seu desenvolvimento profissional. In: NÓVOA, A. (org.). Vidas de professores . 2ª. Ed. Portugal: Porto Editora, 2000. (Coleção Ciências da Educação). p. 63-78. </li></ul><ul><li>HABERMAS, J. ______. Agir comunicativo e razão descentralizada . Trad. L. Aragão. Revisão D. C. da Silva. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2002. </li></ul>
  26. 26. Referências bibliográficas <ul><li>______. Consciência moral e agir comunicativo . 2ª ed. Trad. G. A. de Almeida. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003. </li></ul><ul><li>KINCHELOE, J. L. A formação do professor como compromisso político: mapeando o pós-moderno. Trad. N. M. C. Pellanda. Porto Alegre: ArtMed, 1997. </li></ul><ul><li>KOLB, David A. Experiential Learning : experience as the Source of learning and development. EUA, New Jersey: Prentice Hall, 1984. </li></ul><ul><li>LÉVY, P. Cibercultura . Trad. C. I. da Costa. 2ª. ed. São Paulo: Ed., 34, 2000. </li></ul><ul><li>LEDOUX, J. O Cérebro Emocional: os misteriosos alicerces da vida emocional. 5ª edição. São Paulo, SP: Objetiva, 1998. </li></ul><ul><li>LUDOJOSKI, R. L. Andragogía o educación del adulto . Buenos Aires: Guadalupe, 1972. </li></ul><ul><li>MORAES, M. C. Pensamento eco-sistêmico: educação, aprendizagem e cidadania no século XXI. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004a. </li></ul><ul><li>______. & DE LA TORRE, S. Sentipensar: fundamentos e estratégias para reencantar a educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004b. </li></ul><ul><li>MORIN, E. O problema Epistemológico da Complexidade . 2ª ed. Portugal: Publicações Europa-América, 1996. </li></ul><ul><li>NICOLESCU. B. O manifesto da Transdisciplinaridade . Lisboa: Huggins, 2000. </li></ul>
  27. 27. PESCE, L. As contradições da institucionalização da educação a distância, pelo Estado, nas políticas de formação de educadores . Campinas: Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Tese, Pós-doutorado em Filosofia e História da Educação, 2007. PLACCO, V. M. N. S., SOUZA, V. L. T. (orgs). Aprendizagem do adulto professor. São Paulo: Loyola, 2006. PIAGET, J. Seis estudos de Psicologia . Trad. M. A. M. D’Amorim e P. S. L. Silva. 20ª ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1994. _____. Biologia e conhecimento . Porto: Rés Editora, 1978. SEPÚLVEDA, F., RAJADELL, N. Didática general para psicopedagogos . Universidad Nacional de Educación a Distancia. Madri, 2001. SILVA, M. (org). Educação online : teorias, práticas, legislação, formação corporativa . São Paulo, Edições Loyola, 2003. TARDIF et al. Formação dos professores e contextos sociais: perspectivas internacionais. Porto, Portugal: Ed. Rés, 1997. TORRE, S. de La. Didactica y curriculo : bases y componentes del processo formativo. Madri: Editorial DYKINSON, 1993. TROCMÉ-FABRE, H. A árvore do saber-aprender: rumo a um referencial cognitivo. Trad. M. Segreto. São Paulo: TRYOM, 2004. Referências bibliográficas
  28. 29. Obrigada <ul><li>Profa. Dra. Adriana Rocha Bruno </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Profa. Ms. Ana Maria Di Grado Hessel </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Profa. Dra. Lucila Pesce </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Profa. Dra. Maria de los Dolores Peña </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul><ul><li>Profa. Dra. Sonia Allegretti </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul>

×