IMUNIZAÇÃO
OCUPACIONAL
II Reunião Científica
APAMT 2014
Dra. Luzilma Terezinha Flenik Martins
Imunização ocupacional
 Porque vacinar?
 Quem vacinar?
 Quais vacinas?
 Como realizar campanhas ?
Porque vacinar?
• Exigência legal
• Melhoria da qualidade de vida do funcionário
• Redução de gastos com medicamentos
• Re...
Imunização ocupacional
NR – 32 Segurança e Saúde no Trabalho
em Serviços de saúde
32.2.4.17 Vacinação dos trabalhadores
- ...
Imunização ocupacional
PCMSO
- Preservar saúde
- Reduzir acidente
- Aumentar eficiência e qualidade do trabalho
- Reduzir ...
Imunização ocupacional
Quem vacinar?
• Todos
• Avaliação do calendário vacinal
• Avaliação risco
Quais vacinas?
Como vacin...
Imunização ocupacional
PRINCIPAIS VACINAS?
 Sarampo /Rubéola /Caxumba
 Febre Amarela
 Poliomielite
 Raiva
 Varicela
...
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Febre amarela - mundo
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
SBIm 2013/2014
SBIm 2013/2014
Vacinação para todos os trabalhadores
- Triplice viral – caxumba, rubéola e sarampo : 2 doses
após 1 ano de...
Imunização ocupacional
Vacinação para grupos específicos
- HPV –papilomavirus quadrivalente esquema 0,1 e
6 meses
profissi...
Imunização ocupacional
Vacinação para grupos específicos
- Febre amarela: 1 dose a cada 10 anos
áreas de risco para a doen...
Imunização ocupacional
Vacinação para grupos específicos
- Viajante
- Esquema básico completo
- Avaliação de risco para lo...
GRIPE
( influenza – flu )
Imunização ocupacional
3 tipos – A, B,C
Tipo A – possuem subtipos
HA – hemaglutinina – 16 subtipos
NA – neuraminidase – 9 subtipos
Mais comuns ...
Hemisfério norte – nov. a abr. - > jan e fev
Hemisfério sul – abr. a set. - > jun e jul
Tropical – estação da chuvas
 5 a...
INCUBAÇÃO
1 a 5 dias após
contato com o vírus,
geralmente após 1 a 2 dias
TRANSMISSIBILIDADE
1 a 2 dias antes até 7 dias d...
Imunização ocupacional
Imunização ocupacional
A/California/7/2009
A.Texas/50/2012 (H3N2)
B/Massachusetts/2/2012 -like virus
(3N2*
H1N1
Recomendação da OMS
Composição Va...
Vacina gripe X resultados
Estudo na malásia
• Efetividade da vacinação: 73,16%.
• A vacinação contra gripe resultou em 4 v...
Estudo na malásia
• Economia de US$53.00 por funcionário vacinado (custos laborais).
• Economia cresceu para até US$899.70...
 Estudo envolvendo 53.382 indivíduos mostrou eficácia de 89% na proteção
da infecção pelo vírus influenza
 Isso signific...
Campanha de Vacinação
 Definir necessidades de sua empresa
 Avaliar número de pessoas a ser vacinadas meta de 70 a 80 %
...
Imunização ocupacional
Cuidados na contratação de empresa ou aquisição de vacinas
Avaliação da rede de frio – garantia da ...
OBRIGADA PELA ATENÇÃO
Dra. Luzilma Terezinha Flenik Martins
E-mail: luzilma@clinicadevacina.com,
ocupacional@clinicadevaci...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Imunização ocupacional

755 visualizações

Publicada em

imunização ocupacional

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
755
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Imunização ocupacional

  1. 1. IMUNIZAÇÃO OCUPACIONAL II Reunião Científica APAMT 2014 Dra. Luzilma Terezinha Flenik Martins
  2. 2. Imunização ocupacional  Porque vacinar?  Quem vacinar?  Quais vacinas?  Como realizar campanhas ?
  3. 3. Porque vacinar? • Exigência legal • Melhoria da qualidade de vida do funcionário • Redução de gastos com medicamentos • Redução nas visitas ao médico • Redução dos dias de trabalho perdidos • Economia média anual por funcionário vacinado • Evita a queda de produtividade • Obrigação sanitária • Aumento da sobrevida • Benefício assistencial,... Imunização ocupacional
  4. 4. Imunização ocupacional NR – 32 Segurança e Saúde no Trabalho em Serviços de saúde 32.2.4.17 Vacinação dos trabalhadores - Fornecimentos gratuito de imunização contra tétano, difteria, hepatite B - Vacinas eficazes contra agentes biológicos expostos - Obedecer recomendações MS - Assegurar informação sobre vantagem, efeitos colaterais, risco por falta da vacinação, guardando documentos comprovatórios - Vacinação registrada em prontuário clínico - Entrega de comprovante de vacinação
  5. 5. Imunização ocupacional PCMSO - Preservar saúde - Reduzir acidente - Aumentar eficiência e qualidade do trabalho - Reduzir custos operacionais Estudos indicam que 76 % dos adultos não completaram seu esquema vacinal. - VACINA X ATIVIDADE DO TRABALHADOR
  6. 6. Imunização ocupacional Quem vacinar? • Todos • Avaliação do calendário vacinal • Avaliação risco Quais vacinas? Como vacinar?
  7. 7. Imunização ocupacional PRINCIPAIS VACINAS?  Sarampo /Rubéola /Caxumba  Febre Amarela  Poliomielite  Raiva  Varicela  Coqueluche  Tétano /Difteria  Pneumocócica  Meningocócica  BCG  Haemofilus influenza  Influenza  Hepatite A / Hepatite B  Febre Tifóide  HPV
  8. 8. Imunização ocupacional
  9. 9. Imunização ocupacional
  10. 10. Imunização ocupacional
  11. 11. Imunização ocupacional
  12. 12. Imunização ocupacional
  13. 13. Imunização ocupacional
  14. 14. Febre amarela - mundo Imunização ocupacional
  15. 15. Imunização ocupacional
  16. 16. Imunização ocupacional SBIm 2013/2014
  17. 17. SBIm 2013/2014 Vacinação para todos os trabalhadores - Triplice viral – caxumba, rubéola e sarampo : 2 doses após 1 ano de idade com intervalo minimo de 1 mes entre elas - Triplice bacteriana acelular do tipo adulto ( difteria, tétano, coqueluche) ou dupla bacteriana: após esquema básico de 3 doses manter reforço a cada 10 anos. - Influenza : vacina anual - Hepatite B: três doses 0, 1 e 6 meses Imunização ocupacional
  18. 18. Imunização ocupacional Vacinação para grupos específicos - HPV –papilomavirus quadrivalente esquema 0,1 e 6 meses profissionais do sexo - Hepatite A: 0 e 6 meses saúde, alimentos, militares, dejetos e agua contaminadas, crianças, profissionias do sexo, aviação, viajante, aguaviários, manicure - Varicela: duas doses com intervalo 1 a 3 meses saúde, militares, crianças, aviação, viajante, aguaviários, receptivos de estranjeiros SBIm 2013/2014
  19. 19. Imunização ocupacional Vacinação para grupos específicos - Febre amarela: 1 dose a cada 10 anos áreas de risco para a doença - Raiva: 3 doses ( 0, 7 e 14/21 dias) exposição a animais de risco ou distância acesso a serviço de saúde - Febre tifóide: dose única exposição a dejetos - Meningocica ACWY : uma dose saúde, militares, viajante SBIm 2013/2014
  20. 20. Imunização ocupacional Vacinação para grupos específicos - Viajante - Esquema básico completo - Avaliação de risco para local de destino - Associar profilaxia para outras doenças e proteção contra picada de inseto, ingestão de água e alimentos contaminados
  21. 21. GRIPE ( influenza – flu ) Imunização ocupacional
  22. 22. 3 tipos – A, B,C Tipo A – possuem subtipos HA – hemaglutinina – 16 subtipos NA – neuraminidase – 9 subtipos Mais comuns humanos: H1N1,H3N2 Tipo B – não possuem subtipos Tipo C - não causa doença em humanos Tipos vírus influenza Imunização ocupacional
  23. 23. Hemisfério norte – nov. a abr. - > jan e fev Hemisfério sul – abr. a set. - > jun e jul Tropical – estação da chuvas  5 a 10 % adultos /ano  20 a 30 % crianças/ ano Epidemiologia - Sazonal 3 a 5 milhões de casos graves por ano e de 250 a 500 mil mortes no mundo Imunização ocupacional
  24. 24. INCUBAÇÃO 1 a 5 dias após contato com o vírus, geralmente após 1 a 2 dias TRANSMISSIBILIDADE 1 a 2 dias antes até 7 dias depois do início dos sintomas (crianças até 14 dias) Imunização ocupacional
  25. 25. Imunização ocupacional
  26. 26. Imunização ocupacional
  27. 27. A/California/7/2009 A.Texas/50/2012 (H3N2) B/Massachusetts/2/2012 -like virus (3N2* H1N1 Recomendação da OMS Composição Vacina da Gripe para 2014: http://www.who.int/influenza/vaccines/virus/recommendations/2014_sout h/en/ Imunização ocupacional
  28. 28. Vacina gripe X resultados Estudo na malásia • Efetividade da vacinação: 73,16%. • A vacinação contra gripe resultou em 4 vezes menos relatos de segundo ou terceiro episódio durante o período de acompanhamento. • Na média, a duração da licença médica foi significantemente menor nos vacinados. Samad AH et al. Workplace vaccination against influenza in Malaysia: Does the Employer Benefit? Journal of Occupational Health. 2006, 48:1-10. Imunização ocupacional
  29. 29. Estudo na malásia • Economia de US$53.00 por funcionário vacinado (custos laborais). • Economia cresceu para até US$899.70 (custos salariais). • A infecção por influenza nos contato domiciliares de funcionários foi duas vezes maior entre o grupo não vacinado (4,02%) frente aos vacinados (2,06%). • O benefício da saúde foi convertido em benefício financeiro para o empregador, com economia significativa excedendo o custo total do programa de vacinação. Samad AH et al. Workplace vaccination against influenza in Malaysia: Does the Employer Benefit? Journal of Occupational Health. 2006, 48:1-10. Imunização ocupacional
  30. 30.  Estudo envolvendo 53.382 indivíduos mostrou eficácia de 89% na proteção da infecção pelo vírus influenza  Isso significa que de 10 indivíduos vacinados, 1 pode permanecer desprotegido e apresentar a doença, mas em geral o quadro é mais brando  Por isso é importante a alta cobertura vacinal, para diminuir a circulação do vírus e proporcionar proteção aos indivíduos desprotegidos Merlin M, Buisson Y. L’évaluatio de l’éfficacité de la vaccination antigrippale dans les armées au cours de l’hiver 1989-1990. Bulletin épidémiologique hebdomadaire 1990; 41:175-176. Imunização ocupacional
  31. 31. Campanha de Vacinação  Definir necessidades de sua empresa  Avaliar número de pessoas a ser vacinadas meta de 70 a 80 % população alvo  Identificar forma de aquisição e aplicação ( própria ou terceira)  Identificar melhor período para imunização  Realizar comunicação / conscientização  Acompanhar aplicação ou realizá-la  Registrar dados  Acompanhar resultados/ efeitos colaterais Imunização ocupacional
  32. 32. Imunização ocupacional Cuidados na contratação de empresa ou aquisição de vacinas Avaliação da rede de frio – garantia da conservação a temperatura adequada com registros ( 2 a 8 °C) do fabricante ao momento aplicação Clínicas acreditadas pela SBim Verificar se empresa possui documentação para vacinação externa – extra muro – vigilância sanitária Campanha de vacinação
  33. 33. OBRIGADA PELA ATENÇÃO Dra. Luzilma Terezinha Flenik Martins E-mail: luzilma@clinicadevacina.com, ocupacional@clinicadevacina.com Imunização ocupacional

×