DISCIPLINA: FUND. ESPECIFICOS DE BIOLOGIA III - ANATOMIA
PROF. WALBER PINTO
ALUNOS
ALINE LIMA
ANA CRISTINA
JOSILEA PEREIRA...
 Músculos do pescoço;

Anterior a
 parede posterior do
coluna vertebral :
abdome

Dispostos em
2 grupos:
 Dispostos em ...
Camada Superficial
 Trapézio
 Grande dorsal

Músculo
Grande
dorsal
Camada Média
 Levantador da escápula
 Rombóides
 Serrátil Posterior superior
 Serrátil Posterior inferior
Camada Profunda
 Esplênio;
 Eretor da espinha
 Semi-espinhal;
 Levantadores das costelas;
 Interespinhal;
 Intertran...
Trapézio
Origem: Protuberância occipital externa,
linha nucal superior, processo espinhoso de
todas as vértebras cervicais...
Levantador da escápula
Origem:Tubérculo posterior do processo
transverso das 4 primeiras vértebras cervicais;

Função: Ele...
Serrátil posterior inferior
Origem: Através de digitações nas 9
primeiras costelas;
Função: Abdução da escapula e fixa-a
j...
Agem diretamente sobre a

coluna: Mantém a postura
ereta e deslocam o tronco;
São massas longitudinais
de cada lado;
Co...
Interespinhal
Inserção Superior: Processo espinhoso da
vértebra superior ;

Inserção Inferior: Processo espinhoso da
vérte...
Rotadores
Inserção: Estende-se do sacro até a
C2. Ligam o processo transversal se
Uma vértebra com o processo da
Vértebra ...
Multífido(intermédio)
Origem: Dorso do sacro, EIPS, processos
mamilares das lombares, processo transverso das
torácicas e ...
Eretores da espinha
Porção do Tórax:
Origem: Processos espinhosos T11 a L2 ;
Função: Extensão da coluna vertebral;
Inserçã...
Músculo do Dorso
Músculo do Dorso
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Músculo do Dorso

3.850 visualizações

Publicada em

Trabalho sobre músculos do dorso - Disciplina de Anatomia

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.850
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
70
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Músculo do Dorso

  1. 1. DISCIPLINA: FUND. ESPECIFICOS DE BIOLOGIA III - ANATOMIA PROF. WALBER PINTO ALUNOS ALINE LIMA ANA CRISTINA JOSILEA PEREIRA MARICELIA ALVES SIMONE COSTA VIVIANE DA SILVA
  2. 2.  Músculos do pescoço; Anterior a  parede posterior do coluna vertebral : abdome Dispostos em 2 grupos:  Dispostos em 3 Posterior a camadas coluna vertebral:
  3. 3. Camada Superficial  Trapézio  Grande dorsal Músculo Grande dorsal
  4. 4. Camada Média  Levantador da escápula  Rombóides  Serrátil Posterior superior  Serrátil Posterior inferior
  5. 5. Camada Profunda  Esplênio;  Eretor da espinha  Semi-espinhal;  Levantadores das costelas;  Interespinhal;  Intertransversal ;  Rotadores.
  6. 6. Trapézio Origem: Protuberância occipital externa, linha nucal superior, processo espinhoso de todas as vértebras cervicais e torácicas; Função: Eleva, retrai e roda a escápula; Inserção: Terço lateral da clavícula, Acrômio e espinha da escápula. Grande Dorsal ou Latíssimo do dorso Origem: Processo espinhosos de T6 a T12, Crisa ilíaca e 3 a 4 costela inferiores; Função: Estende, aduz e roda medialmente o úmero; levanta o corpo durante a escalada; Inserção: Assoalho do sulco intertubercular do Úmero.
  7. 7. Levantador da escápula Origem:Tubérculo posterior do processo transverso das 4 primeiras vértebras cervicais; Função: Eleva a escápula e inclina sua cavidade glenóide para baixo através da rotação da escápula; Inserção: Parte superior da borda medial da escápula. Rombóides (maior e menor) Origem: Menor: ligamento da nuca e processos espinhosos de C7 e T1 – é superior ao maior Função; Maior: processos espinhosos de T2 a T5; Função: Retrai a escápula e roda para abaixar a cavidade glenóide; fixa a escápula à parede torácica; Inserção: Borda medial da escápula a partir do nível da espinha até o ângulo Inferior.
  8. 8. Serrátil posterior inferior Origem: Através de digitações nas 9 primeiras costelas; Função: Abdução da escapula e fixa-a junto ao corpo, auxilia na inspiração elevando as costelas; Inserção: Angulo superior e inferior da escapula e borda medial da escapula. Serrátil posterior superior Origem: Processos espinhosos de C6 a T3; Função: Elevação da 2 ª a 5ª costelas, auxilia a expiração; Inserção: 2ª a 5ª costelas lateralmente aos ângulos costais.
  9. 9. Agem diretamente sobre a coluna: Mantém a postura ereta e deslocam o tronco; São massas longitudinais de cada lado; Compõe 3 camadas de mm. pós vertebrais: Profundo, intermediária e superficial.
  10. 10. Interespinhal Inserção Superior: Processo espinhoso da vértebra superior ; Inserção Inferior: Processo espinhoso da vértebra inferior; Função: Extensão da coluna vertebral. Intertransversais Inserção Superior: Processo transverso da vértebra superior; Inserção Inferior: Processo transverso da vértebra inferior; Função: Inclinação homolateral da coluna vertebral.
  11. 11. Rotadores Inserção: Estende-se do sacro até a C2. Ligam o processo transversal se Uma vértebra com o processo da Vértebra suprajacente; Função: Estabilização e extensão da coluna vértebral. Levantadores das costelas Inserção Superior: Processo transverso da 7ª vértebra cervical à 11ª torácica; Inserção Inferior: Face externa da 1ª à 12ª costela ; Função: Elevação das costelas (ação inspiratória) e estabilização intercostal.
  12. 12. Multífido(intermédio) Origem: Dorso do sacro, EIPS, processos mamilares das lombares, processo transverso das torácicas e processos articulares da C4 à C7 ; Inserção: Processo espinhoso de 3 a 5 vértebras Acima; Função: Estabilização e extensão da coluna Vertebral. Semi-espinhal(intermédio): Origem: Processos trans-versos de T1 a T6 Inserção: Metade medial da área entre as linhas nucais superior e inferior do osso Occipital; Função: Bilateralmente: estendem as regiões cervical e torácica da coluna. Unilateralmenterodam essas regiões para o lado oposto.
  13. 13. Eretores da espinha Porção do Tórax: Origem: Processos espinhosos T11 a L2 ; Função: Extensão da coluna vertebral; Inserção: Processos espinhosos das Torácicas superiores (varia de 4 a 8).

×