Jornal digital 4660_seg_04052015

288 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
14
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4660_seg_04052015

  1. 1. www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.660 SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MAIO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 23º 19º Chuvoso durante o dia e a noite Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Polícia Doisenvolvidosem homicídionaGaivota sãopresosnoParaná Estádiovolta aseratacado porvandalismo Araranguaense tem12partidas edezenasdegols Falta um Sombrio Municipal 9Página 13Página 17Página Festadapadroeira começacomemoção Araranguá 3Página Esporte Geral
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “O cara está nos Estados Unidos fazendo um curso de Inglês, com encrencas judiciais aqui relevantes e, de repente, sai do ostracismo político. Continua omisso, mas presente. É um prodígio, digno de Oscar”. Ele disse: ‘ ‘Esperidião Amin (PP) detonando o vice- governador, Eduardo Moreira (PMDB). Deputadosouvemnecessidadesdoshospitais A preocupaçãodosparla- mentares catarinenses comaatualsituaçãoda Saúde foi demonstrada durante o cafédamanhãdosHospitaisFilan- trópicos. Promovido pela Associa- ção e Federação dos Hospitais de SC e Federação das Santas Casas e HospitaisFilantrópicos,comapoio da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Catarinense, presidida pelo deputado José Milton Sche- ffer (PP), o encontro reuniu 20 deputadosestaduais,queouviram e explanaram sobre projetos e ações para enfrentar a crise que as instituições estão passando. “Hoje estamos reunidos com 50% dos parlamentares, este é o momento de somarmos forças e agirmos em defesa da Saúde, elaborando e Presidente da Câmara de Ve- readores de Santa Rosa do Sul, Agenor Francisco de Carvalho (PP), convidou o ex-presidente (48) 3522-3777 aperfeiçoandoasleisdeformaque deemresultadoefetivo”,defendeu Zé Milton, citando os diversos projetos que tramitam na casa em benefício das entidades hospitala- res. Dos 223 hospitais do Estado, 182 são privados e filantrópicos, ou seja, 82% das instituições que dão suporte no atendimento SUS. Porém, a remuneração do Siste- Fusão vai sair! Principais lideranças de seus partidos no Estado, Paulo Bor- nhausen (PSB) e a deputado federal Carmen Zanotto (PPS), já tem reuniões marcadas para discutirem o processo de fusão entre as duas siglas. Iniciadas em 2014 as tratativas avançaram em Brasília muito pelo fato das siglas terem concorrido coligadas na eleição presidencial. Se não houver dissidentes, o novo partido terá grande representatividade. Serão 44 deputados federais e sete senadores. Em Santa Catarina serão três deputados estaduais – Claiton Salvaro (PSB), Patrício Destro (PSB) e Ricardo Guidi (PPS) -, além de quatro prefeitos, 16 vices, entre eles o de Sombrio, Valmir Daminelli (PPS), e 82 vereadores. A meta é fazer com que a fusão esteja consolidada antes de outubro, para que o novo partido possa estar apto a receber novos integrantes que desejem participar do pleito de 2016. ma a esses hospitais, na média, não passa de 65% das despesas, onerando as instituições e pondo em risco o atendimento a popu- lação. O presidente da FEHOSC, Marcha pela duplicação! Consequência Desabafo do vice-governa- dor Eduardo Moreira (PMDB), de que estaria com as mãos ata- das no governo, não agradou ao governador Raimundo Colombo (PSD). Até aí, nenhuma novi- dade. Resta saber qual será a postura do peessedista: romper de vez, ou colocar panos quen- tes, a que julgo mais provável. Hilário Dalmann, lembrou ainda que os hospitais enfrentam uma dívida que ultrapassa os R$ 100 milhões, assim uma das pro- postas apresentadas é para que o governo institua o programa Juro Zero aos Hospitais. Para superar a crise, medidas como o reajuste nas tabelas do SUS e do incentivo do Governo Estadual, a aprovaçãodosprojetosdeisenção do ICMS nas contas de serviços públicos (deputado José Milton), da PEC 1/2015, que disciplina a devolução espontânea dos recursos financeiro do Legislati- vo, Judiciário, MP e Tribunal de Contas ao Executivo, seja vincu- lada a Saúde (deputado Antonio Aguiar), foram apresentadas aos parlamentares. da Casa, Juarez Lopes (PMDB), para o evento promovido pela Câmara de Criciúma em homena- gem aos 11 anos da Marcha pela Duplicação da BR-101. Uma justa lembrança aos parlamen- tares que fizeram uma grande mobilização na época.
  3. 3. Rosana diz que, há dois anos, o filho recebeu um milagre da Mãe dos Homens. “Ele nasceu com uma deficiência ge- nética na coluna e tinha uma cirurgia de risco marcada. Após muitas orações, um dia o médi- co simplesmente disse, admirado, que meu filho não precisaria mais fazer. Hoje em dia ainda faze- mos acompanhamento, mas eu tenho certeza de que houve intercessão de Nossa Senhora”, teste- munha a professora. P a r a o p á r o c o Antônio Madeira, a festa está cada vez novo, a imagem da Mãe dos Homens percorreu os bairros em procissão, marcando a abertura oficial da festa em honra à padroeira do município. Desde a semana passada, fieis já vinham decorando as casas com as cores azul e branco, para homenage- ar a santa. Foi o caso da família da professora Rosana Spi- nelli. Segundo ela, foram horas decorando a casa e fazendo um altar na cal- çada. “A imagem passou bem rapidinho, não durou nem um minuto, mas valeu muito a pena todo esforço, é gratificante”, contou a devota, ao lado de sete familiares, debai- xo da chuva, logo após a passagem da imagem. Geral 3Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 mentos foram partilhados com a comunidade, como amendoim e cachorro quente, gratuitamente doados a todos que par- ticiparam da da missa de encerramento da campa- nha das Talhas de Caná, uma semana de prepa- ração espiritual para as festividades da padroeira de Araranguá. Na noite de sábado aconteceu a segunda edi- ção do Festival da Canção Católica. Dez ministérios de música e músicos da Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens se reve- zaram no palco apresen- tando canções próprias. A canção escolhida para finalizar a noite foi Maria de Nazaré. Ontem, de vestido Hoje é dia Dela > ARARANGUÁ Desde a noite de sexta-feira a emoção tem tomado conta dos devotos de Nossa Se- nhora Mãe dos Homens, padroeira de Araranguá. Na sexta, após o encer- ramento das Talhas de Caná, aconteceu no pátio da Igreja Matriz a festa das tendas. Tendo como exemplo as primeiras comunidades cristãs, a organização da festa pelo segundo ano consecutivo realizou o momento de partilha entre todas as comunidades e movimen- tos da Paróquia Nossa Se- nhora Mãe dos Homens. Diversos tipos de ali- ³Procissão e coroação de Nossa Senhora levam devotos a igreja na noite que abriu oficialmente a festa. Chuva não impediu fieis de acompanhar passagem da santa Djonatha Geremias DevotoscelebramaMãedosHomens Padroeira maior, recebendo pes- soas não só da região como também de fora. “Temos visitantes do Rio Grande do Sul, de Treze de Maio, de Flo- rianópolis. Não é mais possível fazer a missa de domingo dentro da Igreja Matriz”, comen- ta feliz o padre, que agora celebra a missa no grande palco mon- tado em frente à sede da paróquia, no Centro de Araranguá. Além do palco, há um parque de diver- sões e diversas barra- quinhas de variedades. Quem também apro- veita a multidão ao ar livre são os vendedores ambulantes, que mon- taram dezenas de pe- quenos acampamentos a céu aberto, para vender artesanatos. O reforço policial tam- bém se faz presente. Segundo informações do Centro de Opera- ções da PM (Copom), quase todas as guarni- ções da 1ª Companhia do 19º Batalhão estão focadas na segurança da festa e do entorno, mas os bairros tam- bém não ficam desas- sistidos. A festa continua nessa segunda-feira, feriado municipal, dia de Nossa Senhora Mãe dos Homens. Hoje tem missas, almoço festi- vo, procissão e show com o padre Reginaldo Manzotti.
  4. 4. de março e tomou posse na semanapassada.Oempre- sário convoca mais efetivo e discussão com membros do poder legislativo, exe- cutivo e judiciário, além da participação mais aguçada dasociedadecivil.“Quanto mais gente em prol da manutençãodasegurança, melhor”, completa. Ele as- sumiu o cargo no lugar da psicóloga Maria Madalena da Silva, que presidiu o Conseg nos últimos dois anos. Agora, ela compõe a diretoria antidrogas, com apoiodacolegaLisianeDo- mingos. O mandato segue pelos próximos 24 meses. Durante o seu manda- to,Madalenadestacaacria- çãodasblitzedeconscienti- zação e de orientação sobre a violência no trânsito. Um dosprojetosemcursoéapli- cado nas escolas, com foco em palestras antidrogas. Além de Sombrio, este tipo de ação foi expandida para Timbé do Sul, Ermo, Passo de Torres, São João do Sul e Santa Rosa do Sul, que se identificaramcomostraba- lhoscriadospelosmembros do conselho sombriense. O tenente-coronel re- formado da Polícia Militar, Ebirajara Corrêa Lemes, que é membro do Conse- município a Araranguá, próximo ao clube que leva o nome da localidade. Segundo a Polícia Mi- litar Rodoviária (PMRv) de Içara, Moisés dirigia uma Montana com placas de Forquilhinha, pela pista de sentido a Melei- ro quando foi fazer uma ultrapassagem, tentando desviar de um carro no acostamento, mas acabou colidindo de lado na frente de um caminhão que vi- nha no sentido contrário. município de Santa Rosa do Sul. De acordo com a Polícia Rodoviária Fede- ral (PRF), Sérgio tentava atravessar a rodovia ou caminhava pela pista, no Km 445 da BR, próximo ao acesso central do mu- nicípio, onde existe uma passarela para pedestre, quando foi atingido por Segundo o depoimento da vítima na Delegacia Central de Polícia Civil, a casa ficou vazia das 19 ho- ras à meia-noite na sexta- -feira. Quando o proprie- tário retornou no início da madrugada de sábado, encontrou o portão aberto e a porta dos fundos ar- rombada. No interior, a sensação de vazio não era à toa: a limpa foi grande e cara, como se alguém já soubesse de antemão o que o esperava ali dentro. Ao todo, foram levados umaTVde42polegadasda marca LG, uma TV de 29 equipe do Conseg e autori- dades.“Apalavraprincipal disso tudo é parceria. O objetivo desta nova equipe é aumentar o número de integrantes do conselho, bem como estender os tra- balhos nas comunidades”, resume Diego. O novo presidente é empresário em Sombrio e teve atuação ativa no Con- segdeBraçodoNorte,onde morou. Ele garante inten- sificar os trabalhos em prevenção e unificar os poderes do município pela paz. Diego foi eleito por aclamaçãonoúltimodia24 Segurança4 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Djonatha Geremias Djonatha Geremias Djonatha Geremias Foco na prevenção Rafael Andrade Conseg quer moradores alertas União > SOMBRIO Apósapossedanova diretoriadoConse- lho Comunitário de Segu- rança(Conseg)deSombrio, muitos projetos devem ser colocados em prática nas próximas semanas. Um deles é o Vizinho Alerta! Moradores do bairro São Francisco serão os primei- rosaparticipar.Onovopre- sidente da entidade, Diego Soares Leote, convida as famílias a se engajarem e prometeincentivodetodaa ³Nova diretoria do Conselho de segurança planeja continuar as ações sociais Bairro São Francisco será o primeiro a retomar projeto do Conselho de Segurança. Nova diretoria planeja outras ações > MELEIRO O içarense Moisés de Souza, de 28 anos, morador da Vila São José, em Içara, faleceu no início da manhã de quinta-feira na Sapi- ranga, em Meleiro, em um acidente de trânsito. O caso aconteceu às 7 horas, na rodovia esta- dual SC-447, que liga o > SANTA ROSA Sérgio Melo da Rosa, de 32 anos, fa- leceu na tarde do úl- timo sábado, após ser atropelado por uma carreta na BR101, no > ARARANGUÁ Umaausênciadecin- co horas do proprietário foi o suficiente para um bandidorealizarumfurto de luxo em uma residên- cia na rua Brasiliano Vieira Maciel, no bairro Coloninha, em Araran- guá, na noite do feriado de 1º de maio. Joias de ouroediversosaparelhos eletrônicos são exemplos do que foi levado da casa, sem deixar suspeitos. Colisão mata içarense em Meleiro Homem ignora passarela e morre Bandido faz limpa de luxo O carro foi parar fora da pista, destruído, e o caminhão tombou mais à frente. Moisés faleceu imediatamen- te, devido ao impacto da colisão, enquanto o caminhoneiro, de 29 anos, nada sofreu de grave, segundo o Corpo de Bombeiros, mas foi encaminhado ao Hos- pital Regional de Ara- ranguá, devido a dores provocadas por escoria- ções leves. uma carreta Scania 380, de placa IQW7071 do Rio Grande do Sul, por volta das 14 horas. Segundo o Institu- to Médico Legal (IML) de Araranguá, a mor- te foi instantânea, e a identificação só foi possível várias horas depois. lho Estadual dos Consegs, prestigiou a posse da nova diretoria e também pediu apoio. “É preciso aumentar o contingente de polícia comunitária. Somente com a prevenção poderemos ter um bom reflexo público, comideiaseprincipalmente valores. Temos que ensinar a geração futura, porque a atual já está praticamente irrecuperável”, aponta Ebi- rajara. Uma campanha de re- crutamento de vizinhos do bairro São Francisco deve ser colocada nas ruas nas próximas semanas, a partir dareuniãodemaio-ogrupo se reúne toda a primeira terça-feira de cada mês. O projeto será estendido a outros bairros. polegadas da marca LG, uma TV de 29 polegadas da marca Samsung, um notebook da marca Po- sitivo, um celular branco LG L70, um forno elé- trico da marca Fischer, um chip de celular, dois pares de botas de couro legítimas (números 35 e 36) e várias joias: um par dealianças,umaescrava, uma pulseira de bebê e um anel de criança - tudo de ouro. Avítimanãotemsus- peitos, até o momento. A Polícia Civil vai investi- gar o furto.
  5. 5. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Impeachment é prejuízo a democracia Adoção com responsabilidade Animais P residentedaCâmaraFederal,Edu- ardo Cunha (PMDB/RJ), diz que nãoseoporáaopedidodeabertura de processo de impeachment que vemsendoarticuladopeloPSDBnoCongresso Nacional.Comisto,querdizerquenãomandará para a gaveta qualquer iniciativa neste sentido, podendo, até mesmo, colocar em votação este expediente, já experimentado no país à época de Collor de Mello. Ainda que possa parecer algo benéfico a nação,jáqueapresidentaDilmaRousseff(PT) ostenta um percentual de descrédito histórico, na verdade um impeachment presidencial é o que menos o Brasil precisa. Pelo contrário. O Brasil precisa justamente amargar ao extremo o que vem passando para ver se aprende o mínimo do mínimo do que é política. Tirar Dilma e colocar Michel Temer (PMDB), ou, a posteriori,AécioNeves(PSDB),étrocarseispor meiadúziaseopovobrasileironãoseapropriar verdadeiramente do conceito de democracia. Ainda que pela linha transversa, toda esta situação protagonizada pelo Governo Federal tem servido para que a população brasileira amadureça em seus conceitos políticos. O im- peachment serviria apenas como uma ilusão de ótica ludibriante diante de nossa realidade. Concretizado o impeachment, a primeira coisa queaconteceriaseriaoesvaziamentodasruas.A populaçãovoltariaparacasa,queétudooque os políticos mais querem. Um novo engodo governamentalseriacriado,paraque,aneste- siada,apopulaçãosesentissealiviada.Enfim, não mudaria nada. A tentativa da mudança está justamente em chorarmos a exaustão nossa viuvez política, em encararmos nossas mazelas,semaesperançadequeelassumirão como num passe de mágica, chamado de impeachment. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ > JACINTO MACHADO O governo do muni- cípio de Jacinto Macha- do, através da Secretaria Escolas recebem material pedagógico Municipal de Educação Cultura e Esportes adqui- riu com recursos próprios brinquedos e material pedagógico para as Es- colas de Campo.Para- lelamente, através de programas firmados com o FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) a secretaria também adquiriu livros deliteraturainfantilpara todas as escolas da rede municipal de ensino. “A base da educação está na formação dos alunos das séries iniciais e quanto mais recursos pedagógi- cos oferecermos para que adquiram conhecimento estaremosformandocida- dãos preparados para os desafios do futuro”, jus- tifica o secretário Valmir Possamai. Da redação > ARARANGUÁ Ter um animal é sempre motivo de alegria. No entanto, muitas vezes,sejaporalgumproble- ma financeiro ou de saúde o dono precisa doar o amigo de quatro patas.Araranguá contacomaAssociaçãoBom Para Bicho, onde um grupo de voluntários ajuda o dono a encontrar um novo lar para o animalzinho. O procedimento é sim- ples.Bastaodonoentrarem contato com os voluntários da associação e solicitar umavaganafeiradeadoção. Após isso, é preciso levar o animal até a feira e perma- necer no local até o fim ou até a adoção ser feita. Após a adoção, o doador ainda tem a responsabilida- de de fiscalizar a nova casa do animal, para garantir queelenãosejamaltratado. “Depoisqueéfeitaaadoção, ³Associação ajuda a encontrar lar para os animais ³Materiais são distribuídos as escolas municipais apessoatemquefiscalizar,e a associação também ajuda nesse processo. Se for iden- tificado algum maltrato, o animalretornaparaoantigo dono”, conta Emerson Ro- cha, presidente voluntário da associação. ABomPraBichorealiza feiras de adoção todos os sábados das 9 às 11 horas no Calçadão, em frente e agência dos Correios. Para solicitarvagasodoadorpode entraremcontatocomaAs- sociação pelo telefone 9976 3943 de segunda a sexta, das 18 às 20h. ADVOCACIA EMPRESARIAL FONE: (48) 3533-0145 Despreparado Entrevistaconcedidapelovice-governador EduardoMoreira(PMDB)emqueressaltaque nãomandanadanoatualgovernodeRaimun- do Colombo (PSD), foi um tiro no pé. O vice, que de fato nunca teve voz ativa na política catarinense,acomeçarpeloprópriopartidoem que é presidente, puxou para si um desprestí- gio totalmente desnecessário. Ao admitir esta verdade,reforçaarejeiçãodaquelesquejánão o querem em um cargo mais relevante, afinal de contas, para que apostar em alguém ‘que não manda nada mesmo’. Mostrou-se fraco e despreparado politicamente para a função queocupa,depondocontraumdosprincípios mais básico da política, que é o de manter a pose, mesmo que a bota esteja cheia de bosta até o cano. Se a tentativa foi de se vitimizar, errou mais feio ainda, já que ninguém gosta de líder fraco. Barco errado São crescentes os comentários de que o presidentedaCâmaradeAraranguá,vereador RonydaSilva(PMDB),estarianegociandosua ida para o PPS, com o objetivo de assegurar espaço na chapa majoritária que deverá ser encabeçadapeloprefeitoSandroMaciel(PT) ano que vem. Como a fusão entre PPS e PSB já está acertada, e é apenas uma questão de tempo,amudançadesiglanãotrariaprejuízo legal a Rony, pois ele estaria indo para um novo partido, o que não infringe a lei de fide- lidadepartidária.Comaestratégia,Ronyesta- riaquerendogarantirquenãoficariaàmercê dos desdobramentos internos do PMDB, que empartenãoqueraliançacomSandroMaciel. Oproblemanestahistóriaéquejustamenteo PPSévítimadeumaforteinfluênciaporparte do PMDB. Ou seja, a garantia que Rony quer não é tão garantida assim. Alfinetada Pouco antes de me ausentar por uma semana da coluna, escrevi nota dando conta de que empresário Eder Matos estaria saindo doPRelevandoconsigoboapartedopartido. AtoseguintedeputadofederalJorginhoMelo, que é o presidente estadual da sigla, enviou nota, que foi publicada na coluna de Jarbas Vieira, por conta da minha ausência. Na nota, JorginholastimouodescontentamentodeEder e enfatizou que o partido continuará firme e forte, mesmo que ele confirme a saída. De todomodo,umafrasedodeputadochamoua atenção,pelotomdealfinetada:“Aexpectativa eradequeele(Eder)tivesseboavotação,oque infelizmentenãoseconfirmou.Nãoqueremos queelesaiadopartido,masseeleassimdesejar, tem total liberdade para fazê-lo”. Pelo visto, relaçãoentreEderMatoseJorginhoMeloestá para lá de estremecida mesmo. Esperança Ministério dos Transportes fez um ma- peamento completo das obras que deverá se dedicar a execução em todo o país. Em Santa Catarina existem nove obras pontuais, três delas envolvendo diretamente a BR 101. A boa notícia é que dentre estas nove obras é citada explicitamente a pavimentação da BR 285, a famosa Serra da Rocinha, no que diz respeitoaotrechocompreendidoentreTimbé doSuleadivisacomoRioGrandedoSul.Na prática o que o Ministério do Transporte quer dizer é que a Serra da Rocinha, de fato, está entre suas prioridades. A má notícia é que o órgão não informa datas no que diz respeito a execuçãodaobra.Ouseja,apavimentaçãovai sair,sónãosesabequando.Comoconsolofica ainformaçãodequenenhumaoutraobraserá elencada para Santa Catarina sem que as que já estão projetadas saiam do papel.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015
  7. 7. Geral 7Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Olá,pessoal!!!! Qual mulher nunca sonhou em ter um closet cheio de sapatos, hein???? Chegando o Inverno, não podemos esquecer das tendências fortes que estão vindo por aí… e hoje eu resolvi mostrar a vocês as tendências de botas que vão aquecer e embelezar os pés das mulheres mais modernas e elegantes. Entre vários modelos, selecionei alguns que prometem ser indispensáveis no Inverno 2015. Este ano a mulher poderá encontrar vários mode- los fantásticos, que lhe permitirão criar variadas produções, cada uma mais bonita e charmosa que a outra. A coleção Bag &Shoes WJ no Outlet Japonês já está com toda a coleção mega tendência para atender as nes- cessidade de vocês, meninas. Existem diver- sos modelos de botas de cano longo. Apesar da maioria das mulheres pre- ferir modelos mais curtos, ou ligeiramen- te abaixo do joelho, existem algumas bem mais ousadas e compridas, como as over the knee, que ficam um pouco acima dos joelhos, e as tigh highs, que são ainda mais altas, ficando na altura das coxas. Os modelos 2015 de botas de cano longo tradicio- nais são as mais fáceis de usar e combinar, mas também estas opções mais ousadas podem-lhe conferir um look bem equilibrado e superestiloso. Botas são sinônimo de bom gosto e modernidade, combinando com shorts, saias, bermudas, vesti- dos, calças, enfim, os mais variados tipos de rou- pas. As botas são muito confortáveis, são macias e bem sofisticadas. Para a mulher moderna que sempre gosta de andar na moda, as botas fazem esse estilo. Não fique esperando e compre logo sua bota e entre nessa nova tendência 2015. Ótima semana a todas diogovargascosta@hotmail.com Professora da Costa Rica em parceria com a UFSC, está desenvolvendo um projeto pioneiro de informática com crianças de quatro a seis anos Da redação Inovação ³Estudante de doutorado, Kryscia encanta as crianças com braço robôtico Cobra Cora ligado a computador > ARARANGUÁ Através da Propos- ta de Estratégia de Integração de Tecno- logias da Informação e Comunicaçãonaeducação básica pública, o RexLab, Laboratório de Experi- mentação Remota da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) campus de Araranguá, vem promovendo a inte- gração entre a universi- dade,professoresealunos das escolas das redes mu- nicipal e estadual. Atual- mente quatro escolas são atendidas pelo programa: Robôticanapré-escola Maria Garcia Pessi, Caic, Apolônio Ireno Cardoso e Otávio Manoel Anastácio. “É muito gratificante por- que o projeto vai desde a base até as séries finais do ensino fundamental e médio. Trabalhamos o ensino médio desde 2001, com ensinamentos remo- tos, física, química com experimentaçãoeosresul- tadostêmsidoexcelentes”, comemora a professora da UFSC Priscila Nicoletti. Adoutoranda Kryscia Ramírez, do Programa de Doutorado em Com- putação e Informática da Universidade da Costa Rica, com seu projeto de robótica para crianças do pré-escolar, integrou-se ao RexLab como parte do desenvolvimento de sua tese de doutorado. O pro- jeto consiste no desenvol- vimento de um aplicativo para dispositivos móveis que interage com robôs, com o objetivo de ensinar princípios de lógica de programação para crian- ças com idades entre 4 e 6 anos. Kryscia atua como professora na Escola de Ciências da Computação e Informática (ECCI) da Universidade da Costa Rica desde 2003, e é pes- quisadora no Centro de Investigaciones en Tecno- logías de la Información y Comunicación (CITIC). Para a professora Pa- Bag &Shoes WJ Inverno 2015 Botas são sinônimo de bom gosto e modernidade, combinando com shorts, saias, bermudas, vestidos, calças, enfim, os mais variados tipos de roupas. As botas são muito confortáveis, são macias e bem trícia Pereira Duarte, do pré-escolar da EBM Otá- vio Manoel Anastácio do bairro Jardim Cibeli,que leciona para uma turma de 28 alunos entre 4 e 6 anos,oprojetotrazidopela professoracosta-riquenha ajuda a desenvolver o ra- ciocínio. O braço robótico utilizado no projeto foi apelidado de Cobra Cora, em alusão a cobra coral. AsecretáriadeEduca- ção de Araranguá Maria Rosangela Casagrande e a diretora pedagógica TeresinhaSantosdaRosa, acompanharam uma das aulas,quesãoministradas as segundas e quintas- -feiraspelamanhã.“Éma- ravilhosovernossascrian- çasmanuseandoostablets e aprendendo através de técnicas inovadoras. Só temos que parabenizar a UFSCporessainiciativa”, destacam. Kryscia começou esse trabalho na Costa Rica e dizserestimulanteaplicá- -lo em Araranguá. “Vir para o Brasil foi algo di- ferente, porque na Costa Rica são poucos alunos com carência nesta área e aqui são muitos”.
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Sete Vidas -18h Alto Astral -19h Babilônia -21h M arcos é desmascarado. Laura perde o controle e briga com Marcos, que é levado preso. Itália e César conversam. Afeganistão pede a união de sua família para o jantar com Dirce. Samantha e Pepito participam do programa de Ana Maria Braga e competem pelo título de Rainha ou Rei do funk. P edro termina o namoro com Júlia e desabafa com Vicente. Irene diz a Miguel para não se aproximar de Lígia. Laila fica indignada com o fim do romance entre Júlia e Pedro. Durval provoca Bernardo sem que Marlene ouça. Irene con- versa com Carlos, seu chefe, sobre seu projeto de adotar uma criança. Vicente exige de Lígia seus direitos como pai de Joa- quim. Esther conversa com Isabel sobre Miguel e a surpreende. T eresa consegue a liberdade de Beatriz. Rafael tenta se explicar para Laís, que decide permanecer afastada dele. Vinícius conta para Regina que Inês mentiu ao afirmar que Beatriz matou seu pai. Regina vai ao hospital e pressiona Inês para saber a verdade sobre a morte de seu pai. Vinícius conta para Olga a verdade sobre Murilo. Estela e Teresa fazem as pazes. Beatriz reencontra a mãe. Olga vai à casa de Murilo. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Áries 21/03 a 20/04 O desafio entre apego e desapego caracteriza o domingo dos arianos. É um momento em que deve refletir o que quer manter e o que precisa transformar. Questões afetivas e materiais estão evidenciadas neste momento. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Trabalhoesaúdesãotemasmuitoimportantesnestemo- mentoaossagitarianos.Énecessáriodefinirprioridadese estarabertoaodiálogo.Responsabilidadesnaexpressão dosabersãomuitosignifcativasatualmente. Gêmeos 21/05 a 20/06 É preciso agir com maturidade e responsabilidade em relação aos conhecimentos. Momento importante para o estabelecimento de novos propósitos ligados ao de- senvolvimentomental.Umdiamuitosignificativoparaa saúdedosgeminianos. Libra 21/09 a 20/10 Finanças e emoções são temas evidenciados neste domingo aos librianos. É um momento de definição de prioridades e do que é valioso para você. Cuidado com a tendência à atitudes controladoras, apegadas e possessivas. Aquário 21/01 a 18/02 Momentoquepedeequilíbrioentreasdemandasindivi- duaiseasrelacionadasàcarreira.Reflitasobreoquequer estruturar e o que precisa modificar. Momento de con- versarsobretemasdelicadosemseusrelacionamentos. Touro 21/04 a 20/05 OSolemseusignoeaLuanosignoopostocaracterizamum momentointensoaostaurinos.Éumafaseimportanteparao desenvolvimentodesuaindividualidadeeequilíbrioemocio- nal.Importantesdemandasenvolvendoosrelacionamentos e questões financeiras. Virgem 21/08a20/09 Um importante momento para o desenvolvimento mental e profissional dos virginianos. É hora de refletir sobre as responsabilidades que lhe cabe exercer. Uma fase muito importante para perceber a necessidade de desapego. Capricórnio 21/12 a 20/01 Muito cuidado com a tendência à teimosia e a dificul- dade de mudar. É um momento em que você deve aprimorarseusconhecimentosetalentos.ALuaemEs- corpião pede que aja de uma forma mais desapegada. Câncer 21/06 a 20/07 Excelentemomentoparaoaprimoramentomental,estudos eleituras.Odesenvolvimentonotrabalhodependedeuma expressão positiva de seus conhecimentos. Momento que enfatiza questões importantes no amor e na amizade. Escorpião 21/10 a 20/11 ALuaestáemseusignoeoSolnosignoopostoaoseu, escorpiano.Ummomentomuitoimportantedereestru- turaçõesemseusrelacionamentos.Éprecisodistinguir o que será mantido e o que vai ser transformado. Peixes 19/02 a 20/03 Fortesdemandasprofissionaisefamiliarescaracterizamomo- mentodospiscianos.Éumaoportunidadederefletirsobreo quevocêtemconcretizadoematerializado.Aespiritualidade e a interiorização são ferramentas ao seu desenvolvimento. Horóscopo Momentoquepedemaiorequilíbrioentreasdemandas pessoaiseprofissionais.Éhoradeperceberasmudanças internasquevemocorrendocomvocê.Foquenoquequer realizarprofissionalmente,leonino. Fábio Porchat é o entrevistado deste domingo (03) no Show do Kibe, programa de humor apresentado pelo canal a cabo TBS, e comandado por Antonio Tabet, par- ceiro do comediante no Porta dos Fundos. O programa funciona da seguinte maneira: Tabet conduz o que seria uma pré-entrevista, mas o que o convidado não sabe é que tudo está sendo gravado e esse é o material que vai ao ar. O blog Notícias da TV, de Daniel Castro, contou um pouco de como rolou o bate papo. Sobre a fama de gay, que sempre ronda Porchat, ele disse que não dá muita bola. “Enquanto falarem que eu sou gay, tudo bem. O problema é o dia que falarem que o Fábio molesta crianças”. Além dos rumores sobre sua sexu- alidade, Porchat também viu seu nome envolvido em um suposto affair com Anitta, outro assunto tratado no programa. “Esse é o tipo de coisa que eu não posso falar, porque se a Anitta negar eu fico péssimo. Vamos dizer que a Anitta foi assistir à minha peça, que a gente se conheceu”,falouFábio,aoserquestionado se tinha transado com a cantora. Tabet então pergunta: “Mas se eu perguntar pra você, você prefere dizer o quê? Que comeu?” “Ah, é melhor dizer que comeu, pro povo achar que eu comi”, responde Fábio. Com a carreira bem atribulada atu- almente, Porchat segue com o Porta dos Fundos, além do Tudo Pela Audiência, que apresenta com Tatá Werneck no canal a cabo Multishow.
  9. 9. Polícia 9Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Morte na rua ³Policiais sombrienses levaram para o presídio dois acusados por assassinato ³Giovani continua foragido e deve ser denunciado Polícia Civil surpreende dupla que achava ter se livrado do envolvimento em um assassinato ocorrido em janeiro Rafael Andrade Longe de Casa > BALNEÁRIO GAIVOTA Como legítimos fa- rejadoresdecrimi- nosos, a equipe de investi- gação da Polícia Civil de Sombrio, em um trabalho conjunto com agentes, es- tagiários e o delegado Luís Otávio Pohlmann, conse- guiu encontrar e prender dois dos três acusados do homicídio ocorrido neste ano em Balneário Gaivo- ta, que acabou vitimando Eliakim Leandro Gonçal- ves, de 27 anos.Aação dos policiais ocorreu durante dois dias, quinta e a sexta- -feira passada, em Campo Mourão/PR, a quase mil quilômetros do local do crime. Um dos investiga- Suspeitos dehomicídiosãopresos doresdissequeosforagidos ficaram surpresos e um deles afirmou que nunca imaginava ser localizado pelospoliciaissombrienses, responsáveis por crimes destanaturezanaGaivota. “Desde 2010, a equipe da Polícia Civil de Som- brio desvendou todos os homicídios, tentativas de homicídios e latrocínios registrados em Balneário GaivotaeemSombrio.Esta éumamarcaqueconsegui- mosmantercomadetenção desses dois”, elenca um investigador. Eliakim foi morto com nove disparos. Os dois acusados, que têm passagens por tráfico e outros crimes, tentavam retomar a vida na cidade paranaense.Segundoapo- lícia, estavam trabalhando e nenhum material ilícito foi encontrado em suas casas. Agentes de Campo Mourão apoiaram a equi- pe sombriense durante as prisões. Guilherme dos Santos Becker, o Paraná, 23, na- turaldeCampoMourão,foi detido quando chegava em casa de bicicleta. Cristiano Elias Ferreira, 32, natural de Turvo, residia em uma pousada e foi surpreendido no trabalho.Ainda tem um acusado foragido, Giovani Batista Corrêa. Qualquer informação a respeito deve sercomunicadaàpolíciano telefone (48) 3533-0196 ou na página do Facebook da Polícia Civil de Sombrio no endereço eletrônico: www. facebook.com/dpcosombrio. Também é possível entrar em contato no disque-de- núnciapormeiodonúmero 181, que a identidade será mantidaemsigilo.Existem suspeitas de que Giovani esteja no Rio Grande do Sul. Independente do lo- cal escondido, a equipe de Sombrio mostrou que não háfronteirasparaexecutar um bom trabalho, mesmo diante das dificuldades de falta de pessoal que assola as polícias catarinenses há um bom tempo. “Nãohouveresistência por parte do Guilherme ou do Cristiano. Eles ficaram até assustados em nos ver. Acharam que se safariam em uma cidade de 92 mil habitantes, no Oeste do Paraná. Contamos com o apoio da comunidade na localização do terceiro e último acusado para que possamos prendê-lo logo”, enfatiza um investigador. Eliakimfoiassassinado no último dia 31 de janeiro após uma discussão que resultou em um tiroteio no bairro Jardim Ultramar, área central de Balneário Gaivota. Ele ainda correu alguns metros, mas caiu em um terreno baldio em frente à casa de familiares, depois de tentar escapar de seus perseguidores por cerca de duas quadras. A vítima tinha acabado de sairdeumestabelecimento comerciale,doladodefora, foi surpreendido, segundo as investigações, por Cris- tiano,GuilhermeeGiovani, que estavam em uma casa a poucos metros dali, na rua H, um ponto suspeito de comercializar entorpe- centes.Ao ouvir a confusão eosprimeirosdisparos,Ana MariaMacedoBatista,mãe de Giovani, saiu de casa com uma arma e efetuou dois disparos para o alto. “Ela disse ‘que confusão é essa?’ e depois atirou. De- pois,entregouaarmaaum delesefalou:‘vailáeacaba com ele’”, mencionou uma das testemunhas à época. Ana Maria foi presa no mesmodiadocrimeeotrio empreendeu fuga e, após poucosdiasdeinvestigação, jáeraconsideradoforagido da justiça. A mulher foi beneficiadaporumhabeas corpus no último dia 31 de março e responde por cúmplice do homicídio em liberdade. Cristiano e Guilherme estão presos na Cadeia CentraldeCampoMourão e aguardam o recambia- mento para a região nos próximos dias, onde serão enquadrados por assassi- nato e dispostos ao Depar- tamento de Administra- ção Prisional (Deap), onde aguardarão o julgamento. Podem ir a júri popular e, caso sejam condenados, sentenciados a até 30 anos de prisão em regime fe- chado. O motivo do crime teria sido uma disputa por pontos de tráfico de drogas na Gaivota.
  10. 10. Publicidade10 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Formatura
  11. 11. Polícia 11Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Criciumense morador de Forquilhinha foi roubar moto em Meleiro, ficou preso em Araranguá e deve ir para um presídio no oeste catarinense partida.Atéachouquefosse alguma brincadeira, mas o rapaz foi embora. Rapidamente, a vítima eumcunhadoforamdecar- rologoatrás,tentandorecu- peraramoto,queiapelaro- doviaestadualemdireçãoa Forquilhinha.Porém,talvez por ter se confundido na ró- tula, Hiago pegou a estrada que vai em direção a Morro Grande.Ao perceber o erro, tentou fazer a volta, mas foi surpreendido pelo carro em queavítimaestava.Orapaz pegou uma estradinha de chão estreita e, já perto do rio, abandonou o veículo e fugiu a pé mato adentro. A vítima e o cunhado foram atrás, mas Hiago surpreendeu a dupla ao puxar uma arma de fogo e dar dois tiros na direção deles. Porém, suspeita-se de que os tiros tenham sido ³Hiago pegou moto que estava com chave na ignição Djonatha Geremias Djonatha Geremias > MELEIRO OcriciumenseHiago dos Anjos Castro, de 19 anos, iniciou uma vida de crime na tarde de quinta-feira, em Meleiro, mas se deu mal e foi preso pela Polícia Militar. Apesar de ter a ficha limpa, Hiago decidiu roubar uma moto, contando uma história que a polícia já está cansada de ouvir nesses tipos de casos. Morador de Forquilhi- nha, o rapaz deu às caras em Meleiro, no bairro Vila Zanete, por volta das 14 horas. O dono tinha esta- cionadoamotoemfrentede uma obra para visitar e ver oandamentodostrabalhos. Ao olhar para trás, viu Hia- go embarcando e dando a Jovemroubamotoe sujaficha Primeiro Crime apenas para assustar os perseguidores,jáqueHiago disparou mais para o lado e não exatamente na direção deles. Enquanto o bandido procurava se esconder no mato, a vítima e o cunhado se separaram e acionaram a Polícia Militar. A guarnição do cabo Cleiton da Rosa Monteiro e do soldado Nicolete chegou ao local em pouco tempo e começaram as buscas no matagal. Os policiais en- contraram Hiago agachado no mato, e ele não ofereceu resistência quando viu que se tratava da polícia. Ele e a arma foram apreendidos e encaminhados para a DelegaciaCentraldePolícia Civil (CP) deAraranguá. Hiago, no entanto, não tinha nenhum histórico criminal, segundo informa- çõesdocaboCleiton.Ocabo também conta que pergun- tou o motivo do roubo e o garoto teria lhe respondido que estava sem ter como retornar a Forquilhinha, onde alegou morar, por isso pegou a moto. Porém, não quis explicar à polícia como conseguiu a arma, uma Bereta 6.35. “Esse tipo de históriaalegadadequerou- baumveículosóporquenão temcomovoltarparacasaé muito comum nesse meio”, concorda o cabo Cleiton, da PM de Meleiro. > TIMBÉ DO SUL Casados há 27 anos, um casal de agricultores do interior de Timbé do Sul foi motivo de aler- ta para as polícias da região: o marido tocou uma pedrada na cabeça da esposa, enquanto ela tirava leite das vacas de manhã,duranteumabri- ga.Amulher foi parar no hospital, mas alegou que o marido não tinha real intenção de machucá-la, quefoi“nocalordahora”. O fato aconteceu às 7 horas, em uma residência situada à Estrada Geral da comunidade de Molha Coco Alto. A mulher, de 43 anos, estava com o marido, de45,ordenhandoasvacas, quando ambos começaram uma discussão. Em segui- da, ele arremessou uma pedranadireçãodamulher, acertando-a na cabeça. Po- rém, a Polícia Militar foi acionadaporterceirossobre o caso só à tarde, por volta das 14h30min. A mulher foi levada paraoHospitalRegionalde Araranguá (HRA), e o ma- rido, que é natural de Me- leiro,confirmouadenúncia, sendo encaminhado a Central de Polícia de Araranguá às 16 horas. Um policial civil foi até o HRA conversar com a vítima, que estava na companhia de um filho. Segundo informações, a mulher teria defendido o marido. Ela depôs que o ho- mem está nervoso, em tratamento para parar de fumar e, por isso, não teve intenção de agredi- -la.Elanãoquisregistrar boletimdeocorrência.Se- gundo o filho, isso nunca aconteceu em 27 anos de casamento. A Polícia Civilaindacuidadocaso. Agricultor taca pedrada em esposa Djonatha Geremias > ARARANGUÁ Um homem foi preso na sexta-feira, em Ara- ranguá, após ter atacado verbalmente a compa- nheiragrávida.Ochoque emocionalfoitãoforteque a mulher teve uma crise e ficou inconsciente na rua.Aocorrênciatambém é considerada um tipo de violência doméstica, previsto na Lei Maria da Penha. O fato aconteceu às 21h30min no bairro Colo- ninha. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros foram acionados para atender a donadecasade24anos,que estavacaídanarua.Apósos primeiros atendimentos, a gestanteconseguiuexplicar aos socorristas e a polícia que havia sido ameaçada e injuriada publicamente pelo companheiro, segundo informações do Centro de Operações da PM (Copom). Enquantoosbombeiros levavam a mulher, com sin- tomas de crise convulsiva, para o Hospital Regional, a PM se dirigiu até a residên- cia do casal para encontrar o suposto agressor. O ra- paz de 24 anos, natural de Araranguá, estava sentado tranquilamente. Ele negou ter ameaçado ou brigado com a compa- nheira, mas foi levado a Central de Polícia. Odelegadoplantonis- ta Diego Archer ouviu os envolvidosedeterminoua prisãodoacusado,porcri- medeinjúriaeameaça.O rapaz ficou detdo na cela daCPàdisposiçãodoDe- partamento Estadual de Administração Prisional (Deap) para ser encami- nhado a um presídio com vaga mais próximo. Rapaz é preso por ameaçar grávida
  12. 12. 12 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Publicidade
  13. 13. Polícia 13Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Rafael Andrade ³Muro foi derrubado e outras depredações praticadas por vândalos no estádio Vândalos picharam, quebraram portões, grades e muros. Polícia já foi comunicada por representantes do Departamento Municipal de Esportes Vandalismo Estádioédepredadomaisumavez Djonatha Geremias > SOMBRIO Desocupados e ma- conheiros deixa- ram os seus nomes e ape- lidos pichados no Estádio Antônio Sant’Helena na madrugada de quinta- -feira. Além disso, que- braram muros, o sistema de irrigação da grama, depredaram vestiários e o portão de acesso à sala dos árbitros. É a terceira vez que vândalos agem no local nos últimos 30 dias. A Polícia Civil foi co- municada e deve iniciar uma investigação devido à reincidência. Não há câmeras de videomonito- ramento no estádio, o que dificulta a identificação dos envolvidos. Suspei- ta-se que pelo menos quatro jovens entre 18 e 20 anos invadiram as dependências do comple- xo esportivo, que é todo cercado. Representantes do Departamento Muni- cipal de Esportes (DME) solicitaram mais rondas da PM no entorno após às 22 horas, período no qual são registrados os ataques ao bem público. Caso sejam identificados, os responsáveis poderão arcar com as despesas de conserto. A prefeitu- ra ainda não calculou o montante. ´´Não aquentamos mais este tipo de cri- me aqui. Cuidamos tan- to e vêm esses garotos aprontar. Estamos aten- tos e vamos encontrar os responsáveis”, pretende o zelador do complexo esportivo onde está lo- calizado o estádio, João Antônio Machado. Ele ainda denuncia que a sala de confraternização dos atletas, anexa a uma lanchonete, também foi invadida e vários produ- tos foram furtados. Os criminosos podem ser enquadrados por arrom- bamentos seguidos de > PRAIA GRANDE Na noite de quarta- -feira, a Polícia Mili- tar foi acionada para averiguar um roubo no posto Ipiranga de Praia Grande. No local os policiais conversa- ram com o frentista o qual relatou que três homens chegaram en- capuzados e armados de pistola, e roubaram cerca de R$ 2 mil e sua carteira com dados pessoais. Com apoio do sar- gento Casagrande, as guarnições realizaram um cerco pela cidade e chegaram até o Balne- ário Bira, no Centro, às margens do rio Mampi- tuba, onde avistaram o trio entrando na mata. Os policiais foram PMcaçaeprende ladrõesdeposto atrás e capturaram dois rapazes de 20 e 21 anos e um menor de 15 anos. No local também foi en- contrado um automóvel utilizado pelos assal- tantes, um Fiat Palio. Ao verificar o chassi foi constatado que veí- culo tinha sido furtado e era de Candelária/ RS. Próximo ao carro estava uma mochila e dentro dela havia a quantia de R$ 1.884,00 e um cheque de R$ 100,00, os documentos da vítima e uma pistola de ar comprimido Air Soft. Um dos suspeitos confessou o crime. Um quarto assaltante que estava com eles não foi localizado. Os três pre- sos foram conduzidos a Delegacia de Polícia de Praia Grande. > ARARANGUÁ Um homem de 30 anos foi detido pela Polícia Militar na tar- de de quinta-feira em Araranguá, após mais uma agressão a pró- pria mãe, uma senhora de 60 anos de idade. Segundo ela, o filho a agride nos últimos 18 anos, e já cansou de re- gistrar boletins contra Homem é detido após 18 anos batendo na mãe ele, que já foi preso e tem problemas mentais. Segundo o soldado Soares, da PM, a agres- são aconteceu pela ma- nhã, quando o filho bateu e disse palavras degra- dantes contra a senhora. Quando a polícia chegou à residência, no bairro Coloninha, o agressor já havia fugido. No entanto, ele reapareceu à tarde, por volta das 17 horas. Imediatamente, a mãe acionou o 190 da PM e chamou socorro. Dessa vez, o sujeito não teve escapatória. No registro dele, há mais de 45 passagens policiais, sendo a maioria por violência doméstica, agressãocontramulheres. Além de bater na mãe, ele tambémjáhaviabatidona ex-esposa e foi até preso por isso. Segundo a mãe, o filho tem problemas mentais de esquizofrenia, depressão e bipolaridade -tudoissocausado,segun- do ela, pelo uso contínuo de cocaína. De acordo com pa- rentes, o rapaz já foi in- ternado diversas vezes, mas sempre volta ao vício. Como mora com a mãe, ela se torna a prin- cipal vítima. Devido aos distúrbios psicológicos, o filho recebe uma pensão mensal do governo por invalidez, e a mãe rece- be uma aposentadoria. Desta vez ele seria enca- minhado a um presídio. furto e vandalismo. ’’Efetuamos o boletim de ocorrência e espera- mos mais policiamento. O campo pertence à co- munidade e este tipo de situação pode atrapalhar o andamento de compe- tições importantes como o Campeonato Munici- pal de Futebol Amador de Sombrio”, alerta o auxiliar de esportes da prefeitura, Valdir Júnior Colaris. A Unidade de Saúde em construção ao lado do estádio, também foi alvo dos criminosos. Vá- rios materiais de obras já foram furtados. Não houve, por enquanto, a identificação dos autores. O complexo tem vários vizinhos, que têm receio em apontar os ladrões, com medo de represálias em suas residências. ’’O ideal é colocarmos um vigia no período notur- no, pois inibiria a ação dos vândalos e bandidos em geral”, avalia João Antônio.
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015
  15. 15. Entrevista 15Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 [PeloEstado] - As micro e pequenas empresas (MPEs) e as micro empre- sas individuais (MEIs) po- dem ser um caminho para que a crise econômica não seja tão grave, especial- mente em Santa Catarina? Guilherme Zigelli - Estamos convencidos, até pela história do nosso estado, que as micro e pequenas empresas têm papel fundamental em qualquer cená- rio econômico que o Brasil esteja atravessando.Essesegmentoem- presarial representa 99% das em- presas. Ou seja, Santa Catarina tem pouco mais de 1% do territó- rio nacional, é a quinta ou a sexta maior economia do país e 99% da nossa economia são calcados nas empresas desse porte. Que tam- bém são as maiores empregado- ras do estado! Mais de um milhão de empregos, dos 2,2 milhões de empregos, são gerados pelas pe- quenas empresas. Nós, em Santa Catarina,temosumavocaçãoem- preendedora. O povo catarinense gosta de empreender, quer em- preender.Osdadosrevelamqueo estado, hoje, tem 583 mil MPEs e 155 mil MEIs, pessoas que saíram do CPF para o CNPJ. No Brasil, em 2014, foram criados 152 mil empregos, Santa Catarina criou 47 mil. Destes, 35% nas micro e pequenas empresas, em todos os segmentos. E nos dois primeiros meses de 2015 a tendência se manteve, com a abertura de mais de nove mil vagas por micro e pe- quenas empresas. [PE] - Por que Santa Cata- rina se difere do restante do país nesses aspectos? Zigelli - O que nos ajuda mui- to é a diversidade econômica do estado. Temos polo tecno- lógico, temos polo calçadista, O que nos ajuda muito é a diversidade econômica do estado. Quando um setor não vai bem, outro compensa.PeloEstado Entrevista GUILHERME ZIGELLI Na semana em que a Assembleia Legislativa lançou a campanha institucional “Santa Catarina: aqui tem gente que faz a diferença”, a Coluna Pelo Estado conversou com o diretor superintendente do Sebrae-SC, Guilherme Zigelli, de onde vêm muitos cases de sucesso. Apesar do longo tempo à frente da entidade – tomou posse em novembro de 2002 –, ele não perde o entusiasmo ao falar de um segmento que reúne quase 600 mil empresas que, apesar do cenário econômico nacional, projetam crescimento de 51% nas vendas de abril a junho. Mais que isso, transformam otimismo em empregos. De acordo com a Sondagem Conjuntural dos Pequenos Negócios de abril, a expectativa é de ampliação de quase 2% no número de pessoas ocupadas no segmento. Com a mais elevada taxa de sobrevivência do país após dois anos de atividade, 75,8%, os micro e pequenos negócios respondem por R$ 62 milhões dos R$ 177 milhões do Produto Interno Bruto (PIB) de Santa Catarina. temos madeireira, alimentos e bebidas, papel, celulose, mó- veis, etc. Quando um determi- nado setor não vai bem, outro compensa. Não é o que ocorre em estados que sustentem suas economias em poucas ativida- des. Isso ajuda a manter o equi- líbrio econômico. [PE] - Algum setor vem se destacando? Zigelli - Sim. Em Florianópo- lis, hoje, o maior arrecadador de tributos não é a área de tu- rismo, é a área de tecnologia. E dentro desse setor, 99% são pequenas empresas. É uma área que interessa muito para o desenvolvimento do estado. Se formos verificar no mundo, o progresso é maior onde estas empresas estão instaladas. E de novo aí há uma desconcen- tração. Diferentemente de ou- tros estados brasileiros, temos polos tecnológicos em diversas regiões. E na maior parte das vezes se desenvolvem atenden- do às empresas de outros seto- res fortes regionalmente, como a agroindústria no Oeste ou a indústria têxtil no Vale do Ita- jaí. Até nisso Santa Catarina se diferencia. É uma força muito grande, econômica. [PE] - Como é que está o Exporta Santa Catarina? Zigelli - Ele foi lançado em 2014. Foram classificadas 50 empresas com melhores condi- ções para exportar, que depois passaram por capacitação. Já temos cultura exportadora em nosso estado, mas em termos de país perdemos para outros. Itália, França e Alemanha, por exemplo, de 30% a 40% das exportações são de pequenas empresas. No Brasil não chega a 3%! Tem muito espaço para crescer temos potencial para isso. As empresas selecionadas estão recebendo suporte do Se- brae para abrir escritórios em Fort Lauderdale, nos Estados Unidos. Esse projeto foi mui- to bem avaliado pelo Sebrae nacional, porque é diferente de tudo que se tinha sido feito e se baseia na inserção da pe- quena empresa na prática, am- parado por toda uma equipe de infraestrutura que conhece o mercado americano, a parte de legislação, a parte tributária, toda a cultura de negócio, bem diferente da nossa. Essas em- presas acabam alcançando um grau de qualificação e de gestão tão elevado que, mesmo que não exportem, tornam-se al- tamente competitivas no mer- cado interno. E o Brasil é um mercado extraordinário. Mas o nosso objetivo é realmente que elas façam o processo de expor- tação. Além disso, se a empresa precisar desenvolver um design do produto, melhorar o produ- to, nós temos a consultoria tec- nológica que será oferecida às empresas por dois anos. É um projeto super vitorioso. [PE]-OtrabalhodoSebrae- SC se baseia muito nas ca- deias produtivas. Ainda é um modelo eficiente? Zigelli - É um modelo exitoso que deve ser cada vez mais for- talecido. Acreditamos muito em polos setoriais. Quando você agrupa essas pequenas empre- sas em determinados polos, obtém redução de custos e elas acabamadquirindounidadeen- tre si, na medida que percebem que não são concorrentes, mas, muitas vezes, complementares. Elas conseguem conviver em harmonia, mas tem que estar integradas. É um trabalho no qual acreditamos muito. [PE] - Como fortalecer esse modelo? Zigelli - Criando mais cadeias produtivas, agregando mais empresários às já existentes e promovendo a qualificação. É semelhante ao que ocorre nas rodadas de negócios que orga- nizamos. Reunimos as nossas empresas de um determina- do segmento em um só local e convidamos os potenciais compradores para que venham conhecer os produtos. Em um final de semana de rodada eles vendem em média 40% da pro- dução anual. Em 2014 foram 67 rodadas de negócios e para 2015 estamos prevendo pelo menos 100. E nós estendemos essa experiência para o arte- sanato. No auge da tempora- da de verão, um shopping de Florianópolis cede um espaço, gratuitamente, para exposição de trabalhos artesanais produ- zidos nas diferentes regiões do estado. Como sempre há uma timidez e um desconhecimento de como vender, organizamos uma equipe de vendas para fa- zer esse trabalho. Os artesãos acompanham tudo durante 45 dias, período no qual seus tra- balhos são apreciados por 30 mil, 40 mil pessoas por dia. Hoje eles esperam por esse mo- mento, porque ganham o ano em poucos dias. [PE] - De que forma o se- nhor avalia o número de MEIs? O ritmo inicial de formalização se mantém? Zigelli - É natural que o ritmo diminua. Mas o número é mui- to expressivo, para o país, para o estado e para o cidadão. Ele, que vivia na clandestinidade, com medo de uma fiscalização, agora se orgulha ao se apresen- tar como empresário. E para o próprio poder público essa for- malização é muito importante. Quem antes vivia à margem, agora paga impostos, recolhe para o INSS. Saiu da invisibi- lidade. Nossa meta inicial era estimular a criação de MEIs. Agora o que queremos é aten- der bem esses pequenos negó- cios para que eles progridam. [PE] - Nesse contexto, qual a importância do progra- ma Juro Zero, do governo do Estado? Zigelli - É muito grande. Só no mês de março foram em- prestados R$ 100 milhões. As pessoas não se dão contam do quanto é importante um finan- ciamento de R$ 3 mil para um empresário desse porte. É a di- ferença entre manter o negócio ou fechar. E a grande vantagem é a consultoria que o Sebrae dá gratuitamente. Ou seja, tem recurso, tem informação, tem consultoria. E isso amplia a longevidade. [PE] - Fale sobre a experi- ência na Volvo Ocean Race, de Itajaí. O setor naval tem merecido uma atenção es- pecial do Sebrae? Zigelli - Montamos um estan- te com 17 micro e pequenas empresas que recebeu 350 mil visitantes. Foram vendidas 35 embarcações e negociados R$ 1,5 milhão, com perspectiva de mais R$ 2 milhões pós-feira. É um segmento muito impor- tante, com espaço para as de pequeno porte. É uma experi- ência que deve se repetir. “O povo catarinense gosta de empreender” Andréa Leonora | Foto: Divulgação Sebrae Florian��oli�� ��Florian��oli�� �� 04Mai15 CENTRAL DE DIÁRIOS TRINTA E DOIS INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br
  16. 16. Publicações Legais16 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE BALNEÁRIO GAIVOTA EXTRATO CONTRATUAL Aditivo Nº.....: 1-82/2014 - Contrato Nº: 82/2014 Contratante..: PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO GAIVOTA Contratada...:BETHA SISTEMAS LTDA Vigência.......: Início: 13/03/2015 Término: 27/03/2016 Licitação......: PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 42/2014 Objeto..........: Apresente licitação visa a contratação de licença de uso de solução para gestão pública informatizada para suprir as necessidades das Secretarias Municipais Contrato Nº..: 52/2015 Contratante..: PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO GAIVOTA Contratada...:RAEL JOSE NUNES CONSTRUCOES - ME Valor............: 96.634,51 (noventa e seis mil seiscentos e trinta e quatro reais e cinquenta e um centavos) Vigência.......: Início: 30/03/2015 Término: 30/06/2015 Licitação......: Convite p/ Obras e Serv. Engenharia Nº.: 34/2015 Objeto..........: Esta licitação tem por objeto a reforma e ampliação com substituição do piso e do forro do C.E.I. Estrelinha do Mar, com área total de 507,40m², conforme projetos, memorial descritivo, planilha estimativa de quantitativos e custos e cronograma físico-financeiro anexos. Contrato Nº..: 53/2015 Contratante..: PREFEITURA MUNICIPAL DE BALNEARIO GAIVOTA Contratada...:DIGIPLUS TECNOLOGIA LTDA EPP Valor............: 57.550,00 (cinquenta e sete mil quinhentos e cinquenta reais) Vigência.......: Início: 30/03/2015 Término: 31/12/2015 Licitação......: PREGÃO PRESENCIAL Nº.: 33/2015 Objeto..........: Apresente licitação tem por objetivo a contratação de empresa do ramo pertinente, para o fornecimento de condicionadores de ar tipo Split, destinados ao atendimento das necessidades das Secretarias deste município, conforme especificações constantes do anexo I que integra este edital. EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Titular do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533-0318 - CEP 88960-000, atendimento das 08:00h - 12:00h e 14:00h - 18:00h, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal de 03 (três) dias úteis, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. Ficam esclarecidos, também, de que nesse mesmo prazo poderão apresentar resposta escrita, que não impedirá a lavratura do protesto. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 134557; Devedor(es).: GISELI BARBOSAMACIEL - 039.615.569-38, End: Rua 12, 917, Balneario Gaivota; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Sac: CONTRA TEMPO MODAS LTDA ME; Tit: 9 ; Apr: FCDL; VEN: 20/08/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 2.251,95+Juros Legais (1% a.m.); Emol.: 75,28. Prot: 134598; Devedor(es).: MAYKON ZEFERINO LUCIO CONFECÇÕES ME - 20.319.121/0001-08, End: Av. Nereu Ramos, 654, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: JULIO CESAR DO NASCIMENTO; Sac: JULIO CESAR DO NASCIMENTO; Tit: 1/2 ; Apr: BANCO DO BRASIL SA; VEN: 23/04/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 528,50+Juros Legais (1% a.m.); Emol.: 46,96. Prot: 134560; Devedor(es).: RENATA BRITO PEREIRA - 040.912.849-06, End: Rua Luiz Coelho, 834, Sombrio; Tip: Normal; Mot: Falta de pagamento; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 9911 ; Apr: FCDL; VEN: 30/03/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 160,00+Juros Legais (1% a.m.); Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 04/05/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA
  17. 17. da vitória no campeonato deste ano e já se garan- tindo antecipadamente a segunda fase de classifi- cação. No estádio Valmor Antônio Feliciano, no bair- ro Coloninha, mais dois jogos. Na preliminar, pela categoria sub-20, o União ganhou do Bom Jesus por 2 x 1; em seguida pelos ti- tularesoBom Jesusbateu o União por 4 x 3. No outro confronto da rodada, pela categoria sub-20 o Cruzei- ro bateu o Independente por 3 x 1, e nos titulares o Independente ganhou do Cruzeiro de 2 x 1. Pela segunda divisão mais seis jogos foram rea- lizados neste domingo. No estádio do Interlagos no Morro dos Conventos, na primeirapartidadatardeo Sport goleou o Campo Ver- de por 5 x 0, e em seguida > ARARANGUÁ Campeonato mu- nicipal de Ara- ranguá seguiu com mais uma rodada neste final de semana. Foram realizados 12 jogos bastante disputa- dos e uma chuva de gols, onde houve várias golea- das no final de semana em que os artilheiros estavam em alta. Os jogos mais aguar- dados eram os seis pela primeira divisão. No es- tádio Mané Gregório, no bairro Santa Catarina, os doisjogosforamrealizados na sexta-feira, feriado na- cional. Na categoria sub- 20, o Santa Cruz goleou o dono da casa, o São José, por 4 x 1. Na categoria titulares, o atual campeão Santa Cruz goleou o São José pelo placar de 6 x 1, somando assim sua segun- Segunda-feira, 4 de maio de 2015 ³ 05-18-19-31-45CONCURSO 3.777 QUINA 02/05 ³Atual campeão Santa Cruz goleou o São José na sexta-feira pelo campeonato municipal Cleder Maciel Segunda Divisão Chuva de Gols Bonsjogosagitamomunicipal Santiago e Barro Verme- lho empataram em 0 x 0. NoestádiodaAssocia- ção de Moradores do bair- ro Coloninha, no primeiro jogo da tarde o Juventus/ Flaec ganhou de 1 x 0 do Estrela Solitária, com gol de Bruno. E na segunda partida, Coloninha e Vim Moendo empataram em 1 x 1. No estádio Felipe Freitas na Volta Curta, o Mazembe ganhou de 3 x 2 do Boleros, e o Areias goleou o Centenário por 7 x 0. ³ 15-18-41-48-50-58 CONCURSO 1.700 MEGA SENA 02/05
  18. 18. 18 Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 FOTOS:VanessaLucrécio Saldo positivo Bonito de se ver Muito bonito de se ver as torcidas de equipes comparecendo nos estádiospelomunicipaldeAraranguá.Umadasmaisbonitaséatorcida do Vim Moendo, pois o time é praticamente de gurizada, e tem levado belíssima torcida aos campos. São as namoradas, esposas e amigas dos atletas que estão incentivando a equipe, gritando a cada lance. Isso que nos deixa felizes, ver a torcida comparecendo nos está- dios e ainda mais a torcida feminina, que tem marcado presença e se mostrado interessada pelo futebol. Quatro jogos no Arroio O final de semana foi de muito futebol no municipal do Arroio do Silva. Quatro jogos foram realizados em duas rodadas. Na sexta-feira, feriadonacional,doisbonsjogos.NoprimeirojogodatardeoAragana ganhoude5x2doMarAzul.EmseguidaAliança/MercadodasFrutas e Ronald Teixeira Imóveis empataram em 2 x 2. Já no domingo o Grenal ganhou de 3 x 0 do Erechim, e Golfinhos e Acadêmicos empataram em 2 x 2, em uma boa partida. Arrancadão de Motos Arrancadão de motos bombou neste domingo na Pista do Paulo Cesário na Volta Curta. Muitos pilotos competiram vindos de várias cidades e outros estados, disputando pegas alucinantes na pista do amigo Paulinho. Com certeza se os coordenadores capricharem mais, os arranca- dões serão cada vez mais respeitados e sempre com um grande público e grande quantidade de participantes. Agora, tem que se mexer, se movimentar e organizar melhor, isso não tem dúvidas. Sucesso encontro de carros Sucesso absoluto o encontro de carros rebaixados no Rey dos Pneus. A avenida nos dois sentidos estava tomada, lotada e em frente ao Rey dos Pneus foi dia de festa. Isso aconteceu no 1º de maio, dia do trabalhador. O Ney em mais uma edição conseguiu levar um grande público paraumabelíssimafesta.Esseencontrojádeveriaentrarnocalendário do município. Vem máquinas de várias cidades e de outros estados. Parabéns aos realizadores da festa. Abraços Quero aqui mandar abraços aos amigos Caio, Almir Gaúcho, ao Aloísio, Cleiton o Flaec e o Julião. No último sábado todos estavam reunidosnacasadoCaioparaumbatepapocomoamigoJoãoRicardo, o Joãozinho, que veio de Porto Alegre fazer uma visita. Grande pessoa o João, que veio com a família passear nas Aveni- das.Podemosmatarasaudadeecontarasantigaselindashistóriasdo antigo AEC, onde Caio e Joãozinho fizeram história no mais querido do sul, juntamente com o Almir Gaúcho. Sucesso meus amigos. Esporte Cleder Maciel (48) 9900 3535 esportes@grupocorreiodosul.com.br https://www.facebook.com/cleder.maciel > ARARANGUÁ Maisde300ciclistas, skatistas e pati- nadores reuniram-se para participar do Dia do Pedal, passeio que uniu pessoas de diferentes faixas etárias da região. O evento, cuja finalidade foi envolver toda a família em uma atividade saudável, marcando o Dia do Trabalhador, ocorreu na sexta-feira, dia 1º de maio, e foi organizado pelo Sesc em todo o Estado. Em frente à sede da instituição, naAvenida Sete de Setembro, ocorreu a con- centração, onde a equipe da instituição organizou a comunidade,inscrevendoos participantes e distribuindo camisetasalusivasàativida- de. No local, os profissionais também repassaram infor- mações a respeito dos servi- ços realizados no município. Uma monitora também realizouexercíciosaosomde muita música no intuito de aquecer a comunidade que compareceu em peso. Afamília da vendedora Zulma Maria Costa Batista étodaenvolvidacomoespor- te. “Meu filho comprou uma bicicleta e estou andando. Ele que me incentivou”, contou Zulma, que estava acompanhada do herdeiro, que faz parte do grupo de ciclistas Papaléguas. “Há 80integranteseagentetem um grupo no Whatsapp”, destacou o administrador deempresas,ValdineiCosta Batista. A filha, Maria Rita daRosaBatista,de12anos, estava também animada Dia do Pedal movimenta feriado para participar. Além de Zulma, outras pessoastambémtrouxeram os filhos para aproveitar o dia. A técnica de enfer- magem, Tatiane H.N. de Cândido,relatouqueutiliza a bicicleta desde jovem. “Eu acho muito interessante o evento pelo fator da saúde, você acaba encontrando os amigos e fazendo outros novos”, ressaltou Tatiane que levou o filho Vitor de Cândido, de 12 anos. JáocomerciantePaulo Mendes trouxe o sobrinho Pedro Henrique Silveira. “Eu já fui ciclista e ando há mais de 20 anos”, relem- brou. Segundo o Gerente, Rafael Machado dos San- tos, a boa receptividade dos araranguaenses para com o Sesc deu-se desde a instalação da instituição no município, ficando ainda mais evidente no evento. “As pessoas estão nos pro- curandobastanteparafazer os cursos. Temos mais de 500 inscritos. No dia 26 de abril, fez dois meses que inauguramos.Temosacade- mia, Inglês, violão, e outros cursos”, contou. Os participantes inicia- ram o trajeto na Avenida SetedeSetembro,passando pelaIgrejaMatriz,emfrente à Praça Hercílio Luz; aden- trando o Calçadão e seguin- do para as proximidades do Samae, e indo em direção novamente à Igreja. Após o término do passeio, houve um sorteio de brindes rea- lizado pelos colaboradores do Sesc. Naquele dia, além da prática de esporte, a popu- lação pôde conferir alguns atrativos, como a exposição de bicicletas no corredor principal da sede da ins- tituição. O acervo exposto pertence a um comerciante que restaura os veículos. Além dos meios alter- nativos de transporte, a arte também teve espaço no Dia do Pedal. Segundo o representantedoSesc,estu- dantesrealizaramtrabalhos e concorreram a prêmios. “Os desenhos são de escolas da região e convidamos os alunos para participarem para concorrer a bicicletas”, explicou o Gerente que des- tacouainstalaçãodoparaci- cloemfrenteàsededoSesc. Aestrutura,quelembraum automóvel, abriga até 15 bicicletas em um único local em que apenas um carro poderia ser estacionado.
  19. 19. nizado, envolvido, quase humilhado, o Grêmio se organizou com a saída de Fellipe Bastos e a entra- da de Walace. Diminuiu com Giuliano, mas não conseguiu empatar em 2 a 2 e ser favorecido pelo saldo qualificado, Dance, Robinho! Dan- ce funk, sambe, dê seus passinhos ao som do hino do Santos ou da ópera que você regeu na final do Campeonato Paulista. Dance sem remorso e sem Política 19Correio do Sul Segunda-feira, 4 de maio de 2015 Colorado marca dois gols em menos de 20 minutos, deixa de impor goleada e, apesar de tentativa de reação gremista, segura quinto título seguido e mantém rival em jejum Gauchão 2015 após empate sem gols na Arena, no primeiro duelo. O Beira-Rio reforma- do viu a sua primeira taça ficar com o Inter, que não era penta do Gauchão desde 1973, ou seja, há 42 anos. Diego Aguirre faz a sua história particular, ao ser o primeiro treinador estrangeiro do clube a levantar um troféu desde 1950 - e o quarto no geral, sendo o 13º comandante gringo do Colorado. Ao Grêmio, que colocava o Gauchão como Copa do Mundo, ficam a decepção e o jejum - o último título fora em 2010. Nem o estilo copeiro de Felipão surtiu efeito. Scolari ja- mais havia perdido uma final para o Inter. Mas o futebol, desta vez, não deu espaço para o passa- do. Prevaleceu a lógica do presente. > PORTO ALEGRE Ofutebol tem as suas peças, arti- manhas e surpresas. Mas também vive de lógica. Nada mais justo do que o time que liderou a pri- meira fase, chegou à final com a melhor campanha e apresentou uma superio- ridade impressionante na etapa inicial da grande de- cisão saísse do Beira-Rio campeão gaúcho, neste domingo. Foi assim com o Inter, no Gre-Nal 406, da ratificação das inovações, como a torcida mista e o Caminho do Gol, mas também da confirmação do que se tornou uma tra- dição: o Rio Grande do Sul ser pintado de vermelho. O Colorado venceu o Grê- mio por 2 a 1 e comemora Interimpõeinícioavassalador,vence oGrêmioeépentacampeãogaúcho SantosvencePalmeirasnospênaltiseécampeão o pentacampeonato. Saíram dos pés dos melhores em campo os gols que fizeram justiça a um primeiro tempo de ro- tundo massacre do Inter. Em menos de 20 minutos, estava 2 a 0, obras de Nil- mar e Valdívia. Desorga- VascovencedenovoBota, quebrajejumeécampeão > RIO DE JANEIRO Daqui a alguns anos, poderemos lembrar des- se título do Vasco como sendo aquele da “volta do respeito”. Ou ainda o da “quebra do jejum”. Pode ser também a conquista que “encerrou a escrita de jamaistervencidooBotafo- go em decisões”. Ou, ainda, “aquela final do Rafael Silva”. O torcedor fique à vontade para escolher. O que importa é que o Vasco deste domingo provou que sua grandeza não tem fim. Existempequenosinterva- los, como os 12 anos sem conquistar o Campeonato Carioca. Há, na verdade, sempreumanovamaneira de contar por que o clube é oqueé.Podeser,porexem- plo,ummosaicoescritoque o Maracanã é seu desde 1950.PiorparaoBotafogo, que lutou muito, mas não teve forças para evitar nova derrota e ficou com o vice após o 2 a 1 deste do- mingo. Pela 23ª vez, o Rio de Janeiro, o Maracanã e a alegria são cruz-maltinos. a preocupação de que al- guémvejamaldadeemsua alegria.Mesmosubstituído minutos antes da decisão por pênaltis, o atacante fez adiferençaafavordoPeixe, mais uma vez campeão.As duas vitórias sobre o bravo Palmeiras - 2 a 1 no tempo normal e 4 a 2 nas pena- lidades - tiveram a marca de quem tem o gosto e o hábito de levantar taças e dar voltas olímpicas. O Santos começou o ano perdendo jogadores. Um atrás do outro... Dois deles, Arouca e Aranha, para o Palmeiras. Não ha- via dinheiro para pagá-los. Assim como não há dinhei- ro que pague a alegria de ser campeão nos pênaltis naVilaBelmiro.Paramon- tar seu elenco, a diretoria recorreuaoamor.Sóatletas com um laço mais forte do que o profissional topa- riam continuar. Casos de Robinho e Renato. Só um apaixonado pelo Alvine- gro Praiano, como Ricardo Oliveira, gostaria de voltar nesse cenário nebuloso. Justamente eles fize- ram a diferença na final - queaindateveElano,outro de currículo recheado de glóriaspeloclube.Reunidos noPeixe12anosdepois,eles mostraram em campo a di- ferença de se ter jogadores destetamanho,experientes, premiados, vitoriosos. No primeiro tempo, enquanto palmeirenses tiraram seus pés nas bolas divididas, num ritmo inferior ao que se deve ter numa decisão, os "velhinhos da Vila" se agigantaram.
  20. 20. SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MAIO DE 2015

×