Jornal digital 4617_seg_02032015

452 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
452
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
16
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal digital 4617_seg_02032015

  1. 1. Lançamentoslotam centrosatacadistas www.grupocorreiodosul.com.br ANO XXIV EDIÇÃO Nº 4.618 SEGUNDA-FEIRA, 2 DE MARÇO DE 2015 R$ 2,00 Grupo 29º 22º Dia de sol com algumas nuvens e névoa ao amanhecer. Noite com poucas nuvens. Previsão para hoje Extremo Sul Catarinense Jovemmorre aosairda Arrancada Arroio do Silva Arroio do Silva Geral GeralGeral Embarcaçãoda mesmaempresa encalhanapraia Manifestantes queimampneus naSC-449 De Novo Sombrio-Jacinto Arrancada mantém público fiel em busca de adrenalina e festa 11Página4Página 13Página 6Página 3Página Outono/Inverno
  2. 2. Política Jarbas Vieira Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 jarbas@grupocorreiodosul.com.br (48) 9966.5326 CHARGEPor:CAZO “Acho que o ministro foi infeliz no uso do adjetivo”. Ela disse: ‘ ‘Presidente Dilma (PT), sobre a declaração do Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, que classificou a desoneração da folha salarial como “uma brincadeira”. Carlinhos Gomes assume Secretaria de Obras H oje é o primeiro dia de trabalho do novo secretário de Obras de Sombrio Carlinhos Gomes (PMDB), que nesta manhã tem conversacomosservidores,sendo apresentado oficialmente pelo prefeito Zênio Cardoso (PMDB), e pelo vereador Nego Gomes (PMDB), que se colocou a dispo- sição para auxiliar a equipe. No novo organograma da secretaria, destaque para o diretor de interior Jair Daboit, e o diretor de obras Dera Gonzaga, que estarão junto comCarlinhosnaorganização das ações. Desde a campanha elei- A imediata recuperação da “péssima” rodovia José Tiscoski, de Balneário Gaivota a Jacinto Machado, foi pedida pelo de- putado estadual José Milton Scheffer (PP), a Secretaria de Estado da Infraestrutura e ao Departamento Estadual de In- fraestrutura – (Deinfra). “Esta rodovia está numa condição tão lastimávelemtermosdeburacos e falta de conservação que, para se ter noção, uma das placas que a identificava e foi danificada no FuracãoCatarinaem2004,ainda não foi reposta”, frisou o parla- mentar ao justificar o pedido. “O mato toma conta da pista, o buraco toma conta da pista, e o Placa do tempo do Catarina! (48) 3522-3777 toral, Zênio sempre lembrou de meu ritmo e meu jeito também, colaborando com o auxílio do vereador, dos cidadãos e o apoio de nossa equipe de trabalho que é grande e trabalhadora”, finalizou Carlinhos. Reforma Talvez seja mera impressão, mas parece que a propagada reforma administrativa do Go- verno do Estado, com extinção de 500 cargos comissionados, está longe de ser consolidada, e pode morrer na casca. Se não vingar, será mais uma prova da falta de comando do governador Raimundo Colombo (PSD). GovernodoEstadonãoadiantaem nada ter uma Secretaria Regional em Araranguá, que não consegue tapar um buraco de uma rodovia a20quilômetrosdestaSecretaria”, declarou Zé Milton, cobrando ur- gênciaaoDeinfra.“Muitosaciden- tesaconteceramlá,algunslevando aóbito,passaram-sequatroanos projetos foram apresentados e o Governo do Estado precisa urgentemente recuperar esta rodovia”, finalizou o deputado, solicitando o apoio de toda a bancada do sul nesta causa tão importante para a região. Força cooperativista SicoobCredisulca,comsedeemTurvoemais18agênciasnaregião Sul,surpreendeuosassociadoscomomaiorresultadofinanceirodesde suafundação,há25anos.Mesmocomumaeconomiafreada,assobras de 2014 foram de R$ 18.794,259,10, distribuídos a seus associados de acordo com a movimentação financeira de cada um. “É um resultado fantástico, fruto de uma equipe forte, trabalhadores e comprometida. Agradeço a toda a Diretoria, bem como todos nossos funcionários e principalmente aos nossos 25 mil associados que confiam em nosso trabalho”, comentou o presidente Romanim Dagostin. Carlinhos do tempo em que foram patrão e empregado, no primeiro emprego do agora secretário, re- latando a confiança que pode ser depositada no novo servidor. “É um amigo antigo, um cidadão de bem, que sabe o que deve ser feito no serviço público e que temo que nós mais buscamos com todos os servidores: honestidade e profis- sionalismo, dedicação e entrega total às necessidades da cidade”, afirma o prefeito. “Minha missão é árdua e o prefeito já disse que tenho que seguir a linha que o Nego Gomes implantou aqui, de seriedade e dedicação. Faremos isso e, claro, aos poucos imponho www.vitaanalise.lablaudo.com.br
  3. 3. As filas de ônibus na regiãojáiniciaramporvolta das 5 horas na BR-101. A organizaçãofoiopontoforte das batalhas das compras. Muitos profissionais infor- mavam os clientes e contro- lavam o trânsito nos esta- cionamentosearredoresdos shoppings. “Sempre somos atendidos com excelência. São os primeiro locais que visitamos e a organização é fundamental”, destaca Maria Timm, guia e dona da empresa MHT Turismo de Compras. Somente no ônibusqueelaestava,havia 34 lojistas de Pelotas/RS. “Viemos todos os anos nos lançamentos. Além disso, realizamos viagens esporá- dicas à região para comprar no atacado. Ficamos até 48 horas na estrada nesta épo- ca de lançamento da moda da estação”, informa Maria. Uma das mais empol- gadas do dia era Priscila Molon, gerente da loja Vest Prado, do Shopping Prime. “Atuamos na região há um anoetrêsmeses.Éosegun- do lançamento outono/in- verno que pegamos. Houve um aumento considerável no movimento em ralação ao ano passado. Muito mais que 50%. A organização do Prime e as suas mais diversas formas de mídias e anúncios ajudam muito no acréscimo deste número. O retorno nas vendas é natu- ral”, comemora Priscila. “Realmente é uma ta- refa bem cansativa,passar dois dias inteiros dentro de lojas. Visitaremos cerca de Especial 3Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Rafael Andrade ³Dia foi de intensa movimentação nos centros atacadistas que fizeram neste domingo lançamento de coleção Vende-seFarmácia em Sombrio Ótima localização e ótimos convênios Maiores Informações ligar: (48) 9969-8841 Organização Hoje nas lojas Centenas de ônibus, vans e carros, a maioria de gaúchos, trouxeram clientes para lançamento outono/ inverno em shoppings atacadistas Lojistas prestigiam nova coleção > REGIÃO Além dos preços acessíveis e do bom atendimento, milhares de comerciantes, a maioria de gaúchos, passaram ontem porquatrocidadesdaregião em busca de produtos para abastecerasprateleirascom a moda outono/inverno. A pré-estação mais charmosa do ano bate as portas e as novidadesdomundomágico da confecção devem estar nasvitrinesapartirdehoje. Os estacionamentos e as lojas dos shoppings ata- cadistas Prime, em São João do Sul; Litoral Sul, em Sombrio, Aravest, em Araranguá e Portal, em Maracajá, ficaram lotados desdeasprimeirashorasda manhã deste domingo. As compras bateram recordes. Muitos lojistas encheramcarrinhosechega- ramacompraratéR$30mil somentenesseslocais.Arota da confecção é exclusiva dos catarinensesesempreinicia na região, devido à maioria dos clientes serem gaúchos. Criciúma, Tubarão e prin- cipalmente Brusque foram outrascidadesvisitadaspela grandegamade comercian- tes em busca do que vai ser moda na próxima estação, apelidadadeamaischarmo- sa de todas. As tendências devemservoltadasaroupas comfranjas,pedrarias,ciga- ninhas, oncinha, bordados, muitarendaeestilocountry, que deve voltar à moda com força total. Rota Sul da Moda 120 lojas em 15 shoppings em nove cidades diferentes. O trabalho é árduo, mas se quisermos garantir boas vendasemnossospontosco- merciais, precisamos acom- panhar e comprar peças do lançamentodecadaestação. São modelitos exclusivos”, defineMarcelinoAlves,dono de uma loja no centro de SantanadoLivramento/RS. Somente no Litoral Sul, ele e sua esposa e sócia, Deuzi Anaja, gastaram cerca de R$ 4,5 mil em roupas. Um carrinho cheio de compras foi conduzido direto ao ôni- bus da excursão do casal, onde havia mais 34 lojistas da cidade do interior gaú- cho. Umdosmomentosmais aguardadosdodiadeontem foiodesfiledoatorJoaquim Lopes, o Enrico da novela Império, da Rede Globo. Umapassarelachegouaser montadadentrodoAravest. Um grande público presti- giou o evento, que contou com a presença de diversos seguranças e o prestígio de dezenas de clientes lojistas. Portanto, a partir de hoje as vitrines das lojas de confecçãodeváriossegmen- tos, masculino, feminino, fitness, jeans, roupas mais casuais,maistrabalhadasou sociais,devematrairogran- de público, que está sempre embuscadasnovidadesque melhorvestemcadaum.No segundo semestre do ano tem mais um corre-corre nos shoppings atacadistas daregião,comolançamento da moda primavera/verão, quando os centros ataca- distas devem receber, mais umavez,milharesdelojistas gaúchos.
  4. 4. já na areia, fica menos difícil, pois utilizamos troncos que servem para rolar a embarcação”, de- talha o operador de trator da prefeitura da Gaivota, Jamilto Oliveira Coelho. despertou a curiosidade de inúmeros moradores e turistas. “Puxamos o barco aos poucos. Quando ele ainda estava na água o procedimento foi bem demorado. Mas agora, Geral4 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 ³Barco encalhado teve que ser rebocado com tratores para chegar até a praia Rafael Andrade Barco encalha em praia do Arroio Mais Um > ARROIO DO SILVA Aembarcação Ma- noel Lessa II, da empresa Comércio de Pes- cado Lessa, de Passo de Torres, encalhou na sexta- -feira na Praia da Lagoi- nha, em Balneário Arroio do Silva. O barco ficou a cerca de 25 metros da cos- ta.Oincidenteocorreupor volta das 16h30min, com cinco pescadores a bordo e ninguém ficou ferido. O proprietário do pes- queiro é Manoel Lessa Silveira, mesmo dono do João Pedro I, que ficou en- calhado na Praia Norte de Passo, há pouco menos de um mês, e que foi resgata- do, mas ainda permanece na areia, onde já recebe as devidas manutenções para retornar ao mar. Uma equipe de res- gate formada por funcio- nários das prefeituras de Arroio do Silva e Balneá- rio Gaivota, além de inte- grantes da embarcação e da empresa do proprietá- rio foi montada na sexta- -feira. O Manoel Lessa II foi totalmente retirado da água somente na tarde de ontem, após dois dias de trabalhos intensos. Silveira informa que o motor do barco falhou Em menos de um mês, empresário da pesca de Passo de Torres teve duas embarcações quase perdidas devido a problemas no mar e a correnteza o levou para o monte de areia. Testemunhas garantem que foi ligado o piloto automático e a tripulação percebeu a situação após o encalhe. Informações extraoficiais indicam que há duas toneladas de peixe no barco, que hoje deve ser transportado de carreta pela praia até Passo de Torres. A embarcação pesa cerca de 50 toneladas e foi retirada da água com a ajuda de três tratores e vários cabos. A opera- ção de resgate foi bem menos complicada que a situação do João Pedro I, quando os trabalhos du- raram cerca de três sema- nas. A cena na Lagoinha Passo, a pesca. Dez pro- fissionais estavam no barco quando encalhou e ninguém ficou ferido. Dez toneladas de peixe, capturados durante 20 dias em alto mar, foram jogados no lixo devido ao acidente. Membros da Marinha e da Secretaria do Meio Ambiente da prefeitura realizaram vistorias diárias no João PedroIparaalertarsobre um possível vazamento de diesel no mar e cuidar para que o peixe, que já estavapodre,nãofossere- tirado dos tanques. “Não houve qualquer tipo de transtorno em relação a vazamentos. A operação foi bem-sucedida e ago- ra está tudo tranquilo”, resume o secretário de Meio Ambiente de Passo de Torres, Tiago Zacca Acordi. Ademoranoresgate ocorreu porque a embar- cação pesa cerca de 120 toneladas e estava com mais dez toneladas de peixe. Uma equipe de especialistas de Itajaí teve que ser acionada. Funcionáriosdaprefeitu- ratambémparticiparam dos trabalhos. Agora, o João Pedro I é mais um ponto turístico de Passo. “Tive que vir bater uma foto, pois não é sempre que você vem à praia e se depara com um navio desses na areia”, brinca a turista gaúcha Franciele Costa Bellin. > PASSO DE TORRES Um ponto turístico diferente. Assim pode ser definidoobarcopesqueiro João Pedro I, que estava encalhado há 50 metros da Praia da Ponta Norte, ao lado do Canal da Bar- ra, em Passo de Torres. Os trabalhos de resgate iniciaram há quase três semanas e ainda não fo- ram finalizados. O barco já está na areia, porém muito próximo do mar. Uma equipe deve puxá- -lo mais dez metros para fora e assim iniciar a manutenção. Aideia de leva-lo até o estaleiro por terra, há cerca de dois quilômetros de distância, chegou a ser cogitada. No entanto, o dono da embarcação, Manoel Lessa Silveira, decidiu com a sua equipe queoJoãoPedroIrecebe- rá reparos ali mesmo, na areia.“Estetrabalhodeve durar dois meses. Depois de pronto, vamos tentar retornar à água por cima dos molhes, no Canal da Barra, quase no encon- tro dorRio Mampituba com o mar na divisa com Torres”, pretende o coor- denador de manutenção do Comércio de Pescado Lessa. Este foi um dos mais complicados resgate de barco no município que tem mais de 700 pesca- dores que movimentam a principal economia de João Pedro I continua na praia valor de R$ 4.143,87, in- cluídososubsídio,ainde- nização de serviço ativo e o auxílio-alimentação. Dentre os requisi- tos exigidos, o candidato deve estar em dia com os deveres do serviço militar obrigatório; pos- suir altura não inferior a 1,65 metro (homem) e 1,60m (mulher); ter a idade mínima de 18 anos e a máxima de 30 anos até o último dia de inscrição deste concurso; possuircarteiraNacional de Habilitação (CNH); e comprovar conclusão em curso de nível superior em qualquer área. > ESTADO Até o dia 31 estão abertas as inscrições do concurso público para admissão no Curso de FormaçãodeSoldadoPM para ingresso no Quadro de Praças da Polícia Mi- litar. Estão sendo ofere- cidas 658 vagas, sendo 619 para candidatos do sexo masculino e 39 para candidatas femininas. Os aprovados parti- ciparão do Curso de For- mação de Soldado com duração aproximada de oitomeses.Osvencimen- tos iniciam a partir do primeiro mês do curso no Polícia Militar abre concurso público
  5. 5. Política Rolando Christian Coelho Geral 5Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 A populaçãobrasileiratemaestra- nha mania de querer derrubar seus governantes federais. Isto começouem1822,quandodom Pedro I proclamou a independência do país, derrubando seu próprio pai Dom João VI. Depois, marechal Deodoro da Fonseca derru- bou Dom Pedro II, Floriano Peixoto derrubou Deodoro,GetúlioVargasderrubouWashington Luiz,oCongressoderrubouGetúlio,quefoino- vamentederrubadopelapressãodosmilitares em54.DepoisforçasocultasderrubaramJânio Quadros, que foi sucedido por João Goulart, derrubado por um golpe de Estado. O golpe foi derrubado pelas ruas, que elegeu Collor de Mello e o derrubou em seguida. Passado isto o PT ficou oito anos querendo derrubar FHC, e agora o PSDB quer derrubar o PT. Vê-se nitidamente que na visão dos brasi- leiros o culpado por todas as mazelas do país são seus governantes, como se estes tivessem descido dos céus em alguma espaçonave. Agrandeverdadeéqueopovobrasileiro, em grande parte, não tem a mínima ideia do quesejapolíticaeparaoquerealmenteservea Pelo impeachment dos brasileiros! administraçãopública.Enãotemesteconheci- mentoporqueviveterceirizandosuaspróprias responsabilidades. Um clássico exemplo disto foram às audiências públicas realizadas em nossa região para discutir o Plano Diretor dos municípios nos últimos dois anos. A maioria absoluta das audiências não contava com a participação popular. Imagine que se nem a elaboração das leis que nortearão a vida dos cidadãos no que diz respeito a sua rua lhe interessa, o que se dirá do resto. Nesta mesma linha,ConselhosMunicipaisdosmaisdiversos segmentosestãoaderiva.ReuniõesemCâma- ras de Vereadores têm em sua maioria como expectadores as moscas, e assim por diante. Como não sabe o que está acontecendo ao seu redor, na hora de votar o eleitor vota em qualquer um, ou acaba fazendo escolhas motivado por reflexões distorcidas. Por conta disto,maiscedooumaistardeacoisaestoura. Diantedesuaprópriaincompetência,oeleitor pede a cabeça do governante. Enfim, quer derrubar a casa torta que ele mesmo ajudou a construir, sem admitir, no entanto, seu grau de responsabilidade. Situação hilária Deputado federal Jorge Boeira (PP) usou tribuna da Câmara Federal para elogiar decisão do Supremo Tribunal Federal, que reconduziuMárcioBúrigo(PP)comoprefeito de Criciúma depois de 40 dias afastado por liminar que havia devolvido o comando da prefeitura a Clésio Salvaro. Boeira fez uma enfáticadefesadaLeidaFichaLimpa,quefoi utilizada para penalizar Salvaro e beneficiar Búrigo. Depois da exposição de Boeira, o também deputado federal Esperidião Amin (PP) elogiou seu pronunciamento de forma enfática. O mesmo Amin que havia aconse- lhado Márcio Búrigo a não recorrer ao STF, deixando Salvaro como prefeito. Deixa disto Turma do deixa disto está trabalhando de forma afincada para evitar que os rumores sobre a intervenção estadual no PMDB de Araranguásigaadiante.Oprincipalargumento é o de que a medida seria desnecessária, já que a renovação dos diretórios está prevista para agosto. Intervir agora seria criar uma celeuma injustificável, já que daqui a seis meses uma possível mudança poderia ocorrer pela vias democráticas. A intervenção vem sendo postulada pelo grupo político ligado ao deputado estadual Manoel Mota, que é contra o comando do partido, hoje exercido pelo ex-vereador Anísio Prêmoli. A favor de Anísio pesa o fato dele ser ligado ao deputado federalRonaldoBenedet(PMDB),queporsua vez faz parte do grupo político do presidente estadual do PMDB, vice-governador Eduardo Moreira. Mesmo licenciado de suas funções napresidência,Moreirajádissequeécontraa intervenção em Araranguá. Convênio garante ajuda ao hospital Saúde Pública Documento foi assinado para o repasse de recursos que auxiliam a manter serviços do pronto socorro Sem convenções... PSDB adiou as convenções do partido, em todo o país, por quase sessenta dias. De acordocomocoordenadorregionaldasigla, HélioHenriqueSilva,10demaioseráadata de substituição das convenções marcadas previamentepara15demarço.Emprincípio o adiamento se deve a solicitação de cinco diretóriosestaduais,quenãoachampropício a realização das convenções num período em que o país ainda sente os resquícios dos feriadões de final de ano, carnaval, e outros eticétaras. Por conta disto, a composição dos atuais diretórios e executivas fica auto- maticamente inalterada até que se finalize o processo de escolha de maio. ... E sem comando Com o adiamento das convenções, permanece também o impasse envolvendo a situação do PSDB de Sombrio, Jacinto Machado e Balneário Gaivota, que não tem diretório nem comissão provisória. Nestes trêsmunicípiosopartidoestásobatutelado diretório estadual. Em princípio, o respon- sável por resolver esta situação seria o ex- -deputado estadual Dóia Guglielmi (PSDB), que depois da derrota de Outubro passado acaboudeixandoobarcotucanoàderivaem nossaregião.Porcontadisto,HélioHenrique protocolou pedido para que os coordenado- resregionaisassumamcomogestoresdopar- tido nos municípios onde não há comando oficial. Isto se daria até as convenções de 10 de maio. Ao menos em Sombrio e Gaivota esta situação seria bastante inusitada, já que os pretensos próximos presidentes do PSDB nosdoismunicípiossãodeclaradosdesafetos de Hélio Henrique. DIVERSÃOELAZERGARANTIDOS QUARTA,SÁBADOEDOMINGO BR101-KM413-ARARANGUÁ > ARARANGUÁ Aimplantaçãodocurso superior de Medicina no Campus de Araranguá da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) foi o tema central da reu- nião na sexta-feira, entre o presidente da Câmara de Vereadores Rony da Silva eodiretorgeraldocampus professor Paulo Esteves. Esteves destacou que todos os procedimentos visando implantar o curso estão transcorrendo de acordocomanormalidade. “O projeto é promover o primeiro exame vestibular ainda em 2015 e iniciar o ano letivo em 2016. Neste Reunião discute curso de medicina primeiro momento serão ofertadas 30 vagas por semestre”, revelou. Duas comissões – uma central e outra do campus da UFSC de Araranguá - formadas por professores e técnicos do setor, cui- dam dos detalhes para a implantação do curso que terá sua base pedagógica centralizada no Progra- ma de Saúde da Famí- lia (PSF). “Em geral, as universidades preparam profissionaisparaatuarno setorprivado.Ouseja,essa formação vai contribuir para qualificar os projetos e ampliar o atendimento no setor de saúde do mu- nicípio e região. Executivo, Legislativo, Associação Empresarial e comuni- dade estão unidos nesse projeto”, elogiou Rony. Uma reunião para avaliar a evolução das ações visando à implan- tação do curso superior de Medicina em Araran- guá será realizada nessa segunda-feira, na reitoria da universidade, em Flo- rianópolis. Hoje, o Campus da UFSC de Araranguá mi- nistraquatrocursosdegra- duação: Fisioterapia, Tec- nologias da Informação e Comunicação,Engenharia da Energia e Engenharia da Computação, além de cursos de pós-graduação. Da redação > JACINTO MACHADO Nos últimos sete anos a administraçãomunicipalde Jacinto Machado repassou quase R$ 2 milhões em au- xílio ao Hospital São Roque para manutenção dos servi- ços de pronto atendimento. ³Prefeito Antônio, vice Adelor e presidente Ari Della O valor repassado atual- mentecorrespondeaquatro vezes mais ao que a insti- tuição recebia em 2008. “O hospital tem demonstrado, através do trabalho sério de suadiretoria,funcionáriose voluntários,querecuperoua credibilidadejuntoàpopula- ção. Hoje temos vários pro- gramas sendo executados nesta casa de saúde. Desta forma,aajudaqueogoverno concede,comautorizaçãodo legislativo,éumaformajus- tadeapoiarestainstituição que surgiu muito antes do próprio município”, frisou o prefeito Antônio João de Fáveri, no momento em que assinava o novo convênio. O presidente do São Roque, Ari Possa- mai Della, agradeceu o apoio que do município. Participaram da cerimô- nia, realizada na tarde de quinta-feira,no gabinete do prefeito, o vice-prefeito Adelor Emerich, Ilma Bernardo, presidente da Associação das Voluntá- rias do hospital, Adeodato Tramontin, tesoureiro da instituição e o secretário de Administração , Pla- nejamento e Finanças, Márcio Luiz Abatti.
  6. 6. Fundado em 5 de Junho de 1990 - Dia Mundial do Meio Ambiente Jornalista Rolando Christian Sant’ Helena Coelho - Fundador Jornal Correio do Sul Publicações legais: Tomaz Fonseca Selau l48l 9985.8573 tomaz@grupocorreiodosul.com.br Financeiro Joice Ramos l48l 8802.5883 financeiro@grupocorreiodosul.com.br Comercial: Igor Borges l48l 9968.6084 comercial@grupocorreiodosul.com.br Diretor Geral Jabson Muller l48l 9955.5313 jabsonmuller@grupocorreiodosul.com.br Diagramação/Arte: Cristian Mello l48l 3533-0870 correiodosul@grupocorreiodosul.com.br Sul Gráfica Junior Muller l48l 9931.4716 sulgrafica@grupocorreiodosul.com.br Redação: Marivânia Farias l48l 9995.9290 editor@grupocorreiodosul.com.br Política: Jarbas Vieira l48l 9966.5326 jarbas@grupocorreiodosul.com.br Radio 93FM Cássia Pacheco l48l 9912.9588 radio93fm@grupocorreiodosul.com.br Circulação/Assinatura l48l 3533.0870 assinaturas@grupocorreiodosul.com.br Rua João José Guimarães,176, Centro - Sombrio/SC - Fone: (48) 3533 0870 Editora: J. R. Pereira - ME CNPJ 17.467.695/0001-19 C.S. Empresa Jornalística LTDA. Geral6 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Aciva forma nova turma do Empretec Rapaz de 16 anos morre durante festa Negócios Arrancadão > ARARANGUÁ Encerrado na tarde de sábado, o semi- nário Empretec certificou mais 14 pessoas da região. Realizado na sede da Asso- ciação Empresarial (Aciva) o seminário ministrado por instrutores do Sebrae teve duraçãode60horasdistribu- ídas em seis dias. “Sabemos daimportânciadoEmpretec para os empresários e futu- rosempreendedores,porisso, > RAFAEL ANDRADE > ARROIO DO SILVA Um acidente de trânsito duran- te a comemoração dos campeões doArrancadão de Caminhões no Balne- ário Arroio do Silva ter- minou na morte de um adolescente de 16 anos. Angel Cristian Colombo, morador de Criciúma, não resistiu aos múlti- plos ferimentos. O rapaz estava em um caminhão no sentido sul na avenida Santa Catarina, região central de Arroio, quando um Chevrolet Cruze cortou a frente do veículo. Tes- temunhas afirmam que o condutor do carro estava totalmente embriagado. Ele chegou a ser detido pela Polícia Militar. Mui- ta gente queria linchá- -lo, pois com a colisão, ³Jovens empreendedores comemoram certificado ³Colisão lateral entre Cruze e Caminhão do Arrancadão terminou em morte buscamos esta realização. Ficamos muito satisfeitos comosresultados”,ressaltou a secretária executiva da entidade, Josicler Rochedo. O coordenador da Aci- va Jovem, Edio Kunhasky Junior, acompanhou o en- cerramento do seminário, parabenizouosparticipantes eaproveitouparaconvidá-los a se juntar as atividades do Núcleo. “Nosso objetivo é fo- mentaroempreendedorismo entre os jovens empresários. Angel foi arremessado ao chão e bateu a cabeça. A ambulância do Corpo de Bombeiros de Araranguá foi acionada e, quando encaminhava o garoto ao Hospital Regional, envol- veu-se em um acidente, piorando a situação da vítima. Até o fechamento desta edição, não havia in- formações se os socorristas tiveram ferimentos. O primeiro acidente ocorreu às 19h45min. “Foi bem durante as come- morações da equipe cam- peão. O caminhão seguia normalmente na sua mão e foi cortado pelo Cruzie. Juntou muitos curiosos, pois a cidade estava reple- ta de turistas que vieram prestigiar o já tradicional Arrancadão. Foi uma fa- talidade”, lamenta o mo- rador das proximidades do acidente, Mirialdo Beta. O corpo de Angel Cristian foi recolhido pelo Teremos muitas atividades interessantes este ano e contamoscomaparticipação de novos integrantes, para reforçar ainda mais nosso grupo”, destacou. ParaaempresáriaPauli Duarte,quefoiaprimeirada turma a concluir as ativida- des do curso, a participação no seminário representa uma nova fase em sua vida. “Eu tinha noção das minhas dificuldades como admi- nistradora, mas o curso me ensinou muito mais do que isso.Asmudançasnãoserão aplicadassónomeunegócio, masprincipalmenteemmim mesma”, destacou. Ainda este ano, a As- sociação realizará outros cursosdecapacitaçãoearea- lizaçãodopróximoEmpretec já está sendo organizada. Conforme o responsável pelosetorcomercialdaAciva Fernando Sabino, já há lista deesperaparaaformaçãoda nova turma. Instituto Médico Legal (IML) de Araranguá. A Central de Polícia cuida do caso. O condutor do carro, que não se feriu, precisou dar explicações na delegacia. Ele pode responder por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. Pelo segundo ano consecutivo, aArrancada de Caminhões termina em morte. Em 2014, Ed- son Beber perdeu a vida em um grave acidente no momento em que dis- putava uma corrida na pista do evento montada na beira-mar. A pista foi reduzida e várias outras questões com seguran- ça foram tomadas para que não ocorrecem mais mortes. O fato de ontem pode tranquilamente ter envolvimento de bebidas alcoólic as e direção, um casamento nada perfeito. Vereadores mirins fazem curso > ARARANGUÁ AEscola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira realiza na próxima segunda e terça-feira, na Câmara de Vereadores de Araranguá, curso sobre o papel do Poder Legislativo eofortalecimentodademo- cracia para os vereadores mirins do município. Conforme Sérgio Lucia- noGomes,umdosservidores que coordena o Programa Vereador Mirim na Câmara deAraranguá, entre as ativi- dades oferecidas estão à par- ticipaçãoemsessãoordinária na Câmara dos Vereadores, conhecimento dos poderes ExecutivoeLegislativo,curso de oratória, a divisão dos po- deres,opapeldovereador,as modalidadesdeproposições, curso de história da cidade, elaboraçãodecampanhaem prol da comunidade. A segunda sessão do ano da Câmara de Verea- dores mirins, que mobiliza estudantes do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, será realizada no dia 24 de março, a partir das 15 horas.
  7. 7. Publicidade 7Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015
  8. 8. Entretenimento Novelas - Horóscopo - Diversão Cruzadinha Novelas Boogie oogie -18h Alto Astral -19h Império -21h Ú rsula interrompe a homenagem que está sendo prestada a Maria Inês e acusa a amiga de ser amante de seu ma- rido. Marcelo diz a Fernando que Úrsula só aceita fazer exames na clínica de Celso. Úrsula finge passar mal e Maria Inês sente-se culpada. Marcos ofende a mãe por seu envolvi- mento com Marcelo. Bia faz sucesso no desfile da Celebrar. E lísio termina seu romance com Leonor. Elísio, Beatriz, Cláudia, Otávio e Rafael fazem uma surpresa no aniversá- rio de Sandra. Fernando, Madalena, Ricardo, Luisa e Beto comemoram o aniversário de Vitória. Carlota tenta falar com Ágata. Vitória se anima ao ver Rafael chegar à sua festa. Ágata chega à Boogie Oogie. Danielle flagra Carlota discutindo com Ágata e comenta com Vitória e Rafael. Pedro vai atrás de Sandra. Fernando e Homero perseguem a delegada. M aurílio se prepara para surpreender José Alfredo. Ma- ria Marta decide visitar Silviano. Xana ouve Antônio dizer para Naná que se atrasará para o encontro com a diretora da casa de acolhimento. Danielle discute com José Pedro. Maria Clara acerta com Cláudio os preparativos para sua festa de casamento. Téo afirma a Érika que publicará todo o conteúdo da entrevista de Silviano. Rapidinhas Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Áries 21/03 a 20/04 Importantes intuições e ideias caracterizam o atual mo- mento dos arianos. É necessário harmonizar mais a razão e a emoção. Cuidado com a tendência a repetir velhos comportamentos emocioanis. Leão 21/07 a 20/08 Sagitário 21/11 a 20/12 Momento muito importante em termos emocionais aos sagitarianos. Tenha cuidado com a tendência a repetir velhas condutas emocionais que estão desgastadas. Importância da individualidade, mas também de um contatoemocionalprofundo. Gêmeos 21/05 a 20/06 Questões importantes envolvendo as amizades e os relacionamentos. Poderosos insights e aprimoramento deconhecimentos.Ouçaaintuiçãoquepodelheapontar importantescaminhos. Libra 21/09 a 20/10 Tendênciaalembrardevelhosrelacionamentosesenti- mentos.Tenhacuidadocomatendênciaarepetirvelhas atitudes emocionais nas relações. Momento de impor- tantes intuições e insights em relação à vida afetiva. Aquário 21/01 a 18/02 Mercúrio em movimento em seu signo, está oposto ao planeta Júpiter. Um bom momento para ouvir mais a intuição e ter ideias interessantes a serem compartilha- das.Nosrelacionamentos,eviteexcessosenegligências. Momento de renovação. Touro 21/04 a 20/05 Não tenha medo de encarar o que precisa ser modificado. Atençãocomatendênciaarepetirvelhoscondicionamentos emocionais. O egoísmo e o individualismo devem ser com- batidos neste momento. Virgem 21/08a20/09 Ideias e possibilidades interessantes envolvendo o trabalho.##Momento oportuno para questionar o seu comportamentoemrelaçãoaossentimentoseasfinan- ças. Cuidado com a tendência a repetir velhos medo e padrões emocionais. Capricórnio 21/12 a 20/01 Momento interessante para novas abordagens em re- laçãoaosnegócios.Éhorademudarasuarelaçãocom o dinheiro e as finanças.Talentos criativos e inventivos estão em pauta neste momento. Câncer 21/06 a 20/07 Utilize a intuição na realização de negócios, canceriano. Momentoemquepoderetomaralgumobjetivooucontato de trabalho. É necessário que esteja atento à intuição e a sensibilidade lhe apontam. Escorpião 21/10 a 20/11 Cuidadocomatendênciaasesentirodonodaverdade, escorpiano. Momento oportuno para escutar mais a sua voz interior e seguir esta sensibilidade. Atenção com a tendência a repetir velhas atitudes no trabalho. Peixes 19/02 a 20/03 Fortes demandas emocionais, espirituais e materiais aos pis- cianos.Tendênciaavalorizaralgoaoqualvocênãodavamais importância. Momento significativo em que podem haver sinaisesincronicidadesimportantes. Horóscopo Cuidado com exageros e mal julgamento das pessoas e das situações. O momento é oportuno para buscar um diálogo renovado com as pessoas. Novas ideias, possibilidades e ampliação de horizontes caracterizam odiadosleoninos. Andressa Urach voltou a usar seu perfil no Instagram, neste domingo (01) para contar aos seus seguidores que vai ter que ser submetida à uma nova cirurgia, destavezpararetirarsuanádegaesquerda. Ela, que está internada no Hospital Alvorada, em São Paulo, desde sexta-feira (27), postou uma foto com um trecho da Bíblia Sagrada para falar que começou a sentir dores novamente, mas agora no bumbum, região em que também aplicou as substâncias hidrogel e PMMA após sua participação no concurso Miss Bumbum. “Se a situação está pedindo isso, en- tão vou na fé que já deu certo. É para que Deus coloque um ponto final nessa infec- ção. Nunca contei isso a ninguém, nunca achei que teria problemas com esses pro- dutos, verdadeiros produtos que quase me levaram a óbito. Tudo que estou passando está sendo muito difícil para mim, que sempre fui muito vaidosa, mas prefiro estar viva para cuidar do meu filho, do que me preocupar neste momento com a vaidade! Tenho muita fé em Deus e sei que não exis- te Cruz maior que não possamos carregar. E eu estou preparada para esse desafio. Sei que Deus está comigo, pois sou fiel a Ele e Ele me Honrará. Graças a Deus hoje não preciso mais do meu corpo e trabalho honradamente e isso hoje sustenta minha casa. Prefiro ter pernas e poder caminhar e ter metade de uma bunda do que estar morta. Porque sei que Deus tem planos muito grandes pra mim.”, escreveu ela na legenda da publicação, demonstrando novamente o tamanho de sua fé e de sua religiosidade. Vale lembrar que ela já havia usado a mesma rede social para falar, no sábado (28), que, por conta de sua fé, as dores que tinhasentidonasexta-feira(27)naspernas haviam desaparecido, fazendo com que ela não precisasse mais fazer uma nova cirurgia, que até já estava marcada.
  9. 9. Polícia 9Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Cemitériovoltaaser atacadoporvandalismo > ARARANGUÁ O Cemitério Cruz das Almas, no centro de Araranguá, um dos mais antigos na região, foi no- vamente alvo de vândalos. Desta vez, os criminosos quebraram alguns vidros detúmulosetelhasdecape- las. O ataque aconteceu na madrugada de sexta-feira e um boletim de ocorrên- cia foi registrado algumas horas depois pelo vigia que estavanolocalepercebeua açãodosbandidos.APolícia Militar chegou a ser acio- nada, mas os baderneiros conseguiram fugir. Sandra Maria Alves Piazza, responsável por uma equipe de cerca de 15 profissionais, entre vi- gilantes e zeladores dos cemitérios, garante que o localébemsegurocomgua- ritasepessoaltrabalhando diariamente. “Por ser um local bem amplo, não tem comoumprofissionaltomar conta de tudo ao mesmo tempo, mas se não fosse o trabalho rápido do vigia, talvez,oestragofosseainda maior.Peloquepercebemosa ação de vandalismo ocorreu somente em um túmulo”, conta Sandra. O Cruz das Almas não recebe mais sepultamentos, pois está completamente lotado. Araranguá tem mais oito cemitérios. O Jardim da Paz,chamadotambémdeCe- mitérioNovo,nobairroNova Divineia, é o único que tam- bémficanaregiãocentral.Os demaisseteestãoespalhados pela região interiorana do município, que tem cerca de 70 mil habitantes e é um dos que mais cresce no estado. Sandra informa que não há necessidade de manter vigi- lantes nesses locais, mas todos têm zeladores. Hápoucomenosdecin- co anos, o Cruz das Almas foi alvo de um dos mais ca- bulosos casos de vandalis- mo na região. Cinco corpos foramretiradosdoscaixões e os criminosos bateram fotos e os filmaram em po- ses em pé e sentados, como estivessem participando de uma festa. “É preciso mais segurança no local e respeito aos mortos. É um absurdopraticaratosdeste gênero em um cemitério”, alertaummoradorvizinho, oagentepenitenciárioRoni Pereira. ³Cemitério sofre com falta de respeito de vândalos ³Seu baluca (no detalhe) era conhecido e querido em Sombrio, onde já morou famíliamesmodefine,uma figura folclórica da região. Apesar de ter morado em Porto Alegre nos últimos 20 anos, não deixava de frequentar as cidades da região, onde tinha uma famílianumerosaemuitos amigos. “Apareceu muita gente no velório que eu nunca tinha visto. Meu pai era muito conhecido por causa do seu trabalho. Era um homem com plena saúdeesemvícios.Avitali- dade era tanta que vinha à regiãotodasassemanasde carro. Já estávamos acos- tumados. Vai fazer mui- ta falta”, resume a filha Elenita da Rosa. O genro Fabrício Gomes lembra que o sogro era um dos ho- mens mais elegantes que já conheceu. “Ele andava sempre de terno e gravata e com uma maleta. Quem o matou pode tê-lo seguido Antônio Elimar da Rosa, o seu Baluca, de 81 anos, foi torturado e morto com a esposa no seu apartamento em Porto Alegre Rafael Andrade Rafael Andrade Famíliadáadeusaidosoassassinado > GAIVOTA/SOMBRIO Ovelório e sepulta- mentodeumadas figuras mais conhecidas de Sombrio e Balneário Gaivota, o fiscal aposen- tado da Receita Federal Antônio Elimar da Rosa, o seu Baluca, de 81 anos, levou centenas de pessoas ao salão da igreja de Bal- neário Gaivota. Segundo a perícia da polícia gaúcha, ele e a es- posa morreram no início dasemanapassadaemseu apartamento, vítimas de várias facadas desferidas por um possível ladrão. Os corpos foram encontrados somente na quinta-feira à tarde e liberados à família no dia seguinte. Baluca era, como a Crueldade nos últimos dias de vida e marcou os seus passos. O Baluca era um clássico de Sombrio. Fez parte da his- tória e do crescimento da cidade. Fundou o PMDB na região e a sua família doou terrenos para o fó- rum, a rodoviária, a Igreja Matriz e o salão paroquial. Tinha um ótimo coração”, define Fabrício. A segunda esposa do idoso, Lorena Santiago da Rosa, 66, também foi as- sassinada. O casal morava sozinho em um dos condo- mínios da Cohab Rubem Berta, na Zona Norte de PortoAlegre,umdoslocais mais perigosos do sul do país. De acordo com a po- lícia, cada um foi deixado sobre uma cama, depois Corpos na cama deseremmortosafacadas. Antesdemorrer,Balucafoi brutalmente agredido com golpes no rosto. A suspeita dos investi- gadores da 5ª Delegacia de Homicídios da Polícia Civil é de que ele possa ter sido torturado para entregar algo,quepoderiaserdinhei- ro. A hipótese de latrocínio (roubo com morte) não é descartada.Asuspeita é de que o criminoso conhecia a rotina do casal e pro- vavelmente fosse alguém próximo. O mau cheiro dos corpos que chamou a atenção dos vizinhos, que acionaram as autoridades. O velório ocorreu no salão paroquial da Igre- ja Católica do centro da Gaivota. O sepultamento ocorreuporvoltadas10ho- rasdeontem,noCemitério Municipal de Sombrio.
  10. 10. 10 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Publicidade
  11. 11. motozero.Nempenseiainda oquevoufazer,seficareicom elaouvenderei”,disse. Três sorteios de R$ 500,00 fizeram a alegria do público durante a festa, que encerrou a maior promoção do comércio no ano, com participação de 70 lojistas. “O objetivo foi valorizar os clientes e conseguimos um bom retorno”, avalia. Apro- veitando o sucesso das ati- vidades organizadas pela CDL, ela convida o público para participar, no próximo sábado, do primeiro Sábado Maisnocomércio.“Seráum grande evento e uma ótima oportunidade de compras. Somente no ano passado, foram 28 Sábados Mais na cidade.Aadesãodoslojistas écadavezmaior”,comemora Adriana. Geral 11Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Emoção > ARROIO DO SILVA Como medida com- pensatória am- biental, a prefeitura de Balneário Arroio do Silva, distribuiu mudas nativas e frutíferas durante a rea- lização da XXV Arrancada de Caminhões. Quem pas- sou pelo evento pode esco- lher entre várias opções de mudas de árvores como goiaba branca, jamelão e ipê. Além das mudas, pan- fletos informativos foram distribuídos incentivando visitantes e moradores a adotarem atitudes como colocar lixo na lixeira, não andarsobreasdunasepre- servaravegetação.Omora- dor do Balneário, Idalécio Alves de Souza, prestigiou aArrancadadeCaminhões Arrancada se supera e atrai público e aproveitou para levar duas mudas para casa. Belezaesimpatiatam- bém foram destaques no palco do parque da Arran- cadananoitedesexta-feira. Dez candidatas participa- ram do desfile que elegeu as soberanas da 25aAr- rancada de Caminhões. A rainha eleita foi Janis Joplin Zerwes Leite, de 22 anos, moradora de Flo- rianópolis. O título de pri- meira princesa ficou para DanielaDellaGiustina,29, doArroio,easegundaprin- cesa é Luana de Oliveira Antonin,18,deAraranguá. Elas receberam a faixa, premiação e flores. A solenidade oficial de abertura da Arrancada foi realizada antes da escolha dassoberanasecontoucom a presença de autoridades municipais, regionais e estaduais. Neste ano, a administração municipal prestou homenagem a um dos idealizadores da Ar- rancada de Caminhões, Luiz Carlos Verdieri. Na época, Verdieri era secre- tário de Esporte, Cultura e Turismo da prefeitura de Araranguá, município do qual mais tarde Arroio se emancipou. A ideia da Arrancada surgiu depois que o secretário leu uma reportagememumarevis- tainternacionalquefalava sobre a fórmula truck nos Estados Unidos. Naquele tempo,háquase30anos,já era promovida arrancada de motos no Arroio do Sil- va,comumlayoutparecido com o que era usado no quilômetro da arranca- da de caminhões. Com Festa na areia teve atividades ambientais, desfile de beleza, emoção, homenagens, adrenalina e muita torcida pelos competidores Rafael Andrade > SOMBRIO Amanhãdesábadofoi defestaemSombrio.Adire- toriadaCâmaradeDirigen- tes Lojistas (CDL) sorteou o tão aguardado Palio zero quilômetro na promoção NatalVerãoShow.Alémdo carro,umamotocicletaHon- da CG 125, cinco tabletes, quatro bicicletas e R$ 1,5 mil em dinheiro também foram sorteados. Mais de 300 pessoas participaram doevento,noCalçadão. A maior sortuda do dia foi Dalvana Soares dos Reis, moradora do bairro PúblicoacompanhasorteiosdaCDL ³Diretoria da CDL e premiados comemoraram ³Quem passou pela Arrancada ganhou mudas como compensação ambiental Raizeira, em Sombrio. O seu nome surgiu dentre os cerca de260milcuponsdepositados na enorme urna montada no Calçadão.Opúblicoprestigiou osorteioepodeconferiraação promovida pelos integrantes da CDL. A presidente da en- tidade, Adriana Coelho Janu- ário, ligou para Dalvana logo apósosorteio.Anotíciafoidada na hora para a felizarda, que começouagritarecomemorar emcasacomafamília. Endion de Melo, de Nova Brasília, também de Sombrio, foi o ganhador da moto. “Es- tava em casa quando surgiu o meunome.Meligaramecorri paracá.Ganharalgumacoisa é sempre bom, imagina uma Ganhadores das bicicletas: • Maria Helena dos Santos • Denise da Silveira • Joicilene da Silva • Jaqueline Haln Tabletes • Júlia Pereira • Alessandra Machado • Ramon Marin • Marcelo da Rosa Fraga • Marlon Rocha a ideia tomando forma e com incentivadores como orevendedordecaminhões Paulo César Maciel e o prefeitodeAraranguáMa- noel Mota, aArrancada de Caminhõesvirourealidade. O evento no gênero auto- mobilístico, desde então, se tornou um dos grandes destaques nível nacional e internacional.
  12. 12. 12 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Publicidade
  13. 13. Polícia 13Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 ³Situação da rodovia está revoltando os motoristas Ronda Policial ³ Na noite de quinta-feira, por volta das 23h45min, a Polícia Militar de Sombrio efetuou mais uma prisão em flagrante. A Central de Operações recebeu informações de que homens estariam em atitude suspeita nas proxi- midades da rua Celso Gervásio Cardoso, no bairro São José. Ao chegar ao local, os policiais militares constata- ram que 4 homens estariam em volta de um caminhão removendo os pneus para venda, a mando do motorista do caminhão,que estava negociando os objetos com tercei- ros. Os policiais entraram em contato com o proprietário do caminhão que confirmou que não tinha autorizado a venda dos pneus. O motorista recebeu voz de prisão pelo crime de apropriação indébita e todos os envolvidos foram conduzidos a Delegacia de Polícia. ³ - A Polícia Militar de Araranguá cumpriu mais um man- dado de prisão quando uma guarnição realizava rondas no bairro Lagoão. Os policiais abordaram dois jovens que que estavam em uma motocicleta Honda CG 125, com placa de Ermo. Após busca pessoal e verificação dos nomes dos abordados foi constatado que um deles estava com mandado de prisão ativo. O homem foi preso e levado para a delegacia. Valdinei Nichele > SOMBRIO / JACINTO Há vários anos deixou de ser novidade o estado de abandono da SC-449, principalmente no trecho entre Sombrio e Jacinto Machado. Pouco depois das operações tapa-bu- racos a rodovia volta a se tornar uma via crucis para quem precisa tra- fegar entre os dois mu- nicípios. Revoltados com a situação, moradores atearam fogo a pneus e bloquearam o tráfego para chamar a atenção do governo estadual. Segundo descreve a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), a situação da SC-449 é ‘caótica’ e gera um número significativo de quebra de veículos e quedas de motociclistas, além de alguns aciden- tes que provocam danos materiais. Os veículos de comunicação cansaram de denunciar o estado da rodovia e a falta de paci- ência dos usuários ganha força nas redes sociais, que compartilham as ex- periências de transitar entre crateras formadas no asfalto. A falta de solução le- vou alguns moradores de comunidades que mar- geiam a SC-449 a bloquea- rem a pista com pneus que depois foram incendiados, no início da manhã de sex- ta. Por cerca de meia hora, as chamas impediram qualquer veículo de trafe- gar no trecho que margeia a comunidade de Morro do Cipó, em Sombrio, onde está o maior número de Moradores das comunidades próximas a rodovia estadual fecharam as pistas e incendiaram pneus na madrugada de sexta MotoristasprotestamnaSC-449 Não Dá Mais buracos. A PMRv esteve no lo- cal e registrou o protesto. “Cada vez que há ocor- rências de acidentes fa- zemos levantamento das condições da rodovia, da sinalização e repassamos aos nossos superiores, informando sobre a situa- ção e, quando necessário, salientando a necessidade de reparos devido à falta de segurança”, explicou cabo Flores, do posto da Polícia Militar Rodoviária de Içara. Ao longo da sexta-fei- ra, o material resultan- te da queima dos pneus continuava na estrada, exigindo atenção ainda maior dos motoristas que trafegavam pelo trecho.
  14. 14. Publicidade14 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE ARARANGUÁ ESTADO DE SANTACATARINA PREFEITURAMUNICIPAL DE ARARANGUÁ AVISO DE LICITAÇÃO EDITAL Nº 36/2015 - MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL OBJETO: Contratação de empresa do ramo pertinente objetivando a execução de serviço de transporte para alunos da rede municipal de ensino portadores de autismo e estudantes da Escola Agrotecnica Federal do Sombrio. Trechos a serem percorridos conforme termo de referência. TIPO DA LICITAÇÃO: Menor Preço por Item ENTREGA DOS ENVELOPES: Até às 08h15min; do dia 13 de março de 2015, no Serviço de Protocolo Geral da Prefeitura, sito à Rua Dr. Virgulino de Queiróz, 200, centro. ABERTURADOS ENVELOPES: Às 08h30min do dia 13 de março de 2015, na sala de reuniões do Departamento de Licitações da Prefeitura. REGIMENTO: Leis Federais 8.666/93 e 10.520/02, Lei Complementar 123/2006 e Decreto Municipal nº 2.676/05. EDITAL COMPLETO E INFORMAÇÕES: Está à disposição dos interessados no horário de expediente da Prefeitura, no endereço eletrônico; www.ararangua.sc.gov.br, e afixado no mural, localizado no hall de entrada da sala do Departamento de Licitações da Prefeitura. Maiores informações poderão ser obtidas pelo telefone (fax) 0XX48 3521.0929 ou pelo e-mail: licitacao@ ararangua.sc.gov.br Araranguá, SC, 27 de fevereiro de 2015. Sandro Roberto Maciel Prefeito Municipal Liliane Silva de Souza Pregoeira AVISO DE INDEFERIMENTO DE RECURSO ADMINISTRATIVO A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura Municipal de Araranguá, Santa Catarina, comunica que indeferiu o recurso administrativo interposto pela empresa Nutriport Comercial Ltda, na licitação nº. 5/2015 – Pregão Presencial para aquisição de leites formulas infantis para atendimento à crianças cadastradas no programa de suplementação alimentar através da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Araranguá no ano de 2015, consideramos que ambas as fórmulas concorrentes atendem as exigências do descritivo, pois ambas são fórmulas infantis extensamente hidrolisadas com relação a proteína do leite, sendo essa o a principal exigência no que se refere aos pacientes atendidos por essa secretaria.Ambas apresentam no mínimo 50% de gordura sob a forma de triglicerídeos de cadeia média (TCM) e maltodextrina como principal fonte de carboidrato. Ressalta-se que no descritivo não havia a exigência de isenção de nenhum ingrediente assim como não exige 100% de nenhuma fonte de nutriente especificamente. Considerando ainda o recurso, saliento que na análise da lista de ingredientes de cada fórmula isoladamente considero que em ambas as fórmulas existem ingredientes e nutrientes que não seriam prioritariamente indicados para lactentes, por não estarem em sua forma mais biodisponível e também por se tratar de fórmulas industrializadas e com componentes artificiais, o que, por si só, contra indica o consumo excessivo e o uso por extenso período. Araranguá, SC, 27 de Fevereiro de 2015. Luiz Carlos de Souza Presidente da Comissão Permanente de Licitação EDITAL DE CONVOCAÇÃO O MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ, PESSOA JURIDICA DE DIREITO PÚBLICO INTERNO, CNPJ Nº 82.911.249/0001-13, COM SEDE À RUA DR. VIRGULINO DE QUEIROZ Nº 200, CENTRO, MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ – SC CONVOCA A PESSOAABAIXO MENCIONADA, PARAQUE COMPAREÇANO PRAZO DE 03 DIAS, NA SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA PREFEITURA MUNICIPAL DE ARARANGUÁ, SITUADO NO ENDREÇO ACIMA MENCIONADO, PARA TRATAR DE ASSUNTOS DE SEU INTERESSE, SOB AS PENAS DA LEI. * ELISABETE APARECIDA ANTUNES TEIXEIRA Araranguá, 27 de fevereiro de 2015. SANDRO ROBERTO MACIEL Prefeito Municipal EDITAL DE INTIMAÇÃO ARLINDO EDÍLIO DA ROSA, Tabelião do TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTOS DE TÍTULOS desta Comarca de Sombrio, situado na Av. Nereu Ramos, 1300 - Fone (48) 3533- 0318 - CEP 88960-000, faz saber na forma da Lei aos que o presente EDITAL virem, que se encontram nesse tabelionato para serem protestados, decorrido o prazo legal, por não terem sido encontrados nos endereços fornecidos, ou por se recusarem a tomar conhecimento, os títulos cujos responsáveis estão abaixo discriminados. PROT. APRESENTANTE / CNPJ DEVEDOR / CNPJ Prot: 132958; Dev: ALESSANDRO ROSA DE OLIVEIRA - 028.233.789-01; Ced: BRENO MATERIAIS CONSTRUÇÃO E CIA LTDA; Sac: BRENO MATERIAIS CONSTRUÇÃO E CIALTDA; Tit: 825 ;Apr: CAIXAECONÔMICAFEDERAL; VEN: 15/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 104,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 132916; Dev: FERNANDA DA SILVA MARTINS - 081.700.979-59; Ced: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Sac: CONFECCOES MATTRIC LTDA; Tit: 23646 ; Apr: FCDL; VEN: SECRETARIA MUNICIPAL DO BEM ESTAR SOCIAL E HABITAÇÃO AVISO DE DISPENSA DE LICITAÇÃO MUNICÍPIO DE ARARANGUÁ, através da Fundo Municipal de Assistência Social, pessoa jurídica de direito público, com sede na Avenida Engenheiro Mesquita, 593 , Bairro: Centro, no Município deAraranguá, inscrito no CNPJ nº 01.851.875/0001-60, torna público que dispensou procedimento licitatório conforme: PROCEDIMENTO nº 4/2015 – DISPENSA DE LICITAÇÃO OBJETO: Locação de um imóvel, 01 (uma) imóvel: uma casa em alvenaria, com área de aproximadamente de 75,00m2, toda murada e com grades, inclusive um motor de água semi novo, situado na Rua Antonio Ramos, Bairro: Coloninha, Araranguá, Santa Catarina, para uso da Secretaria do Bem Estar Social, no abrigo uma família desabrigada de Adilson Demétrio. CONTRATADO: Proprietário o senhor Valdecí da Rosa Cardoso, brasileiro, casado, inscrita no CPF sob o n.º: 246.071.009-78 e inscrito no RG sob o nº 262.303 -SSP SC, residente e domiciliada na Rua Antonio Ramos, nº 384, Bairro: Coloninha, Araranguá, Santa Catarina, matriculado no Cartório de Registro de Imóveis competente sob o nº 19.887. VALOR MENSAL: R$ 449,00 VIGÉNCIA: Pelo período de 01 ano. DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 10.01.2065.33.90.0001.3.3.90.3 6.15.00.00.00 JUSTIFICATIVA:AAdministração Municipal através da Secretaria Do Bem Estar Social E Habitação, necessitando locar com urgência imóvel para abrigar a família de Adilson Demétrio, inscrito no CPF sob o nº 638.590.099-15 e esposa : Teresinha Delfino Demétrio, família que morava na Rua Castro Alves, nº 46, Loteamento Araponga, Ponto de referencia Morro do Penhasco, Bairro: Coloninha, Município Araranguá – SC, o Sr Adison teve AVC e sua família estava vivendo em uma residência com condições precárias com risco de desabamento, por isso Secretaria do Bem Estar localizou, depois de pesquisa a várias imobiliárias da cidade, local que corresponde plenamente a necessidade da Secretaria Do Bem Estar Social E Habitação, para locar um imovel, com valor de aluguel compatível com os preços praticados no mercado, conforme avaliação prévia efetuada.. HOMOLOGAÇÃO: 16 de Fevereiro de 2015. BASE LEGAL: Artigo 24, X, da Lei Federal nº 8.666/93. 05/10/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 99,60+Juros Legais; Emol.: 70,13. Prot: 132914; Dev: JOSUE VARGAS MUNIZ - 567.296.420-68; Ced: ROSARAUPP LTDAME; Sac: ROSARAUPP LTDAME; Tit: 32054 ; Apr: FCDL; VEN: 07/05/2014; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 446,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 132961; Dev: LUíS VOLNEI MERENCIO - 027.282.609-07; Ced: LICO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA ME; Sac: LICO MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO LTDA ME; Tit: B-017153 ; Apr: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; VEN: 15/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 910,00+Juros Legais; Emol.: 71,89. Prot: 132960; Dev: MURO D’AGUA CONFECÇÕES LTDA ME - 09.093.558/0001-33; Ced: CONFIANÇA COMERCIO DE TECIDOS; Sac: CONFIANÇA COMERCIO DE TECIDOS; Tit: SC5918-01 ; Apr: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL; VEN: 17/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 375,13+Juros Legais; Emol.: 46,96. Prot: 132900; Dev: VINICIUS RODRIGUES JACQUES - 012.619.490-48; Ced: CARBUSS REPRESENTACOES LTDA; Sac: CARBUSS REPRESENTACOES LTDA; Tit: 197/07 ; Apr: ITAU UNIBANCO SA ; VEN: 20/02/2015; Esp: Duplicata de Venda Mercantil por Indicação; Val: 6.100,00+Juros Legais; Emol.: 46,96. Sombrio - SC, 02/03/2015 ARLINDO EDÍLIO DA ROSA COOPERATIVA MISTA DA AGRICULTURA FAMILAIR DE SANTA ROSA DO SUL E REGIÃO/ COOPERSOL - CNPJ: 17.012.191/0001-04 EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINARIA 1ª, 2ª E 3ª CONVOCAÇÃO O presidente da Cooperativa Mista da Agricultura Familiar de Santa Rosa do Sul, COOPERSOL, inscrita no CNPJ sob o numero 17.012.191/0001-04, no uso das atribuições que lhe confere o Artigo 37b, capítulo VI do Estatuto Social, convoca os senhores associados, que nesta data para efeito de quorum somam 60 associados para se reunirem em Assembléia Geral extraordinária, a ser realizada no dia 13 de março de 2015 na sede da COOPERSOL, localizada na RuaAlfredo Emerin, número 157 bairro Centro as 8:30horas em primeira convocação com a presença de 100% dos associados, as 9:00 horas em segunda convocação com a presença de 2/3 mais um dos associados e as 9:30 horas em terceira e ultima convocação com a presença de 10 associados, no qual havendo numero legal será discutida a seguinte “ORDEM DO DIA”: 1 – mudança estatutária: I : Alteração de endereço para COOPERSOL II: Criação e implantação de Unidades descentralizadas e ou filiais III: inclusão de objetivos sociais VI: Inclusão do objeto social 2 – Assuntos Gerais. Santa Rosa do Sul/SC, 25 de fevereiro de 2015 Cristine Lopes de Abreu PRESIDENTE COOPERSOL
  15. 15. Entrevista 15Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 [PeloEstado] - Qual a sua avaliação, até agora, da es- trutura do Senai-SC, já que tem realizado um roteiro de visitas? Jefferson Gomes - Existe um trabalho já feito pelo Senai, não só o de Santa Catarina, mas o Senai Nacional, ao longo de 70 anos de história. É uma estrutura robusta, que forma 3 milhões de pessoas por ano no país. No meu ponto de vista, o Departamento Regional é uma ferramenta das unidades que existem tanto para desenvolver Educação quanto para desenvolver tecnologia. Por isso é preponderante que o dire- tor regional vá lá na ponta para entender os anseios, quais são as possibilidades de melhoria, quais são os desafios que existem em cada região. Por exemplo: em al- gumas regiões, como a densidade industrial em algumas áreas do conhecimento é maior que em outras, além de formar pessoas quevãotrabalharemcorporações industriais é preciso também in- centivar, na formação dessas pes- soas, o empreendedorismo. Em outras regiões, o que nós temos que focar, programaticamente, é o possível apagão de mão de obra que vamos ter em curto espaço de tempo em função até da idade da população industrial. [PE] - Sempre com foco na atualização tecnológica. JG - Sim. Para você ter uma ideia, a indústria mundial conso- me entre 22% e 23% da energia do planeta. A indústria brasileira consome algo por volta de 33% e 34% da energia do país. A indús- tria catarinense consome 45% da energia do estado. Portanto, é um setor que tem uma partici- pação muito forte na economia e na sociedade catarinense. É A carreira do professor vai passar por um processo de fortalecimento e valorização dentro do nosso sistema.PeloEstado Entrevista JEFFERSON DE OLIVEIRA GOMES O novo diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-SC), Jefferson de Oliveira Gomes, nasceu em Florianópolis, é graduado em Engenharia Mecânica pela UFSC, instituição pela qual também concluiu o mestrado. Realizou o doutorado pela UFSC em cooperação com a RWTH- Aachen, da Alemanha. Desde janeiro de 2004 atua como professor da Divisão de Engenharia Mecânica-Aeronáutica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e coordena o Centro de Competência em Manufatura da instituição. Em agosto de 2011, assumiu a gerência executiva de Tecnologia e Inovação do Senai Nacional. Nessa entrevista exclusiva à Coluna Pelo Estado, Gomes fala da importância da Educação e exemplifica: “O trabalho da Educação é um trabalho no CPF. Nós queremos dignidade ao ser humano. O trabalho da Tecnologia e da Inovação é no CNPJ. Nós queremos facilitar o percurso para o desenvolvimento da indústria catarinense”. impossível imaginar Santa Cata- rina sem indústria. Dentro dessa lógica, existe uma ampla agenda voltada para o desenvolvimento tecnológico. Por intermédio do Departamento Nacional do Senai e da Confederação Nacional da Indústria (CNI) está sendo feito um investimento de 1,5 bilhão de reais, oriundos de empréstimo do BNDES, e mais cerca de 1,5 bilhão de reais de contrapartidas nossas e parcerias industriais. Desse montante, 300 milhões de reaisdestinadosaSantaCatarina. Com esses valores, estamos cons- truindo 26 Institutos de Inovação e 60 Institutos Tecnológicos no Brasil, dez somente em Santa Ca- tarina. São estruturas que, além de realizarem serviços de alto va- lor agregado e de desenvolverem consultorias em assuntos estraté- gicos, também dão a oportunida- de para grandes empresas utiliza- rem esses ambientes de inovação para desenvolverem sua cadeia de valor com outras empresas menores. [PE] - Como isso ocorre? JG - Enquanto em uma universi- dade o maior produto é a pessoa, o maior produto dos nossos ins- titutos Senai é o número de no- vos negócios entre empresas. Ao invés de apenas formar pessoas, usamos a avalanche tecnológica que temos nesses ambientes para incrementar a força de negócios. Não nos limitamos a formar uma pessoa ou a criar um protótipo. Queremos formar pessoas, criar protótipos e desenvolver novos negócios. Santa Catarina é um estado tipicamente trabalhador e nos damos muito pouco tempo para o ócio. E o ócio e a criativi- dade estão perfeitamente sincro- nizados. Ou seja, não somos bons ofertantes de ideação. Existe uma necessidade de desenvolver idea- ção o que, geralmente, vem com gente jovem. Quando se fala em abrir espaços para esses ambien- tes de negócios entre empresas de maior e de menor portes den- tro dos nossos institutos, fala-se também em novos empreende- dores, não só os incubados, mas os que participaram do processo e que podem se interessar. Essas visitas que têm sido feitas pelo es- tado servem também para verifi- car como é que o processo de en- sino pode colaborar para facilitar processos de inovação em Santa Catarina, já com os meninos e as meninas, lá no início. O poder de agregação social do Sistema SESI/Senai é muito grande e não podemos aceitar o sistema tradi- cional de formação. Temos que pensar em algo mais continuado. [PE] - Essa foi uma das de- mandas transmitidas pelo presidente da Fiesc, Glauco José Côrte? JG - Nossas metas resultam de um alinhamento corporativo. O presidente Glauco, um grande condutor da necessidade da Edu- cação por Santa Catarina, deter- minou a melhoria constante na qualidade. Ele pediu para eu apli- car algumas técnicas para a for- mação de pessoas, e isso é pauta. Mas é importante dizer que não é construído por mim, mas por uma orientação do presidente, dentro de uma visão corporativa, e fundamentalmente construído pelos professores que estão na ponta. A carreira do professor vai passar por um processo de forta- lecimento e valorização dentro do nosso sistema. [PE] - A estrutura do Senai -SC é suficiente para tantas demandas? E as parcerias para programas do governo federal e do estadual? JG - Sim e não. Se partirmos do princípio de que Educação nun- ca estará em um nível bom, não poderemos, de maneira alguma, pensar que chegou ao final da li- nha. Nunca haverá uma situação em que a gente possa dizer: olha, estamos bem e pronto. Isso não existe. Mas já fizemos muito até aqui, temos um histórico. Não é qualquer instituição que tem 70 anos de história. Você pode me cobrar em 25 de fevereiro do ano que vem o quanto progrediu de A para B, pois tem sido nosso pacto. Agora, quanto aos programas do governo, existem programas que sãodeextremosucesso,comopor exemplo, o Pronatec. Consegui- mos formar muitos catarinenses dentrodesseprograma.Qualquer programa com o governo estadu- al voltado para a Educação e para o desenvolvimento tecnológico também terá nosso acolhimento. O que temos que fazer é gerenciar os recursos. E Santa Catarina tem se mostrado um estado que tra- balha correta e seriamente em to- das as ações relativas à Educação na área industrial. [PE] - Inovação é tema cons- tante na Fiesc. Como Santa Catarina está nessa área? JG - Está no compasso. O princí- pio básico do mundo da inovação é que você tem que ter bom co- nhecimento e alta capacidade as- sociativa. E o que isso quer dizer? Você tem que gostar das diferen- ças e não das igualdades. Você tem que encontrar no outro algo que seja muito diferente do que já tem para você poder trabalhar. Um exemplo: estamos montando - e nisso Santa Catarina se desta- ca -, no Sapiens Parque, em Flo- rianópolis, o Instituto da Indús- tria, que vai abrigar os institutos SenaieSESIdeInovação,masvai ter o Instituto SESI de Inovação. Também vai ter ambiente para que empresas de grande porte possam incubar centros de pes- quisa. Uma grande empresa, cujo nome não posso divulgar ainda, está vindo para este mesmo Ins- tituto da Indústria montar uma incubada de um centro tecnológi- co. Ou seja, começa a ter uma se- ara de complementariedade, mas que são totalmente antagônicas, algo que jamais se imaginaria. A gente vai juntar um Instituto de Saúde do SESI no mesmo habitat que o Instituto de Sistemas Em- barcados, por exemplo, que apa- rentemente nada têm a ver um com o outro, mas terão pontos de convergência e terão que inte- ragir. Santa Catarina está dando um pulo na frente em fazer esses ecossistemas de inovação. [PE] - Como resumiria o tra- balho que deve realizar? JG - O objetivo que foi passado pelo presidente Glauco é a neces- sidade de melhorar permanente- mente e aumentar drasticamen- te muitas vezes a qualidade da Educação com distintos olhares, com distintas escutas, para dis- tintas regiões catarinenses. Não necessariamente empacotar um modelo de Educação e fazer em Santa Catarina. Para região, para cada demanda, respeitar essas diferenças e respeitar essas expectativas e com qualidade. O SENAI já tem quantidade. Que- remos ampliar a qualidade den- tro desse processo. A agenda da Educação é uma agenda de qua- lidade de ensino, num processo continuado e no qual a indústria seja um membro ativo, seja dona desse processo e não um ente a parte desse processo. Senai-SC respeitará vocações e demandas regionais Andréa Leonora |Foto: Fernando Willadino Florianópolis - 02Mar15 CENTRAL DE DIÁRIOS TRINTA E DOIS INTEGRADOS DIÁRIOS INTEGRADOS PRESENÇA EM 62% DE SC PeloEstado peloestado@centraldediarios.com.br www.centraldediarios.com.br
  16. 16. SEGUNDA-FEIRA, 2 DE MARÇO DE 2015
  17. 17. > ARROIO DO SILVA Omaior evento auto- mobilístico à beira marnomundomovimentou Balneário Arroio do Silva neste fim de semana, reu- nindo milhares de pessoas noladonortedomunicípio.A competição também atraiu a participação de pilotos de vários lugares do país. Car- los Vital Arruda, o Pardal, de São Paulo, foi o primeiro a se inscrever. "Aqui é o top dos eventos. Participo todos os anos e já saio daqui pensando em voltar. Não é só pela corrida, é também pelo prazer de encontrar os amigos", disse o piloto. A 25a edição da Arran- cada de Caminhões sofreu mudanças na segurança. "Foi um recomeço. Agora a arrancada está sendo feita de um novo jeito, melhor. Vimos que as adequações foram essenciais e vamos continuar trabalhando para tornar o evento cada vez melhor. A participação de público e dos pilotos foi muito boa”, disse o prefeito Segunda-feira, 2 de março de 2015 ³ 12-50-59-73-80CONCURSO 3.726 QUINA 28/02 ³ 07-13-35-37-39-51 CONCURSO 1.682 MEGA SENA 28/02 MultidãoprestigiaArrancadadeCaminhões Confira os campeões de cada categoria: Toco e Truck: 1º lugar – Sérgio Carminatti (Araranguá) 2º lugar – Lucinea Amorim (Curitibanos) 3º lugar – Cloeri Ferraz (Porto Alegre) Cavalo mecânico eletrônico até 520cv 1º lugar – Peterson Ribeiro Arruda – Pardal filho (São Paulo) 2º lugar – Felix Gianizella (Siderópolis) 3º lugar – Rodrigo Taborda (Paraná) Cavalo mecânico até 480cv 1º lugar – Alvaro Bendo (Turvo) 2º lugar – Claudinei Amorim (Curitibanos) 3º lugar – Rodrigo Taborda (Paraná) Categoria Especial 1º lugar – João Charles da Silva (Lages) 2º lugar – Túlio Bendo (Turvo) 3º lugar – Ramires Fontanella (Orleans) Força Livre 1º lugar – Danilo Alamini (Criciúma) 2º lugar – Claudinei Amorim (Curitibanos) 3º lugar – Alvaro Bendo (Turvo) Evandro Scaini. O piloto Edson Be- ber, que perdeu a vida na competição em 2014, foi homenageado. A taça da competição levou o nome do piloto - que também era conhecido como Alemão Voador. Seu filho,Alan Be- ber, acompanhou a corrida e recebeu um troféu. “Acho justaahomenagemaomeu pai. A vida dele era essa”, registrou.AlanBeberainda agradeceu,duranteahome- nagem, o apoio recebido do público, da administração municipal, da organização do evento e de todos os amigos. Neste ano ele não competiu,masgarantiuque irá se preparar para 2016. Neste ano a pista da competição contou com guardrailemaisumaprote- çãoreforçadadeareia,além de uma tela de proteção de pouco mais de dois metros entre a área de competição e o público. A competição que era realizada com três caminhões na pista passou para dois e a pista de acele- ração foi reduzida para 280 metros,aumentandoaárea deescape.Depoisdalinhade chegadafoiproibidooacesso dopúblico.Os pilotosutiliza- ram equipamentos de segu- rançacomocapacete,calçado fechado, camisa de manga longa, calça ou macacão. Aorganização registrou a inscrição de 89 pilotos nas categorias Toco e Truck, Ca- valoMecânicoEletrônicoaté 520cv, Cavalo Mecânico até 480cv, categoria Especial e categoria Força Livre. As provas classificató- rias foram realizadas no sábado e no domingo e a premiaçãoaconteceunofim da tarde de domingo. Na primeira categoria dispu- tada a Toco e Truck, quem levou a taça Edson Beber foi Sérgio Carminatti, que é campeão pela oitava vez. JánaForçaLivre,aúltima categoria disputada, Da- nilo Alamini de Criciúma levou a melhor. “Estou muito feliz e só tenho que agradecer a família, os amigos e todos que torcem sempre por mim”, regis- trou o campeão. A competição reser- vou o total de R$67 mil em prêmios. “Só tenho que dizer muito obrigado. Obrigado mais uma vez a todosquecomparecerame atodosqueacreditaramna realizaçãodaarrancadade caminhões.Estamosmuito felizes”, enalteceu o prefei- to Evandro Scaini.
  18. 18. festa. O artilheiro do campe- onatofoioÉriqueLimasdo Uniãocom7golsanotados, e o goleiro menos vazado foioEderMartinsdoIlhas. o título do Coroa Bom de Bola 2015. O troféu foi levantado no final da tarde de sábado, após a vitória, por 3 a 2, sobre o Guerreiros/Pizzadoro, municipal de Esportes Lu- ciano Pires, e o professor José Búrigo da JB Esportes que coordenou o campeo- nato. Foram entregues as premiações e encerrada a > BALNEÁRIO RINCÃO A equipe Contabili- dade Pierini/Carbonífera Metropolitana conquistou > ARARANGUÁ Com as arquiban- cadas e arena de jogos ao redor recebendo umgrandepúblico,acomu- nidade compareceu para prestigiar a grande final do Praião de Ilhas. Um jogo bastante disputado, com cinco gols anotados e jogadas de muita pegada, fizeram a alegria de todos que compareceram na de- cisão. A competição este ano contoucomboasequipesque se reforçaram e disputaram embuscadaTaçaPolissport. Massomenteumafezafesta na tarde de sábado. A final contou com a presençadoprefeitoSandro Maciel, com o subsecretário competição com chave de ouro. A equipe do União ga- nhouadecisãodoGaláticos, peloplacar de 5 x 4 e come- morou o título com muita Festa linda Bonita a festa na Arrancada de Caminhões. Passei o dia de domingo na corrida, inclusive estava comentando que me surpreendi com o público, pois muitos esperavam um público reduzido por causa da morte do Edson Beber no ano passado. Também porque estava o impasse até a ultima semana da data da corrida, se iria ou não iria acontecer por falta de verbas. O governo acabou apoiando sim, mas com muito pouco. Então me surpreendi com o público. Muita gente circulou na arrancada, a festa estava bonita, a segurança foi bem maior e melhor, organização muito boa. Sem contar os amigos que revi, e ainda de quebra passei nos camarotes e nos estandes do amigo piloto Bileco e dos Postos Irmão da Estrada, onde saboreamos deliciosa costela com os amigos. Emocionante É emocionante, os pilotos nos deixam empolgados com suas arrancadas, com os pegas. Sentimos a falta do Edson Beber, o Alemão Voador. Ao final , foi entregue um troféu ao Alan Beber, filho do Edson, queveiodoParanáprestigiaracorrida.Eleentregouaspremiaçõesaos campeões desse ano, e também recebeu das mãos do prefeito Evandro e do vice Fernando, um troféu em homenagem ao seu pai. O amigo Alan, que aliás é um cara simpático, se emocionou ao falar do pai, que morreu ali mesmo naquela pista no ano passado fazendo o que mais gostava de fazer. Jogos de arrepiar É fato que o campeonato de futebol suíço é o melhor e mais forte campeonato de verão do sul. Sexta-feira ficou comprovado isso. Espe- táculo de jogo, tanto no livre como no veterano. QuandomuitosachavameapostavamnostítulosdoRafaCabelei- reiros e do Amigos, veio a surpresa, pois quem ganhou foram o Santa Cruz e o Bola Facera. Isso mostra o nível da competição. Santa Cruz jogoumuito,timepegador,combonseexperientesjogadores.Mereceua vitória.JeandoSetemexeumuitobemnaequipe,nosmomentoscertos. Já o Rafa ao meu ver pecou em algumas substituições, onde poderia sim descansar alguns jogadores, pois o jogo estava pegado e cansativo. Mas não poderia descansar por muito tempo, ele pecou ao fazer três substituições uma em cima da outra. Porém, o time jogou muito bem, só o que eu achava que iria desequilibrar, o Foguinho, não jogou bem, não mostrou seu futebol, e também foi bem marcado. Merecido o título do Bola Merecido o título do Bola Facera em cima do Amigos. A equipe do Caio,doAlmir,doNegoMi,ecompanhia,jogouumfuteboldequalidade e desmontou, acabou com o sistema defensivo do time do Amigos que parecia mais estar olhando o Bola Facera dar um banho de futebol. Time está de parabéns. Mereceu a vitória e o título do veterano, vitória incontestável. Treinos começam hoje Os treinos da escolinha de futebol do Araranguá EC, com o professor Geraldo Aurélio, no CT do Emerson Almeida no Mato Alto, começam hoje pela manhã. Quem quiser se inscrever e treinar, é só ir no campo. E começa hoje também os treinos da escolinha do Grêmio Fronteira Clube, com o professor Xonga. 2 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Final contra o Galáticos foi disputada do início ao fim com um bom futebol e um grande público FOTO:ClederMaciel Esporte Cleder Maciel (48) 9900 3535 esportes@grupocorreiodosul.com.br https://www.facebook.com/cleder.maciel UniãofaturatítulonopraiãodeIlhas PieriniconquistaotítulodoCoroaBomdeBola Cleder Maciel em uma disputa acirrada nas areias do Balneário Rincão. Do apito inicial ao fi- nal, dados pelo árbitro Eliseu Cardoso Machado, os jogadores de ambas as equipes não tiveram descanso. No primeiro tempo, Pavan e Anderson marcaram para o Pierini e Luciano e Cleber para o Guerreiros. Na etapa final, depois de muita dis- puta entre as equipes, Pa- van balançou a rede, nos minutos finais, e garantiu o título ao Contabilidade Pierini/Carbonífera Me- tropolitana. Segundo o técnico do Pierini, Edilson da Silva, a convivência do grupo, que emseteanosdisputousete finais, saindo campeão em seis vezes, é o fator prin- cipal para o sucesso. “O que determina tudo isso é a nossa união. Faz tempo que jogamos juntos, isso formou uma convivência que nos torna não só um time, mas uma família”, enfatiza.
  19. 19. Santa Cruz soltar o grito de campeão e comemorar a vitória de 3 x 1. O artilheiro da com- petição foi o Ewerton Boff do Santa Cruz, com 7 gols anotados. O goleiro menos vazado foi o Paulo Presa do Rafa Cabelei- reiros. Antes da final da cate- goria livre, na preliminar, Pela categoria livre, o confronto que todos espera- vam colocou frente a frente doistimesforteseexperien- tes,comjogadoresrodadose decisivos. O jogo foi pegado edisputadolancealance,do início ao fim, com jogadas e gols bonitos. Os dois times buscaram o gol e a vitória incansavelmente, mas so- mente um iria levantar a taça. Desta vez foi o Santa Cruz/Feirão dos Calçados quem levou a melhor. O confronto começou alucinante,emuitosaposta- vam na vitória do Rafa Ca- beleireiros/CentrodeEven- tos Praiano, mas quando começou a partida o que se viufoiumSantaCruzdesde o início querendo a vitória. Raniere em um lin- do chute de fora da área Política 3Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Cleder Maciel Finais do campeonato foram realizadas na última sexta-feira com um grande público FOTO:PabloMaciel FOTO:ClederMaciel ³Bola Facera comemora o título da categoria veteranos da competição Morro dos Conventos Santa Cruz e Bola Facera vencem o suíço > ARARANGUÁ Com futebol de pri- meiraqualidade,a arena de jogos super lotada ecomaempolgaçãodostor- cedores, foram definidos os campeõesdofutebolsuíçodo Morro dos Conventos. Dois times, das categoria livre e veteranos,puderamsoltaro gritodecampeão,queestava entalado na garganta. Os dois jogos mostra- ram o quanto o nível do campeonato cada vez mais vem crescendo e ficando aindamaisforte.Emcampo estavam quatro grandes equipesbuscandootítuloda temporada. Vários jogadores que jogam na categoria vetera- nos têm condições e ainda jogam na categoria livre em vários campeonatos, e porissoadisputaficaainda mais forte. Livre O jogo Veteranos abriu o marcador para o Santa. Em seguida, o Rafa empatou com um golaço do atacante Ricardo Ze- ferino. Maurício em uma arrancada foi costurando e passou pelo ala Assis, e concluiu de esquerda para fazer 2 x 1 para o Santa. Quando o Rafa tentava o empate, ganhou um banho deáguafria,poisLuisHen- rique, que tinha acabado de entrar, fez um lindo gol, fazendo o terceiro do time do Mato Alto. O time do Rafa, com toda experiência, não lar- gou e Gutierres embaixo do gol diminuiu o placar. O Rafa tentou até o final, buscando o empate, po- rém não obteve êxito. Aí era só espera o apito final do árbitro Ronan Marques da Rosa para o time do aconteceu a grande final da categoria veteranos. Dois times fortíssimos que chegaram a decisão por méritos. Dois times que trouxeram a campo jogadores experientes e acostumados a disputar decisões. Nessa partida, também muitos aposta- vam na vitória de quem perdeu a decisão. Muitos apostavam que o Amigos venceria a forte e unida equipe do Bola Facera, masotimedotreinadorMi do Turvo, jogou um futebol de primeira e bateu oAmi- gos pelo placar de 5 x 2. O artilheiro dessa ca- tegoria foi o Adriano Reús do time dos Amigos, que anotou 9 gols durante a competição, e o goleiro menos vazado foi o Junior da Bola Facera. O campeonato foi encerrado com chave de ouro pelo prefeito Sandro Roberto Maciel, pelo sub- secretário municipal de Esportes Luciano Pires e sua equipe, e pela JB Esportes do professor José Búrigo. ³Santa Cruz/Feirão dos Calçados comemora o título do verão 2015
  20. 20. 4 Correio do Sul Segunda-feira, 2 de março de 2015 Gre-NalhistóricoacabaempatadonoBeiraRio Clássico da paz contou com dois mil torcedores colorados e gremistas juntos > PORTO ALEGRE Fora de campo, foi um Gre-Nal dife- rente, corajoso, histórico. Pela primeira vez, gremis- tas e colorados tiveram a oportunidade de ir ao duelo num espaço em co- mum, a chamada torcida mista. Dentro de campo, não faltou esforço, mas Inter e Grêmio precisa- vam mais dos predicados emprestados à luta pela paz para mexer no pla- car. O resultado foi um clássico promissor para o futuro do futebol gaúcho, mas sem soluções para os problemas de Diego Aguirre e Felipão. Assim, vermelhos e azuis deixa- ram o Beira-Rio na noite deste domingo num 0 a 0, pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho. Apesar de time misto, o Inter entrou como favo- rito dada a crise técnica do rival. O Grêmio car- rega um inglório recorde próprio de não anotar gols nos últimos três duelos se- guidos na Arena. Parece, no entanto, que fez bem ao remoçado time tricolor sair de casa. Com menos pressão e cheio de novida- des, a equipe de Felipão conseguiu ser superior e colecionar as melhores chances na maioria dos 90 minutos. No final, to- davia, o Colorado reagiu e quase achou a vitória. O 0 a 0 altera pouco a tabela. Inter e Grêmio se mantém, respectiva- mente, em quarto e oi- tavo, dentro da zona de classificação às quartas de final. O que muda é a programação. O Grêmio tem uma semana livre para treinos enquanto espera o sábado, quando recebe o Caxias pela nona rodada. Com 100% de suas forças, o Inter dá um tempo no estadual e duela com o Emelec na quarta, também no Beira-Rio, em confronto direto pela liderança de seu grupo na Libertadores. No domin- go, visita o Juventude, no Alfredo Jaconi. O Gre-Nal começou muito antes de Jean Pier- re soar o apito no gramado do Beira-Rio. O pré-jogo foi especial, histórico e, por que não, uma espé- cie de síntese do próprio clássico que estava por vir. De que sempre se é possível surpreender, fazer diferente, melhorar. A iniciativa de juntar gre- mistas e colorados numa área mista com 2 mil pes- soas espalhou um clima de paz pelas imediações do estádio. A ponto de a confra- ternização transcender os limites propostos pela direção vermelha.As ruas de Porto Alegre se trans- formaram numa prova de que a paz é possível. Apesar da disposição à amizade, houve confronto entre organizadas, com trocas de pedradas e um policial ferido ao cair de um cavalo. Incidente que não manchou o espetácu- lo visto nas cadeiras do Beira-Rio, com gremistas e colorados sentados lado a lado, num inédito mo- saico em azul e vermelho. Se a torcida é um mo- saico, Felipão gosta mes- mo é de quebra-cabeças. Mandou um time bem diferente a campo. Tor- naram-se titulares Ma- tías Rodríguez, Walace, Lincoln e Yuri Mamute. Com equipe mista de olho na Libertadores, Aguirre não utilizou D’Alessandro e alçou novamente An- derson aos 11 iniciais. O ex-gremista parecia pilhado. Não raro, sa- cudia os braços pedindo vibração aos colorados. Era correspondido. Tudo na paz, como havia sido mais cedo.

×