Parabola dos Talentos

9.352 visualizações

Publicada em

1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Gostei muito. Agradeço pelo esclarecimento e ajuda que obtive.
       Responder 
    Tem certeza que deseja  Sim  Não
    Insira sua mensagem aqui
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.352
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
239
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
362
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Parabola dos Talentos

  1. 1. A PARÁBOLA DOS TALENTOS (Mateus 24:14 a29)
  2. 2. JESUS FALA POR PARÁBOLASJESUS FALA POR PARÁBOLAS E.S.E. Cap. XVIII,13JESUS < poderosas IDEIAS PSICOLÓGICASIDEIAS PSICOLÓGICAS< INFLUENCIA até HOJE < NOSSASVIDASCONHECER-SE MELHOR (L. E. 919 e 919-A)
  3. 3. A PARÁBOLA DOS TALENTOSA PARÁBOLA DOS TALENTOSE.S.E. – XVI, 6SENHOR v ai VIAJAR para LONGE eSENHOR v ai VIAJAR para LONGE eDISTRIBUI SEUS BENS ( TALENTOS )DISTRIBUI SEUS BENS ( TALENTOS )CONFORME CAPACIDADE de 3 (três) SERVOSCONFORME CAPACIDADE de 3 (três) SERVOS1122 5
  4. 4. AUSÊNCIA DO SENHORAUSÊNCIA DO SENHOR2§22 +22 +25+55+5SERVOSERVOS < 5 e 2 TALENTOS < NEGOCIARAM e MULTIPLICARAMSERVOS < 5 e 2 TALENTOS < NEGOCIARAM e MULTIPLICARAMSERVO < 1 TALENTO < CAVOU NA TERRA / ESCONDEUSERVO < 1 TALENTO < CAVOU NA TERRA / ESCONDEU
  5. 5. DEPOIS MUITO TEMPODEPOIS MUITO TEMPO > RETORNA o SENHOR > PRESTAÇÃO de> RETORNA o SENHOR > PRESTAÇÃO deCONTASCONTASSERVOS QUE MULTIPLICARAMSERVOS QUE MULTIPLICARAMTALENTOSTALENTOS. SERVO BOM e FIEL. Sobre o POUCO FOSTE FIEL, sobre MUITO teCOLOCAREI
  6. 6. ... Senhor, eu conhecia-te, que és um... Senhor, eu conhecia-te, que és um HOMEM DUROHOMEM DURO ,, queque CEIFASCEIFASondeonde NÃO SEMEASTENÃO SEMEASTE ee AJUNTASAJUNTAS onde nãoonde não ESPALHASTE;ESPALHASTE; eeATEMORIZADO, ESCONDIATEMORIZADO, ESCONDI nana TERRATERRA o teu talento; aqui tens oo teu talento; aqui tens oqueque é TEU.TEU........... MAU e NEGLIGENTE SERVOMAU e NEGLIGENTE SERVO.............Devias então ter...Devias então ter dadodado oo meu DINHEIROmeu DINHEIRO aosaos BANQUEIROSBANQUEIROS e,e,quando eu viesse, receberia oquando eu viesse, receberia o MEUMEU com oscom os JUROS.JUROS.TIRAI-LHETIRAI-LHE pois opois o TALENTOTALENTO,, ee DAÍ-ODAÍ-O ao que tem osao que tem os DEZDEZTALENTOS.TALENTOS.Porque a qualquer quePorque a qualquer que TIVERTIVER seráserá DADO,DADO, e terá eme terá emABUNDÂNCIA;ABUNDÂNCIA; mas ao quemas ao que NÃO TIVERNÃO TIVER até oaté o QUE TEMQUE TEM ser-lhe-áser-lhe-áSERVO que CAVOU oSERVO que CAVOU oTALENTOTALENTO
  7. 7. SENHOR > DEUSSERVOS > TODA HUMANIDADE > FILHOS de DEUSTALENTO > MOEDA > 6.000 dracmas (Grécia) ou 6.000 denários (Roma).. Cada dracma / denário > SALÁRIO > 1 dia de trabalho. 5 talentos > 82 anos de trabalho. 2 talentos  > 32 anos de trabalho. 1 talento > 16 anos de trabalhoDISTRIBUIÇAO dos TALENTOS > CAPACIDADEBENSBENS > INTELIGÊNCIA / CONHECIMENTOS / QUALIDADES MORAIS /VIRTUDES / DINHEIRO / DONS ESPIRITUAIS... E. S. E, XVI, 9DESIGUALDADESDESIGUALDADES > CARÁTER / APTIDÕES. ESFORÇOS > VIDAS PASSADAS / ATUAL E. S. E., XVI,8. SEM PRIVILÉGIOSTEMPO DE AUSÊNCIA DO SENHOR> EXISTÊNCIA TERRENA / REENCARNAÇÕES
  8. 8. SERVO ESCONDEU SEUSERVO ESCONDEU SEU TALENTO. IMPRODUTIVO / NEGLIGENTE / PREGUIÇOSO / ACOMODADOIMPRODUTIVO / NEGLIGENTE / PREGUIÇOSO / ACOMODADO. PERDE < OPORTUNIDADES. ADIANTAR / CRESCER / PROGREDIR < ESPIRITUALMENTEESPIRITUALMENTE. REENCARNAÇÃO (VÁRIAS). NÃO DESEJA SUPERAR a SI MESMONÃO DESEJA SUPERAR a SI MESMO.. MAU USOMAU USO < LIVRE-ARBÍTRIOLIVRE-ARBÍTRIO (L. E. 843).AFASTAR das CONSEQUÊNCIASAFASTAR das CONSEQUÊNCIAS << ADMINISTRAÇÃO / NEGOCIAÇÃO< PERDA. MAU / MEDO do SENHOR. MAU / MEDO do SENHOR. NÃO < ESTIMAVA / COMPRENDIA < seu SENHOR. ACUSOU-O < NÃO ENTROU em COMUNHÃOCOMUNHÃO.AVARENTO < FORTUNA IMPRODUTIVA
  9. 9. AJUDA-AJUDA-TETEe o CÉUe o CÉUteteAJUDARÁAJUDARÁE.S.E . Cap XXVPRINCÍPIOPRINCÍPIO < LEI do TRABALHO < LEI do PROGRESSO< LEI do TRABALHO < LEI do PROGRESSOCONQUISTA de VIRTUDES / MUDANÇA para MELHORCONQUISTA de VIRTUDES / MUDANÇA para MELHOR. SEM o do CORPO < MEMBROS se ATROFIARIAM. SEM o do CORPO < MEMBROS se ATROFIARIAM. SEM da INTELIGÊNCIA < INFÂNCIA < INSTINTO. SEM da INTELIGÊNCIA < INFÂNCIA < INSTINTOANIMALANIMAL. PEDI e OBTEREIS. PEDI e OBTEREIS. BUSCAI E ACHAREIS. BUSCAI E ACHAREIS. BATEI E ABRIR-SE-VOS-Á. BATEI E ABRIR-SE-VOS-Á
  10. 10. TRABALHOTRABALHO < TODA OCUPAÇÃO ÚTIL< TODA OCUPAÇÃO ÚTIL L. E. 675
  11. 11. FRACO DO CORPOFRACO DO CORPO L. E.L. E.676676.. INTELIGÊNCIAINTELIGÊNCIA para COMPENSARpara COMPENSAR.. NÃO HÁ NINGUÉMNÃO HÁ NINGUÉM. NÃO POSSA FAZER O. NÃO POSSA FAZER O BEMBEM.. ESTAR em RELAÇÃOESTAR em RELAÇÃO com oscom osOUTROSOUTROSL. E. 643L. E. 643STEPHEN HAWKINJERÔNIMO MENDONÇA
  12. 12. DESENVOLVERDESENVOLVERTALENTOSTALENTOSINSTRUMENTOSINSTRUMENTOSORARORAR L. E. 659. PENSAR EM DEUS. APROXIMAR-SE DELE. POR-SE em COMUNICAÇÃO COM ELEESPÍRITO PROTETORESPÍRITO PROTETOR L. E. 495. AMIGO. AMIGO < ORDEM de DEUS. ORDEM ELEVADA. ORDEM ELEVADA. SUPERIOR ao PROTEGIDO. VOZ da CONSCIÊNCIA. VOZ da CONSCIÊNCIA
  13. 13. ‘‘DÁ –SE AO QUE TEM E RETIRA-SE AODÁ –SE AO QUE TEM E RETIRA-SE AOQUE NÃO TEMQUE NÃO TEM ’’. ESFORÇOU-SE p/ FAZER-SE DIGNO. MODO > CONTÍNUO / PERSEVERANTE. ATRAI GRAÇAS DO SENHOR ( FÉFÉ )E.S.E. - Cap. XVIII, 13 a 15JOANNA DEJOANNA DEANGELISANGELIS‘‘ UM ESPÍRITOUM ESPÍRITOAMIGO’AMIGO’‘‘ TIRA-SE ÀQUELE QUE NADA TEM, OU QUE TEMTIRA-SE ÀQUELE QUE NADA TEM, OU QUE TEMPOUCO ’POUCO ’. PRÓPRIO ESPÍRITOASSEGURAR VIDA FUTURAASSEGURAR VIDA FUTURA < NÃO BASTA NÃO PRATIQUE O MAL< PRATICAR o BEM SEMPRE L. E. 642OBJETIVO ÚNICO DA VIDAOBJETIVO ÚNICO DA VIDA < FAZERFAZER o BEMBEM L. E. 860O BEMO BEM que DEIXES de FAZERDEIXES de FAZER, podendo fazê-lo,fazê-lo, é um GRANDE MAL queFAZES.’
  14. 14. 1. DEUSDEUS < PERFEIÇÃOPERFEIÇÃO < PROVAS / EXPIAÇÃO / MISSÃO22. COLABORARCOLABORAR com ocom o PAIPAI < CRIAÇÃO / MARCHA do UNIVERSO< concorrendo para a OBRA GERALOBRA GERAL < PROGRIDE< ‘ ..tudo se encadeia, tudo é solidário na Natureza.‘ ..tudo se encadeia, tudo é solidário na Natureza. ‘FINALIDADE DA ENCARNAÇÃO DOS ESPÍRITOS L. E.132‘‘AMAI-VOS e INSTRUI-VOS’AMAI-VOS e INSTRUI-VOS’ ALLANKARDEC
  15. 15. MISSÃO dos ESPÍRITOS ENCARNADOSMISSÃO dos ESPÍRITOS ENCARNADOSL. E. 573. INSTRUIRINSTRUIR os HOMENS. lhes AUXILIARAUXILIAR o PROGRESSOPROGRESSO. lhes MELHORARMELHORAR asas INSTITUIÇÕESINSTITUIÇÕES.. MISSÕES >MISSÕES > MAIS ou MENOS GERAISMAIS ou MENOS GERAIS e IMPORTANTESIMPORTANTES> o que CULTIVA a TERRACULTIVA a TERRA desempenha tão NOBRENOBREMISSÃO,MISSÃO,como o que GOVERNAGOVERNA ou o que INSTRUI.INSTRUI.. TUDO. TUDO em a NATUREZANATUREZA se ENCADEIAse ENCADEIA .... Ao mesmo tempo que o ESPÍRITOESPÍRITO se DEPURADEPURA pela ENCARNAÇÃO,ENCARNAÇÃO,concorrre, dessa forma, para a execução dos DESIGNIOS DA PROVIDÊNCIA.DESIGNIOS DA PROVIDÊNCIA.. CADA UMCADA UM tem neste mundo aa SUA MISSÃOSUA MISSÃO,, porque TODOSTODOS podem ter
  16. 16. MISSÃO das criaturas VOLUNTARIAMENTE INÚTEISMISSÃO das criaturas VOLUNTARIAMENTE INÚTEIS L. E.574⇒ SÓ PARA SI MESMAS VIVEMSÓ PARA SI MESMAS VIVEM⇒ NÃO SABEMNÃO SABEM tornar-setornar-se ÚTEISÚTEIS ao quer que seja.ao quer que seja.⇒ São pobres seres dignos de COMPAIXÃOCOMPAIXÃO⇒ EXPIARÃOEXPIARÃO duramente sua VOLUNTÁRIA INUTILIDADEVOLUNTÁRIA INUTILIDADE⇒ muitas vezes < já NESTE MUNDO ‘NESTE MUNDO ‘castigo’⇒ pelo ABORRECIMENTOABORRECIMENTO e pelo DESGOSTODESGOSTO < vidavida lhes causa.‘CHORO E RANGER DE DENTES’
  17. 17. LEI do AMOR / LEIS DIVINASLEI do AMOR / LEIS DIVINAS. NOSSA CONSCIÊNCIA > L. E. 621 (ADORAÇÃO/TRABALHO/CONSERVAÇÃO..). DESCUMPRIR. DESCUMPRIR < LEI de CAUSA e EFEITOERROERRO < IGNORÂNCIA ( NÃO SABE) / DESPREZO ao CORRETO (NÃO SENTE )P E R D Ã OP E R D Ã OCULPA< JULGAMOS / CONDENAMOS / PUNIMOS. NÓS << REMORSO / CULPA / AUTOPIEDADE (FUGA). OUTROS < NÃO PERDOA (MÁGOA/ ÓDIO /VINGANÇA....)DESCULPAESCULPA< JULGAMENTO / JUSTIFICATIVA / IRRESPONSABILIDADE. NÓSNÓS < CULPO GOVERNO / DEUS..... (FUGA). OUTROS. OUTROS < CONIVÊNCIAIINNEERRCCIIAARRIIGGIIDDEEZZRESULTADORESULTADO < DOENÇAS Físicas / Emocionais / Espirituais
  18. 18. AÇÃO RESPONSÁVELAÇÃO RESPONSÁVELCONHECE-TE A TI MESMOCONHECE-TE A TI MESMO < VIGIAR e ORARVIGIAR e ORARRECONHECERRECONHECER < ERRO ( AUTO- AMOR ). ASSUMIR RESPONSABILIDADE. ARREPENDER-SE < EXAME / REFLEXÃO / COMPREENSÃO. APRENDIZADO < EVOLUÇÃO / ILUMINAÇÃO. REPARAÇÃOSUBSTITUIR ERRO POR AÇÕES AMOROSASSUBSTITUIR ERRO POR AÇÕES AMOROSASASSUMIR-SE COMO APRENDIZASSUMIR-SE COMO APRENDIZREALIZAR EXERCíCIOS DE AMOR / MANSIDÃO / HUMILDADEREALIZAR EXERCíCIOS DE AMOR / MANSIDÃO / HUMILDADE
  19. 19. DIANTE do meu ESPINHEIRO me DESPONTO. QUE FAZER ?DIANTE do meu ESPINHEIRO me DESPONTO. QUE FAZER ?CULPAR-ME e ficar me RALANDO nos ESPINHOS?CULPAR-ME e ficar me RALANDO nos ESPINHOS?CULPAR o VENTO ou ALGUÉM ?CULPAR o VENTO ou ALGUÉM ?RETIRAR um a um os ESPINHOS e PLANTAR as FLORES que o PAI meRETIRAR um a um os ESPINHOS e PLANTAR as FLORES que o PAI medeu?deu?SER FELIZ >SER FELIZ > TRABALHO / ESFORÇO / VONTADE >DEUS me deu SEMENTES deDEUS me deu SEMENTES deFLORES para PLANTAR DURANTEFLORES para PLANTAR DURANTEa VIDAa VIDADECIDI PLANTAR ESPINHOSDECIDI PLANTAR ESPINHOS
  20. 20. PERDÃO e AUTO-PERDÃOPERDÃO e AUTO-PERDÃO > DESENVOLVER TALENTOS> DESENVOLVER TALENTOS‘‘Aquele a quem pouco se perdoa pouco ama’Aquele a quem pouco se perdoa pouco ama’ ( Lucas 7:47)‘Porque o meu jugo é suave , e o meu fardo é leve.’Porque o meu jugo é suave , e o meu fardo é leve.’(Mateus, 11, 28 a 30)
  21. 21. Fontes de Pesquisa:Fontes de Pesquisa:ALMEIDA, José de Sousa e, - As ParábolasBAKER, Mark W. Jesus, o Maior Psicólogo que já existiu.Batista, Eliane Alves - O Universo Maravilhoso das ParábolasCalligaris, Rodolfo – Parábolas EvangélicasCerqueira Filho, Alírio - Parábolas TerapêuticasGodoy, Paulo Alves – As Maravilhosas Parábolas deKardec, Allan - O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap.XVI, 6; Cap. XVIII, 13Kardec, Allan – O Livro dos Espíritos , Questões, 115, 132, 495, 573, 574, 621, 642,860Sayão, Antonio Luiz - Elucidações EvangélicasSchutel, Caibar - Lições e Ensinos de Jesus

×