Catálogo nº26

1.019 visualizações

Publicada em

Catálogo da Livraria alfarrabista ler.com.gosto (Ponte de Lima, Portugal)

Publicada em: Vendas
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.019
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Catálogo nº26

  1. 1. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro…Porque é o bom leitor que faz o bom livro…Porque é o bom leitor que faz o bom livro…Porque é o bom leitor que faz o bom livro…Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… Porque é o bom leitor que faz o bom livro… CATÁLOGO Nº26 livraria alfarrabista ler.com.gosto Compramos livros & manuscritos http://livrarialercomgosto.blogspot.pt/ Junho de 2014
  2. 2. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima LIVRARIA LER.COM.GOSTO (porque é o bom leitor que faz o bom livro) Prezados leitores e amigos temos a honra de apresentar mais um catálogo de livros raros, curiosos ou simplesmente esgotados. Todos os livros poderão ser alvo da Vossa análise no nosso novo espaço situado na Urbanização da Quinta da Guia – Loja Nº1 em Ponte de Lima. O espaço ler.com.gosto situado ao lado do Hotel SPA Límia, na Vila de Ponte de Lima está aberto às sextas-feiras, sábados e domingos das 14H00 às 19H00. Neste espaço poderá encontrar novos títulos, novos temas e um local privilegiado de intimidade com os livros. ******************* As encomendas poderão ser efetuadas no nosso espaço, por email através do endereço livraria.ler.com.gosto@gmail.com ou através dos nossos contactos telefónicos: 969888567 e 917925655. Os livros encomendados serão enviados pelos correios. Ao preço apresentado acresce o dos respetivos portes de envio. Poderão também ser levantados presencialmente nas nossas instalações . Todos os livros encontram-se em bom estado de conservação. É sempre mencionado junto da descrição do mesmo se o houver alguma imperfeição relevante. Por razões meramente técnicas as reproduções dos frontispícios e das capas de brochura podem não corresponder inteiramente às dimensões ou ao estado de conservação dos exemplares anunciados. Os preços dos lotes são os que constam no catálogo, são rigorosamente fixos, têm uma validade de 180 dias e dizem exclusivamente respeito aos exemplares descritos, não sendo por isso válidos para qualquer outro exemplar. Todos os livros podem ser devolvidos por qualquer razão dentro de um prazo razoável. Caso deseje informação adicional sobre as obras apresentadas poderá solicitar através do email já referido ou para o contactos citados. Torne-se nosso fã no facebook e saiba todas as novidades em 1ª mão: http://www.facebook.com/pages/livrarialercomgosto/190385551013892?sk=wall
  3. 3. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 1. RIBEIRO, Aquilino [1955] Abóboras no telhado (Polémica e crítica). Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 18x12 cm. Com 359 págs. Brochado. [discreta assinatura de posse na folha de guarda] “Abóboras?! Pois então! Como os bons e pobres cultivadores da minha serra, agora que chegou o meu Outono, sinto que é altura de tirar as abóboras do campo e pô-las com a barriga ao léu, o ar estupefacto, a inocência rósea, o esferoidal caprichoso em cima do telhado.” Exemplar da edição original deste interessante livro de Aquilino, um dos mais brilhantes prosadores de quantos se exprimiram em língua portuguesa. [Invulgar] 12€ 2. RIBEIRO, Aquilino [1947] O Arcanjo Negro. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 18x12 cm. Com 338 págs. Brochado. [discreta assinatura de posse na folha de guarda; lombada envelhecida] Edição original de um dos mais raros livros de Aquilino Ribeiro e um dos mais reeditados do distinto prosador. Foi proibido de circular pela Censura que no relatório refere: “Romance que foca o aspecto revolucionário da política portuguesa em 1927, ano em que eclodiu a revolução contra a Ditadura e que neste livro se descreve a traços largos, sem a condenar, antes pondo em evidência os seus mártires e os seus mentores. Parece-me cedo para o autor fazer a narração de factos tão recentes e que são porventura, as suas memórias, conhecida como é a sua actividade naquele movimento revolucionário.” 13€ 3. RIBEIRO, Aquilino [1941] O Servo de Deus e a Casa Roubada. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 18x12 cm. Com VI-325 págs. Brochado. [discreta assinatura de posse na folha de guarda; lombada envelhecida] Primeira das várias edições já publicadas, a mais apreciada e valiosa. Com um interessantíssimo prefácio do autor. “Com O Servo de Deus e A Casa Roubada retomou o escritor alguns dos temas que lhe eram caros. Em servo de Deus há uma ironia subtil e quase enternecida do anacoretismo «seguramente não a melhor maneira de ganhar o céu». Em Casa roubada desenha-se uma rude e larga tragédia no quadro bravio da existência serrana”. 13€
  4. 4. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 4. RIBEIRO, Aquilino (1971) La voie sinueuse. Roman. Préface de João Gaspar Simões. Traduction de Jean-Jacques Villard. Paris: FCG/Presses Universitaires de France. 1ª Edição. De 21x13 cm. Com 282 págs. Brochado. N.º 2 da prestigiada colecção «Poètes et prosateurs du Portugal» editada em França pela Fundação Calouste Gubenkian e pela Imprensa Universitária. Do prefácio: “Il est, en un sens, un romancier régionaliste, puisque la plupart de ses livres sont inspirés par son pays natal – la Beira-Alta – mais aussi um critique três lucide de la société, et ses analyses psychologiques sont pénetrantes”. 4€ 5. RIBEIRO, Aquilino (1959) Dom Frei Bertolameu. As três desgraças teologais. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 20x14 cm. Com 289 págs. Ilustrado. Brochado. [por abrir] Magnífica edição original da tiragem especial para bibliófilos, limitada a 320 exemplares, numerados e assinados pelo autor, impressos em bom papel e, ilustrados em folhas à parte sobre papel couché, reproduzindo frontispícios de livros, fac-simile de documentos, retratos do autor, etc. O nosso exemplar possui o nº 43. Obra constituída pelo estudo «Dom Frei Bertolameu» (pp. 21-198). Trabalho biográfico ao estilo de Aquilino que encerra grandes páginas, sobre a figura ímpar que foi Bartolomeu dos Mártires. Os capítulos dedicados às visitas pastorais do distinto arcebispo, pelas terras pobres da sua diocese e a viagem para Trento são de extraordinária beleza. A «Dom Frei Bertolameu» segue-se outro ensaio biográfico denominado «As Três Desgraças Teologais» (pp. 199-289), que aborda a vida de Mafalda de Portugal, filha do rei Sancho I, que foi rainha de Castela por um breve período e se tornou monja cisterciense. 23€ 6. RIBEIRO, Aquilino (1960) No cavalo de pau com Sancho Pança. Ensaio. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 20x14 cm. Com 337-I págs. Brochado. [por abrir] Primeira edição. Valioso trabalho sobre Cervantes e a sua obra. Magnífica edição original da tiragem especial para bibliófilos, limitada a 300 exemplares, numerados e assinados pelo autor, impressos em papel especial Alfa. O nosso exemplar possui o nº 43. 23€
  5. 5. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 7. RIBEIRO, Aquilino (1963) Tombo no Inferno & O manto de Nossa Senhora. Teatro. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 20x14 cm. Com 289 págs. Ilustrado. Brochado. [por abrir] Magnífica edição original da tiragem especial para bibliófilos, limitada a 325 exemplares, numerados e assinados pelo autor, impressos em papel especial Alfa, com ilustrações de João Abel Manta. O nosso exemplar possui o nº 43. Duas peças de teatro. “A primeira diz-nos do do trágico fim de um D. Juan rústico, mordido por um cão raivoso. A acção, é conduzida por diálogo tipicamente “aquiliano”, isto é, regionalismo eivado de erudição e pitoresco. A 2ª peça – narra o adultério de uma mulher da aldeia, enquanto o marido anda pelo Brasil, onde um final inesperado põem uma nota de poética ternura, a envolver retrospetivamente, os antecedentes narrados realisticamente”. Monteiro Grilo 23€ 8. CASTRO, Eugenio de (1907) O annel de Polycrates. Poema dramático. Coimbra: França Amado, editor. 1ªEdição. De 19x10 cm. Com 130-II págs. Brochado. [exemplar maculado com vários carimbos de posse oleográficos nas primeiras e últimas páginas, que no entanto não afectam a macha tipográfica; lombada envelhecida] Edição original de uma das mais interessantes obras daquele que foi considerado como um dos mais influentes cultores da poesia simbolista em Portugal. Edição cuidada, impressa em papel de linho. [Exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do punho do autor] 9€ 9. TRIGUEIROS, Luiz Forjaz [1950] Sombra do Tempo. Conferências e temas literários. Lisboa: Livraria Bertrand. 1ª Edição. De 18x12 cm. Com 317 págs. Brochado. [lombada levemente envelhecida] Do índice: Eça de Queirós, satírico ou irónico?; Bocage, o homem e a obra; Alcobaça, imagem de Portugal; Fialho, português da terra; Sabugosa, Ramalho e o século XIX; Afonso Lopes Vieira e o cinema; Camilo e S. Miguel de Seide; [etc.] 6€
  6. 6. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 10. MARTINS, Mário (1973) Teatro Quinhentista nas naus da Índia. Lisboa: Edições «Brotéria». De 20x12 cm. Com 71 págs. Brochado. Entre os estudiosos portugueses na nossa cultural medieval, Mário Martins, distinguiu-se por investigações originais do maior valor científico, com notáveis contribuições que o guindaram para uma posição eminente. Este estudo pioneiro, sobre a representação teatral a bordo das naus da Índia, sobre o “Teatro marítimo” e o “Teatro entre a vida e a morte” vem corroborar o que acima se referiu. 7€ 11. MARTINS, Mário (1979) A Bíblia na literatura medieval portuguesa. Lisboa: Instituto de Cultura Portuguesa. 1ª Edição. De 19x12 cm. Com 141-II págs. Brochado. “A Bíblia está presente em toda a trajectória da literatura portuguesa desde as origens até à plena atualidade. Mas é na criação medieval, em prosa e verso, que se encontram mais profunda e largamente o espírito, as imagens e as referências expressas da grande fonte bíblica. Desde as cantigas de Santa Maria até ao Cancioneiro Geral os exemplos e comparações colhidos na Escritura são testemunhos essenciais duma mentalidade perene” in contra capa 5€ 12. LEMOS, Eugénio de (1966) A Santa Casa da Misericórdia da vila da Lousã – resenha histórica. Lousã: Santa Casa da Misericórdia de Lousã. De 23x15.5cm. Com 224 págs. Ilustrado. Perfeita encadernação inteira de pele marmoreada, com vinhetas de cor vermelha na lombada e finos ferros dourados [preserva capa de brochura]. Levemente aparado à cabeça com corte das folhas brunido a purpura. Valorizado com dedicatória ao Almirante Americo Thomas. Capítulos: Fundação das misericórdias; A Santa Casa Lousanense; Enterrar os mortos; Curar os enfermos; Dar de comer a quem tem fome; Socorrer os cativos; Ensinar os ignorantes; A Irmandade; Letra e música do cortejo de oferendas; […] [Peça de coleção] 39€
  7. 7. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 13. CASTELLO BRANCO, Camillo [1884] O General Carlos Ribeiro. (Recordações da Mocidade). Porto: Livraria Civilisação de Eduardo da Costa Santos – Editor. 1ª Edição. De 20x16 cm. Com 71-I págs. Brochado. [Brochura envelhecida e com etiqueta; lombadas com ligeiras perdas; picos de acidez nas primeiras e últimas páginas] Parcialmente por abrir e por aparar. Primeira edição de muito apurada execução gráfica. “O opúsculo trata de Carlos Ribeiro o militar e distinto geólogo e antropologista, efabulando um episódio da vida amorosa do ilustre General (ao tempo ainda Tenente): os seus amores com uma senhora casada, Glória se chamava (ou Camillo assim a trata) que caíra na mais baixa degradação. Decidido a reabilitá-la e apesar de rompida a ligação, o notável cientista solicita a intervenção de Camillo num lance pungente. Não se pondo em dúvida a veracidade do facto, persiste até ao final no espírito do leitor a convicção de tratar-se de uma efabulação romanesca”. 19€ 14. FIGUEIREDO, Carmen de [1957] Homens Apaixonados. Lisboa: Editorial «Seculo». 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 220-I págs. Brochado. [miolo com ocasionais picos de acidez próprios do papel] Pelo romance «Homens Apaixonados» recebeu a autora o Prémio Ricardo Malheiros da Academia das Ciências de Lisboa. Diz-nos Natércia Freire acerca de «Homens Apaixonados»: “… tem muito de verdadeiro – em sua realidade construtiva sobre os abismos e os labirintos das personagens, prisioneiras quase todas, do meio em que nascem, vivem e morrem. […]” 5€ 15. BRANCO, Comandante Fernando (1936) Novelas Submarinas. Episódios históricos de submarinos portugueses e aliados durante a Grande Guerra. Lisboa: Livraria – Sá da Costa – Editora. De 18x12 cm. Com 272 págs. Brochado. [por abrir] “As «Novelas Submarinas» foram sugestionadas pelos serviços que tive ocasião de prestar, não só como um dos iniciadores na navegação submarina na nossa Marinha, como também, pelo que, com os nossos submarinos, tive de fazer durante a Grande Guerra. Foi a minha principal preocupação, dar a conhecer o mais publicamente possível e pela primeira vez ao nosso país, o que era a vida a bordo de um submarino, qual era o valor dessa arma de guerra, e quais as heroicidades e os sacrifícios, que o seu valoroso pessoal cometeu e passou durante a grande conflagração." Da introdução 12€
  8. 8. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 16. MENDONÇA, Henrique Lopes de (1971) Estudos sobre Navios Portugueses dos séculos XV e XVI. Lisboa: Edição do Ministério da Marinha. Com 127 págs. De 22.5x16.5cm. Ilustrado. Brochado. [brochura levemente envelhecida] Henrique Lopes de Mendonça, militar, historiador, arqueólogo naval, professor, conferencista, dramaturgo, cronista e romancista português e um dos vultos das letras dos finais do século XIX. Em 1889 é nomeado para proceder à elaboração de uma obra sobre os feitos da Armada Portuguesa e, como fruto dessas investigações e do seu consequente interesse pela arqueologia naval, surge a obra Estudos sobre Navios Portugueses dos séculos XV e XVI, que nesta edição aparece profusamente ilustra em folhas à parte com gravuras impressas sobre papel «couché». 9€ 17. TRINDADE COELHO, Henrique (1913) Ferro em Braza. Lisboa: Livraria Ferreira – Editores. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 237-III págs. Brochado. [brochura empoeirada] “As chronicas d’este livro são as anotações lançadas á margem de dois mêses d’historia do nosso Paiz. Ellas não podem agradar a ninguém porque ninguém adulam. Riem um pouco da política e imensamente dos políticos.” Alguns capítulos: «A opinião política» [O Café Martinho, a política e a opinião pública]; «Um projecto de contribuição sumptuária» [Impostos e justiça fiscal]; «O Jogo» [Regulamentação]; Os folhetos dos Sr. Manheiro Dias» [O estado actual da Causa Monárquica]; «Ratos nos Senado»; «Leis de Assistência»; «Madame Frivolidade» [Moda]; [etc.] – Pouco vulgar 9€ 18. MONTEIRO, Luiz de Sttau [1960] Um homem não chora e outra novela. Lisboa: [Ática Limitada]. 1ª Edição. De 20x14 cm. Com 170-II págs. Brochado. [discreta rubrica de posse no frontispício] Na obra "Um Homem não Chora", Luís Sttau Monteiro dá a conhecer a sociedade do Estado Novo. Como lhe é habitual, a partir do conflito interior de um homem, não só em relação ao seu casamento, mas também em relação ao contexto político-social da época, remete-nos para a realidade social do seu tempo. Na novela "Pôr-do-Sol no Areeiro", o mesmo autor enuncia a austeridade dos valores 10€
  9. 9. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima impostos e transmitidos pela sociedade, ao mesmo tempo que denuncia a transigência com que esses mesmos valores são aplicados no dia-a-dia. Ambas as histórias põem em evidência diferentes situações da realidade portuguesa, por um lado a austeridade de costumes e, por outro lado, uma certa libertinagem vivida no quotidiano. [Primeiro livro do autor, muito invulgar nesta primeira de várias edições publicadas] 19. GRAÇA, Fernando Lopes (1967) Musicalia. [Coimbra]: [Livro editado pelo autor e selecionado por Vértice]. 1ª Edição [em Portugal]. De 20x13 cm. Com 302 págs. Brochado. Este livro foi primeiramente dado à estampa no Brasil. […] Só um número muito reduzido de exemplares deu entrada em Portugal motivo porque se julgou útil trazer agora Musicália ao conhecimento mais largo do público português. Por isso se lhe chama «Edição Portuguesa». Apresenta-se ela «Corrigida e aumentada». Nota da presente edição Índice dos capítulos gerais: Do Canto Gregoriano à música Serial – música medieval, música e músicos desconhecidos, sobre a «ars rediviva», música de câmara «antiga», [etc.] Perfis – Ricardo Strauss, Schoenberg, Os setenta anos de Igor Stravinsky, Villa-Lobos, Frank Martin, Luís Freitas Branco, Luísa Todi, Viana da Mota. Problemas e interrogações – sobre o acorde o ensino da harmonia, o valor da tradição nas culturas musicais tradicionais, as ideias de Manuel de Falla sobre a música; [etc.]. 9€ 20. KASTNER, M. S. (1979) Três compositores lusitanos para instrumentos de tecla. Séculos XVI e XVII. António Carreira. Manuel Rodrigues Coelho. Pedro de Araújo. [Lisboa]: Fundação Calouste Gulbenkian. 1ª Edição. De 21x14 cm. Com 304 págs. Brochado. [edição bilingue: português/alemão] Estudos biográficos e análise das obras dos compositores portugueses António Carreira, Manuel Rodrigues Coelho e Pedro de Araújo. 8€ 21. CORTEGAÇA, Visconde de (1953) Um General contra um Juiz. Porto: Tipografia Ideal. 1ª Edição [e única]. De 23x18 cm. Com 128-I págs. Brochado. Trata o presente estudo sobre uma questão que em 1815, opôs o Tenente-General Francisco da Silveira, 1º Conde de Amarante, ao tempo Governador de Armas da Província de Trás-os-Montes, ao bisavô 28€
  10. 10. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima do autor, Dr. António Roberto de Araújo quando este em Vila Real exercia o cargo de Juiz-de- Fora. Transcreve muita documentação inédita. Traça uma biografia muito completa dos dois ilustres opositores, possuindo ainda valiosas notas genealógicas. [Exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do punho do autor] 22. GOMES, Matos (1963) África em chamas. Lisboa: Edições Euráfrica. 1ª Edição. De 22x15 cm. Com 414 págs. Brochado [por abrir] África em chamas … “reportando-se a ampla documentação, alicerçado em factos do domínio público, referindo as fontes, concebido e escrito com objectividade”, traz-nos relatos quer do período que antecedeu a Guerra Colonial quer dos primeiros momentos do conflito. Encerra valiosas informações quer de carácter político, quer militar. De destacar os capítulos: As raízes do mal; Caudilhos africanos; A «congolização»; Traidores em Portugal. [pouco vulgar] 11€ 23. FALCATO, João (1961) Angola do meu coração. Lisboa: Editorial Notícias. De 21x15 cm. Com 256 págs. Brochado. «Angola do meu coração» revela-nos um cronista de rara sensibilidade, arguta intuição e estilo peculiar. Esta obra vem revelar aos portugueses aspectos muitos desconhecidos da grande e bela província. […] Quereis saber o que é a Angola do senhor Cunha, barbeiro na Huíla, das flores de Sá da Bandeira, das oliveiras que transplantam o Alentejo para o deserto de Moçamedes, da Cameia, onde as feras não receiam os homens e são por eles protegidas, de Nova Lisboa, a capital da esperança, dos camionistas que rivalizam em audácia e coragem com os sertanejos que desbravam a África portuguesa? Lede a «Angola do meu coração», e ficareis a saber isso e mais.” In Diário Insular 15€ 24. FALCATO, João (1962) As Raízes de Angola. Lisboa: Editorial Notícias. 1ª Edição. De 21x15 cm. Com 218 págs. Ilustrado com desenhos Júlio Gil. Brochado. O autor apresenta de uma modo agradável e acessível, através de um estilo de narrador nato os costumes, atividades, lendas e tradições dos povos nativos de Angola. 16€
  11. 11. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 25. CÉSAR, Amândio (1965) Guiné 1965: Contra-Ataque. Braga: Livraria Cruz. 1ª Edição. De 21x15 cm. Com 229 págs. Ilustrado em folhas à parte. Brochado. Em março e abril de 1965 Amândio César visitou a Guiné a fim de efectuar uma reportagem sobre aquela província para a Emissora Nacional. Essa reportagem prolongou-se por espaço de tempo suficiente para dar uma ideia exacta da luta que naquela parcela de território se processava contra a guerra subversiva. Essas reportagens foram depois lidas aos microfones de Emissora Nacional e posteriormente arquivadas neste volume. 12€ 26. CARLOS, Rui Palma [1976?] Eu fui ao fim de Portugal. Subsídios para o «dossier» do Timor Português. Lisboa: Edições Fernando Pereira Editor. De 23x16 cm. Com 383 págs. Brochado. [exemplar manuseado, e com brochura envelhecida] Trata este invulgar livro sobre os últimos meses das tropas portuguesas em Timor após Abri de 1974, os primeiros tempos da anexação de Timor pela Indonésia, bem como o relata na primeira pessoa todas as privações e perigosos por que passaram um conjunto de militares e civis portugueses que foram feitos prisioneiros pelas forças indonésias e seus apoiantes timorenses. Um documento valioso para se perceber melhor os tempos conturbados que Timor viveu aquando da descolonização. [Exemplar valorizado com autógrafo e extensa e muito sentida dedicatória do punho do autor] 15€ 27. SOUSA, Gonçalo de Vasconcelos e (1996) A arte de Luiz Ferreira. Porto: Lello Editores. De 30.5x21.5cm. Com 124 págs. Ilustrado. Encadernação Editorial. «Luiz Ferreira foi, na sua essência, um esteta, revelando uma grande imaginação e capacidade de criação de peças, a partir da observação das formas que o rodeavam. Entrou para o universo dos artistas de grande nomeada da ourivesaria portuguesa e a sua obra consagra de forma muito especial a supremacia do decorativo ante o utilitário.» Valioso trabalho sobre a nobre arte da ourivesaria, profusamente ilustrado com belíssimas fotográficas a cores que reproduzem uma grande variedade de objectos com a marca de Luiz Ferreira. Boa encadernação em tecido com gravação na pasta, com sobrecapa [obra esgotada] 14€
  12. 12. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 28. LEAL DE ZÉZERE (1951) Homens e Feras que Eu Vi. Lisboa: Editorial Castor, Lda. 1ª Edição. De 24,5 cm x 19,5 cm. Com 440 págs. Desenho de Máryo. Brochado. Relato de uma aventurosa viagem de bicicleta realizada por João Pires dos Santos Leal de Zêzere, que a si próprio se intitulava conde de Montefiorino, e que, iniciando-se em Luanda para terminar em Lisboa, tomou o rumo ascendente do interior do continente africano até ao Cairo e Alexandria, depois Damasco, Istambul, Atenas, Belgrado, Roma, etc. De grande interesse documental acerca dessas terras e gentes. 20€ 29. PIRES DE LIMA, Joaquim Alberto; PIRES DE LIMA, Fernando de Castro (1943) Romanceiro Minhoto. Porto: Portucalense Editora. De 24,5x 19,5 cm. Com 142 págs. Com colaboração artística de Cláudio Carneyro. Brochado [lombada quebrada e com lacunas; brochura envelhecida; deve ser encadernado] A obra apresenta uma colecção de romances colhidos directamente da tradição popular no Minho. Um conjunto de 58 peças que os autores ordenaram cronologicamente. Apesar de os autores reconhecerem que “infelizmente não temos competência para coligir as encantadoras medolias populares” ao remexerem nos papéis de Maria Clementina encontraram músicas de quatro romances que vão publicadas neste livro, juntamente com as suas composições. 9€ 30. CASCALES ROSADO, António Augusto (1991) Caça Grossa em Portugal: Apontamentos. Oeiras: edição de autor. De 23x16cm. Com 526 págs. Profusamente ilustrado. Brochado. Um caçador veterano, conhecedor profundo das problemáticas da caça apresenta nesta obra uma investigação coerente e séria. Índice dos capítulos: I - Protecção do Ambiente Cinegético; II - Processos de Caça; III - O Tiro; IV - O Remate; V - O Cão de Pista de Sangue; VI - O Troféu; VII - Javali; VIII - Veado; IX - Gamo; X - Corço; XI - Lobo; XII - Armas e Munições; XIII - Binóculos; e XIV - Considerações Finais. [Exemplar da tiragem numerada, assinada; e com dedicatória do autor] 11€
  13. 13. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 31. PEREIRA, Franclim (2008) Ofícios do Couro na Lisboa Medieval. Lisboa: Prefácio. De 23x15cm. Com 129 págs. Brochado. Do índice: A supremacia medieval do couro; referências diversas, desde a tomada de Lisboa aos mouros; Casca, sumagre, o curtume e o comércio de couros; A manufactura do calçado; O fabrico das selas; Os correiros; O guardameci; Outros ofícios: peliteiros, luveiros, livreiros, bainheiros, safoneiros, odreiros, falcoeiros e albardeiros. 8€ 32. THOMSON, Oliver (2010) História do Pecado. Lisboa: Guerra & Paz. De 23x15. Com 376 págs. Brochado. [como novo] “A tese provocadora de Oliver Thomson é um olhar sobre a complexa relação entre aquilo em que uma sociedade acredita e o modo como se comporta. Alimentada por inveja, idolatria, ganância, racismo, megalomania ou luxúria, a criatividade dos pecadores não tem fim. Acessível e repleto de pormenores sobre tendências éticas e os catalisadores que as moldam, História do Pecado abrange um espantoso leque de informação, recolhendo exemplos em praticamente todas as culturas e ao longo de todas as eras da História.” 12€ 33. Última obra do poeta Afonso Lopes Vieira. Lisboa: Bertrand Lda., Lisboa, 1948. 1ª Edição. De 22.5x17cm. Com 76 págs. Brochado. Ilustrado com um retrato de Afonso Lopes Vieira por Columbano. Publicam-se neste livrinho os textos escolhidos para os bilhetes postais das colecções que Afonso Lopes Vieira ideou e às quais deu os nomes de "Conheça a sua poesia" e "Conheça os seus Prosadores". 5€ 34. SILVA, Rebello da (1971) História de Portugal séculos XVII e XVIII. Lisboa: Imprensa Nacional. Introdução Jorge Borges de Macedo. Reedição Integral da obra original séc. XIX. 6 Vols. De 22x16cm. Com 577+660+661+565+614+251 págs. Brochado com sobrecapa. Por Abrir. A obra de Rebello da Silva é única obra de conjunto sobre o domínio espanhol e os seus antecedentes imediatos. Continua a ser um ponto de partida obrigatório, pela sua unidade e fontes essenciais. A documentação que utiliza e, em certos casos, até, transcreve torna indispensável a sua consulta. Este livro foi utilizado desde a sua publicação nos debates sobre o domínio espanhol e as condições históricas do sebastianismo. Sendo conhecida a projecção 59€
  14. 14. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima destas ideias na vida nacional, este livro tornou-se também indispensável para o diagnóstico e inventário das ideias históricas correntes na segunda metade do século XIX. Obra de estudo, ao mesmo tempo documento histórico e sociológico, elemento de ciência histórica e expressão do seu tempo. 35. DUARTE, Theofilo [1941] Sidónio Pais e o seu Consulado. Lisboa: Portugália. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 374-II págs. Encadernação do editor [preserva as capas de brochura] Para a elaboração do seu trabalho apologético o autor utilizou “os jornais da época, as revistas da especialidade, a legislação publicada os depoimentos verbais de contemporâneos que acompanharam os acontecimentos e as minhas reminiscências pessoais”. [pouco vulgar] 16€ 36. Anedotas Portuguesas e Memórias Biográficas da Corte Quinhentista: Istorias e Ditos Galantes Que Sucederaõ e se Disseraõ no Paço [Contendo Matéria Bibliografica Inédita de Luís de Camões e outros escritores do século XVI]. Leitura do texto, introdução, notas e índices por Christopher C. Lund. Coimbra: Almedina, 1980. De 26x20 cm. Com 219, [1] págs. Brochado «Anedotas Portuguesas...», trata-se de um manuscrito dos séculos XVI e XVII, descoberto em 1976 por Christopher Lund, e que pertence ao acervo da Biblioteca do Congresso. "Grande foi o nosso alvoroço quando descobrimos que, além de anedotas biográficas não conhecidas do autor d'Os Lusíadas, havia também entre elas poesias desconhecidas atribuídas a Camões e, se atendermos ao seu contexto ingénuo e aparentemente autêntico, a ele certamente atribuíveis. (...) Camões não é o único autor escondido entre as folhas da obra. Nomes já consagrados na história e na literatura de Portugal como D. Francisco de Portugal, Jorge de Montemayor, Fr. Bartolomeu dos Martires, D. António de Ataíde, Pantalião de Sá, Cristovão de Moura, Tomás Jordão de Noronha, o Duque de Bragança, etc., saltam à vista a cada folha, junto a nomes menos conhecidos, mas em anedotas igualmente interessantes. (in Introdução do autor) 16€
  15. 15. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 37. FERREIRA, Godofredo (1960) Assistentes do Correio-Mór do Reino em Viseu. Lisboa: Ctt. 1ª Edição. Com 148 Págs. De 24x17cm. Tiragem pequena. Ilustrado. Brochado. Contém caricatura de Godofredo Ferreira feita por Dr. Alberto Eloy. Estudo histórico com interesse biográfico, genealógico e regional. 7€ 38. CANEDO, Fernando de Castro da Silva (2006) A Descendência portuguesa de El-Rei D. João II. Lisboa: Edições Gama. [3.ª edição, fac- símile da 1.ª edição (1945)] De 25.5x18.5cm. 3 vols. Com 603-[1]: 413- [3]: 479-[1] págs. Brochado. Tiragem única de 300 exemplares. A obra, "fruto de beneditino trabalho do Tenente-Coronel Fernando de Castro da Silva Canedo, é de todas as publicadas em Portugal sob este plano - o de explorar a descendência de determinado indivíduo - por certo a mais extensa, volumosa e exaustiva", segundo escreve o Conde de São Paio, D. António, no prefácio. A "Descendência Portuguesa de El-Rei D. João II" corresponde, à dedução genealógica da descendência do senhor D. Jorge, duque de Coimbra, nascido de uma ligação do Rei com D. Ana de Mendonça e abrange todas as grandes famílias da nobreza portuguesa. 45€ 39. DIAS, Maria Alice Borba Lopes (1982) Ilha Terceira. Estudo de Linguagem e Etnografia. [s.l.]: Secretaria Regional de Educação e Cultura. 1ª Edição. De 23x18 cm. Com 499 págs. Profusamente ilustrado. Brochado. [exemplar como novo] Obra de muita importância para o conhecimento do viver, do falar dos usos e dos costumes de uma das mais belas ilhas do Açores. É muito importante também para o conhecimento do cancioneiro terceirense. Ilustrado com fotogravuras, desenhos e pautas musicais. [pouco vulgar; procurado] 16€ 40. Gonçalves, Albano Lopes (1919) Em volta de um importante problema de Administração Municipal. Municipio de Braga: 1913-1915. Braga: Depositaria Livraria Cruz. De 21x14 cm. Com 144-XXXVII págs. Brochado. Importante documento para a história administrativa da cidade de Braga. Transcreve doc. [Exemplar com autógrafo e dedicatória do punho do autor ao Conde de Carcavellos] 5€
  16. 16. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 41. Actas do Congresso de Estudos da Comemoração do XIII Centenário da Morte de S. Frutuoso (665-1965). Braga: "Bracara Augusta", 1967-1968. 2 Vols. Profusamente ilustrados. De 24x16 cm. Com 412-412 págs. Brochados. Números especiais da Revista "Bracara Augusta" que reproduzem mais de meia centena de conferências apresentadas naquele grandioso Congresso, pelos mais reputados especialistas. Trabalho profusamente ilustrado com estampas impressas em separado sobre papel couché. Algumas da conferências: Paróquias suevas do bispado tudense, por Pina Manique Albuquerque; Os problemas da capela de S. Frutuoso, por Fernando de Almeida; Notas sobre o III Concílio de Braga, por Prof. Doutora Carmen Codoñer; Em defensão do mal titulado «pio latrocínio» pelo Conde d’Aurora; Datas do I Concílio de Braga – erros que originaram a diversidade de opiniões, por Prof. Doutor A. Jesus Costa; Monjes e eremitas en las riberas de Miño; Os limites da Arquidiocese Bracarense até ao tempo de S. Frutuoso, por A. Almeida Fernandes; Iconografia de S. Frutuoso, por Dr. Carlos da Silva Lopes; […] 35€ 42. PINTO, Sérgio da Silva (1973/1982) Estudos e comentários. (Obra póstuma) Braga: Edição da Câmara Municipal de Braga. De 24x17 cm. 2 Vols. Com 424-328 págs. Ilustrados. Brochados. Reúnem os dois extensos volumes a obra completa do insigne historiador e professor universitário da Faculdade de Letras do Porto, Sérgio da Silva Pinto. A obra que se encontrava dispersa não só por revistas e jornais, como outras publicações de reduzida tiragem foi organizada pelo Professor Doutor Francisco José Velozo, encerrando mais de uma centena de trabalhos de maior ou menor extensão, mas todos eles de profundíssima erudição. A título de exemplo deixamos alguns dos trabalhos compilados nestes dois densíssimos volumes: D. Sebastião e a Universidade; Filósofos de Braga: Francisco Sanches e Paulo Orósio; A naturalidade de Francisco Sanches [vários estudos]; A conversão dos Suevos em Braga; A Igreja de Braga no Reino dos Suevos; A propósito de Pedro Hispano; Braga na História [extensíssimo trabalho]; Introdução ao Estudo da Idade Média e dos Reinos Germânicos [trabalho muito desenvolvido]; O neolítico em Portugal [cem páginas de puro trabalho de campo], [etc]. [Conjunto invulgar – o 2º volume é raro] 34€
  17. 17. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 43. Coutinho, Bernardo Xavier (1946) Album da Exposição de Arte Sacra sobre o Coração de Jesus e o Coração de Maria na Igreja de S. Francisco, do Porto, por ocasião do 2º Congresso Nacional do Apostolado da Oração. Porto: Edição da Comissão Executiva do Congresso. De 26x19 cm. Com 255 págs. Brochado. Profusamente ilustrado. [Capa de brochura envelhecida e com insignificantes perdas; carimbo de posse oleográfico no frontispício] Volumoso catálogo da importante exposição organizada por Xavier Coutinho, profusamente ilustrado em folhas à parte sobre papel couché com reprodução de dezenas de imagens do Sagrado Coração de Jesus e Coração de Maria, gravuras, estampas, rostos de livros, etc. Engrandece este valioso catálogo e longo e criteriosos estudos [mais de 100 págs.] sobre: Iconografia do Coração de Jesus antes de Santa Margarida Maria; Apontamentos para a história do culto do Coração de Jesus em Portugal; Apontamentos para o estudo da devoção cordimariana em Portugal. [muito invulgar] 19€ 44. Comemorações do Centenário das Aparições de Lourdes em Portugal. Lourdes no Sameiro: 1858 - 1958. Braga: Oficinas Gráficas da Livraria Cruz, [1958]. De 24x15 cm. Com 100 págs. Ilustrado. Brochado. Publicação das actividades realizadas em Braga por ocasião das comemorações do centenário das Aparições de Lourdes. Para além dos discursos oficiais proferidos pelas entidades civis e religiosas são publicados neste invulgar livro os trabalhos apresentados na Sessão Académica realizada no Teatro Circo, de Braga em 31 de Maio de 1958, que são: O homem da ciência perante o milagre pelo Prof. Doutor José Gonçalves Azevedo; No centenário das aparições de Nossa Senhora de Lourdes, por Prof. Doutora Maria de Lourdes Belchior Pontes; À l’occasion du Centenaire des Apparations de Notre-Dame de Lourdes, por S. Exª Ver.ma Mgr. Pierre-Marie Théas, Bispo de Lourdes. Trabalho profusamente ilustrado em folhas à parte reproduzindo retratos da Imaculada Conceição do Sameiro, Cardeal Cerejeira, o Arcebispo de Braga, o Núncio Apostólico, o Bispo de Lourdes, e ainda várias fotogravuras dos conferencistas e outras personalidades presentes nas várias actividades. 9€
  18. 18. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 45. AZEVEDO, António de (1965) O Mausoléu de S. Frutuoso de Braga. Braga: Livraria Cruz. 1ª Edição. De 27x20 cm. Com 48 págs. Ilustrado em plena páginas de fotogravuras. Brochado. O Mausoléu de S. Frutuoso de Braga é ainda hoje um dos trabalhos mais completos sobre um dos únicos templos visigóticos com evidentes influências moçárabes, existentes em Portugal. O autor, António de Azevedo, da Academia Nacional de Belas Artes com um texto fluido e bem alicerçado em fontes históricas e arqueológicas dá-nos uma perspetiva diferente sobre a génese e evolução deste monumento ímpar da nossa arquitetura religiosa. 9€ 46. Cartazes da Festa do S. João: 1909-1980. Braga: Associação para a Defesa, Estudo e Divulgação do Património Cultural/Câmara Municipal de Braga. De 31x20 cm. Inumerado [com 32 págs.] Ilustrado. Brochado. Catálogo da exposição de cartazes das festas do S. João da Cidade de Braga realizado no Museu da Casa Nogueira da Silva que reproduz 80 dos exemplares produzidos ao longo de todo o século XX. [pouco vulgar] 9€ 47. SANDÃO, Arthur de (1988) Faiança Portuguesa. Séculos XVIII-XIX. [s.l.]: Livraria Civilização. [Companhia Editora do Minho. Barcelos]. 2 Vols. De 31x22 cm. Com 356-II e 404-II págs. Profusamente ilustrados. Encadernados. Trabalho exaustivo e dos mais fundamentais da bibliografia portuguesa da especialidade, numa primorosa edição executada sobre papel de superior qualidade. Ilustrada, no seu conjunto, com mais de meio milhar de estampas na sua quase totalidade a cores e de plena página, contendo algumas delas fac-similes de marcas. Encadernações editoriais em material sintético com dizeres e ferros dourados na pasta frontal e lombada, protegidas por sobrecapas impressas a cores. 49€ 48. Memoria da Officina-Escola de Tecelagem no Collegio de Regeneração, em Braga para alumnas externas. Braga: Typ. de José Maria de Sousa Cruz, 1896. De 21x14 cm. Com 27 págs. Brochado. [Importante documento para a história desta secular Officina, bem como para a história da cidade de Braga] 5€
  19. 19. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 49. D. Pedro D'alcântara de Bragança, 1798-1834, Imperador do Brasil, Rei de Portugal: Uma Vida, Dois Mundos, Uma História. Lisboa: Minist. dos Negocios Estrangeiros [etc.], 1987. 1ª Edição. De 24x16 cm. Com 211 págs. Profusamente ilustrado. Brochado. Magnífico catálogo de uma importante exposição realizada no Palácio de Queluz no ano de 1986 que invoca a figura de Imperador e Rei de D. Pedro. Impresso em bom papel, profusamente ilustrado, tanto a negro como a cores, com centenas de reproduções de retratos, pinturas, desenhos, telas, medalhões, condecorações, caricaturas, objectos de uso quotidiano, etc. não só relacionadas com D. Pedro mas também a presença da corte tanto em Portugal como no Brasil. Contêm em extratexto várias árvores genealogias, impressas a cores, obra do mestre heraldista Benard Guedes. Divide-se o livro em duas partes: a primeira apresenta uma série de estudos relacionados com o Imperador e Rei, a segunda, apresenta-nos o catálogo da magnífica e muito aplaudida exposição. Estudos: D. Pedro I do Brasil e D. Pedro IV de Portugal: símbolo da unidade moral das duas pátrias, por Joaquim Veríssimo Serrão; Guatimozim [nome adotado por Dom Pedro I ao ser iniciado na Maçonaria], por A. H. de Oliveira Marques; D. Pedro, Rei, Imperador e Músico, por Manuel Ivo Cruz; Portugal, o Brasil e as Artes, séculos XVIII-XIX, por Ayres de Carvalho; O teatro Português do pré-romantismo ao liberalismo (1798-1834) por Duarte Ivo Cruz. 12€ 50. REIS, Ana Maria Batalha [preparação e investigação] (1987) Jóias do quotidiano da família real. Lisboa: IPPC. De 22x21 cm. Com 86 págs. Profusamente ilustrado. Brochado. Jóias do Quotidiano da Família Real catálogo de uma muito importante exposição realizada no Palácio Nacional da Ajuda por ocasião da visita a Portugal dos Príncipes de Gales. As joias do quotidiano são um conjunto ímpar constituído por várias tipologias de adorno para uso corrente, no qual prevalecem os exemplares oitocentistas, originários das oficinas nacionais, mas também das francesas e das italianas. Profusamente ilustrado ao longo do texto com dezenas de fotografias impressas nas suas cores naturais. 7€
  20. 20. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 51. Portugal na imprensa estrangeira – II. Portugal visto pelo jornal “Le Monde” (Edição de 12-13 de Dezembro de 1976). [Lisboa]: Secretaria de Estado da Comunicação Social, 1977. De 20x13 cm. Com 166 págs. Brochado. Publicação integral do suplemento de 14 páginas integrado no prestigiado Jornal “Le Monde” publicado em Dezembro de 1976 e dedicado ao nosso país. Suplemento coordenado por Jean-Pierre Clerc e com colaboração dos mais prestigiados jornalistas e analistas franceses da época. Temas abordados: A política, os políticos, os partidos e a Democracia; Conquistas da Revolução; Economia; Diplomacia; Emigração para França; Turismo; Campo Cultural. 6€ 52. COELHO, António Borges (1986) Quadros para uma viagem a Portugal no Séc. XVI. Lisboa: Editorial Caminho. De 21x15 cm. Com 414 págs. Ilustrado com mapas, plantas e tabelas. Brochado. [brochura levemente envelhecida] Esta viagem pelo Portugal quinhentista desce de Viana e Caminha a Lagos, no Algarve, marca páginas de tinta e certamente não falta sombra a abafar a luz. Desenterram-se materiais, novos ou trabalhados de maneira diferente, marcam-se no solo antigas estruturas. Estudo aprofundado sobre o numeramento de 1527. 8€ 53. Camillo Homenageado. O Escriptor da Graça e da Belleza. Famalição: Tipografia «Minerva» de Cruz, Sousa & Barbosa, L.da, 1921. 1ª Edição [e única]. De 22x16 cm. Com LXIII-I- 398-II págs. Profusamente ilustrado. Brochado. [brochura levemente empoeirada] Muito interessante e já pouco vulgar livro que contêm valiosos subsídios para o estudo de tudo quanto se relaciona com Camillo e com a sua obra. Muito ilustrado em folhas à parte, com reprodução de retratos e fac-similes de documentos autógrafos do grande romancista. 14€ 54. COELHO, Alexandre (1972) «Os Lusíadas e a Pátria». Lisboa: Edição do Autor. [Livraria Editora Pax, Lda. – Braga]. De 21x13 cm. Com 42 págs. Brochado. [com título de posse na folha de rosto] O autor resolveu reunir neste pequeno opúsculo, um conjunto de textos, dois quais alguns são inéditos. 4€
  21. 21. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 55. COELHO, A. do Prado (1950) Espiritualidade e Arte de Camilo. (Estudo Crítico). Porto: Livraria Simões Lopes. De 21x15 cm. Com 187-II págs. Ilustrado em anterrosto com desenho de Roque Gameiro retratando Camilo. Brochado. Uma das obras de referência da bibliografia passiva de Camilo. Índice dos capítulos: A evolução do artista com o seu conceito de heroísmo; O motivo como agente de inspiração; Uma concepção do homem e da vida; Fundamentos da designação de «criador» aplicada a Camilo; O processo de criação: as figuras; as situações; a expressão. 9€ 56. AURORA, Conde d’ (1965) Caminho Português para Santiago de Compostela. Braga: Livraria Cruz. 1ª Edição. De 21x15 cm. Com 261 págs. Ilustrado. Brochado. [por abrir] É a primeira e única edição deste muito apreciado livro sobre o Caminho de Santiago. “Trabalho de descrição e estudo do caminho português de peregrinação a Santiago, sob os aspectos geográfico, histórico, folclórico, artístico; também arquitetónico, etnográfico, genealógico, heráldico, litúrgico, coreográfico, agrícola, culinário, enfim sob todos os prismas possíveis.” Edição profusamente ilustrada com belíssimas fotografias do autor. 23€ 57. PASCOAES, Teixeira de (1959) São Paulo. Lisboa: Edições Ática. De 19x13 cm. Com 342 págs. Brochado. [levemente envelhecido] Como afirma António-Pedro Vasconcellos, na sua apresentação a esta obra de Teixeira de Pascoaes das edições Assírio & Alvim - 2002, São Paulo é um livro genial. Nele se descreve admiravelmente o percurso místico de Paulo, “divino poeta da vida e da loucura”, e episódios como o martírio de Santo Estêvão, a conversão, a evangelização, o retorno a Jerusalém, a prisão e o julgamento, a loucura de Nero e o incêndio de Roma. Foi após a publicação de São Paulo, livro muito elogiado, por exemplo, por Miguel de Unamuno, que Teixeira de Pascoaes ganhou projecção internacional, tornando-se o escritor português mais traduzido no estrangeiro. [edição pouco vulgar] 9€
  22. 22. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 58. RODRIGUES, Ernesto (2008) A Corte Luso-Brasileira no jornalismo português (1807-1821). Lisboa: Edição do autor. De 23x15 cm. Com 302 págs. Brochado. Reúne o autor neste livro textos significativos de 109 jornais dos anos de 1807 a 1821. Um livro de 302 páginas que interessa em especial aos estudantes não só de história mas também de jornalismo. Mas que pode interessar os leitores em geral pois estão em causa as repercussões da ida da Corte para o Brasil em 1807 numa decisão que teve tanto de imprevista como de organizada – D. João não chegou ao Rio como um exilado mas sim como um chefe de Estado em funções. 10€ 59. THOMÁS, Pedro Fernandes [2006] Velhas canções e romances populares portuguêses. Lisboa: Arquimedes Livros. De 21x13 cm. Com 190 págs. Ilustrado. Brochado. [como novo] Edição fac-similada, limitada a 80 exemplares, reproduzindo a 1ª edição publicada em 1913 em Coimbra por F. França Amado. Obra valorizada com uma extensa e significativa introdução de Ant. Arroio intitulada "Sobre canções populares portuguesas e o modo de fazer a sua colheita", e pela inclusão junto de cada canção da respetiva pauta musical. 10€ 60. DALLA BELLA, João Antonio (2008) Memorias e observações sobre o modo de aperfeiçoar a manufactura do azeite de oliveira em Portugal. Lisboa: Arquimedes Livros. De 21x13 cm. Com XIII, 137, [1] págs. Brochado. [como novo] Edição fac-similada, limitada a 80 exemplares, reproduzindo a 1ª edição publicada em 1784 em Lisboa. Ilustrado com uma gravura desdobrável contendo os sistemas mecânicos utlizados num lagar de azeite. 10€ 61. PINTO, José Ribeiro [194-] História das lotarias em Portugal. Lisboa: Imp. Portugal-Brasil. 1ª Edição [e única]. De 19x12 cm. Com 352 págs. Brochado. [exemplar por abrir] Ensaio sobre a origem das lotarias em Portugal e a sua história aos longos dos tempos. Em anexo são apresentadas tabelas com o número dos bilhetes, prémios obtidos e importância dos prémios desde maio de 1854 até á década de 40 do século XX. [Exemplar rubricado pelo autor] 12€
  23. 23. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 62. PIRES, José Cardoso (1963) O hóspede de Job. Lisboa: Arcádia. 1ª Edição. De 19x11.5cm. Com 253 págs. Encadernação do editor, protegida por sobrecapa. “Trata-se da descrição de um certo clima social e histórico, do Portugal Salazarista. Logo nos capítulos iniciais nos são dados os termos do contraponto: duas localidades alentejanas (Cercal Novo – onde a tropa é dominante – e Cimadas – onde a tropa é o corpo estranho), dois pólos opostos, ou seja, o povo e as chamadas forças da ordem, tropa, guarda e polícia política.” Joana Varela [exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor a Vergílio Pedroso] 18€ 63. MOURÃO-FERREIRA, David [1962] Infinito Pessoal ou a Arte de Amar. Lisboa: Guimarães Editores. 1ª Edição. De 21x15 cm. Com 49-III págs. Brochado. [discreta assinatura de posse no frontispício] Primeira edição de um dos mais estimados livros de David Mourão- Ferreira, figura fundamental das letras portuguesas das últimas décadas. Aparecido com a chancela da «Colecção Poesia e Verdade» é um dos livros mas raros e procurado desta colectânea. 16€ 64. MOURÃO-FERREIRA, David [1965] O Irmão. Peça em 2 actos. Lisboa: Guimarães Editores. 1ª Edição. De 19x12 cm. Com 101-III págs. Brochado. [assinatura de posse em anterrosto] Desta obra disse Luiz Francisco Rebello “Só um leitor apressado da obra anterior de David Mourão-Ferreira (refiro-me tanto à ficção como à poética) poderá surpreender-se com a vigorosa afirmação dramática testemunhada por esta peça. […] Escrever teatro em Portugal nos tempos escuros que vão correndo, é quase um acto de loucura. Abençoada loucura, quando o resultado é uma peça como esta de David Mourão-Ferreira.” Primeira edição da única peça dramática do autor até então aparecida, galardoada com o Prémio de Teatro da Casa da Imprensa e pela primeira vez representada no Teatro da Estufa Fria, de “modo quase confidencial”. 9€
  24. 24. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 65. GAIO, Manuel da Silva (1928) Svlamite. Poema. Coimbra: Atlântida Livraria Editora. 1ª Edição. De 20x12 cm. Com 58-III págs. Brochado. Capa de Carlos Carneiro. Primeira edição de um dos mais estimados livros de Manuel da Silva Gaio, nascido em Coimbra e que como poeta e prosador, detém um consolidado lugar entre os escritores do seu tempo. 6€ 66. ÁGUAS, Neves [1962] Bibliografia de Jaime Cortesão. Contribuição para um inventário completo. I Parte. Portugal. Lisboa: Editora Arcádia Limitada. 1ª Edição. De 21x16 cm. Com 168-II págs. Ilustrado. Brochado. [por abrir] O trabalho de Neves Águas inventaria as obras de Cortesão publicadas em volume, entrevistas e inquéritos, colaboração em jornais e revistas, conferências e discursos, traduções, etc. Único volume publicado, ilustrado com reproduções de capas de livros de Cortesão e cabeçalhos de algumas revistas onde o mesmo autor colaborou. 4€ 67. MESQUITA, António (1996) Os sapateiros no contexto económico, político e religioso do Reino. São João da Madeira: Câmara Municipal. De 22x15 cm. Com 302 págs. Brochado. Trabalho pioneiro de investigação sobre a importância dos sapateiros no contexto económico, político e religioso do reino. Estuda com rigor o culto de S. Crispim em Portugal enquanto padroeiro dos sapateiros, bem como a fundação da Ermida da mesma invocação em Lisboa e a sua influência em Portugal. Dá-nos uma visão profunda da estrutura corporativa dos sapateiros, seus regimentos e seu património. Transcreve muita documentação inédita. 14€ 68. QUINTAS, José Manuel (2004) Filhos de Ramires. As origens do Integralismo Lusitano. Lisboa: Editorial Nova Ática. De 20x14 cm. Com 425 págs. Brochado. [Tese de Mestrado do autor] “O propósito do trabalho é historiar os primórdios do movimento monárquico, Integralismo Lusitano (1913-1916), criado por Domingos de Gusmão Araújo, Rolão Preto e Luís de Almeida Braga, ao contactarem 14€
  25. 25. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima com o pensamento político de Charles Maurras, a que o então republicano António Sardinha logo aderiu, tornando-se o seu principal doutrinador.[…] Esta História refere, também, os seus primeiros activistas, além dos já mencionados, ou seja Hipólito Raposo, Pequito Rebelo, Xavier Cordeiro e Alberto de Monsaraz, que biografa. O velho Ramalho Ortigão chegou a aderir, com entusiasmo, ao movimento. Eis um livro que fazia falta para a história política de Portugal”. António Couto Viana [Exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor] 69. RAPOSO, Hipólito (1950) Heroísmo de Caridade. Guimarães: Separata dos n.º 7-8 e 9-10 do vol. 1º (2ª série) da revista Gil Vicente. De 24x15 cm. Com 24 págs. Brochado. Palavras proferidas na sessão comemorativa do IV centenário de S. João de Deus, na sala do Rádio-Cine de Montemor-o-Novo, a 8 de março de 1950, sob a presidência do Senhor Arcebispo de Évora. 4€ 70. RAPOSO, Hippolyto (MCMXXVI) Ana a Kalvnga em a nossa lingoagem Os Filhos do Mar. Relaçam de muitas coisas e sucessos qve vio & ouvio Hippolyto Raposo sendo advogado nos feitos cíveis & do crime nos senhorios das partes de Africa. Em Lisboa: Ottosgrafica. 1ª Edição [e única]. De 20x12 cm. Com 244 págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele e pastas cartonadas. Com ferros e dizeres dourados na lombada. [preserva as capas de brochura; só levemente aparado à cabeça] Hipólito Raposo […] partiu para Angola em 1922 onde permaneceu até 1923. Aí exerceu advocacia em Luanda, onde ao tempo Norton de Matos era Alto Comissário da República, com quem conviveu. Sobre este período em que permanece em Angola dá a lume um dos seus livros mais raros na atualidade – Ana a Kalunga. Belo exemplo de literatura colonial, que Carlos Selvagem considera “um bom livro quer sob o aspeto literário quer sob o aspeto nacionalista”, aproveitando para fustigar o desprezo que o Estado votada então às colónias, lembrando que havia quem pensasse que o ideal para a salvação financeira do País era… vendê-las. [Exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor a Álvaro Maia] 22€ 71. EVANGELISTA, Júlio [1951] Alfredo Pimenta: doutrinador de portugalidade. Guimarães: Separata da Revista «Gil Vicente». De 23x15 cm. Com 15 págs. Brochado. [Desenho da capa de Júlio Gil] 5€
  26. 26. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Conferência lida numa sessão de Homenagem a Alfredo Pimenta, realizada na sede da Junta Escolar Monárquica do Porto, 28 de Abril de 1951. [Exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor ao Dr. Pinto de Campos] 72. RAPOSO, Hipólito (1921) Caras e Corações. 1912-1920. Porto: Lvmen. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 244-I págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele e pastas cartonadas. Com ferros e dizeres dourados na lombada. [preserva as capas de brochura; só levemente aparado à cabeça] Reúne o autor em Caras e Corações um conjunto de ensaios de natureza política, doutrinária de crítica, bem como ensaios de índole histórica escritos e publicados entre os anos de 1912 e 1920. [exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor ao ilustre diplomata, escritor e jornalista, Guilherme Eduardo de Ayala Monteiro] 20€ 73. RAPOSO, Hipólito (1921) Patria Morena. Porto: Livraria Civilização. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 335-IX págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele e pastas cartonadas. Com ferros e dizeres dourados na lombada. [preserva as capas de brochura; só levemente aparado à cabeça] «Pátria Morena», uma das mais apreciadas obras de Hipólito Raposo, que é uma colectânea de crónicas de caracter doutrinário e histórico. Algumas são inéditas outras ainda haviam sido já publicadas em jornais e revistas. Obra muito importante juntamente com «Caras e Corações. 1912-1920» pois encerram o que de mais importante Hipólito Raposo escreveu e defendeu aquando da génese e dos primeiros tempos do “Integralismo Lusitano”. 20€ 74. RAPOSO, Hipólito (1950) Oferendas. Lisboa: Imprensa Nacional da Publicidade. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 296-II págs. Encadernação meia inglesa com lombada em pele e pastas cartonadas. Com ferros e dizeres dourados na lombada. [preserva as capas de brochura; só levemente aparado à cabeça] Reunião de diversos trabalhos alguns já anteriormente publicados, onde se denota o esmerado culto das letras de Hipólito Raposo, encarado como amantíssima homenagem ao idioma pátrio. Muitos dos trabalhos são de carácter histórico outros são-no de carácter político e doutrinário. Neste volume encontramos 22€
  27. 27. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima a confirmação, de que a designação “integralismo lusitano” surgiu na Bélgica (no exílio!) e o seu autor foi Luís de Almeida Braga – a quem cabe portanto a glória de ser padrinho do movimento que nascia. Muito interessante é também o relato dos contactos entre Hipólito Raposo e Ramalho Ortigão; como seria de esperar, constata-se ali que a estrepitosa adesão de Ramalho aos princípios do Integralismo não foi um gesto súbito e isolado. Primeiro procurou ele certificar-se, informar-se, confirmar o que intuía. Hipólito Raposo foi chamado para conversar na casa da Rua dos Caetanos, por ser colega de um dos netos de Ramalho, Eduardo Ortigão Burnay, e com o velho leão discutiu tudo o que então se discutia. [exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do autor ao ilustre diplomata, escritor e jornalista, Guilherme Eduardo de Ayala Monteiro] 75. RAPOSO, Hipólito (1940) Amar e Servir. História e Doutrina. Porto: Livraria Civilização - Editora. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com XXXI-248 págs. Encadernação meia francesa com lombada e cantos em pele verde. Com ferros e dizeres dourados na lombada. [preserva as capas de brochura; por aparar] Livro muito raro, apreendido pela polícia política e que levou Hipólito Raposo ao desterro, por ter considerado a existência de uma salazarquia. Demitido da função pública, apenas voltou a ser reintegrado em 1951. [O livro mais raro da extensa obra de Hipólito Raposo] 19€ 76. SARAIVA, Mário (1944) Claro dilema. (Monarquia ou Republica?). Lisboa: Edições Gama. 1ª Edição. De 19x13 cm. Com 249-II págs. Brochado. [por abrir] Livro de apreciável importância para a bibliografia da «Causa Monárquica» em Portugal. Alguns dos capítulos: O Dilema – (Monarquia ou Republica?): Carácter Nacional; Independência e responsabilidade; Força e Prestígio; Estabilidade, Duração e Continuidade; Competência; Justiça. Nobreza e Vinculação. Considerações sobre as Ditaduras. […] Primeiro livro do autor, já pouco vulgar e muito procurado. Aquando da sua publicação foi vigorosamente saudado pelos Mestres integralistas Hipólito Raposo e Alberto de Monsaraz. 9€ 77. AAVV (2011) Mulheres na I República. Percursos, conquistas e derrotas. Lisboa: Edições Colibri. De 23x16 cm. Com 378 págs. Brochado. [exemplar quase perfeito] 10€
  28. 28. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Sem que tenha a pretensão de ser exaustiva, esta obra foca um certo número de situações consideradas exemplares de uma sociedade em mutação e do lugar que as mulheres aí pretendiam ocupar. Índice de alguns dos estudos: Feminismo, Feminismos e Sufragismo na 1.ª República, por João Esteves; Vozes antifeministas na 1.ª República. Ecos de oposição ao feminismo, por Isabel Baltazar; As Intelectuais, por Zília Osório de Castro; Vivências Monárquicas, por Maria Emília Stone; Resistências Femininas ao Laicismo Republicano, por Maria Lúcia de Brito Moura; “Pela Pátria e pela República”. As Mulheres Republicanas na I Guerra Mundial, Natividade Monteiro; etc. 78. AAVV (2011) D. Dinis. Actas dos Encontros sobre D. Dinis em Odivelas. Lisboa: Edições Colibri. De 23x16 cm. Com 122 págs. Ilustrado. Brochado. [exemplar quase perfeito] Índice das comunicações apresentadas: Grupos Marginais no Período Dionisíaco – Mouros, Judeus e Outros, por Pedro Gomes Barbosa; A Mestria do poema e a poética dionisiana, por Nuno Júdice; D. Dinis e a poesia – Cortes cultas e prática poética (o tema do olhar), por Isabel Barros Dias; Instrumentos Musicais do tempo de Dom Dinis, por Victor Palma; O bom rei sabe bem morrer. Reflexões sobre o túmulo de D. Dinis, por Carla Varela Fernandes; D. Dinis e Odivelas, por João Fresco e Sofia Correia de Matos. 5€ 79. PASTOUREAU, Michel (1996) O tecido do diabo. Uma história das riscas e dos tecidos listrados. Lisboa: Editorial Estampa. De 24x14 cm. Com 116 págs. Ilustrado. Brochado. “Este ensaio é antes do mais particularmente original, pois partindo de um tema tão específico como é o das representações das riscas nos tecidos, vai procurar encontrar o significado de tais riscas ao longo do tempo, desde o século XIII até à actualidade, isto é, desde um tempo em que lhe eram atribuídos significados negativos até aos da alegria, que agora se lhe pode dar. Através das páginas deste pequeno livro vamos verificando como as várias modalidades de interpretação foram evoluindo de acordo com diferentes posicionamentos das mentalidades. Esta obra que analisa a simbólica nos meandros da semiótica é, ao contrário do que se poderia pensar num primeiro momento, de leitura agradável e não demasiado pesada.” José Manuel Garcia 7€
  29. 29. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 80. MARTINS, Rocha (1933) Heroínas Portuguesas. Porto: Livraria Lello. 1ª Edição. De 19x10 cm. Com 124 págs. Ilustrado. Brochado. Obra constituída por três contos que poem em evidência o papel de mulheres que se destacaram na Restauração da Independência e nas Guerras Liberais, tendo os seguintes títulos: «D. Filipa de Vilhena» (século XVII, pp. 5-44), «D. Maria de Lencastre, Defensora de Monção» (século XVII, pp. 45-82) e «A Duquesa de Ficalho» (século XIX, pp. 83-124). 4€ 81. ROBY, João Pinto (1982) Exposição Analítica do Pronunciamento do dia 17 de Maio [1846] em Braga e dos actos da Junta Provisória nos dias 17 e 8 do dito mês. Lisboa: Edições Antígona. De 20x9 cm. Com 82 págs. Brochado. A primeira edição desta “exposição” publicou-se no Porto no ano de 1846. A presente edição conta com um extenso prefácio de José de Sepúlveda Macedo onde este faz o enquadramento politico e social do tempo em que ocorreu o “Pronunciamento”. 5€ 82. VIEIRA, Casimiro José [1981] Apontamentos para a História da Revolução do Minho em 1846 ou da Maria da Fonte. Escriptos pelo Padre Casimiro finda a guerra em 1847. Prefácio e estabelecimento do texto de José Teixeira da Silva. Lisboa: Edições Antígona. De 19x9 cm. Com 182 págs. Brochado. Padre Casimiro José Vieira, sacerdote minhoto, nascido em 1817 e falecido em 1895, foi um dos líderes, talvez o mais destacado, das guerrilhas da Maria da Fonte. Publicou o relato das suas atividades guerreiras à frente de um grupo de camponeses, que agora se publica pela 1ª vez após a edição original. Esta obra é considerada um documento histórico importante para o estudo daquela revolta. Nela o Padre Casimiro, chefe guerrilheiro audaz, conta-nos, numa prosa ora castiça, ora castigada, mas sempre vivíssima, os dramas de uma movimentação popular contraditória que, iniciada sob o signo da defesa do passado – a oposição aos enterros nos cemitérios – e atingirá, nos seus momentos privilegiados, a radicalidade da contestação a todos os poderes políticos da época, setembristas ou cartistas. 6€
  30. 30. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 83. Cartulário do Mosteiro de Crasto. Guimarães: Arquivo Municipal de Guimarães, 1938. De 25x15 cm. Com 46págs. Brochado. [ligeiro vinco na capa de brochura, e insignificante perda na contracapa; por abrir] Número especial do "Boletim de Trabalhos Históricos ", publicação subsidiada pela Junta de Provincia do Minho. O Mosteiro de São Martinho de Crasto, localizado em Crasto – Ponte da Barca, era masculino, pertenceu aos Cónegos Regulares de Santo Agostinho, esteve sujeito ao arcebispo de Braga até ser unido à Congregação de Santa Cruz de Coimbra. Entre 1136 e 1140, ocorreu a fundação da Igreja e do Mosteiro de São Martinho de Crasto, em terras do seu fundador, D. Onerico Soeiro, fidalgo. 8€ 84. CASTELINHO, Joaquim A. [1981?] Monografia histórica de Mós do Douro. [s.l. : s.n]. De 18x12 cm. Com 250-V págs. Profusamente ilustrado. Brochado. Interessante e bem documentada monografia de Mós do Douro, localidade antiquíssima que na atualidade pertence ao Concelho de Vila Nova de Foz-Côa. Com relevantes elementos para os estudos históricos, etnográficos e genealógicos. Trabalho profusamente ilustrado ao longo do texto com dezenas de fotogravuras, mapas e fac-simile de documentos. 9€ 85. CASTRO, Manuel Chaves e (1956) Aspectos Etnográficos na Literatura Portuguesa. Prefácio de Jorge Dias. Coimbra: Livraria Almedina. 1ª Edição. De 22x15 cm. Com 44 págs. Ilustrado. Brochado. Do prefácio de Jorge Dias: “O Autor quis aqui dar uma visão panorâmica de vários aspectos da cultura popular, vistos através da literatura portuguesa e, pode dizer-se que não falhou o seu objectivo. Se alguns exemplos têm menos valor etnográfico, outros há que são flagrantes de realidade bem observada e bem descrita.” Edição muito invulgar, ilustrada em folhas à parte com várias fotogravuras reproduzindo aspectos etnográficos de grande parte do território português. 9€ 86. Costa, António Domingues de Sousa (1963) D. Gomes, reformador da abadia de Florença, e as tentativas de reforma dos mosteiros portugueses no século XV. Abadia de Montserrat: 8€
  31. 31. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Separata de Studia monastica vol. 5 p. 59-164. De 23x15 cm. Brochado. Estudo aprofundado sobre a vocação e figura religiosa de D. Gomes em Itália e a sua eleição para Prior Conventual de Santa Cruz de Coimbra, bem como a análise de D. Gomes como reformador de mosteiros italianos, e a sua indigitação para reformador dos mosteiros portugueses. Transcreve basta documentação. 87. LARCHER, Jorge das Neves (1934) Em prol dos castelos de Portugal. Prefácio de Luís Chaves. Lisboa: Imprensa Nacional. 1ª Edição. De 20x12 cm. Com 28 págs. Ilustrado ao longo do texto com desenhos do Prof. Armando Lucena. Brochado. Opúsculo onde o autor pretende chamar a atenção das entidades públicas mas também da população em geral para “o vandalismo dos homens e a acção destruidora do tempo” que se vinha exercendo sobre os castelos portugueses. Tem ainda como intenção por um travão aos “restauros fantasiosos e reconstruções poéticas ou modernistas em aspecto técnico” que se estava a operar em muito monumentos de reconhecido valor histórico e cultural. [pouco vulgar] 5€ 88. SILVA, Francisco Ribeiro da (1988) Venalidade e hereditariedade dos ofícios públicos em Portugal nos séculos XVI e XVII. Alguns aspectos. Porto: Separata da «Revista de História» da Universidade do Porto. Vol. VIII. De 14x16 cm. Com 13 págs. Brochado. “É sabido que na Europa da época moderna, não sendo clara a distinção entre o que pertencia ao sector privado e o que competia ao domínio público, os ofícios do Estado e da Administração foram objecto de compra e venda e funcionaram como parte integrante dos bens patrimoniais transmissíveis por herança ou por doação. […] Mas terá existido venalidade em Portugal?” A esta interrogação responde o autor ao longo deste curto mas intenso estudo. [com dedicatória e autógrafo do autor] 5€ 89. BRAZÃO, Eduardo (1965) Os Corte Reais e o novo mundo. Lisboa: Agência Geral do Ultramar. 1ª Edição. De 23x16cm. Com168 págs. Brochado. A história da família Corte Real é interessantíssima. João Vaz Corte-Real navegou o Atlântico Norte por mais de 25 anos descobrindo a Terra Nova em 1472. Foi recompensado pelo Rei, com o título de Capitão-Mor e o governo de metade da Ilha Terceira, aonde viveu. O seu filho mais novo, Gaspar, em 1500 fez 10€
  32. 32. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima a sua primeira viagem à Terra Nova (New Found Land) então chamada "Terra dos Corte- Reais". Partiu em 1501 numa segunda expedição ao Continente Americano e nunca mais voltou! O outro filho Miguel, partiu em 1502 em busca de seu irmão e também nunca mais foi visto! 90. TAVARES, Silva (1940) Ronda de Glória: 1140-1940. Lisboa: Edição do Cortejo do Mundo Português. 1ª Edição. De 20x13 cm. Com 105-V págs. Ilustrado. Brochado. Poesia popular, feição comum à maioria dos livros de Silva Tavares, onde se exaltam os feitos portugueses desde a início da nacionalidade até ao século XX. O autor, poeta com invulgar audiência no seu tempo conta com númerosos títulos publicados. Volume ricamente ilustrado ao longo dos textos com belissimos desenhos e capitais decorativas de Joaquim Azevedo, pertencendo a campa em policromia ao mesmo distinto ilustrador. O extenso prefácio de Henrique Galvão (13 págs.) valoriza esta obra muito estimada. 7€ 91. [conjunto de 2 títulos] MENDEIROS, José Filipe (1985) Guia do Museu de Arte Sacra da Catedral de Évora. Évora: [Comp. e Imp: Gráfica Eborense]. De 16x11 cm. Com 68-XXXII págs. Ilustrado. Brochado. [edição em português/francês/inglês] Guia profusamente ilustrado em folhas à parte com reprodução em plena página de mais de trinta estampas contendo escultura, pintura, paramentaria, mobiliário e ourivesaria. GUERREIRO, Deão Alcântara (1982) A Catedral de Évora. Arte e História. Guia para o visitante. Évora: Edições «Sé de Évora». De 16x11 cm. Com 40-XXX págs. Profusamente ilustrado. Brochado. [com resumo em língua francesa] Guia profusamente ilustrado em folhas à parte com reprodução em plena página de mais de trinta estampas de pormenores arquitetónicos e escultóricos bem como fotogravuras de panorâmicas gerais e dos alçados. 8€ 92. Relatório dos actos da Meza da Santa Casa da Misericordia de Braga. Braga: Typographia Lusitana, 1904. De 22x14 cm. Com 124 págs. Brochado. Relatório com muita importância para a história da «assistência» em Portugal, pelo facto de a maior parte do livro se dedicar ao multi-secular Hospital de São Marcos. 6€
  33. 33. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 93. FONTES, Manuel da Costa (1980/1983) Romanceiro Português dos Estados Unidos. I: Nova Inglaterra. II: Califórnia. Coligido e editado por … Prefácio de Samuel G. Armistead e Joseph H. Silverman. Coimbra: Por Ordem da Universidade. 2 Vols. De 25x20 cm. Com 283-247 págs. Brochado. Índice dos capítulos do volume Nova Inglaterra: I. Os Portugueses na Nova Inglaterra; II. Os Informadores e os Romances; A. Romances Vários; B. Romances e Canções Infantis; C. Romances Picarescos; D. Romances Sacros e Orações Narrativas; E. Romances de Cego; Popularizados; F. A Experiência do Imigrante; Apêndice: Orações, Ensalmos e Outros Textos Poéticos; Índices. Índice dos capítulos do volume Califórnia: A. Romances Vários; Carolíngios (Derivados do Cantar de Gesta Francês); Históricos, Presos e Cativos, Regresso do Marido, Amor Fiel, Amor Desgraçado, Esposa Desgraçada, Adúltera Mulheres Matadoras, Raptos e Violadores, Incesto, Mulheres Seduzidas, Várias Aventuras Amorosas, Morte Personificada, Assuntos Vários, Canções Cumulativas. B. Romances e Canções Infantis; C. Romances Picarescos; D. Romances Sacros e Orações Narrativas; E. Romances de Cego Popularizados. Índices: I. Índice de Temas; II. Correspondências com El Romancero judeo-espanol en el Archivo Menéndez Pidal; III. Índice de Informadores; IV. O Romanceiro Português na América do Norte: Índice Temático e Bibliográfico. Romanceiro vastíssimo do qual muito se conservava inédito. Obra de referência, indispensável e incontornável no que concerne ao estudo do Romanceiro Português. [tudo quanto se publicou referente aos Estados Unidos; procurados] 32€ 94. LE GOFF, Jacques (1994) O imaginário medieval. Lisboa: Editorial Estampa. De 20x13 cm. Com 368 págs. Brochado. Os ensaios reunidos em «O imaginário medieval» “vêm precisar, ampliar e aprofundar a busca de uma visão renovada da história da idade média empreendida pelo autor em obras anteriores. O leitor encontrará neles, em particular, três temas: o do tempo, objecto privilegiado do historiador; o das relações entre a cultura erudita e a cultura popular; e o da antropologia política histórica – um rótulo a definir e destinado a orientar para novas preceptivas o impressionante regresso da história política.” 6€
  34. 34. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 95. CORTAZAR, Garcia de (1996) História Rural Medieval. Lisboa: Editorial Estampa. De 20x14 cm. Com 176 págs. Brochado. O autor, reputado medievalista trata com verdadeiro rigor científico nesta “História Rural Medieval” de três problemas gerais: A evolução da paisagem agrária; A distribuição do poder e as alterações que na mesma se produzem em relação às formas de exploração da terra; O mecanismo de criação de rendas e a transferência das mesmas para outros sectores da economia, regional e extra-regional. O esquema de análise dos seus conteúdos é feito através do exemplo hispano-cristão. 6€ 96. LABAREDAS, José (1999) Coruche à mesa e outros manjares. Lisboa: Assírio & Alvim. 1ª Edição. De 22x15 cm. Com 363 págs. Brochado. Com Coruche à Mesa e Outros Manjares, o autor quis sobretudo homenagear a sua terra ribatejana. Mas este livro, além de incluir um receituário vastíssimo, é povoado por referências a pessoas e outros saberes dos quais destacamos: um estudo erudito sobre a gastronomia em Gil Vicente, outro «Acerca do cozido português»; são publicados ainda estudos sobre o fumeiro e os enchidos portugueses, sobre as feijoadas lusas, e sobre a gastronomia na obra de Eça de Queiroz, entre outros. [exemplar valorizado com autógrafo e dedicatória do punho do autor] 10€ 97. MADUREIRA, Nuno Luís (1997) Mercado e Privilégios: A indústria Portuguesa entre 1750 e 1834. Lisboa: Editorial Estampa. De 20x14cm. Com 93 págs. Brochado. “Este livro corresponde a uma versão revista da dissertação de doutoramento do autor e é um importante contributo para o estudo das condicionantes e dos processos da industrialização portuguesa no período compreendido entre o início da acção governativa do marquês de Pombal e o termo da guerra civil”. 5€ 98. MATOS, Ana Maria Cardoso de (1998) Ciência, tecnologia e desenvolvimento industrial no Portugal oitocentista: O caso dos lanifícios do Alentejo. Lisboa: Editorial Estampa. De 20x14 cm. Com 487 págs. Brochado. [dissertação de doutoramento em história contemporânea] 6€
  35. 35. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima “[…]Na primeira parte deste trabalho pretendemos analisar até que ponto Portugal estava desfasado em termos científicos e tecnológicos daquilo que era feito nos outros países da Europa […]. Na segunda parte do trabalho analisamos a industria dos lanifícios em dois distritos do Alentejo, Évora e Portalegre, procurando verificar quer a forma como tradicionalmente se organizava esta actividade quer a forma como os discursos sobre o progresso e as vantagens de aplicação de maquinismos ou de princípios científicos e técnicos foram entendidos e aplicados pelos fabricantes e pelos industriais […]” 99. PÉLISSIER, René (2006) As Campanhas Coloniais de Portugal 1844-1941. Lisboa: Editorial Estampa. De 20x14 cm. Com 446 págs. Brochado. [exemplar como novo] “Pela primeira vez, um livro revela a história global da conquista do enorme império colonial que Portugal chegou a construir em África, na Índia e na Insulíndia, a partir de 1844. Marcada por guerras quase permanentes no início do século XX, esta conquista durou até 1941. No seu apogeu, a extensão do império português foi proporcionalmente igual à do império francês. Como é que, sem dinheiro nem emigrantes numerosos, mas por meio de armas, este pequeno e pobre reino, que as grandes potências queriam desapossar, foi capaz de conseguir uma tal empresa? É o que nos conta esta obra minuciosamente documentada. Abundante em informações, este livro magistral esclarece toda uma vertente de História quase desconhecida, cujas consequências não cessam de se repercutir no nosso mundo contemporâneo.” 7€ 100. DUARTE, Jorge Barros (1984) Timor: Ritos e Mitos Ataúros. Lisboa: Instituto de Cultura e Língua Portuguesa. 1ª Edição. De 24x16 cm. Com 306-XV págs. Ilustrado. Brochado. [exemplar maculado com pequeno rasgo na contracapa] Importante trabalho sobre a religião primitiva dos ataúros. No presente trabalho encontram-se enfeixados muitos textos orais em vernáculo, quer de ritos quer de mitos, através dos quais se pode aquilatar o pensamento religioso ataúro, pronunciadamente animista. Estudo ilustrado a negro e a cores com fotogravuras impressas em folhas à parte sobre papel couché; com transcrição e estudo das canções dos ataúros. 12€
  36. 36. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 101. PÉLISSIER, René (2007) Timor em Guerra. Lisboa: Editorial estampa. De 20x14 cm. Com 508 págs. Brochado. [exemplar quase perfeito] “A partir do estudo de fontes portuguesas e holandesas, a obra analisa, nomeadamente, mais de cinquenta campanhas e expedições, necessárias à Monarquia e à Primeira República para que os guerreiros timorenses se tornassem súbditos portugueses”. 6€ 102. MACHADO, José Alberto Gomes (1995) André Gonçalves. Pintura do Barroco Português. Lisboa: Editorial Estampa. 1ª Edição. De 20x14 cm. Com 315-XX págs. Ilustrado. Brochado. A vida e obra de André Gonçalves constituem um testemunho exemplar dos condicionamentos e virtualidades da sociedade portuguesa do período barroco e do lugar que nela podia desempenhar um artista. É abordada a sua formação cultural e artística, com especial ênfase na gravura. É ainda sublinhado o papel relevante do desempenhado pelo mestre, na luta pela dignificação da arte da pintura. [Estudo ilustrado a negro com fotogravuras impressas em folhas à parte] 5€ 103. QUITÉRIO, José (Apresentação) [1989] Livros Portugueses de Cozinha. Lisboa: Biblioteca Nacional. 1ª Edição. De 24x16 cm. Com 224 págs. Ilustrado com dezenas de frontispícios de livros. Brochado. Importante catálogo, que é um notável contributo para o estudo e difusão dos livros portugueses de cozinha, inventariando mais de um milhar de espécimes, muitos dos quais desconhecidos do grande público e ausentes de outros catálogos do mesmo género. [Primeira edição, logo esgotada] 11€ 104. OLIVEIRA, Águedo de (1941) O Vinho do Pôrto nos Tempos Classicos. Lisboa: Livraria Portugália. 1941. De 13x20 cm. Com VIII-229-I págs. Brochado. [brochura levemente empoeirada; miolo muito limpo] Interessantíssimo trabalho sobre o vinho do Porto, dividido em seis grandes capítulos: O Vinho das Terras Calenas (O pôrto anuncia-se), Na Idade Média Concelhia (O pôrto revela-se), O mais distinto Vinho do País (O pôrto hierarquiza-se), A Feitoria e as Querelas de Methuen (O pôrto difunde-se), Enologia Antiga (O pôrto de sempre) e Alguns Aspectos Económicos Seculares... […][invulgar] 18€
  37. 37. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 105. ALVES, Ana Maria (s.d.) As Entradas Régias Portuguesas. Lisboa: Livros Horizonte. De 21x14cm. Com 88 págs. Ilustrado. Brochado. A chegada dos reis às cidades e vilas foi sempre festejada com cerimónias solenes promovidas pelas Câmaras e pelo próprio Rei. Consoante as épocas, estas cerimónias podem ser constituídas por diferentes rituais, como a entrega de bandeiras ou chaves, cortejos, discursos, decoração de ruas e fachadas, etc., e por manifestações de alegria que podem envolver danças, jogos, teatro erudito e popular, fogo-de-artifício, etc. O presente estudo analisa as Entradas Régias Portuguesas desde o século XII até ao século XVIII esclarecendo a sua função política e social, a sua morfologia, a hierarquização dos seus elementos, as várias linguagens artísticas e meios de comunicação nelas empregues e o seu nível de leitura consoante o publico, ou públicos, nelas envolvidos. 7€ 106. A Questão Dinástica. Documentos para a História Mandados Coligir e Publicar pela Junta Central do Integralismo Lusitano. Lisboa: Empresa nacional de Industrias Gráficas, 1921. 1ª Edição. De 31x23 cm. Com IV- 64 págs. Brochado. [brochura levemente empoeirada] «Reunindo em volume todos os documentos oficiais, referentes ao conflito aberto ha quasi dois anos, entre o Integralismo Lusitano e o Senhor Dom Manuel II que foi Rei de Portugal, serve-se apenas o proposito de actualizar e perpetuar os termos liais e exactos de uma questão politica, já hoje tão esquecida e deturpada nas suas razões fundamentais. [...]» Refere-se aqui o articulista ao indiferente não envolvimento de D. Manuel II, então a residir em Londres, nas sucessivas tentativas que a Causa Monárquica levou a cabo para derrubar a República. Adriano Xavier Cordeiro, o conde de Monsaraz, Pequito Rebelo, António Sardinha, Luís de Almeida Braga e Hipólito Raposo assinam pela Junta. 13€ 107. AMARAL, Augusto Ferreira do (1966) A Acalmação e Dom Manuel II: estudo histórico-político do primeiro ministério de D. Manuel II, baseado em numerosos documentos inéditos, incluindo cartas do Rei. [Lisboa]: Empresa Nacional de Publicidade. 1ª Edição. De 17x12 cm Com 365 págs. Ilustrado com dezenas de fotogravuras. Brochado. [lombadas com sinais de manuseamento] 11€
  38. 38. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima “Pretendi fornecer, aos estudiosos que caso se debrucem sobre o curto período que este trabalho versa, novos documentos com factos inéditos e facetas originais de personagens imperfeitamente estudadas. Intentei aprofundar os motivos que originaram a mudança de instituições, em 1910.” Do prólogo 108. VICENTE, Ana & VICENTE, António Pedro (1998) O Príncipe Real Luiz Filipe de Bragança. 1887-1908. Lisboa: Edições Inapa. 1ª Edição. De 31x22 cm. Com 175 págs. Profusamente ilustrado. Encadernação do editor. Da Introdução: “Construímos uma biografia, género histórico que nos permite um levantamento mais completo da memória passada. Não foi nossa intenção tomar partido, erigir polémicas ou retirar ensinamentos. No entanto, os depoimentos, memórias, correspondência, testemunhos, relatos jornalísticos, ilustrações, fotografias e outras fontes de uma vivência e, também, os estudos que, nestes noventa anos surgiram e que aqui são inscritos darão aos leitores matéria suficiente para tirarem as suas próprias conclusões.” Edição de qualidade gráfica habitual nas prestigiadas edições Inapa, com vasta documentação iconográfica – fotográfica na sua maior parte e assente sobre papel de elevada qualidade. Encadernação editorial em tela com dizeres gravados a frio, protegida por sobrecapa estampada a cores. [Exemplar valorizado com autógrafos e dedicatória dos autores a Lobato de Faria] 24€ 109. GAMA, Luís Filipe Marques da (1991) El-Rei Dom Carlos - Memória Viva. Lisboa: Edições Inapa. 1ª Edição. De 31x22 cm. Com 307 págs. Profusamente ilustrado. Encadernação do editor com sobrecapa. [sobrecapa levemente polida] “[…] Sem pretensões de nos considerarmos especialista na matéria, melhor dizendo, das diversas matérias abordadas, tivemos como preocupação fundamental divulgar o retrato do Rei e do Homem segundo critérios objectivos e sempre à luz dos documentos da época, apoiados nos testemunhos insuspeitos de autores consagrados”. Da introdução 20€
  39. 39. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Índice dos capítulos: Infância e juventude do príncipe real; O casamento real e a Corte de Belém; O Rei e o Homem; A acção diplomática do monarca; O artista e a sua obra; O naturalista e o oceanógrafo; O desportista e caçador; O lavrador e aficionado; […] Belíssimo estudo/álbum de excelente qualidade gráfica, impresso em papel superior, reproduzindo a negro e a cores, numerosas fotogravuras documentando as várias fazes da vida do monarca em todas as suas actividades quer lúdicas quer como chefe da Nação. 110. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo X. Janeiro-Março n.º 1 – 1969. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 100 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte tanto a negro como a cores com desenhos fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: A problemática de um brasão de armas (São Payo). Um ensaio de história e de heráldica medievais pelo Marquês de São Payo; A heráldica da Casa de Abrantes por D. Luiz Gonzaga de Lancastre e Távora; As armas africanas de D. Pedro de Mennezes pelo Conde de Paraty; Títulos portugueses usados em Espanha, por Domingos Araújo Affonso; Brasões de armas de famílias portuguesas em Itália, por José Benard Guedes Salgado; […] Alerta-se para a circunstância de alguns dos estudos serem a continuação de números anteriores ou ainda poderem ter continuação em números seguintes. 11€ 111. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo VII. Abril-Junho n.º 2 – 1966. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 93 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: Le dossier nobiliaire et heraldique des Bonaparte, pelo Baron Hervé Pinoteau; Portugal e Algarve, Reis-de-armas no exilio, por Rui Vieira da Cunha; A Família Martim Afonso de Sousa «O da batalha Real», por Luis de Mello Vaz de São Payo; O original do nobiliário de D. António de Lima Pereira, Senhor de Castro Daire e Alcaide- Mor de Guimarães, por Abílio Rebelo de Carvalho; […] 11€ 112. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo VII. Outubro- Dezembro n.º 3 – 1966. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 125 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. 11€
  40. 40. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Alguns dos estudos inseridos neste número: Genealogias Vimaranenses, por Helena Macedo e Menezes e Maria Adelaide Pereira de Morais; Estudos de Direito Nobiliárquico Português – Os Condados de Avintes e do Lavradio, por Carlos Ary dos Santos; Subsídios para a Genealogia dos Toscanos, por Armando de Jesus Marques; Sobre as tapeçarias do Palácio Nacional da Ajuda que pertenceram aos Távoras, por Segismundo Pinto; […] 113. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo VI. Outubro- Dezembro n.º 3 – 1965. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 141 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. [brochura levemente envelhecida] Alguns dos estudos inseridos neste número: Contenda entre Afonso Sanches e o Conde Dom Martim Gil, por J. M. Cordeiro de Sousa; O Conde Martim Gil. Quem era? Quando Morreu? Por Eugénio Cunha e Freitas; Do sistema heráldico do Brasil-Império, por Rui Vieira da Cunha; Bivares em Portugal, por Luís Bivar Guerra; A família de Martim Afonso de Sousa, Por Luiz de Mello Vaz de São Payo; […] 11€ 114. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo V. Janeiro-Março n.º 1 – 1964. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 132 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: Chevalerie et heraldique. Leurs relations principalement en France, por Paul Adam; Árvores de Costados do Grandes de Portugal, por Domingos Araújo Affonso; Meditações heráldicas: Usos emblemáticos dos Reis Católicos imitados por D. Manuel I?; Heráldica quatrocentistas do apelido Castelo Branco, por Francisco de Simas Alves de Azevedo; […] 11€ 115. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo V. Julho- Setembro n.º 2 – 1964. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 92 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: As históricas Confrarias Concepcionistas de Vila Viçosa, pelo Marquês de São Payo; Marqueses de Fontes e de Abrantes, pelo Marquês de Abrantes; Une tableau héraldique en souvenir d’un mariage, por Baron Hervé Pinoteau; […] 11€
  41. 41. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 116. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo V. Outubro- Dezembro n.º 3 – 1964. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 149 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: De como as pretensões heráldicas puderam levar em tempos ao cadafalso, por Marquês de São Payo; Os dois morgadios de Selir, por Carlos Ary dos Santos; Um brasão sem carta de mercê, por Visconde de Alcochete; […] 11€ 117. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo IV. Janeiro- Março n.º 1 – 1963. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 95 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: A fundação do Instituto Português de Heráldica, por Affonso de Dornellas; Algunos monumentos heráldicos portugueses en España, por Faustino Pidal de Navascués; Esboço dum Corpus Sigilográfico-Heráldico, por Simas Alves de Azevedo; O brasão dos Morgados de Mateus, por Luiz Bivar Guerra; Armas animadas, por Vaz- Osório da Nóbrega, […] 11€ 118. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo IV. Abril-Junho n.º 2 – 1963. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 93 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: Sobrevivência no século XVIII de direitos paróquias medievais, por Marquês de São Payo; Un bordado heráldico Leonês, por Faustino Pidal de Navascués; Árvores de Costados dos Grandes de Portugal, por Domingos Araújo Affonso; Livro da linhagem dos Cunhas da Batalha, por Carlos Ary dos Santos; […] 11€ 119. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo III. Janeiro- Março n.º 1 – 1962. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 101 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. [maculado com pequena mancha na capa de brochura] Alguns dos estudos inseridos neste número: Brazões de armas dos Grandes e Titulares portugueses num armorial francês de 1642-44, pelo Marquês de São Payo; Noblesse et 12€
  42. 42. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima Chevaliere en France au Moyen Âge, por Paul Adam-Even; A origem da Cruz da Ordem de Aviz, por P. Fr. Amaro Cocheril; O Conde da Barca e o seu papel em alguns aspectos das relações culturais de Portugal com a Inglaterra e a Alemanha, por António Pedro de Sousa Leite; […] 120. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo III. Abril-Junho n.º 2 – 1962. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 96 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. [brochura levemente empoeirada] Alguns dos estudos inseridos neste número: A Carta de Brasão de Armas de Nicolau Coelho, pelo Marquês de São Payo; Les Bonaparte avant 1789, por Barão Hervé Pinoteau; Ordem Equestre do Santo Sepulcro de Jerusalém; O brasão de armas do 6º Congresso Internacional de Genealogia e Heráldica; […] 12€ 121. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo II. Maio-Agosto n.º 3 – 1961. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 115 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. Alguns dos estudos inseridos neste número: O Romance português de Hortense Allart, pelo Marquês de São Payo; L’heraldique cistercienne portugaise, por Fr. Amaro Cocheril; Achegas para o estudo dos vestuários simbólicos das virtudes, no «Boosco Deleitoso», seu presumível parentesco com a heráldica quatrocentista portuguesa, por Simas Alves de Azevedo; […] €12 122. Armas e Troféus. Revista de História, Heráldica, Genealogia e de Arte. Tomo II. Setembro- Dezembro n.º 1 – 1960. Lisboa: Instituto Português de Heráldica. De 23x18 cm. Com 122 págs. Ilustrado no texto e em folhas à parte com desenhos, fotogravuras e tábuas genealógicas desdobráveis. Brochado. [brochura levemente empoeirada] Alguns dos estudos inseridos neste número: Febo Moniz: Procurador por Lisboa às Cortes de Almeirim (o Braço do Povo em 1580), pelo Marquês de São Payo; A provável origem do apelido Azevedo, por Simas Alves de Azevedo; Um caderno de Cristãos-Novos de Barcelos, por Luiz Bivar Guerra; A heráldica dos Maniques, por Carlos Ary dos Santos; […] €12
  43. 43. [ESPAÇO ALFARRABISTA | LER.COM.GOSTO | PONTE DE LIMA] livraria.ler.com.gosto@gmail.com | 917925655 | 969888567| Urbª. Quinta da Guia | Loja n.º1 – Ponte de Lima 123. PAULO, Heloisa; JANEIRO, Helena Pinto (2010) Norton de Matos e as eleições presidenciais de 1949: 60 anos depois. Lisboa: Edições Colibri. De 23x16 cm. Com 126 págs. Ilustrado. Brochado. “A candidatura de Norton de Matos à presidência da República contra o candidato da Situação, Óscar Carmona, foi, a vários títulos, notável. Mobilizou dezenas de milhares de portugueses em manifestações públicas a favor de um candidato […] Constituiu uma pedrada no charco das “eleições” presidenciais até então realizadas sob o Estado Novo […] Passados que são 60 anos sobre as eleições presidenciais de 13 de Fevereiro de 1949, trazemos a lume uma série de investigações, quase todas inéditas, permitindo juntar neste livro os avanços historiográficos mais recentes sobre a candidatura oposicionista […]” Do índice: 1 – O PCP e a Campanha Eleitoral de Norton de Matos – “Uma Luta Conduzida em Duas Frentes”, por João Madeira; 2 – A Questão Feminina na Campanha de Norton de Matos, por Helena Pinto Janeiro; 3 – A Candidatura à Presidência da República do General Norton de Matos e o Boletim “Eleições Livres” no Distrito De Braga (1949), por Armando Malheiro da Silva; 4 – A Oposição Exilada e as Eleições de Norton de Matos: Entre o Apoio e a Esperança por Heloísa Paulo. 5 – Um Jovem Comunista em Campanha por Norton Entrevista a Mário Soares, 60 Anos Depois por Mário Soares e Helena Janeiro. 6 – A Campanha em Imagens. 9€ 124. MARQUES, A. H. de Oliveira (1988) Ensaios de História da I República Portuguesa. Lisboa: Livros Horizonte. De 20x13 cm. Com 428 págs. Brochado. Reúne esta colectânea um conjunto de artigos, conferências e prefácios a livros, escritos e proferidos entre 1966 e 1986 por Oliveira Marques. Todos eles conservam actualidade, embora os objectivos que nortearam alguns e, como consequência, a estrutura de base e o próprio estilo, se afastem um tanto do habitual escrito histórico. Julgamos que o estudioso do período continuará a encontrar utilidade na leitura dos vários ensaios. Na maior parte dos casos, aliás, eles valem exactamente como ensaios e não como análises eruditas. Por isso foram reduzidas ao mínimo as notas e aligeirados, tanto quanto possível, os textos. 9€

×