(17) unidade 4 slide share-no seu tempo livre

87 visualizações

Publicada em

Curso Promoção do Envolvimento dos Homens na Paternidade e no Cuidado, na Comunidade de Práticas

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
87
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

(17) unidade 4 slide share-no seu tempo livre

  1. 1. Saiba Mais: No seu tempo livre, tente assistir o documentário “Experiências do SUS que dá certo: Hospital Sofia Feldman – Belo Horizonte”, que retrata um ótima experiência de humanização do parto e também mostra o engajamento dos pais. https://www.youtube.com/watch?v=P8w-C-DTXGk
  2. 2. Nota: Apesar das informações que acabaram de ser compartilhadas, é preciso ter cuidado para não se reforçar estigmas e estereótipos associados a “lares não tradicionais” ou a se colocar a “família” em um pedestal. Crianças e adolescentes podem e são cotidianamente educadas e criadas com amor e atenção dentro de famílias com os mais variados arranjos. Não adianta, por exemplo, sustentar a ideia de que a família tem que permanecer junta a qualquer custo, já que como sabemos, infelizmente, a violência intrafamiliar é um grave problema de saúde pública no Brasil, tendo, na maioria dos casos, mulheres, adolescentes e crianças como vítimas e homens, geralmente pais e padrastos, como autores.
  3. 3. Um outro ponto importante e pouco discutido é que quase todas as mães e pais estão preparados/as para um “nascimento perfeito”, mas não para as diversas situações que podem fugir deste script: partos prematuros; permanência do bebê na UTI neonatal; internação da mãe; mortalidade materna; depressão pós-parto da mãe ou do pai; nascimento de bebês com alguma deficiência ou má- formação etc. Todas essas situações geram emoções e reações diversas e complexas, que requerem ainda mais a participação ativa do novo pai.
  4. 4. Conheça a MenCare (Homens Cuidam), uma campanha global de paternidade e cuidado, cuja missão é promover o envolvimento dos homens como cuidadores e pais equitativos e não violentos, com o intuito de facilitar o bem-estar das famílias e a igualdade de gênero.
  5. 5. A campanha apresenta 10 temas como pilares centrais para a paternidade: 1. Estar envolvido desde o início; 2. Compartilhar as tarefas domésticas e de cuidado; 3. Assumir e ter orgulho da paternidade; 4. Cuidar da saúde de seu/sua filho/a; 5. Brincar e rir; 6. Educar em casa e na escola; 7. Ser corajoso, demonstrando seu afeto; 8. Criar sem violência; 9. Ensinar os valores da igualdade e do respeito; 10. Apoiar integralmente a mãe/parceira. MenCare América Latina - http://campanapaternidades.com MenCare Chile - “Campaña de Paternidades http://paternidades.blogspot.com

×