u
gnu! 

l
. ylmuv 1103,50 _1
X
Í

'.  Nqw
v


 

a d _iflque o seu resultado seja comunicado ap Snr.  Presidente da:  _g

 

'Excelência

,  casado,  médico,  resid...
rxuiieaur a;  :um:  'navztnxu

   

: ih-ne   *Qi-aiéaláí.   ; fm-üiz- u»

. ,.

   

V ,   'tíkàiüeíxjttl . aranha

   
 ...
219m9 âenhor

Inspector da Policia Internacional e de Defesa do Estado

460 c 0 I ? in L n
zxuxz-'xzaxzzxmxmz-xzx:  X-"f-X...
Ponclalnternacíonal
e de Defesa do Estado

v:  f” 'IÍ›'“, ?;Í"CI, !2I: 

Roça-ss que na resposta se
Indlquam os números a ...
x

           
       

.  › saír? ” 35 O. 

*nx h À A lao
4   .   ~  » . ..na  o.  _mu_
?   "Écovçmwãâor 341w . J. _do is...
1

Em# Senhor

Director da Policia Internacional e do Defesa da Estado

131815645.

axnxzaxaaesmxum

; ioga a V.  Ex* ae d...
Pouclalnternacionai
e de Defesa do Estado

N,  '7l85[_S. INF. 

1 gomggzbrcrAL
Rosa-se que

g Indlquam os números e data
'...
.JI

É¡

. Jtllloclmâwàlüxítíiifííêz

  
  
 
 

agaçgãiânae; ›.s *sa-um u.  ;. r,¡e-. léx»x- : t:Iiiii. !~7¡vk*-; ,L~íÍ, ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O médico é elemento afecto ao Estado Novo

121 visualizações

Publicada em

Dossier com informação política referente a um médico de Coimbra.
Documentos do Arquivo Distrital de Coimbra. 1950. 9 páginas.
(elementos de identificação apagados).
O Projecto "Coimbra D" é um espaço de divulgação de documentos reportando directamente à história de Coimbra. Nasceu em Janeiro de 2013, no Instituto Superior Miguel Torga (www.ismt.pt), instituição de ensino superior privado que funciona em Coimbra há mais de 70 anos.
Responsáveis pelo projecto: alunos finalistas da Licenciatura (Curso de 1.º Ciclo) em Comunicação Social (2010/2013).
Coordenação de Dinis Manuel Alves.
Blog COIMBRA D: http://coimbrad.blogspot.pt/
Torne-se amigo do Projecto “Coimbra D” no FACEBOOK
https://www.facebook.com/coimbra.dig

Siga-nos no Twitter.
https://twitter.com/coimbra_d

Também estamos no Google+
https://plus.google.com/u/0/106748937600084363272/

Pode ainda visitar-nos no Antena 5 e no YouTorga
http://antena5.org/
http://www.youtube.com/youtorga

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O médico é elemento afecto ao Estado Novo

  1. 1. u gnu! l . ylmuv 1103,50 _1 X Í '. Nqw
  2. 2. v a d _iflque o seu resultado seja comunicado ap Snr. Presidente da: _g 'Excelência , casado, médico, residente nesta cidade, na Rua , vem muito respeitosa- › H9 mente expôr e requerer a V. Exa. o seguinte: _ , O requerente concorreu ao lugar de médico de Cirurgia Geral dowV Posto n9 ( Coimbra) da Federação das Caixas de Previdêncíâgg 2P. sucede que, teve conhecimento por afirmação do Exmo. êmfàjghwj u. . , Presidente da Direcção daquela Federação, de quai? lhe havia sido dado uma informação administrativa, que não va- lorizava a sua posição no referido concurso. Certo ê, que o requerente marcou a sua posição nos movimentos de propaganda e actos eleitorais para o actual Governo da Na- ção, e outra ideia não tem em vista senão a de estar integrado_ › . â Í _J : na ordem Social e Politica estabelecida pela Constituição Polia tica de 1935, declarando sob sua honra ser fervoroso adeago do i Governo do Estado Novo.4 ¡* b. Nestes termos, o requerente sup1ica_a V. Exa. se digna ordenar_¡ ' . › ' A Q . _ uma revisão, á sua folha política e se para tal fâr_neçessário, Ê * u recorrer as pessoas de idoneidade política da região. de_Coimbra* 1 ; deferida, ordenandoreom aamaion§a§gência. arevaaipaaÊ; §@§§§r§§ . . . Ú * ü
  3. 3. rxuiieaur a; :um: 'navztnxu : ih-ne *Qi-aiéaláí. ; fm-üiz- u» . ,. V , 'tíkàiüeíxjttl . aranha n -. ¡.4_. v-. I_. ... __. .. 'r; ¡._¡ -pm . ..um . . . ai. .., a. ; . i- i. _i eu! u. i
  4. 4. 219m9 âenhor Inspector da Policia Internacional e de Defesa do Estado 460 c 0 I ? in L n zxuxz-'xzaxzzxmxmz-xzx: X-"f-Xã I v 1333C AI¡ 'encarrega-me o Eizo# Governador Civúmegzm seu nmnenmviar a V. Ext, a titulo dovolutivop indiano roqucrzh sucata, que lhe dirigiu o : médico Dr. ,re- sidente nesta cidadema Ima , x19 o no qua! requere una revisao á s* s. folha zaolitica, a fin «ie V. Ext _sc digna informar o que se lhe oferecer sobre o assunto. A mr: oi nação CGIÉ-amPAf-S- de Agosto tie 3.956 O SÉCPETÀRID DO GGEÉZJLÉLÉÊO CIVIL¡ trntõnio Luíz da Costa Rodrigues
  5. 5. Ponclalnternacíonal e de Defesa do Estado v: f” 'IÍ›'“, ?;Í"CI, !2I: Roça-ss que na resposta se Indlquam os números a data desta olíolo. cada assunto dava ser Ira- tado em saparado. AL/ m. . Mod. l22-A -30.000 ex. - 1-50 . _.. NY_ c¡ . ..Êíl uu 1 nlclwuavwunruoumnnarnmmpuu. : ÃÇQ~W 1ñ52' Excelentíssimo Senhor Acaso a recepção do ofício de V. Exa. ng. 460, confidencial, de 4 do corrente mês e pelo presente tenho a honra de informar que o assun- to do mesmo ê nesta data transmitido ã Directo- ría dosta. Po1ícía, que, oportunamente, comunicg rá a V. Exa. o que entender por conveniente. Junto devolve o requerimento do Senhor Dr. , documento que acompg nhou o referido ofício de v. A bem da Nação Coimbra e Inspecção da Policia Internacional e de Defesa do Estado, 5 de Agosto de 1950 Ao Exmo Senhor Governador Cívil do Distrito de C O I E B R 2 nspector / i ; // "”ig; ,4/aâãíaíããêgífg Ío, ã:chetti / /
  6. 6. x . › saír? ” 35 O. *nx h À A lao 4 . ~ » . ..na o. _mu_ ? "Écovçmwãâor 341w . J. _do istrcltm" ' ? ô . o. 1.- z _¡ ÉNTQAFJH -, ':. «]Í'~¡%Pq: ›!(qgJ-L~Jtw›- _ H dtfiâñrr “V". “E'àcâ°"'"êtn”'õr i- N. °____6__'Z. e1.= .ã: .o. ... .;; ;: a ' cio do mes corrente, dirigido ao Inspector desta Policia, de Defesa do tstado Ágàlñw» otníí; .r: ;1;1.: 'r: ;AI, satisfazendo o solicita “ * ter" . o . e 413w” Polfcaa Intecnacnonal »No , ç _ “dawn” - K0 e; Rega-sa que na resposta se mu. nessa cidade, cumpre-me comunicar que esta Director-ia nunca . qu m os números e dara desle ofício. ' ' ›"'""“'"ÍW¡"M* g 0 ' ada assumo deve ser tratado em pre__stou a _acerca eP°r°dm do nr, A' . Y A BEM DA NAÇÃO 1 É r , _ mXq/ Jf j M a, _ Lisboaferviço Informativo, 18 de Agosto de 1950 ' - - - . M «z- u, : n, ^. q Í x › ÍrÁ/ ÇV . m »um - LMÀW PELO DIRECTO? , _q 5/1499( . c. / yw-«áa-“s/ *na-«zz ? A ? fuja _vjñíátt : vw zum»- . c . . n ~ k. . . . _M_ / 1 , f , f t. .. .. o 3 f” ' * »W 'J v** Abllio Alcarva K4_ _/ /,_, _,.4,. . V . at, 77/) x » TAC/ Di' o ' ~ . Insp. - ~ « --4 1.- «1 1. u; _1 , . #-4 . u «a o 4 . v¡ «x . . . "l , m1, -1 g4_ _iv na¡ A , « . t »zu/ q ¡ ' zvxod, 1474093666 eilàtsw-, nssu
  7. 7. 1 Em# Senhor Director da Policia Internacional e do Defesa da Estado 131815645. axnxzaxaaesmxum ; ioga a V. Ex* ae digam atrasar-mae, para¡ meu governam: : dos registos &en; Policia nazista a1- coiaa em desenham do nr. , a, na meu afirmava c que é que consta. Agradeço a urgencia da mapear/ tu A em DA ; ação 0012513311443 de Agosto do 1950 o GOVIREIADOR amas. , Eugénio de Lemon
  8. 8. Pouclalnternacionai e de Defesa do Estado N, '7l85[_S. INF. 1 gomggzbrcrAL Rosa-se que g Indlquam os números e data '. _' done olínln. r cada assunto dava ser tra- . lado em separado. ' . z A', L¡ Mod. I22.A-30.000 ex. - 1-50 n! ) . mw a 1 . x; “à Exmêj SenHÉr Governador Civil do Distrito de COIMBRA Em referência ao oficio confidencial n9. 619 - L9. M - 1!. Secção, de 21 do mês findo, tenho a hon- ra de informar V. Ex§. que o Dr. ê elemem; o AFECTO ao Estado Novo. A Bem da Nação Lisboa, Serviço Qpformativo, 6 de Setembro de 1950 N* Ap 3' _ LO DIRECTOR, ~ J z V À _ w g . c ^ l V. : __. P( *l Í A¡ _ . » e. A ”' , u, ~ . x ; W s . V1 x v ~ , w r ' . ' A l/ . A , . ' j¡ ›~ f ~_; Í . ~ n. J. ,xl , «' w 2" ; IN x x. __ _p ! 'x _ c, l. Év e H
  9. 9. .JI É¡ . Jtllloclmâwàlüxítíiifííêz agaçgãiânae; ›.s *sa-um u. ;. r,¡e-. léx»x- : t:Iiiii. !~7¡vk*-; ,L~íÍ, (-¡¡ êêzhzssibuieit ; i1 ~. stars. _ÇIHPÉÊÉV ~2$i,4.›. ..›^'-<1›, . : iàçüggg gira? ?? u» su» aiii: : : zur 'A': §§. a›. u.le= sf›gug› . ql-v ãliüêiñiglà' , rzrmzzimwawexài awnaaxaxãa. 3 __ . . _a 'l›l¡lê. i~ ulilâliíÍttikiA-, a ? Müüfktlãiàg SPN : Iujw _geram-gif . A5 _UIL-EQS! hihi: '9J_. I¡'! §~Tl%*l'g›”! l!(= < _or-n WtUAáH' ílúiswvíiilil# 201532_ fil-v eenliikkíiií u. ; _cx: !§; .!k àíhtflvb êmitkeiijbxàle: : it: : íítlzusxwgíxgj Vau ai». w. .1›¡. ,:›'. ; o ! mu »u= a«»_-›Au›: t» ~. t7-'Íí&§l~I-, ›,. .,§«Jâ: ziêfípi. 153a! sl. k=›: “l= âhl“¡í°f? :íàürúiívit ; mw . .3Í~“**Â3Y_KÂÍO* *crew-- vier/ s §lqu›(: ›,a›24=¡çtg: ,fo. ~ -¡. §“s%§. ;a= :wi§; g, 9;. ; fíçiit-jça ogñjàlüiapírçx, jgfÍ¡; ~Í'-*J§, ͧf* -g. )_¡'§$›jn' lyçppqí_ 'j' . . o, iitaêirkigâxz. .. 'í 7*'ɧÃÇ; 'LÃW~ c» ¡Jíhsrntle . inn »fl-u : Huíla _à. l:-l^'vb- w-lcíãw EEÀVÃ$ÇɧJEI a dglfstwtaitíiruJulia» eu ” o frei! ? ÊÍIQÍOÉH§. Q;LIQ. ÍÍQ aínsizath 119). ¡ : kara-r Mig; : ,,Ik&. v=x+iyf: t-. .~ ü: rgu. ¡=r. k.; s~: ÍiêlúrzisÃífãsiâvi ";1"*3~ 'gw vuàim 9!. Ê5.r“_)_! hl¡: §:. .(#31515153 imãs' «g ãanxryiáxcg: = =jt §fáiõ1â; §1§1atoe« e: : 3,9%? ?? 7?? &Qvlêfilklaàâxiiãi . Ó'§§KYÉÍ. Ê?Ê: .› í. E!l! E:I3ÍI§ÀÉÉ ~ͧ§): .›(ü§í

×