O Investimento DiretoEstrangeiro (IDE) e o Brasil        Daniela Freddo
O investimento direto estrangeiro e o Brasil• 1. O que é o IDE?   Investimento de Portfólio X Investimento Direto
O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Investimento de Portfólio:  – É baseado na percepção do ganho financeiro do ...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil– envolve um alto grau de liquidez   • e isso faz com que o investimento já re...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Investimento Direto  – O investimento direto estrangeiro é definido como um ...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil– O IDE pode visar:   • À aquisição de parte ou da totalidade da propriedade  ...
O investimento direto estrangeiro e o BrasilGráfico 1Fluxo mundial de saída de investimento direto estrangeiro (1990-2010)...
O investimento direto estrangeiro e o BrasilTabela 1: Fluxos acumulados de IDE realizados por países de origem.           ...
O investimento direto estrangeiro e o BrasilGráfico 2Fluxo mundial de entrada de investimento direto estrangeiro (1990-201...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil      Tabela 2: Fluxos acumulados de IDE recebidos por país de destino.       ...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil   Tabela 3: Estoque de IDE do Brasil por país de destino em 2010País         ...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil Tabela 4: Estoque de IDE no Brasil por país de origem em 2010País            ...
O investimento direto estrangeiro e a América do SulParticipação da América do Sul nos Fluxos e Estoques globais de IDE   ...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Principais motivações para o investimento das  empresas:  – Acesso a mercado...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Principais motivações para o investimento das  empresas:   – Acesso a mercad...
O investimento direto estrangeiro e o Brasil   Tabela 5: Estoque de IDE no Brasil por setor 2010Setores                   ...
O investimento direto estrangeiro e São Paulo: aproximações               Tabela 6: Anúncios de investimentos em SP por pa...
O investimento direto estrangeiro e São Paulo: aproximações        Tabela 7: Anúncios de investimentos em SP por setor ent...
Valor                                                                                   Valor                             ...
Obrigada!
O Investimento Direto Externo (IDE) e o Brasil
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Investimento Direto Externo (IDE) e o Brasil

2.736 visualizações

Publicada em

I CEDER - Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional

O Investimento Direto Externo (IDE) e o Brasil

Autora: Daniela Freddo

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.736
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
78
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Investimento Direto Externo (IDE) e o Brasil

  1. 1. O Investimento DiretoEstrangeiro (IDE) e o Brasil Daniela Freddo
  2. 2. O investimento direto estrangeiro e o Brasil• 1. O que é o IDE? Investimento de Portfólio X Investimento Direto
  3. 3. O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Investimento de Portfólio: – É baseado na percepção do ganho financeiro do investimento. • “o determinante básico da teoria do investimento de portfólio é o diferencial de taxas de juros para o capital de empréstimo e de taxas de rentabilidade para o capital de risco”. Neste caso “o investimento internacional é função direta do diferencial de taxas de remuneração do capital entre países” (Baumann; Canuto; Gonçalves, 2004)
  4. 4. O investimento direto estrangeiro e o Brasil– envolve um alto grau de liquidez • e isso faz com que o investimento já realizado seja fortemente afetado por mudanças conjunturais e expectativas, tornando-o extremamente móvel no curto prazo.– Investimento conjuntural e de curto prazo.
  5. 5. O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Investimento Direto – O investimento direto estrangeiro é definido como um investimento envolvendo relacionamento de longo-prazo e refletindo um permanente interesse e controle por um estrangeiro sobre uma empresa residente em uma economia que não a do investidor direto. – IDE implica, portanto, que o investidor exerça um significativo grau de influencia sobre o negócio da empresa residente em outra economia;
  6. 6. O investimento direto estrangeiro e o Brasil– O IDE pode visar: • À aquisição de parte ou da totalidade da propriedade de uma empresa no exterior; • À fusão de empresas, com distribuição de ativos; • A um investimento novo (greenfield), ou ainda ser fruto de uma parceria entre duas empresas (joint venture).
  7. 7. O investimento direto estrangeiro e o BrasilGráfico 1Fluxo mundial de saída de investimento direto estrangeiro (1990-2010) 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Países em desenvolvimento Países em transição Países desenvolvidos Fonte: http://unctadstat.unctad.org
  8. 8. O investimento direto estrangeiro e o BrasilTabela 1: Fluxos acumulados de IDE realizados por países de origem. Total 2000-2011País (em US$ bilhões) % do total1. Estados Unidos 2.736,12 18%2. Reino Unido 1.287,25 9%3. França 1.243,69 8%4. Alemanha 818,61 6%5. Bélgica 791,74 5%6. Japão 704,85 5%7. Holanda 684,53 5%8. Espanha 659,80 4%9. Hong Kong 564,25 4%10. Canadá 514,84 3%15. China 317,17 2%30. Brasil 71,28 0,5%Total 14.791,07 100% Fonte: http://unctadstat.unctad.org
  9. 9. O investimento direto estrangeiro e o BrasilGráfico 2Fluxo mundial de entrada de investimento direto estrangeiro (1990-2010) 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Países em desenvolvimento Países em transição Países desenvolvidos Fonte: http://unctadstat.unctad.org
  10. 10. O investimento direto estrangeiro e o Brasil Tabela 2: Fluxos acumulados de IDE recebidos por país de destino. Total Fluxo em 2011 2000-2011 País (em US$ bilhões) (em US$ bilhões) % do total1. Estados Unidos 226,94 2.169,68 15%2. Reino Unido 53,95 1.063,92 7%3. China 123,99 925,14 6%4. Bélgica 89,14 882,95 6%5. França 40,95 630,83 4%6. Alemanha 40,40 603,19 4%7. Hong Kong 83,16 542,35 4%8. Canadá 40,93 467,22 3%9. Espanha 29,48 435,51 3%10. Holanda 17,13 407,26 3%11. Brasil 66,66 354,76 2% Total 322,51 14.428,99 100%Fonte: http://unctadstat.unctad.org
  11. 11. O investimento direto estrangeiro e o Brasil Tabela 3: Estoque de IDE do Brasil por país de destino em 2010País Valores em US$ milhões % do totalÁustria 37 092 22%Ilhas Cayman 29 466 17%Ilhas Virgens Britânicas 14 724 9%Estados Unidos 13 184 8%Bahamas 12 353 7%Países Baixos 10 785 6%Dinamarca 9 290 5%Espanha 8 992 5%Argentina 5 148 3%Luxemburgo 4 794 3%Total 169 066 100% Fonte: Banco Central do Brasil
  12. 12. O investimento direto estrangeiro e o Brasil Tabela 4: Estoque de IDE no Brasil por país de origem em 2010País Valores em US$ milhões % do totalEstados Unidos 104 698 18%Espanha 85 295 15%Bélgica 50 374 9%Brasil 47 841 8%Reino Unido 41 667 7%França 30 767 5%Alemanha 30 308 5%Japão 26 586 5%Itália 17 872 3%México 15 683 3%Total 579 627 100%Fonte: Banco Central do Brasil
  13. 13. O investimento direto estrangeiro e a América do SulParticipação da América do Sul nos Fluxos e Estoques globais de IDE 12 % 10 10,1 8 7,7 7,0 6 4,7 4,7 4 2 0 1980 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987 1988 1989 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 -2 Estoque recebido Estoque realizado Fluxo recebido Fluxo realizadoFonte: UNCTAD
  14. 14. O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Principais motivações para o investimento das empresas: – Acesso a mercados – Acesso a tecnologia – Acesso a recursos naturais – Ganhos de eficiência (redução de custos)
  15. 15. O investimento direto estrangeiro e o Brasil• Principais motivações para o investimento das empresas: – Acesso a mercados • Mercado consumidor em forte expansão – Acesso a ativos estratégicos (tecnologia) • O Brasil tem algumas áreas de excelência, com destaque para: aeroespacial, indústria de mineração e petróleo, construção civil, sistema bancário etc. – Acesso a recursos naturais • O Brasil é rico em reservas de recursos naturais – Ganhos de eficiência (redução de custos) • O Brasil tem custos mais elevados do que seus concorrentes asiáticos
  16. 16. O investimento direto estrangeiro e o Brasil Tabela 5: Estoque de IDE no Brasil por setor 2010Setores Valor em US$ milhõesServiços financeiros e atividades auxiliares 99 516Extração de petróleo e gás natural 56 264Bebidas 52 393Telecomunicações 45 752Extração de minerais metálicos 41 061Comércio, exceto veículos 33 407Metalurgia 33 202Veículos automotores, reboques e carrocerias 30 706Produtos químicos 29 848Outros setores 238 357Total 660 507 Fonte: Banco Central do Brasil
  17. 17. O investimento direto estrangeiro e São Paulo: aproximações Tabela 6: Anúncios de investimentos em SP por país de origem entre 2010 e 2011 Grupos de origem do Capital Valor (US$ milhões) Participação (%) EUA 3.159,38 28,9% Argentina, França, Japão e Brasil 897,44 8,2% China 812,89 7,4% EUA e Brasil 799,30 7,3% Espanha 735,70 6,7% Japão 710,88 6,5% Coreia do Sul 675,06 6,2% México 501,00 4,6% Índia 440,20 4,0% Alemanha 387,72 3,5% Itália 301,36 2,8% Suiça 228,29 2,1% França 222,89 2,0% Argentina e Itália 200,00 1,8% Bélgica e Brasil 194,30 1,8% Noruega 120,00 1,1% Reino Unido 119,82 1,1% Canadá 112,36 1,0% China e Brasil 70,00 0,6% Países Baixos e Reino Unido 60,44 0,6% Argentina 55,00 0,5% Bélgica e França 49,22 0,4% Bélgica 40,00 0,4% Suécia 32,89 0,3% Países Baixos 8,44 0,1% China e Portugal 5,75 0,1% Suécia e Brasil 4,21 0,0% Total geral 10.944,57 100,0%Fonte: RENAI/MDIC
  18. 18. O investimento direto estrangeiro e São Paulo: aproximações Tabela 7: Anúncios de investimentos em SP por setor entre 2010 e 2011Setor de Atividade Valor anunciado (US$ milhões) ParticipaçãoIndústrias de transformação 6.841,62 62,5%Produção e distribuição de eletricidade, gás e água 1.538,92 14,1%Transporte, armazenagem e comunicações 1.168,63 10,7%Alojamento e alimentação 495,93 4,5%Construção 379,75 3,5%Intermediação Financeira 248,62 2,3%Comércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 227,52 2,1%Atividades imobiliárias, aluguéis e serviços prestados às empresas 34,54 0,3%Outros serviços coletivos, sociais e pessoais 4,83 0,0%Saúde e serviços sociais 4,21 0,0%Total geral 10.944,57 100,0% Fonte: RENAI/MDIC
  19. 19. Valor Valor anunciado anunciado (US$ (US$Grupos de origem do Capital milhões) Grupos de origem do Capital milhões)Alemanha 387,72Alojamento e alimentação 13,00 França 222,89Atividades imobiliárias, aluguéis e serviços prestados às empresas 12,99 Atividades imobiliárias, aluguéis e serviços prestados às empresas 15,54Indústrias de transformação 361,73 Indústrias de transformação 111,13Argentina Produção e distribuição de eletricidade, gás e água 93,57Indústrias de transformação 55,00 Transporte, armazenagem e comunicações 2,65Argentina e Itália ÍndiaIndústrias de transformação 200,00 Indústrias de transformação 440,20Argentina, França, Japão e Brasil Itália 301,36Transporte, armazenagem e comunicações 897,44 Comércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 1,36Bélgica 40,00 Indústrias de transformação 300,00Indústrias de transformação 23,64 Japão 710,88Transporte, armazenagem e comunicações 16,36 Comércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 10,79Bélgica e Brasil Indústrias de transformação 695,88Indústrias de transformação 194,30 Transporte, armazenagem e comunicações 4,21Bélgica e França MéxicoProdução e distribuição de eletricidade, gás e água 49,22 Indústrias de transformação 501,00Canadá NoruegaComércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 112,36 Indústrias de transformação 120,00China Países Baixos 8,44Indústrias de transformação 812,89 Comércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 1,44China e Brasil Transporte, armazenagem e comunicações 7,00Indústrias de transformação 70,00 Países Baixos e Reino Unido 60,44China e Portugal Indústrias de transformação 9,32Produção e distribuição de eletricidade, gás e água 5,75 Produção e distribuição de eletricidade, gás e água 51,12Coreia do Sul Reino UnidoIndústrias de transformação 675,06 Indústrias de transformação 119,82Espanha 735,70 SuéciaIndústrias de transformação 139,02 Indústrias de transformação 32,89Intermediação Financeira 248,62 Suécia e BrasilProdução e distribuição de eletricidade, gás e água 107,10 Saúde e serviços sociais 4,21Transporte, armazenagem e comunicações 240,96 SuíçaEUA 3.159,38 Indústrias de transformação 228,29Alojamento e alimentação 482,93 Total geral 10.944,57Atividades imobiliárias, aluguéis e serviços prestados às empresas 6,00Comércio; reparação de veí. automotores, objetos pessoais e domésticos 101,56Construção 379,75Indústrias de transformação 1.751,45Outros serviços coletivos, sociais e pessoais 4,83Produção e distribuição de eletricidade, gás e água 432,86EUA e BrasilProdução e distribuição de eletricidade, gás e água 799,30 Fonte: RENAI/MDIC
  20. 20. Obrigada!

×