Acontece370

385 visualizações

Publicada em

Acontece

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
385
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
112
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Acontece370

  1. 1. ANO XX - No 370 - 1ª quinzeNA DE novembro DE 2014 ® Defesa da verdade e do desenvolvimento de São Miguel e região -  2031-2364 e 2513-0928 - raleste@gmail.com Confira temas que podem cair na redação do Enem 2014 PÁG. 2 Passarela e bicicletário da estação São Miguel da CPTM são elogiados pelos usuários Entrada pelo lado norte facilita passagem ao polo comercial e a ser-viços públicos da região O novo acesso à estação São Miguel Paulista da Linha 12-Safira foi en-tregue na terça-feira, 21 de outubro, pelo gover-nador Geraldo Alckmin. O lado norte interligou o bairro e aproximou o polo comercial e serviços públicos da região. Com menos de 01 mês da inauguração do novo acesso e do bicicletário da estação de São Miguel, moradores, comerciantes e usuários já elogiam o acesso. Dona Maria Moreira, 68 anos, moradora do Jardim Lapenna, diz que o novo acesso... PÁG. 3 PÁG. 5 Prefeito inaugura obras de ciclovia na região de São Miguel O prefeito de São Paulo, visitou a Zona Leste para inaugurar juntamente com o Subprefeito da região, a ciclovia do distrito de Jardim Helena, no bair-ro de São Miguel, que atualmente conta com 8,2 km de extensão, e com esse novo trecho, a cidade passa a ter 100 km de vias exclusivas para o trânsito de bicicletas. Vale lembrar ainda que a meta da Prefeitura de São Paulo é criar mais 400 km de ciclovias na cidade até o fim de 2015. NDurante a ocasião, ele também visitou as obras das Escolas Municipais de Ensino Fundamental Faveira do Mato e a EMEF José Mário Pires Azanha. PÁG. 3 Fundação Tide Setubal realiza Festival do Livro e da Literatura A programação, elaborou em conjunto com as escolas públicas da região, co-letivos culturais, instituições locais e universidades, traz uma série de atividades gratuitas para todas as idades. São intervenções artísticas, contações de história, serenatas, saraus, peças de teatro, conversas com autores, cortejos literários, ofi-cinas de criação, mediações de leitura, ônibus biblioteca, programas de rádio de rua, apresentações de dança. Praças, ruas, calçadão, mercado municipal, ônibus, clubes formam o mapa do evento, com 31 pontos do bairro, que apresentam ampla programação. PÁG. 3 anuncio.indd 1 8/27/14 9:51 AM
  2. 2. 1ª quinzena de novembro/2014 Pág.2 Jornal Acontece Agora, Folha do Itaim & Curuça, Jornal de Ermelino & Ponte Rasa, Jornal Guaianás & Cidade Tiradentes e Revista Acontece Leste Tiragem: 40.000 exemplares cnpj: 03.115.443/0001-16 Circulação: São Miguel, ITAQUERA, vILA Jacuí, jd. helena, v. curuça E GUARULHOS Sebo Papel & Caneta Rua Pedro Soares de Andrade, 221 V. Rosaria SUBPREFEITURA DE SÃO MIGUEL R. Dom Ana Flora P. Souza, 76 - Vila Jacuí-SP REVISTARIA CAVOA Rua Cavoá, 425 - Vila Curuça BANCA CULTURAL (Banca do Assai Atacadista) Av. Mal. Tito, 1300 São Miguel BANCA DO MERCADÃO Av. Mal. Tito, 567 São Miguel BANCA DO NAGUMO Pça. Francisco Pereira, 80 Vila Curuça BANCA NOVA GERAÇÃO Av. Mal. Tito, 686 São Miguel PADARIA UNIDA Av. Pires do Rio, 2681 São Miguel BANCA DO NAGUMO Pça. Francisco Pereira, 80 Vila Curuçá Diretor: Divaldo Rosa Adm. e Financeiro: Ademyr Rodrigues Representante comercial: Adriana Sena, Eduardo Rocha e Ariane Andrade Jornalista FL: Silmara G. Nunes Revisão: Suseli Corumba Rosa Fotos: Bruno Barreto Rosa Diagramador: Sergio Avante Depto. Jurídico: Agilson M. Oliveira Distribuição: Mart Press Distribuidora Avenida dos Guachos, 166 - Vila Curuça Cep: 08030-360 Itaim Paulista – SP E-mail: raleste@gmail.com site: www.grupoacontece.com.br O jornal Acontece Agora é Filiado à A J O R L E S T E Associação dos Jornais da Zona Leste REDAÇÃO E PUBLICIDADE 2031-2364 | 2513-0928 Patente: PROC. 830024034 Classe 16 RPI RM 2087 FL = Free Lancer As matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e não representam, necessariamente, a opinião do Jornal. Os nomes dos colaboradores e representantes comercias não mantém vínculo empregatício com a empresa. Saúde quer vacinar 12,7 milhões de crianças contra paralisia neste ano FAN 150 ESDi MENSAIS R$ 248, + PEQUENA ENTRADA Apoio: Essa HONDA pode ser sua! JAPAUTOwww.japauto.com.br BROS 150 ESD COMPLETA MENSAIS R$ 379, + ENTRADA ITAIM PAULISTA F.: 2025-7777 AV. MARECHAL TITO, 7003 ALPHAVILLE / BARUERI / CAMBUCI / CARAPICUÍBA / CENTRO / FRANCISCO MORATO / FRANCO DA ROCHA /ITAQUERA / JABAQUARA / LIBERDADE / MAIRIPORÃ / MAUÁ / GUARULHOS / PIRITUBA / SANTO AMARO / SANTO ANDRÉ / VILA MARIA Fan 150 ESDI 14/15 a/v 7.665, ou entr. 800,+50x248, (t.prazo 13.200,).XRE 300 14/15 a/v 15.390,00, ou entr. 5.390,+48x398, (t.prazo 24.494,) c/ juros 1,99% a.m. (26.68% a.a.) e TC R$450, incluso.Lead 110 14/14 a/v a partir 6.899, ou entr. 2.720,+48x175,33 (t.prazo 11.135,84) Banco Bradesco c/ juros 2,55% a.m. (35,35% a.a.).Bros 150 ESD 14/14 a/v 10.650, ou entr. 2.000,+48x379, (t.prazo 20.192,) c/ bauleto, capacete e documentação inclusos (somente para motos financiadas, com lacração no Detran e 1ª parcela do IPVA).CET máximo 52,85% a.a. Banco Honda.Tabela sujeita a alteração sem prévio aviso, conforme política de comercialização da fábrica.Consulte todas as informações em nosso showroom.Promoções válidas somente para os modelos anunciados até o término do estoque (2 unidades de cada).Ofertas não cumulativas com outras Imagens ilustrativas. Reservamos o direito de corrigir possíveis erros gráficos e de digitação. Todos juntos fazem um trânsito melhor XRE 300 MENSAIS R$ 398, + ENTRADA LEAD 110 MENSAIS R$175,33 + ENTRADA BAULETO, CAPACETE E DOCUMENTAÇÃO GRÁTIS Somente para Bros Empresas aéreas terão que pedir autorização à Anac para liberar uso. Equipamentos po-derão permanecer ligados no pouso e na decolagem. A Agência Nacional de Avia-ção Civil (Anac) vai permitir que as empresas aéreas liberem o uso, pelos passageiros, de equipamen-tos eletrônicos portáteis a bordo em todas as fases do voo. Hoje, os equipamentos devem ser des-ligados durante a decolagem e o pouso dos aviões. A resolução foi publicada nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial. A medida vale para celulares, tablets, câmeras fotográficas, entre outros – que devem, no entanto, permanecer em “modo avião”, ou seja, com o modo de transmissão desligado (impedi-do de realizar ligações e acessar a internet). TAM e LAN passam a permitir celular e tablet durante todo o voo: a re-solução também permite que os celulares possam ser usados em modo ativado após o pouso, en-quanto o avião faz o taxiamento até o portão de desembarque. Pelas regras atuais, esses equi-pamentos devem permanecer desligados até o desembarque do passageiro. A permissão não é imediata para todos os voos, no entanto. As empresas aéreas precisam No entanto, aliada a obras de captação, a chuva contri-buiu para aumentar o nível do Sistema Alto Tietê, segundo a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). O Alto Tietê, que atende 4,5 milhões de pessoas, registrou chuvas na sexta, no sábado e no domingo. Na sexta-feira, o índi-ce estava em 6,6%. No sábado, ele saltou para 8,9%. No domin-go, o nível do sistema se man-teve em 8,9%. Sem novas chu-vas, o índice voltou a cair nesta segunda-feira (3), regredindo para 8,8%. A Sabesp informou que a Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos vai explicar qual a nova fonte que passou a ser utilizada no Alto Tietê. Em 23 de outubro, a secretaria tinha que a “Sabesp foi autorizada pelo DAEE a executar obras de rom-pimento de um dique de con-tenção no reservatório de Biriti-ba, com o objetivo de propiciar a captação, por bombeamento, de água de parte do volume útil dessa represa, que estava inaces-sível por gravidade.” O governador de São Paulo também confirmou nesta se-gunda- feira (3) o reforço para o sistema. “No caso do Alto Tietê Total corresponde a 95% do público-alvo, que vai dos 6 me-ses aos 5 anos. Vacinação vai de 8 a 28 de novembro; último caso no Brasil foi há 25 anos. O Ministério da Saúde anun-ciou na quinta-feira (30) que pretende vacinar 12,7 milhões de crianças contra paralisia in-fantil neste ano. O número cor-responde a 95% do público-alvo, que é formado por crianças en-tre 6 meses e 5 anos. As apli-cações ocorrem entre 8 e 28 de novembro. A poliomielite é uma doença contagiosa que afeta principal-mente crianças com menos de 5 anos. Ela pode causar paralisia em algumas horas e, em alguns casos, ser fatal. O Brasil não registra casos da doença há 25 anos. De acordo com a pasta, se-rão distribuídas 17,8 milhões de doses da vacina em gotas para todas as unidades da federação. A recomendação, no entan-to, é que as secretarias estaduais disponibilizem a imunização in-jetável para crianças que tenham mais de 6 meses e estejam com a vacinação atrasada. Dados do ministério apontam que dez pa-íses registraram casos de polio-mielite em 2013 e em 2014. Até 22 de outubro, foram 228 casos da doença, no Afeganistão, Ni-géria e Paquistão. “Isso coloca o mundo inteiro com a responsabilidade de fazer a proteção, porque a poliomieli-te não está erradicada no mun-do. Pode ter família que pense que a criança não precisa tomar a vacina, mas com o mundo globalizado de hoje, de viagens e turismo, o mundo todo tem contato com o mundo hoje”, ex-plicou o secretário de Vigilância em Saúde, Jarbas Barbosa. A pasta vai disponibilizar mais de 100 mil postos de va-cinação em todo o Brasil. Além disso, serão feitas campanhas na televisão e no rádio, tendo o Zé Gotinhas como principal perso-nagem. Os personagens infantis Peppa Pig e Minions também serão usados nas peças publici-tárias. Sarampo: no mesmo perí-odo da campanha contra a pólio, o ministério também vai vacinar crianças de 1 a 5 anos contra sa-rampo, caxumba e rubéola. Se-rão distribuídas 12,5 milhões de doses de tríplice-viral, e a meta é atingir 10,9 milhões de crianças. O lançamento da campanha vai ser feito pelo ministro Arthur Chioro no Ceará, que neste ano registrou casos de sarampo. A doença, que tem febre alta, tos-se, manchas avermelhadas, co-riza e conjuntivite como princi-pais sintomas, é transmitida por vírus e é altamente contagiosa. Chioro afirmou que o ob-jetivo é superar a meta de 95%. “Não tem outra alternativa para a gente que não seja a mobiliza-ção nacional e a intensificação da cobertura. Teremos um sá-bado, que é o dia 8 de novem-bro, como da mobilização mais intensificada, mas é importante deixar claro que manteremos os serviços todos em mobilização até 28.” O ministro destacou a im-portância de seguir o calendário vacinal, já que há casos de crian-ças que não se imunizaram com doses anteriores. Neste ano, fo-ram registrados 154.637 casos de sarampo em 175 países. Nível do Alto Tietê sobe com chuva e obra, mas Cantareira segue em queda nós subimos [nível do sistema], já estamos em quase 9% em ra-zão de um novo sistema que foi incluído”, disse Geraldo Alck-min nesta manhã. O Sistema Alto Tietê, a exemplo do Cantareira, tem disponível uma reserva técnica (volume morto) a ser explora-da. Porém, a Sabesp não infor-mou a previsão para o início da captação da água do fundo dos reservatórios nem a quantidade de litros que compõem o volu-me morto do Alto Tietê. Nova queda: as repre-sas do Sistema Cantareira, que abastecem 6,5 milhões de pes-soas na Grande São Paulo, re-gistraram uma nova queda e estava com 11,9% de sua capa-cidade nesta segunda-feira (3). O valor considera a segunda cota da reserva técnica conheci-da como volume morto. Neste domingo, (2) o sistema operava em 12,1%. No sábado (1º), o Cantarei-ra registrou 19 mm de chuva. A precipitação, no entanto, não foi suficiente para fazer com que os níveis das represas aumentas-sem porque parte da água eva-porou ou foi para a vegetação antes de chegar ao sistema. A chuva, no entanto, redu-ziu o ritmo de queda do nível do sistema. A queda foi de 0,1 ponto percentual neste domin-go. Sem chuva, a queda diária costuma ser de 0,2 ponto per-centual, como ocorreu de sexta para sábado. A previsão é que chova até 142 mm na região nos próxi-mos dias. Previsão: Segundo o me-teorologista Franco Vilela, do Insituto Nacional de Meteo-rologia (Inmet), deve voltar a chover na capital paulista já nesta segunda. “Amanhã [ter-ça] deve ser mais fechado e até quarta-feira teremos pancadas de chuva parecidas com as do sábado. As temperaturas vão diminuindo. Veja a situação em outros sistemas: • O Sistema Guarapiranga, na Zona Sul de São Paulo, tam-bém registrou recuo, passan-do de 38,8% para 38,4%. • O sistema Rio Claro foi de 42,2% para 41,4%. • No Alto Cotia, o nível caiu de 30% para 29,7%, • No Rio Grande, ele passou de 68,5% para 68,2. O mês passado foi o mais seco dos últimos 12 anos no Sistema Cantareira, segundo dados da Companhia de Sanea-mento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Entre o dia 1º até esta sexta-feira (31), foram registrados 42,5 milímetros de chuva nos reservatórios. Isso corresponde a 32,5% do volu-me esperado, que era de 130,8 milímetros. O nível das represas que abastecem atualmente 6,5 mi-lhões de pessoas na Grande São Paulo está com 1,5% da capacidade total, sem conside-rar a segunda reserva (volume morto) do Cantareira. Incluin-do no cálculo a outra parte da reserva, que elevará o nível em 10,7 pontos percentuais, o nível chega a 12,2%. Anac libera uso de celulares e tablets durante todo o voo, em ‘modo avião’ obter autorização da Anac para liberar o uso dos equipamentos e, para isso, precisam assegurar que o uso dos mesmos em todas as fases do voo não causa inter-ferências nos sistemas de co-municação e navegação de suas aeronaves. Gol: em nota, a Gol diz que já pediu autorização para am-pliar o uso de equipamentos ele-trônicos pelos passageiros du-rante o voo. Segundo a empresa, os dispositivos não apresentam risco ao sistema de comunica-ção e de navegação de suas ae-ronaves, desde que utilizados de forma adequada. “A proposta defende que aparelhos que permitem desa-bilitar suas funções de trans-missão, como telefones celula-res, laptops e tablets, tornam-se livres de interferência. Com operações igualmente seguras, podem ser utilizados no modo avião, com o Bluetooth e Wi- -fi desabilitados durante todo o voo”, diz a companhia em nota.
  3. 3. 1ª quinzena de novembro/2014 DESTAQUE LOCAL Pág.3 Passarela e bicicletário da estação São Miguel da CPTM são elogiados pelos usuários facilitou demais, suas visitas ao A Polícia Militar disper-sou, com bombas de efeito moral, uma manifestação que fechava o sentido Mauá da Avenida Jacu-Pêssego. A ma-nifestação aconteceu na ma-nhã de segunda-feira (3). Um homem detido. Cerca de 150 moradores protestaram contra uma reintegração de posse em um terreno em Jardim Cibele, prevista para acontecer nesta terça-feira (4). Às 7h30, a avenida havia sido liberada e os manifestan-tes estavam concentrados no canteiro central, na altura da Rua São Teodoro, informou a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Foi neste momento que a polícia atirou bombas de efeito moral. Duas linhas de ônibus fo-ram desviadas, a São Miguel- -São Mateus e a José Bonifá-cio- Metrô Penha. Na ocupação no Jardim Cibele, moram 280 pessoas, segundo os moradores. Uma Entrada pelo lado norte faci-lita passagem ao polo comercial e a serviços públicos da região O novo acesso à estação São Miguel Paulista da Linha 12-Sa-fira foi entregue na terça-feira, 21 de outubro, pelo governador Geraldo Alckmin. O lado nor-te interligou o bairro e aproxi-mou o polo comercial e serviços públicos da região. Com menos de 01 mês da inauguração do novo acesso e do bicicletário da estação de São Mi-guel, moradores, comerciantes e usuários já elogiam o acesso. Dona Maria Moreira, 68 anos, moradora do Jardim La-penna, diz que o novo acesso Durante a ocasião, ele tam-bém visitou as obras das Esco-las Municipais de Ensino Fun-damental Faveira do Mato e a EMEF José Mário Pires Azanha O prefeito de São Paulo, visitou a Zona Leste para inau-gurar juntamente com o Sub-prefeito da região, a ciclovia do distrito de Jardim Helena, no bairro de São Miguel, que atu-almente conta com 8,2 km de extensão, e com esse novo tre-cho, a cidade passa a ter 100 km de vias exclusivas para o trânsi-to de bicicletas. Vale lembrar ainda que a meta da Prefeitura de São Paulo é criar mais 400 km de ciclovias na cidade até o fim de 2015. Para quem não sabe, esse projeto faz parte do Plano de Metas apre-sentado pelo prefeito para ser implantado durante sua gestão. E é importante frisar que o custo total das obras tem uma estimativa de R$ 80 milhões, ou seja, R$ 200 mil por quilômetro. O primeiro trecho da ciclovia do Jardim Helena foi inaugurado na semana passada com 3,7 km. Agora a via segregada para bikes terá um total de 11,9 km e vai li-gar o Jardim Helena à São Miguel Paulista, integrando ainda a esta-ção da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) com a passarela local. De acordo com a pesquisa Centro de Referência do Idoso. “Antes eu gastava cerca de uma hora e pouquinho, dando a vol-ta para chegar no CRI, porque tinha vez que eu vinha até a pé, mas agora é só eu dar a volta pela passarela que quando vejo já estou lá (risos)”. Outro serviço também que tem sido de grande utilização pelos usuários da estação é o bicicletário. O jovem Tiago Rodrigues de Santos Silva, 17 anos, diz que para ele facilitou bastante o serviço, “sou mo-rador da União de Vila Nova, venho sempre de bicicleta e gasto cerca de 05 a 10 minutos de casa até a estação, economi-zo passagem e o melhor tempo ainda fico tranquilo por saber que minha bike está segura”. Entregue em agosto de 2013, a estação valorizou a região e aumentou a atratividade para a instalação de equipamentos pú-blicos, de prestação serviços e revitalização do comércio. O lado norte passou a inter-ligar o bairro Jardim Lapenna à estação e aproximar o polo comercial e serviços públicos da região, como o Centro de Referência do Idoso, o Hospi-tal e Maternidade São Miguel, a Subprefeitura, postos bancários e igrejas. Prefeito inaugura obras de ciclovia na região de São Miguel Origem e Destino do Metrô, realizada em 2007, o Jardim Helena é o bairro com o maior número de usuários de bicicleta da cidade. Dessa forma, o des-locamento para o trabalho apa-rece como um dos principais motivos das viagens realizadas. Na ocasião, ele também es-teve pessoalmente na Rua Cri-úva, bairro de Vila Progresso, para inaugurar e dar nome a EMEF José Alcântara Macha-do, que já está em funciona-mento desde maio deste ano com o nome de EMEF Criúva. A unidade atende 608 alunos do 1º ao 9º ano, possuindo uma área total de 5.587,80 m², sendo 2.318,37m² de área construí-da e 3269,43 m² de área livre e contando com 15 salas de aula, três laboratórios (Biologia/Quí-mica, Informática e Multiuso), sala de leitura e quadra polies-portiva coberta. E por fim, terminando sua visita pela região, o prefeito es-teve na EMEF Faveira do Mato, que leva o mesmo nome da rua, localizada no distrito Vila Jacuí, onde conversou com os mora-dores que estavam presentes sobre as obras que estão sendo realizadas na Zona Leste e que quando concluídas vão melho-rar e muito a qualidade de vida da população. PM dispersa ato na Jacu-Pêssego com bombas de efeito moral cozinheira disse que não tem para onde ir. “A gente está lá como entulho. Nós não somos entulho. A prefeitura pediu pra ir máquina e caminhão pra ti-rar entulho. Não sabe que tem morador lá. Pra onde vão essas famílias?”, questionou. Fundação Tide Setubal realiza Festival do Livro e da Literatura de São Miguel Foram três dias de festa em mais de 30 pontos na região Com o objetivo de estimular e democratizar o acesso à leitu-ra e, ainda, aproximar o públi-co dos livros, a Fundação Tide Setubal realizou, nos dias 6,7 e 8 de novembro, a 5ª. Edição do Festival do Livro e da Literatura de São Miguel. O evento aconte-ceu das 9h às 21h, em diferentes pontos do bairro. Logo no dia 6, as árvores do bairro amanheceram com livros pendurados como frutos literá-rios, que poderam ser “colhi-dos” pela própria comunidade. Os livros foram arrecadados em campanha no mês de agosto em diferentes pontos da cidade. A programação, elaborou em conjunto com as escolas públicas da região, coletivos culturais, instituições locais e universidades, traz uma série de atividades gratuitas para todas as idades. São intervenções artís-ticas, contações de história, se-renatas, saraus, peças de teatro, conversas com autores, cortejos literários, oficinas de criação, mediações de leitura, ônibus biblioteca, programas de rádio de rua, apresentações de dança. Praças, ruas, calçadão, mercado municipal, ônibus, clubes for-mam o mapa do evento, com 31 pontos do bairro, que apresen-tam ampla programação. Houve ainda feira de troca, e venda de livros, na Praça Mo-rumbizinho, com descontos de até 50% das publicações das edi-toras Martins Fontes, DSOP, Bi-queira Literária, Catavento, Ati-va, Reformatório,Companhia das Letras –, Publifolha, Global Editora, Martin Claret, Duna Dueto, Cortez, Lettrar, Publifo-lha, Conrade Brinque-Book. Para Inácio Pereira dos San- tos Neto, coordenador de cultu-ra da Fundação Tide Setubal, a cada ano o número de partici-pantes, sejam parceiros ou mo-radores, cresce. “Há um envolvi-mento muito grande na criação dessa festa. Este anotemos 17 escolas da região trazendo para o espaço público as produções de seus alunos. A literatura está sendo utilizada para dialogar com os jovens e transformar es-paços”, explica o coordenador. Destaques: entre os des-taques estão as rodas de conver-sa com autores. O escritor Allan Regis, colunista do Jornal de Guaianas & Cidade Tiradentes. As escritoras Clara Averbuck e Marcia Tiburi participaram da mesa “O lugar da mulher na Literatura” que foi mediada por Laura Folgueira, da organização Casa da Lua. Mário Prata e Ivan Martins debatem as crônicas, como leitura do cotidiano, em encontro mediado por Raquel Cozer. As duas mesas acontece-ram, nos dias 6 e 7, a partir das 19h30, no Auditório D, da Uni-versidade Cruzeiro do Sul, Uni-dade São Miguel. O Festival também presti-giou uma homenagem especial para a escritora Carolina Maria de Jesus, autora do livro Quarto de despejo: Diário de uma fave-lada. No livro, Carolina dá voz aos excluídos, escrevendo como a pobreza e o desespero podem levar as pessoas boas a trair seus princípios simplesmente para conseguir comida para si e sua família. O bate papo é com Ecio Salles e Elizandra Souza e abor-dará a trajetória de Carolina e também a literatura produzida sobre direitos humanos. Haverá também esquetes sobre o livro de Carolina em diferentes pon-tos do bairro. Outro destaque da progra-mação é o grupo Street College, da Organização alemã Gangway que vem de Berlim e participa-rá de oficinas de Word Spoken, que significa “palavra falada”. Eles integrarão as batalhas de frestyle, durante os saraus, do dia 6 de novembro. www.fundacaotidesetubal.org.br/ festival2014
  4. 4. 1ª quinzena de novembro/2014 Pág.4 Aécio volta para manter protagonismo Depois de uma breve tem-porada recluso na fazenda de sua família em Cláudio, no interior de Minas Gerais, o se-nador Aécio Neves, candidato derrotado do PSDB ao Palácio do Planalto e presidente nacio-nal da sigla, desembarca hoje (4) em Brasília com uma agen-da preparada sob medida para apresentá-lo como líder e por-ta- voz da oposição à presidente reeleita Dilma Rousseff (PT). O tucano planeja fazer entre e hoje e amanhã um pronun-ciamento incisivo no Senado no qual, segundo seus aliados, criticará o governo, sem men-cionar uma conciliação nacio-nal. Aécio rejeitará, porém, a tese de pedir o impeachment da presidente. Este foi mote de uma série de manifestações em Foi em tom de desabafo que o ex-presidente Fernando Hen-rique Cardoso condenou o pe-dido de impeachment feito por eleitores de Aécio Neves (PSDB) após sua derrota no último do-mingo para Dilma Rousseff, reeleita presidente. Em artigo ao jornal espanhol El País, ele admitiu que o resultado das ur-nas deve ser respeitado, mas não poupou o PT, a quem condenou pelo baixo nível da campanha, especialmente o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, cha-mado de “língua solta”. Sobre Dilma, pediu “desconfiança” a seu pedido de diálogo. “Em uma democracia não cabe às oposições, como ao povo em geral, senão aceitar o resulta-do das urnas. Mas nem por isso devemos calar sobre o como se conseguiu vencer, nem sobre o porquê se perdeu.” Foram com essas palavras que Fernando Henrique abriu seu artigo. Para o presidente, o “lulopetismo” transformou Marina Silva em “porta-bandeira do capital fi-nanceiro” e Aécio em “playboy”. O tucano também mostrou- -se indignado por ter sido tra-tado na campanha como o res-ponsável pela quebra do Brasil e dos bancos estatais Caixa Eco-nômica Federal e Banco do Bra-sil, em “um rosário de mentiras e distorções”. Um balanço da Secretaria da Fazenda apontou que 158.960 consumidores utilizaram os créditos da Nota Fiscal Paulista para abatimento ou quitação do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Ao todo, foram destinados R$ 34.024.866,97 para o pagamen-to. Os consumidores que não realizaram a solicitação podem A proposta de descentraliza-ção administrativa, com conse-quente fortalecimento das sub-prefeituras, rendeu durante a campanha de Fernando Haddad à Prefeitura, bons espaços na mídia, em particular em jornais de bairro. Em pleno exercício de seu mandato, o prefeito chegou a reunir, em 2013, a imprensa re-gional para uma entrevista cole-tiva, momento em que garantiu que na sua gestão, as subprefei-turas seriam fortalecidas, a co-meçar por um modo particular de apoderamento popular, que se daria a partir da atuação dos Conselhos Participativos (elei-tos em dezembro). Passados 22 meses de gestão Haddad o que se vê na cidade real é o enfraquecimento das subprefeituras. Sinal claro disso está na proposta orçamentária para 2015, onde no segmento das Subprefeituras observa-se uma diminuição dos valores destinados às 32 unidades admi-nistrativas da nossa cidade. Em 2014 a dotação orça-mentária destinadas às subpre-feituras foi de R$ 1, 2 bilhão, sendo R$ 998 milhões destina-dos a despesas correntes (folha de pagamento, contratos de zeladoria) e R$ 270,8 milhões correspondentes a despesas de capital, ou seja a investimentos a cargo dos subprefeitos. Já para 2015, o orçamento proposto para as 32 subpre-feituras sofre uma redução de 8,1%, caindo para R$ 1,1 bi-lhão. Desse total, R$ 1,05 bilhão Justiça suspendeu liminar que autorizava concessionária a cobrar mais. Valores devem vol-tar ao definido em julho, segun-do a Artesp. A tarifa de pedágio deve fi-car mais barata para os moto-ristas que trafegam nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, nos trechos sob concessão da CCR/ Autoban. Isso deve ocorrer por-que o Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu os efeitos de uma liminar obtida pela conces-sionária que autorizava a em-presa a cobrar tarifas superiores às autorizadas pela Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp). A concessionária deverá vol-tar a cobrar os valores definidos pela Artesp em 1º de julho. Na ocasião, foi definido o percentual de 5,38% para a AutoBan. Veja como ficam os valores. A Artesp diz que já notificou a concessio-nária para que os valores voltem a ser praticados imediatamente. Em todas as praças a redução será de dez centavos, exceto nas de Nova Odessa e Sumaré que não sofreram alteração com a li-minar. A Artesp orienta os usuá-rios que guardaram seus cupons de pedágio a pleitear ressarci-mento junto a concessionária. Você meu caro leitor já deve ter ouvido falar dessa discus-são sobre as urnas eletrônicas, muita coisa foi dita e levantada, mas uma coisa é certa não tem como se fazer uma recontagem de votos se a urna de fato foi fraudada. Uma coisa que me deixa bem ressabiado com essa urna é que países como Estados Unidos, vi-ram de perto essa tecnologia de “ponta” que é vendida ao povo brasileiro, e não quiseram aderir a ela. Uma coisa simples como a impressão dos votos, a confe-rencia desses votos pelos eleito-res e colocados em uma urna já resolveria o problema de uma possível suspeita de fraude, e tornaria possível recontagem do votos. Mas por que o TSE e tão relutante em aceitar uma medi-da tão simples assim? Uma outra coisa também tem que ficar bem clara, o PSDB capitais brasileiras realizadas no fim de semana. Na manhã de quarta-feira, Aécio tentará transformar a primeira reunião da direção executiva do PSDB depois da eleição em uma de-monstração de força e unida-de partidária em torno de seu nome. “Será mais que uma reu-nião, mas um ato político para marcar a volta de um senador que recebeu 51 milhões de vo-tos. Será também a primeira demonstração de que ele en-carna a partir de agora o papel de maior líder da oposição na-cional”, diz o deputado federal Bruno Araújo, presidente do PSDB pernambucano e mem-bro da direção executiva nacio-nal da legenda. Além da cúpula partidária, frente da oposição”, diz o se-nador reeleito Alvaro Dias, do Paraná. Para o ex-governador pau-lista Alberto Goldman, vice- -presidente do PSDB, Aécio é o nome “mais expressivo” do partido nacionalmente, mas seu discurso representará uma “expressão individual”. “A fala dele ainda não será resultado de uma avaliação coletiva”, afirma. Em seu retorno, o senador terá que administrar a primeira crise interna da legenda. Seto-res do PSDB e integrantes da executiva reclamam que não foram ouvidos sobre a decisão da sigla de pedir ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma auditoria do processo eleitoral. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. foram convidados para o ato, que acontecerá em um auditó-rio para 300 pessoas no Senado, deputados eleitos e derrotados, governadores e senadores. Governador reeleito de São Paulo, Geraldo Alckmin não estará presente. Ele pediu a Aé-cio que realizasse outro evento no fim de semana, apenas com governadores aliados. Apesar da tentativa de de-monstrar unidade e de encher seu retorno de simbolismos, o papel do senador mineiro no cenário nacional é relativizado por setores expressivos do par-tido. “Esperamos que ele dê res-posta ao que se colheu das ruas, mas não dependemos do dis-curso de apenas um. Precisa-mos de mais gente na linha de O Brasil e suas urnas fantasticas! pediu que houvesse uma audito-ria nas urnas, já rejeitada TSE, mas porque negar uma auditoria se as urnas são tão seguras quan-to eles afirmam, uma investiga-ção bem feita só faria aumentar a confiança de quem já confia, e seria uma ótima prova para as pessoas que desconfiam no sis-tema dessas urnas como eu. Muita gente anda falando que isso é uma teoria da cons-piração ou choro de perdedor. Pois eu aceito o resultado dessas eleições, só não quero que con-tinue assim para as próximas, gostaria de mais transparência e seriedade com meu voto. E ao TSE não basta vocês afirmarem que a urna e segura queremos ver prova disso Beto Marques Bareira - Marque- Pobres subprefeituras são direcionados a despesas correntes (+ 5,6% em relação a 2014), lembrando que somen-te com folha de pagamento, as subprefeituras, em media, con-somem 43% de suas respectivas dotações. Sobram R$ 112 mi-lhões a título de investimento, uma acentuada queda de 58,5% em comparação ao orçamento do ano passado. Na média, cada subprefeito teria à disposição apenas R$ 3,5 milhões para in-vestir em novas obras de alcan-ce local. Ou seja, nos bairros, onde vida cotidiana acontece, as demandas por melhorias tendem a não ser atendidas. Caberá ao plenário da Câ-mara rever esse verdadeiro de-sastre de proposta que aumenta valores para custeio de pessoal e diminuiu verbas para obras nos bairros. O prefeito Fernando Ha-ddad precisa ser lembrado que, numa cidade tão complexa como São Paulo, está nas sub-prefeituras a possibilidade de resolver com mais eficiência os problemas de cada região. Andrea Matarazzo é vereador de São Paulo pelo PSDB. FHC condena impeachment, mas pede “desconfiança” a diálogo pedido por Dilma Em razão da suposta pos-tura do PT, ele pediu descon-fiança em relação ao discurso da presidente reeleita, que con-clamou diálogo com a oposição para “unir o Brasil”. “Diante do apelo ao diálogo da candidata eleita devemos responder com desconfiança: primeiro mostre que não será leniente com a cor-rupção. Deixe que os mais po-derosos e próximos (ministros, aliados ou grandes líderes) res-pondam pelas acusações.” Mas suas principais críti-cas foram dirigidas a Lula que, de “língua solta, diz o que quer quando lhe convém”. O tuca-no responsabiliza o petista pela invenção de uma “batalha dos pobres contra os ricos”. “Eu não sabia que metade do eleitorado brasileiro, que votou em Aécio, é composta por ricos...” Fernando Henrique também reservou um pequeno parágrafo para autocrítica. Ele disse que a oposição também errou, espe-cialmente por seu desenraiza-mento dos movimentos sociais. “Quem está na oposição precisa bradar suas razões e persistir na convicção, apontar os defeitos do adversário até que o eleito-rado aceite sua visão. Para isso precisa organizar-se melhor e enraizar-se nos movimentos da sociedade.” 160 mil consumidores usam créditos da NF.Paulista para pagar o IPVA Pedágio pode ficar mais barato Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) - Sentido capital de: para: Caieiras R$ 7,80 R$ 7,70 Itupeva R$ 7,70 R$ 7,60 Sumaré R$ 6,80 R$ 6,80 Limeira R$ 5,20 R$ 5,10 Rodovia dos Bandeirantes (SP 348) - Sentido interior C.Limpo R$ 7,80 R$ 7,70 Itupeva R$ 7,70 R$ 7,60 Sumaré R$ 6,80 R$ 6,80 Limeira R$ 5,20 R$ 5,10 Rodovia Anhanguera (SP 330) Sentido capital de: para: Perus R$ 7,80 R$ 7,70 Valinhos R$ 7,70 R$ 7,60 N.Odessa R$ 6,80 R$ 6,80 Limeira R$ 5,20 R$ 5,10 Rodovia Anhanguera (SP 330) Sentido interior Perus R$ 7,80 R$ 7,70 Valinhos R$ 7,70 R$ 7,60 N.Odessa R$ 6,80 R$ 6,80 Limeira R$ 5,20 R$ 5,10 Quem ainda não realizou a solicitação deve transferir os créditos para uma conta corrente ou poupança transferir seus créditos para uma conta corrente ou poupança: os valores ficam à disposição dos usuários cadastrados na Nota Fiscal Paulista por cinco anos e podem ser utilizados a qualquer momento dentro desse período. Para conferir os créditos, aderir ao sorteio ou obter mais infor-mações sobre o programa, basta acessar o site do programa. Com a mudança, o valor dos pedágios passarão a ser os seguintes:
  5. 5. 1ª quinzena de novembro/2014 Pág.5 Confira temas que podem cair na redação do Enem 2014 Você sabia que fazer cor-ridas curtas e rápidas todos os dias é ótimo para prolongar a vida? Pelo menos é o que diz um estudo publicado recente-mente. De acordo com uma publi-cação do “Journal of the Ame-rican College of Cardiology”, dos Estados Unidos, correr de cinco a 10 minutos por dia reduz significativamente os riscos de morte precoce e do-enças cardíacas. Pessoas que se exercitam e correm possuem um risco 30% menor de morrer e 45% de contrair doenças cardiovascu-lares. O estudo também mos-trou que a expectativa de vida aumenta cerca de três anos em relação aos sedentários. A pesquisa ainda demons-trou que não existem dife-renças significativas entre as pessoas que correm 50 e 190 minutos ao longo da semana. Os mais de 8,7 milhões de candidatos inscritos no Exa-me Nacional do Ensino Médio 2014 (Enem) têm apenas 15 dias de estudo pela frente. Para ajudar o estudante na reta final, fique atenta com as dicas que os especialistas deram sobre o que pode cair na redação. Crise da água: além da falta de água que atinge o Estado de São Paulo, o tema pode apare-cer abordando a necessidade de melhorar a gestão da água e re-duzir o consumo, e também do ponto de vista das mudanças climáticas. Descarte adequado do lixo: o problema do lixo e do descarte adequado é outro as-sunto que permite ao estudan-te criar variadas propostas de intervenção. Copa do Mundo e mani-festações: as manifestações que ganharam as ruas do Brasil Os dois grandes eventos in-ternacionais que São Paulo re-ceberá até o próximo dia 9 de novembro, o 28º Salão Interna-cional do Automóvel e o Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1, in-jetarão mais de R$ 450 milhões na economia da cidade. O Sa-lão do Automóvel, aberto nesta quinta-feira (30), continuará até 9 de novembro no Complexo do Anhembi, na zona norte, e o GP Brasil de Fórmula 1 acontece entre os dias 7 e 9, no Autódro-mo de Interlagos, na zona sul. Além de mais de 170 mode-los de carros de todo o mundo, o 28º Salão do Automóvel tam-bém abre espaço para as bicicle-tas. Além de modelos elétricos de marcas especializadas e deba-tes sobre o uso do transporte não Você não perde um dia na academia, faz os exercícios que lhe foram propostos e, no final do mês, não percebe melhora no condicionamento do corpo. A primeira atitude é culpar quem desenhou o treino ou até mes-mo o próprio metabolismo. Só que a solução para esse proble-ma pode estar na forma em que você encara a academia. Fazer musculação com gran-des intervalos entre as séries: o intervalo médio é de 30 a 45 se-gundos. Passou disso, os resulta-dos não serão bons. Ficar na esteira por 1h30 na velocidade de 4km/hora: esse Com alimentação balan-ceada é possível adiar o declí-nio cognitivo que ocorre com o passar dos anos. O declínio cognitivo pode levar à dificul-dade de lembrar, comunicar ou aprender novas tarefas. A Academia Americana de Médicos de Família sugere as em junho de 2013 voltaram a se repetir este ano, sobretudo até a realização do Mundial de Futebol. Frente aos gastos para a Copa do Mundo, os protestos reivindicavam investimentos em educação, saúde, moradia e transporte público, entre ou-tras coisas. Democracia e ditadura: o ano de 2014 marca os 50 anos do golpe militar no país, os 30 anos das manifestações pelo voto direto (Diretas Já), e ainda é ano eleitoral. Por conta disso, o tema da democracia e da dita-dura pode aparecer na prova do Enem deste ano. Doenças altamente conta-giosas: o controle de doenças altamente contagiosas e epidê-micas, como a dengue, a gripe aviária (H1N1), a meningite e o ebola, é outra aposta dos pro-fessores para tema de redação do Enem. Tolerância na sociedade: eventos de racismo e de ho-mofobia foram notícia no País ao longo do ano, como o caso do goleiro Aranha chamado de “macaco” por torcedores gre-mistas ou jovens gays espanca-dos nas ruas de São Paulo. Sistema prisional: a crise do sistema prisional brasileiro também voltou à cena e pode aparecer no exame deste ano. Eventos como as execuções no presídio de Pedrinhas, no Ma-ranhão, reavivaram o debate sobre o modelo das prisões do País, o desrespeito aos direitos humanos dentro das celas e a deficiência na reabilitação dos presos. Inclusão e acessibilidade: a inclusão de deficientes na sociedade tem sido alvo de di-versas políticas públicas nos últimos anos. No entanto, os direitos do deficiente ainda são desrespeitados cotidianamente. Mobilidade urbana: a mo-bilidade urbana é um tema de muita importância nas gran-des cidades e que vem sendo cada vez mais debatido com propostas que passam pelo au-mento do transporte público, pela restrição de uso de veícu-los individuais, pela criação de faixas exclusivas para ônibus e de ciclovias. 28º Salão Internacional do Automóvel e Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 Correr 5 minutos por dia reduz risco de morte precoce Os resultados também não evidenciaram significativas diferenças em relação a velo-cidade em que o exercício é feito. Ou seja: mesmo quem cor-re em ritmo mais lento possui bons resultados e melhor ex-pectativa de vida. “Visto que o tempo é um dos maiores obstáculos para se fazer uma atividade física, o estudo pode motivar mais gente a começar a correr”, dis-se um dos autores do estudo, Duck-chul Lee, professor as-sistente do Departamento de Cinesiologia da Universida-de Estadual do Iowa, Estados Unidos. A pesquisa analisou mais de 55 mil adultos com cerca de 44 anos no Texas, durante 15 anos. Um quarto do total dos estudados eram mulheres e a maioria era formada por brancos. motorizado, o evento também conta com novidades no setor vindo de grandes montadoras. Na edição deste ano, a alemã Volkswagen apresenta um novo modelo de bicicleta mountain bike dentro do seu leque de produtos e a norte-americana Chevrolet traz quatro modelos diferentes de duas rodas. O prefeito Haddad expe-rimentou um dos modelos de bicicletas expostos no evento. “Não é contradição ampliar a produção automobilística e priorizar o transporte público. Aliás, é o que faz qualquer cida-de moderna do mundo. Há uma confusão entre as pessoas entre a propriedade e o uso racional. Você poder ser proprietário de um automóvel e fazer o uso ra-cional da propriedade”, afirmou o prefeito. “Nós somos pró-mobilidade. Criamos um grupo de estudo, justamente, para gerar novas soluções e novas fórmulas. A in-dústria automobilística é parte indissociável da solução dos pro-blemas da mobilidade urbana”, afirmou o presidente da Asso-ciação Nacional dos fabricantes de Veículos Automotores (Anfa-vea), Luiz Moan Yabiku Junior. A indústria automotiva, se-gundo dados do setor, participa de um quarto do Produto In-terno Bruto (PIB) Industrial do país, sendo R$ 5% do PIB total e gerando arrecadação de R$ 12 bilhões e tem ampliado os inves-timentos em carros eficientes, com outras formas de energia. “O carro exerce fascínio em todos e esse Salão do Automó-vel é um dos maiores do mun-do, o maior da América Latina, com 800 mil pessoas que devem passar por aqui e um setor que é campeão do emprego, porque tem uma cadeia produtiva lon-ga. Gera muitos empregos, agre-ga valor, tem importância social e econômica”, afirmou o gover-nador Geraldo Alckmin. “Com segurança e eficiên-cia energética, você melhora a qualidade dos carros, melhora a qualidade dos veículos pesados, inclusive dos ônibus e permite uma melhor qualidade de vida para os brasileiros”, afirmou o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Mauro Borges Lemos. Saiba como não perder tempo na academia Treinar todos os dias, mes-mo exausto: não se deve treinar quando estiver muito cansado, sem dormir ou doente. O des-canso é fundamental. Tornar a musculação mais “fácil”: é um erro tentar ‘faci-litar’ os exercícios. Eles só vão funcionar se feitos na postura e peso corretos. Usar roupas inadequadas: nada de ir para academia com roupas justas, desconfortáveis ou quentes demais para o clima local. tipo de caminhada poderia ter sido feita na metade do tempo. Usar um frequencímetro para medir batimentos cardíacos. Fazer musculação e ativida-de aeróbica quando dá vontade: a falta de regularidade não leva a bons resultados. Melhore o poder do seu cérebro se alimentando bem seguintes medidas para ajudar a melhorar a saúde do cérebro e prevenir o declínio cognitivo: • Mantenha o peso, o coleste-rol e a pressão arterial sob controle, com uma dieta nu-tritiva e alimentos com baixo teor de gordura. • Consuma em grande quanti-dade grãos, frutas e vegetais. • Evite gorduras saturadas • Inclua ácidos graxos ôme-ga- 3 na dieta, como os conti-dos em peixes como salmão, sardinha e atum. • Pergunte a seu médico se você deve tomar algum su-plemento com vitaminas .
  6. 6. 1ª quinzena de novembro/2014 Pág.6 Oficina Cultural de Itaquera completa 25 anos em novo prédio com shows e intervenções urbanas Reabertura da nova sede da Oficina Cultural Alfredo Volpi acontece no dia 8 de novembro com show da banda Mustache & Os Apaches e intervenções de rua Completando 25 anos de atuação na região, a Oficina Cul-tural Alfredo Volpi– unidade da Secretaria da Cultura do Gover-no do Estado de São Paulo, ge-renciada pela POIESIS Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura – abre oficialmente sua nova sede no dia 8 de no-vembro. Na programação, show da banda Mustache & Os Apa-ches, intervenção de grafite e caricatura, entre outras atrações gratuitas para todas as idades. O novo endereço da unidade é a Rua Américo Salvador Novelli, 416, em Itaquera. As inscrições devem ser feitas no local. A programação musical abre com o hip hop da MC Amanda Negrasim, às11h. A integrante do grupo Miscível apresentará seu repertório na área externa As inscrições para os Jogos Municipais da Pessoa Idosa (Jomi) foram prorrogadas até a próxima quarta-feira (5). A competição terá início nesta sexta-feira (7). O campeonato é parte de uma política de direi-tos construída ao longo da atu-al gestão da Prefeitura, voltada à população idosa. Para fazer a inscrição, é preciso ter mais de 60 anos e preencher o cadastro informando o nome completo, número do RG, e-mail, celular e outro telefone para contato. A primeira edição do evento terá competições em 14 modali-dades: atletismo, bocha, buraco, coreografia, damas, dança de Shoppings da Zona Leste dão as boas-vindas ao Papai Noel O Complexo Tatuapé prepa-rou uma programação especial para a chegada do Papai Noel, que Aconteceu no sábado, dia 1º de novembro. Com muita música, brincadeiras e histórias natalinas, os grupos teatrais Cia. Cambaio, Vira Festa, Cia. de Fantoches Von Feffer e Trupe Pé de Histórias agitou as crian-ças. Entre as narrativas, uma aventura com os personagens do filme A Lenda de OZ, que têm a missão de salvar o Papai Noel, que foi sequestrado pelo vilão, Bufão. A abertura do Natal foi si-multânea no Shopping Me-trô Tatuapé e no Shopping Me-trô Boulevard Tatuapé. A festa contou também com a presença de Dorothy e seus amigos Totó, Homem de Lata, Leão e Espan-talho. A programação é gratuita e foi apresentada nas praças de eventos. Após as apresentações, os frequentadores poderiam conferir a decoração de Natal dos shoppings, que reproduz a Cidade das Esmeraldas e a Cida-de das Xícaras em referência ao filme: A Lenda de Oz. Confira abaixo a programação: Shopping Metrô Boule-vard Tatuapé - Endereço: Rua Gonçalves Crespo, esquina com Rua Tuiuti (integrado à Estação Tatuapé do me- trô). Tel.: (11) 2225-7000. Shopping Metrô Tatuapé - Endereço: Av. Radial Leste, esquina com Rua Tuiuti (inte-grado à Estação Tatuapé do metrô).Tel.: (11) 2090-7400. da nova sede da Ofi-cina Cultural Alfre-do Volpi. Amanda Negrasim também participa do projeto Hip Hop Mulher no show MIXTURAD@S, do projeto O Ilíci-to do rapper Gaspar (Z’Áfrika Brasil) e de projetos de formação (oficina de rima). En-tre 11h e 16h o grafi-teiro e artista plástico Renato Ursine realiza umaintervenção de grafite nas laterais das rampas da fachada da nova sede da unidade, baseado em releituras das obras de Alfredo Volpi. A partir do meio-dia, o mú-sico e artista visual Silvio Ribei-ro faz uma intervenção musical com Cotidiáfono (instrumento musical percussivo) na área ex-terna da Oficina Cultural. Em seguida, Ribeiro se reúne com os músicos daCia. Porto de Luanda para uma performan-ce musical dentro da unidade. Às14h, a Companhia volta para apresentar um repertório de sambas paulistas. Com sede atu-fessora de teatro e diretora do 42 Coletivo Teatral, Erika Bodstein, ao longo das oficinas realizadas na Oficina Cultural Oswald de Andrade em 2013, com mem-bros da trupe francesa Théatrê du Soleil, como Juliana Carneiro da Cunha, Eve Doe Bruce, Jean- -Jacques Lemêtre e Fabiana de Mello e Souza. A artista plástica, figurinista e pesquisadora do 42 Coletivo de Teatro, Paula Baraldi, assina a cenografia da exposição. Entre 12h30 e 15h30, o ilustrador e caricaturista Clóvis Suematsu criará, ao vivo, as caricaturas dos convidados, com projeção em tempo real dos trabalhos. A banda Mustache & os Apa-ches toca entre 13h e 13h30 e entre 15h e15h30 na unidade. A banda reúne cinco músicos ins-pirados pelas Jug Bands norte americanas e pelos espetáculos do Circo Vaudeville, os gaúchos Pedro Pastoriz (Voz, Violão e Banjo), Tomás Oliveira (Con-trabaixo e voz), Axel Flag (Voz e percussão), Jack Rubens (Ban-dolim); e por Lumineiro, de Belo Horizonte, que toca o original Washboard (uma antiga tábua de lavar roupa). Os músicos ini-ciaram o projeto com apresenta-ções nas ruas paulistanas, e logo se destacaram por transformar qualquer lugar da cidade em um espaço para shows. E, especialmente para a criançada, às 15h30, acontece o espetáculo OS ARTISTAS. A peça encenada pela Cia. Cênica Nau de Ícaros conta a história de dois ajudantes de um suposto “Grande Circo” ocupam o espa-ço para montagem de um pica-deiro. Chegada a hora do início do espetáculo, os dois percebem que faltam os artistas! Os ser-ventes então assumem as atra-palhadas personalidades de Pão de Queijo e Maionese guiando o espetáculo. O público é convi-dado a participar da empreitada que mescla números musicais, acrobacia, ventriloquismo e ma-labarismo. A direção é de Marco Vettore. Serviço: Oficina Cultural Al-fredo Volpi - Rua Américo Salva-dor Novelli, 416 - Itaquera - Con-tato: (11) 2205-5180 | avolpi@ oficinasculturais.org.br Funcio-namento: Segunda a Quinta-Fei-ra das 13 às 22h / Sexta-feira das 9h às 18h / Sábado das 10h às 18h Site: www.oficinasculturais. org.br - Facebook: https://www. facebook.com/OficinasCulturais Twitter:@OficinaCultural. al em Itaquera, a Cia. Porto de Luanda foi criada há 11 anos a partir de oficinas de maracatu do baque virado realizadas por Silvio Ribeiro. O Ateliê Aberto de Gravu-ra inicia os trabalhos também ao meio-dia, sob coordenação de Flavia Yue, artista plástica e professora de Artes visuais. Neste encontro os participan-tes são convidados a contribuir na construção de um pequeno álbum, com formato de 20 x 20 cm, com imagens feitas na hora, a partir de orientação prática para a realização de xilogravura e monotipia, técnicas de impres-são gráfica. Em ateliê aberto, a produção prevê gravação, im-pressão manual e impressão por meio de prensa. Interessados a partir de 15 anos podem se ins-crever no local. No mesmo horário acontece a abertura da exposição “Étre au Soleil”. A mostra reunirá regis-tros fotográficos feitos pela pro- Começam inscrições para os Jogos Municipais da Pessoa Idosa salão, dominó, malha, natação, tênis, tênis de mesa, truco, volei-bol e xadrez. Os três vencedores de cada modalidade serão pre-miados com medalhas e troféus. A programação do even-to já foi divulgada. No dia 7, por exemplo, o Clube Escola Vila Guarani, na zona sul, re-ceberá uma competição de ga-teball, um jogo de taco. No dia 10, o Clube Espéria promoverá uma competição de buraco, da qual participarão idosos de to-das as regiões da cidade. O Jomi é organizado pelas secretarias municipais de Di-reitos Humanos e Cidadania (SMDHC), Educação (SME) e Esportes, Lazer e Recreação (SEME). A cerimônia de lança-mento dos jogos foi realizada na segunda-feira (20) no ginásio do Pacaembu com a presença de mais de 1.500 pessoas. Os jogos serão realizados no ginásio do Pacaembu, no Clube Escola Vila Guarani, no Clube Espéria e no Centro Esportivo e de Lazer Tietê, que passou por re-forma recentemente e foi reaberto pela Prefeitura em setembro. O esporte e a atividade físi-ca de lazer integram a política do envelhecimento ativo reco-mendada pela Organização das Nações Unidas (ONU) para as políticas públicas voltadas à pessoa idosa. Partindo desta perspectiva, o Jomi tem como objetivo promover a ampliação da qualidade de vida e do en-velhecimento saudável, além de ampliar a participação das pes-soas idosas em atividades de in-tegração social. O regulamento da competi-ção já está disponível no site do próprio campeonato, que trará ainda notícias sobre os jogos.
  7. 7. 1ª quinzena de novembro/2014 Giro dos famosos Pág.7 Suposto novo amor de Neymar passa fim de semana em Barcelona Craque brasileiro teria um caso com a belíssima modelo sérvia Soraja Vucelic. Soraja Vucelic ganhou todas as man-chetes na semana passada. O motivo? O possível affair com Neymar. Um jornal sérvio re-velou que o craque mandou até um jatinho para buscar a gata. Neymar utilizou as redes so-ciais para ironizar o boate. No entanto, o que se sabe é que de fato a modelo curtiu o fim de semana em Barcelona, onde foi até ao clube catalão. Pedro Scooby mostra foto de Luana Piovani só de camisola Na imagem, atriz aparece até usando tiara de gatinha. Pedro Scooby usou o Instagram, no do-mingo (2), para publicar foto de Luana Piovani só de camisola. Na imagem, a atriz faz pose sensual e ainda usa uma tiara de gatinha. Na legenda, o surfista mandou um re-cado. — Tô sonhando?... Me belisca. Mais tarde, ele ainda postou foto em que Luana Piovani mostra suas pernas, ao lado de duas taças de vi-nho. Mr. Catra anuncia em seu Instagram que quer mais uma esposa: “Tô ansioso para conhecê-la” Funkeiro já é casado com quatro mulheres e tem 27 filhos. Mr. Catra usou o Instagram para fazer uma nova provocação. Neste úl-timo domingo (2), ele anunciou que está procurando uma nova es-posa. — Bom dia, filharada. Hoje acordei querendo mais uma esposa. Marca aí uma amiga gata para o papai conhecer. Tô ansioso para conhecê-la! Quatro meses após dar à luz, Wanessa pega leve nos exercícios: “Minha prioridade é amamentar” Cantora ressalta di-ficuldade para voltar ao trabalho após segunda gravidez. Quatro meses após o nascimento de João Francisco, seu se-gundo filho, Wanessa Camargo volta engati-nhando aos palcos. A cantora já está fazendo shows, mas com algu-mas condições: precisam ser perto de casa e ape-nas aos fins de semana. Geisy Arruda deixa sutiã à mostra, fã a chama de vulgar e ela responde: “Jumenta” Loira curtiu balada neste domingo. Geisy Arruda adora looks ou-sados e até já contou que quer ser blogueira da classe C. Porém, neste domingo (2), sua roupa não agradou a maioria dos fãs. Com maca-quinho, ela usou somente um sutiã por baixo, o que gerou diversas críticas dos seguidores. Uma seguidora escreveu. — Um sutiã? Vulgar mesmooo. A segunda teve uma resposta nada educada da loira. — Isso é um cropped de renda, jumenta. Na legenda da foto, Geisy brincou com a frase: “Se eu não lem-bro, não fiz”. Tatá Werneck mima Fernanda Rodrigues e Vilhena no teatro Tatá Werneck aplaude peça de Vilhena e Fernanda Rodrigues. Na noite de sábado (1º), Tatá Werneck foi até o teatro para assistir ao espetáculo Tô Grá-vida, protagoniza-da por Fernanda Rodrigues e Paulo Vilhena. A peça está em cartaz no Rio de Janeiro. Nas redes so-ciais, Fernanda Rodrigues agrade-ceu a presença de Tatá. — Olha quem foi ver a gente ontem?!? Amamos que você foi @tatawerneck! No Fantástico, dente de cavalo cai na frente de Tadeu Schmidt Quem assistiu ao dominical da Globo neste domingo (2), viu que aconteceu um lance engraçado. Sabe aqueles cavali-nhos que mostram a posição dos times na tabela de classifi-cação do campeona-to brasileiro? Então, são meio tosquinhos, a gente sabe. Agora já até nos acostumamos, mas é um lance que poderia ser evitado. E ontem, o dente de um deles caiu enquanto o bicho conversava com Tadeu Schmidt. O apresentador levou na esportiva e brincou com o “acidente”. Fez uma piadinha e, depois, apareceu colocando a parte do boneco no lugar. Com aliança no dedo, Larissa Manoela fala sobre namoro com ator de 17 anos: “A gente está muito feliz” Teen de 13 anos contou que tem muito trabalho pela frente em 2015. Por onde passa, Larissa Manoela rouba a cena! Protagonista de Carrossel e Patrulha Salvadora, a teen de 14 anos chamou a atenção ao exibir uma aliança na mão direita. Lala na-mora há quase um ano o ator Matheus Che-quer, de 17 anos. “Está tudo bem, a gente está muito feliz, graças a Deus. Isso é importan-te”, disse Larissa Manoela, que não se importa com os comentários a respeito de seu namoro.
  8. 8. 1ª quinzena de novembro/2014 PUBLICIDADE Pág.8

×