Autoavaliação das competências deinformação em estudantes universitários:   validação portuguesa do IL-HUMASS             ...
2                                                               Agenda                                                    ...
ContextoEm Portugal: Institucionalização doProcesso de Bolonha no Ensino Superior   A transição de um sistema de ensino ba...
Competência… um conceito complexoUma competência é um poder agir de forma eficaznuma classe de situações, mobilizando e co...
5                                                         ContextoProcesso de Bolonha: graus de licenciado emestre são con...
6                                                                                                                         ...
Problema de partidaEstudantes universitários Navegantes em oceanos de informaçãomação Desconhecem o valor da informaçãoç...
Revisão da Literatura                               8 Métodos (qualitativos)                                   Estudo de  ...
Modelo             9 Domínios das atividades de aprendizagem (KSA)                                      Skills      Knowle...
10Perspetiva atitudinal                        (Triângulo educacional)                                                    ...
11                                                                                                                        ...
12                                                                                                                        ...
13                                                                                                                        ...
15                                                                                     Inquérito onlineLopes, C., & Pinto,...
Método       16> Participantes Idade:                                    926 estudantes universitários                    ...
Método   17Desenho IL-HUMASS: versão finalCaraterização:    A ferramenta IL-HUMASS é um questionário de auto-    resposta...
Método                   18IL-HUMASS:                                                     Categorias                      ...
Método                   19IL-HUMASS:                                                     Categorias                      ...
Método                   20IL-HUMASS:                                                      Categorias                     ...
Método                   21IL-HUMASS:                                             Categorias                              ...
Método              22 Desenho IL-HUMASSPerspectiva atitudinal, tendo em conta 3 fatores: Importância relacionada com o i...
Método> Pesquisa da informação                                                (Pinto, 2010)    1.   Utilização de fontes d...
Método                   24                                                                                     Inquérito ...
Inquérito online   Método   25
Resultados   26> ResultadosAnálise fatorial exploratória- Extração de componentes principais, seguida de uma  rotação Vari...
2727                                                     ResultadosResultados Tabela 2 Valores de Alfa de Cronbach para as...
28                                                                                                     ResultadosResultado...
29                                                                    ResultadosResultados   Tabela 4. Análise ANOVA com m...
30                                                                   ResultadosResultadosTabela 5. Análise ANOVA com medid...
31                                                                                                 ResultadosResultados   ...
32                                                                                                ResultadosResultados    ...
33                                                                                      Resultados       Tabela. 8 Análise...
34                                          ResultadosResultados Oportunidades de melhoria • Utilização de gestores de ref...
35                                                                                                                        ...
36                                                                                                                       R...
37                                                                                                                       R...
38                                          ResultadosResultadosSugestões dos estudantesNo total de 926 estudantes, 403 (4...
39                                                                                      Discussão & Conclusões> Conclusões...
40                                                                                        Discussão & ConclusõesConclusões...
41                                                                                        Discussão & ConclusõesConclusões...
42                                                                                       Discussão & Conclusões> Trabalhos...
43                                                                                        Discussão & Conclusões> Desenvol...
44                                                                                              Para não concluir…Palavra ...
AgradecimentosAgradecimentos   Clara Macedo (UP)                                                               Tatiana S...
Obrigado pela vossa atenção!     Questões?                 Maria Pinto              mpinto@ugr.es               Carlos Lop...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II)

1.097 visualizações

Publicada em

11º Congresso da BAD, 18 de Outubro de 2012

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.097
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
47
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II)

  1. 1. Autoavaliação das competências deinformação em estudantes universitários: validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) Carlos Lopes Maria Pinto [ 18 de outubro de 2012 | (5ª Feira) | Auditório 3 | 17h]
  2. 2. 2 Agenda  1. Contexto  2. Problema de partida  3. Modelo (Revisão da literatura)  4. Objetivos  5. Método  5.1 Participantes  5.2 Instrumento  5.3 Procedimentos  6. Resultados & Discussão  7. Conclusões  8. Desenvolvimentos futuros Aprendizagem por competências transversaisLopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  3. 3. ContextoEm Portugal: Institucionalização doProcesso de Bolonha no Ensino Superior A transição de um sistema de ensino baseado na ideia de transmissão de conhecimentos para um sistema baseado no desenvolvimento de competências pelos próprios alunos (…) é uma questão crítica central em toda a Europa, com particular expressão em Portugal.
  4. 4. Competência… um conceito complexoUma competência é um poder agir de forma eficaznuma classe de situações, mobilizando e combinando, emtempo real e de forma pertinente os recursos intelectuaise emocionais (Perrenoud, 2011) Recursos intelectuais:  Os saberes declarativos  Os saberes de procedimentos (metodológicos e tecnológicos)  Os saberes condicionais ou estratégicos Recursos emocionais ou relacionais:  Atitudes  Valores princípios e normas  Relações consigo próprio  Relação com as sua emoções e relações
  5. 5. 5 ContextoProcesso de Bolonha: graus de licenciado emestre são conferidos aos que demonstrem:(…)d) Capacidade de recolher, selecionar e interpretar ainformação relevante, particularmente na sua área deformação, que os habilite a fundamentarem as soluções quepreconizam e os juízos que emitem, incluindo na análise osaspetos sociais, científicos e éticos relevantese) Competências que lhes permitam comunicarinformação, ideias, problemas e soluções, tanto a públicosconstituídos por especialistas como por não especialistas Diário da República, 24 de março de 2006 —I Série-A, N.º 60
  6. 6. 6 ContextoDefinição de Literacia da Informação Sistema de competências necessárias para pesquisar, recuperar, analisar, e usar a informação, ou seja, reconhecer necessidades de informação, saber como localizar, identificar modos de acesso, avaliar, organizar e aplicar a informação, sendo capaz de sintetizar informação e de a usar para criar novo conhecimento e compreensão. Em simultâneo, estar consciente das envolventes éticas, culturais, económicas e sociais. Association of College & Research Libraries (ACRL, 2000) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  7. 7. Problema de partidaEstudantes universitários Navegantes em oceanos de informaçãomação Desconhecem o valor da informaçãoção ? Não sabem delimitar as suas necessidades de informação Relaxamento face à tradição escrita, a favor das imagens, som, multimédia Carência de um referencial qualitativo para avaliar a informação Desconhecem os aspetos éticos/legais do uso da informação Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  8. 8. Revisão da Literatura 8 Métodos (qualitativos) Estudo de casos Focus groups Estudo Piloto EntrevistasRevisão da LiteraturaLopes, C., & Pinto, M. (2010). IL-HUMASS – Instrumento de avaliação de competências em literacia da informação : umestudo de adaptação à população portuguesa (Parte I). In 10º Congresso de Bibliotecários, Arquivistas eDocumentalistas, Guimarães, Abril de 2010. [Em linha] Lisboa : BAD. Disponível em http://repositorio.ispa.pt/handle/10400.12/200PINTO, M. (2010). Design of the IL-HUMASS survey on information literacy in higher o education: A self-assessmentapproach. Journal of Information Science. 38, 86-103.PINTO, M. (2012). Information literacy perceptions and behaviour among history students. Aslib Proceedings. 64, 3 304-327.
  9. 9. Modelo 9 Domínios das atividades de aprendizagem (KSA) Skills KnowledgeA literacia da informação engloba tanto o uso como a criação de informação através do pensamento crítico e emocional. Três domínios: Conhecimento (K): é constituído por Atitudes dados e informação, assim como os modelos e teorias que usamos para trabalhar com essa mesma informação. Habilidades (S): são aprendidas e repetidas, conduzem-nos da teoria à ação e implicam a realização de tarefas mentais, cognitivas e afetivas Atitudes (A): é a imagem de todas as nossas ações e decisões. É o espírito e a perspetiva com o qual um indivíduo, grupo ou organização introduz e provoca desenvolvimentos na sociedade | Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  10. 10. 10Perspetiva atitudinal (Triângulo educacional) Fonte de Conhecimento Aprendizagem Declarativo A Motivação Conhecimento S Procedimental Auto-eficácia Importância das atitudes no triângulo educacional (Pinto, 2010)
  11. 11. 11 Objetivos Objetivos gerais O questionário – IL-HUMASS, visa conhecer a opinião sobre competências no uso e na gestão da informação no ensino superior nas área das Ciências Sociais e Humanas Desenvolver um instrumento baseado nas normas internacionais para a recolha de dados sobre a competência informacional Conhecer, desde uma perspetiva de autoavaliação, a opinião e perceção que os estudantes universitários, têm sobre as suas próprias competências e habilidades na gestão e uso da informação Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  12. 12. 12 Objetivos Objetivos gerais Identificar no âmbito académico (docentes/investigadores, bibliotecários e estudantes) a perceção sobre a literacia da informação Segundo uma perspetiva atitudinal (autorepostas) tendo em conta três fatores: importância, autoavaliação e fonte de aprendizagem Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  13. 13. 13 Objetivos> Objetivos específicosEstudo quantitativo (Parte ll) Tradução e adaptação para a língua portuguesa do Questionário IL-HUMASS (PINTO, 2010), bem como a sua validação numa amostra de estudantes universitários Oferecer um diagnóstico, numa perspetiva de autoavaliação, da opinião e da perceção que os estudantes universitários têm sobre as suas próprias competências e habilidades na gestão e uso da informação Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  14. 14. 15 Inquérito onlineLopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  15. 15. Método 16> Participantes Idade: 926 estudantes universitários 3 instituições: ISPA-IU Universidade Nova de Lisboa Universidade do Porto Cursos: Psicologia, História, Filosofia, Ciências da Informação Sociologia, Línguas e Literatura, Ciências da Educação Ano de Curso:  334 - 1º ano  132 - 2º ano  171 – 3º ano  116 – 4º ano  71 – 5º ano  103 - Mestrados
  16. 16. Método 17Desenho IL-HUMASS: versão finalCaraterização: A ferramenta IL-HUMASS é um questionário de auto- resposta desenhado na Web, constituído por 26 itens, com resposta tipo Likert com 9 posições (onde 1 corresponde a baixa competência e 9 a alta competência) Visa avaliar a competência percebida em estudantes, professores e bibliotecários do ensino superior relacionadas com a: pesquisa, avaliação, processamento, e difusão da informação
  17. 17. Método 18IL-HUMASS: Categorias  Pesquisa da informação (8 itens): 1. Utilização de fontes de informação impressas (ex. livros, …) Pesquisa da Informação 2. Aceder e usar catálogos automatizados 3. Consultar e usar fontes eletrónicas de informação primárias (ex. revistas, …) 4. Utilização de fontes eletrónicas de informação secundárias (ex. bases de dados, …) 5. Conhecimento da terminologia da sua área de estudo 6. Saber pesquisar e recuperar informação na Internet (ex. pesquisas avançadas, diretórios, portais) 7. Utilização de fontes eletrónicas de informação informal (ex. blogs, listas de distribuição, …) 8. Conhecimento de estratégias de pesquisa de informação (ex. descritores, operadores booleanos, …) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  18. 18. Método 19IL-HUMASS: Categorias  Avaliação da informação (5 itens): 9. Saber avaliar a qualidade dos recursos de informação Avaliação da Informação 10. Reconhecer no texto as ideias do autor 11. Conhecimento da tipologia da informação científica (ex. teses de Doutoramento, atas de congressos, …) 12. Ser capaz de determinar a atualização da informação existente num recurso 13. Conhecimento dos autores ou instituições mais relevantes na sua área de estudo Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  19. 19. Método 20IL-HUMASS: Categorias  Processamento da informação (6 itens): Processamento Informação 14. Saber resumir e esquematizar a informação 15. Ser capaz de reconhecer a estruturação de um texto 16. Utilização de gestores de bases de dados (ex. Access, Oracle, MySQL, …) 17. Utilização de gestores de referências bibliográficas (ex. Endnote, Reference Manager, …) 18. Utilização de programas estatísticos e folhas de cálculo (ex. SPSS, Excel, …) 19. Saber instalar programas informáticos Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  20. 20. Método 21IL-HUMASS: Categorias  Comunicação e difusão da informação (7 itens): 20. Saber comunicar em público Comunicação e Difusão Inf. 21. Saber comunicar noutros idiomas 22. Saber redigir um documento (ex. relatório, trabalho académico, …) 23. Conhecer o código ético e deontológico da sua área de estudo 24. Conhecer a legislação sobre o uso da informação e da propriedade intelectual 25. Saber fazer apresentações académicas (ex. PowerPoint) 26. Saber difundir a informação na Internet (ex. Webs, Blogs, …) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  21. 21. Método 22 Desenho IL-HUMASSPerspectiva atitudinal, tendo em conta 3 fatores: Importância relacionada com o item (motivação) Autoavaliação em relação ao nível de desempenho de cada item Cenário de aprendizagem em relação a cada um dos itens (1= Muito baixa; 3= Baixa; 5= Média; 7= Alta; 9 = Muito alta) Fonte de Importância Autoavaliação Em relação a … Aprendizagem A Sala de Aula C Formação Baixa Alta Baixa Alta B Biblioteca I Auto- PESQUISA DA INFORMAÇÃO 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1 2 3 4 5 6 7 8 9 aprendizagem O Outros8. Conhecimento de estratégias de pesquisa de informação (ex. descritores, operadores 9 2 I booleanos, …)
  22. 22. Método> Pesquisa da informação (Pinto, 2010) 1. Utilização de fontes de informação impressas (ex. livros, …) 2. Aceder e usar catálogos automatizados 3. Consultar e usar fontes eletrónicas de informação primárias (ex. revistas, …) 4. Utilização de fontes eletrónicas de informação secundárias (ex. bases de dados, …) 5. Conhecimento da terminologia da sua área de estudo 6. Saber pesquisar e recuperar informação na Internet (ex. pesquisas avançadas, diretórios, portais) 7. Utilização de fontes eletrónicas de informação informal (ex. blogs, listas de distribuição, …) 8. Conhecimento de estratégias de pesquisa de informação (ex. descritores, operadores booleanos, …)> Avaliação da informação 9. Saber avaliar a qualidade dos recursos de informação 10. Reconhecer no texto as ideias do autor 11. Conhecimento da tipologia da informação científica (ex. teses de Doutoramento, atas de congressos, …) 12. Ser capaz de determinar a atualização da informação existente num recurso 13. Conhecimento dos autores ou instituições mais relevantes na sua área de estudo> Processamento da informação 14. Saber resumir e esquematizar a informação 15. Ser capaz de reconhecer a estruturação de um texto 16. Utilização de gestores de bases de dados (ex. Access, Oracle, MySQL, …) 17. Utilização de gestores de referências bibliográficas (ex. Endnote, Reference Manager, …) 18. Utilização de programas estatísticos e folhas de cálculo (ex. SPSS, Excel, …) 19. Saber instalar programas informáticos> Comunicação e difusão da informação 20. Saber comunicar em público 21. Saber comunicar noutros idiomas 22. Saber redigir um documento (ex. relatório, trabalho académico, …) 23. Conhecer o código ético e deontológico da sua área de estudo 24. Conhecer a legislação sobre o uso da informação e da propriedade intelectual 25. Saber fazer apresentações académicas (ex. PowerPoint) 26. Saber difundir a informação na Internet (ex. Webs, Blogs, …) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  23. 23. Método 24 Inquérito onlineLopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  24. 24. Inquérito online Método 25
  25. 25. Resultados 26> ResultadosAnálise fatorial exploratória- Extração de componentes principais, seguida de uma rotação Varimax, permitiu analisar o padrão fatorial- Os itens distribuem-se pelos quatro fatores de cada dimensão (importância e autoavaliação)- O grau de saturação de cada item com o respetivo fator mostrou-se adequado, sendo a média de saturação para todos os itens de .67 (nível) e .68 (importância) e a percentagem de variância explicada de 56,3% e 60,8%
  26. 26. 2727 ResultadosResultados Tabela 2 Valores de Alfa de Cronbach para as dimensões do instrumento Dimensão Fiabilidade Alfa de Categoria Cronbach Importância Pesquisa .80 Avaliação .79 Processamento .78 Comunicação/Difusão .81 Autoavaliação Pesquisa .84 Avaliação .83 Processamento .77 Comunicação/Difusão .80
  27. 27. 28 ResultadosResultados Tabela 3. Estatística descritiva e matriz de correlações das dimensões por categorias Importância Autoavaliação Categorias M DP Pesquisa Avaliação Processamento Comunicação Pesquisa Avaliação Processamento Comunicação Importância Pesquisa 7,35 1,049 1 .631** .510** .578** .398** .279** .225** .259** Avaliação 7,95 0,957 1 .665** .619** .221** .342** .174** .212** Processamento 7,38 1,201 1 .688** .201** .201** .210** .286** Comunicação 8,01 0,944 1 .252** .259** .382** .247** Autoavaliação Pesquisa 6,14 1,284 1 .684** .676** .672** Avaliação 6,34 1,304 1 .650** .707** Processamento 5,66 1,386 1 .722** Comunicação 6,23 1,289 1 Nota: **p<.01
  28. 28. 29 ResultadosResultados Tabela 4. Análise ANOVA com medidas repetidas para a dimensão Importância ImportânciaCategorias M DP N Pesquisa 7,35 1,05 828 Avaliação 7,95 0,96 828 Processamento 7,38 1,20 828 Comunicação 8,01 0,94 828 F(3,38) = 19,06, p<0.001, η2=.005 Figura 3. Ilustração gráfica da dimensão Importância
  29. 29. 30 ResultadosResultadosTabela 5. Análise ANOVA com medidas repetidas para a dimensão Autoavaliação AutoavaliaçãoCategorias M DP N Pesquisa 6,13 1,29 829 Avaliação 6,37 1,31 829 Processamento 5,64 1,39 829 Comunicação 6,25 1,29 828 F(3,38) = 23,06, p<0.001, η2=.01 Figura 5. Ilustração gráfica da dimensão Autoavaliação
  30. 30. 31 ResultadosResultados Escala 1 2 3 4 5 6 7 8 9 1. Utilização de fontes de informação impressas (ex. 8,150 livros, …) 7,010 2. Aceder e usar catálogos automatizados 6,86 5,33 3. Consultar e usar fontes electrónicas de informação 7,44 primárias (ex. revistas.) 6,52 4. Utilização de fontes electrónicas de informação 7,42 secundárias (ex. bases…) 6,01 Pesquisa 5. Conhecimento da terminologia da sua área de estudo 8,14 6,36 6. Saber pesquisar e recuperar informação na Internet 8,06 (ex. pesquisas …) 6,98 7. Utilização de fontes electrónicas de informação 6,08 5,86 itens informal (ex. blogs, ...) 8. Conhecimento de estratégias de pesquisa de 6,55 informação (ex. descritores, 4,9 9. Saber avaliar a qualidade dos recursos de informação 8,13 6,54 10. Reconhecer no texto as ideias do autor 8,39 7,15 11. Conhecimento da tipologia da informação científica 7,59 (ex. teses de 5,85 Avaliação 12. Ser capaz de determinar a actualização da informação 7,52 existente num 5,84 13. Conhecimento dos autores ou instituições mais 8,12 relevantes na sua área 6,33 Importância Autoavaliação
  31. 31. 32 ResultadosResultados Escala 1 2 3 4 5 6 7 8 9 14. Saber resumir e esquematizar a informação 8,37 6,99 15. Ser capaz de reconhecer a estruturação de um texto 8,06 6,95 16. Utilização de gestores de bases de dados (ex. 6,77 Access, Oracle, MySQL,) 4,68 17. Utilização de gestores de referências bibliográficas 6,53 (ex. Endnote, …) 4,05Processamento 18. Utilização de programas estatísticos e folhas de 7,73 cálculo (ex. SPSS, 5,44 19. Saber instalar programas informáticos 6,69 5,8 itens 20. Saber comunicar em público 8,29 6,28 21. Saber comunicar noutros idiomas 8,07 5,69 22. Saber redigir um documento (ex. relatório, trabalho 8,51 académico, …) 6,9 23. Conhecer o código ético e deontológico da sua área 8,31 de estudo 6,2Comunicação 24. Conhecer a legislação sobre o uso da informação e 7,51 da propriedade 5,53/Difusão 25. Saber fazer apresentações académicas (ex. 8,19 PowerPoint, …) 7,38 26. Saber difundir a informação na Internet (ex. Webs, 7,03 Blogs, …) 5,52 Importância Autoavaliação
  32. 32. 33 Resultados Tabela. 8 Análise exploratória, Médias dos itens das competências por fatores Competência Competência Competência CompetênciaCategorias mais importante menos melhor adquirida pior adquirida importante 1. Utilização de fontes 7. Utilização de fontes 1. Utilização de fontes Pesquisa de informação eletrónicas de de informação 8. Conhecimento de impressas (ex. livros, informação informal impressas (ex. livros, estratégias de pesquisa …) (ex. blogs, l...) …) de informação (ex. descritores, M 8,15 6,08 7,01 4,9 12. Ser capaz de 12. Ser capaz de Avaliação 10. Reconhecer no texto determinar a atualização da 10. Reconhecer no texto determinar a atualização da as ideias do autor informação existente as ideias do autor informação existente num recurso num recurso M 8,39 7,52 7,15 3,14 14. Saber resumir e 17. Utilização de 14. Saber resumir e 16. Utilização deProcessamento esquematizar a gestores de referências esquematizar a gestores de bases de informação bibliográficas (ex. informação dados (ex. Access, EndNote, …) Oracle, MySQL,) M 8,37 6,53 6,99 4,68 22. Saber redigir um 24. Conhecer a 25. Saber fazer 26. Saber difundir aComunicação documento (ex. legislação sobre o uso apresentações informação na Internet / Difusão relatório, trabalho da informação e da académicas (ex. (ex. Webs, Blogs, …) académico, …) propriedade PowerPoint, …) M 8,5 7,51 7,38 5,52
  33. 33. 34 ResultadosResultados Oportunidades de melhoria • Utilização de gestores de referências bibliográficas (ex. EndNote, Reference Manager, …) (2,48) • Utilização de programas estatísticos e folhas de cálculo (ex. SPSS, Excel, …) (2,29) • Saber comunicar em público (2,01) • Saber comunicar noutros idiomas (2,38) • Conhecer o código ético e deontológico da sua área de estudo (2,11)
  34. 34. 35 ResultadosResultadosAno de curso Tabela 9. ANOVA para os cinco fatores significativos em função do ano de curso dos estudantes Fator ANOVA Ano de Curso Dimensão P Ordem de Maior a Menor (Tukey) F Pesquisa Importância 4.94 .001 5º, 4º, M, 3º, 2º, 1º Autoavaliação 6.21 .001 5º, 4º, 2º, 3º, M, 1º Avaliação Importância 3.26 .005 5º, 4º, 2º, M, 3º, 1º Autoavaliação 15.17 .001 5º, M, 4º, 2º, 3º, 1º Comunicação / Difusão Autoavaliação 8.95 .001 2º, 5º, M, 4º, 3º, 1º Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  35. 35. 36 ResultadosResultadosFontes de aprendizagem % 70 60 61 57 50 54 52 40 Sala de Aula Biblioteca 30 Formação Individual 20 10 0 Pesquisa Avaliação Processamento Comunicação Categorias Figura 7. Fontes preferenciais de aprendizagem dos estudantes por categorias Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  36. 36. 37 ResultadosResultadosFontes de aprendizagem Sala de Aula 26% Individual Biblioteca 57% 9% Ações de Formação 8% Figura 8. Fontes preferenciais de aprendizagem dos estudantes Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  37. 37. 38 ResultadosResultadosSugestões dos estudantesNo total de 926 estudantes, 403 (43,5%) responderam àquestão aberta do questionário, com realce para:• formação no uso das bases de dados• apresentações em público• maior formação packages estatísticos (SPSS) e recursos informáticos (webs, Excel,…)• aprendizagem de línguas (inglês)• redação de trabalhos académicos (normas de estilo,…)• estratégias de pesquisa de informação• gestores de referências• formação em literacia da informação e a sua integração na estrutura curricular
  38. 38. 39 Discussão & Conclusões> Conclusões Este estudo – metodologia quantitativa, permitiu adaptar o questionário IL-HUMASS à população envolvida, com o objetivo da validação das suas propriedades psicométricas, através da análise da sua validade e fidelidade Fluente, objetivo, compreensível e diversificado em tópicos sobre a literacia da informação para os vários interlocutores Permite criar perfil pessoal de literacia da informação Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  39. 39. 40 Discussão & ConclusõesConclusões Originalidade na sua tripla dimensão: importância, na autoavaliação e na fonte favorita de aprendizagem Alguns dos itens correlacionados são críticos para avaliar a literacia da informação básica e podem ser integradas nos curricula dessas disciplinas Permite identificar no âmbito académico (docentes/investigadores, bibliotecários e estudantes) a percepção sobre a literacia da informação Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  40. 40. 41 Discussão & ConclusõesConclusões Desenvolvido de acordo com as normas internacionais Diagnosticar o estado de literacia da informação no Ensino Superior na área das Ciências Sociais e Humanas Determinar se existem diferenças na conceção e na prática de literacia de informação em diferentes disciplinas. Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  41. 41. 42 Discussão & Conclusões> Trabalhos em curso Comparação dos resultados aferidos para a população portuguesa com a espanhola Análises comparativas por pais, plano de estudos (Psicologia, Sociologia, …) e por categoria (profissionais da informação, docentes) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  42. 42. 43 Discussão & Conclusões> Desenvolvimentos futuros Dispor de instrumentos e aplicações para diagnosticar, planear e programar actividades ALFIN. Esta investigação representa um pequeno mas necessário passo na direcção da importância de literacia da informação no âmbito do ensino superior. Sobre o futuro do instrumento?, está na forma como for utilizado para gerar conhecimento. A resposta está em que o IL-HUMASS estabelece que as necessidades dos utilizadores dependerão das opiniões dos utilizadores. Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  43. 43. 44 Para não concluir…Palavra final… Vemos, ouvimos e lemos Não podemos ignorar. Sophia de Mello Breyner Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  44. 44. AgradecimentosAgradecimentos Clara Macedo (UP)  Tatiana Sanches (FPCE-Lisboa) João Leite (UP)  Maria da Luz Antunes (ESTeSL) Fernanda Ribeiro (UP)  João Maroco (ISPA) Helena Mesquita (UP)  Teresa Garcia Marques (ISPA) Fátima Crespo (UNL)  Francisco Peixoto (ISPA) Alfredo Ramalho (UCP)  Dora Sales (UPB, Espanha) Joana Santos (UBI)  Pilar Osório (UGR, Espanha) Lícia Marques (EBSCO)  Julio Arévalo (USAL, Espanha) António Candeias (UNL)  Angels Carles (UAB, Espanha) Equipa da Biblioteca (ISPA)  Luis Anglada (CBUC, Espanha) Lopes, C., & Pinto, M. (2012). Autoavaliação das competências de informação em estudantes universitários: Validação portuguesa do IL-HUMASS (Parte II) . | 11º Congresso da BAD, Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 18 de Outubro de 2012 |
  45. 45. Obrigado pela vossa atenção! Questões? Maria Pinto mpinto@ugr.es Carlos Lopes Clopes@ispa.pt

×