Teoria da informação aplicada a Indústria  Prof. Ms. Cleusa Maria Gontijo Moreira
Tecnologia - Conceitos Adaptação. FONSECA, M L. Informática educativa, 2005.  DRUCKER:  “a palavra é um manifesto que comb...
Tecnologia - Conceitos “ ... as tecnologias são produtos da ação humana, historicamente construídos, expressando relações ...
Sociedade da Informação <ul><li>Uma nova ordem socioeconômica, política e cultural. Definida em termos polissêmicos, tais ...
Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><ul><li>O computador </li></ul></ul><ul><ul><li>As ...
Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>O computador </li></ul><ul><li>Um dispositivo q...
Sociedade da Informação 4 alavancas tecnológicas As redes As estradas da inteligência, da informação e do conhecimento. Re...
Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>A biotecnologia </li></ul><ul><li>A informática...
Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>A nanotecnologia </li></ul><ul><li>A miniaturiz...
Sociedade da Informação CARACTERÍSTICAS: Inovação, velocidade e conexão.
Sociedade da Informação INOVAÇÃO   É o resultado da interação de inúmeros órgãos públicos, agentes econômicos, atores soci...
Sociedade da Informação VELOCIDADE Vive-se em uma era na qual até mesmo nanosegundos* tornaram-se demasiado lentos como me...
Sociedade da Informação CONEXÃO O mundo se transforma em uma aldeia global. A Internet aparece como possibilidade de conex...
Sociedade da Informação CONVERGÊNCIA Imprensa Cinema TV Rádio Telefone Computador Tecnologias de Informação e Comunicação
Sociedade da Informação O símbolo da convergência Tal como um canivete suíço, o celular torna-se um terminal móvel multise...
Sociedade da Informação Aprender e profissionalizar-se na Sociedade da Informação O espaço de aprendizagem Presencial ou à...
Teoria da informação Segundo Jonassen, a aprendizagem apresenta as seguintes qualidades: Ativa, construtiva, reflexiva, in...
Teoria da informação APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO Ativa – permite o controle do processo pelo aluno através da manipulação e da...
Teoria da informação <ul><li>APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO   </li></ul><ul><li>Intencional – A aprendizagem está relacionada com...
Políticas públicas – a inclusão digital <ul><li>Iniciativas de inclusão </li></ul><ul><li>- O governo eletrônico ( www.gov...
TRANSFORMAÇÕES NAS FORMAS DE TRABALHO Produtos para a indústria e comércio:
O QUE OFERECEM <ul><li>Integração de dados: estoque, produção e engenharia do produto. </li></ul><ul><ul><li>Controle de e...
O QUE OFERECEM <ul><li>Integrar área fiscal, controle de qualidade e gestão.  </li></ul><ul><ul><li>Recebimento fiscal. </...
Exemplos de Programas Comerciais
Exemplos de Programas Comerciais
Programas industriais - Aplicativos comerciais   <ul><li>Sistema multi-usuário e integrado, para gerenciamento de empresas...
Programas industriais – aplicativos de produção e RH <ul><li>Designer de peças para a indústria. </li></ul><ul><ul><li>Aut...
O profissional  <ul><li>A globalização, a especialização e a terceirização requerem que as pessoas trabalhem de forma mais...
O profissional   <ul><li>Apropriação da tecnologia e dos aplicativos buscando a  colaboração entre limites funcionais. </l...
Versatilidade, agir local e ...
Pensar global.
Referências <ul><li>http://www.microsoft.com/brasil/msdn/tecnologias/office/Criando_Com_Apps.mspx </li></ul><ul><li>CASTEL...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Teoria Informacao

1.694 visualizações

Publicada em

Discussôes sobre a teoria da Informação na sociedade.

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
38
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria Informacao

  1. 1. Teoria da informação aplicada a Indústria Prof. Ms. Cleusa Maria Gontijo Moreira
  2. 2. Tecnologia - Conceitos Adaptação. FONSECA, M L. Informática educativa, 2005. DRUCKER: “a palavra é um manifesto que combina “téchné”, isto é, o mistério de uma habilidade, com “logia”, conhecimento organizado, sistemático, significativo”. MARX: “tecnologia é saber social objetivado e a forma como este saber social é objetivado modifica-se na história”. MCLUHAN: “a tecnologia no início se caracteriza como a expressão dos sentidos, num segundo momento porém passará a atingi-los e alterá-los. Os indivíduos são modificados, alterados, por suas técnicas de comunicação”.
  3. 3. Tecnologia - Conceitos “ ... as tecnologias são produtos da ação humana, historicamente construídos, expressando relações sociais das quais dependem, mas que também são influenciadas por eles. Assim, os produtos e processos tecnológicos são artefatos sociais e culturais que carregam consigo relações de poder, intenções e interesses diversos.” OLIVEIRA. (1999)
  4. 4. Sociedade da Informação <ul><li>Uma nova ordem socioeconômica, política e cultural. Definida em termos polissêmicos, tais como: </li></ul><ul><ul><li>Sociedade da Informação, </li></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade do Conhecimento, </li></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade Informática, </li></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade Pós-capitalista, </li></ul></ul><ul><ul><li>Sociedade Informacional. </li></ul></ul><ul><li>Destaque: o conhecimento tido como bem social e fonte de geração de riqueza. </li></ul>
  5. 5. Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><ul><li>O computador </li></ul></ul><ul><ul><li>As redes </li></ul></ul><ul><ul><li>A biotecnologia </li></ul></ul><ul><ul><li>A nanotecnologia </li></ul></ul>
  6. 6. Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>O computador </li></ul><ul><li>Um dispositivo que completou 60 anos em 2006 e que nos ajuda a calcular, a resolver problemas abstratos e a fazer projeções numa velocidade nunca antes vista. </li></ul><ul><li>Marca presença em todas as áreas de conhecimento humano. </li></ul>
  7. 7. Sociedade da Informação 4 alavancas tecnológicas As redes As estradas da inteligência, da informação e do conhecimento. Representam a conectividade universal. Elas se conectam e trabalham de forma cada vez mais integrada.
  8. 8. Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>A biotecnologia </li></ul><ul><li>A informática biológica, a informação no plano biológico – a informação da vida. </li></ul><ul><li>O mapeamento humano e os biochips. </li></ul>
  9. 9. Sociedade da Informação <ul><li>4 alavancas tecnológicas </li></ul><ul><li>A nanotecnologia </li></ul><ul><li>A miniaturização de dispositivos ao nível da molécula. </li></ul><ul><li>A possibilidade de construir estruturas minúsculas. </li></ul>
  10. 10. Sociedade da Informação CARACTERÍSTICAS: Inovação, velocidade e conexão.
  11. 11. Sociedade da Informação INOVAÇÃO É o resultado da interação de inúmeros órgãos públicos, agentes econômicos, atores sociais e instituições que produzem um fluxo permanente de troca de informações e de conhecimento.
  12. 12. Sociedade da Informação VELOCIDADE Vive-se em uma era na qual até mesmo nanosegundos* tornaram-se demasiado lentos como medida de algumas operações de computador. * Bilionésimos de segundos ou 10-9 segundos.
  13. 13. Sociedade da Informação CONEXÃO O mundo se transforma em uma aldeia global. A Internet aparece como possibilidade de conexão entre as diversas pessoas.
  14. 14. Sociedade da Informação CONVERGÊNCIA Imprensa Cinema TV Rádio Telefone Computador Tecnologias de Informação e Comunicação
  15. 15. Sociedade da Informação O símbolo da convergência Tal como um canivete suíço, o celular torna-se um terminal móvel multiserviços. Ele é ao mesmo tempo telefone, máquina fotográfica, televisão, cinema, receptor de informações jornalísticas, difusor de e-mails, localizador por GPS, tocador de músicas, carteira eletrônica...
  16. 16. Sociedade da Informação Aprender e profissionalizar-se na Sociedade da Informação O espaço de aprendizagem Presencial ou à distância – A sala de aula interativa, seja presencial, ou à distância, baseia-se na vivência coletiva, na expressão e recriação da cultura e na autonomia .
  17. 17. Teoria da informação Segundo Jonassen, a aprendizagem apresenta as seguintes qualidades: Ativa, construtiva, reflexiva, intencional, complexa, contextualizada, cooperativa/colaborativa/coloquial. APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO
  18. 18. Teoria da informação APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO Ativa – permite o controle do processo pelo aluno através da manipulação e da ação. Construtiva – permite que o aluno construa seus próprios modelos mentais e crenças com relação ao objeto em estudo e pela reflexão sobre a ação. Intencional – A aprendizagem está relacionada com a intencionalidade do sujeito por trás da ação executada.
  19. 19. Teoria da informação <ul><li>APRENDIZAGEM E FORMAÇÃO </li></ul><ul><li>Intencional – A aprendizagem está relacionada com a intencionalidade do sujeito por trás da ação executada. </li></ul><ul><li>Reflexiva – os alunos podem refletir sobre suas próprias experiências e sobre as experiências do grupo. </li></ul><ul><li>Complexa – Problemas reais são complexos, mal-estruturados e geralmente envolvem diversas áreas do conhecimento. </li></ul><ul><li>Contextualizada – Aprender sobre algo, é aprender sobre isso dentro de um contexto.  </li></ul>
  20. 20. Políticas públicas – a inclusão digital <ul><li>Iniciativas de inclusão </li></ul><ul><li>- O governo eletrônico ( www.governoeletronico.gov.br ), PC contectado, terminais públicos (Casas Brasil), G-SAC – serviço de atendimento do governo eletrônico. </li></ul><ul><li>Telecentros </li></ul><ul><li>Softwares livres </li></ul><ul><li>ONG´s </li></ul><ul><li>Iniciativas estaduais. </li></ul><ul><li>Empresas e investimentos individuais da sociedade civil. </li></ul>
  21. 21. TRANSFORMAÇÕES NAS FORMAS DE TRABALHO Produtos para a indústria e comércio:
  22. 22. O QUE OFERECEM <ul><li>Integração de dados: estoque, produção e engenharia do produto. </li></ul><ul><ul><li>Controle de estoques. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle da produção. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle de compras. </li></ul></ul><ul><li>Orçamento dos produtos custeio real produto a produto e contabilização do estoque. </li></ul><ul><ul><li>Custo orçado. </li></ul></ul><ul><ul><li>Custo real. </li></ul></ul><ul><ul><li>Contabilização de estoque e produção. </li></ul></ul>Módulos de Programa Comercial
  23. 23. O QUE OFERECEM <ul><li>Integrar área fiscal, controle de qualidade e gestão. </li></ul><ul><ul><li>Recebimento fiscal. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle de qualidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Rastreabilidade de material. </li></ul></ul><ul><li>Integrar área comercial e administrativo-financeira. </li></ul><ul><ul><li>Vendas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Faturamento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Contas a pagar /receber. </li></ul></ul>
  24. 24. Exemplos de Programas Comerciais
  25. 25. Exemplos de Programas Comerciais
  26. 26. Programas industriais - Aplicativos comerciais <ul><li>Sistema multi-usuário e integrado, para gerenciamento de empresas, </li></ul><ul><li>Controle de estoque, compras, vendas, orçamentos, comissões, controle de clientes, fornecedores e contas a receber/pagar. </li></ul><ul><li>Controle de depósitos, extrato, transferência de saldos e estoques, emitir posições de estoque físico e financeiro, impressões de nota fiscal, boleto bancário, cupom fiscal e muito mais. </li></ul><ul><li>Proteção por senhas de acesso (controle por usuário). </li></ul>
  27. 27. Programas industriais – aplicativos de produção e RH <ul><li>Designer de peças para a indústria. </li></ul><ul><ul><li>Autocad e outros. </li></ul></ul><ul><li>Controle e gestão de recursos humanos. </li></ul><ul><ul><li>Dados pessoais e profissionais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle de carga horária trabalhada, horários e banco de horas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Controle salarial e emissão de comprovantes. </li></ul></ul>
  28. 28. O profissional <ul><li>A globalização, a especialização e a terceirização requerem que as pessoas trabalhem de forma mais colaborativa do que antes. </li></ul><ul><li>Conhecimento das ferramentas que os operadores de informações utilizam para ter idéias, colaborar, tomar decisões e colocá-las em prática. </li></ul>
  29. 29. O profissional <ul><li>Apropriação da tecnologia e dos aplicativos buscando a colaboração entre limites funcionais. </li></ul><ul><li>Flexibilidade e criatividade. </li></ul><ul><li>Operação de informações de forma coesa, sincronizada e segura. </li></ul><ul><li>Colaboração. </li></ul>
  30. 30. Versatilidade, agir local e ...
  31. 31. Pensar global.
  32. 32. Referências <ul><li>http://www.microsoft.com/brasil/msdn/tecnologias/office/Criando_Com_Apps.mspx </li></ul><ul><li>CASTELLS, Manoel. A sociedade em rede. Tradução de Roneide Venâncio Majer. In: A era da informação: economia, sociedade e cultura. v.1. São Paulo: Paz e Terra, 1999. Título original: The rise of the network society. </li></ul><ul><li>FONSECA, M L. Informática educativa, 2005. </li></ul><ul><li>Googlemaps. </li></ul>

×