A grécia antiga

164 visualizações

Publicada em

A Grécia Antiga.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A grécia antiga

  1. 1. A Grécia Antiga
  2. 2. Mapa
  3. 3. A História da Grécia Antiga é dividida em Três períodos: • Período Homérico • Período Arcaico • Período Clássico
  4. 4. 1 – Período Homérico: Formação da Grécia Os primeiro povos a ocupar o território foram: • Aqueus – Indo-Europeus • Jônios – Fundaram a Cidade de Atenas • Eólios – Fundaram a Cidade de Tebas • Dórios – Fundaram a Cidade de Esparta
  5. 5. • Clãs → genos →(patriarcais) →Descendem de um mesmo antepassado e adoravam o mesmo deus. • ↓ • Possuíam estrutura comunitária → auto-suficiente e os bens coletivos. • ↓ • Organizavam-se em Frátrias → Corporações de guerras que lutavam pelos interesses do grupo. • ↓ • Tribo → Comandada pelo Basileu (função militar, religiosa e jurídica. • A estrutura comunitária do Genos foi decaindo com a sedentarização e o estabelecimento de: • →Direito a herança Paterna • →A diferenciação de Classes • →A generalização do regime escravista • →Propriedade privada • →Acumulação de riqueza individual • A divisão social consolidou-se com o aparecimento da Pólis →cidade– Estado
  6. 6. • Esse período é marcado pela falta de registros, exceto os poemas Iliada e Odisséia de Homero, que reuniu estórias transmitidas oralmente por séculos. Por isso o a associação do período com o autor. • Guerra de Tróia
  7. 7. Período Arcaico (800 – 500 A.C) • A Grécia não formava um Estado unificado, era formado pelo conjunto de Cidades-Estado independentes (Pólis). • O que observamos dentro do mundo grego será uma configuração política descentralizada. As diferenças de organização no mundo grego serão notadas com grande destaque quando estudamos, por exemplo, as diferenças entre as cidades-Estado de Esparta e Atenas.
  8. 8. Esparta • Militarista (Modelo ideal de soldado era formado desde pequeno) →Educação ↓ • Oligárquica (poder de poucos) →poder exercido por uma classe que era minoritária na sociedade
  9. 9. Sociedade Espartana • Espaciatas (cidadãos) ↓ • Periecos (homens livres) – Comércio, artesanato ↓ • Hilotas (servos presos a terra dos espaciatas)
  10. 10. Poder Político • Diarquia (governada por dois reis) – poder religioso e político ↓ • Gerúsia – Conselho constituído pelos dois reis e mais 28 espaciatas maiores de 60 anos • Função administrativa (supervisão), legislativa (elaboração das leis), judiciária (julgamento em tribunal superior). ↓ • Ápela – Assembleia formada pelos mais importantes cidadãos espartanos maiores de 30 anos. • Função de eleger os membros da Gerúsia, de aprovar ou rejeitar as leis. ↓ • Conselho do Éforos – grupo formado por cinco membros eleitos anualmente pela Ápela. Os éforos eram os verdadeiros chefes do governo espartano. Comandavam as reuniões da Gerúsia e da Ápela, controlavam a vida econômica e social de toda a cidade. O mando dos éforos era de um ano, podendo se reeleger indefinidamente. • Devido ao enorme poder dos éforos o governo de Esparta era uma Oligarquia (governo de poucos).
  11. 11. Atenas • Fundada pelos Jônios, situa-se no centro da planície Ática, a 5 Km do Mar Egeu. • O centro original da cidade se localizava na colina alta ACRÓPOLE (do grego ACROS = Alto; PÓLIS =Cidade) • Devido ao solo pouco fértil ocorreu o desenvolvimento da navegação marítima.
  12. 12. Sociedade Ateniense • Eupatridas • Eram os cidadãos atenienses • Tinham direitos políticos e participavam do governo • Eram cerca de 10% da população • Mulheres e crianças não faziam parte ↓ • Metecos • Eram os estrangeiros que viviam em Atenas • Não tinham direitos políticos • Estavam proibidos de adquirir terras • Podiam dedicar-se ao comércio e ao artesanato • Pagavam impostos • Eram obrigados ao serviço militar ↓ • Escravos • Grande maioria da população – 18 escravos para 01 ateniense adulto • Trabalhavam no campo, nas minas e oficinas
  13. 13. Evolução Política – Da Monarquia a Democracia • A Monarquia foi poderosa até meados do século VIII a.C. em Atenas. • O poder em Atenas passou para as mão de uma Oligarquia de nobres: O Arcontado (os Arcontes comandavam o exército, a justiça, a administração pública, entre outras funções) • Nos séculos VII e VI a.C., surgiram reformadores como: • Drácom – que acabou com as guerras entre famílias (Vendetas) • Sólon – libertou os cidadãos transformados em escravos. • Essas reformas abriram caminho para a Democracia. • Clístenes – Criador da Democracia em Atenas, ficou no poder de 510 a 507 a.C. • - Princípio da isonomia “todo cidadão têm o mesmo direito perante a lei” • Porém, só eram cidadãos os Eupatridas.
  14. 14. Democracia • “DEMOS” = POVO • “CRACIA” = GOVERNO • DEMOCRACIA = GOVERNO DO CIDADÃO • Era elitista (minoria eupátrida) • Patriarcal (mulher não tinha direitos) • Escravista (sustentavam a riqueza dos senhores) • No século V a.C. Atenas atingiu grande esplendor sob a liderança de Péricles (499-492 a.C.) ficou 15 anos sucessivos no poder.
  15. 15. Período Clássico - (500-338 A.C.) • Lutas pela Hegemonia Grega – Domínio de uma cidade sobre a outra ↓ • Apogeu – desenvolvimento econômico e esplendor cultural • Atenas e Esparta – mais importantes cidades gregas • O crescimento econômico trouxe choques de interesses: Conflitos Externos e Internos
  16. 16. Conflitos Externos: • Guerras Greco-Pérsicas (Médicas)492-479 a.C. • Gregos (Esparta e Atenas) X Persas (queriam dominar o território grego) • - Batalha de Maratona (490 a.C.) – Os gregos derrotaram os persas • - Batalha naval de Salamina (480 a.C.) Os gregos derrotaram os persas • - Batalha de Platéia (479 a.C.) Os gregos sob o domínio do rei espartano derrotou os persas
  17. 17. Guerra do Peloponeso • Terminadas as guerras contra os persas, as pólis gregas voltaram a se fechar nos seus interesses próprios. Atenas considerou-se vitoriosa nas guerras, julgando-se uma salvadora da Grécia. • Com este prestígio e com o medo de novos ataques, conseguiu convencer outras cidades (menos Esparta) para formar uma liga contra futuros ataques dos persas. Surgiu, então, a Confederação de Delos, com adesão de mais de trezentas pólis. • A ilha de Delos foi escolhida como local onde ficaria a sede da liga e onde se guardariam tesouros e bens arrecadados. Essa união provocou a inveja de Esparta que formou também a Confederação do Peloponeso, reunindo várias pólis. • As duas cidades acabaram entrando em conflito e, depois de 27 anos de luta (com 6 anos de trégua veio a Paz de Nícias), Atenas foi derrotada. Mas algumas cidades gregas aliaram-se à cidade de Tebas, dominaram os espartanos e exerceram seu domínio político sobre a Grécia por pouco tempo. • Todas essas lutas internas enfraqueceram a Grécia, que foi facilmente conquistada por Felipe II, da Macedônia, em 338 a.C.
  18. 18. Cultura grega - mitologia
  19. 19. Filosofia
  20. 20. Teatro
  21. 21. Olimpíadas

×