Etapa superação

849 visualizações

Publicada em

Superação Jovem

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
849
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
172
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Etapa superação

  1. 1. . Então, vamos entender melhor como se realizará o desenvolvimento dessa nova etapa de trabalho? Boa leitura! Caro professor, Bem-vindo à quarta e última etapa do SuperAção Já!, a Superação! Durante o ano, você convidou seus alunos a atuarem como leitores antenados e protagonistas e, seguramente, percebeu os avanços e conquistas nesse tipo de trabalho, que convoca o aluno a participar a partir do desenvolvimento de seu potencial. Por isso, chegou o momento de avaliar e compartilhar juntamente com seus alunos os resultados desse trabalho! Como eles avançaram na leitura, na escolha dos livros e no uso das estratégias de leitura para avançar na compreensão leitora? Como eles se organizaram para realizar o trabalho colaborativamente em duplas e quartetos? Como se saíram na autogestão das tarefas e compromissos escolares? E com relação à comunicação: eles aprenderam a falar e a ouvir, respeitando as opiniões divergentes? Todas essas habilidades exercitadas nas etapas anteriores contribuíram para o amadurecimento pessoal dos estudantes, resultando no aumento da autoconfiança para aprender na escola e na vida. Você, professor protagonista, exerceu com presença pedagógica seu papel e qualificou ainda mais a sua prática em sala de aula, tornando-se um aliado e uma referência para os alunos quando o assunto é leitura e aprendizagem. Parabéns! Escola de Tempo Integral Hora da Leitura SUPERAÇÃO Já! ETAPA Superação Outubro/ NovembroAgosto/SetembroMarço/Abril Maio/Junho Quando SuperaçãoDeterminaçãoMotivação Dedicação Etapas Roteiro da etapa Superação (5ª série/6º ano) Roteiro da etapa Determinação (5ª série/6º ano) Roteiro da etapa Motivação (5ª série/6º ano) Roteiro da etapa Dedicação (5ª série/6º ano) Roteiros Na última etapa do ano, a Superação, seus alunos serão convidados a percorrerem um ciclo de quatro atividades que promoverão a avaliação deles como protagonistas e leitores. É a partir do reconhecimento dos avanços que professor e alunos se apropriam dos resultados do ano! Objetivo
  2. 2. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 2 Ser professor: a autoavaliação como recurso para o desenvolvimento profissional A autoavaliação do professor durante a realização de seu trabalho é uma prática reflexiva importante que precisa ser realizada constantemente. Nos roteiros do SuperAção Já! você encontra, em diversos momentos das atividades propostas, indicações e questões que o desafiam a refletir de maneira qualificada sobre sua prática em sala de aula e, também, sobre o resultado dela, ou seja, o desenvolvimento e aprendizagem de seus alunos. Segundo Perrenoud, o professor “é um grande inventor, pesquisador, um improvisador, um aventureiro que percorre caminhos nunca antes trilhados e que pode se perder caso não reflita de modo intenso sobre o que faz e caso não aprenda rapidamente com a experiência.”1 No entanto, para que haja esse espaço de invenção, criação, pesquisa e improviso em sala de aula apontados por Perrenoud, é necessário que o professor exercite sua capacidade de pensar criticamente sobre os elementos que fazem parte do dia-a-dia de seu trabalho. A primeira pergunta a ser refletida é “o que, para mim, significa ser professor?”. A partir dessa investigação pessoal, inúmeras outras respostas são encontradas. Para um professor que responde que ser professor é transmitir conteúdos e conhecimentos, sua prática em sala de aula será pautada a partir dessa concepção. Já se a resposta incluir, além do ensino de conteúdos e conhecimentos, o desenvolvimento integral dos estudantes, incluindo o desenvolvimento de habilidades cognitivas e não cognitivas, sua prática em sala de aula revelará outra postura. Além disso, os desafios do cenário social e econômico e suas implicações contribuem na configuração da postura docente. Durante sua trajetória de trabalho neste ano na oficina de Hora da Leitura, você percorreu juntamente com seus alunos, três etapas que compõem o itinerário formativo do SuperAção Já! e exercitou sua presença pedagógica, aspecto fundamental do trabalho docente e que contribui sobremaneira para a prática reflexiva sobre o trabalho realizado em sala de aula. A presença pedagógica é uma atitude que revela a predisposição do professor para a reflexão, pois compreende a abertura para ouvir a turma de estudantes e para se relacionar com ela de forma a cultivar a reciprocidade nas relações. Nesse falar-ouvir, cabem críticas, elogios, identificar acertos e erros e oportunidades para reorientar as ações em sala de aula a favor do aprendizado da turma e do seu próprio crescimento profissional. Somente quando o professor faz da avaliação uma constante em seu cotidiano, é possível se apropriar de maneira consciente da prática pedagógica como um espaço de invenção, de criação e de recriação. No nosso caso, a avaliação é considerada como um instrumento formativo e constitui-se em um exercício reflexivo para que o conhecimento teórico e prático caminhem juntos. Unir teoria e prática é um exercício diário, que necessita atenção e cuidado para transpor para cada realidade individual as dicas e orientações expressas nos Roteiros trabalhados. Isto pode e deve ser feito sem que as premissas conceituais sejam perdidas, como por exemplo, acreditar no potencial de todos seus alunos e fortalecer o protagonismo deles na leitura e no convívio em sala de aula. 1 PERRENOUD, P. “A prática reflexiva no ofício de professor: profissionalização e razão pedagógica. Porto Alegre: Artmed, 2002, p.13. Reflexão 1
  3. 3. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 3 Para inaugurar a quarta e última etapa de trabalho do ano, a etapa Superação, convidamos você a fazer um exercício autobiográfico. Dedique um momento do seu tempo, quando estiver relaxado e sem outras atribulações, para pensar sobre como foi o andamento de seu trabalho durante este ano, respondendo perguntas como: Como vejo os meus alunos? Como foi estabelecida e se desenvolveu a relação entre mim e a turma? Quais foram os maiores desafios no convívio em sala de aula? Como e onde busquei recursos para continuar trabalhando? Que contribuições eu dei para a formação leitora e protagonista de meus alunos? De que forma incentivei a autonomia e o protagonismo dos meus alunos? Como estou contribuindo na rede de aprendizagem que é a minha escola, nas conversas com outros professores, funcionários, familiares, equipe de gestão e alunos? Quais são as minhas maiores forças como profissional e minhas maiores fragilidades? Que importância eu tenho dado ao planejamento e à avaliação das atividades que realizo? Como posso qualificar os seus usos para aprimorar a minha prática? Etc. Nosso convite é que você registre por escrito essa avaliação, a partir destas e de outras questões que julgar importantes. Essa reflexão o ajudará a encontrar perguntas e respostas fundamentais para continuar a construir sua identidade como professor crítico e reflexivo. A avaliação das aprendizagens do ano! A última etapa do SuperAção Já!, a etapa Superação, é dedicada à apropriação dos resultados obtidos durante o ano. Para isso, a estratégia utilizada ao longo das atividades é a avaliação pelos estudantes de sua trajetória e aprendizagens. Essa avaliação, ao lado de outras tantas realizadas em atividades diversas durante as etapas que compõem o itinerário formativo do SuperAção Já!, permite constatar se os alunos estão, de fato, atingindo os objetivos pretendidos, verificando a compatibilidade entre tais objetivos e os resultados efetivamente alcançados. Assim, essa avaliação formativa fornece aos alunos meios para refletir e se apropriar dos resultados de sua aprendizagem e auxilia o professor em sua reflexão crítica, colaborando para a localização das dificuldades em sua organização do ensino e possibilitando um diagnóstico concreto para o planejamento do trabalho do ano que vem, visando aperfeiçoá-lo. É nesta linha que são propostas as quatro atividades deste Roteiro, cujo objetivo é promover a avaliação e a autoavaliação dos alunos sobre o uso das estratégias de leitura, o trabalho em duplas e em quartetos, o desenvolvimento das habilidades de comunicação (incluindo a oralidade e a interação entre pares), sua capacidade de autogestão nas tarefas escolares, sua atuação como leitor protagonista, capaz de escolher suas leituras a partir de interesses variados. Inclusive, no caso específico dos exercícios propostos na atividade “Ler com estratégia!”, são apresentadas questões extraídas de anos anteriores do Saresp para verificar a apropriação pelos alunos no uso das estratégias de leitura, com o objetivo de mostrar que esta aprendizagem extrapola os limites do SuperAção Já!. Para que esse momento avaliativo seja bem realizado e significativo, vamos rever o “mapa do percurso” realizado durante o ano. Para facilitar esta retomada, observe nos quadros abaixo, as estratégias de leitura e capacidades que foram estimuladas no ciclo de atividades de oralidade e da “Hora do Desafio”: Reflexão 2
  4. 4. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 4 Além disso, você já sabe que a proposta do SuperAção Já! compreende o desenvolvimento de habilidades cognitivas e não cognitivas fundamentais para o desenvolvimento integral dos estudantes. Por isso, vamos relembrá-las e, no caso de dúvida ou do desejo de se aprofundar, releia a “Reflexão 3 - Competências e Habilidades”, que está no Roteiro da Etapa Motivação – 5ª série (6º ano), página 6. FORMAÇÃO PARA Autonomia (Habilidades para fazer escolhas) Colaboração (Habilidades de convívio) Gestão (Habilidades de gestão) Leitura (Habilidades de pensamento) HABILIDADE Autoconfiança: favorece a autonomia dos estudantes. Colaboração e Comunicação: favorece a colaboração entre os estudantes e com o professor. Autogestão: favorece a administração do tempo e das tarefas escolares. Leitura: favorece a capacidade de ler por prazer e o uso de estratégias de leitura na escola e na vida. Aprender a SER (Competências pessoais) Aprender a CONVIVER (Competências relacionais) Aprender a FAZER (Competências produtivas) Aprender a CONHECER (Competências cognitivas) DIMENSÃO Etapa Motivação Fui à feira Ouvir com atenção e falar: dar continuidade a uma narrativa oral estabelecendo conexão com as falas anteriores. Etapa Dedicação Jogo da sílaba Ouvir com atenção e falar: dar continuidade a uma sequência oral em conexão com falas anteriores. Etapa Determinação Hora de rir! Falar em público, demonstrando a capacidade de memorizar pequenos textos para representá-los diante dos colegas. Roteiro Atividade oralidade Habilidades desenvolvidas5ª série (6º ano) Etapa Motivação Um apólogo Ativação de conhecimento prévio, formulação e checagem de hipóteses, antecipação de conteúdos e construção de inferências. Etapa Dedicação Depois do Jantar Formulação e checagem de hipóteses a partir da identificação de pistas textuais. Etapa Determinação De olho no contexto! Ativação de conhecimento prévio, formulação e checagem de hipóteses e construção de inferências. Roteiro Hora do Desafio Estratégia de leitura5ª série (6º ano)
  5. 5. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 5 A Etapa Superação é composta por quatro atividades. Confira como estão organizadas: Bom trabalho! E não se esqueça: Seus alunos são a solução! Equipe do Programa SuperAção Já! - Instituto Ayrton Senna Conheça este Roteiro Expediente: Instituto Ayrton Senna: Viviane Senna – Presidente Simone André – Coordenadora da Área de Educação Complementar Equipe Superação Jovem – ETI/ São Paulo: Helton Lima e Silvia Mattiazzo –Gerentes de Programas Vanessa Lira – Assistente de Programas Daniela Capelletti– Assistente Administrativo Elaboração de materiais didáticos: Cynthia Sanches e Simone André Consultora em Leitura: Roselene dos Anjos Coordenação de Agentes Técnicos: Renata Monaco Maria Regina dos Santos Agentes Técnicos: Aldine Nogueira Caroline Raniro Cléa Ferreira Juliana Sales Juliane Raniro Lisandra Saltini Rosimeire Moreira Silvia Lima Ler com estratégia! Promover mais uma avaliação e apropriação dos resultados dos conteúdos específicos de leitura que foram trabalhados na oficina durante o ano, a partir de questões retiradas do SARESP. 2 h/aula 13 A bola da vez! A atividade final prevê uma dinâmica em que os estudantes possam falar de suas expectativas para o ano que vem, além de ouvir a devolutiva do professor! 1 h/aula 16 Atividade Descrição da Atividade CH prevista P. O que superamos? Apresentar a nova etapa de trabalho e suas atividades. Iniciar a rodada de autoavaliação dos alunos sobre suas aprendizagens. 2 h/aula 6 Eu,leitor! Cada aluno avaliará, individualmente, como está o uso das estratégias de leitura na compreensão dos textos. 2 h/aula 9
  6. 6. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 6 1. Reúna a turma nos quartetos de trabalho (eles podem se reunir nos mesmos quartetos que trabalharam nas atividades dos Roteiros anteriores ou podem experimentar novas parcerias). Esclareça que vocês estão iniciando a quarta e última etapa do ano no SuperAção Já!, a Etapa Superação. Explique que durante todo o ano vocês fizeram várias atividades que para serem bem realizadas precisaram do protagonismo e envolvimento de todos. Por isso, depois de todo esforço realizado, é hora de avaliar o que cada um superou e comemorar as conquistas e avanços. 2. Distribua para cada equipe uma cópia da introdução e do Capítulo 1 (página 1 e 2 do Caderno do Estudante) e estabeleça um tempo (em torno de 20 minutos) para que concluam a tarefa. Peça que um aluno leia, em voz alta, o texto inicial e o nome das atividades que fazem parte dessa Etapa e, a seguir, comecem a responder às questões do Capítulo 1. 3. Ao término do tempo, reúna a turma em plenária para socializar as respostas. Peça ao líder de um dos quartetos para falar qual foi a resposta de sua equipe para a questão 1 (“Qual foi a maior conquista ao trabalhar em duplas e em quartetos?”). Anote no quadro a síntese da resposta. A seguir, peça que os líderes das demais equipes complementem e siga anotando no quadro. AAttiivviiddaaddee11 OO qquuee ssuuppeerraammooss?? Objetivo da atividade: Apresentar a nova etapa de trabalho no SuperAção Já! na oficina de Hora da Leitura e promover a primeira avaliação dos resultados alcançados. Materiais necessários: Cópias da introdução e Capítulo 1 (páginas 1 e 2 do Caderno do Estudante). Principais habilidades trabalhadas: Autoconfiança e Leitura. 1ª aula! Planejando a execução da atividade: ⋅ Leia todo o passo a passo da atividade buscando compreender a intencionalidade pedagógica da primeira atividade do SuperAção Já!. Essa atividade deve ocupar 2 aulas. ⋅ A primeira atividade da Etapa Superação tem como objetivo apresentar o propósito da quarta e última etapa de trabalho do ano e refletir com os alunos sobre os avanços e conquistas obtidas com relação ao trabalho colaborativo em duplas/quartetos; liberdade na escolha dos títulos a serem lidos; compreensão leitora; , fortalecimento da capacidade de autogestão e da oralidade. ⋅ Observe que a atividade se inicia com a turma reunida em quartetos. Será realizada uma breve autoavaliação dos alunos sobre as formas e estratégias de trabalho protagonista que experimentaram na oficina. ⋅ Prepare as cópias da primeira página e Capítulo 1 do Caderno do Estudante (páginas 1 e 2 para cada quarteto de trabalho) e convide-os a se organizarem em quartetos antes de sua chegada à sala de aula, evitando assim, perder tempo hábil na oficina.
  7. 7. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 7 4. A questão 2 pedia que cada estudante elaborasse por escrito uma mensagem para o colega que mais o apoiou durante o trabalho em duplas/quartetos. Eles foram orientados a não mostrarem suas mensagens e, agora, é hora de fazê-lo! Diga que não temos tempo de ler todas as mensagens, por isso, quem quiser ler a sua deve levantar a mão e você escolherá, pelo menos, um estudante de cada equipe para ler sua redação em voz alta. 5. Dê prosseguimento, pedindo aos líderes que leiam as respostas de suas equipes para a questão 3 (“Qual foi a sensação de poder escolher os livros para ler com autonomia?”). Anote no quadro os pontos principais e reforce que o direito da escolha do que se quer ler é muito importante para o leitor protagonista. Estimule-os a continuarem a ler e a escolherem seus títulos a partir de seus interesses! 6. A questão 4 pedia que cada estudante elaborasse uma mensagem endereçada ao professor, contando sobre seus avanços como leitor. Peça que dois ou três alunos a leiam em voz alta e recolha o restante das mensagens, dizendo que você as lerá com carinho e atenção e que elas serão muito importantes para compor a avaliação que você também está fazendo sobre o seu trabalho durante o ano. ⋅ Aprender a trabalhar em duplas e em quartetos foi uma grande conquista este ano. Assumir o papel de líder/liderado, organizar as tarefas, cuidar do tempo, atuar de maneira colaborativa e não deixar ninguém para trás são atribuições que seus alunos experimentaram e puderam, pouco a pouco, fortalecer. ⋅ É importante que você complemente a avaliação de cada quarteto para a primeira questão com as suas observações: como eles estavam trabalhando juntos no início do ano e como o estão fazendo agora? Aponte o amadurecimento da turma e reforce que trabalhar dessa forma faz toda a diferença para que todos colaborem e não deixem ninguém ficar para trás! ⋅ Conte que no ano que vem eles continuarão a trabalhar dessa forma (em duplas e em quartetos), com desafios mais complexos que exigirão deles muito mais protagonismo! A maior conquista! ⋅ Esse espelhamento entre os estudantes é altamente motivante e ajuda a fortalecer ainda mais os laços de convívio e de aprendizagem. Por isso, quando cada aluno for ler sua mensagem, faça desse momento uma espécie de “ritual”: peça o silêncio e a atenção da turma e oriente que o estudante redator se levante e diga quem é seu colega homenageado. Peça, então, que este se levante também! Após a leitura da mensagem, estimule os aplausos! ⋅ Como o tempo impede que todos os alunos leiam suas mensagens, ao final, dê um tempo para que cada jovem possa entregar sua mensagem e receber os abraços! Você pode propor que as mensagens sejam penduradas em um mural na sala, para que todos possam compartilhá-las. ⋅ Caso haja algum aluno que não tenha recebido nenhuma mensagem, faça você mesmo, professor, a sua devolutiva, mostrando o que você percebeu sobre o desempenho dele no trabalho em duplas/quartetos e estimulando a equipe a complementar suas observações. Compartilhando as mensagens!
  8. 8. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 8 7. Diga que você lerá todas as mensagens e que, na próxima aula, apresentará algumas delas para a turma. 8. A seguir, peça para cada quarteto escolher dois colegas para ler suas respostas para a questão 5 (“Qual foi minha maior vitória na oficina de Hora da Leitura este ano?”). Esclareça que na próxima aula, os outros dois estudantes do quarteto também lerão suas avaliações. Procure instaurar um clima de colaboração, respeito e atenção durante esse momento, valorizando cada fala e parabenizando os estudantes. 9. Na aula seguinte, dê sequência às socializações das respostas. Inicie o dia compartilhando as mensagens endereçadas à você que foram selecionadas e as leia em voz alta, lembrando de parabenizar toda a turma. 10. Depois, peça aos outros dois estudantes de cada quarteto que ainda não leram suas avaliações finais que o façam (a questão 5). 11. Termine a aula reforçando as conquistas obtidas pela turma e esclareça que nas próximas atividades, cada aluno avaliará como está utilizando as estratégias de leitura. Peça-lhes que guardem em suas pastas os Capítulos 1 e lembre-os de continuarem a ler seus livros em casa e no tempo livre! 2ª aula! ⋅ É importante que você leia, posteriormente, todas as mensagens e destaque algumas que sejam bem significativas (como por exemplo, daquele aluno que antes não lia nada e ao longo do ano tornou-se um leitor ou daquele outro estudante que já era um leitor assíduo e que a partir do trabalho realizado na oficina de Hora da Leitura qualificou ainda mais seus gostos e interesses, além da compreensão leitora) para serem lidas na próxima aula por você. ⋅ Observe como cada jovem está se avaliando e caso haja alguma inconscistência gritante, converse com eles individualmente. ⋅ Compartilhe essas avaliações com o coordenador pedagógico e com o professor de Língua Portuguesa do período regular. A autoavaliação de seus alunos como leitores! ⋅ Seus alunos reconheceram as conquistas que obtiveram durante o ano? ⋅ Eles mostraram maior maturidade para avaliar o desempenho das duplas/quartetos e, também, para promover o espelhamento de seus colegas? ⋅ A autoconfiança dos estudantes para aprender e para ler está em alto grau? O que você fez para acolher aqueles que demonstraram fragilidade ou insegurança quando convidados a falar de suas conquistas? ⋅ Lembre-se: as conquistas obtidas em sua oficina devem ser compartilhadas com a equipe de professores e gestores da escola. Afinal, os alunos são os mesmos e é importante que todos reconheçam o desenvolvimento de habilidaddes e de aprendizagem de conteúdos que alcançaram! Dicas para avaliar o desempenho de habilidades dos alunos na atividade:
  9. 9. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 9 1. Inicie a aula reunindo a turma nos quartetos e converse com eles sobre o que foi realizado durante o ano nas atividades “Hora do Desafio”, buscando recuperar os procedimentos e as estratégias de leitura que foram trabalhadas. Procure fazê-los se lembrar que é importante “conversar” com o texto, trazer seus conhecimentos para interagir com ele para prever o que vai ser dito, ficar atento às palavras usadas para conferir se a compreensão está correta, desvendar o sentido de alguma palavra desconhecida pela análise do contexto etc. 1ª aula! AAttiivviiddaaddee22 EEuu,, lleeiittoorr!! Objetivo: Estimular os estudantes a avaliarem seus aprendizados no uso de estratégias de leitura trabalhadas durante o ano na oficina. Materiais necessários Cópias do Capítulo 2 (páginas 3 a 5 do Caderno do Estudante) e Anexo 1 (página 18 deste Roteiro). Principal habilidade trabalhada: Leitura (Ativação de conhecimento prévio, Construção e checagem de hipóteses, Realização de inferências). Planejando a execução da atividade: ⋅ Estude e planeje o passo a passo da atividade e compreenda o objetivo dela: os alunos farão uma autoavaliação sobre o uso de estratégias de leitura que estão utilizando. ⋅ Prepare-se para este momento de avaliação, revendo o caminho percorrido durante o ano e retomando as atividades que foram desenvolvidas nos roteiros anteriores, buscando pensar nas capacidades de leitura que os alunos passaram a utilizar para superar suas dificuldades e lidar com o texto de modo mais autônomo, ativo e consciente. ⋅ Para o desenvolvimento da atividade, é necessário fazer as cópias do Capítulo 2 (páginas 3 a 5 do Caderno do Estudante) para cada quarteto de trabalho. ⋅ Você deve ocupar 2 aulas para realizar a atividade. ⋅ Nas Horas do Desafio trabalhadas durante o ano, os alunos foram estimulados a exercitar e refletir sobre as estratégias que os leitores proficientes utilizam para construir os sentidos dos textos. Isto aconteceu no trabalho com os textos “Um apólogo” (Etapa Motivação), “Depois do Jantar” (Etapa Dedicação) e “Uma Galinha” (Etapa Determinação), quando precisaram: ativar seus conhecimentos prévios, elaborar hipóteses (fazer suspeitas inteligentes), confirmá-las ou não com base no sentido já atribuído e em pistas linguísticas além de desvendar os significados de palavras desconhecidas a partir do contexto. ⋅ Para ajudar os alunos a recuperarem o que foi trabalhado nos roteiros anteriores, diga o título de cada texto trabalhado nelas (“Um apólogo”, “Depois do Jantar” e “Uma Galinha”,) e faça questionamentos, tais como: vocês se lembram qual era o desafio? O que vocês fizeram para solucioná-lo? Ao ler o título de um texto, o que vocês fazem para “conversar com ele”? Durante a leitura, o que podemos fazer para descobrir o significado de uma palavra desconhecida? Que pistas o texto pode nos dar para verificarmos se nossa conversa com ele está fazendo sentido? As estratégias de leitura: usar para ler bem!
  10. 10. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 10 2. Distribua para cada equipe uma cópia do Capítulo 2 (páginas 3 a 5 do Caderno do Estudante) e faça uma leitura compartilhada da introdução “Eu, leitor”, a fim de retomar de maneira mais sistemática alguns dos procedimentos e estratégias de leitura trabalhadas durante o ano. 3. Após os estudantes lerem o material e refletirem sobre as três estratégias de leitura, converse com eles sobre o que acharam da introdução, pergunte se eles usam estas estratégias quando leem, peça exemplos de situações em que precisaram lançar mão de algumas delas etc. 4. A seguir, solicite aos alunos que acompanhem a leitura que você fará da introdução. Leia o texto “Ler é conversar com o texto” e verifique se todos compreenderam o que foi lido e faça os esclarecimentos que forem necessários. ⋅ Vale lembrar que as três estratégias de leitura destacadas no Caderno do Estudante (Recuperar e Ativar o Conhecimento Prévio; Suspeita Inteligente; Checagem de Hipóteses), além de serem constantemente utilizadas pelo leitor proficiente, referem- se também a procedimentos bastante trabalhados nas atividades do SuperAção Já! e mostram claramente que a compreensão leitora depende e necessita da ação que o leitor realiza sobre o texto. ⋅ O uso dessas três estratégias durante a leitura faz o leitor: a. Trazer seu conhecimento de mundo para interagir com o texto (ao recuperar e ativar seu conhecimento prévio); b. Elaborar previsões sobre o que o texto vai dizer e desvendar os sentidos de alguma palavra ou frase pela análise do contexto (ao fazer suspeitas inteligentes); c. Ficar atento às palavras utilizadas para conferir se a compreensão está adequada (ao checar suas hipóteses). ⋅ Quando falamos que o leitor utiliza dessas estratégias ao ler, estamos retomando o texto “Sobre leitura e formação de leitores”, de Katia Lomba Bräkling, em que estas estratégias são colocadas em primeiro plano, referindo-se às capacidades: a) de ativarmos o conhecimento prévio que temos sobre todos os aspectos envolvidos na leitura; b) de anteciparmos informações que podem estar contidas no texto a ser lido; c) de realizarmos inferências quando lemos, quer dizer, lermos para além do que está nas palavras do texto, ler o que as palavras nos sugerem; d) de localizarmos informações presentes no texto; e) de conferirmos as inferências e antecipações realizadas ao longo do processamento do texto, de forma a podermos validá-las ou não. ⋅ Vale lembrar, também, que essas estratégias são usadas “ao mesmo tempo” e de forma automática pelos leitores mais experientes. Referem-se a movimentos que, conjuntamente, são realizados no ir e vir da leitura e, embora não venham à consciência o tempo todo, são fundamentais para a compreensão e construção do sentido durante a leitura. Ao didatizarmos o ensino delas e exercitá-las com os alunos, temos a expectativa de que eles coloquem atenção nesses procedimentos e saibam como lançar mão deles. ⋅ Estas estratégias e procedimentos de leitura também estão mencionados na reflexão 2 do Roteiro da Etapa Dedicação (p. 3). Vale a pena consultá-la também! As estratégias de leitura: usar para ler bem!
  11. 11. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 11 5. Peça aos quartetos que iniciem a tarefa e preencham os espaços deixados em branco. Explique que cada equipe deve escolher um líder para ficar responsável pela leitura das questões e pela anotação das respostas. Explique que eles terão 30 minutos para completar as tarefas. Oriente-os que cumpram com o tempo estabelecido, combatendo os “ladrões do tempo” que possam atrapalhar o andamento do trabalho! 6. Na aula seguinte, promova a socialização das respostas dos quartetos, procedendo da seguinte maneira: peça à um dos líderes dizer a resposta de sua equipe para a pergunta 1 e anote-a no quadro. A seguir, peça aos demais líderes para compartilharem suas respostas e continue anotando-as no quadro. Siga dessa forma até o final das questões! ⋅ Este texto tem o objetivo de preparar os quartetos para a realização da tarefa seguinte, enfatizando a importância de ter uma atitude interativa com o texto durante as práticas leitoras. ⋅ A partir da reflexão proposta, espera-se que os alunos, durante a realização da atividade, avaliem e identifiquem os procedimentos que realizam para compreender e construir os sentidos do texto. ⋅ Leia cada parágrafo e, ao final, questione os alunos sobre a concordância ou não a respeito do que o texto fala, peça exemplos e pergunte a eles sobre suas experiências de leitura, buscando fazê-los avaliar se andam “conversando” bem com os textos que leem. ⋅ O último parágrafo traz a comanda para a atividade seguinte. Verifique se a tarefa foi bem compreendida e reforce a importância da participação de todos nas discussões propostas. Ler é conversar com o texto! 2ª aula! ⋅ Espera-se que, durante a atividade, os alunos identifiquem os procedimentos e as estratégias de leitura utilizadas para responder às questões. ⋅ Note que, no exercício de preencher as lacunas, os alunos não só fazem inferências (suspeitas inteligentes) sobre a palavra exata que deve ter sido usada pelo autor, mas exercitam a checagem de suas hipóteses, pois precisam buscar pistas textuais que auxiliem sua compreensão e indiquem a melhor escolha. Eles precisam buscar no texto (antes e depois das lacunas) as informações que tornem possíveis as suas escolhas, precisam construir, a partir delas, o sentido do texto, enfim, precisam lançar mão das estratégias de leitura. ⋅ Durante a execução dessa tarefa pelos quartetos, procure circular pela sala para estimular a participação de todos! Se notar alguma dificuldade, auxilie os quartetos (isto pode acontecer com a compreensão das palavras “Gangsters” e “Chicago” e você pode fazê-los se lembrar de filmes americanos e informar, caso seja necessário, que Chicago é uma cidade americana) sem dar a resposta, mas incentivando-os a pensar entre si para avançarem com autonomia. O que é esperado dos alunos nessa tarefa?
  12. 12. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 12 ⋅ Durante a realização da atividade os alunos conseguiram identificar que, durante a leitura, para haver compreensão, é necessário “agir” sobre o texto, conversar com ele, utilizando estratégias? Foram capazes de compreender que: a. devemos buscar nossos conhecimentos de mundo para dialogar com as palavras que o texto diz? b. o texto, suas palavras, vão nos dando pistas de como a conversa vai continuar e por este motivo é importante antecipar (prever) o que vem pela frente? c. é necessário checar se os sentidos previstos estão adequados, atentando para as realções que o texto estabelece e as palavras que ele nos diz? ⋅ Eles trouxeram falas que indicam que o uso consciente dessas estratégias durante a leitura está colaborando para a melhor compreensão daquilo que leem? ⋅ Seus alunos cuidaram do tempo e souberam gerir o trabalho em quarteto com maior autonomia? Dicas para avaliar o desempenho de habilidades dos alunos na atividade: ⋅ Questão 1: Verifique se os quartetos buscaram recuperar seus conhecimentos e os sentidos propostos: - Pelas palavras “gangsters” e “Chicago”, que remetem a filmes americanos e, associadas, têm a ver com crime, bando, gangs, armas... - Pelo número “seis”, que indica bando e, associado a “gangsters”, poderia remeter a tiroteio, assalto, confusão. ⋅ Questão 2: Leia o texto e peça para os quartetos dizerem as palavras com que preencheram as lacunas e solicite que cada equipe leia a estratégia usada para descobri- las. ⋅ Questão 3: Discussão sobre as justificativas das estratégias. Peça aos quartetos que falem sobre as estratégias anotadas, retomando com eles que: - Ao refletirem sobre o título, eles ativaram os conhecimentos que já tinham (ativação dos conhecimentos prévios) sobre o que o texto poderia dizer e precisaram também dos conhecimentos que já tinham para descobrir as palavras ocultas em algumas lacunas. - Ao ativarem seus conhecimentos prévios, eles conversaram com o texto e levantaram hipóteses sobre o conteúdo do texto. - Ao lerem o primeiro parágrafo, eles começaram a checar se as hipóteses feitas tinham razão de ser. -Para descobrirem a última palavra do texto, eles tiveram que retomar o texto, entrar na conversa para deduzir que o autor estava fazendo uma brincadeira com as vogais “a, e, i, o, u” e ainda usar seus conhecimentos para matar a charada. ⋅ No Anexo 1 (página 18 deste Roteiro), você encontra o texto completo para sua conferência. Sobre as respostas.
  13. 13. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 13 1. Inicie a aula explicando aos alunos que neste desafio, eles serão convidados a avaliar as capacidades leitoras que desenvolveram durante o ano e, ao mesmo tempo, verificar como estas capacidades são importantes em situações de avaliação de compreensão de textos que eles precisam realizar na escola e em outros locais. 2. Esclareça que a proposta é desafiá-los a resolver algumas questões de compreensão da leitura semelhantes às que aparecem em provas do SARESP, por exemplo, e que o objetivo é estimulá-los a refletir sobre como podem utilizar as estratégias desenvolvidas na oficina de Hora da Leitura em desafios como os que são apresentados neste tipo de avaliação. 3. Estimule-os a encarar a prova da mesma maneira como realizaram as atividades propostas nas “Horas do Desafio” que fizeram durante o ano, buscando utilizar as estratégias que aprenderam com persistência e determinação! 4. Esclareça, também, que, da mesma forma que acontece no SARESP e em outras situações de avaliação, eles deverão, primeiramente, responder às questões individualmente. Lembre-os da importância de ter concentração e atenção e explique AAttiivviiddaaddee33 LLeerr ccoomm eessttrraattééggiiaa!! Objetivo da atividade: Promover avaliação e apropriação individual dos resultados do trabalho realizado no ano a partir de questões retiradas do SARESP, a fim de que os alunos possam avaliar seu desempenho como leitores. Materiais necessários Cópias do Capítulo 3 (páginas 6 a 8 do Caderno do Estudante). Principais habilidades trabalhadas: Autoconfiança e Leitura. 1ª aula! Planejando a execução da atividade: ⋅ Essa atividade é dedicada a resolução de questões extraídas do Saresp. Observe que o objetivo não é promover uma aferição de “quem sabe mais” na turma, mas sim, possibilitar que todos os estudantes possam avaliar-se e identificar o que sabem e o que precisam aprender. Por isso, a sua condução, baseada na presença pedagógica, fará toda a diferença para que o clima instaurado seja de confiança e de investigação sobre o que cada um aprendeu e não um clima de competitividade. ⋅ É importante destacar que as cinco questões incluídas na atividade foram extraídas de uma prova do SARESP, mas a intenção aqui não é somente marcar a alternativa correta, mas (o que é mais importante do que acertar) refletir sobre as escolhas feitas, justificando-as e explicitando o critério adotado para se chegar a uma resposta. Ou seja, ao mesmo tempo em que os alunos são desafiados a realizar um exercício semelhante ao que ocorre em situações de avaliação e testar sua capacidade de enfrentá-la, são também convidados a associar o aprendizado e a utilização das estratégias de leitura nestas circunstâncias e em outras que exijam deles a prática da leitura. Como aconteceu anteriormente na atividade “Eu, leitor!”, este é um momento de avaliação do que foi realizado durante o ano, quando é importante refletir sobre a aprendizagem. ⋅ Providencie as cópias do Capítulo 3 (páginas 6 a 8 do Caderno do Estudante) para cada aluno. Esta atividade ocupará 2 aulas.
  14. 14. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 14 a eles que este momento é importante para que possam avaliar suas conquistas e refletir sobre as dificuldades que ainda existem. 5. Para iniciar a tarefa, distribua as cópias do Capítulo 3 (páginas 6 a 8 do Caderno do Estudante) para cada aluno e peça a eles que anotem os seus nomes no início. Converse com eles sobre a importância deste momento de descoberta individual autoavaliação, em que cada um precisa ser bem sincero consigo mesmo para verificar e conhecer seu desempenho. Convença-os de que chutar e colar não são procedimentos legais, pois são maneiras de enganarem a si próprios! Explique, também, que neste momento você não poderá ajudá-los, pois o desafio é que cada um teste suas capacidades individuais com autonomia. 6. Estabeleça que eles deverão concluir as questões no tempo de 40 minutos. Escreva na lousa o horário de início e fim da atividade. Dê boa sorte a todos e anuncie o início do desafio. 7. Ao término do tempo, recolha todas as folhas, certificando-se que todos os alunos colocaram seus nomes nelas. É importante que você observe as respostas dadas, quais foram o índice de acertos e erros, para se preparar para a próxima aula. Nela, você e sua turma farão a correção das questões de uma forma bem protagonista! 8. Na aula seguinte, reúna a turma em quartetos, solicitando que a equipe discuta as respostas dadas, troque informações e decida pelas respostas mais adequadas com ⋅ Assim como nas primeiras atividades desta etapa, seus alunos terão mais um momento dedicado à avaliação dos aprendizados desenvolvidos durante o ano. Embora nesta atividade eles recebam um documento de avaliação mais “formal”, aos moldes das avaliações institucionais (como é o caso do SARESP), é importante que você como professor, conduza a atividade sem gerar ansiedade ou desmotivação nos alunos. É importante que o clima instaurado na sala não seja de competitividade, pois o objetivo não é aferir quem são os melhores alunos, mas sim, oferecer uma oportunidade para que cada estudante possa “testar” seus conhecimentos em uma situação de avaliação formal e, depois, discutir seus acertos e erros, sem pressão. ⋅ A opção por colocar, ao final de cada questão, um quadro avaliativo para que o aluno possa identificar qual estratégia de leitura utilizou para justificar a sua resposta deve-se extamente ao fato de que, no exercício proposto, não basta responder às questões: o mais importante é refletir sobre a escolha realizada. O objetivo é conduzir os alunos a uma tomada de consciência sobre os processos que realizam para compreender o texto e sobre a importância de lançar mão das estratégias de leitura como ferramentas que os auxiliam nas situações em que individualmente são avaliados, como é o caso do Saresp, e em outras situações de leitura do dia-a-dia. O clima da sala de aula e o objetivo da atividade. : 2ª aula! ⋅ Enquanto os alunos realizam a atividade, circule pela sala, evitando a postura de fiscal, mas demonstrando interesse em relação à tarefa que os alunos estão realizando, sem interferir na forma de pensar de seus alunos. Durante a realização da atividade:
  15. 15. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 15 base na conversa e na avaliação realizada pelos membros do quarteto. Estabeleça o tempo de 15 minutos para esta etapa. 9. Após o término do tempo determinado, promova a socialização das respostas dos quartetos, procedendo da seguinte maneira: peça a um dos líderes para dizer a resposta de sua equipe para a pergunta 1 e anote-a no quadro. A seguir, peça aos demais líderes para compartilharem suas respostas e continue anotando-as no quadro. Siga dessa forma até o final das questões. ⋅ Note que a correção tem o objetivo de esclarecer as dificuldades e verificar se os acertos foram feitos com base em certezas e não no “achômetro”. Lembre-se de que um dos objetivos da atividade é exatamente promover que os alunos façam uma autoavaliação, reflitam sobre seus avanços e sobre as dificuldades que ainda persistem. Encare este momento com a relevância que ele merece, destacando a atitude protagonista que os alunos devem ter de avaliar seu desempenho e sua aprendizagem. Lembre-se de que que essa parte da atividade é fundamental para o sucesso dela, pois representa exatamente o espaço do protagonismo e da autonomia tão buscado durante todo o processo. Tome cuidado para que os alunos percebam isto e cuide para que a atividade ganhe seu verdadeiro sentido e o aprendizado seja significativo. Confira abaixo o gabarito do exercício: 1. (D) – Estratégia: localizar a informação no texto para comparar com as alternativas. 2. (D) – Estratégia: localizar a informação no texto para comparar com as alternativas. 3. (A) – Estratégia: descobrir o sentido (inferir) pelo contexto. 4. (D) – Estratégias: lembrar dos conhecimentos que já tinha sobre o assunto (ativar conhecimento prévio) e descobrir o sentido (inferir) pelo contexto. 5. (B) – Estratégias: lembrar dos conhecimentos que já tinha sobre o assunto (ativar conhecimento prévio) e descobrir o sentido (inferir) pelo contexto. ⋅ O mais importante neste processo é a reflexão sobre os procedimentos e as estratégias utilizadas durante a realização da atividade. Mesmo as respostas incorretas devem ser encaradas como objeto importante para a reflexão, pois muitas vezes é fundamental prevermos as “armadilhas” a que estamos expostos, identificando situações que nos fazem desviar do acerto para evitá-las posteriormente. Como o exercício pede que os alunos justifiquem a escolha de suas respostas, a justificativa para uma resposta inadequada pode dar pistas sobre procedimentos que não são desejáveis. Ou seja, é uma excelente oportunidade de valorizar a máxima de que “aprendemos com os nossos próprios erros”. ⋅ Não se esqueça de elogiar o empenho dos alunos, o esforço, a determinação e a vontade demonstrada de realizar a atividade da melhor maneira possível. Comemore com eles os avanços e estimule-os a correr atrás de novas conquistas através da prática da leitura e do combate aos vilões que ainda insistem em atrapalhá-los de vez em quando. ⋅ Se você notar que alguns alunos estão ainda muito defasados, não deixe que eles se sintam fracasssados neste momento e procure evitar que suas dificuldades se destaquem em relação ao que já conseguiram superar. Leve sua avaliação para o coordenador pedagógico e professor de Língua Portuguesa do período regular para, junto com eles, pensar em um plano de ação pedagógica específico a ser desenvolvido para estes alunos. A correção.
  16. 16. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 16 10. Ao final da atividade, parabenize a turma pelo protagonismo demonstrado e faça a sua devolutiva sobre o que notou do trabalho realizado, incentivando os alunos a continuarem utilizando as estratégias de leitura e refletindo sobre elas em todas as situações. 1. A atividade que encerra a Etapa Superação será uma dinâmica ao estilo da “batata quente”. Organize a turma em roda e passe a bola entre eles. Um dos estudantes ficará de fora da roda e dará a comanda “parou!” quando desejar. O aluno que estiver com a bola em mãos deverá falar, em poucas palavras “o que espero aprender no ano que vem na oficina de Hora da Leitura!”. 2. Para que o jogo ganhe ainda mais significado, você poderá alternar o uso de outras questões, tais como: ⋅ Eles responderam com seriedade e empenho às questões propostas, buscando refletir sobre suas respostas e justificá-las? ⋅ Encararam este momento de autoavaliação com protagonismo e autonomia? ⋅ Souberam relacionar as estratégias de leitura realizadas para responder às questões propostas com as estratégias de leitura que desenvolveram durante o ano? ⋅ Conseguiram perceber seus avanços na leitura e identificar as dificuldades que ainda precisam superar? Dicas para avaliar o desempenho de habilidades dos alunos na atividade: : AAttiivviiddaaddee44 AA bboollaa ddaa vveezz!! Objetivo da atividade: Promover o encerramento da oficina no ano. Materiais necessários: Bola e avaliação escrita do professor. Principal habilidade trabalhada: Autoconfiança e Autogestão. 1ª aula! Planejando a execução da atividade: ⋅ A atividade final da Etapa Superação tem como objetivo garantir um encerramento formalizado das atividades da oficina no ano. Deverá ocupar 1 aula. ⋅ A estratégia utilizada é uma dinâmica. Providencie os materiais necessários e, também, elabore o seu discurso final para os alunos! “ O que mais gostei no trabalho do professor (a) da oficina de Hora da Leitura neste ano?” “Meu livro predileto durante o ano foi....” “Para terminar o ano, eu desejo que...”
  17. 17. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 17 3. Caso a bola caia na mão de quem já respondeu, esclareça que a regra será passar a bola para quem estiver à sua direita, dando a oportunidade de outros colegas participarem. 4. Termine a atividade quando notar que o ritmo e a empolgação da turma estiverem diminuindo. Provavelmente, nem todos conseguirão pegar a bola e responder uma das perguntas, por isso, deixe claro que vocês farão 10 rodadas. Caso a turma demonstre interesse em jogar algumas partidas a mais, negocie com eles quantas serão, tomando cuidado para que a dinâmica não se torne enfadonha. 5. Ao final, reúna-os em roda e leia a sua avaliação final, escrita especialmente para esse momento. Inclua nessa avaliação referências aos nomes dos alunos, se possível, num exercício de abertura e de presença pedagógica que fortalecerá ainda mais sua relação com a turma. 6. Encerre o momento propondo um “abraço coletivo” ou outra forma de manifestação de reconhecimento (como uma salva de palmas, leitura de um texto poético ou outra estratégia que preferir, por exemplo) do trabalho e da participação dos alunos durante o ano. Conte que no ano que vem, o trabalho da oficina terá continuidade e todos avançarão ainda mais como leitores e protagonistas. Continue estimulando-os a fazerem suas leituras em casa e nas férias! ⋅ Eles demonstraram empolgação na continuidade do trabalho no ano que vem? ⋅ Trouxeram boas observações nas respostas para as perguntas do jogo? ⋅ Pense em seus alunos no início do ano e agora. Como você avalia o desenvolvimento de habilidades não cognitivas trabalhadas ao longo do ano: autoconfiança, colaboração, comunicação e autogestão? ⋅ Não deixe de continuar compartilhando as conquistas obtidas em sua oficina com a equipe de professores e gestores da escola. O seu sucesso como professor e os avanços dos alunos devem ser divulgados! Dicas para avaliar o desempenho de habilidades dos alunos na atividade: :
  18. 18. © Instituto Ayrton Senna 2012 Roteiro da Etapa Superação – SuperAção Já! – 5ª série (6º ano) 18 Anexo 1 Caro professor, Segue o texto “Os seis gangsters de Chicago” sem lacunas, para sua conferência. OS SEIS GANGSTERS DE CHICAGO Léon Eliachar O primeiro gangster chegou na janela, apontou a metralhadora para a rua: BANG — BANG — BANG — BANG — BANG — BANG — BANG — BANG — BANG — BANG! O segundo gangster escondeu-se atrás do prédio da esquina e reagiu imediatamente: BENG — BENG — BENG — BENG — BENG — BENG — BENG — BENG -- BENG! O terceiro gangster surgiu no prédio em frente e começou a atirar: BING — BING — BING — BING — BING — BING — BING — BING — BING — BING — BING! Foi quando se ouviu, lá no terraço, o quarto gangster em ação: BONG — BONG — BONG — BONG — BONG — BONG — BONG — BONG — BONG — BONG —BONG! O quinto gangster saiu do banco empunhando a sua metralhadora de mão e atirou nos policiais que cercavam o prédio: BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG — BUNG! O sexto gangster ficou completamente impassível porque não havia mais vogais.

×