COCAÍNA
MAIO/2014
Clenio Lopes
Psicólogo
LIVRO APOIO FRATERNO PAGINA 56:
 A Cocaína (pó, coca, brilho, branquinha, merla, pasta
base, farinha).
 É utilizado sob ...
CONTINUAÇÃO...
 O mesmo autor nos fala que o uso freqüente pode
levar a alterações cerebrais graves, algumas
irreversívei...
COCAINA X SISTEMA NERVOSO CENTRAL
 Droga Estimulante da atividade do SNC:
Aumentam a atividade do cérebro. O usuário fica...
DOPAMINA:
 É um neurotransmissor e tem um papel
fundamental no controle das funções mentais e
motoras, como a regulação d...
AÇÃO NORMAL DA SINAPSE
AÇÃO DA COCAÍNA NA SINAPSE
 Impede, as recaptações de mais outros dois
neurotransmissores: a noradrenalina e a
serotonina.
 A cocaina produz as sen...
SEROTONINA:
 A serotonina é um neurotransmissor que atua no
cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo
cardíaco, tem...
+ CONSEQÜÊNCIAS DO USO:
 Daqueles que inalam: comprometimento do olfato,
rompimento do septo nasal e complicações
respira...
TRATAMENTOS:
 Romper com a droga é difícil, já que o indivíduo
tende a se sentir deprimido, irritadiço, e com
insônia.
 ...
O LIVRO DOS ESPÍRITOS , QUESTÃO 459
 Os espíritos influem em nossos pensamentos e
em nossos atos?
“Muito mais do que imag...
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
 Cardoso, E. Apoio Fraterno: Auxiliando almas a vencer a
dependência química. 3. ed., ver e a...
OBRIGADO!
 Email: cleniolopes@hotmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Cocaine

481 visualizações

Publicada em

Grupo Apoio Fraterno de Caxias do Sul, tem como objetivo acolher e auxiliar dependentes químicos e seus familiares, envolto no amor e disciplina. E como missão, auxiliar almas a vencer a dependência química.

As reuniões acontecem às quintas feiras das 19:30 às 21:00 horas.

PageFacebook: Grupo Apoio Fraterno
(https://www.facebook.com/pages/Grupo-Apoio-Fraterno-Caxias-do-Sul/680102665344930)

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
481
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
212
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cocaine

  1. 1. COCAÍNA MAIO/2014 Clenio Lopes Psicólogo
  2. 2. LIVRO APOIO FRATERNO PAGINA 56:  A Cocaína (pó, coca, brilho, branquinha, merla, pasta base, farinha).  É utilizado sob a forma de um pó branco. Representam um dos maiores estimulantes do cérebro conhecido. Embora geralmente ela seja aspirada (cheirada), também pode ser injetada.  Os efeitos dessa substância são: excitação,euforia, diminuição do cansaço,irritabilidade,insônia,perda do apetite,hipervigilância, falar em excesso, agitação, aumento do ritmo cardíaco e pressão arterial, pupilas dilatadas, suor excessivo, efeitos estes apresentados por Sadok (2007).
  3. 3. CONTINUAÇÃO...  O mesmo autor nos fala que o uso freqüente pode levar a alterações cerebrais graves, algumas irreversíveis, problemas cardíacos, como arritmias e infarto, podendo também ocorrer derrame cerebral, convulsão, enxaqueca, danos pulmonares, aumento da temperatura corpórea, abortamento espontâneo, feto pouco desenvolvido e prematuro.  No uso prolongado ou na superdosagem surgem alucinações, agressividade, paranóia, insônia, depressão, insuficiência cardíaca , infarto, derrame, convulsões, coma e até a morte.
  4. 4. COCAINA X SISTEMA NERVOSO CENTRAL  Droga Estimulante da atividade do SNC: Aumentam a atividade do cérebro. O usuário fica “ligado”, “elétrico”.  A cocaína possui um elevado poder de dependência porque disponibiliza diretamente a dopamina na fenda sinática por impedir o retorno desse neurotransmissor à sua célula de origem.
  5. 5. DOPAMINA:  É um neurotransmissor e tem um papel fundamental no controle das funções mentais e motoras, como a regulação da atenção, do estado de ânimo, a memória, a aprendizagem e o movimento.  Os níveis de dopamina, muito elevados pela ação das drogas, prejudicam ou mesmo destroem as áreas cerebrais: que governa a atenção e regula a impulsividade, mediador da tarefa de avaliar o estímulo ambiental, que governa as funções executivas e decisórias.
  6. 6. AÇÃO NORMAL DA SINAPSE
  7. 7. AÇÃO DA COCAÍNA NA SINAPSE
  8. 8.  Impede, as recaptações de mais outros dois neurotransmissores: a noradrenalina e a serotonina.  A cocaina produz as sensações psicológicas de magnificência, euforia, prazer e excitação sexual.  Conseqüências para o funcionamento cerebral, como o surgimento de estados paranóicos que podem atingir níveis psicóticos bem como depressões graves que podem levar ao suicídio.
  9. 9. SEROTONINA:  A serotonina é um neurotransmissor que atua no cérebro regulando o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal, sensibilidade a dor, movimentos e as funções intelectuais.  A redução dos níveis de serotonina no SNC, tem dado margem a numerosos trabalhos relacionados às depressões clínicas e também a atos de violência ocasionalmente verificados sob seu efeito.
  10. 10. + CONSEQÜÊNCIAS DO USO:  Daqueles que inalam: comprometimento do olfato, rompimento do septo nasal e complicações respiratórias, estas últimas também típicas dos fumantes, incluindo aí bronquite, tosse persistente e disfunções severas.  Gestantes podem ter bebês natimortos, com malformações, ou comprometimento neurológico.  Cocaína injetável, por exemplo, pode provocar a contaminação por doenças infecciosas, como hepatite e AIDS, e infecções locais.
  11. 11. TRATAMENTOS:  Romper com a droga é difícil, já que o indivíduo tende a se sentir deprimido, irritadiço, e com insônia.  Quando um usuário opta por deixá-la, deve receber bastante amparo e ser incentivado neste sentido.  Ajuda medicamentosa (farmacoterapia); Médica, tanto no processo de desintoxicação e outras etapas do tratamento.  Psicoterapia individual; Grupos de Ajuda (Apoio Fraterno, por exemplo).
  12. 12. O LIVRO DOS ESPÍRITOS , QUESTÃO 459  Os espíritos influem em nossos pensamentos e em nossos atos? “Muito mais do que imaginamos, pois freqüentemente são eles que vos dirigem.”
  13. 13. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:  Cardoso, E. Apoio Fraterno: Auxiliando almas a vencer a dependência química. 3. ed., ver e atual. Santo Ângelo: FURI, 2010.  Pesquisas sites:  mais24hrs.blogspot.com.br/2013/03/como-agem-as-drogas- no-cerebro.html#.UoowV_KHbUh  http://saude.ig.com.br/drogas/  http://saude.umcomo.com.br/articulo/como-aumentar-os- niveis-de-dopamina-1366.html  http://www.tuasaude.com/serotonina/
  14. 14. OBRIGADO!  Email: cleniolopes@hotmail.com

×