TDAH set10

5.075 visualizações

Publicada em

Apresentação no V Encontro de Neuro-ortopedia e Reabilitação na Infância e Adolescência. Hospital Mater Dei, Belo Horizonte-MG (16 a 18 set. 2010). Link do programa: http://www.deficienteciente.com.br/2010/08/v-encontro-de-neuro-ortopedia-e.html

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
3 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.075
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
132
Comentários
1
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

TDAH set10

  1. 1. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>  </li></ul><ul><li>Cláudio Costa </li></ul><ul><li>Psiquiatra - Especialista em Psiquiatria da Infância e Adolescência </li></ul><ul><li>Fundador da Residência de Psiquiatria da Infância e Adolescência da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais/FHEMIG </li></ul><ul><li>Ex-presidente do Capítulo Mineiro da Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil (ABENEPI) </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  2. 2. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>O TDA/H é um diagnóstico atribuído a crianças e adultos que têm “problemas de comportamento” em áreas importantes de suas vidas: </li></ul><ul><li>Desatenção </li></ul><ul><li>Impulsividade </li></ul><ul><li>Hiperatividade </li></ul><ul><li>Falta de interesse </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  3. 3. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>“ O Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade é uma das condições psiquiátricas mais comuns da infância. </li></ul><ul><li>Tem sido objeto de um grande número de estudos clínicos e científicos do século passado.” </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  4. 4. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>“ O TDA/H é uma das mais bem pesquisadas doenças em medicina e os dados globais sobre a sua validade são muito mais convincentes do que para muitos problemas médicos.” </li></ul><ul><li>American Medical Association’s Council on Scientific Affairs in: Goldman ET al., 1998 </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  5. 5. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H Dr. Cláudio Costa
  6. 6. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Conseqüências psicossociais do TDA/H: </li></ul><ul><ul><li>custo financeiro, </li></ul></ul><ul><ul><li>estresse nas famílias, </li></ul></ul><ul><ul><li>prejuízo nas atividades acadêmicas e vocacionais, </li></ul></ul><ul><ul><li>efeitos negativos na auto-estima dos indivíduos acometidos . </li></ul></ul>Dr. Cláudio Costa
  7. 7. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Estudos de follow-up demonstram que crianças com essa síndrome apresentam um risco aumentado de desenvolverem outros transtornos psiquiátricos na infância, adolescência e idade adulta: </li></ul><ul><ul><li>comportamento anti-social, </li></ul></ul><ul><ul><li>abuso ou dependência de álcool e drogas, </li></ul></ul><ul><ul><li>transtornos do humor e de ansiedade </li></ul></ul><ul><li>(Wood e cols......., 1976; Biederman e cols.........., 1993; Kaplan e Sadock, 1995) </li></ul>Dr. Cláudio Costa Depressão e Ansiedade são duas co-morbidades muito comuns.
  8. 8. Dr. Cláudio Costa A Clínica Psiquiátrica do TDA/H
  9. 9. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>ETIOLOGIA </li></ul><ul><li>Fatores genéticos – familiares </li></ul><ul><ul><li>Estudo de história familiar + gêmeos + adoção </li></ul></ul><ul><li>Adversidades biológicas: </li></ul><ul><ul><li>Complicações na gravidez e no parto. Ex. grávidas fumantes </li></ul></ul>Dr. Cláudio Costa Vulnerabilidade genética + adversidades ambientais = TDA/H
  10. 10. Dr. Cláudio Costa
  11. 11. <ul><li>Conceito clínico atual: </li></ul><ul><li>“ TDA/H, é uma condição médica causada por fatores genéticos que resultam em certas alterações neurológicas” </li></ul><ul><li>Transtorno das Funções Executivas? </li></ul><ul><li>Há muito se discute o caráter ‘neurofisiológico´da síndrome que já teve outros nomes: </li></ul><ul><ul><li>Lesão cerebral mínima </li></ul></ul><ul><ul><li>Disfunção cerebral mínima (DCM) </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Disritmia” (popular) </li></ul></ul>Dr. Cláudio Costa A Clínica Psiquiátrica do TDA/H
  12. 12. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Os mais recentes modelos que descrevem o que acontece nos cérebros das pessoas portadoras de TDA/H, sugerem que muitas áreas cerebrais estão afetadas neste transtorno: </li></ul><ul><li>Os lobos frontais </li></ul><ul><li>Os mecanismos inibidores </li></ul><ul><li>da córtex </li></ul><ul><li>O sistema límbico </li></ul><ul><li>O sistema reticular </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  13. 13. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Os lobos frontais ajudam na </li></ul><ul><li>manutenção da atenção às tarefas e </li></ul><ul><li>objetivos, mantêm o foco (concentração), </li></ul><ul><li>promovem melhores decisões e </li></ul><ul><li>planejamentos, além de funcionar tanto </li></ul><ul><li>na aprendizagem quanto na utilização </li></ul><ul><li>posterior do que foi aprendido. </li></ul><ul><li>Já os mecanismos inibidores da </li></ul><ul><li>córtex promovem comportamentos </li></ul><ul><li>adequados, inibindo aqueles </li></ul><ul><li>impulsivos e que resultariam </li></ul><ul><li>em “desastre”. </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  14. 14. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Comorbidades mais comuns: </li></ul>Dr. Cláudio Costa <ul><li>Crianças apresentando apenas TDA/H = 25% </li></ul><ul><li>TDA/H + Transtornos de Comportamento = 25% </li></ul><ul><li>Transtornos de Conduta ou Transtorno Desafiador de Oposição = 30% </li></ul>
  15. 15. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Diversas condições psiquiátricas podem ser frequentemente confundidas com o DDA. As mais comuns são: </li></ul><ul><li>Distimia </li></ul><ul><li>Distúrbio da ansiedade generalizada </li></ul><ul><li>Esquizofrenias larvadas </li></ul><ul><li>Distúrbio borderline da personalidade </li></ul><ul><li>Distúrbio histriônico da personalidade </li></ul><ul><li>Alcoolismo e/ou dependência de drogas </li></ul><ul><li>Manifestações psíquicas do hipertireoidismo </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  16. 16. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H <ul><li>Diagnóstico diferencial: </li></ul><ul><ul><li>TDAH x transtornos funcionais: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transtornos de conduta </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transtorno Desafiante Opositor </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Síndrome de Gilles de la Tourette </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Transtornos de Personalidade ( > 18 a) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>TOC </li></ul></ul></ul>Dr. Cláudio Costa
  17. 17. A Clínica Psiquiátrica do TDA/H Diagnóstico Diferencial TDA/H x TD0 Dr. Cláudio Costa Descritor TDAH TC/TDO Hostilidade para com os pais - ++ Destrutividade - + Distração/desatenção + - Dificuldade escolar ++ - ou + Sentimento de culpa + - Comportamento anti-social na família - - ou +
  18. 18. Diagnóstico Diferencial TDAH x TB em Crianças e Adolescentes Dr. Cláudio Costa Diagnóstico diferencial e Comorbidade com TDAH Sintomas sobrepostos Sintomas afetivos Irritabilidade Elação do humor Hiperatividade Grandiosidade Discurso acelerado Fuga de idéias Distraibilidade Hipersexualidade Inconstância nos objetivos Idéias deliróides Dificuldades escolares Raro antes dos 7 anos Menos necessidade de sono Curso pode ser episódico
  19. 19. Diagnóstico Diferencial TDAH x TB em Crianças e Adolescentes <ul><li>Para diagnóstico diferencial, entretanto, alguns autores sugerem alguns poucos sintomas principais que sugerem Transtorno Bipolar na Infância: </li></ul><ul><ul><li>euforia </li></ul></ul><ul><ul><li>expansão do humor </li></ul></ul><ul><ul><li>grandiosidade </li></ul></ul><ul><ul><li>hipersexualidade (promiscuidade sexual em adolescentes) </li></ul></ul><ul><ul><li>Geller B., Zimerman B. et alii, JAACAP,(12) 2002 </li></ul></ul>Dr. Cláudio Costa
  20. 20. Dr. Cláudio Costa
  21. 21. Dr. Cláudio Costa
  22. 22. Dr. Cláudio Costa
  23. 23. Dr. Cláudio Costa
  24. 24. Dr. Cláudio Costa
  25. 25. Dr. Cláudio Costa
  26. 26. Dr. Cláudio Costa
  27. 27. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade Orientações Gerais para o tratamento <ul><li>Recorrer a profissionais capacitados </li></ul><ul><li>Informar-se sobre o tema TDA/H </li></ul><ul><li>Usar a medicação prescrita </li></ul><ul><li>Grupos de ajuda ou terapêuticos </li></ul><ul><li>Treinamento em planejamento, utilização de agendas, definição de metas e métodos </li></ul><ul><li>Orientação do cônjuge </li></ul><ul><li>Coaching (“treinador” ) </li></ul><ul><li>Aconselhamento vocacional </li></ul><ul><li>Perseverança! </li></ul><ul><li>Trabalho duro! </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  28. 28. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade ORIENTAÇÃO AOS PAIS - 1 <ul><li>1. Confirmem o diagnóstico de TDA/H com profissionais capacitados </li></ul><ul><li>2. Vejam seu filho sob uma perspectiva global, incluindo suas virtudes, qualidades, seu lado “bom” e não, somente os sintomas, o lado “ruim”, </li></ul><ul><li>3. Proporcionem um tratamento multimodal : além da medicação, busquem novas formas para aprender a educar seu filho, bem como o estimulem a desenvolver estratégias para enfrentar as dificuldades e potencializar suas capacidades. </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  29. 29. <ul><li>A escola de seu filho deve possuir professores e orientadores que conheçam o TDA/H ou que se disponham a aprender sobre esta síndrome. </li></ul><ul><li>Colabore com a escola </li></ul><ul><li>Certifiquem-se que o diagnóstico de TDA/H não exclua outros possíveis transtornos, como Depressão, Ansiedade, Transtornos psicopedagógicos, etc.... </li></ul><ul><li>Caso haja outros transtornos, busque o tratamento mais completo. Por exemplo: se já há comprometimento da aprendizagem: psicopedagogia </li></ul>Dr. Cláudio Costa Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade ORIENTAÇÃO AOS PAIS - 2
  30. 30. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade ORIENTAÇÃO AOS PAIS - 3 <ul><li>Trabalhem, pai e mãe, em conjunto, apoiando-se reciprocamente, já que o tratamento de seu filho é árduo, exige paciência e perseverança. </li></ul><ul><li>Cuidem para que não haja predomínio de interações negativas entre vocês e seu filho: castigos, repreensões e proibições não devem prevalecer. </li></ul><ul><ul><li>Daí, a necessidade de estabelecer limites ou permissões claras, objetivas e justas. </li></ul></ul><ul><li>Evitem o isolamento social e familiar, para que seu filho desenvolva estratégias de convívio social. </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  31. 31. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade ORIENTAÇÃO AOS PAIS - 4 <ul><li>Proporcionem ao seu filho segurança e a certeza de que o controle está nas mãos de vocês (pais), disponíveis para acompanhamento, direção e supervisão (na medida das necessidades). </li></ul><ul><li>Procurem estruturar o ambiente e as determinações de forma a facilitar a aceitação e a prática das diretrizes necessárias ao desenvolvimento integral de seu filho: </li></ul><ul><ul><li>ajudem-no a organizar sua agenda </li></ul></ul><ul><ul><li>estimulem a encontrar um lugar para cada coisa </li></ul></ul><ul><ul><li>reservem um momento para cada questão </li></ul></ul>Dr. Cláudio Costa
  32. 32. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade ORIENTAÇÃO AOS PAIS - 5 <ul><li>Para que seu filho cumpra as obrigações, dividam as tarefas em partes. Ele ficará mais organizado. </li></ul><ul><li>Ensinem a seu filho a estabelecer prioridades. </li></ul><ul><li>Para o momento do estudo, procurem lugar/ambiente mais tranqüilo, com menos estímulos distratores. </li></ul><ul><li>Mais eficaz que o castigo é a recompensa: gratifiquem-no próximo ao momento em que demonstrar um comportamento desejável. (“Que bom que você fez tal coisa...”). </li></ul>Dr. Cláudio Costa
  33. 33. Muito Obrigado! Dr. Cláudio Costa – Psiquiatra Rua Herculano de Freitas, 58/408 (Gutierrez) Belo Horizonte-MG [email_address]

×