Planejamento de texto - SELFAM 2014

324 visualizações

Publicada em

Comunicação realizada na "Semana de Estudos de Letras" da FAM - Faculdade de Americana.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
324
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Planejamento de texto - SELFAM 2014

  1. 1. PRODUÇÃO TEXTUAL: Por que e como planejar? Claudinei V. Silva Curso de Letras SELFAM 2014
  2. 2. REFERÊNCIAS ELIAS, Paulo Roberto Soares. Redação para Vestibulares, concursos e Enem. – Fortaleza/CE, 2013. EMEDIATO, Wander. A fórmula do Texto: Redação, Argumentação e Leitura. São Paulo: Geração Editorial. 5. ed., 2010. MENEGOLLA, Maximiliano; SANTANNA, Ilza Martins. Por que Planejar? Como Planejar?. Petrópolis, RJ. Editora Vozes, 1991. NASCIMENTO, Z.; PINTO, J.M.C. A dinâmica da escrita: como escrever com êxito. Lisboa: Plátano Editora, 2001. SIMÕES, Luciene Juliano et al. Leitura e Autoria: Planejamento em Língua Portuguesa e Literatura. - Erechim: Edelbra, 2012. (Entre Nós - Anos Finais do Ensino Fundamental, v. 6) SOUZA, Luiza Marques de; CARVALHO, Sérgio waldeck de. Compreensão e Produção de Textos. – Petrópoles, RJ: Vozes, 1995. URBANO, Hudnilson. Variedades de Planejamento no Texto Falado e no Escrito. P. 151 – 152. In.: PRETI, Dino (org.) et al. Estudos de Língua falada: variações e confrontos. 2. ed. - São Paulo, Associação Editorial Humanitas, 2006.
  3. 3. Por que planejar?
  4. 4. “A história do homem é um reflexo do seu pensar sobre o presente, passado e futuro. O homem pensa sobre o que fez; o que deixou de fazer; sobre o que está fazendo e o que pretende fazer. O homem no uso da sua razão sempre pensa e imagina o seu ‘quefazer’, isto é, as suas ações, e até mesmo, as suas ações cotidianas e mais rudimentares. O ato de pensar não deixa de ser um verdadeiro ato de planejar” (MENEGOLLA; SANT’ANNA, 1991, p. 13)
  5. 5. Por Natureza, todo planejamento é flexível, do que decorre ser difícil que qualquer texto seja planejado prévia e cabalmente de maneira definitiva e irreversível. Em muitos casos, geram-se as ideias e se faz um planejamento cognitivo superficial geral (URBANO, 2006, p. 134).
  6. 6. Planejamento local (Texto falado); Planejamento prévio (Texto Escrito); (URBANO, 2006.
  7. 7. Uma ação sempre necessária diz respeito à busca de informações sobre o tema acerca do qual o texto será produzido. Não se escreve bem sem ter o que dizer! Para cada projeto de produção de textos na escola, será importante que os alunos realizem variadas tarefa de busca de conteúdos (...) (SIMÕES, et al. 2012, p. 160)
  8. 8. O planejamento deve ser um instrumento para o professor e para o aluno, diríamos que, principalmente, para os alunos (MENEGOLLA; SANT’ANNA, 1991, p. 13)
  9. 9. Como Planejar?
  10. 10. SEQUÊNCIA DIDÁTICA: - O QUÊ ENSINAR? (PLANEJAMENTO DE TEXTO)
  11. 11. PLANEJAMENTO DE AULA: - COMO ENSINAR? (PRODUÇÃO DE UM ARTIGO DE OPINIÃO)
  12. 12. Proposta lida e compreendida!  Delimitação do Tema;
  13. 13.  Objetivo do texto;  Banco de ideias;  Proposta de intervenção;
  14. 14. Estrutura e planificação do texto: (...) organizar – fazer que os diversos elementos se interliguem e convirjam no texto, de modo a que este alcance a finalidade ou o objetivo que moveu o seu autor. Tal implica ordenar, hierarquizar as ideias de acordo com a estratégia julgada adequada à circunstância» (NASCIMENTO E PINTO, 2001, p. 116).
  15. 15.  Parágrafos;  Introdução; (Tese)  Desenvolvimento; (Argumentação)  Conclusão. (Proposta)
  16. 16.  Apontamento de ideias;  Seleção das ideias;  Organização das ideias;  Ordenação das ideias: ordene as ideias aproveitadas numa sequência mais lógica possível;  Expansão das ideias: Comece a redigir a primeira versão de seus parágrafos;
  17. 17. Escolha o título: No Enem é opcional; Revisão: antes de passar seu texto a limpo, proceda uma leitura cuidadosa, evitando que permaneçam erros, lacunas e qualquer tipo de falhas ou erros; Transposição: Depois de certificar que tudo está como deve, passe sua redação para a folha oficial
  18. 18. (EMEDIATO, 2010, p. 89 – A fórmula do Texto)

×