Cidadania, território e pluralidade na arte

648 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
648
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
49
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cidadania, território e pluralidade na arte

  1. 1. “Cidadania, território e pluralidade na arte” Claudia Tedesco da Rochaclaudiatedesco7@yahoo.com.br
  2. 2. ATIVIDADE DE APRESENTAÇÃO 04 de maioFoi elaborada de maneiralúdica a aula, pois além depromover o diálogo, tambémmovimentou a turma para areflexão e a criação.
  3. 3. QUEM SOU? COR
  4. 4. FORMA PALAVRA
  5. 5. CONTINUIDADE TURMA 203• Levei para a sala diversos papéis coloridos onde os alunos escolheram uma cor e a transformaram em uma forma e por fim se definiram numa palavra.• Após, cada um colou no cartaz que ficará exposto.
  6. 6. Candido Portinari• Nasceu na cidade de Brodowski (interior do estado de São Paulo), em 29 de dezembro de 1903 e faleceu em 06 de fevereiro de 1962.
  7. 7. 1º e 2º Encontro - 11 e 18 de maioApresentar um Power Point sobre a vida e asobras de Cândido Portinari baseado no livro:Encontro com Portinari das autoras RosaneAcedo e Cecília Aranha.Após, realizar os seguintes questionamentos:Quem são os retirantes em nossa sociedade?Quem migra para esta comunidade escolar? Por quê?Quais tradições que existem na comunidade escolar?
  8. 8. Tarsila do Amaral• Tarsila do Amaral nasceu em 1 de setembro de 1886, no Município de Capivari, interior do Estado de São Paulo e faleceu em 17 de janeiro de 1973.
  9. 9. 3º e 4º Encontro - 25 de maio e 08 de junho Mostrar obras e biografia de Tarsila do Amaralatravés de um Power Point. Todos estes movimentos se refletem na arte e aconstrução dos diálogos destes assuntos contribui para queas perspectivas de vida sejam transformadas. QuestionarO que é ser brasileiro?O que é exploração do trabalhador?Qual a função do diálogo em família e na sociedade?O que pode melhorar as perspectivas de vida?O que a obra mostra como construção?Com as palavras chaves: construção, migração,industrialização, exploração, mudanças e sociedade formarfrases que retratem o cotidiano da realidade da sociedadeatual.
  10. 10. Construir um painel em querepresente os componentes dacomunidade escolar baseando-se na obraOperários da artista Tarsila do Amaral. O trabalho será realizado em gruposcom imagens impressas da internet, fotosde revista e fotografias dos alunos. Além do painel a ser realizado pelosalunos solicitarei que se organizem naforma que representa a obra da artistapara uma fotografia a ser captada pormim.
  11. 11. Yanagi YukinoriNasceu em 1959 em Fukuoka no Japão.
  12. 12. 4º Encontro – 01 de junho Falar sobre a obra e o artista Yanagi Yukinori bem como suaparticipação na exposição na 8ª Bienal do Mercosul em 2011. Oartista apresentou um trabalho no qual questionava sobre osterritórios. O artista possibilita que as formigas cruzem as bandeirasformando tuneis que vão misturando as cores através do ir e virtencionando formar uma grande bandeira que seja universal,fazendo a reflexão sobre o que a integridade cultural do país. Após as observações, pedi que cada um refletisse sobre oterritório em que vive, olhando para si mesmo e se reconhecendoneste espaço; O que utiliza para se comunicar, como faz e como adiversidade se apresenta a cada um. Solicitei, também que osalunos pensem sobre suas realidades e de como transitam pelosterritórios diversos. Depois, cada um vai fazer um desenho em que apareceráseu território para depois organizarmos um painel e fazermos umaexposição. Para essa atividade vamos utilizar folha de ofício A3,lápis de cor, recicláveis, papéis coloridos e outros materiais que osalunos tragam para a sala
  13. 13. Relações com o Mundo• Família• Amigos• Escola• Internet onde todos tem espaço.• Celular• Televisão• Rádio
  14. 14. COMO ME RECONHEÇO• Manias• Atitudes• Brincadeiras• Sozinha• Amizades• Alegria
  15. 15. Vik MunizNasceu em 1961 em São Paulo
  16. 16. 6º e 7º Encontro – 15 e 22 de junhoOlhar o Documentário “Lixo extraordinário”, de Vik Muniz. Questionamentos: O artista produziu arte? Por quê?Em que influenciou as questões econômicas dos recicladores?Que funções a arte pode exercer?Quais contrastes são possíveis observar no documentário?Após cada aluno irá escolher uma das obras trabalhadas emtodo o projeto, e em uma folha A3. produzirão seu trabalho comreferencias em todo o conteúdo trabalhado ao longo do projeto.Poderão utilizar o material que mais lhe agradar, tais como:recicláveis, tintas, lápis coloridos, jornais, revistas, papéiscoloridos e etc.
  17. 17. 8º Encontro – 27 de junho Foi organizada antes do período da aula a montagem no auditório daescola a exposição dos trabalhos bem como sua trajetória ao longodo projeto, para apreciação dos alunos. Painéis da Comunidade Escolar; Frases que retratem o cotidiano da realidade da sociedade atual; Painéis que representam os componentes da Comunidade Escolar; Realizar uma fotografia com a turma que retrate a obra Operários. Painel com o desenho sobre o seu território, que ficarão interligadospor canudos; Trabalhos realizados no 7º encontro, os quais não foram colados osmateriais e cada aluno fotografou o seu.
  18. 18. COMO VOCÊ ME AVALIA?• Gostei muito de suas aulas porque a gente trabalhou com coisas diferentes, não só desenhos como era antes.• Adorei a senhora és criativa e trouxe coisas diferentes para a sala de aula.• E me mostrou que artes é muito mais que desenhos.
  19. 19. • Bom, adorei suas aulas, o jeito que a senhora se envolveu com a turma, os trabalhos diferentes uns dos outros e todos interessantes, aprendi várias coisas. Obrigado.• Uma ótima professora, muito criativa.• A senhora é uma ótima professora, não tenho nenhuma reclamação, sabe explicar muito bem.• Uma professora muito legal, faz bastante trabalhos importantes, ajuda os alunos quando eles precisam e é comunicativa.

×