Formação Oficina do Cego

1.363 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.363
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Formação Oficina do Cego

  1. 1. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | ABRIL 2010 GRANDES SECUNDÁRIOS Uma das grandes forças do cinema clássico americano (anos 30, 40 e 50) foi a presença de extraordinários actores secundários. A maioria deles era, sem a menor dúvida, capaz de “aguentar” um papel principal, mas devido ao sistema dos estúdios ficaram confinados a papéis menores, que o talento deles tornava marcantes. Muitos se especializaram em determinado tipo de papéis, devido ao seu físico ou ao êxito de algum filme que fizeram (as vedetas também não escaparam a este tipo de estereótipos): eram quase sempre maus, poltrões, bonzinhos ou pessoas next door. Este mês homenageamos quatro grandes secundários do cinema americano clássico, que se fizeram conhecer nos anos 40: Sydney GreensTreet, Agnes Moorehead, Angela Lansbury e Lee J. Cobb. Dos quatro, o inglês SYDNEY GREENSTREET (“aquele extraordinário homem gordo”, como lhe chamou Tennessee Williams) foi o único a ter uma carreira tardia e breve (fez o seu primeiro filme aos 62 anos, depois de passar pelo teatro). Além do seu físico marcante, tinha sempre o ar de quem estava a perceber tudo o que se passava melhor que os demais. AGNES MOOREHEAD também veio do teatro e que teatro: o Mercury Theatre de Orson Welles, com quem se estreou em CITIZEN KANE. No cinema, foi muitas vezes uma mulher mesquinha ou uma vizinha coscuvilheira. Nascida e criada em Inglaterra e activa há até bem pouco tempo, ANGELA LANSBURY não tinha um físico de star, mas o seu talento permitiu-lhe passar por uma gama de papéis muito variados, onde parece quase sempre ter um ar irónico em relação ao que faz. Quanto a Lee J. Cobb, vindo do Actor’s Studio, ficou sempre fiel ao eloquente estilo do “Método”. Ter. [06] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro BOOMERANG! de Elia Kazan com Dana Andrews, Jane Wyatt, LEE J. COBB Estados Unidos, 1947 - 90 min / legendado electronicamente em português Um filme de Kazan dentro do modelo do estilo documental do cinema americano dos anos 40. Numa pequena cidade da Nova Inglaterra, um padre muito estimado é assassinado. Um suspeito é preso mas o procurador não encontra provas para o incriminar. Declarado inocente, é liber- tado, ficando desconhecida a identidade do criminoso. Um dos melhores filmes de Kazan dos anos 40, baseado num caso real. Vindo do Actor’s Studio, Lee J. Cobb está perfeitamente à vontade com o cineasta “do Método” por excelência que é Kazan. Qua. [07] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE MAGNIFICENT AMBERSONS O Quarto Mandamento de Orson Welles com Orson Welles, Anne Baxter, Joseph Cotten, Dolores Costello, Tim Holt, Agnes Moorehead Estados Unidos, 1942 - 88 min / legendado em português O segundo filme de Welles foi mutilado pelo estúdio, que contratou um outro realizador para acrescentar um happy end. História de uma pode- rosa família e da sua decadência, em que a casa (com o seu pórtico, as suas escadas, a cozinha, os salões) é um elemento central. Para muitos, THE MAGNIFICENT AMBERSONS, apesar das mutilações, é uma obra talvez tão poderosa quanto CITIZEN KANE. Inesquecível presença de Agnes Moorehead. Qui. [08] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE MALTESE FALCON Relíquia Macabra de John Huston com Humphrey Bogart, Mary Astor, Peter Lorre, Sidney Greenstreet Estados Unidos, 1941 - 100 min / legendado em português THE MALTESE FALCON, primeira obra de John Huston a partir de Dashiell Hammett, é um dos primeiros filmes negros americanos e ilustra verdadeiramente as regras do género: as razões que movem as personagens são obscuras e no fim não há vencidos nem vencedores. Mortes misteriosas, ruelas obscuras e sombras ameaçadoras povoam o filme, que fez de Humphrey Bogart, aos 42 anos, uma vedeta, coisa que até então não era. É neste filme que se afirma o estilo inimitável do actor. Não menos inimitáveis são as presenças de Peter Lorre e Sidney Greenstreet, enquanto Mary Astor tem o papel da sua vida, na típica personagem feminina dos filmes negros, muito pouco digna de confiança. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  2. 2. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sex. [09] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro BEDKNOBS AND BROOMSTICKS Se a Minha Cama Voasse de Robert Stevenson com ANGELA LANSBURY, David Tomlinson, Roddy McDowall Estados Unidos, 1971 - 115 min / legendado electronicamente em português Uma divertida fantasia dos estúdios Disney, situada durante a Segunda Guerra Mundial. Para estarem protegidas durante o conflito, três crianças são mandadas para o campo, onde ficam sob a tutela de uma mulher que se revela ser, literalmente, uma aprendiz de feiticeira. Juntos, tentam encontrar uma fórmula mágica para ajudar o esforço de guerra britânico. O filme tem algumas magníficas sequências de animação e recebeu um Oscar pelos efeitos especiais. E desta vez Angela Lansbury não é secundária e sim actriz principal. Seg. [12] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro PARTY GIRL A Rapariga Daquela Noite de Nicholas Ray com Cyd Charisse, Robert Taylor, Lee J. Cobb, John Ireland, Kent Smith Estados Unidos, 1958 - 95 min / legendado em português Uma obra-prima de Nicholas Ray que nos leva à Chicago dos anos 30 e ao império dos gangsters, para nos contar a história de amor de um advogado aleijado e corrupto por uma bailarina e a sua redenção. Este veio a ser o último filme de Ray feito em Hollywood e entusiasmou a crítica europeia da época. Filmado em cores magníficas e em scope. Extraordinária presença de Lee J. Cobb, no papel de um gangster sádico. Ter. [13] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro DARK PASSAGE Prisioneiros do Passado de Delmer Daves com Humphrey Bogart, Lauren Bacall, Agnes Moorehead Estados Unidos, 1947 - 90 min / legendado em português DARK PASSAGE é um magnífico exemplo do filme negro, para mais com a presença do par Bogart-Bacall, ainda no auge. Bogart é um homem que foge da cadeia, à qual fora injustamente condenado e tenta restabelecer a verdade. Um aspecto importante do filme é que só vemos o rosto de Bogart na parte final: durante cerca de um terço do filme. DARK PASSAGE é feito em “câmara subjectiva” (só vemos o que vê Bogart) e depois o protagonista passa bastante tempo com o rosto encoberto por pensos. Agnes Moorehead tem uma breve e fortíssima presença no papel da mulher cujas mentiras levaram o protagonista à cadeia. Qua. [14] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro CONFLICT Conflito de Almas de Curtis Bernhardt com Humphrey Bogart, Alexis Smith, SIDNEY GREENSTREET, Rose Hobart Estados Unidos, 1945 - 85 min / legendado em português Um filme de suspense com Bogart num papel que contraria a imagem que o actor criara ao tornar-se vedeta. Aqui ele é um homem que planeia e executa o assassinato da sua mulher, afim de herdar a fortuna dela. CONFLICT também explora a psicanálise, muito em moda em Hollywood nos anos 40, fazendo de Sidney Greenstreet um psicanalista que acaba por levar o criminoso a denunciar-se. Qui. [15] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro GASLIGHT Meia Luz de George Cukor com Ingrid Bergman, Charles Boyer, Joseph Cotten, ANGELA LANSBURY, Dame May Whitty Estados Unidos, 1944 - 114 min / legendado em português Adaptação de uma famosa peça de ambiente vitoriano de Patrick Hamilton, que é também uma nova versão de um filme britânico de Thorold Dickinson. Ingrid Bergman conquistou o seu primeiro Oscar no papel de uma jovem traumatizada por um assassinato que presenciou na infância e que acaba por casar com o perverso criminoso que procura levá-la à loucura. Estreia no cinema de Angela Lansbury, no papel de uma jovem provocante e suspeita. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  3. 3. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sex. [16] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro TWELVE ANGRY MEN 12 Homens em Fúria de Sidney Lumet com Henry Fonda, LEE J. COBB, Ed Begley, E. G. Marshall Estados Unidos, 1957 - 85 min / legendado electronicamente em português Um dos mais célebres courtroom dramas transpostos do palco para o cinema. A peça de Reginald Rose é propícia a grandes interpretações, tendo por tema o debate entre os doze membros de um júri que têm de decidir da culpa ou da inocência do acusado. Tudo se centra na sala em que estão reunidos, mas a câmara de Lumet e a montagem não deixam sentir o “peso” do palco. Neste filme de conjunto, Lee J. Cobb sobressai como um dos membros do júri. Seg. [19] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro SUMMER HOLIDAY Os Alegres Namorados de Rouben Mamoulian com Mickey Rooney, Gloria DeHaven, Walter Huston, AGNES MOOREHEAD Estados Unidos, 1947 - 92 min / legendado em português Um dos melhores exemplos de “americana” (a imagem nostálgica do passado nos EUA) que é uma versão musical da peça de Eugene O’Neill, Ah, Wilderness! Um dos menos conhecidos filmes do grande realizador que é Rouben Mamoulian, sobre os problemas de adolescência de um jovem na passagem do século XIX para o XX. Agnes Moorehead tem um breve papel como uma prima dos protagonistas. Cópia restaurada em esplendoroso tecnicolor. Ter. [20] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro BACKGROUND TO DANGER O Expresso Bagdad-Istambul de Raoul Walsh com George Raft, Brenda Marshall, SIDNEY GREENSTREET, Peter Lorre Estados Unidos, 1943 - 80 min / legendado electronicamente em português Um filme de espionagem com George Raft envolvido numa intriga na Turquia. Para além da presença do duo Sidney Greenstreet-Peter Lorre (os Bucha e Estica dos filmes negros), BACKGROUND TO DANGER destaca-se por uma cena que marcou os espectadores à época: uma perseguição de automóveis, que antecipa o que seria uma das grandes “manias” do cinema popular a partir dos anos 70. Qua. [21] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro A LAWLESS STREET Rua Sem Lei de Joseph H. Lewis com Randolph Scott, Angela Lansbury, Warner Anderson, Jean Parker, Wallace Ford Estados Unidos, 1955 - 78 min / legendado electronicamente em português Neste western de Joseph H. Lewis, Randolph Scott interpreta o papel de um xerife que põe a sua profissão acima de tudo, mesmo contra a opinião geral da cidade, e que por isso é abandonado pela mulher. Agora torna-se o alvo do homem que domina a cidade, contratando um famoso pistoleiro para o abater. Angela Lansbury está excelente como cantora num saloon, onde é evidente que também exerce outra profissão. Qui. [22] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE LIBERATION OF L. B. JONES O Preço do Silêncio de William Wyler com Roscoe Lee Browne, LEE J. COBB, Anthony Zerke, Lola Falana Estados Unidos, 1970 - 100 min / legendado electronicamente em português Último filme de William Wyler, que iniciara a sua carreira nos anos 30 e realizou alguns clássicos do cinema de Hollywood. O argu- mento foi escrito por Jesse Hill Ford, autor de IN THE HEAT OF THE NIGHT (1967), célebre história sobre o racismo no sul dos Es- tados Unidos. Em THE LIBERATION OF L. B. JONES, o próspero proprietário negro de uma funerária no Tennessee decide divorciar- -se da sua mulher, ao descobrir que ela é amante de um polícia branco, de quem está grávida. Lee J. Cobb (que desta vez não é secundário, tem um dos papéis principais) é o advogado do homem. Mas o racismo extremado da região torna impossível uma solução pacífica. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  4. 4. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sex. [23] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro MAGNIFICENT OBSESSION Sublime Expiação de Douglas Sirk com Jane Wyman, Rock Hudson, AGNES MOOREHEAD, Barbara Rush, Otto Kruger Estados Unidos, 1954 - 108 min / legendado em português A “história da ceguinha”, que fez de Rock Hudson uma estrela, foi definida por Sirk como “uma maluquice, se alguma vez houve história maluca neste mundo”. Num contexto visual que leva o artifício de Hollywood ao delírio (cores, cenários), Sirk conta a história de amor entre uma cega e um ex-playboy, responsável pela morte do marido dela e pela sua cegueira, que se torna médico para curá-la! Agnes Moorehead é uma das amigas da cega. É ver para crer. Remake da obra homónima de John Stahl realizada em 1935. Seg. [26] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE CONSPIRATORS de Jean Negulesco com Paul Henreid, Hedy Lamarr, SIDNEY GREENSTREET, Peter Lorre Estados Unidos, 1944 - 101 min / legendado electronicamente em português Um filme que explora êxito de CASABLANCA, mas desta vez a acção é situada em Lisboa. Um membro da resistência holandesa é forçado a refugiar-se em Lisboa, onde encontra outros resistentes. Um destes (o papel é representado por Sidney Greenstret) sabe que entre eles há um traidor, que será preciso desmascarar. O principal papel feminino é de Hedy Lamarr e além de Greenstreet, há no filme dois outros actores de CASABLANCA: Paul Henreid e Peter Lorre. Uma curiosidade que merece ser vista. Ter. [27] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE RELUCTANT DEBUTANTE A Estreante Endiabrada de Vincente Minnelli com Rex Harrison, Kay Kendall, ANGELA LANSBURY, Sandra Dee Estados Unidos, 1958 - 95 min / legendado electronicamente em português Esquecemo-nos às vezes que Vincente Minnelli não era apenas um especialista de musicais e melodramas. THE RELUCTANT DEBUTANTE é uma comédia sofisticada que tem por cenário o meio aristocrata da Inglaterra, onde uma família se vê aflita para fazer “debutar” na sociedade a sua filha adolescente, que tinha sido educada à americana nos EUA. Um filme requintado e maneirista. Numa intriga secundária, Angela Lansbury tenta a todo custo agarrar um noivo rico para a sua filha. Qua. [28] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE EXORCIST O Exorcista de William Friedkin com Linda Blair, Ellen Burstyn, Max von Sydow, LEE J. COBB Estados Unidos, 1973 - 120 min / legendado electronicamente em português Um dos grandes êxitos comerciais dos anos 70, um filme em que tudo foi calculado para escandalizar e meter medo. Uma adolescente torna-se agressiva, passa a dizer obscenidades e adquire uma força física descomunal. A sua mãe pensa que ela sofre de perturbações mentais. Mais tarde, em desespero de causa, pedirá ajuda a um padre exorcista. Excelentes trucagens e Oscar de melhor argumento. Lee J. Cobb faz o papel do polícia que investiga uma morte suspeita, atribuída à jovem. Qui. [29] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE REVOLT OF MAMIE STOVER Mulher Rebelde de Raoul Walsh com Jane Russell, Richard Egan, Joan Leslie, Agnes Moorehead Estados Unidos, 1956 - 93 min / legendado em português Jane Russell e Walsh, de novo juntos após The Tall Men, num dos mais sugestivos retratos femininos da rica galeria que o realizador construiu neste campo. Mamie Stover (Russell) é uma prostituta que fez fortuna em Honolulu depois do bombardeamento de Pearl Harbor, e que como outras heroínas de Walsh, terá de escolher entre a fortuna e o homem que ama. Num breve papel, Agnes Moorrehead oferece um contraste perfeito com a carnal Jane Russell. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  5. 5. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sex. [30] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE VERDICT de Don Siegel com SIDNEY GREENSTREET, Peter Lorre, Joan Lorring Estados Unidos, 1946 - 85 min / legendado electronicamente em português Situado em fins do século XIX, este foi o filme de estreia de Don Siegel (que depois de muitos outros filmes, realizaria DIRTY HARRY em 1971). Sidney Greenstreet desta vez não tem um papel secundário e sim o principal, o de um ex-inspector da Scotland Yard, que foi despedido depois de ter cometido um erro durante uma investigação, que teve consequências graves. Com a ajuda de um amigo (Peter Lorre, o inseparável parceiro de Greenstreet), o homem busca vingar-se do seu sucessor graças a um “crime perfeito”. Uma autêntica obra-prima de género. BICENTENÁRIO DE ALEXANDRE HERCULANO Assinalamos a efeméride do bicentenário de nascimento de Alexandre Herculano, nascido a 28 de Março de 1810. Poeta, jornalista, historiador, a posteridade fixou a sua obra, sobretudo, como romancista, associando-o ao nascimento do romance histórico na lite- ratura portuguesa. A sua primeira narrativa histórica, O Castelo de Faria, é publicada em 1838. Os textos que publicou em “O Pano- rama” e “A Ilustração” foram reunidos em dois volumes em 1851 como Lendas e Narrativas. Entre os seus romances mais célebres contam-se os posteriores O Bobo (editado em volume em 1878), Eurico, o Presbítero (1844) e O Monge de Cister (1848). Foi em O Bobo que José Álvaro Morais se inspirou no seu filme homónimo. Com ele assinalamos esta data evocando Alexandre Herculano. Ter. [06] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro O BOBO de José Álvaro Morais com Fernando Heitor, Paula Guedes, Isabel Ruth, João Guedes Portugal, 1982 - 120 min O projecto inicial deste filme, uma adaptação de O Bobo de Alexandre Herculano, tornou-se, com o tempo, uma reflexão sobre a obra literária e a sua representação contemporânea. O filme é fascinante porque reflecte, na sua construção, a passagem do tempo (acossado por inúmeras dificuldades de produção, o processo de feitura do filme foi longuíssimo) e as transformações da sociedade portuguesa nos anos a seguir ao 25 de Abril de 1974. Um filme fundamental na cinematografia portuguesa dos últimos 30 anos. VISÕES DO DESERTO (INÍCIO) Se este é um Ciclo organizado em torno do deserto, tema e cenário de tantos filmes produzidos ao longo da histó- ria do cinema, o programa apresentado assume uma perspectiva que, longe de se pretender genérica, é de entrada circunscrita por um conjunto de opções. Antes de mais, tratou-se aqui de considerar o deserto num sentido literal enquanto espaço físico concreto na sua acepção geográfica: o deserto de areia sujeito a temperaturas escaldantes, o território inóspito e inabitável. Fica assim adiada para uma possível ocasião futura a abordagem deste tema num sentido figurativo ou metafórico, como deserto mental (os desertos de Bergman, toda a obra de Antonioni sem conotações com este espaço físico, etc.). Por outro lado, esta é uma perspectiva assumidamente Ocidental, uma vez que diz exclusivamente respeito à forma como o Ocidente encara e representa este espaço no cinema. Trata-se aqui maioritariamente de filmes que retratam o deserto de uma forma romântica, como o lugar distante para onde se parte em busca de paz interior, numa procura de aventura e exotismo, ou pura e simplesmente como território de fuga, corresponda ele ao deserto africano, americano, ou a qualquer outro. São muitos os filmes sobre a legião estrangeira nas suas expedi- ções pelo Norte de África, e são também muitos os westerns, que fazem destes espaços inóspitos o palco de diferentes conflitos e guerras (THE LOST PATROL, BITTER VICTORY, LAWRENCE OF ARABIA). Se L’ATLANTIDE, de Feyder (que teve exibição recente na Cinemateca e por esta razão não está incluído no programa), muito contribuiu para a forma como hoje ainda vemos o deserto, com as suas vastas paisagens em contra-luz, depressa se cimentará uma outra visão protagonizada por Valentino, galã de um mundo preenchido por sultões, bandidos e muitas mulheres exóticas (THE SON OF THE SHEIK). Dois olhares míticos sobre o deserto, entre os muitos que se lhes seguirão. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  6. 6. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Ter. [06] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Qui. [08] 19:30 | Sala Luís de Pina VISIONE DEL DESERTO de Yervant Gianikian e Angela Ricci Lucchi Itália, 2000 - 16 min / sem diálogos FATA MORGANA de Werner Herzog com Lotte Eisner, Eugen Des Montagnes, e Wolfgang von Ungern-Sternberg Alemanha, 1971 - 79 min / legendado electronicamente em português Em VISIONE DEL DESERTO, Gianikian e Ricci Lucchi montam imagens amadoras recolhidas por um explorador francês dos anos 20. Um filme nostálgico e fascinante onde a habitual “câmara analítica” dos realizadores confere ao material de arquivo toda uma nova aura. FATA MORGA- NA foi rodado em 1969 e, como o próprio título aponta, filma uma sucessão de miragens no deserto do Sahara. Concebido originalmente como um projecto de ficção científica (as palavras são do realizador), organiza-se em três partes distintas: criação, paraíso e a idade do ouro, cabendo a cada uma delas um narrador diferente, entre os quais Lotte Eisner. Se Herzog é conhecido por rodar em condições particularmente difíceis ou mesmo impossíveis, confessará que nenhum filme foi tão problemático como este em virtude das altas temperaturas do deserto. FATA MORGANA é apresentado em primeira exibição na Cinemateca. Qua. [07] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Sex. [09] 19:30 | Sala Luís de Pina TIBESTI TOO de Raymond Depardon França, 1976 - 35 min / legendado electronicamente em português UN HOMME SANS L’OCCIDENT de Raymond Depardon com Ali Hamit, Brahim Jiddi, Wodji Ouardougou França, 2003 - 105 min / legendado electronicamente em português Dois filmes que testemunham a grande paixão do fotógrafo/cineasta pelo deserto, retratado numa belíssima fotografia a preto e branco. Em TIBESTI TOO, verdadeiro poema visual, existem duas personagens principais: o povo Tubu, que vive isolado no deserto, e o próprio deserto, que o cineasta filma aqui pela primeira vez. Un Homme Sans L’Occident é o título de um romance francês de Diego Brosset. O filme conduz-nos à história das colónias francesas no início do século XX, quando o Ocidente procurava colonizar as tribos nómadas do Sahara. Alifa, o protagonista, é um jovem homem do deserto, adoptado por caçadores, que cresce no deserto e dele se serve para escapar à colonização. Separados por muitos anos, ambos os filmes são dotados de uma portentosa força visual, evidente na forma como Depardon filma a matéria do deserto, a areia, o vento, a luz, e o silêncio. UN HOMME SANS L’OCCIDENT é apresentado em primeira exibição na Cinemateca. Qua. [07] 22:00 | Sala Luís de Pina GREED Aves de Rapina de Erich von Stroheim com Gibson Rowland, ZaSu Pitts, Jean Hersholt Estados Unidos, 1924 - 130 min / mudo, intertítulos em inglês traduzidos em português Num Ciclo organizado em torno do deserto não poderia faltar GREED, com a sua magistral sequência final, tantas vezes citada na história do cinema: o confronto de McTeague e Marcus em pleno deserto, quando a temperatura ultrapassava os 40º. Com Murnau e Stiller, Stroheim é o único grande mestre do cinema a só ter trabalhado durante o período mudo. E só realizou obras-primas. GREED, que foi ocasião de uma das grandes guerras entre Stroheim e os produtores, retoma os grandes temas do realizador para fazer o retrato impiedoso de um mundo movido pela alcova e pelo dinheiro. O realismo “barroco” de Stroheim, a forma como a acumulação de sinais naturalistas acaba por conduzir a um delírio (também) figurativo, fulgurantemente presente em GREED, faz deste filme o cume da arte “maldita” de um dos mais radicais cineastas que alguma vez trabalhou em Hollywood. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  7. 7. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Qui. [08] 22:00 | Sala Luís de Pina Qua. [14] 19:30 | Sala Luís de Pina DESERT de Stan Brakhage Estados Unidos, 1976 - 11 min THE DESERT PEOPLE de David Lamelas Estados Unidos, 1974 - 50 min / legendado electronicamente em português A abrir esta sessão, que cruza o território do cinema experimental, um pequeno filme de Stan Brakhage que nos apresenta uma visão muito particular do deserto. David Lamelas descreverá DESERT PEOPLE como “um estudo sobre a produção cinematográfica americana”. Um carro com um grupo de pessoas atravessa o deserto, e o que se assemelharia a um clássico road movie, depressa é interrompido por um conjunto de entrevistas em que os viajantes descrevem as suas experiências numa reserva índia norte americana, e em que Manny, um membro da tribo Papago, nos fala sobre a extinção cultural do seu povo. Misturando os géneros, Lamelas confunde a fronteira entre realidade e ficção. Primeiras exibições na Cinemateca. Seg. [12] 19:30 | Sala Luís de Pina Qua. [14] 22:00 | Sala Luís de Pina LIFE WITHOUT DEATH de Frank Cole com Frank Cole Canadá, 2000 - 82 min / legendado electronicamente em português Frank Cole, cineasta de origem canadiana, desafia a morte escolhendo como oponente o deserto do Sahara. Um projecto extremamente insen- sato que se transforma em acontecimento cinematográfico pela forma como Cole filma a aridez da paisagem e a sua própria reacção ao deserto. Arriscando continuamente a própria vida, ignorando os interditos oficiais, e todos os perigos inerentes a tal projecto, Cole prossegue a sua busca obsessiva numa terra que inevitavelmente o condenará. Ter. [13] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro MOROCCO Marrocos de Josef Von Sternberg com Marlene Dietrich, Gary Cooper, Adolphe Menjou, Francis McDonald Estados Unidos, 1930 - 92 min / legendado em português O primeiro filme de Marlene nos EUA e aquele que a impôs definitivamente. Uma delirante história de amor, onde uma cantora troca a riqueza de Menjou pelo amor de um legionário (Gary Cooper). Uma cena que deu escândalo: Marlene cantando, vestida de homem, e quebrando um tabu do cinema ao beijar na boca uma cliente do cabaret. Um final que ficou lendário: Marlene seguindo a pé o seu “beau légionnaire” pelas areias do deserto. Ter. [13] 22:00 | Sala Luís de Pina THE SON OF THE SHEIK O Filho do Sheik de George Fitzmaurice com Rudolph Valentino, Vilma Banky, George Fawcett, Montague Love Estados Unidos, 1926 - 70 min / mudo, intertitulos em português O último filme de Rudolph Valentino, cuja súbita morte, a 23 de Agosto de 1926, aos 31 anos, causou uma onda de histeria das fans, como nunca se vira até então no cinema. Embora o físico de Valentino não impressione muito os espectadores de hoje, é fácil perceber por que motivo foi um sex symbol nos Estados Unidos dos anos 20. THE SON OF THE SHEIK é uma sequela de THE SHEIK, realizado cinco anos antes por George Melford. Trata-se de um típico filme de aventuras exóticas, em que Valentino, no papel titular, se apaixona por uma dançarina, cujo pai é chefe de um perigoso grupo de bandidos. Um filme que realça toda a fotogenia das dunas e que, com o seu par, muito contribuiu para firmar um género ligado ao deserto, que muito influenciou a própria produção egípcia de então. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  8. 8. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Qui. [15] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro ZABRISKIE POINT O Deserto das Almas de Michelangelo Antonioni com Marc Frechette, Daria Halprin, Rod Taylor, Paul Fix Itália, 1970 - 110 min / legendado electronicamente em português Comummente referido como o retrato épico do final da década de 1960 americana, ZABRISKIE POINT acompanha o encontro de duas persona- gens nesse sentido exemplares: uma estudante de antropologia envolvida na construção de uma aldeia no deserto de Los Angeles e um fugitivo à justiça por alegadamente ter morto um polícia durante uma manifestação estudantil que foge para esse mesmo deserto. Filmado a seguir a BLOW UP e na senda do sucesso alcançado por este filme, foi a “incursão americana” de Antonioni e um filme infinitamente menos saudado do que aquele que o antecedeu, mas que merece ser reconsiderado. Sex. [16] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro GERRY Gerry de Gus Van Sant com Matt Damon, Casey Affleck Estados Unidos, 2003 - 103 min / legendado em português Se GERRY é um filme centrado na trajectória de dois jovens perdidos no deserto, ao contrário de muitas das obras conotadas com este cenário, não re- mete para qualquer busca existencial. Matt Damon e Casey Affleck, que assumem o mesmo apelido – Gerry –, estão simplesmente perdidos, e avançam pela paisagem inóspita numa aventura sem esperança, que inaugura um interessante trabalho de Gus Van Sant sobre a duração. Descrito por Jean- -Michel Frodon como um projecto conceptual, dado o peso do lugar filmado, trata-se sem dúvida de um trabalho que assume o deserto como protagonista. Primeira exibição na Cinemateca. Seg. [19] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE MISFITS Os Inadaptados de John Huston com Clark Gable, Marilyn Monroe, Montgomery Clift, Eli Wallach, Thelma Ritter Estados Unidos, 1961 - 124 min / legendado em espanhol Escrito directamente para o cinema por Arthur Miller que escolheu Huston como realizador por considerá-lo o único capaz de conseguir levar a bom porto o projecto pensado para a sua então mulher, Marilyn Monroe, que arrisca compor a mais dramática personagem da sua filmografia. A preto e branco, no árido cenário do deserto do Nevada, THE MISFITS segue a história da desencantada Roslyn (Marilyn) que procura uma nova oportunidade de vida nos braços de um velho cowboy (Gable), ele próprio desajustado no mundo moderno. Um encontro entre o naturalismo de Gable e o “método” de Clift, Monroe e Wallach. Foi o último filme de Gable e foi o último filme de Marilyn, mais luminosa do que nunca. E é um filme em que as convenções do cinema clássico hollywoodiano já cedem lugar ao cinema moderno, como demonstra a prodigiosa sequência final filmada em Black Rock Desert. Ter. [20] 22:00 | Sala Luís de Pina THE WIND O Vento de Victor Sjöström com Lillian Gish, Lars Hanson, Montagu Love, Dorothy Cumming Estados Unidos, 1928 - 71 min / mudo, intertítulos em inglês traduzidos em português Talvez a obra-prima absoluta de Sjöström. Este grande mestre da paisagem no cinema troca as paisagens geladas dos seus filmes suecos pela aridez de um deserto americano. Um filme mudo que nos faz “ouvir” o assobio ameaçador do vento, que sopra com violência em volta de uma casa no deserto, onde uma mulher tem de lutar também contra a paixão desenfreada de um homem. Sjöström constrói uma atmosfera de pesa- delo com base apenas na sugestão. Um dos pontos altos do cinema mudo, reforçado pela presença inesquecível de Lillian Gish. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  9. 9. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Qua. [21] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro SIMON DEL DESIERTO Simão do Deserto de Luis Buñuel com Claudio Brook, Silvia Pinal México, 1965 - 45 min / sem legendas LA CICATRICE INTÉRIEURE de Philippe Garrel com Nico, Pierre Clémenti, Philippe Garrel França, 1970/71 - 57 min / legendado electronicamente em português SIMON DEL DESIERTO é o último filme mexicano de Buñuel. Previsto para ser uma longa-metragem, acabou reduzido a 45 minutos. Trata-se de uma das obras-primas absolutas do realizador. São Simão é um eremita no deserto, onde vive no alto de uma coluna, mas o Diabo vem tentá- lo várias vezes, sob a forma da bela Silvia Pinal, que acaba por levar a melhor. Um filme prodigioso. LA CICATRICE INTÉRIEURE é um dos mais célebres filmes de Garrel, e marca o seu primeiro encontro cinematográfico com Nico, a quem Garrel atribui quase o estatuto de co-autora do filme. Da paisagem desértica de Death Valley à Islândia, uma imagética poderosíssima, para uma reunião das origens e do fim, ligados por um gesto circular. Qui. [22] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro BITTER VICTORY Cruel Vitória de Nicholas Ray com Richard Burton, Curd Jurgens, Ruth Roman, Raymond Péllegrin Estados Unidos/França, 1957 - 102 min / legendado em português Uma das obras mais admiradas de Nicholas Ray, apesar de ter sido manipulada pelos produtores, à revelia do realizador. Richard Burton tem um dos melhores papéis da sua carreira na figura de um oficial que salva uma missão prejudicada pela cobardia do superior (Curd Jurgens) obcecado pela relação que o subalterno tivera com a sua mulher. A juntar a Burton e a Jurgens, o deserto, filmado em scope, ganha o estatuto de protago- nista ao acolher a inesquecível e belíssima sequência final. O deserto e o vento, o vento e o deserto. O filme que fez Godard, numa célebre critica nos Cahiers, dizer: “E o cinema é Nicholas Ray”. Sex. [23] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE LOST PATROL A Patrulha Perdida de John Ford com Victor McLaglen, Boris Karloff, Wallace Ford Estados Unidos, 1934 - 74 min / legendado electronicamente em português Uma patrulha inglesa, em missão no deserto da Mesopotâmia, é dizimada, homem por homem, por árabes invisíveis. Um grande clássico de John Ford, que terá outras versões no cinema, e retrata de forma magistral a paisagem do deserto. Um filme sobre a “múltipla areia, as suas dunas do medo, o seu calor do purgatório”, mas também sobre a morte e a solidão. Seg. [26] 22:00 | Sala Luís de Pina EL CANT DELS OCELLS O Canto dos Pássaros de Albert Serra com Lluís Carbó, Lluís Serrat Batle, Lluís Serrat Masanellas, Mark Peranson Espanha, 2008 - 98 min / legendado em português Os três Reis Magos atravessam o deserto em busca do Messias que acaba de nascer. Um filme que assume um tema mítico na sua base e que, centrandose na progressão destas três personagens na paisagem, retira toda a sua força daquilo que o próprio realizador descreverá como um “lirismo poético moderno”. Uma obra única que se destaca sobretudo pela forma como trabalha o tempo e a duração. Primeira exibição na Cinemateca. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  10. 10. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Ter. [27] 22:00 | Sala Luís de Pina THE GARDEN OF ALLAH O Jardim de Alá de Richard Boleslawski com Marlene Dietrich, Charles Boyer, Basil Rathbone Estados Unidos, 1936 - 80 min / legendado electronicamente em português Sendo este um dos primeiros filmes em Technicolor saído de Hollywood, é esta uma das primeiras ocasiões para vermos o deserto, mas também Marlene, a cores. É num Arizona com temperaturas escaldantes que simula o célebre deserto africano, e que transformará a rodagem num pesa- delo. Marlene é uma jovem rapariga aconselhada pela madre superiora de um convento a partir para o Sahara em busca de solidão e paz interior. Mas o filme tratará de um outro deserto: um Sahara extremamente povoado, com festins nas dunas, e muitas danças do ventre onde o exotismo se cruza com um certo kitsch. Qui. [29] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THREE GODFATHERS Três Padrinhos de John Ford com John Wayne, Pedro Armendáriz, Harry Carey Jr., Ward Bond, Ben Johnson, Mildred Natwick Estados Unidos, 1948 - 105 min / legendado electronicamente em português Os Reis Magos no Oeste, o que talvez explique o facto deste filme não ter tido distribuição comercial em Portugal. Segundo filme a cores de Ford (o primeiro foi DRUMS ALONG THE MOHAWK, de 1939), THREE GODFATHERS começa como um western “normal”, com um assalto a um banco e a fuga dos três assaltantes, e transforma-se numa parábola, em que os três bandidos têm de atravessar um deserto levando um recém- nascido. A mistura de western e parábola religiosa desconcertou à época, mas o uso do espaço é característico do período de grande maturidade de Ford. Sex. [30] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro LAWRENCE OF ARABIA Lawrence da Arábia de David Lean com Peter O’Toole, Alec Guiness, Anthony Quinn, Omar Sharif, Arthur Kennedy, Claude Rains Grã-Bretanha, 1962 - 187 min / legendado electronicamente em português Um dos mais célebres épicos da história do cinema, que voltou a consagrar David Lean junto da Academia de Hollywood, com vários oscars, entre eles o de Melhor Filme e Realizador. Peter O’Toole encarna o enigmático T.E. Lawrence, o oficial do exército inglês que conduz o povo árabe na luta contra a ocupação turca. A fotografia de Freddie Francis faz maravilhas com os desertos. INÉDITOS Na rubrica dedicada à apresentação de títulos nunca vistos em sala em Portugal, apresentamos estes mês o último filme de Philippe Grandrieux, UN LAC. Qua. [07] 19:30 | Sala Luís de Pina UN LAC de Philippe Grandrieux com Dimitry Kubasov, Natalia Rehorova França, 2008 - 90 min / legendado electronicamente em português A terceira longa-metragem de Philippe Grandrieux, que os espectadores da Cinemateca conhecem por SOMBRE, dos anos 90, aqui revelado ao público português. UN LAC, premiado no Festival de Veneza de 2008, conta uma história “minimalista”, para cinco personagens, à beira de um lago suíço, com a floresta e as montanhas por companhia. A “reconstituição de um espaço primitivo, primordial, essencial, ‘bigger than life’ à sua maneira” (Vincent Ostria). Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  11. 11. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | INSOMNIA – O FILME NEGRO EM EXPOSIÇÃO Em rima com a exposição de fotografias de Carlos Medeiros, de “inspiração noir”, que entre este mês e Julho pró- ximo ocupa o Espaço de exposições temporárias dos 39 Degraus, programamos seis sessões que mostram quatro dos mais clássicos filmes negros (OUT OF THE PAST, THE SET-UP, IN A LONELY PLACE e o seminal LAURA), uma sua exuberante variação em Technicolor (LEAVE HER TO HEAVEN) e um seu prenúncio (YOU ONLY LIVE ONCE). Qua. [07] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro OUT OF THE PAST O Arrependido de Jacques Tourneur com Robert Mitchum, Jane Greer, Kirk Douglas, Virginia Huston, Rhonda Fleming Estados Unidos, 1947 - 96 min / legendado em português Grande clássico do cinema americano dos anos 40, OUT OF THE PAST é um dos mais famosos filmes de Tourneur e de Robert Mitchum, para cuja carreira contribuiu definitivamente. Mitchum interpreta a figura de um homem que tenta refazer a sua vida, mas é “agarrado” pelo passado. Obra-prima do filme negro, OUT OF THE PAST joga, como poucos, na atmosfera e nos contrastes entre a luz e a sombra, o dia e a noite. Qui. [08] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro LEAVE HER TO HEAVEN Amar Foi a Minha Perdição de John M. Stahl com Gene Tierney, Cornel Wilde, Jeanne Crain, Vincent Price, Ray Collins Estados Unidos, 1945 - 110 min / legendado em português Um dos grandes melodramas da década de 40, feito num inacreditável Technicolor, com elementos de psicanálise, então na moda em Hollywood. Uma mulher, doentiamente fixada na figura do seu pai, casa com um homem que se lhe assemelha, e nele exerce um mórbido sentido de posse, acabando por se suicidar e encenar o acto como um crime, para que ele seja acusado. LEAVE HER TO HEAVEN é também uma variação estonte- antemente colorida do filme negro. Seg. [12] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE SET-UP Nobreza de Campeão de Robert Wise com Robert Ryan, David Clarke, Audrey Totter, George Tobias, Alan Baxter Estados Unidos, 1949 - 72 min / legendado em português Baseado num poema de Joseph March, THE SET-UP foi a última realização de Robert Wise para a RKO antes de uma mudança para a MGM. Robert Ryan (também ele praticante de boxe na juventude) é Stoker, um pugilista em fim de carreira, que, a meio de um dos seus últimos combates, fica a saber que o seu empresário recebeu dinheiro para que ele vá ao tapete, confiante que estava na sua derrota. Eficaz film noir sobre a corrupção no mundo do boxe que tem como imagem de marca a continuidade temporal (o tempo do combate), mecanismo que HIGH NOON, de Fred Zin- neman, voltou a utilizar três anos volvidos. Qui. [15] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro YOU ONLY LIVE ONCE Só Vivemos Uma Vez de Fritz Lang com Henry Fonda, Sylvia Sidney, Barton MacLane Estados Unidos, 1937 - 85 min / legendado em português O segundo filme americano de Fritz Lang, conta com Henry Fonda numa das suas mais fulgurantes interpretações: o papel de um homem cercado e sempre em fuga. Esta sua fuga é acompanhada por Sylvia Sidney, porque YOU ONLY LIVE ONCE conta também uma desesperada, mas incondi- cional, história de amor, com a Grande Depressão como pano de fundo. “É deste filme que ‘nascem’ obras que vão de GUN CRAZY e THE LIVED BY NIGHT a BONNIE AND CLYDE” (João Bénard da Costa). Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  12. 12. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Ter. [20] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro IN A LONELY PLACE Matar Ou Não Matar de Nicholas Ray com Humphrey Bogart, Gloria Grahame, Frank Lovejoy, Martha Stewart Estados Unidos, 1950 - 90 min / legendado em português IN A LONELY PLACE foi produzido pela sua estrela, Humphrey Bogart, e tem o cinema como pano de fundo. Bogart interpreta o papel de um argumentista suspeito de ter assassinado brutalmente uma jovem empregada de um restaurante, mas o filme é essencialmente um testemunho sobre a violência que todos temos dentro de nós. “Não se perde um olhar / não é verdade meu irmão Humphrey Bogart?”. Sex. [30] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro LAURA Laura de Otto Preminger com Gene Tierney, Dana Andrews, Clifton Webb, Vincent Price, Judith Anderson Estados Unidos, 1944 - 85 min / legendado em português Nesta obra-prima de Preminger, filme carismático de Gene Tierney, a mulher “que vem de entre os mortos”, surge, na sua primeira aparição, como imagem de um “sonho” que Dana Andrews tivesse na penumbra da sala, contemplando o retrato de Laura. Mulher sonhada e desejada, também, por uma singular personagem de escritor e cronista de rádio, um sibarita que deu a Clifton Webb o seu papel mais famoso. PETER BOGDANOVICH (INÍCIO) Cinéfilo, programador, historiador e crítico de cinema, realizador, argumentista, actor, é o que dele nos diz uma apresentação por tópicos. Foi nos anos 1970 de THE LAST PICTURE SHOW que Peter Bogdanovich se destacou como uma das figuras que então se revelaram interpondo-se entre duas eras, a Nova e a Velha Hollywood, segun- do a expressão consagrada. A importância da sua obra estende-se aos vários domínios em que a tem exercido, prolífera e variadamente ao longo das últimas décadas, sempre soprado por uma paixão alicerçada num sólido conhecimento do cinema clássico americano. Como realizador, nos últimos anos tem sobretudo assinado filmes para televisão. O último, até à data, realizado para cinema é THE CAT’S MEOW (2001), um filme de época que segue a história semi-verídica de um assassinato ocorrido no iate de William Randolph Hearst em 1924, levando-nos de volta aos meandros de Hollywood. Em 2006, voltou a uma das suas primeiras obras, que remontou em nova versão, DIRECTED BY JOHN FORD, o tal filme em que, no cenário de Monument Valley, pergunta a Ford como realizou ele os seus filmes, recebendo como resposta lapidar a célebre tirada, “With a camera.” De uma forma ou de outra, a reflexão em torno de Hollywood marca os filmes de Bogdanovich desde, pelo menos, THE LAST PICTURE SHOW, a fulgurante obra prima que escolhemos para abrir esta retrospectiva. Começou a carreira como actor, como aluno de Stella Adler e deu largas à paixão pelo cinema como programador no MoMA, onde organizou retrospectivas importantes de autores à época esquecidos ainda que os seus nomes fossem Howard Hawks, Alfred Hitchcock ou Orson Welles. Como historiador e como crítico, publicou e entrevistou grandes realizadores do cinema clássico americano: Ford e Welles, sobre cuja obra é uma reconhecida autoridade, mas também Fritz Lang, Leo McCarey, Allan Dwan ou Joseph H. Lewis. Publicou ainda sobre actores, sendo um dos seus últimos livros, de 2004, Who the Hell’s in It: Conversations with Hollywood’s Legendary Actors, título que rima com a edição de 1997, Who The Devil Made It: Conversations with Legendary Film Directors. Foi na época em que escrevia no MoMA e nas páginas da Esquire sobre cinema clássico americano que despertou a atenção de Roger Corman, que lhe produziria TARGETS, lançando-o como autor de mote próprio. Ao longo das décadas seguintes, assinou obras que evocam os “velhos” géneros de estúdio. Mais feliz nos anos 1970 iniciais, mais incompreendido nos 1980 em termos de recepção pública, começando a década de 1990 por um belíssimo regresso a THE LAST PICTURE SHOW com TEXASVILLE, Bogdanovich tornou-se entretanto um realizador mais esparso. Que importa, ver, rever, descobrir ou redescobrir. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  13. 13. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Qui. [08] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Sex. [09] 22:00 | Sala Luís de Pina THE LAST PICTURE SHOW A Última Sessão de Peter Bogdanovich com Timothy Bottoms, Jeff Bridges, Cybill Shepherd, Cloris Leachman, Ellen Burstyn Estados Unidos, 1971 - 115 min / legendado em português 1951. A vida de um grupo de adolescentes numa pequena cidade do Texas. A passagem para a idade adulta, as primeiras desilusões e o fim de uma época, representado pelo encerramento da única sala de cinema da localidade e pelo embarque de alguns para a guerra na Coreia. Nos- talgia do passado, requiem pelo cinema clássico americano e alegoria dos dramas presentes em 1971, com a Coreia sugerindo o Vietname. THE LAST PICTURE SHOW é a segunda longa-metragem de ficção de Bogdanovich e foi filmado no mesmo ano do documental DIRECTED BY JOHN FORD, dois filmes fundamentais na sua obra e dois filmes que evocam e trabalham a sua cinefilia. Sex. [09] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Ter. [13] 19:30 | Sala Luís de Pina WHAT’S UP DOC? Que se Passa, Doutor? de Peter Bogdanovich com Ryan O’Neal, Barbra Streisand, Madeline Kahn, Kenneth Mars, Austin Pendleton Estados Unidos, 1972 - 96 min / legendado electronicamente em português A screwball comedy de Howard Hawks está na origem de WHAT’S UP DOC?, cujas referências directas Bogdanovich identificou como BRINGING UP BABY e BALL OF FIRE. O ambiente é São Francisco. A intriga centra-se em quatro malas de viagem e nos seus respectivos proprietários, dando azo a toda a espécie de equívocos. O par romântico é formado por Barbra Streisand e Ryan O’Neal, este último vindo de LOVE STORY, tear-jerker de grande sucesso do ano inicial da década de 1970. WHAT’S UP DOC? brinca com isso e põe o seu protagonista a repetir uma frase famosa do filme anterior: “Love means never having to say you’re sorry.” Seg. [12] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Qui. [15] 19:30 | Sala Luís de Pina PAPER MOON Lua de Papel de Peter Bogdanovich com Ryan O’Neal, Tatum O’Neal, Madeline Kahn, John Hillerman, P. J. Johnson, Randy Quaid Estados Unidos, 1973 - 103 min / legendado electronicamente em português Na terceira longa-metragem, Bogdanovich reincidiu na comédia e voltou ao preto e branco. O argumento parte de um romance de Joe David Brown (Addie Pray), decorrendo o filme durante o período da Grande Depressão no estado do Kansas, com Ryan e Tatum O’Neal (em estreia no cinema) a assumir, como na vida real, os papeis de pai e filha. Por aqui pairam sombras de Ford e de THE WIZARD OF OZ. “É justo, racional e sa- lutar que neste filme, convocador de todas as memórias, se comece por invocar a memória de Dorothy-Judy Garland” (João Bénard da Costa). Qua. [14] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Sex. [16] 22:00 | Sala Luís de Pina DAISY MILLER Daisy Miller – Uma Mulher às Direitas de Peter Bogdanovich com Cybil Shepherd, Barry Brown, Cloris Leachman, Mildred Natwick Estados Unidos, 1974 - 91 min / legendado electronicamente em português Para esta adaptação da novela homónima de Henry James (sobre um par de americanos que se conhecem durante uma viagem pela Europa), Bogdanovich tentou que fosse o seu amigo Orson Welles a encarregar-se da realização, ficando ele, Bogdanovich, como produtor e actor, a contracenar com a namorada Cybil Shepherd. Como Welles recusou, foi Bogdanovich quem realizou. Achincalhado pela crítica e ignorado pelo público, DAISY MILLER foi um flop. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  14. 14. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sex. [16] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Seg. [19] 19:30 | Sala Luís de Pina AT LONG LAST LOVE de Peter Bogdanovich com Burt Reynolds, Cybil Shepherd, Madeline Kahn Estados Unidos, 1975 - 118 min / legendado electronicamente em português Foi a partir deste filme que a carreira de Peter Bogdanovich começou a dar para o torto. AT LONG LAST LOVE era um ambicioso projecto de homenagem e recuperação do musical clássico americano – mas a maioria do público e da crítica do seu tempo julgou-o ridículo e o filme foi um flop monumental. Custa a acreditar, mas ainda hoje se escreve (na América, sobretudo) que AT LONG LAST LOVE é “uma vergonha” e “uma nódoa” na filmografia de Bogdanovich. Um magnífico filme infame, é o que ele é. Ter. [20] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Qui. [22] 22:00 | Sala Luís de Pina TARGETS Alvos de Peter Bogdanovich com Boris Karloff, Tim O’Kelly, Arthur Peterson Estados Unidos, 1968 - 90 min / legendado electronicamente em português O primeiro filme “a sério” de Peter Bogdanovich, rodado para a “fábrica” de Roger Corman. Bogdanovich era, da nova geração, aquele que mais amizades tinha entre os veteranos de Hollywood – diz-se que Samuel Fuller terá colaborado, sem crédito no genérico, na escrita do argumento. Variação low budget do modelo do filme de terror, TARGETS utiliza footage de um filme de Corman (THE TERROR) e Bogdanovich inventou uma história para aproveitar Boris Karloff, disponível para dois dias(!) de rodagem. Sem surpresa, TARGETS ficou parcialmente transformado em ho- menagem ao veterano actor de FRANKENSTEIN, que morreu no ano seguinte. A sessão de dia 20 é antecedida da curta-metragem ESERCIZIO DI LINGUA: Ver entrada em “Ante-estreias”. Sex. [23] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Ter. [27] 19:30 | Sala Luís de Pina NICKELODEON O Vendedor de Sonhos de Peter Bogdanovich com Ryan O’Neal, Tatum O’Neal, Burt Reynolds, Brian Keith, Stella Stevens, John Ritter Estados Unidos, 1976 - 121 min / legendado electronicamente em português Diz Bogdanovich que este filme se baseia em histórias verídicas que lhe foram contadas por Allan Dwan e Raoul Walsh, a quem agradece no genérico, reforçando o facto de NICKELODEON ser um tributo aos realizadores americanos pioneiros. A acção narrativa centra-se na personagem de um jovem advogado que acidentalmente conhece um produtor de cinema e assim se descobre argumentista, começando uma bela carreira que em pouco tempo o torna realizador. O êxito de repetidas rodagens atiça a competição e põe em marcha planos de sabotagem. Primeira exibição na Cinemateca. Seg. [26] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Qua. [28] 22:00 | Sala Luís de Pina SAINT JACK Noites de Singapura de Peter Bogdanovich com Ben Gazzara, Denholm Elliott, James Villiers, Joss Ackland Estados Unidos, 1979 - 112 min / legendado electronicamente em português Marcado pelo desastre da recepção pública de AT LONG LAST LOVE e, menos dramaticamente, NICKELODEON, Bogdanovich recorreu ao antigo mestre Roger Corman para produzir SAINT JACK, que resultou num dos seus melhores filmes. A história é a de um americano na Singapura dos anos 1970, que tenta fazer fortuna com a exploração de um bordel, a convite da CIA, para os soldados americanos em combate no Vietname. “Penso que SAINT JACK representou mais um regresso do que uma reviravolta. Foi um regresso ao básico. E um passo noutra direcção. (…) Percebi que tinha recuar e voltar a fazer como em TARGETS. Muito baixo orçamento, sujo” (Peter Bogdanovich). Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  15. 15. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Ter. [27] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro Sex. [30] 19:30 | Sala Luís de Pina THEY ALL LAUGHED Romance em Nova Iorque de Peter Bogdanovich com Audrey Hepburn, Ben Gazzara, John Ritter, Dorothy Stratten, Collen Camp Estados Unidos, 1981 - 110 min / legendado em português O travo melancólico dos filmes de Bogdanovich numa peregrinação romântica a Nova Iorque, em que se cruzam as referências a BREAKFAST AT TIFFANY’S (a atmosfera de Greenwich Village dos anos 1960) e a Husbands de Cassavetes (a boémia de Times Square nos anos 1970) com um romance, algo nostálgico, algo serôdio, entre Audrey Hepburn e Ben Gazzara, que não disfarçam a idade. Belíssimo e pungente. Qua. [28] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro Sex. [30] 22:00 | Sala Luís de Pina MASK A Máscara de Peter Bogdanovich com Cher, Eric Stoltz, Sam Elliott, Estelle Getty, Laura Dern, Harry Carey Jr. Estados Unidos, 1985 - 120 min / legendado electronicamente em português Para Bogdanovich, MASK foi o filme do sucesso comercial e de desentendimentos vários (com o produtor pelo “final cut” e pelas intromissões na banda sonora, onde há canções de Bob Seager em vez de Bruce Springsteen, o desejo do realizador; com a actriz protagonista durante a rodagem, se bem que Cher tenha conquistado o prémio de melhor actriz no Festival de Cannes de 1985). A história é baseada na vida prematu- ramente interrompida de Roy L. “Rocky” Dennis, um rapaz que sofria de uma doença rara. Qui. [29] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro ILLEGALLY YOURS Ilegalmente Tua de Peter Bogdanovich com Rob Lowe, Colleen Camp, Jessica James, Rick Jason, Kenneth Mars Estados Unidos, 1988 - 102 min / legendado em português Na obra de Bogdanovich, fica entre MASK e TEXAS VILLE, a fabulosa obra de regresso a THE LAST PICTURE SHOW. A acreditar na opinião de Bogdanovich, ILLEGALLY YOURS é um dos seus piores filmes: “Não estou certo, mas pode bem ser o meu castigo por me ter posto do lado errado de todos esses executivos de estúdio enquanto rodava MASK três anos antes.” Trata-se de uma comédia recheada de percalços e intrincados episódios que envolvem uma relação amorosa, um crime, chantagem e perjúrio. A canção tema do filme é cantada por Johnny Cash. Primeira exibição na Cinemateca. Segunda exibição em Março F FOR FAKE É sob o signo da fraude que se organiza este Ciclo, que adopta o título da obra-prima de Welles. Se a figura do falsário há muito se havia começado a impor como uma omnipresença no universo de Orson Welles, é em F FOR FAKE que adquire todo o seu esplendor. Não se trata aqui de um simples mentiroso, mas de uma personagem sem limites, que condiciona todas as outras, e a integralidade da narrativa. É este tipo de filmes, em que a narra- ção deixa de se pretender verídica, para se abrir aos “poderes do falso” (o termo é de Gilles Deleuze), que este Ciclo aborda. Filmes que, pelos mais diversos meios, sublinham a coexistência de temporalidades, situações e personagens irreconciliáveis, que tanto abrangem o planeta simulado de CAPRICORN ONE, a vida falsa do pro- tagonista de L’ADVERSAIRE, a biografia totalmente ficcionada de Emmett Ray, ou as realidades enganadoras de TO BE OR NOT TO BE e de INGLOURIOUS BASTERDS. Trabalhos que, convocando explicitamente o falso no cine- ma, o libertam da verdade, revelando-o, não como verdadeiro ou falso, mas como uma arte de prestidigitação. Sex. [09] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro F FOR FAKE de Orson Welles Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  16. 16. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | com Orson Welles, Oja Kodar, Elmyr de Hory, Clifford Irving, Joseph Cotten França/Irão, 1974 - 88 min / legendado em espanhol Um dos mais insólitos filmes de Orson Welles, fabulosa incursão no mundo da ilusão, da fraude e da mentira. Welles prestidigitador, mestre de magia, traz até nós a presença de falsificadores célebres, na pintura (Elmyr de Hory) e na escrita (Clifford Irving, autor de uma falsa autobiografia de Howard Hughes) e mostra como o cinema é a arte suprema dessas ilusões. Particularmente o seu. Qui. [15] 22:00 | Sala Luís de Pina CAPRICORN ONE Capricórnio Um de Peter Hyams com Elliot Gould, James Brolin, Hal Hailbrook Estados Unidos, 1978 - 112 min / legendado electronicamente em português Uma conspiração em torno da primeira missão tripulada por humanos a Marte. Tudo parece correr bem até que, pouco antes da partida, os astronautas são retirados da nave especial e encerrados num estúdio no meio do deserto, onde são forçados a simular a viagem. Uma reflexão em torno do papel enganador das imagens que, como muita da ficção científica contemporânea, coloca a questão: como distinguir o real da sua simulação? Sex. [16] 19:30 | Sala Luís de Pina L’ADVERSAIRE O Adversário de Nicole Garcia com Daniel Auteuil, Géraldine Pailhas, François Cluzet, Emmanuelle Devos França/Espanha, 2002 - 129 min / legendado electronicamente em português Inspirado em factos reais, o filme adapta a história de Jean-Claude Romand: um homem que em 1993 assassinou toda a sua família, falhando de seguida o suicídio. Investigações posteriores revelam 18 anos de uma vida imersa na mais pura mentira. Em L’ADVERSAIRE Nicole Garcia escolheu assim acompanhar esta personagem trágica na ficção de uma suposta normalidade. Primeira exibição na Cinemateca. Seg. [19] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro TO BE OR NOT TO BE Ser Ou Não Ser de Ernst Lubitsch com Carole Lombard, Jack Benny, Robert Stack Estados Unidos, 1942 - 97 min / legendado electronicamente em português O mundo real e o da representação, confundidos nesta comédia genial em que um grupo de actores, para fugir de Varsóvia ocupada pelos nazis, é obrigado a encenar na realidade a peça que preparava para o palco. O último filme de Carole Lombard. Qua. [21] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro A HISTORY OF VIOLENCE Uma História de Violência de David Cronenberg com Viggo Mortensen, Ed Harris, Maria Bello, William Hurt Estados Unidos, 2005 - 96 min / legendado em português “Lido” por muitos como uma reflexão sobre o estado de tensão em que vive o mundo contemporâneo (e particularmente a América) desde o 11 de Setembro de 2001, A HISTORY OF VIOLENCE conta o que acontece a um homem (e à sua família) depois de um heróico acto de auto-defesa fazer recair sobre ele quer a atenção dos media quer as de um misterioso “gang”. Haverá alguma coisa escondida no passado dele, alguma “história de violência”? Qui. [22] 19:30 | Sala Luís de Pina PARADE Parada de Jacques Tati Jacques Tati e diversos artistas de circo França, 1973 - 82 min / legendado em português Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  17. 17. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Filmado em vídeo e transposto para película. PARADE veio a ser o último filme de Tati, “o maior cómico francês desde Max Linder”, na opinião de um ilustre crítico. Neste filme crepuscular, Tati abandona a sua personagem de Monsieur Hulot, porque “no circo, todos são Hulot, todos entram na dimensão mágica, lúdica, da vida” (José Navarro de Andrade). Sex. [23] 19:30 | Sala Luís de Pina SWEET AND LOWDOWN Através da Noite de Woody Allen com Sean Penn, Samantha Morton, Uma Thurman Estados Unidos, 1989 - 95 min / legendado em espanhol Um falso biopic sobre uma personagem totalmente inventada por Woody Allen: Emmett Ray, o segundo melhor guitarrista de jazz do mundo. Uma divertida reconstituição da América dos anos 30 com a música como pano de fundo. Primeira exibição na Cinemateca. Sáb. [24] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro PROFESSIONE: REPORTER Profissão: Repórter de Michelangelo Antonioni com Jack Nicholson, Maria Schneider, Jenny Runacre, Ian Hendry Itália/França/Espanha, 1975 - 126 min / legendado em português Ver entrada em “História Permanente do Cinema”. Qua. [28] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro INGLOURIOUS BASTERDS Sacanas sem Lei de Quentin Tarantino com Brad Pitt, Melanie Laurent, Christoph Waltz, Eli Roth Estados Unidos, 2009 - 154 min / legendado em português Numa sala de cinema, durante a grande estreia de um filme de propaganda nazi em que o próprio Hitler deveria marcar presença, vários grupos opositores ao regime cruzam-se com um objectivo comum: a destruição do III Reich. Este é o centro do inventivo INGLOURIOUS BASTERDS, o último filme de Tarantino, nomeado para vários Óscares entre os quais o de melhor argumento. Christoph Waltz acaba de receber o prémio para melhor actor secundário. Primeira exibição na Cinemateca. HISTÓRIA PERMANENTE DO CINEMA Na História Permanente deste mês, demos particular atenção à magnífica produção americana dos anos 30 e 40, apresen- tando obrasprimas em três géneros em que o cinema de Hollywood fez maravilhas: a comédia, sentimental ou maluca (Ir- ving Reis e o grande James Whale), o filme de gangsters (Raoul Walsh) e o musical de Busby Berkeley. Também propomos uma tardia comédia dos anos 60 do mestre Billy Wilder. Do cinema europeu, clássicos de Ophuls, Chabrol e Antonioni, além de um dos primeiros filmes de Bergman. Poderemos ver ainda o penúltimo filme de Yasujiro Ozu, o inacabado e póstumo último filme de Nicholas Ray e um raríssimo filme alemão de 1935, que foi imediatamente proibido pelo regime nazi. No domínio do cinema mudo, o mais ambicioso filme de Jean Renoir deste período e duas raridades: um melodrama social francês e uma comédia sofisticada alemã. Tudo “a não perder”. Sáb. [10] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE FORTUNE COOKIE Como Ganhar um Milhão de Billy Wilder com Jack Lemmon, Walter Matthau, Rin Rich, Cliff Osmond Estados Unidos, 1966 - 124 min / legendado em espanhol Brilhante comédia por um dos mestres do género, este foi o filme que marcou o encontro de uma dupla, Lemmon-Mathau. É também uma das obras mais cínicas de Billy Wilder, com Mathau na figura de um advogado sem escrúpulos que convence Lemmon a exagerar um acidente que sofrera, forçando o cúmplice a uma imobilidade inesperada, o que suscita inúmeros e impagáveis gags. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  18. 18. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sáb. [10] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro KOHAYAGAWA-KE NO AKI “Fim de Verão” ou “O Outono da Família Kohayagawa” de Yasujiro Ozu com Ganjiro Nakamura, Setsuko Hara, Yoko Tsukasa, Chieko Naniwa Japão, 1961 - 98 min / legendado electronicamente em português O título deste filme, o penúltimo do mestre japonês, significa literalmente “O Outono da Família Kohayagawa”, mas é normalmente conhecido pela tradução literal do título comercial francês: “Fim de Verão”. Como de costume, nesta fase final, Ozu tece variações sobre um tema único: a família japonesa e a sua dissolução, neste caso um pequeno industrial de Osaka, que encontra uma antiga amante em cuja casa vem a morrer. Realizado com o absoluto rigor formal que caracteriza o cinema de Ozu na maturidade (planos fixos, câmara baixa) e em esplêndidas cores, KOHAYAGAWA-KE NO AKI é um filme sobre o adeus à vida. Mas um adeus alegre e despreocupado. Sáb. [10] 19:30 | Sala Luís de Pina NANA de Jean Renoir com Catherine Hessling, Jean Angelo, Werner Krauss França, 1926 - 110 min / mudo, intertítulos em francês, traduzidos electronicamente em português NANA é certamente o mais ambicioso dos poucos filmes mudos de Renoir. Uma sumptuosa adaptação do magnífico romance homónimo de Zola, à luz do realismo grotesco de Stroheim, cuja influência Renoir reconheceu explicitamente. Última colaboração de Renoir com Catherine Hessling, que foi a sua primeira mulher e tem uma performance absolutamente extravagante no papel de uma cortesã parisiense. Sáb. [10] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro FÄNGELSEE “A Prisão” de Ingmar Bergman com Doris Svendlund, Birger Malmsten, Eve Henning Suécia, 1948 - 80 min / legendado electronicamente em português Este foi o sexto filme de Ingmar Bergman e costuma ser considerado o primeiro em que o seu universo pessoal se manifesta de modo nítido, uma opinião que o realizador compartilhava: “Com este filme, comecei a encontrar o meu próprio pathos”. Um realizador de cinema é contactado por um dos seus ex-professores, que lhe sugere um tema para um filme: o diabo declarou a terra como o lugar do inferno. O realizador gosta da ideia e escolhe como protagonista um jovem prostituta. “Uma surpreendente lição de modernidade e um filme básico para a compreensão da obra de Bergman” (João Bénard da Costa). Sáb. [10] 22:00 | Sala Luís de Pina WE CAN’T GO HOME AGAIN de Nicholas Ray com Nicholas Ray, Leslie Levinson, Denny Fischer, Tom Farrell, Jane Weymann Estados Unidos, 1971-1980 - 93 min / legendado em português Último projecto de Nicholas Ray, feito no difícil período final da sua vida. A versão montada por Susan Ray, a partir das nove horas de material inacabado deixadas por Ray, foi estreada no Festival de Roterdão em 1980. A cópia de Roterdão ardeu e entre as raras cópias que subsistiram conta-se a que foi adquirida em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian, entretanto depositada na Cinemateca (segundo Serge Daney, “nenhuma cinemateca poderá dormir em paz se não tiver nas suas reservas uma cópia de WE CAN’T GO HOME AGAIN”). Filmado em 35, 16, super 8, 8 mm e em vídeo, utilizando a técnica do split-screen, o incompleto WE CAN’T GO HOME AGAIN (expressão que significa “não se pode voltar ao passado”) é o requiem da obra de Nicholas Ray. Sáb. [17] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE BACHELOR AND THE BOBBY-SOXER O Solteirão e a Pequena de Irving Reis com Cary Grant, Myrna Loy, Shirley Temple, Rudy Vallee, Ray Collins Estados Unidos, 1947 - 95 min / legendado em português Comédia romântica (embora o argumento se assemelhe ao de uma screwball comedy) com Cary Grant no papel de um playboy que é a paixão de uma adolescente, Shirley Temple (o filme foi lançado como o primeiro papel “adulto” da ex-menina prodígio). Decidida a conquistá-lo, ela entra subrepticiamen- te no seu apartamento, onde é descoberta pela irmã, Myrna Loy, juíza de profissão, que irá condenar o conquistador a namorar oficialmente a irmã. Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  19. 19. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | Sáb. [17] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro THE ROARING TWENTIES Heróis Esquecidos de Raoul Walsh com James Cagney, Humphrey Bogart, Priscilla Lane, Gladys George Estados Unidos, 1939 - 104 min / legendado em português Um filme de gangsters que procura explicar no seu preâmbulo as razões porque muitos homens foram levados ao crime organizado nos Estados Unidos nos anos 20: após o regresso dos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial, foi-lhes recusada qualquer oportunidade de reinserção social. James Cagney é um desses heróis de guerra, agora esquecidos, que a sociedade marginalizou e que aproveita a Lei Seca para fazer fortu- na, com o seu companheiro de combate e de crime, Humphrey Bogart. Um dos mais vibrantes e violentos filmes de gangsters de sempre. Sáb. [17] 19:30 | Sala Luís de Pina LA LUTTE POUR LA VIE de Ferdinand Zecca & René Leprince com René Alexandre, Gabriel Signoret, Louis Ravelt, Gabrielle Robine França, 1914 - 79 min / mudo, intertítulos em francês, traduzidos electronicamente em português Realizado num período de transição do cinema, este filme é um importante exemplo “de um daqueles interregnos, quando o antigo já não existe e o novo ainda não nasceu” (Jean Roy). Realizador, produtor e administrador, Ferdinand Zecca era um dos principais nomes da Pathé, a produtora do filme. A história é um melodrama social, em que depois de muitas desgraças um honesto proletário acaba por ser recompensado. Mas o que conta é a realização, sobretudo os notáveis planos de conjunto e uma extraordinária travessia de Paris em estilo documental. Sáb. [17] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro MADAME DE… Madame De… de Max Ophuls com Danielle Darrieux, Charles Boyer, Vittorio de Sica França, 1953 - 100 min / legendado electronicamente em português Esta obra-prima de Ophuls forma como que uma trilogia com dois outros filmes do realizador sobre amores femininos fracassados, LIEBELEI e LETTER FROM AN UNKNOWN WOMAN, dos quais são retomadas algumas situações idênticas. Baseado num romance de Louise de Vilmorin e situado em fins do século XIX, o filme conta a história de um triângulo amoroso e de um par de brincos oferecidos pelo marido à mulher, que os vende e, mais tarde, os recebe como prenda do amante, que de nada sabia. Sáb. [17] 22:00 | Sala Luís de Pina DER STAHLTIER “O Animal de Aço” de Willy Zielke com Aribert Mog e os operários da oficina ferroviária de Munique-Freimann Alemanha, 1935 - 75 min / legendado em francês Um dos filmes mais míticos da produção da Alemanha do III Reich, pois foi proibido, só tendo sido distribuído em 1954, numa versão truncada. O seu realizador foi internado num asilo psiquiátrico (segundo algumas fontes, devido a intrigas de Leni Riefenstahl, de quem Zielke foi um dos operadores de câmara em O TRIUNFO DA VONTADE). Um engenheiro que acaba de desenhar uma nova locomotiva conta aos operários a história dos grandes inventores de locomotivas, antes de lançar a sua máquina em movimento. Um dos motivos da proibição do filme foi sem dúvida “o seu formalismo frenético, que é aplicado ao mundo do trabalho de modo estetizante, mas sem idealização ideológica. O aspecto mais marcante do filme é o seu lado obsessivo” (Edgardo Cozarinsky). Uma obra rara, a descobrir. Sáb. [24] 15:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro LE BEAU SERGE Um Vinho Difícil de Claude Chabrol com Gérard Blain, Jean-Claude Brialy, Bernadette Lafont França, 1958 - 97 min / legendado electronicamente em português Cronologicamente LE BEAU SERGE pode ser considerado como o primeiro filme da Nouvelle Vague, embora não tenha sido realizado no estilo Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30
  20. 20. C I NEM AT E CA P O R TUG UES A MUS EU DO C I N E M A | Programação | mais característico dos cineastas daquele grupo e tenha uma factura mais clássica. Foi o seu sucesso que ajudou a criar, junto do público e da imprensa, a predisposição para um bom acolhimento dos filmes com o carimbo “NV” que não tardaram a seguir-se. Pelo tema (ácida observação da burguesia rural) e pelo estilo (permanente alternância do ponto de vista narrativo), LE BEAU SERGE é já típico do futuro cinema de Chabrol, para mais revelando três actores (Blain, Brialy, Lafont) que fariam longas carreiras, dentro e fora da Nouvelle Vague. Sáb. [24] 19:00 | Sala Dr. Félix Ribeiro DAMES de Ray Enright, Busby Berkeley com Joan Blondell, Dick Powell, Ruby Keeler, Zasu Pitts Estados Unidos, 1934 - 90 min / legendado em português DAMES, uma das mais famosas produções da Warner, esteve para se chamar GOLD DIGGERS OF 34, na sequência do grande sucesso do ano anterior. Como nos outros filmes da série, o argumento é secundário e resume-se às mesmas linhas de força: a tentativa de um grupo de actores para porem em cena um espectáculo musical. A essência do filme está nos números musicais com, entre outros, as músicas de Al Dubin e Harry Warren e os bailados encenados pelo genial Busby Berkeley. Destacam-se o que dá o título ao filme e o prodigioso I Only Have Eyes for You. Sáb. [24] 19:30 | Sala Luís de Pina EVE IN SEIDE “Eva na Seda” de Carl Boese com Lissi Arna, Walter Rilla, Margarete Kupfner Alemanha, 1928 - 95 min / mudo, intertítulos em francês, traduzidos electronicamente em português Carl Boese foi um prolífico realizador de filmes populares na Alemanha e co-assinou DER GOLEM, um dos clássicos do cinema, com Paul Wegener. EVA IN SEIDE narra a extravagante história de uma mulher tirada da rua por um protector e transformada numa criatura cortejada pelos meios da alta sociedade (em Berlim, Paris e Monte-Carlo), enquanto o homem escreve um romance sobre a aventura que ela está a viver. Muitos críticos consideram EVA IN SEIDE uma tentativa alemã de fazer uma comédia “americana”, à maneira das de Cecil B. DeMille. No entanto, a influência dos emigrados alemães em Hollywood foi enorme, a começar pela do rei da comédia sofisticada, Ernst Lubitsch. Seja como for, o filme é um bom exemplo do cinema comercial alemão do período mudo, que ficou encoberto pelas numerosas obras-primas realizadas em Berlim nos anos 20. Sáb. [24] 21:30 | Sala Dr. Félix Ribeiro PROFESSIONE: REPORTER Profissão: Repórter de Michelangelo Antonioni com Jack Nicholson, Maria Schneider, Jenny Runacre, Ian Hendry Itália/França/Espanha, 1975 - 126 min / legendado em português Ao contrário do “mal amado” ZABRISKIE POINT, PROFISSÃO REPÓRTER foi uma obra adoptada pelos espectadores de Antonioni desde a primeira hora, cedo rotulada como uma obra-prima. É o filme em que Maria Schneider é uma rapariga sem nome e Jack Nicholson uma personagem que troca de identidade entre dois movimentos de câmara. Estreado em Portugal em 1978, PROFISSÃO REPÓRTER foi reposto no circuito comercial em 2006. Sáb. [24] 22:00 | Sala Luís de Pina REMEMBER LAST NIGHT? de James Whale com Edward Arnold, Constance Cummings, Robert Young, Robert Armstrong Estados Unidos, 1935 - 81 min / legendado em português Realizado entre THE BRIDE OF FRANKENSTEIN e SHOWBOAT, este tresloucado e injustiçado filme era o preferido de James Whale entre todos aqueles que fez (ex aqueo com THE INVISIBLE MAN). Foi também um dos seus projectos mais pessoais, pois foi ele quem sugeriu ao estúdio que comprasse os direitos do romance THE HANGOVER MURDERS, cujo título resume a acção: depois de uma festa absolutamente louca, descobre- se pela manhã o cadáver do dono da casa na sua cama. Mas como todos beberam litros de álcool, ninguém se lembra do que aconteceu. O resultado é de “uma loucura tão desinibida que em muitas sequências o espectador fica de cabeça perdida, pelo esforço que tem de dispender para saborear tudo sem perder nada” (Frederico Lourenço). Programa sujeito a alterações • Preço dos bilhetes: 2,5 Euros • Horário da bilheteira: De Segunda a Sábado, 14:30 - 15:30 e 18:00 - 22:00 • Não há lugares marcados - Os bilhetes para as sessões só serão vendidos no dia em que as mesmas se realizam • Sala 6 X 2, Sala dos Carva- lhos e Sala dos Cupidos, de Segunda a Sábado, 13:30-22:00 - entrada gratuita • Amigos da Cinemateca / Marcação de Bilhetes: Tel. 21 359 62 62 -Os Amigos da Cinemateca têm direito a 2 bilhetes, mas o bilhete do(a) acompanhante é vendido sem desconto. • Classificação Geral dos Espectáculos: Maiores de 12 anos • Informação diária sobre a programação: Tel. 21 359 62 66 • Transportes: Metro: Marquês de Pombal, Avenida • Bus: 2, 9, 36, 44, 45, 90, 91, 732, 746 • Venda das EDIÇÕES DA CINEMATECA no Centro de Documentação/Biblioteca • Espaço dos 39 Degraus: Restaurante/Bar de Segunda a Sábado, das 12:30 às 00:30 • Biblioteca, de Segunda a Sexta, 14:00 - 19:30

×