Asterix pt28 - as 1001 horas de asterix

458 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Asterix pt28 - as 1001 horas de asterix

  1. 1. V
  2. 2. GÁLIA e. *Yi (CONQVISTA ROMA1ÉA)Í'53 t_ u/ m' x1 › SOAC. ~«-Fgk. , , ça , ” ' ( ' N "* ' CELTICA , , _ _ t» r* i f- / L WF_ › me " 'i PROVÍNCIA AQVITAN ROMANA_ Estamos no ano 50 antes de Cristo. Toda a Gália foi ocupada pelos ro- manos. .. Toda? Não! Uma aldeia povoada por irredutiveis gauleses ainda resiste ao invasor. E a vida não é nada fácil para as guarnições de legionários romanos nos campos fortificados de Babaorum, Aquarium, Laudanum e Petibonum. ..
  3. 3. Asterix é o herói das aventuras gaulesas. Pequeno guerreiro de espirito sagaz e inteligência viva. aceita sem vacilar as missões perigosas que lhe são confiadas. A força sobre-humana de Asterix vem da poção mágica do druida Panoramix. .. Panoramix, o venerável druida da aldeia, colhe o zimbro e pre- para poções mágicas. Sua melhor receita é a poção que dá uma força sobre-humana a quem a toma. Mas Panoramix tem outras receitas de reserva. .. Chatotorix é o bardo mais chato da Gália. As opiniões sobre seu talento não são unânimes: ele se considera genial, mas todos os demais consideram-no abominável. Calado, porém, torna-se um ótimo companheiro. .. Obelix é o amigo inseparável de Asterix. Profissão: entregador de menires. Adora javalis e boas brigas. Obelix está sempre pronto a largar tudo para acompanhar Asterix em novas aventuras. Seu grande amigo é ldéiafix, um cãozinho incrivel, conhecido por ser defensor da natureza e por ganir desesperadamente quando vê uma árvore sendo derrubada. Abracurcix, finalmente, é o chefe da tribo. Majestoso. corajoso, colérico, o ve- lho guerreiro é respeitado pelos súditos e temido pelos inimigos. Só tem medo de uma coisa: que o céu caia em sua ca~ beça, mas como ele próprio afirma: "Quem morre de véspera é peru. "
  4. 4. , E¡ ÁBPE-SE ALPR/ /WE/ ÉÁ FÀ/ ELÁ 3557/7 »VO M zm p: cão »wo/ ro 4221/. , DE 44.42 , mz/ ro à mem »nos V v po A ALDEIA 2,545752); ›. V ^5~ . V És 5g 1.511* M, M40 É No5e_A ALDEIA EM ciNzA5f° envezeouvmoo, ces/ ug ORVENOU QuE euAe- Laeioae A izacouarrzuie- 65m. Murro BEM! MAE i5- 9o NÃO Rescue TUDO! QENUO Asveimwieub A S ? EP/ X ", size-o BEM ALTO MINHA TAÇA PARA FESTEJAR CONDIGNAMENTE A Rgesumzeição vagee GRANPIOSO E TAO MAquiFico SIMBOLO DE NOSSA RE5ISTENCIA Ao Jueo ROMANO E _TAMBÉM PARA HQNRAR com 93|' »no E556 ULTIMO aA-anAo ? A9 LIBÊRPADEE DE NOSSVA GRANDE E BELA NAÇÃO eAuçesA nos Reconsmuízzm NOSSA Amam, Aérrzmx . ' aoerzeruqo QUANDO VOCE JO- GAVA mamae-a, PARA MOBTRAR eus TAMBÉM ÊABIA ERGLIER PARE- 1755 DE PEDRA? ! vxzEM QuE A6 COLUNAÓ ROMANA6 ANDAAA_ murro cmzAãl FICAIZIAMOS AR 05 , ' E9PANTO50/ * zummp ve QUALQUER 'A5 vaza? É, MA6 se T FORMA¡ ELE9 FO' D MEDO E LIM ' ELI PUDESÊE RAM MAIÕ LIGE| RQ5 DO EÊTIMULANTE QuE PñEvfAMoá-'w ossux j ? IRIA (AMA ÁROUI * TETURA MAIÕ MO' FERNA; E6TILO GALO' 2 AGRA- DAX/ EL MorzAz EM cnouPANA-'s »Jovino-me . ' ALIÁÕ/ é gurzioeo/ AINVA NAO Vl CHATOTOEiXz N05' 50 BARDO f
  5. 5. a _ . . ç_ u r¡ 9/1555 É. ; q¡ . Í . zw-rena, 5-» . ; ouco *DE simulacro, avisa-lim mto! . . RA' ouE NÃO TENHO . r NEM o DiizEiro DE T69- _. i-&mz AAcuEncA DA Mi- NHA NOVA CHOLI' x' - "F5 *as É VOCE. @AFF ÍñÍÍ, : WÊ$CÉÊ3,EÁ*. @0' Rr: .!t›: .~; t ÁÍE9¡7$°0-'-'-' s. _: l _ v , f 'Star *V ELE É VEvioENTE- QuE PAESAVA polvo. .. MENTE, CAIU POI? CIMA DE DE : :AEEÇA/ NOEEA AL- sou KHENHE, o FAQLIIR. PAE- SAVA Poa CIMA DE suA ALDElA, aum- O UM &OM ! HUMANO ME DEEEQuiLiBROU cuizA-rivo auE TEM o ouE ACASO vE ND CRANIO¡ NÂO FOI A ENCONTRAR DEFRONTE
  6. 6. oEIzIeAvo V Por: ME Eu- nzEaAIz MEu 1APETE, cAIzA NAO EE¡ ? oz ouE E995 TAPETE FIcARA' PARA N_AFTALlNA. ' EE-rAvA TAO PERTO DE NoEEA CHOUPANA - aum-ro DA DE- LA: EEMINHA 9ENHORA! ALÉM oo MÀlÔ/ A MULHER Pc CHEFE SOU UÍLÍC IEI': §«: o SEE 'ñzzâtrtsporzrzít- « SEEJFIL! !! 170,(-'_l! .!At›. !9o Queizg . ; tramita ! !! rEwEEuEMAIzINAJ Memo! TRAGA A REEEIzI/ A DE pEIxEE oo Ano 7A99AVO f/ ; a “v I * : WN oa Dêuàãã E9750 coMIoo! cm' NA ALDEIA auE PROCURAVA! A ALDEIA ao; LOuCOf) E DA voz auE FAZ criovErz! “II N til *xl . - “
  7. 7. V po¡ ou; V_ENHO DE UM / PRocuRAvA me ORnENTAL MWTO / EXATAMENTE A DIETANTE. um LEGIO' nox-A ALvãlA? MÁRIO ROMANO¡ 0:5:: 'rorzNou COMERCIA / /X MORA LA', ME CONTOU , m ; é õuAó PROEZA9. FIZ 2551¡ > ' ENORME VIAGEM PARA LHE5 PEDIR AIUDA- ê MUITO IMPOR' MAG, ANTE9 DE MAIB NADA, E com; suA PER' MlãeAo, VOU vou PROVAK @uz 253.22 m- ? ETE 9o ? aos PERTãNCEK qua ? go- mauo a 25- 5:, PANORA' JK OLIVI FALAR P09 EQTRANHOS PO DEREÉ 055555 FAÍâ 229. TÊM TAL 5096 e CDNCENTRAÇAO LEVITAM coM ouA ousa colàA . ' 1 _
  8. 8. FNCRWELÚ ou; o pgvg 95g É 7 NuNcA v REuMAMoE o coua-ELHo O _ gê-Aí ; AT PgÁ-nco pAgA TRANQPMZTE¡ ' NA MINHA CHOUPANA. afã: : ggM vo 5A5E2 CAÇAR : AVALIE: TANTA eonz- Noãão VISITANTE N05' DE UM FA' PODE ME MRA' o QuE PtzocuRA _ QUIFZL LEVAR : a cAçA? EM NO59A ALDEIA i PURA ¡ MAõ VA' UM TAPE' MDE¡ TENTARÍ _ 7 'V _ l TALVEZ Eu 55a¡ “M Pouco v TEM mui), TALVEZ EETE- NAO, OBRIGADO. ME RECHONCHuDO, M” VEJA COMO oEELIx! NAO JA °°M F°^^E3 ALIMENTEI Aurea ELE E MAGRO! :: Eva/ Inca couvn- E5T^M°9 ? EN- 17595-714 C°ME§ DE PARTIK I DA: Lo PA¡À COMER ALGuN 0o HOÊPITA' ALEUMA COI5A. n ? EU AMI: DEVE 5_E¡z ouANoo , meme 60 ? ETA A EMoçAo ve vma “A91 VA99ANVO éAsez ouE EE ' í . PovE PA99A2 VINTE DIAS! $EM
  9. 9. MAE N69 nEvEMo9 TER coN- -rgAmAog o DEUS INyRAÊPOIQ A EETAÇAo VA MONÇAO VA¡ TgeMmAg e NENHUMA GOIA DE cHuvA cAIu. A EaTAcAo DA çEcA VAI CHEGAR¡ TaAgENoo A FOME E A MIEERIA VARA NOSSO VENHO DE UM REINO EITDAPP NO VALE ' EQPERO ONE ELE po : Io EANEEE. o CLIMA e ouENTE E NAO TENHA FEITO E3 saco, MENO? vuzANTE os Poucoà ME- 9A VIAGEM TODA _ 955 vo ANo EM ouE A9 crIuvAa »ENEA- 56 PARA N09 F4' ' : Ena IRRIGAM M3994? PLANTAÇoEer; LAR oo TEMPO! -' EETAMoE NA ÉPOCA VA MoNçAo . ' _ x* , 4 AcoNTEcE ouE o NÃO sEI o ouE rovEMoà BDNP09O REI, 6112114" KHENVENLAH¡ FAZER POR VOCÊEÍ INFE' O HAJA' KriãtüAlHz QUE FALA CDM OE DEu- _ LgMgg-yg, NÃo r-'AzaMog TEM LIMA 929¡ _VE-CRETOU OUE, CHOVEK NEM FAZER FILHA, MEIGA áE NAO cnovez PEN- 1 E BELA, Teo oE MIL E uMA ' ' A PRINCESA HORA? , TEMPO QUÊ FALTA PARA A E5TAÇÃO me seus CHEGAR, A PzINL-, EEA SABE DEVERÃ as: LEVADA Ao ALTAR DO? sAcrzIsfcnoó, PARA ACALMAR A CISLERA I q: D09 VENEEE! sua¡ ESP/ R/Tl/ AL E RELIGIOSO. _iáENTlRAl 4 NA9 @ou REEPON- I¡- aAvEI. PELA crILIvA auE CAI! E vou a_ EETA' FEITO¡ FAouIIz! N69 LHE EMPREQTAMo Nono BARDOJAETERIX E oaELIx TAMBÉM o AcoM' PANHARÃO . ' PELO QUE PERCEBI¡ * E VERVADE! Acao ouE NO99O II- E” E9°"EC' sIuNTE oEEEJARIA LE- 0"? CMTOTORIX vAg n°599 ; Agpo pAgA TEM O ? D055 oLIE ELE FIZE99E cno- VE ENCHER ATE VER cANTANvo! LIM mo! ' _ à f y ' . r' ' _ n¡ ,7 7 1/ 'Íç , 7, 1/› l Q ' . P Pv k~ 'V f' '/ T TL A . rpji 'I f? E35* ' LJ* Ã? f** ~ . ___ x _ A9 ~
  10. 10. 1 você EETA EXAGERA N PO, aHAToTozIx . ' CHUVA : :sumo p: CA9A ? EVE 99K PRA" TICO PARA LAVAR A LOUCA f NÁFTALINA . F/ Amuws/ VTE, ' 5500/5 . . . O¡ VANORAMIX . ' eAsa : :M176 oaeux 29W? PODE TER z I : maca ve PoçÃo CÉRTE A . MÃE¡ CA , A9TERIXÍ NUNCA ; E l E6TRAGO ? DR 4mm? LÀÓ CHATOTD' TRAZER seu ' amoo o MAIS» BRE- va PO99ÍVEL _' 'Mau TAPETE NAO 914m2- TARA' TANTO Pião/ MA? PRoMETo FAZEF sau- LAB êAâTRouoMlCAâ emma aus você ouuasrz, oaeux . '
  11. 11. 5mm A ¡NBHRAÇÃO ME POMINAR¡ NA FORMA pa uMA aALAnA 0231-10, CHATOTORI X l NÃO E HORA DE CAN-mz! rove- _ mA veeaouuuazAz o TAPETE . ¡_ e nos FAZER cAnrz! J . À -= . Vá. . . : - , Qívu , 'f ma" _x f , Jo “' -s _A _, , ( " / VEJA, oseux! A GAIIA é AINDA MAI? LINVA w9- TA DE CIMA! *Cívzs K' *. e»- À *L- GHE BELA wãfA TEMO9 meu¡ . ' UA' ATÉ PARA vera 09 JAvALxe BRINCANPO ALE' GEEMENTE ! PAoumEnzME, TALVEZ. MAã eorzvo, NAO sou ME9MO/ t? ? @Emíííàfoâ CHÀÉIÃÍÍÓÍÊOEEIÉÍ ¡Záfítü L! °> ' A* w 4 @Qu lbÉRÊv É¡ HRâàL-&mía sarau VEN- PO 51.5.' LA' PODERIA N09 FAZER CAIR¡ ELE
  12. 12. Tgaww- * A 9 EM QUE_ PAOIJIDERME NAO PEDEARIA' M09 voce. .. . UEâcuLPEÍ VEJO UM ALBEREUE - PROVEM 559a V JAVALI? ! 057m? I W990¡ ATÉ o ceu Por: : cAIIz aosze x NoñAà CA9EÇA9Í FAÇA o Magma PARA N09! ' A» , i'll' 'JIIIIFIV ^ uu rl/ u¡ 'Ô p / z l lu a 44.44' V] Í CAMPAMENTQ ROMANO! vou vez 96 EETAMOE No CAMINHO CERTO 1 . RANTEÕ ONDE A GENTE SE ? ERVE ? one vz VINTE UIA-à! ACHO oua ELE NÃO é NORMAL¡ A5Tz2Ix/ ' JuIzo/ NIINCA VECHSITU? ? A19 FAREI A NÃO AGÚENTA coNuggA-no I -': ': MAIÕ BEBER ' O VINHO GAL! ” 05 CAMINHO6 LEVAM A IzoMA. .. '_ lflc! ... Mau Lee? .
  13. 13. ESTÁ ANoI-receNDo! NAo Temos TEMPO Estou HAsI-ruApo w onpg VAM°5 DE PARAR! VOCE? ! A IÊICAR ÁCOFZDAPO. pougAg pARA ? CFEM VORMIB ALEM PO MAIÕ¡ 5d CON- NO TAPETE, E 5:90 DORMIR scene BEM CDHFOR' uMA PRANCHA CHEIA Tíveb! De ãzeeoe! DoIzMIg, KHENHÊ? : AMMA/ ro 155o -. _ n; ; - Lan/ a¡ AAA/ Í.. .. __ 'í ” PzñfffwãâñtfágNãfÁkA. " o eAuLêe oue FAZ MILA- GRE5 A T5^^° 9"¡ ° 5R^V° MlL ENZÍÍ ggãAâ-a KI-IENIIE NÂO cueaue A TEM- PO PE IMPEWR o IeNóaII. KrIeNVeNLAN oe execu-TAR suA AMEAÇALAPOUVO PELO Povo cIzeDuIp ETEMEN- -re PA MvseIzIAt / ENOI-IÁNTO Iâôo¡ JA' EE ? A9- ' sou METADE DAE MIL E uMA Home E CONTINUA SEM cuo- VEIzmIVINA PIzINCEãAI VEJA esee céu eeM Nuveus oNDe srzILIIA uM soL DEVA5TA_0OI_Z eosrze Tooo o een IzEINo. NAO e A voNTADe DIVINA oue coLocA 'A __ PROVA o IzAzrA' KHEIEEAIH? 1 ; Í ' A voz o FAZ EN' GANAR-âe, o' GRAN- VE RADÃÍ F0| INDRA auEM ME : :Tou suA oecreAo ' . - ¡NFAME/ N65 sAaeMoe ou; 5uA execIzAveI. MAouI- NAçAo VIEA APeNAe A ToIzNA'- Lo ãeNrIonz DESTE neINç APõô ooeeA- _ VAREGWENTO DA uNIcA HER- DeuzA oo TIzoNo! ; V555 NsmA/ rz? , as fAL' wookes ao novo 55v B? EA4›?4M PARA 134934194 ; ae/ Mena IVO/ TE AIO AR. oe Deuses- eÃo Meuoe cIzLIéne Do one one: : Noe FAZERfREÍRI eLee eAaerzzo auIAz ATe N09 AoueLee oue eeTAo A cAMI- NHO PARA BALVAR M0990 POVO! L a ÊRREÓÕNFÉÍÍÍÉB* ' _EL '-'ff___°N! ..gL. 14
  14. 14. 7 r MEU cAcHoRIzIuHo _E575 com FOMINHA¡ NAO E¡ IPEIAFIX ? › Esmu VEN- DO UM NAVIO. CEKTAMENTE TERA' PAPA' PARA o aorzmuno! é Mun-ro 6IMPLE5! à BASTA FAZER COMO FAZEM 09 pousos- CORREIOQ! 5oEzEvo4Moe o MAIz . como CON5EGUE TImzENof# BREVE PAEEARE; ENCONTRAE o cA- M06 50925 A JTÁLIA, A eIzE- MINHO TAO FA' CIA, A ME5OPOTÂM| A,A PÉIZ- CILMENTE -7 5M, o VALE DO INDO &FI- NALMENTE, o VALE DO EANEEE! _f : »/ -g-Jx* y* (um m V* ' A . . _ *f* F Àüjkk *pnerznomsp/ rsppxyugo_ . . NENHUMA, - N' x. . PERFEITO] z V E ¡ - VÊELLÀUÀAÀ' CAPITAOÍNEM w VELA No Ho_ A BOMEOWO. .. PO PORÍO Juno o ouE sAouEAMoà NE5TE ? Eraopo DE PIRATARIAÍVAMO5 FAZER LgMA AVALIAÇÃO, 'nzAN- QUILAMENTE , I pIzA, VEJAM: SAO 05 Nossob vELHo5 COHHE'
  15. 15. ÊZZÃÉ: *"*“'*"Í"”V"LAEZZ7 " Eu LHE auwuco! ou; coma¡ N55- ' V_ AFUNPE O NAVIO 95 TE N , ETE . ' ' âdAgtoeêAuflx ' _ _ AMIGO PAgA PARAR DE JOGAR M0590 PINHEIRO J r coMo 901m5 'K _ _. . - _ HONE5TD9 FAZE- ESYÍ/ -ÉIÉI Ena If¡ A M09 @usaria DE PA' 95555559553; _ EA: PELA COMIDA . ' BEM, E MEuIoIz vo ouE NAVA! ELEâ PDPIAM TER AFUNPADO . .xmxnntxw --. ~:: '.: !.“. ?.”. '¡^, @À ÊuÉRÍÊÉR ? E954 vEz_ELEô NÃo N09 PEGA' AO, CAPITÃO! Fu'EI o CA9CO ao NAVIO! MAI? uni». ExPEvI çAo QuE m' EM Enc TRANãIT GLORIA Munm . ' 16
  16. 16. tract: .vz-Ir/ :vr/ -I : i/ _ug . vc/ .zrú u; r/ ¡7o. __ IIJIÍJI no». _ . . «~ . *Ô "V ; gmmfâà -r-w-_. _mem= ,a. ws. _:. g- - r r
  17. 17. LOG-o ' aux-sapo osaux E o ouE DEEEJA, 5oan= voAaEMo5 55H72 FOME¡ 56 NÃo HKIüUAL' CHATOTORIX .7 A EREcImoIwE APREEEAM EM ema- oAvE vE FAREMOS FNLER 95H APETITE¡ - . , 'IRATAMENTO NAWRAl-MEN- _ NESTE TAPE- . _ . ' 'I TB. ouEno MEU ALIMEN- 'ro EEPIRITUAL! EM REEuMo, QUER _CANTAR PE GALO ATE NO TAPETE] : ao Earzmzrzmz @mogno ; BEE aaa NM ; ss “fiffíâãz 'ropzawa 'íÉLFIIÃà , sEI-: Izozz QUEEN! amanita: : óEELIxI! quEI-zo : Em °' , _ - Eu EA E VEÃZÊPIIDR I 199o IÊAIAAÉXBAK “EJLéÂtPÊÊÍÊHÍ
  18. 18. uM NAVIO! E crzEIo ouE JA' I DGM-VINDO? A BORDO. . A9T__EKIX, _O NÃQ, MA9 vI (AIR uMA «um <HAMo-M< Aâbéou- EAuLEE. NAO vIu, DILUVIANA, Que o _ORAZLILÔ R09, é 9<>LI UM Mex- POR ACASO, I-wI - MAPAâTtzAuLoâ NAO PRéVIU, (ADOR <›I2«›<›_I EAouIIz CAIR? v «›M<> Pé HÁBITO/ * ~ ENTAO, ELE EE PERDEU NOMAR E EETA' TUDO ~ ACABAPO! E ' Z Qu . 7/ vE-P "M . am/ r E EEEEu ATÉ PE- MAI5! ERA uMA VEZ uM_A9c_ETA, QuE NAO E MAI-E!
  19. 19. u TEMOE ouE cIIEEAREMoE TARDE à. C! FAzEIz ALGUMA E A PEQUENA JAvE e' Qué é' 6ERA' EAcmEIcAA . ' 'R «>M x, Éêbé ÂÔ #É ~ , p PENêvE EEM, As-rERaxfaA' ouE o MEu CANTO PARECE PRODUZIR UM CERTO EFEI- To EM KHENHÊI TALVEZ Eu PUDEESE FAZÊ-LO EAIR ? E962 Esmvo! GUE TAL EE , i7 QUE AuxILIAREs E_ , ÇFÓÃTÍJÍÀÊ_ÇOW J “IÍE-Eííiüêlô . I III: : so' PEHGSÀ Em corxgzz, o ou-rrzo, Em¡ R! AFINAL, NÃO vooERfAMos cAIR AEAIxo vo NIVEL vo MAR . ' 1 &FXXE _'- "N " 9?: - â 152./ :: gs V3» ': “~ “ mmügãa ÊÉ$§§Ê§§E§: =IʧÊÍL“W _ L ~ « 365:Éé/ §<! O$ EARER › . .SÓÇOBRÁR f' : Í>§ Tmkbé Pé- fvâAlâf VAN¡ 5 AFUNDAR! 20
  20. 20. lJLLêâéé Fez uM DRAMA' LHAO POR <ALV7A I><> <AN- TO DAF' "7éRélA9 95 PIRATAE NAO TEM MAIE ? oz ouE nos m- TAMEEM ME 'SINTO APESAR _VE oBELIx EE MAL: DEVE 55K FAREMOE SENTIR TAo FRACO, ELÉ o MELI JEJuM n20- «>M oMeu ME AJuvARNA coLocAK LouEAoo! EEIJ EARco NA AYauA, Aeoeouvzoa! ELE CONTINUA ' EM EEEEIMO E5- TAvo/ vEvE e-ER Noz- MAI. , APÕE' uM JE' . JuM TÃo LONGO J Eu NÃo vIEEE QuE oAcoR- QUANDO eu <oNTAR A MINHA obnéáéIA, Nweuím A<R<I>I- CALE-'BE E EMPHRRE¡ *I auER VIZÊR ouE » . gau NAO TENHO o DIREITO VE »T3 I= _oME, NAO E _7 ; .52 LIFAÍ AvoRAREI voLTAR Ao coNFoR- To vo TAPETE MAGICOÍ TAPET PERDEMOS O ' É ME9MO . I CNPS E5TA' ELE ?
  21. 21. NHÀ ENCOH' 'TRAVO O TA' ¡PÉIAFIX sem' N09 CHAMANPOÍ J TEMOS que ? Arma 247190; ee NÃO Nos Amne- CAMOà A cueeAsz TARVE PARA 9m. - vmz A wrzmceeA CHA aue V NÃo wooemoe rez- , e muveme vez TEMPO eePeRAwo- anzceuz No 55H eem- -
  22. 22. zãxêlnê! Fmuuz numas? / MmMeu ¡NFAME eenzvnooz! om: Neste Remo esTtrze- ALMiNTe MUITO seco: BEBÀ' M05 AD ! UCEBSO DE N05' _ 909 mouros! , r QUE ELE? LHE ngm : Avoxzxvene A-re o FIM voa TEM- P06¡ o' Meu owmo Mearze ! E oue A9 : on- ÇA5 no MAL eeouem o IMaicn. ao KHeNHé PARA sempre 1_ o em. que yezme- Lnerm e o ceu ane «l AzuLeUA . ' #f 7 NÃO ? A950 ' eu NAO sou wsecnc. , DE HM IMBECIL E eafou COM uMA e errou com FOME FANAPÀ! uMA eepe m- UM A505- TA/ PBGUBI POR GHLOPICE! RE' ÉIJLTAPO: LIMA BE- LA ENXÂQUECÀ E MUITO TEMPO PER' BEM; LOGO QOBPEVOA' REMO! ? ATENAÊ _B PEIXA- REMOÕ A GRÉCIA! NÃO HA' rox oue se ceu- 5052511490 vo PE' oueno ; mexeu-IE PE Reservas, m9 euAã FO' uma oe paragem ¡zecHeA- nas, voe sore-rumos, me AzerronAe, »Aemeuucmg e no vmno Reemoso! : :caos aum? !- coe-, oeeunx ? É' VER' 'aerea/ x avos . vasos camp/ cos ". “
  23. 23. V VAMOÔ venwz o MAR oeemm- VAMENTE e so; erzevom 05 PA¡- see vo omeme. 45 #OPAS ESCQAM / A/EXOPA VEL - 41 ISA/ TE , A rRA vás DE 0/ ! IE/ GSA s 4 1/54/ ? UPA s. QUE BOM! FINALMENTE ? QUEREMOS oescesz e cometa! ELE EÉFÀ' CÂIÊT-ãDO! !! ESTOU veNDo, MAó TENTAREI PAS em: POR BA¡- xo oeue! É o Que eo¡ aue Acomeceu 's' o oue TUDO BEM, eo¡ oue AcoN-receu? E9TAMo9 Í ôosee Tuzo. . M45 : seo égurro oeeAeszAvAveu. 1 x EST-ão É UMA me_ uMAoãel/ EÊTÃO i' V '* ve amarro! Q Y Fmclfhíà ¡ . ' ' ~/ ________, .-- _-_ é”, ' z/ '-. ._ . , ; _ / ' J”, e Ji” TWT” . . . 7 Á X ' _ = :'= PORTO FEM/ bmx_ 'p f use "A op/ sss/ A “ as A5 rea/ x 'c ) › i 1 24
  24. 24. - coA/ r/¡vz/ A A 5425/2 zm 75,44- po 055457/?0- _N ? AME/ ITE LIA/ - ao AIO , es/ No J 0o $4.74' k/ Vs/ .SSA/ A/ 5 IRMANILMINHA " IRMANA, NÃo vê NA- DA ? e AmoxuMAz 7 Í A-re_ AGOKA¡ auAe me- NÃO : Reuo neeee waoee eeTAvAM cera-me, 'neo ve Muueze, KruoRAeeAM! MA6, âueo- ó mvmo Meenze! NHAMos oue KHENHÉ TKA- FAZER um TAFETE ãA A TEMPO o GAIJLÊ? aus voAm-ruvo BEM¡ FAZ cuovez? __ M95 rAzez cMovER vezo APENAS oceu Que VERMELHE- : IA e o 901. age AzuLesA. .. HA #4475144 Amen/ As 'I E FICÇÃO GEN' z TÍFICA ' 4 rkeze-wms - &gn #ams PARA »- (a. ' Z s Á HORA "ll", /fo- A94 F0 SÁCÊI' : Fc/ o PA PRN- PARA CONHEclMEN- 'fo oe T0905, INFORMO que esTAmoe scene A Peuzsm. e DIGA Ao seu AMIGO PARA coNTINuArZ conâuMmoo ãuAe RE5EK- vAb De ENERGIA. Pole ' NÃO TEMOB TEMPO A Perzvee/ EAIBA, Mecum-lo, @ue ouAupo eu co- Mo, NÃO e PERDA ve TEMPO! pf_ f I E¡ -q/ › ' ll « (caem: w ; W , l '. ' 1,' E . .. .ç . .rt / z : r _x/ /Õ "'f / Á// Á/. f , 'l/ 'o/ /r . . ' / J/ l/ z/ v// Wy/ I' / ; x É' '57 É _ A A ” í A / í/ / //¡Ã, / ' 'W f A x - _I , J as / /r _N K . Aly/ í I / í/ít/ pé. - , › › , , , /' « I
  25. 25. ?oz some NÃO een 3, , “* e 155o NÃO e' coNâEeul EE RIO ou ' _ ~ . › MAlê UM TAPETE aeevwz ATRA- T " Je-rótzuA PARA T mnfenco f é um P¡- eo PE BANHEIRO E EL¡ QUE DETE5TO TO- â Poeâfven. . e : Aimee no LuaAR CERTO, PORQUE a9 PEREAE 9Âo FAMO909 P0P. eeue TAPeTee. ae õEewzmos esre m0¡ ceRTAMENTe cneeArze- f PuxA. esTA' sem PURA- vo/ E tmPoesfveL CONT¡- Num: : A No59A V| AGEM A9' EIM! Eu PEVIA TER TRAZIDO um EOBKEESALENTEJ. " M45, 41303 VAZ-ms ; roxas as MARC/ td. .. o TEMPO PAE- EA! emAMoe EEEA PERPWOEJ é BOA, FURAIZ UM TAPETE UMA ÀLDEIÃ TALVEZ M05 A uMA ALOE| A, ou_E conmgAmog oeve TER um szemeuvAo! APIANTE] MANDAR rze- MENPAÍ- LO . ' 4X1 . . ' V l 5341333 VEJO QUE TEM EELOB TA' EETOU LAVANDO O TAPETE QUE ACA' r . Exmo murro Porzoue eo zemeuvo 05 TAPETEÕ QuE 750252_ QÂVÊMÊE* MAE _E ' TEÇO e vemvo/ Apm? , NINGUÉM AQUI D ' ¡mPoe-enveu! AcerrARIA REMENPAK um TAPeTe FA" emcAvo No eemAneeuzol ? OVER IA REMENPAR EE-
  26. 26. ' Rê! RE! A CLEPEIUPA* INDICA oue FALTAM APENAE ceu-ro e DITENTA I-IoPAe PAPA A I-IoPA"›-I". ' o TemPo PoI-ee! . . .b _ . #aq PoI-se como ~ I OMACHADO po __ ' cAPPAsco, owmo ' - ' ME5TPE. 'PI. 'PI! VEJO AVENAÕ O 9Gb QUE-n ' MIN_HA IIzmANA! NAO ve NADA EE APROXI' r EÉTA' BEM¡ EÊTÃ BEM-n A j (K R** PELÕG/ O AMT/ GQ ps g _legàü MOV/ MEA/7D »app/ zm / co. QuEP vIzeP oue NÃO auEP Pe- MeNoAP I= _uPoe oe PAePIcAçAo es- TPANEEIPA .7 AeeeçuPo age (550 E IMP05_5IVEL PAPA MIM , ' NAO TE- NHO o MATEPIAI_ NE' ceeeAízIo PAPA Pe- MENUAP seu TAPETE! ... NAO eomoe EETPANEEIPoE, somos GAM- Leeee! " POR OUE PRECO No? PAPA vocEE, - - Exce PCIOHAL' ve PPATA P0P u - , ceoePIA um MENTE, PoP APeuAe um TAPETE gAM-¡éaãgñlffy voe eeue um TALENTO* ve NzoMg PA- É mamão ea¡ ' TAPETE5 .7 *ATA ~' RICO PAR/ A TER' m. 79%: 240,4 PELOS “'>- “Paes-As, 9 TApE-rg ' : EM: ÉÀÊTA NAC popa ; ER IRAK UM TA' zemenvAvo , = NAO Temoà EM PENÊAR EM EáfAFAñ NUM TAPETE ROUBAVOÍ zÃo! mAne VALE uM TAPETE PePeA PoueAoo oue um TA- PETE MArsIco Pu- ?33 54345171513 BEM, vou con-n- MLIAR A eEcovAP MEUÉ: TAPE- ' , Povo OR/ G/A/ xf- 49/0 pg 502o- ecI CEA/ HCAM.
  27. 27. eu LHE-j àumco! Auuoam- N09¡ 9a 1'¡- VEREM ALGUM Pooesz . ' os PIPATAS Tmo : :our-anna : acasos TAPETES E QUElifqftR : ›~-Toss. .~: ¡s &Q3423; MEME Myrro, MAe IM ? D9 ' IFE ooo °<'. O(“í3 PORQUE 5OMO5 aaTczAusanzoa a seua PROBLEMAF; NÃO N09 lNjeitiéàAMl A UÉMAIÊ» POR IRÃTOLà ! FOZ Tu TÁTIE ELI LHES OFERE' ço uM TAPETE 1 *E 55,? .sumEMo suma as 959545. FINALMENTE y cHAToTomx! UM Pouco p¡ Fuoue AI' eugen- uno_ COM o ¡oemrax! NAO VAMOB ve- , 'É M ANwAçÃo! M' T > zw¡ xaanué! ?A596 NO MEIO paes», NA AL' TURA 00 PEITO EX
  28. 28. PELA GIRAANDÉ_ ; pausa Fumuzsaos 5955452555 namzôzzros É_ Eniít E) O3 . '.'. ' T JA' AcAEou 7 PREFIRO os ROMANO5I ou- RAM MAuE . ' N66 LHE5 DE- vEMoa MuuTot ALEM vo TAPETE, QUE MAI? DE' ÕALVARAM COM o MEu TAPETE f z __ É 55m, APENAS UM PRA-m EmÃo, _ ' CAMELO AEEAPO/ E TAO “C0 ' APENAE uM aaM ouAu-ro o vrzoMEnAízxaMAe B-oummõ PARA MQPOÊÍÍÍQÂÉ? EIZÃO ME 'âATló- RENDE MAuE PoRouE TEM g o g cg_ CHAMÁMO_ V _ ~ , A x MAE IEzAo ouE E uM FARA! ouAa COECOVA? .'
  29. 29. 7 BEM¡ AsoRA ouE EETAMOE T0909 amá- FEITOS, REcuPEREMoev o TEMPO PERvloof REMOB mRETo PARA o REmo P0 RAIA' KHEnssAuH _' O CAMELO AÕÕADO_ DELEE PODE RENDER MAIE¡ MAE NAO EE CBMPA' KA A UM BOM JAVAL| ,' REauao-ME A EA- Rê! Rê! RE: A CONTA- ' A PODE ATE wR ATOZNARI cgunçAzLAj pgEF¡Ro EEM gAE Mu. E uMA Ho- 5E uM con-ro ou uMA LE¡ AgmcAg EM ; Avog RAE E uM DRAMA PARA DA PARA o HAJA' EA ? Rm-l KHElâéAn-l, pqogAggAMj CEEAÍ RL' El _' RI! DE KHENVENLAH _I . f i d§ 'r TENHA _PEI § 455a, KHENHE VC* V 1 ' , .U 6ABE auEM E! ENTAO NAO TERA' o' KHENVENLAH MEu DIVlNO MEê- ENTÃO¡ INDRA E EE, MEE' . ma, E é; Á CHUVA PERBWHE EX¡G¡RA'MA¡9 9M M0 Aaem, cmm- NENHUMA TMPoRTAN_ EM NÂO CA , @UE ¡EAL E 92m. NuAR EEM? P015 EEREI o Eegnc, "zzAPcb O A CABEÇA , E cH0vER . DO REmo! RA! I RAI! RAZ' EHPLÍCIO DA PRIN- . KHEISQAM QUE “ y_ uuuwmwv* _ . s- 4445 o VALENTE 7,413575 PEE- ' a4/ _sappewpo o; 5450555 po e _ 54 5554/5 54/4 Eau¡ / A/CA/ VEA' ; um D45 , #745 , noN7;4~, ,›45, A 9"” ACABAREM* VEL/ MENTE, mesmo 505,25- ' . FÍCANDO EEEF: : vamu/ pa 05555 ros mkt/ pos
  30. 30. 44445475, macas, 30404/4705 530 Guz/ nas Ayres PA uma "/ /". .. › 0.411,4 ITÁLIA A @REC/ A ' ~ ; -. .› _ROQM ATEN/ IS _ l. . 7.. ¡._¡; _¡__¡___, -ar. no E o PALÁCIO oo RAUA' K HEI56AIH _I " o BANGEâ PARECE HM "Ei/ F" 4K *" " : a 55' L, @A. JL:1° W ' "'15. «JOE , aía *a 'u / ' ' PÊRSIA . . - VALEDO GANGES MRO MESOPOTAMIA INDO ACHO eua geaeg ¡u- omuos eAo a o amasse é uM mc eAezAoo. EMBORA ES-TEJÀ 62m, Ae vãaeoAà couTmuAM A 92 aAunArz na. : PARA rum- FICAR o chapa e A ALMA !
  31. 31. No ãucãáào DE NOS-SO/ FlEL KHENHE, Sã V' 4*; r ”' ? é AAAL' PERPI o HDÍEITO oE Pou- em: EM EoLo uso . ' QUE_ os TRINTA: MnLn-Igeã DE DEU_ 559 VEPICOÊ OSC' DUZAM A0 nurzvAug PELO PRODÍGIO auE vão Ex? , cu-rAtz! TROHXE¡ como PROME- -nao, oa eAuLE- 529 auE FA-zEM CHOVER, o' @RAM vE / A/D/ Á N» - U é o M9990 ; Agua 9a BEM auE TENHAMOÕ T; - Esszgg _E_ _ u H n ñ - * . TEM o ve z íãeãm” °Ew^ãa^^gzm ÍJJa-. .sul-ã ups-zap; FAZER CHOVEK ouAN- _ ~ F09?? 552V"? L _ . . . ,- a I oo CANTA . ' , ^“ME“T° AME? oã-'ÍEAL' 'ÇfIlLJ-QQÔSA ' . -41 _ *% E', eEzA' ooMo 5EMPRE . ' no? PROMETEM MAL! TEMPO E 9o' N05 PÃO TEMPO BOM Í o eAuLêe Mil-AGRO- so FARA' cHovEz EETA TARVE. -rovos os rtAsuTAN- 'F59 vo REINO ? Ko CHAMA* D05 A eE REUNIR DIANTE oo PALAtno oo GRANDE zAzrA' PARA ASSISTHZ _ AO MtLAGREÍ mas: : A vexam- DE, g9 GAULESEÔ FARAO nossos PzoJEIo9 IREM POR AGUA LJFÍATÉ ouE ENflMÍ @EVER . _ ocEu : :muito- ” à» , FV MAR sumos à V¡ DEcuuvA! w ', 4 / A* Z .
  32. 32. r vocês TÊM can-ram PE ouE Iâso VA| PAR AeooLuTAl INFE- LuzMENTE, SEMPRE u, _ sua o aAu- ~- Lagoas BNToAzA' '~- uM CANTICO Ace ? Eu- ' 569, PARA QUE rea/ m- TAM ou: A »fe-LIA n09 . :Eua REGUENO%A9 . ~ ruufAçõeàl puNcA 1evE Puauco 15o GRAN- DE, cyAmmzIx ! Aeo- RA E com você! p? É? ” ( Po: 113009 a9 v* AVATAREEI* 7A- rzEcE ouE o / _ CANTOR eAuLas E5TA' ENCAM- @zxçgoo ; año DEVE cgfêákftâR , Cgâêãñã! QUANDO ? Em @UE -* Mam/ Ações 5 , us- ' ' ÉMORFOSES nos DEU- Í_ . ses PA mam. 33
  33. 33. NÃo IMPORTA. No FU- TURO, TEREMOE OuE EI. TAR E%E5 cownzATEI/ rl T* NÃO E E95A A CHUVA QUE EU vEEEJAI/ A: DIZIA: FAZER cgovER E FIC' qAo LIENTF- ÇF. PÉA'. .I-L«EO Dm , f? ELTE-OFU ” Eu 'E3550 9.! :: IA "F/ DESGRAAÇA! ? Eça @UE vEscuLPE MINHA EXPID5ÃO, GHATO' 'roRIxl você DEVE TER âmo VITIMAPO PELO cA- LoR E PELO FRIO vu- RANTE A VIAEEM! POVEMOE TENTAR cURK-LO AMTEE ou: A uLTIMA vAe MIL E LIMA noRAE cHAMEM MEUS¡ Mémcoa! Paz/ co pena/ s.. . COWRARM PMA, “M259, ~~ 1 r »= -----* LONTRAR 9 íá ' - ~ E IJM cAso PuRA-_ cu, ¡_, ,¡7u', '¡_v ÊÊÉÊWYÊNDÊSLS_ MENTE PSICOSSOMATI' ' ? No “Em, o¡ vEvIoo : A REcuEA coN- 91101' I _- ELITuAL DE sEu EGO Eeo- ' CAPIT/ Hbf , ' f” _ CENTRICO E DE 5uAs PIJL' ? ENÕHE- só vEao | sõas INTROVERIIDAS ouE . “M Mao , E FORMAM LIMA SINOROME , Azâw FALAR¡ uE EIJ ouA FC R DE 'I PARANOIA VtLélAAklàA" E ARRANPÀRWHB A LIuEuA QUE DEMONSTRO A? ABSURDO ' l ENTÃO, ouE *v pos: ouE nÃo . TRAGAM RAFIOAMENTE, LEvAMos o EALILEE 'T0009 a9 INGREDIBNTE6~ DIRETAMENTE “A FONTE ~ L DE pszooucÃaó GRAN- M0690 oIAauóaruw E FoRMAL, o' ERANDE RAJAZ' o PACIENTE oEvERA' EE BANHAR A NOITE TODA EM LEITE VE ELEFANTA, MIETurzAoo coM E6TERCO Fgãâco DE FILHOTE DE ELEFANTE E ? ELO PE LIM VELHO ELEFANTE 5o- Apóe E995 emma, EuA TROMBA ACABA' RA', cuAToToRIx 1 ~ › DE RAaA'7o DOMADDIZ DE ELEFANTgQ, Por: - KHENAM, ARRANJARA' 'Moo RAPIOAMENTEÍ
  34. 34. ADIVINHO auA PEReuNTA! Aou¡ AE vAcAs ' 9Ao 9AGRAPA9¡P0' DEM IR AoNDE gun- sEREM E NINeuEM Pope LHE5 @TER MAL! ALIA'9¡ NAO 605' -rAMos MuITo DE CARNE, voc: AouI . ' V DIGA' ME, EEEAE VACAEI. .. VAMOE A PÉ ATÉ A cAEA DE PORKHENAM¡ PARA EVITAR EIUEDEITAB D0 IeNdaIL KHENVENLAH . ' TOMARA ouE AO MENoE Db : IA- I/ ALIE NÃO EEJAM EAERADOE! PORKHEHAM é o MELuoR ooMAooR_DE ELEFANTE? PA REGIAO. ELE os FAZ ExEcuTAR uM TRABAz-lo IEXTRA' . . _ ORDIN RIO A NAO VEJO NADA DE Ex- TRAoRDINÁRIo V 9X0 Nossoé AMIGO-E eAuLEeEó E PREcIEAM DOE/ jiu? sERVIçoE coM uREENcIA, PoRKI-IENAM . ' âxqg-¡r- Em_ , ri EAuoAçõEE, KHBNHÊÍ E vocês, NoIsEEE EE- TRANGEIIZO? , EEJAM - QEÉCULPE-ME¡ IPEIAFDE . ' EsouecI OuE VOCE PETE5TA ouE EE DERRLIEEM Aizvozeo! ouALouEIz uM mas FA' : ER Isac . '
  35. 35. Es-TA' BEM ooMAno, E5' TRANGEIRO! se aunsarl, 'ramo uM eákvxço PARA você! HUM . ' NÃO vago REI-A' ÇAO com- 60.' você ME PERGUNTOU oauz é um PAouwErzMa! E15 uM Eôrê' CIME/ 092- TOLyZÉÍ TENHO uM zemzouo MAN: 249mm. , INFALÍVELZ TWE um a1.: - FANTE ou: NÃo couaaeum BAIZRlR PORQUE ? NA TROM' BA 291mm euwmoA. :Aa- Tou 50mm veumo ve- _ LA com 6A9TÁNTE NÃO vnemos AQUI ? oz ¡990/ POR- KHENAMÍ o BARPO &AULÊB E6- TA' Argãmco e NÃo PODE CANTAR. oe Memcoe RECEWARAM um EA- NHO as LE| TE Mnerumoo coM ee- TERCO e PÊLO os ELEFANTE'- ê PENA ! CDM um MARIZ vA- QUELEÔ, 52km. FKCIL] w 'Í _ r ' aEMaogA pampa se ounézz, 70990 : Azzvz OBRIGADO¡ ELE TENHA FICADO COM A MEEIMA conaA âfâñzfgzgã um pouco DE AEROFAGIA, ' ' A P : E eo_ no12 EM mA rave smzrzurz R' L”, coMo T0905 a5 oumoã' h ”"Ç^°' o marca GALI- ' PERFEITO! LÊS E511¡ NA CA6A saca-rem o a DO PORKHENAM E ggvgM 5A- Fl CARA' soztr-lHo ESTA Morre! ENTÃO, PODERÁ FAZERMI- LAGRES NOVAMENTE . ' CHATOTOmX. VIREMQÔ auscAí Lo AMANHA
  36. 36. o amo/ rsrs. ? r " V -~ ; za/ ro mr' uzémí? W Po¡ WWE' E” AGUENTO .45 EE BANHO Não PERDEREMOS Tuvo! A NOlTE¡ A - V "W755 m' TEM UM TEM? ? PAítlA Amorz- éELvA, A &ELVA VE NOI- _. cHEuzo Hoz- _ PACA- LP- ELE TE. .. MAE EE9E cHEr ' EWA M1490¡ . Ro, AH! , Em' ACIMA o gAugês PARA o 9M- os ELEFANTEE FU' “ CHATOTORIXÍ &ERKMATE A . . . A ' , :HV . 7 › É A 55m HORA, N05- ze! REIREIQUAN- A¡ fjgfáffg -fájmíqffffz J¡ AcozoEM! EETA E o CAFE PA 905 A9SECLA9 LEVAM vo o ENCONTRAREM . NA HORA pE uz auscmz MANHA _7 Í Tugmo 5,453,490 , o M0605 aço TERÂo Rxmoo No MEu um CãMlTÉRlO poe ELE' ? E°“1'°° ^ E5759' 60154 AEEu ! EM- FANTEE, No corzA- A W” “E “^^ v ' po, 055m7( _I ÇÃo DA EELVA ' PRACMAÍEÀ' *Lucena GkEçd 4/7/- 7 LIZ4DA NA ovo/ A. E. .. E rEzcEg_ ao ouE vocE TEM OUTRA co¡- âA yAznA , ALEM po VEN- coMEzEMo-a, Pote ME âmTo oco ouANoc MEIJ VENTRE EETA' VAZ| O.' 'íl ELES vÃo suecArz *f* _ VAMOíVER _, o CAN-foz. : TEN-re RE- r @NEM E QIÀÉM/ "w * 'rAzvAíLoz KHTORAS- ' E, ' › '
  37. 37. Â ! - . . - por: aaa ELE A ¡'- ' ~ A TA' PERauNTAN- , . Rexssí-. xagax, . › ~ . W--HWA-P KHEMHÉ! QuE K ouE Tu-mns N09 Azuoe: o TAPE- TE EEITÁALTD PEMAIÕ r-'oEuEc ATE o FINAL. "W '"*^“^^°°-' nos IMFERNo' nos ? EA-apos 1!! +5 DEUS ao FOGO. iü-IÊ DEI/ S no rampa. V PANDRAMlX çmnyoz num M250 _I a &NEUÍÃAE APE- ESBA GENTE TEM / z/ 5 A COR' 9095x525 E9_ @ DA 591154' TRANHOÔ/ REAL' '. UM VELHO AMI' eo! sou ENcAN- TAoon oE sErz- P6NTE5 E oE comme f ENCANTADO, EM CONHECE' Lo! A V nu-_ssuv. ss› _r 7 QUE sum/ A* quElME sEus TRANSFORM 05505 . '.'. ' 6B ELEE ¡NvacA- REM EEuE TRINTA M¡- LHÕEE pE_ oEuEEE, TAo cEoo NAO REVERE' MDE KHENHÊ . ' . e t' 1751/5 na 50!_ . *asus m em¡ VRÁ .
  38. 38. r : amu meso- ^' ¡ CUPQVO/ CHÂTOTO' 1 _ ' Ru( qAo RESPONDE, E i, I, SE NAO ? E9PONDE, E_ , 1_ Que commuA AFO- ~ Nico . ' v. / g 1' -. Í *v " ' uoaáqAMteo ROUBARAM cqu cama-LA oa a_ H"? hn. FOI âãQl-IESTRAPÔI UM 1705 M5115 ELE' ÕEQUEÊÍRAPOREÊ FO- * ' worzmemwx! sua ¡Au-res! Ju9TAMEN- ~ RAM os ME9MO9 aus LEVARAM seu ELEFANTE . ' NÃo IRIA EM3ORA 52m SMA | -IRA_E anus ¡canas! I TE AQNELE QUE eu DE9EM7LJPI A TROM' . -_. v ' -« "' ' D. LHATOTORIX ouve assinar: ÍDELÊAFÍX xy °« . _ razneacom CERTEZAITO- A _T Em m , E5011 um 3 32:2:: 222:: : W ° “m” t. ,. g h ' é: i a _ ' ç EEALME/ VTE/ .4 maus ; vo- us : a4 #ORA 'H". ..' o aus EMANA ao EALILÉ? ! eu NÃO ' _, aurora-mm »wa f o cnanzo f
  39. 39. › REAL ou NÃO, TENHO cEzTEzA EE ouE ELE NEM E COMESTÍVEL! , 40 -nzoco o Eau AMIGO POR VEZ ELEEAHTEE! T0006 O5 ELEFANTEQ DO MUNDO VALêM A AMIZADE VE CBE' LlX¡ PORKHE' MAM!
  40. 40. ' TÉNHO A IMPRESSÃO VE a! r O5 ELEFANTE? ? VELHO? VÊM QUE 9EGUlMO5 A TRH-HA MORRER NUM LUGAR SAGRADO; QUE LEVA AO CEMITÉR| O D09 ZELOEAMENTE @IÀARVAVO ? ELAÔ ELEFANTEÊÍ ? E F02 Aàâwhâíl¡ TROPA? DE ELEFANTES QUE VNEM AMIGO JA' SETA' PERDIDO . ' 70K PEKTOÍ POBÊE V0 EQTIZANHO '~~- QUE SE APROXKMAÍ É IMPIEPOSAMEN' MACACO? n09 , BOMBARPEIAM! !! ' Eu o E5TOLI VENDO! ESTÁ N09 smçoe vA- ouELE MACACO, LA' No Topo PA AízvoszEt í V_ ~; zm* v '- z _ . , , . 7 _ v l. . a z l OBEUXWOU v “ E , . v- _ " ; VIU so, IPEIAHX? 929m_ ' -- ' | › ¡ "T ' _, , «i - vEz PENEE¡ EM você! NAO AnrzAnauEx A KRvoEE!
  41. 41. MACAGOQÍ BEM QUE POPlÀM TEK A9 FLORESTAS DA fNpvA E50 Murro MAL FREOLIENTAVAÓÍ vou VINTE ELEEANTEE! 4x/ . . , N05 AO CEMITÉRIO ' , ~ &EMOS PARA a CEMITE- n09 BLEFAHTES AN- ' ' RIO 905 ELEFANTEE! TES- auE EEJA - . SABEM coMo E, TE' M05 QUE GANHAR JFO 't' - ; ., g -' KHENVENLAH MAN- KNENAM! LEVE- *«' < _ xt¡ vou QUE o LEVÁE' ELE VAI N09 LEVAR GREG E! Loeo : Aa: EE LAC RAPIPINHO! AMO R$05 at' Bwzou ALGO v0 95H BARPOÍ _ (fg) __ÉF(_¡_JJ 42
  42. 42. AGORA ELE EAE- T7 ' Í n _n ' RE onzEmuno, vu¡ 7 , - - ¡ UT* L¡ , É 7 , * « . . : . v 5552.43, Loggwzgo 1 ELEFANTEE ' › j x 41% SÃÀÊ año EE E 544a Q5310 l! ! GRAÇA9 Ao Eu EABIA ouE 05 PAoLn- É' CONTINUA AFÔNWO memo QuE o ' DERMES- NÃO TINHAM NA- MA? 59W 5^'-V°' MPREGNOU, O5. VA A vEz COMIGO! ícfàggfgfâgm_ ELEFANTE5 CONEIDERAFAM DMD UM 'PELE9› QUE EORTE ELE . x › ~ . sw , ..»~ / ¡'7É¡Íf""l›^. x› ' . , 11/; zu. - ! .45 5447444 APE/ VAS ; mas M2245_ P424 A 10.64 "N". E, nas JAR- P/ /vs po PALAZVO, JA' : DMEÇA/ EAM os PRE- MPAT/ vaâ PAIEA O ¡AcR/ F/'c/ o. 7 APÓS A NE FILHA¡ME Ll- vrzo 9o PAI f E: *- como m2 MEU m1- MO 12/5/0600, BREVE ME 'ron- NAREI RNA' No / ,Ji-amv _ y Lua/ uz DO K_ RAJÃ! ' fr A/ A/EA/ n/ê czwr/ /vc/ A y #um CARA-A- CCA/ FA Q A/ o céu. nas A* po/ .s Flan/ RES, QUAL VE/ VCERA' 7 K/ /EA/ f/É ? xy/ amné- 54M?4 Pseómvm E574' AANÇADA , ' V QUE PUEÀBJÍ 0 TizlãíÊtÍâñ-"Oãíiíziã ¡›: «7:. I¡. .L›; BODE VELHO! ; ÉKÀLTLâLBB-! Ãà .70 ESSE o CEU EAFA 64015555 ? E 0/1/55 55721'
  43. 43. _Êínj TEA/ TÂRE/ SER 2144/5 ESPER 7' O QUE 51.5/ EA rem/ m MINI/ - ? as PA #024 "#1. ENCONTRAR 055% LEÊE? RAP! ” ALÉM vE ; Arma sem, ELE é uMA ÓTIMA DLICHA ! oszueAvo e' ÁPELIã, PORKHE; HAMÍEMBORA N. 9o BARDO coNTIN: Arôuucoxraumm sALvArzA ? anseia FINALMENTE, _ ENcoNTaEI vocaã. âusAm, RÃPIPOÍ . N09 RESTA POUCO TEMPO PARA TIRAR A PRMCE5A JADÊ *DAÕ @ARE/ lã PO ABU- 'TRE KHENVEM- TOME, CHATDTORIX¡ 1 559,4 um Pouco DE ro ção MÁGICA! NÃo soMoâ MUITOS¡ EE TIVERMOS ouE LUTAR!
  44. 44. C/ Á/CÓ 44/” " , O5 , Am Z 7 pEaoA-s-E, PRINCESA! ~ : É: , mm w. ” CONTINUA SEM CHOVER E E! ' EuA ÚLTIMA HORA m' JA' soou . I ' suFoqwE, GURU A› ; q " A . _ 7'¡ A* l k' ; iâà ' Ç' 1: _ w'- 4_ Ê g1 if" _À s' = O x já" ' l x * - JÉÊQÔ Ú/ Ês_ a í-_dí , Ã › ~ , ff a; : w J i . ' E* , - 4 _ < QuE MEu àecaumcno PER- MITA ouE o cEu voa cuBRA › COM auAa RIGUEZAS! C450 connzt- . _. e "pj _ mo, cuuuoo com A5 EIERPENTÉÓ t que ZOMBAM oE vgíe E ? E saz- VEM v4 man Mnseem PARA 9A- ' Tràazarz euA camp-Ez! Qju aos stamps. ; / MBEC/ S , ' . JI IME* : sr-a avag; a _ . ..s. __.
  45. 45. Eu TINHA RAzAp EM CRER EM vocEâl vou AcALMAz MEL¡ PAI, o RA' JA', IMEPIATAMENTEÍ eoIroeamaa-_s : :as PI2oE2I-. ~:«. I›or2I:4 V. ; _ - Ex x f. 'b 'u/ , ; ÊIÍIÉEQEÉÉA7I mu ERA A MINHA INTENçAo/ A PoçÃo MÁGICA E REALMENTE EXTRAOR- PINÃRIA, A9TEKIX . ' * E DIZER QuE SAE- TAVA LIM_PoLIco DA POÇAD MA'- eIcA! »e 1, » lí' Í *um Ni¡ u “à v2 K ; a Í *x v “ ~ VELHA cA/ vç. _ cglr/ CA 611.70? " , E A CHI/ VA.
  46. 46. l f' ; In - , '. '. 4* -ã . VÀV4'4° ' ~ t MV' /7/ , , %/ ,/ I, 'Í/ ,, /. m V 1/57/5351/ II ' / //I/ ,« H x/ /l/ ¡f! 35 o 44444525 GAZJLÊS 574/41_- _MEA/ YE 1.49524 A MDA/ ÇÃO. 345 604151745 SÃO 544m5 45 _. , ' , _ _ M6045 54674045 no GANGES V' I N ' FICÇAO cIENTI- _ 1605544 E 723005 os MID/ A' _ _IL , f *_ _ ' FICA, ERA o ouE RAUL_ DrzIAo was 475444 FELIZES. .. z n». ~ l ' ' você PIZIA/ IGNOBII. _I IMBEcII. _' vocês FIZE- RAM TANTo PoR N69! como PooEMoE RE- ' TRIBLIIK? 47
  47. 47. *L Ç ”»i. -.¡3.«. fy FEHZMENTE PARA _ * E . M706/ 6441?/ AvoRo ouvI- Lo V uM CONBELHO, f¡ ~. vo_cE, os JAVALIE NAO - PARA MIM, EAo CANTAR/ &Nagô; PRINCESA: NÃO EXA- 5Ao_ eAeRAooa PARA _ . O MANIA! ? P05 A _, _ GERE! PODERIA nAvER É ' N09, oEELIx . ' - , K s ENCNENTEE TÃO eRAvEs í; QUANTO A 5ECAÍ E rd . f: I . _ gw: , _ IE. in . .. I &ENTE-ôã TZI9TE voRouE ACHO T . . MELHOR, Doãàffsfêãfg, :: HD0327 ouE, NEETE ExATo Mo- osEI-Ix ? › ””OC. IGLUFI/ ' 05a” 7/ MENTo, EM NO59A ALPEUÂ, E5TAO FAIENDO uM BAN - ouETE E N65 NÃo EETA- M05 PARTICIPANDO gEs' EE BANouETE . ' E POR ¡E50! NHOC l o »VAR/ z A 1414172134190 D5 OHEL/ X 5455.74 CORRETAMEAHE, 50/5, PEALMEA/ rs, 4 :14605445 CEI/ TQVA. ? DE #CRAS 05 voo 5M 74557-5 MA- G/ CO pa VALE ao 644/655.. . Estao MINHA TAÇA , BEM ALTo EM HONRAPE / NOE605 ? Rooueos euERREI- NÃO cHoVE HA' MwTo TEM- ívlM, E TALVEZ SEJA DE9ESÁVEL / Rory, A09 NO5505 AMIeoó QUE 7° EM N°99^ “f _ I- M¡ RAIz-rIRAM PARA TAo LONGE/ PA' ? Em PANOPAMW “ÇÊLÇÊÉÊPÊLÀÉW” . sÊWI. RA LEVAR À POVO? UEÊCONHECP' z; D05 o APOIO E A IMAeEM DE / NO§9_A GRANDE E aELA NA- , I çAo éALILEEA, E LHE? /' meo DDE-n
  48. 48. E '_~. .2.^-- . ISBN BS-JI-OBJILHB-B zznsnrmuzzmcmúwmm &ASWRIUZIEOWMMTIE wsanms . _ Lmmmzmmmmmms amswmmmosamasommmms * ? Lmwzzmmusmm &mmnxmmmmm mmsmmnxmmmmoâ ms m. Mmmmmmwomm UAI nusmmomcwmmmo mmmmmmmmmm IE. Axãirmmmnmmm 0mm» mmmmummmowwm 111mm um mmsmmmbswmmswm msm MAISTFIEWIBOMHWHNMO mmwmmwwzsm mmsmmmwmsmmmm zammmmmmmm Tmwmssm &OJIBMMMIDJMMMHHHAX zammlmmmãggwgãgmm ümsmm mmmmussmmmswm 22. II JFJJMHIGD IME AMME 2a. As 110m1 Mamma MIM mmmmmmo uwmwusms @MAM @BMW 05mm , ' ansürmvmmomwmo Il í 03114-6

×