ATIVIDADE DE ESTÍMULO À CRÍTICA
COM OS ALUNOS DO 9º ANO
DA ESCOLA MUNICIPAL DE CASTELINHO
Poltiel
Este filme Ilha das Flores é um documentário
que pra mim as pessoas não poderiam viver
assim, estão vivendo pior q...
Rafaela Paula Patricio
Hoje na sala do cine, tivemos coisas muito legais, mas o
que mais gostei foi o filme “O Balão Verme...
Arthur
A minha opinião sobre o filme “Ilha das Flores” é
sobre o problema das pessoas catando lixo, o filme
também é um po...
Vagner
Eu acho uma injustiça que eles fazem com as pessoas
que moram na Ilha das Flores. Primeiro os donos da
terra pegam ...
Carlos Henrique
Nesse filme, eu fiquei com dó das pessoas que estão
comendo o lixo que as pessoas jogam fora, pois está
ch...
Tais Bleidorn da Cunha
O mundo às vezes acaba sendo muito desigual, poucas
pessoas tem muito e muitas pessoas tem pouco.
P...
Micheli
O filme é muito interessante, pois conta um pouco da
realidade de vida de muitas pessoas desde o lucro
comercial a...
Débora
Esse filme fala sobre um senhor japonês chamado Suzuki,
que colhia tomates e vendia para o supermercado.
E o tomate...
Raniele
O filme conta a história de tudo desde o plantador de
tomate até o lixão onde tem um criador de porcos que usa
os ...
Ana Keyla
Esse filme é um pouco cansativo pois fica repetindo
muito.
Mas também nos dá a ideia de como há gente que não te...
Lunara
Esse filme retrata como que é o dia-a-dia dessas
pessoas, o sofrimento que é ter que catar comida do lixo,
para pod...
Yuji Yamamoto Cazadini
A história é meio cansativa, pois o narrador repete muito
algumas coisas.
Além de cansativo é meio ...
Yago Gratieri
No filme “Ilha das Flores”, há toda uma trajetória sobre o
lixo, um ciclo sobre o tomate desde a produção at...
Viviane da Silva Vieira 9º ano
O filme no princípio estava sendo normal, mas depois começou a
ficar repetitivo demais.
É m...
Thiago Fosse da Silva
A minha opinião sobre o filme “A Ilha das Flores”, é
um filme triste, e percebemos que os seres huma...
Joabe Veloviano
As coisas que eu achei desse filme é que o produtor de
tomate, troca tomate por dinheiro no mercado e uma ...
Géssica Alves Santos 9º ano
Muitos filmes retratam a necessidade que um ser humano sofre
em seu dia a dia. Como esse “Ilha...
Sara Paola Fardin Gratieri
As vezes no mundo existem necessidade e desigualdade humana,
falta de alimento para algumas pes...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade de estímulo à crítica - Cine Vila Clube

1.033 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.033
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
494
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade de estímulo à crítica - Cine Vila Clube

  1. 1. ATIVIDADE DE ESTÍMULO À CRÍTICA COM OS ALUNOS DO 9º ANO DA ESCOLA MUNICIPAL DE CASTELINHO
  2. 2. Poltiel Este filme Ilha das Flores é um documentário que pra mim as pessoas não poderiam viver assim, estão vivendo pior que os porcos e isso não poderia ser assim todos deveriam se conscientizar e ajudar essas pessoas mesmo sendo um documentário.
  3. 3. Rafaela Paula Patricio Hoje na sala do cine, tivemos coisas muito legais, mas o que mais gostei foi o filme “O Balão Vermelho”, um filme muito emocionante, e também tem suas partes engraçadas. Depois vimos um documentário da Ilha das Flores, um documentário que o japonês Suzuki faz plantações de tomate, e que depois de muitas fases que o tomate faz ele vai parar no lixão, para pessoas que não possuem muito dinheiro, pelo contrário são pobres. Um documentário triste por um lado, porque ver pessoas passando fome não é bom enquanto muitos desperdiçam.
  4. 4. Arthur A minha opinião sobre o filme “Ilha das Flores” é sobre o problema das pessoas catando lixo, o filme também é um pouco cansativo a não ser pela parte do japonês.
  5. 5. Vagner Eu acho uma injustiça que eles fazem com as pessoas que moram na Ilha das Flores. Primeiro os donos da terra pegam os legumes melhores como eles fazem e depois deixam as pessoas pobres de lá pegarem o resto no meio do lixo.
  6. 6. Carlos Henrique Nesse filme, eu fiquei com dó das pessoas que estão comendo o lixo que as pessoas jogam fora, pois está cheio de bactérias e doenças. Faz lembrar do Morro do Lixo em Cachoeiro de Itapemirim.
  7. 7. Tais Bleidorn da Cunha O mundo às vezes acaba sendo muito desigual, poucas pessoas tem muito e muitas pessoas tem pouco. Por causa dessa desigualdade acontece o que foi mostrado no filme, em que as pessoas tem que catar e se alimentar com o alimento que não serviu nem para os porcos. Eu achei o filme verdadeiro a partir de um certo momento e eu acho que as pessoas se conscientizar e dar valor ao que tem e não ficar reclamando da vida. Pelo nome do filme eu achei que ele fosse um pouco menos verdadeiro e achei que ele teria mais ficção. Pense e reflita um pouco mais sobre o que você faz e o que você diz.
  8. 8. Micheli O filme é muito interessante, pois conta um pouco da realidade de vida de muitas pessoas desde o lucro comercial até o lixo reaproveitado pelos humanos. O filme me trás a realidade, pois nós estragamos muitas comidas mesmo a gente não jogando fora não irá salvar eles da miséria, mas podemos criar regras para poucos chegarem a mesma situação.
  9. 9. Débora Esse filme fala sobre um senhor japonês chamado Suzuki, que colhia tomates e vendia para o supermercado. E o tomate era comprado por uma mulher que tinha vendido perfume, e com o dinheiro do perfume ela comprou alimento para a família. E ela tinha feito uma carne de porco e jogou molho, mas um dos tomates estava estragado então ela jogou no lixo. Esse lixo foi jogado no lixão que tinha um homem que comprou um terreno para colocar o porco e muita gente que estava passando fome pegava comida do lixo. Eu achei muito nojento e chato pois repetia toda hora.
  10. 10. Raniele O filme conta a história de tudo desde o plantador de tomate até o lixão onde tem um criador de porcos que usa os restos de alimentos que vai pro lixão para alimentação dos porcos e de um grupo de moradores. O filme me trouxe nojo e pena pois a população come restos dos porcos e mora perto de um lixão que não deve ser nada agradável pois o cheiro deve ser insuportável e as doenças inevitáveis.
  11. 11. Ana Keyla Esse filme é um pouco cansativo pois fica repetindo muito. Mas também nos dá a ideia de como há gente que não tem “valor”, pois ainda ficam depois dos porcos. Acontece também a troca. Troca de dinheiro desde o senhor Suzuki até o dono dos porcos.
  12. 12. Lunara Esse filme retrata como que é o dia-a-dia dessas pessoas, o sofrimento que é ter que catar comida do lixo, para poder sobreviver. No começo do filme é interessante, mas no final é cansativo.
  13. 13. Yuji Yamamoto Cazadini A história é meio cansativa, pois o narrador repete muito algumas coisas. Além de cansativo é meio triste, pois vemos que os donos do porco valorizam mais a vida suína do que a vida humana. O que é isso gente? Percebo que enquanto estamos aqui reclamando do que temos, existem pessoas que estão lutando para viver, sem roupa, sem uma boa comida e sem saúde. Aí que vai a pergunta: Será que o Brasil tem mesmo de sediar uma Copa do Mundo? Conhecemos um lugar que a pouco tempo estava numa situação constrangedora. O local fica em Cachoeiro de Itapemirim e é mais conhecido como “lixão”, devido ao excesso de lixo encontrado naquele local.
  14. 14. Yago Gratieri No filme “Ilha das Flores”, há toda uma trajetória sobre o lixo, um ciclo sobre o tomate desde a produção até o descarte, e nesse ciclo várias pessoas e seres orgânicos se envolvem, o produtor e o consumidor, o vendedor e no decorrer do documentário o narrador descreve cada ponto. Uma curiosidade sobre o documentário é que o ser humano com dinheiro, há diferenças entre o ser humano sem dinheiro.
  15. 15. Viviane da Silva Vieira 9º ano O filme no princípio estava sendo normal, mas depois começou a ficar repetitivo demais. É muito injusto a desigualdade, pois algumas pessoas tem tudo do bom e do melhor, e outras não tem nada. Até os porcos são mais valorizados do que aquelas pessoas, pois os melhores alimentos do lixo são dados para eles. E depois vem as mulheres e crianças pegarem o “resto” do lixo, correndo risco de pegar várias doenças. Eu achei o filme verdadeiro a partir do momento em que se envolve os porcos e o lixo. Pelo nome do filme era para ser uma ilha, bonita com várias flores, não com essa desigualdade e injustiça. Vamos pensar mais nos atos, que falamos e fazemos.
  16. 16. Thiago Fosse da Silva A minha opinião sobre o filme “A Ilha das Flores”, é um filme triste, e percebemos que os seres humanos são menos valorizados, ele é um pouco enjoativo, e a nossa realidade está mesmo sendo assim, porque ninguém liga pra ninguém.
  17. 17. Joabe Veloviano As coisas que eu achei desse filme é que o produtor de tomate, troca tomate por dinheiro no mercado e uma senhora vende perfume para comprar tomate para colocar no molho de tomate com porco mas um tomate não presta então ela joga um tomate no lixo. O lixo vai para um lugar chamado Ilha das Flores, onde moram umas pessoas que não tem para onde ir e nesse lugar um certo homem comprou essa ilha e agora essas pessoas não podem mais comer o que a senhora do perfume joga fora. Mas a parte que mais me chamou a atenção é que eles dão mais atenção para os porcos do que para os seres humanos.
  18. 18. Géssica Alves Santos 9º ano Muitos filmes retratam a necessidade que um ser humano sofre em seu dia a dia. Como esse “Ilha das Flores” na verdade é um documentário que se trata de famílias que não tem o que comer. Um exemplo o tomate é produzido em uma horta que é vendido para o supermercado e o consumidor compra do supermercado para o sustento da família e o que estraga é jogado no “lixo” que vai para um lugar bem longe o “lixão”. Na Ilha das Flores esse lixo é separado, como o tomate, repolho, etc. Tudo que é orgânico para servir de alimento aos porcos e as pessoas que não tem o que comer, que necessitam disso para sobreviver. Os por comem melhor que os seres humanos, pois alguns seres humanos não tem o que comer e ainda tem que comer o que vem do lixo que é cheio de “bactérias” que prejudicam a saúde de quem consomem esses alimentos do lixão.
  19. 19. Sara Paola Fardin Gratieri As vezes no mundo existem necessidade e desigualdade humana, falta de alimento para algumas pessoas que não tem uma boa condição de vida. Muita das vezes os animais, “porco”, comem melhor do que algumas pessoas, além de o porco muita das vezes prejudicar a vida e a saúde de algumas pessoas, muita gente come dessa carne. E muita das vezes as pessoas tem que comer comidas do lixo para viver. Muitas pessoas devem agradecer a Deus pelo que temos.

×