Impactes ambientais em áreas mineiras – Minas da Panasqueira

2.875 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.875
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
74
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Impactes ambientais em áreas mineiras – Minas da Panasqueira

  1. 1. Escola Secundária Maria Lamas Química Impactes Ambientais em Áreas Mineiras Ativas – Minas da Panasqueira  Carla Nicolau 12º CTD16 de Abril de 2012 Escola Secundária Maria Lamas
  2. 2. Introdução Um grande número de metais e metaloides são utilizadospelo o Homem para as mais diversas finalidades A exploração mineira é uma de entre outras atividadeshumanas que têm contribuído para a degradação ambiental,quer do local onde se encontram instaladas, quer da regiãoenvolvente, já que a extração, transformação e uso desteselementos químicos tem levado, frequentemente, à suadispersão no ambiente Em Portugal existem cerca de 200 explorações mineirasabandonadas, onde se podem facilmente observar as marcasdeixadas na paisagem e a contaminação dos solos e daságuas, como consequência da extração e tratamento dominério.
  3. 3. Enquadramento Geográfico  Localizam-se no Distrito de Castelo Branco  O couto mineiro ocupa cerca de 19km2  A sul destas minas passa o rio Zêzere
  4. 4. Enquadramento Geológico  Minas da Panasqueira localizam-se na Zona Centro Ibérica do Maciço Hespérico Arco do Estanho  O couto mineiro encontra-se em terrenos constituídos por xistos atravessados por filões de quartzo mineralizados .
  5. 5. Solos Solos Litólicos Húmicos de Xistos e Gauvaques e Solos MediteeâneosPardos de Xistos e Grauvaques, a sul predominam Solos Paralitossolos eLitossolos de Xistos e Grauvaques.Os solos são pouco favoráveis ao desenvolvimentoda agricultura, à excepção dos terrenos de aluvião A acidez dos solos é superior à dos solosdesenvolvidos sobre xistos + erosão e o escoamento superficial desorganizado
  6. 6. HidrologiaSeis pequenas linhas deágua que confluem para aRibeira do Bodelhão A rede de drenagem ébastante densa Rede complexa com umagrande densidade de ribeirassinuosas A ribeira do Bodelhãocontorna as actuaisescombreiras
  7. 7. História  Desde 1910 até 1928 as Minas da Panasqueira foram exploradas pela empresa Wolfram Mining & Smelting Co.Ltd. Uma vez criada a empresa Beralt Tin & Wolfram Limited, a exploração da mina ficou encarregue desta até 1973.  As minas da Panasqueira laboram há cerca de 100 anos. Desde então atravessou momentos de altos e baixos consoante a oscilação do preço do volfrâmio (principal produto de exploração) no mercado. O apogeu ocorreu durante a segunda guerra mundial
  8. 8. Método de Exploração Primeiro é traçada uma rampade acesso ao nível ou subnível quevai ser explorado. Depois sãoefetuados travessas numquadriculado de 11 por 11 metros.Cada travessa tem 5 metros delargura por 2 de altura. Nestaprimeira fase ficam pilares de 11 por11 metros. Depois caso os teores dominério sejam adequados, cada pilardestes é cortado por uma novatravessa de 5 por 2. Restando nofinal pilares de 3 por 3 metros.  O minério é carregado por páscarregadoras até poços de descargaque servem também de silos. Estespoços têm a sua saída num piso derolagem, onde vagonetas levam ominério até a um poço que atravésde um elevador leva o minério parao piso onde existe uma câmara defragmentação. Desta câmara ominério segue por uma rampa até àsuperfície, onde é tratado na lavaria.
  9. 9. Demografia e modo de vida  A atividade mineira que remonta desde os finais do século XIX, provocou profundas alterações no modo de vida das populações Dependiam essencialmente da agricultura epastorícia A exploração mineira constituiu umaoportunidade de trabalho que despertou osinteresses económicos das comunidades e aeuforia entre os habitantes. A evolução sóciodemográfica
  10. 10. Demografia e modo de vida  O trabalho nas minas iniciou-se em 1895. Quadro 1 – Evolução da População nas Freguesias confinantes com a Mina da Panasqueira  Em 1911 as Minas passam para um novo dono – Wolfram Concelho Freguesias 1890 1911 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 Mining and Smelting Co. Ltd, que implementa novos 926 Dor. Zêzere 860 908 1121 1274 1304 1045 800 780 677 métodos de exploração Pamp. Serra 639 Unh o Velho 765 929 1205 1196 1298 965 930 828 632 S.Jorge da 664  Reinicia-se a atividade e em Beira 1271 1297 3253 3422 3306 1720 1572 1063 694 Covilhã 1934 S. Francisco 379 566 1289 1838 2508 1985 1886 1396 692 Assis 977  A partir de 1960 a mina Barroca Fundão Zêzere 974 1247 1534 1695 1391 855 911 751 634 deixou de atrair trabalhadores 1269 Silvares 1490 1687 2453 2604 2332 1105 1241 1278 1104 devido à Silicose
  11. 11. Principais impactos e riscos  A exploração económica dos recursos minerais despoletou situações graves ao nível da degradação da paisagem , da escassez dos recursos naturais e da criação de situações de dependência económica excessiva das comunidades face à atividade mineira. Dualidade de benefícios e prejuízos Compromisso
  12. 12. Alterações ambientais causadas pela atividade extrativa  As Minas da Panasqueira por ainda se manterem em atividade, desenvolveram aquela que será a maior escombreira deste couto mineiro e de todo o território nacional.  Passa a sofrer constantes descargas de materiais  Problemas geotectónicos  Incluem sulfuretos que reagem até formarem águas ácidas  Resíduos da extracção são acumulados em escombreiras
  13. 13. Principais Fontes de Contaminação Ambiental  As principais fontes de contaminação ambientalexistentes na actualidade são as escombreiras situadas entre a Barroca Grande e o Cabeço do Pião  Inexistência de qualquer tipo de vegetação que trave a velocidade de escorrência da água  Constituída principalmente por partículas de quartzo, xistos, grauvaques e algum granito, é propício a ocorrência de desmoronamentos  Existem três Barragens de Lamas, onde as lamas da ETA são colocadas para secagem e lixiviação em profundida, com o problema destas lagoas serem semi-impermeabilizadas  ETA apenas tem capacidade de tratar 300m3/h, logo grande parte do caudal debitado no Inverno é desviado para a ribeira sem ocorrer qualquer tratamento.
  14. 14. Riscos Ambiental e Toxicológico de alguns elementos  Os elementos vestigiais são essenciais para o bom funcionamento de qualquer ser vivo, contudo, em contrações elevadas, podem causar efeitos adversos nas plantas, nos organismos do solo e aquáticos e noutros animais, incluindo o Homem. Anomalias relativamente às concentrações de Cobre, Zinco, Magnésio e Arsénio na água em circulação na ribeira do Bodelhão  Valores de pH muito baixos
  15. 15. Conclusão É necessário consciencializar as populações, sobretudo asque estão próximas de explorações mineiras, não só sobre osproblemas a que estão expostas como também sobre anecessidade de desenvolver atitudes que contribuam para apreservação e conservação das zonas mineiras É então importante preservar e valorizar os locais que aolongo do tempo sofreram alterações pela ação do Homem,como é o caso da ribeira do Bodelhão  Implementar rapidamente a construção de uma nova ETA  Valorizar e recuperar os habitats e as linhas de água presentes na zona;  Implementar medidas tendentes à limpeza dos solos e dos aluviões nos terrenos marginais à ribeira do Bodelhão,  Manter uma vigilância apertada no que se refere à qualidade da água e dos solos;  Iniciar ações de reflorestação

×