UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDEPRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃOSISTEMA DE BIBLIOTECAS – SIBPROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇ...
Biblioteca Setorial do Pós-Graduação em Educação Ambiental –Sala Verde Judith CortesãoApresentaçãoA “Sala Verde” é um proj...
forma de “Y” para o atendimento, pesquisa e consulta); 03 cadeiras; 02 computadores (1 para processamento técnico e serv...
TABELA 1 – ACERVO DA BIBLIOTECA: RELAÇÃO ENTRE OBRAS EEXEMPLARESTIPO DE OBRA OBRAS EXEMPLARESAtlas 05 05CD 92 137Disquete ...
TABELA 3 – REGISTROS DA SALA VERDE EM 2011 POR FORMATO FÍSICOFonte: ARGOOBS.: As teses e dissertações estão denominadas pe...
periódicos, dissertações e teses) e materiais através de compras solicitados paraatualização do acervo. As estantes estão ...
periódicos, dissertações e teses) e materiais através de compras solicitados paraatualização do acervo. As estantes estão ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Relatório de Gestão 2011 - Sala Verde Judith Cortesão FURG

339 visualizações

Publicada em

Relatório de Gestão 2011 - Sala Verde Judith Cortesão FURG

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
339
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Relatório de Gestão 2011 - Sala Verde Judith Cortesão FURG

  1. 1. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDEPRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃOSISTEMA DE BIBLIOTECAS – SIBPROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL - PPGEARELATÓRIO DE GESTÃO – 2011Clériston Ribeiro RamosBibliotecário CRB10/1889RIO GRANDE – RS2011
  2. 2. Biblioteca Setorial do Pós-Graduação em Educação Ambiental –Sala Verde Judith CortesãoApresentaçãoA “Sala Verde” é um projeto coordenado pela Diretoria de EducaçãoAmbiental do Ministério do Meio Ambiente (DEA/MMA) que deu início em 2000 e em2005, a partir do Edital 1/2005, a Universidade Federal do Rio Grande - FURG e oPrograma de Pós-Graduação em Educação Ambiental – PPGEA foramcontemplados com a instalação da Sala Verde.Em 08/2006 a Sala Verde “Judith Cortesão” tornou-se Biblioteca Setorial doNúcleo de Informação e Documentação – NID (hoje, Sistema de Bibliotecas - SiB) esua inauguração foi em 28/05/2007. A denominação da sala foi em homenagem àdoação do acervo pessoal da saudosa Profa. Dra. Judith Cortesão à Instituição.A Sala verde está localizada no Centro de Convivência no CampusCarreiros, em uma sala de 25,8 m² e seu acervo é composto pelo acervo pessoaldoado pela Profa. Dra. Judith Cortesão; material bibliográfico da antiga biblioteca doPPGEA; material recebido do Ministério do Meio Ambiente através do Projeto SalaVerde; material recebido do PPGEA; obras recebidas por compras realizadas peloSIB; intercâmbio e doações, abrangendo as mais diversas áreas do conhecimento,com ênfase em Ecologia e Meio Ambiente. A consulta ao acervo é de livre acesso,atendendo toda a comunidade acadêmica, comunidade em geral e especialmente oscursos de Pós-Graduação em Educação Ambiental (Mestrado e Doutorado), porémo empréstimo domiciliar é restrito e permitido somente para quem possui vínculocom a universidade por meio do número de matrícula.No que se refere à automatização do material bibliográfico a Sala utiliza omesmo sistema do SIB, trabalha com o sistema de automação ARGO, o qual faz otratamento e recuperação das informações.Estrutura físicaA Sala Verde funciona em uma sala de 25,8 m², mobiliada com: 07 estantes duplas; 01 armário; 02 móveis projetados (1 mesa para o bibliotecário/responsável e outra em2
  3. 3. forma de “Y” para o atendimento, pesquisa e consulta); 03 cadeiras; 02 computadores (1 para processamento técnico e serviços administrativos); 01 impressora Scaner; 01 split; 01 circulador de ar, e 01 linha telefônica (somente ramal);Recursos HumanosQUADRO 1 – RECURSOS HUMANOS DA SALA VERDEQuantidadeEnquadramento funcionalCargaHoráriaAtribuições1 Bibliotecário coordenador 8hCoordenação dasatividades técnicas eadministrativas2 Bolsista 20hAtendimento e auxílio apesquisa ao usuárioAcervoO acervo é composto por materiais: livros, periódicos, teses, dissertações,folhetos, separata, CD-ROM’s, fitas VHS, DVD’s e mapas, totalizando 4513 títulos.No ano de 2011 a sala verde registrou 613 exemplares (em 479 obras), sendodesses, 604 exemplares pela modalidade doação e 9 por compra. O restante doacervo da Profa. Judith e o material que a Sala recebe periodicamente estão emprocesso de organização.3[Digite uma citação do documento ou o resumo de uma questão interessante. Você pode posicionar a caixa de
  4. 4. TABELA 1 – ACERVO DA BIBLIOTECA: RELAÇÃO ENTRE OBRAS EEXEMPLARESTIPO DE OBRA OBRAS EXEMPLARESAtlas 05 05CD 92 137Disquete 01 01DVD 11 11FitaVídeo 23 25Folheto 202 392Gibi 01 16Jogo 03 04Lâmina 01 05Livro 2.564 3.116Manual 04 04Mapa 22 24Monografia 20 20Periódico 244 Não registradoProjeto 01 01Separata 02 02Slide 01 01Tese 366 488Total 3.563 4.496Fonte: ARGOTABELA 2 – REGISTROS DA SALA VERDE EM 2011Fonte: ARGO4
  5. 5. TABELA 3 – REGISTROS DA SALA VERDE EM 2011 POR FORMATO FÍSICOFonte: ARGOOBS.: As teses e dissertações estão denominadas pelo ARGO como “Tese”.OBS II.: Nas etiquetas das teses e dissertações foram inseridos os números de classificação, o quegerou um número grande nas inserções no ano de 2011.Serviços prestadosa) Empréstimo de materialEm 2011, 220 obras foram emprestadas, no anterior haviam sidoconsultadas 89 obras com isso contata-se uma crescente no que se refere aoempréstimo de material bibliográfico.b) Confecção de fichas catalográficasA sala atendeu a solicitação de 19 fichas catalográficas para os mestrandose doutorandos do PPGEA, sendo dessas 12 para dissertações de mestrado, 6 parateses de doutorado e 1 para anais de eventos. No ano anterior haviam sidoatendidas 13 solicitações, o que se constata um pequeno crescimento.Dificuldades encontradas no desenvolvimento das atividadesO espaço físico continua sendo um dos problemas, pois o acervo está emconstante crescimento, recebendo material bibliográfico do MMA, do PPGEA (livros,5
  6. 6. periódicos, dissertações e teses) e materiais através de compras solicitados paraatualização do acervo. As estantes estão ficando lotadas e não existe espaço físicopara colocação de novas estantes na sala.Não ha espaço para pesquisa e leitura dos usuários desta Biblioteca. Estesprecisam retirar o material desejado e procurar outro ponto de leitura, pois, o espaçodisponível além de ser exíguo, tem que ser dividido com os funcionários da sala queestão trabalhando. A pesquisa fica impossibilitada de ser feita pelo próprio usuário,pois, não há computadores disponíveis para tal.Pode-se dizer que a Sala Verde está insalubre pelo fato desta não ternenhuma abertura (janelas, portas), luz e ventilação natural. Existe uma única portautilizada na sala, que é a de entrada e saída, pois a outra existente foi bloqueada porestantes, para melhor aproveitamento do espaço físico.O que se deseja para a Sala Verde “Judith Cortesão” é a mudança daBiblioteca para um espaço físico adequado, ventilado, salubre e ergonômico. Umainfra-estrutura adequada para que as atividades sejam desenvolvidas de formacorreta, sem causar nenhum ônus à saúde dos que trabalham no ambiente edaqueles que a frequentam.Projeções futurasNo ano de 2012 a Biblioteca Sala Verde estará estabelecendo parceria com ocurso de Biblioteconomia, por meio da disciplina de Prática em bibliotecas, de ondealunos do curso estarão envolvidos no apoio técnico nos serviços de organização doacervo, dentre outras atividades. Com isso espera-se que a biblioteca consiga inserirna base de dados os materiais pendentes de inserção.6
  7. 7. periódicos, dissertações e teses) e materiais através de compras solicitados paraatualização do acervo. As estantes estão ficando lotadas e não existe espaço físicopara colocação de novas estantes na sala.Não ha espaço para pesquisa e leitura dos usuários desta Biblioteca. Estesprecisam retirar o material desejado e procurar outro ponto de leitura, pois, o espaçodisponível além de ser exíguo, tem que ser dividido com os funcionários da sala queestão trabalhando. A pesquisa fica impossibilitada de ser feita pelo próprio usuário,pois, não há computadores disponíveis para tal.Pode-se dizer que a Sala Verde está insalubre pelo fato desta não ternenhuma abertura (janelas, portas), luz e ventilação natural. Existe uma única portautilizada na sala, que é a de entrada e saída, pois a outra existente foi bloqueada porestantes, para melhor aproveitamento do espaço físico.O que se deseja para a Sala Verde “Judith Cortesão” é a mudança daBiblioteca para um espaço físico adequado, ventilado, salubre e ergonômico. Umainfra-estrutura adequada para que as atividades sejam desenvolvidas de formacorreta, sem causar nenhum ônus à saúde dos que trabalham no ambiente edaqueles que a frequentam.Projeções futurasNo ano de 2012 a Biblioteca Sala Verde estará estabelecendo parceria com ocurso de Biblioteconomia, por meio da disciplina de Prática em bibliotecas, de ondealunos do curso estarão envolvidos no apoio técnico nos serviços de organização doacervo, dentre outras atividades. Com isso espera-se que a biblioteca consiga inserirna base de dados os materiais pendentes de inserção.6

×