<br />O sistema de circulação rodoviária e de conduta<br />Escola eb2,3 Eg...
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
O sistema rodoviário
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O sistema rodoviário

2.347 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Negócios, Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O sistema rodoviário

  1. 1. <br />O sistema de circulação rodoviária e de conduta<br />Escola eb2,3 Egas Moniz<br />Ano lectivo 2010/2011<br /> <br /> <br /> Ana Fernandes nº1 /8ºF<br /> Ana Silva nº2/<br />Índice<br />Índice TOC o "1-3" h z u Índice PAGEREF _Toc279681705 h 1Introdução PAGEREF _Toc279681706 h 21.Sistema de circulação rodoviária PAGEREF _Toc279681707 h 31.1.O Homem PAGEREF _Toc279681708 h 31.1.O veículo PAGEREF _Toc279681709 h 51.3A via PAGEREF _Toc279681712 h 61.3O meio ambiente PAGEREF _Toc279681715 h 72.A visão PAGEREF _Toc279681717 h 82.1.Campo visual PAGEREF _Toc279681722 h 102.2.Visão Cromática, Estereoscópica e Nocturna PAGEREF _Toc279681723 h 112.2.1.A visão cromática PAGEREF _Toc279681724 h 112.2.2.Visão estereoscópica PAGEREF _Toc279681725 h 122.2.3Visão nocturna PAGEREF _Toc279681726 h 123A audição PAGEREF _Toc279681727 h 144A idade PAGEREF _Toc279681728 h 155Estados emocionais PAGEREF _Toc279681729 h 16 6 Fadiga PAGEREF _Toc279681731 h 177Álcool PAGEREF _Toc279681732 h 187.1Alcoolemia (taxa de álcool no sangue) PAGEREF _Toc279681733 h 187.2Factores que interfere na T.A.S PAGEREF _Toc279681734 h 187.2.1Taxa de alcoolemia em relação ao sexo e peso do condutor PAGEREF _Toc279681735 h 197.3Principais efeitos do álcool na condução PAGEREF _Toc279681736 h 207.4Processo orgânico de eliminação do álcool PAGEREF _Toc279681737 h 217.5Álcool e medicamentos PAGEREF _Toc279681738 h 217.6Regime legal PAGEREF _Toc279681739 h 21Conclusão PAGEREF _Toc279681740 h 23Bibliografia PAGEREF _Toc279681741 h 24<br />Introdução<br />Com este trabalho vamos alertar para os perigos que pode ocorrer durante uma viagem longa ou talvez curta de veículos rodoviários. <br />Vamos abordar o sistema de circulação rodoviária, a audição, a idade, os estados emocionais e muito mais…<br />Sistema de circulação rodoviária<br />O Homem<br />O homem, como condutor, é um dos elementos principais de todo o sistema rodoviário, e podemos também dizer que o seu comportamento depende, muitas vezes, a segurança da circulação rodoviária. O peão torna-se um elemento vulnerável.<br />O veículo<br />O veículo é o artefacto motorizado ou não, que estabelece uma ligação entre o condutor e a via (e faixa de rodagem).<br />O condutor terá que adaptar a sua condução às características do veículo que conduz.<br />A via<br />A via é sistema que permite a circulação dos veículos e dos peões; no entanto as suas características variam quanto ao tipo de piso, geometria, declive, etc.<br />Cabe ao condutor adaptar a sua condição às características da via em que circula.<br />O meio ambiente<br />O meio ambiente, ou as condições ambientais vão interferir no comportamento de qualquer condutor. Ex: Visibilidade (Dia, Noite, Nevoeiro, Chuva); Aderência (Piso seco, Piso molhado, Neve, Gelo); Estabilidade (Ventos fortes);<br />A visão <br />A tarefa da condução é uma actividade complexa com mais, o condutor tem de estar na posse de todas as suas capacidades físicas e psicológicas a fim de poder adaptar comportamentos e atitudes ajustados às diversas situações de trânsito.<br />A visão é o sentido mais importante na parte da condução, é essencialmente através da visão que o condutor tem conhecimento do que se passa a sua volta, dando-lhe 90% da informação recebida.<br /> <br /> SE<br /> TENS<br />OLHOS<br />PÁRA<br />Campo visual<br />Chama-se campo visual, à área e extensão total que se pode ver olhando em frente, sem mover a cabeça. Abrange a “a visão central”, pode se acrescentar que terminados factores (o stress, sono, cansaço, o álcool e medicamentos, ruído velocidade…) fazem diminuir o campo visual. No caso do álcool, apenas bebendo em pequenas quantidades a sua visão fica diminuída, quando se bebe em grandes quantidades fica com a sua visão em túnel ou seja perde quase a visão lateral.<br />Visão Cromática, Estereoscópica e Nocturna<br />A visão cromática <br />A visão cromática é a capacidade de distinguir as diferentes cores dos objectos observados. Como por exemplo as cores os semáforos eles dão ao condutor a informação para que ele tome uma atitude em relação a cor.<br /> No caso da cor vermelha, essa atitude tem de ser rápida e urgente, se se verificar uma anomalia na recepção das cores isso vai afectar, a condução, fazendo aumentar o “tempo de reacção” do condutor.<br />2.2.2.Visão estereoscópica <br />A visão estereoscópica também conhecida como visão de profundidade é a capacidade de se obter como só a interpretação tridimensional do objecto observado. <br />A visão estereoscópicas dão ao condutor a preparação da velocidade, esta visão é perturbada por factores como a sonolência, a fadiga, o álcool e os medicamentos. <br />Visão nocturna <br />De noite detectamos os objectos por sombras, é necessário algum tempo para que a visão possa adaptar-se a alteração de luz.<br /> <br />A audição <br />. <br />A audição é um sentido muito importante pois faz-nos distinguir os vários sons que encontrados encanto conduzimos. O condutor consegue ouvir o som mesmo antes de ver os obstáculos, assim podendo-se preparar para um determinado acidente.<br />A idade<br />O ser humano tem uma característica para que numa certa idade, as suas capacidades tanto físicas como psicológicas têm tendência para diminuir, o que afecta a sua capacidade de condução.<br />Também se verifica uma redução nos reflexos, ou seja uma redução na visão e na audição, na agilidade, etc.<br />Estados emocionais <br />O comportamento e atitudes do condutor podem modificar-se sob o efeito e emoções, como a ansiedade, o medo, a raiva e a tristeza podem afectar fortemente a preparação ao nível da atenção e aos órgãos sensoriais.<br />Fadiga<br />A fadiga é um esforço que ultrapassa os limites da pessoa, o que verifica uma diminuição das capacidades físicas e intelectuais, o que afecta a condução.<br /> A fadiga manifesta-se quando:<br />SE conduz por varias horas seguidas;<br />Falta de descanso;<br />Condições atmosféricas ou ambientais adversas;<br />Trânsito intenso;<br />Condução em trajectos monótonos (auto-estradas);<br />Condução em trajectos desconhecidos;<br />Incorrecta posição do condutor no veículo;<br />Habitáculo de veículo mal arejado;<br />Álcool <br />Alcoolemia (taxa de álcool no sangue)<br />A alcoolemia e a presença de álcool no sangue, exprime-se por gramas de álcool e designa-se por taxa de alcoolemia (T.A.S).<br />É a partir da taxa de alcoolemia que se pode, ver a quantidade de álcool no sangue cada individuo tem, que pode ser maior ou menor taxa.<br />Factores que interfere na T.A.S <br />A taxa de álcool no sangue é determinada pelo sexo, peso, idade, ingestão dos medicamentos e como o condutor ingere.<br />O que significa se um individuo ingere 0,50g/l, ou seja existe 0,50gramas de álcool num litro de sangue.<br />A nível legal considera-se estar sob efeito de alcoolemia, se a taxa de álcool no sangue for igual ou superior a 0,50g/l, ou então depois de se ter feito um teste.<br />1mg de álcool por litro de ar expirado é equivalente a 2,3g de álcool por litro de sangue. <br />Taxa de alcoolemia em relação ao sexo e peso do condutor<br />Homem55kg60kg65kg70kg75kg80kg85kg90kg½ litros de cerveja0,510,470,430,400,380,350,33O,31½Litros de vinho de11º 0,760,690,640,590,550,520,490,461 whisky ½ litros de vinho + cognac1,141,050,970,83O,840,780,740,70<br />Mulher45kg50kg55kg60kg65kg70kg75kg80kg½ litros de cerveja0,740,660,600,550,510,470,440,41½Litros de vinho de11º1,080,970,880,810,750,690,65O,611 whisky ½ litros de vinho + cognac1,631,471,341,221,131,050,980,92<br />Principais efeitos do álcool na condução <br />O tempo de reacção do condutor aumenta;<br />Na condução nocturna à maior dificuldade na recuperação após encadeamento;<br />Diminuição das qualidades de preparação visual;.<br />Estreitamento do campo visual(“visão em túnel”);<br />Perturbação na capacidade de avaliação das distancias;<br />Perturbação na audição;<br />Diminuição das capacidades físicas;<br />Comportamento eufórico e sobrevalorização das capacidades;<br />Aumento do risco de acidente<br />T.A.SRisco de acidente0,50g/l2x(mais)0,80g/l5x(mais)1,20g/l16x(mais)<br />Processo orgânico de eliminação do álcool <br />O álcool é facilmente absorvido pelos intestinos, seguindo pela a corrente sanguínea chega ao Cérbero e atrasa a actividade física e mental. Concentração máxima de álcool no sangue dá-se aos 80 a 120minutos após a ingestão, é geralmente oxidado e eliminado no fígado por um processo lento, equivalente, a uma media de 0,10g/l por hora.<br />Álcool e medicamentos <br />Alguns medicamentos na prevenção de algumas doenças, podem ter efeitos negativos na condução, como conduzir alcoolizado.<br />Se torná-los juntos podem ser produzidas reacções perigosas no exercício da condução.<br />Regime legal<br /> Não e permitido conduzir sob influencia de álcool ou outras substancias inapropriadas.<br />Considera-se sob influencia de álcool se o individuo apresentar uma taxa de alcoolemia igual ou superior a 0,5, ou então fazendo exames.<br />A condução sob influencia de álcool ou outras substancias, constitui contra-ordenação muito grave ou podendo constituir crime.<br />As multas podem ir de 500euros aos 2500euros. <br />Taxa de alcoolemia (T.A.S)Classificação da infracção (contra-ordenação/crime) Sanções Sanção (multa/pena) Sanção acessória(inibição de conduzir/proibição)Igual ou superior a 0,5g/I e inferior a 0,8g/IContra-ordenaçãoGraveMulta de 250euros a 1250euros1 mês a 1 ano Igual ou superiora 0,8g/I e inferior a 1,2g/I Contra-ordenação muito graveMulta de 500euros a 2500euros2 messes a 2 anos Igual ou superior a 1,2g/IcrimePena de prisão até 1 ano ou multa de 120 dias3 messes a 3 anosUm indivíduo se conduzir um veículo, com ou sem motor em via pública, com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2g/l, por se encontrar sob a influência de estupefacientes ou outras substancias que perturbem a aptidão física, mental e psicológica, habilita-se a 1 pena de prisão de 1 ano, ou uma multa de 120 dias. <br />Conclusão <br />Por fim terminámos este trabalho, com grande esforço das duas partes.<br />Conseguimos aprender várias coisas que não sabíamos sobre os cuidados a ter enquanto está a decorrer uma condução e nós estamos presentes.<br />O álcool a fadiga, os medicamentos a visão e muito mais são prejudiciais na condução. <br />Esperemos que gostem. <br />Bibliografia<br />Livro de código<br />www.educacao-rodoviario.pt<br />

×