Visita de Estudo a Braga:
Mosteiro de Tibães
Museu D. Diogo de Sousa
01/03/2013
Mosteiro de Tibães
Mosteiro de Tibães (exterior)
 Fonte de São Bento-1798
 Capela de São Bento-1554
 A água do lago vai dar a aquedutos, p...
Mosteiro de Tibães (exterior)
*Mosteiro de Tibães (interior)
 Sala do Capítulo;
 Biblioteca - a maior biblioteca do mundo com mais ou menos 20
mil liv...
*Continuação
 Os aposentos do abade eram compostos por seis divisões
diferentes: salão da ouvidoria-tribunal; sala de esp...
*Continuação
 A igreja é de estilo barroco nacional com muita talha dourada
(fase final – rococó- barroco mais exagerado)...
*Continuação
 A igreja é composta por três partes: nave da igreja, o
transepto e a capela mor.
 Demorou 30 anos a ser fe...
Mosteiro de Tibães(igreja)
Museu D. Diogo de Sousa
*Museu D. Diogo de Sousa
 Museu d. Diogo de Sousa, foi fundado no século XVI.
 Peças, escavações e manjedouras.
 Uma ca...
*Continuação
Ritual funerário dos romanos
 Os romanos acreditavam em duas vidas: o corpo do morto era
exposto na casa. O ...
*Continuação
 Os romanos, para contar os metros , contavam com passos…
 Maquetes das termas e domus.
 Enchiam as lampar...
Museu D. Diogo de Sousa(lá
dentro)
 Casa romana (domus):
Termas em maquete:
Estelas funerárias:
Trabalho realizado por:
 Andreia Mendes nº4; 7ºC
 Bruna Leite nº7; 7ºC
 Cláudia Mendes nº10; 7ºC
 Sara Silva nº22; 7ºC
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Visita Estudo 7.º Ano - 2012/2013 _ Tibães e D. Diogo

461 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Visita Estudo 7.º Ano - 2012/2013 _ Tibães e D. Diogo

  1. 1. Visita de Estudo a Braga: Mosteiro de Tibães Museu D. Diogo de Sousa 01/03/2013
  2. 2. Mosteiro de Tibães
  3. 3. Mosteiro de Tibães (exterior)  Fonte de São Bento-1798  Capela de São Bento-1554  A água do lago vai dar a aquedutos, para fazer azeite, etc. a água do lago tem lodo, a beira da fonte tinha como altura 1 metros e 30, e mais à frente tinha 2 metros e 80.  As árvores têm mais de 30m de altura e com 30 anos, nomo de árvore sedor dos himalaias.  Pinheiro com mais de 200 anos.
  4. 4. Mosteiro de Tibães (exterior)
  5. 5. *Mosteiro de Tibães (interior)  Sala do Capítulo;  Biblioteca - a maior biblioteca do mundo com mais ou menos 20 mil livros.  Os azulejos, cá fora, num jardim, são originais.  Quartos/hospedaria- há quartos fechados, sem chão e ainda com as paredes queimadas.  Botica/farmácia.  Secretas/sanita.  Quartos ou cela- espaço privado dos monges.  Os monges mais importantes tinham quartos maiores.  Paredes com madeira e tijolo.  As paredes dos quartos estão soltas ou suspensas.
  6. 6. *Continuação  Os aposentos do abade eram compostos por seis divisões diferentes: salão da ouvidoria-tribunal; sala de espera ou visitas; quarto do abade; jardim do abade-também chamado Jericó…  Uma zona modificada em 2006.  Freiras, que estão no mosteiro desde 2009.  Claustro - espaço muito importante(cemitério).  Os padres mais importantes eram enterrados à beira do jardim.  Alguns azulejos estão estalados ou queimados.
  7. 7. *Continuação  A igreja é de estilo barroco nacional com muita talha dourada (fase final – rococó- barroco mais exagerado).  Altar Joaninho.  Capela de Santo Amaro por baixo do órgão.  1677 capela restaurada- sacristia construída seculo XVII.  Contadores- guardar as peças para o pescoço.  anito- peças douradas, barro.  Coro alto.  Pinturas.  Estante giratória: com um livro grande com canções.  Moço que mexia.
  8. 8. *Continuação  A igreja é composta por três partes: nave da igreja, o transepto e a capela mor.  Demorou 30 anos a ser feita  A nave da igreja tem sepulturas.  Existe um órgão de tubos com esculturas parecidas com o diabo.  Livro de música original - partes impressas e feitas à mão.  Cuspideiras para atrás das cadeiras.
  9. 9. Mosteiro de Tibães(igreja)
  10. 10. Museu D. Diogo de Sousa
  11. 11. *Museu D. Diogo de Sousa  Museu d. Diogo de Sousa, foi fundado no século XVI.  Peças, escavações e manjedouras.  Uma casa velha onde foi o fórum de Bracara Augusta.  Termas de Bracara Augusta.  Nas termas fazia-se exercício, banhos mornos/frios/quentes , biblioteca, etc.  Uma casa romana descoberta debaixo do solo: mosaico no chão feito no século I; chão geométrico; símbolo de riqueza os mosaicos; triclínio da casa, onde comiam; havia esgotos debaixo da casa.  O senhor romano podia ter duas casas : uma na cidade (domus), outra na aldeia e também podia ter termas privadas.  Lugar das Agras são os terrenos mais primitivos do senhor romano.
  12. 12. *Continuação Ritual funerário dos romanos  Os romanos acreditavam em duas vidas: o corpo do morto era exposto na casa. O funeral era encomendado: faziam velórios, colocavam mulheres de um lado e do outro que eram pagas para chorar;  Para alcançar a outra vida, os romanos acreditavam que tinham que atravessar um rio e tinham que pôr uma moeda na língua.  Aqueles que morriam eram queimados, e punham as cinzas na sepultura.  A sepultura que havia no museu era de uma menina, e os romanos também achavam que para ir para a outra vida tinham que colocar os objetos pessoais.  Cortavam um bloco de pedra e metiam lá dentro as cinzas.
  13. 13. *Continuação  Os romanos, para contar os metros , contavam com passos…  Maquetes das termas e domus.  Enchiam as lamparinas de azeite e de petróleo.  As mulheres romanas já se maquiavam e as mais ricas punham leite de burra em toda a cara.  Antes da romanização, as pessoas eram sepultadas nas Antas na posição fetal.
  14. 14. Museu D. Diogo de Sousa(lá dentro)  Casa romana (domus): Termas em maquete: Estelas funerárias:
  15. 15. Trabalho realizado por:  Andreia Mendes nº4; 7ºC  Bruna Leite nº7; 7ºC  Cláudia Mendes nº10; 7ºC  Sara Silva nº22; 7ºC

×