Doenças cardiovasculares

1.157 visualizações

Publicada em

Trabalho apresentado na Unicastelo

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.157
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
59
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Doenças cardiovasculares

  1. 1. Alexandre Ferreira Costa RA 1221701-4 César José da Silva RA 1306048-8 Lilian Miranda RA 1221349-2 Luciane dos Santos Alves RA 1221708-9
  2. 2. A cardiomiopatia hipertrófica (CH) é uma condição na qual há o aumento do músculo cardíaco. Essa hipertrofia dificulta a saída do sangue do coração forçando-o a trabalhar mais para bombear o sangue. Coração Normal Coração com Cardiomiopatia Dilatada Ventrículo Esq. Ventrículo Dir.
  3. 3. Dor no peito Vertigem Desmaio, durante exercícios Insuficiência cardíaca (em alguns pacientes) Pressão arterial alta (hipertensão) Tontura, especialmente durante ou depois de atividade ou exercício Percepção dos batimentos cardíacos (palpitações) Falta de ar
  4. 4. Dor no peito que pode irradiar para nuca, queixo, ombros ou braços; Palpitações cardíacas; Pressão no peito; Falta de ar ou dificuldade para respirar; Enjoo; Pode haver vômitos.
  5. 5. Em risco severo, recomenda-se que o médico responsável solicite anestésicos sem vasoconstritores,; Desvantagem x Vantagem;
  6. 6. É a dificuldade do coração em enviar sangue de forma adequada ao organismo, causando assim uma deficiência generalizada de oxigenação nos diversos órgãos do corpo. Como o coração está insuficiente, o trabalho de bombeamento não ocorre de forma correta, o que causa, entre outra coisas, a retenção de líquidos no corpo. Insuficiência Cardíaca é consequência de outras enfermidades como hipertensão arterial, doenças de chagas, miocardites, doenças valvárias.
  7. 7. Falta de ar na atividade física ou logo após estar deitado por um tempo Tosse Inchaço dos pés e tornozelos Inchaço do abdome Ganho de peso Pulso irregular ou rápido Sensação de sentir o batimento cardíaco (palpitações) Dificuldade para dormir Fadiga, fraqueza, desmaios Perda de apetite, indigestão
  8. 8. Consultas Curtas; Evitar o uso de Epinefrina.
  9. 9. A angina é um tipo de desconforto no peito causado pelo fraco fluxo sanguíneo nos vasos (artérias coronárias) do músculo do coração (miocárdio).
  10. 10. Dor torácica que você também pode sentir no ombro, braço, mandíbula, pescoço, costas ou outra área; Desconforto que parece um aperto, pressão, esmagamento, queimação, sufocamento ou dores; O desconforto que ocorre em repouso e não desaparece facilmente ao tomar um medicamento; Falta de fôlego; Sudorese.
  11. 11. anamnese detalhada; Profilaxia Antibiótica; (Pré Cirurgico e Pós Cirurgico) Planejamento Procedimento Dentário; Anestésico: 1,8 mL de lidocaína a 2% com 1:100.000 de epinefrina (1 tubete) Pacientes saudáveis não resultam em mudanças no ritmo cardíaco ou na pressão arterial Porém 5,4 mL dessas soluções (3 tubetes) geram significativo aumento em ritmo cardíaco Little et al. (2002) Propôs reduzir a recomendação de dose anestésica com epinefrina 1:100.000 de 3 para 2 tubetes por sessão (0,036 mg de epinefrina) para pacientes hipertensos e com comprometimento cardíaco moderado. Caso o Paciente continue sentindo dor, caberá ao profissional julgar a possibilidade de administrar mais anestésico ou de interromper o procedimento.
  12. 12. As bactérias como as da bolsa periodontal migram por bacteremia, ou seja, entram na corrente sanguínea através da boca e se espalha em todo sistema e coração; Lá, proliferam-se e podem vir a ocasionar diversas doenças cardíacas, desde arritmia até endocardite bacteriana. DOENÇA PERIODONTAL A doença periodontal parece ser um significativo fator de risco para doenças cardiovasculares; A maior gravidade da doença periodontal, nos pacientes cardiopatas sugere que fatores sistêmicos podem estar envolvidos de forma simultânea na origem das duas doenças; ENDOCARDITE A endocardite infecciosa é uma infecção microbiana nas válvulas cardíacas, podendo ser de origem congênita pelo uso de próteses ou devido à infecção dos tecidos cardíacos adjacente; Instituto do Coração (Incor) realizou uma pesquisa em São Paulo e constatou que 45% das doenças cardíacas tinham origem na cavidade bucal, devido a caries profundas com comprometimento do canal, gengivas inflamadas, restos de dente e abscessos.

×