Reprodução Animal

358 visualizações

Publicada em

Reprodução Animal

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
358
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reprodução Animal

  1. 1. É uma característica fundamental dos seres vivos. Permitindo a formação de novos indivíduos, assegura a perpetuação das espécies e, consequentemente, a continuidade da vida no nosso planeta.
  2. 2. 1) Reprodução Assexuada ou Agâmica Processo que ocorre sem a participação de gametas. Não há portanto, troca de material genético entre os organismos. 2)Reprodução Sexuada ou Gâmica Processo no qual ocorre troca de material genético entre os indivíduos e na maioria das vezes com união de células reprodutoras denominadas gametas.
  3. 3. - VANTAGENS Assexuada: Gerar descendentes em pouco tempo Não depender de outro indivíduo. Sexuada: Variabilidade genética (recombinação gênica através dos gametas) = mistura de características. - DESVANTAGENS Assexuada: Formação de indivíduos idênticos e menor capacidade evolutiva. Sexuada: Mais tempo para a geração de descendentes, maior gasto energético, Durante a reprodução os indivíduos ficam mais expostos a ação de predadores.
  4. 4. Cissiparidade (fissão binária, bipartição, divisão simples) – um organismo simples divide-se em duas partes geneticamente iguais, que passarão a constituir novos indivíduos.  É verificada em geral em bactérias, algas unicelulares e protozoários.
  5. 5.  Gemiparidade ou Brotamento – Formação de um “broto”, que pode se destacar do organismo parental e viver isoladamente ou manter-se agregado a ele, constituindo uma colônia. Ocorre em algas, fungos, poríferos e celenterados.
  6. 6.  Regeneração - quando parte do individuo é cortado gerando um novo ser. Ex.: estrela-do-mar e planárias.
  7. 7. ESTROBILIZAÇÃO
  8. 8. 2) Reprodução Sexuada ou Gâmica Destacam-se dois fenômenos que permite a variabilidade entre os descendentes. - Meiose (formação de gametas) - Fecundação
  9. 9. GÔNADAS MASCULINAS E FEMININAS NO MESMO INDIVÍDUO
  10. 10. GÔNADAS MASCULINAS E FEMININAS EM INDIVÍDUOS DIFERENTES.
  11. 11. 2) Fecundação cruzada Possibilita a recombinação gênica
  12. 12. 3) Fecundação externa União dos gametas ocorre fora do organismo materno.
  13. 13. 4) Fecundação interna União dos gametas ocorre dentro do organismo materno.
  14. 14.  1) Partenogênese Desenvolvimento do óvulo sem que haja a fecundação. ( Não há mistura de genes entre 2 gametas). Ex: - Abelhas na formação de zangões(N) - Bananeira
  15. 15. 2) Conjugação Troca de genes sem a participação de gametas. Ex: bactérias, cianobactérias e protozoários.
  16. 16. Ovíparos: animais que apresentam fecundação interna e liberação de ovos que se desenvolvem externamente (meio aquático ou terrestre). Ex: Répteis em geral, peixes, aves e vários invertebrados.
  17. 17. Vivíparos: animais com fecundação interna e desenvolvimento no interior do organismo materno. Maioria dos mamíferos.
  18. 18. Ovovivíparos: animais que apresentam fecundação interna e que se desenvolvem dentro de ovos que ficam retidos no organismo materno, mas não há comunicação alimentar entre os dois. Alguns peixes e determinados répteis.
  19. 19. Ovulíparos: animais que apresentam fecundação externa e desenvolvimento externo em ovos aquáticos. Invertebrados aquáticos, maioria dos peixes e anfíbios.
  20. 20. E O CAVALO MARINHO??

×