Apresentação de resultados portugues final2_t13

1.116 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.116
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
759
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação de resultados portugues final2_t13

  1. 1. Resultados 2T13
  2. 2. Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e internacional. Essas declarações estão baseadas em certas suposições e análises feitas pela Companhia de acordo com a sua experiência e o ambiente econômico, as condições de mercado e os eventos futuros esperados, muitos dos quais estão fora do controle da Companhia. Fatores importantes que podem levar a diferenças significativas entre os resultados reais e as declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros incluem a estratégia de negócios da Companhia, as condições econômicas brasileira e internacional, tecnologia, estratégia financeira, desenvolvimentos da indústria de serviços públicos, condições hidrológicas, condições do mercado financeiro, incerteza a respeito dos resultados de suas operações futuras, planos, objetivos, expectativas e intenções, entre outros. Em razão desses fatores, os resultados reais da Companhia podem diferir significativamente daqueles indicados ou implícitos nas declarações de expectativas sobre eventos ou resultados futuros. As informações e opiniões aqui contidas não devem ser entendidas como recomendação a potenciais investidores e nenhuma decisão de investimento deve se basear na veracidade, atualidade ou completude dessas informações ou opiniões. Nenhum dos assessores da Companhia ou partes a eles relacionadas ou seus representantes terá qualquer responsabilidade por quaisquer perdas que possam decorrer da utilização ou do conteúdo desta apresentação. Este material inclui declarações sobre eventos futuros sujeitas a riscos e incertezas, as quais baseiam-se nas atuais expectativas e projeções sobre eventos futuros e tendências que podem afetar os negócios da Companhia. Essas declarações podem incluir projeções de crescimento econômico, demanda, fornecimento de energia, além de informações sobre posição competitiva, ambiente regulatório, potenciais oportunidades de crescimento e outros assuntos. Inúmeros fatores podem afetar adversamente as estimativas e suposições nas quais essas declarações se baseiam. Disclaimer 2
  3. 3. Criação CPFL Renováveis 651,5 Desenvolvimento Aquisição 31/12/2013 (1) (2) 2016 Ativos com PPA 304 198 328,2 1.153,1 254 1.735,3 328 MW atualmente em construção # 1 em energia renovável no Brasil com 1,7GW de capacidade contratada (67% já em operação) 3,8 GW de pipeline de alta qualidade Portfólio diversificado regionalmente (presença em 8 Estados brasileiros) e com presença em 4 fontes Capacidade Contratada Capacidade Instalada (MW) (1) Considera a conclusão dos 7 (sete) parques eólicos do Complexo Santa Clara, no total de 188 MW que já estão aptos a gerar energia e tem direito a receita correspondente ao faturamento contratado no Leilão de Energia de Reserva (LER) 2009 - Pendente ainda o término da construção da ICG (Instalação de Transmissão de Interesse Exclusivo de Centrais de Geração para Conexão Compartilhada); (2) Não considera os projetos adquiridos de Rosa dos Ventos em operação, cuja incorporação ainda está em processo de conclusão. Visão Geral da CPFL Renováveis PPAs e autorizações/concessões de longo prazo 304,0 197,5 254,0 3
  4. 4. O Portfólio em operação da Companhia no 2T13 apresenta um aumento significativo, de 27,4%, quando comparado ao 2T12 (1) Não considera projetos adquiridos de Rosa dos Ventos em operação, cuja incorporação ainda está em processo de conclusão. Pequena Central Hidrelétrica (MW) Solar (MWp) Eólica (MW) (1) Total em Operação (MW)(1) Biomassa (MW) 2T12 2T13 307.6 326.6 2T12 2T13 367.6 555.5 2T12 2T13 0.0 1.1 2T12 2T13 905.2 1.153,1 2T12 2T13 230,0 270.0 Portfólio por fonte 27,4% 4
  5. 5. Track Record de Execução Fonte: ANEEL e Companhia. (1) Diferença entre capacidade total contratada de 1.735MW e 1.481MW (em construção + aquisições) refere-se a ativos que entrarão em operação em 2016. (2) Não considera projetos adquiridos de Rosa dos Ventos em operação, cuja incorporação ainda está em processo de conclusão. Fusão 5
  6. 6. Destaques 2T13 Parque gerador de 1.153 MW de capacidade instalada em operação, aumento de 27% se comparado ao 1S12 A Receita Líquida do 1S13 alcançou R$ 416 milhões, um aumento de 45% em relação ao 1S12 Aquisição, em junho de 2013, do Projeto Rosa dos Ventos com 13,7 MW de capacidade instalada em dois ativos em operação no estado do Ceará(1) O EBITDA ajustado no 1S13 alcançou R$ 285 milhões, com margem de 69%, um aumento de 66% em relação ao 1S12 O Investimento no 1S13 alcançou R$ 554 milhões A CPFL Renováveis S.A. está listada no Novo Mercado da BM&FBovespa desde o dia 19 de julho de 2013 - ticker CPRE3 (1) Aquisição aguarda cumprimento de condicionantes contratuais para a conclusão 6
  7. 7. Em 18 de junho de 2013 firmamos um contrato de compra de 100% das Ações do Projeto Rosa dos Ventos com 13,7 MW de capacidade instalada em dois ativos em operação no estado do Ceará(1) CE Aracati CE Aracati Rosa dos Ventos Ativos SIIF Bons Ventos CPFL R Potência Instalada 13,7 MW Fator de Capacidade (média) 39,0% Garantia Física (média) 5,36 MWm (1) Aquisição aguarda cumprimento de condicionantes contratuais para a conclusão; (2) Data base Jun/2013 Canoa Quebrada Lagoa do Mato 10,5 MW 3,23 MW 4,10 MWm 1,26 MWm R$ 350,81 R$ 309,32 DEZ/2008 JUN/2009 3,31 MW 1,43 MW 2028 2029 Potência Instalada Garantia Física PPA (PROINFA) (2) Início Operação Comercial Energia Contratada Prazo do PPA Descrição dos Ativos – Aquisição de Rosa dos Ventos 7
  8. 8. Dados Operacionais 2T12 2T13 263 316 0 0,3 195 164 89 161 PCH SOL EOL BIO 546 1S12 1S13 592.0 644.0 0 0,6 343.0 478.0 122.0 182.0 Geração de Energia por fonte (GWh) (1) 640 1.058 1.304 No 1S13 a CPFL Renováveis alcançou 1.304 GWh de energia gerada, um aumento de 23,3% sobre o mesmo período de 2012, decorrente do crescimento no Portfolio em operação (1) Os dados de geração de energia não consideram o Complexo eólico Santa Clara que está apto para gerar energia e tem recebido a receita de seus contratos – pendente término da construção da ICG 17,2% 23,3% 8
  9. 9. Receita Líquida O bom desempenho decorre da receita adicionada pelos ativos que entraram em operação em 2012 (Bio Ipê, Bio Pedra, Complexo Eólico Santa Clara, Solar Tanquinho e PCH Santo Góes), além da contribuição das aquisições da Bons Ventos S.A. e da Usina Ester, incorporadas em junho e outubro de 2012 Receita Líquida (R$ Milhões) 42% PHC 0,6% Solar 12% Bio 45% Eólica 2T12 2T13 151,1 186,7 1S12 1S13 285,8 415,7 23,5% 45,4% Por fonte (1S13) 9
  10. 10. • Acréscimo explicado principalmente pela expansão dos negócios da CPFL Renováveis • Além disto, a Companhia incorreu em gastos extraordinários com compra de energia e encargos de R$ 22,8 milhões no 2T13 e de R$ 46,0 milhões no 1S13 Custo de Geração de Energia e Despesas Gerais e AdministrativasCustos–R$mmDespesas–R$mm 2T12 2T13 70,9 111,0 56,5% 1S12 1S13 130,5 230,6 76,6% 2T12 2T13 48,3 64,7 33,8% 1S12 1S13 91,4 118,4 29,6% 10
  11. 11. Ebitda Ajustado 2T13 EBITDA 171.4 129,9 46,0 16,3 239,0 EBITDA 2T12 Receita Líquida Gastos Extraordinários PMSO e outros EBITDA 2T13 39,4% EBITDA 1S12 Receita Líquida Gastos Extraordinários PMSO e outros EBITDA 1S13 60,8% 52,9% 60,0% 57,5% Margem EBITDA 91,9 35,6 98,722,8 6,0 Margem EBITDA 7,4% • Aumento do portfolio em operação (R$ 29,6 mm) • Gastos extraordinários (R$ 22,8 mm) 65,1% 121,5 Ebitda Ajustado 1S13 68,6% 285,0 11 EBITDA Ajustado 1S13 • Aumento do portfolio em operação (R$ 113,6 mm) • Gastos extraordinários (R$ 46,0 mm)
  12. 12. • A Companhia se estruturou para crescer seu portfolio de ativos • Custos e despesas numa fase onde ainda temos muitos projetos em construção • Gastos extraordinários (R$ 22,8 MM no 2T13 e R$ 46,0 MM no 1S13) • Sazonalidade dos resultados no 1º semestre (geralmente são piores que no 2º semestre) Resultado Líquido 2T12 2T13 (5,5) (51,6) -837% 1S12 1S13 5,5 (66,8) 12
  13. 13. 2013 2014 2015 2016 2017 2018+ Dívida por Indexador (%)Dívida Líquida (R$ mm) Amortização da Dívida (R$ mm) • Prazo Médio: 6,8 anos •Custo médio nominal: 7,61% (98,6% do CDI) Perfil da Dívida (1) refere-se a captações realizadas para projetos em construção que ainda não obtiveram os desembolsos de suas dívidas de longo prazo Perfil da Dívida (Jun/2013) Empréstimos Ponte (1) CDI 29% Fixo 13% TJLP 53% TJ6 3% IGPM 2% 3.854,4 777,5 3.076,9 4.657,8 528,3 4.129,5 3504,5 349,9 3.569,5 1.088,3 30 de junho de 2012 30 de junho de 2013 Longo Prazo CaixaCurto Prazo Dívida Líquida Dívida líquida/Ebitda 7,2x 13
  14. 14. Empreendimentos em construção 92% concluída Entrada em Operação Capacidade Instalada (MW) Garantia Física (MWmédios) Financiamento PPA 3T13 50 18,0 BNDES (contratado e parcialmente desembolsado) ACL - 20 anos UTE Alvorada 92% concluída 14
  15. 15. Empreendimentos em construção UTE Coopcana 95% concluída Entrada em Operação Capacidade Instalada (MW) Garantia Física (MWmédios) Financiamento PPA 3T13 50 18,0 BNDES (contratado e parcialmente desembolsado) ACL - 20 anos 15
  16. 16. Empreendimentos em construção Campo dos Ventos II 82% concluída Entrada em Operação Capacidade Instalada (MW) Garantia Física (MWmédios) Financiamento PPA 3T13 30 15,0 BNDES (em fase de aprovação) Empréstimo ponte contratado e desembolsado LER ago/10 - 20 anos 16
  17. 17. 1) Macacos, Pedra Preta, Costa Branca e Juremas; Entrada em Operação Capacidade Instalada (MW) Garantia Física (MWmédios) Financiamento PPA 4T13 78,2 37,5 BNDES (ponte contratado e desembolsado, longo prazo em fase de aprovação) LFA ago/10 - 20 anos Empreendimentos em construção Complexo Macacos I1 61% concluída 17
  18. 18. 1) Atlântica I, II, IV e V; Empreendimentos em construção 61% concluída Entrada em Operação Capacidade Instalada (MW) Garantia Física (MWmédios) Financiamento PPA 3T13 120 52,7 BNDES (ponte contratado e desembolsado, longo prazo em análise) LFA 2010 - 20 anos Complexo Atlântica1 61% concluída 18
  19. 19. Entrada em Operação 1T16 3T16 Capacidade Instalada (MW) 82,0 172,0 Garantia Física (MWmédios) 40,2 89,0 Financiamento BNDES (em estruturação) BNDES (em estruturação) PPA ACL - 19 anos ACL - 20 anos 1) Campo dos Ventos I, III, V; 2) Ventos de São Benedito, Ventos de Santo Dimas, Santa Mônica, Santa Úrsula São Domingos e Ventos de São Martinho; Empreendimentos em construção 10% concluída Complexo Campo dos Ventos1 8% concluída Complexo São Benedito2 19
  20. 20. Lock-up: • 8 meses para 100% da participação para acionistas vendedores, FIP Brasil Energia e Previ • 6 meses para 100% da participação para Companhia, acionista controlador e management • Lock-up adicional de 6 meses para 60% da participação para acionistas vendedores, FIP Brasil Energia, Previ, acionista controlador e management Ticker: CPRE3 Segmento de Listagem: Novo Mercado da BM&FBovespa • A Companhia concluiu sua oferta inicial de ações (IPO)(1) em julho de 2013 • Montante total de R$ 900 milhões: • R$ 350 milhões de oferta primária • R$ 550 milhões de oferta secundária Mercado de Capitais (1) A Oferta ainda está em curso uma vez que o anúncio de encerramento não foi publicado até esta data. 20
  21. 21. 9,4% 9,2% 7,6% 5,0% 3,2% 2,5%63,0% n.a. 5,6% 5,5% 7,1% 3,0% 1,9% 1,5%59,0% 9,1% Antes da Oferta Após a Oferta Mercado n.a. 7,3% Posição Acionária 21
  22. 22. Cotações e Gráficos • O valor de mercado da Companhia equivale à R$ 5,3 bilhões, atualmente • Mais de 4,7 milhões de ações foram negociadas (~R$56 milhões) • Volume médio diário de 262 mil ações (~R$3 milhões) Volume (Qtt) Preço (R$) 22
  23. 23. Contatos Cotação de fechamento em 13/08/2013: R$ 12,14 Valor de Mercado: R$ 5,34 Bilhões | US$ 2,31 Bilhões Miguel Saad Diretor Presidente Marcelo Souza Diretor Financeiro e de Relações com Investidores Maria Carolina Gonçalves Superintendente de Relações com Investidores Daniele de Oliveira Analista de Relações com Investidores Priscila de Oliveira Analista de Relações com Investidores E-mail: ri@cpflrenovaveis.com.br Telefone: 11- 3157-9305 Assessoria de Imprensa RP1 Comunicação Empresarial E-mail: selmasantos@rp1.com.br Telefone: 11-5501-4655 23

×