Criatividade escrita em oficina

730 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
730
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Criatividade escrita em oficina

  1. 1. http://www.youtube.com/watch?v=ULdVuc79z-I
  2. 2. Primeiros passos para ser escritor
  3. 3. Suba o Primeirodegrau com fé.Não é necessárioque você vejatoda a escada.Apenas de oprimeiro passo. Martin Luther King
  4. 4. http://www.youtube.com/watch?v=bQU8Efn9Jio
  5. 5. http://www.youtube.com/watch?v=mC_u9ZwlIUc
  6. 6. 90 livros clássicos para apressadinhosIlustrações de Henrik LangeTexto de Thomas WengelewskiEditora Galera Recordhttp://etbi.lu/zqj
  7. 7. É a forma como a história é contada, mais do que “aquilo que acontece” que torna a história interessante. Esses pontos-chave que marcam os “acontecimentos” vamos chamar de ENREDO.  Exemplo: comédias românticas.  um rapaz e uma moça se amam, mas não sabem disso ou são incapazes de admití-lo, depois de uma série de desencontros terminam juntos.
  8. 8. A técnica de contar histórias se revela na trama e não no enredo. A “trama” seria a forma como os acontecimentos se entrelaçam criando uma narrativa interessante.
  9. 9. Morfologia do conto maravilhosoVladimir I. ProppEditora Forense Universitária  Joseph Campbell - O herói de mil faceshttp://etbi.lu/2i8  “roteiro básico”  “A jornada do Herói Mitológico”.  Vladimir Propp – Morfologia dos Contos Maravilhosos  Análise de centenas de contos russos  Cristopher Vogler – A jornada do escritor  A fórmula Disney  Manual de roteiro
  10. 10. O herói de mil facesJoseph CampbellEditora Cultrix/Pensamentohttp://etbi.lu/psj
  11. 11. A jornada do escritorChristopher VoglerEditora Nova Fronteirahttp://etbi.lu/pju
  12. 12.  Mundo Comum Chamado à Aventura Recusa do Chamado Encontro com o Mentor Coação Violenta Travessia do Primeiro Limiar
  13. 13.  Floresta Mágica Testes, Aliados e Inimigos Aproximação da Caverna Oculta Provação Suprema Recompensa
  14. 14.  Caminho de Volta Morte do Herói Ressurreição Retorno com o Elixir
  15. 15.  Herói Chamado Testes Inimigos Caverna Oculta Provação Recompensa
  16. 16. http://www.youtube.com/watch?v=1x5sDCEOG6A
  17. 17.  Julio Cortazar  Continuidade dos parques Título Mundo comum / o trivial O que é literatura  Memória, imagens e nomes  “Musa, reconta-me os feitos do herói astucioso que muito peregrinou, dês que esfez as muralhas sagradas de Tróia...” Mudança no tom e na linguagem Detalhes
  18. 18.  CHAPEUZINHO VERMELHO (versão Grimm) Heroína recebe instruções para cumprir uma tarefa e recomendações sobre o que não fazer. Vilão aponta distrações que parecem não intereferir na realização da tarefa, mas pretende atrasar a heroína. Distraída, mas sem más intenções, a Heroína faz justamente o que lhe foi recomendado evitar. O erro da Heroína leva a um potencial desastre. A intervenção de outro Personagem leva a trama a um final feliz.
  19. 19.  Recrieo conto de Chapeuzinho Vermelho da maneira que achar melhor, mantendo, entretanto, os elementos essenciais da história. Dê asas à imaginação.
  20. 20.  BRANCA DE NEVE Levante os pontos-chave da conhecidíssima história de Branca de Neve. Depois, recrie o conto da maneira que achar melhor, mantendo, entretanto, os elementos essenciais da história.
  21. 21. O pássaro-do-sol – Neil Gaiman
  22. 22.  Personagens Enredo Trama  Elementos que se REPETEM  Pistas  Comicidade/Dramaticidade
  23. 23. http://etbi.lu/xrs
  24. 24. http://etbi.lu/f5m

×