Reecontrando a dracma perdida – parte ii Celso Brasil

2.109 visualizações

Publicada em

O que siginifica para nós a PARÁBOLA DA DRACMA PERDIDA? QUE LIÇÕES JESUS NOS ENSINA ATRAVÉS DESSA HISTÓRIA?

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.109
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
84
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reecontrando a dracma perdida – parte ii Celso Brasil

  1. 1. REECONTRANDO A DRACMA PERDIDA – PARTE II RESGATANDO O QUE É MEU Celso do Rosário Brasil Gonçalves
  2. 2. Introdução Os maiores tesouros que temos estão dentro da nossa própria casa. As maiores alegrias que temos estão dentro da nossa casa. Às vezes, inúmeras pessoas buscam a felicidade em tantas outras coisas (trabalho, dinheiro, títulos, etc.) e negligenciam o convívio familiar. Entretanto, aquele que não é feliz em casa não poderá ser feliz em lugar nenhum. Definitivamente, as maiores alegria que alguém pode experimentar está dentro do seu próprio lar. Isso se deve porque o maior tesouro que temos está dentro de casa – nossa família.
  3. 3. Algumas dracmas são perdidas na trajetória de nossas vidas e o pior é que não nos importamos ou não percebemos.
  4. 4. 1. Dracma da alegria. Nada traz alegria para muitos irmãos: A igreja, o trabalho, a família... Tudo é sem graça... Não há prazer em servi ou está na casa de Deus. Se você perdeu a alegria... Lembre-se que a Palavra de Deus afirma que alegria do Senhor é a nossa força (Neemias 8.10). Portanto, não desanime!!!
  5. 5. 2. Dracma da saúde. Tem pessoas que perderam a dracma da saúde, estão sempre doentes, com enfermidades: E o pior acostumaram-se com isso. Na Palavra de Deus, no livro do profeta Isaías 53.4 diz que Ele (Jesus) levou sobre si todas as nossas enfermidades, e todas as nossas dores.
  6. 6. 3. Dracma das finanças. Para muitos tornou-se normal gastar mais do que se ganha. E alguns, acabam culpando satanás, pelo descontrole financeiro. Em Lucas 6:48-49 mostra um homem edificando uma casa sobre a rocha. Edifique suas finanças na rocha e não na areia, depois peça a Jesus para fechar a boca do devorador.
  7. 7. 4. Dracma da paz. Muitos já perderam a paz com seu com os seus familiares, com os vizinhos, com o patrão, com o marido ou com a esposa, com os irmãos... No livro de salmo 4.8 diz: em paz me deito e logo pego no sono, porque Senhor, tu me fazes repousar seguro. A Bíblia afirma que Jesus é a nossa PAZ...
  8. 8. 5. Dracma da liberdade. Tem pessoa que se sente escravo do pecado / não se sente livre em nada. Estão presas dentro de si. Uma comunhão íntima com Deus traz liberdade, gaste seu tempo com Deus para se sentir livre. Em II Cor 3.17 diz que o Senhor é Espírito, e onde está o Espírito de Deus, aí há liberdade. Se o Espírito Santo de Deus está em você, então você é livre.
  9. 9. 6. Dracma da comunhão. Há aqueles que não tem prazer em estar em oração com Deus, não tem prazer em ler a bíblia, não tem prazer em participar dos cultos, nem tem prazer em estar em comunhão com irmãos. Ao invés de dizer: alegrei-me, diz: entristecime quando me disseram vamos à casa do Senhor. Irmãos, o segredo da comunhão é andar na luz, andar em sintonia com Deus. Em I João 1.7 diz que se andarmos na luz como ele na luz está, mantemos comunhão uns com os outros e o sangue de Jesus, seu filho, nos purifica de todo pecado.
  10. 10. 7. Dracma da conquista. Há aqueles que começam projetos e não terminam/ perdeu-se os sonhos / perdeu-se o gosto da vitória / nada dar certo / coleciona de derrotas. Há um espírito de derrotismo impregnado na alma. Está na hora da conquista, da restituição! Temos que fazer como Paulo ensinou a igreja de Filipos (3.13) “Uma coisa faço, esquecendo-me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão, prossigo para o alvo, para o prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.”
  11. 11. 8. Dracma do amor. Tem gente que não consegue mais amar. Não tem mais amor pelas coisas de Deus, nem por si mesmo. O fatalismo tomou conta de sua alma. O que podemos dizer quando passarmos por essa situação: “Senhor ensina-me amar mesmo quando só há ódio em meu redor”. Apocalipse 2.4 diz que a igreja Éfeso tinha abandonado o primeiro amor. I João 4.16 diz que Deus é amor, e aquele que permanece no amor, permanece em Deus e Deus nele.
  12. 12. 9. Dracma da vida. Há muitos crentes mortos, com vida espiritual zero. Com suas vidas sem sentido, nada tem graça. Na parábola do filho pródigo (Lucas 15.24) o pai diz assim: este meu filho estava morto e reviveu estava perdido e foi achado. Houve atitude positiva. Em I João 5.12 diz aquele que tem o filho, tem a vida eterna.
  13. 13. 10. Dracma da salvação. Têm muitos que estão na igreja, mas não se sentem salvos. Quando se perde a certeza da salvação, o inimigo aproveita para bombardear a mente. Em atos 4.12 diz que não há salvação em nenhum outro nome abaixo do céu pelo qual importa que sejamos salvo. Se eu aceitei Jesus como meu salvador, o pecado não pode mais me dominar, então tenho que proibir satanás de invadir minha mente.

×