Ciberativismo:  as novas mídias e as velhas lutas pela democratização da comunicação III CNSC – Angola Novembro de 2009 Ma...
 
Castells, em  Caminhos para uma comunicação democrática  (Le Monde Diplomatique) : “A maior influência que a mídia exerce ...
Exs:  - Fórum Social Mundial -  Punks na Paulista - Diario de Augustin - Manifestações pró-Chavez durante crise política -...
Aonde vamos? <ul><li>Despertar crítico   (Matrix, alienação) </li></ul><ul><li>{através da} </li></ul><ul><li>Sensibilizaç...
O que queremos não é o direito a falar, é  o direito a ser ouvido
o direito a ser ouvido No cenário tradicional temos os seguintes problemas:  (1)   Regulação : leis paternalistas e anti-d...
Gramsci <ul><li>Hegemonia : “todo um conjunto de práticas e expectativas, sobre a totalidade da vida: nossos sentidos e di...
Qual é a TUA hegemonia? <ul><li>Novos livros didáticos no Chile </li></ul><ul><ul><li>¿ Dictadura  o  Régimen Militar ? </...
O Mesmo e o Outro
Dominique Wolton <ul><li>“ Os meios de comunicação são o pulso da democracia” </li></ul><ul><ul><li>Equilíbrio entre fonte...
“ Livre” de anúncios ¡ para sempre ! <ul><li>“ Nosso conhecimento compartilhado. </li></ul><ul><li>Nosso tesouro compartil...
O dia seguinte à  colusão no  Las Últimas Noticias … <ul><li>4 anúncios de farmácias  Cruz Verde </li></ul><ul><li>Meia pá...
o direito a ser ouvido Recuperando... no cenário tradicional temos os seguintes problemas:  (1)   Regulação : leis paterna...
O que muda com o  digital?
O Poder da Rede <ul><li>Virtual/Digital  = reprodutibilidade, convergência </li></ul><ul><li>Não-Linear  = assincronia </l...
o direito a ser ouvido No cenário tradicional temos os seguintes problemas:  (1)   Regulação : leis paternalistas e anti-d...
(1) Regulação <ul><li>Conferências para convergir e integrar sociedade civil ao debate </li></ul><ul><ul><li>TV Digital e ...
(2) Legitimidade <ul><li>Crise da Credibilidade  dos meios massivos e das corporações (governo, empresas) </li></ul><ul><u...
O Poder da Rede <ul><li>Boteco São Bento </li></ul><ul><ul><li>Resenha em blog   com média de 1 ou 2 comentários por artig...
O Poder da Rede <ul><li>Mais de 2.000 comentários, reportagem na  revista Época ,  Folha  Online  e  acordo </li></ul><ul>...
Promovendo a viralidade <ul><li>Artigo  re- posteado  (123 comentários em nov/09) </li></ul><ul><ul><li>Pois bem; acho que...
Resultado: Quanto se buscou no Google.com.br o termo  “Boteco São Bento” 10 vezes mais tráfego no período do conflito (pic...
Caso Geisy e UNIBAN <ul><li>Vídeos captados por alunos = testemunho </li></ul><ul><li>Expulsão da aluna por “Flagrante des...
 
Mobilização organizada <ul><li>Revolución Pinguina  (2006) </li></ul><ul><li>Greve e toma das escolas por 600.000 alunos <...
Mobilização organizada <ul><li>Manifestações anti-globalização </li></ul><ul><li>Eleições na Espanha em 2004 </li></ul><ul...
Alguns dos  RISCOS
Nem tudo são flores… <ul><li>Excesso de conteúdo desestruturado = risco de falar sozinho…  </li></ul><ul><li>Contra poder ...
1. Falando sozinho? <ul><li>Comunidades Digitais (ex:  Bligoo )  </li></ul><ul><ul><li>Conteúdo + Rede Social </li></ul></...
Google.com.br em português Primeiro resultado: Site III CNSC Bligoo Segundo resultado: Relatório II Conferência disponível...
2. Contra poder a favor da ‘Hegemonia’ <ul><li>Efeito “caixa de ressonância” </li></ul><ul><ul><li>É tão fácil para a esqu...
3a. Mercantilização Wikis nasceram como colaboração democrática e agora são usados para colaboração corporativa = lucro Tw...
3a. Mercantilização <ul><li>Conceito de métricas “buzz”  (buchicho, zumbido, rumor) </li></ul><ul><li>Cooptação de bloguei...
3b. Monitoramento / Fiscalização <ul><li>Controle colaborativo do Estado </li></ul><ul><ul><li>Vigilancia Virtual Comunitá...
4. Inclusão Digital e acessibilidade <ul><li>Uso TÁTICO das mídias </li></ul><ul><ul><li>Qual a frequência necessária de a...
4. Inclusão Digital e acessibilidade <ul><li>Dificuldades </li></ul><ul><ul><li>Custo da aparelhagem </li></ul></ul><ul><u...
Algumas  ALTERNATIVAS
Tecnologia e Contexto <ul><li>SMS no meio rural </li></ul><ul><ul><li>(Exemplos no Chile, Burkina Faso e Mali) </li></ul><...
Alguns pensamentos <ul><li>Gramsci: Sociedade Civil é um espaço político por excelência onde ocorre forte “ Disputa de sen...
O direito à dignidade precede o da livre expressão
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ciberativismo - Apresentacao III Conferência Nacional da Sociedade Civil de Angola - 2009

454 visualizações

Publicada em

Algumas considerações sobre o ciberativismo e a democratização da comunicação no Brasil e em outros países

Publicada em: Educação, Negócios, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
454
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Nao apenas no sentido físico de um som chegar, mas no sentido simbólico, de ser “auscultado”, ouvido internamente, integralmente
  • Interface com educação &gt; mesmo e o outro
  • Exemplo: favelas cercando os condominios de suburbios
  • AQUÍ É QUE ENTRAM AS REDES!!!
  • Para terminar…
  • Constituicao brasileira
  • Ciberativismo - Apresentacao III Conferência Nacional da Sociedade Civil de Angola - 2009

    1. 1. Ciberativismo: as novas mídias e as velhas lutas pela democratização da comunicação III CNSC – Angola Novembro de 2009 Marcelo Luis B. Santos
    2. 3. Castells, em Caminhos para uma comunicação democrática (Le Monde Diplomatique) : “A maior influência que a mídia exerce sobre a política não é proveniente do que é publicado, mas do que não o é, de tudo o que permanece oculto, que passa despercebido. A atividade midiática repousa sobre uma dicotomia: algo existe no pensamento do público se está presente na mídia. O seu poder fundamental reside, portanto, na sua capacidade de ocultar, de mascarar, de omitir ”
    3. 4. Exs: - Fórum Social Mundial - Punks na Paulista - Diario de Augustin - Manifestações pró-Chavez durante crise política - Manifestações pró-Mel em Honduras
    4. 5. Aonde vamos? <ul><li>Despertar crítico (Matrix, alienação) </li></ul><ul><li>{através da} </li></ul><ul><li>Sensibilização Cognitiva (ex: vegetariano) </li></ul><ul><li>{levando a} </li></ul><ul><li>Conscientização Racional (padrões de comportamento, ex: capitalismo) </li></ul><ul><li>{nascendo mais uma} </li></ul><ul><li>Ação Social (cidadão ativo) </li></ul>
    5. 6. O que queremos não é o direito a falar, é o direito a ser ouvido
    6. 7. o direito a ser ouvido No cenário tradicional temos os seguintes problemas: (1) Regulação : leis paternalistas e anti-democráticas, exercício do monopólio e concentração de meios (Brasil = 11 famílias) (2) Legitimidade : a dificuldade em alcançar a audiência com voz de Verdade , com credibilidade (3) Alcance : dificuldade em difundir a mensagem (4) Produção : dificuldade técnico-financeira em deter os meios suficientes e necessários para o ofício do comunicador (emissor de rádio, câmera TV etc.)
    7. 8. Gramsci <ul><li>Hegemonia : “todo um conjunto de práticas e expectativas, sobre a totalidade da vida: nossos sentidos e distribuição de energia, nossa percepção de nós mesmos e nosso mundo. É um sistema vivido de significados e valores – constitutivo e constituidor – que, experimentados como práticas, parecem confirmar-se reciprocamente” </li></ul>
    8. 9. Qual é a TUA hegemonia? <ul><li>Novos livros didáticos no Chile </li></ul><ul><ul><li>¿ Dictadura o Régimen Militar ? </li></ul></ul><ul><ul><li>¿ Resistencia Mapuche o Guerra de Arauco ? </li></ul></ul><ul><li>Mídia no Brasil </li></ul><ul><ul><li>Ocupação ou Invasão ? </li></ul></ul><ul><ul><li>Americanos ou Estadounidenses ? </li></ul></ul><ul><ul><li>América… Latina ? </li></ul></ul><ul><li>Exercício mulher “não-hollywoodiana” </li></ul>Como mudar o discurso hegemônico?
    9. 10. O Mesmo e o Outro
    10. 11. Dominique Wolton <ul><li>“ Os meios de comunicação são o pulso da democracia” </li></ul><ul><ul><li>Equilíbrio entre fontes públicas e privadas </li></ul></ul><ul><ul><li>Pluralidade de fontes de informação </li></ul></ul><ul><ul><li>Autonomia (como?) dos meios de comunicação </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>The Clinic = depende de banca = sensacionalismo) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ciper = depende de fundos = instabilidade (ex: monges Laos) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Wikipedia = Doações </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Blogs, Comunidades = publicidade, patrocínio (?) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Comerciais = dependencia corporativa (exemplo farmácias) </li></ul></ul></ul>
    11. 12. “ Livre” de anúncios ¡ para sempre ! <ul><li>“ Nosso conhecimento compartilhado. </li></ul><ul><li>Nosso tesouro compartilhado.” </li></ul>
    12. 13. O dia seguinte à colusão no Las Últimas Noticias … <ul><li>4 anúncios de farmácias Cruz Verde </li></ul><ul><li>Meia página de Farmácias Ahumada </li></ul><ul><li>La Hora : 2 páragrafos </li></ul>
    13. 14. o direito a ser ouvido Recuperando... no cenário tradicional temos os seguintes problemas: (1) Regulação : leis paternalistas e anti-democráticas, exercício do monopólio e concentração de meios (Brasil = 11 famílias) (2) Legitimidade : a dificuldade em alcançar a audiência com voz de Verdade , com credibilidade (3) Alcance : dificuldade em difundir a mensagem (4) Produção : dificuldade técnico-financeira em deter os meios suficientes e necessários para o ofício do comunicador (emissor de rádio, câmera TV etc.)
    14. 15. O que muda com o digital?
    15. 16. O Poder da Rede <ul><li>Virtual/Digital = reprodutibilidade, convergência </li></ul><ul><li>Não-Linear = assincronia </li></ul><ul><li>Interativo = ação + reação, colaboração </li></ul><ul><li>Iterativo = Bases de dados, acumulação, registro, dinamismo </li></ul><ul><li>Online = simultaneidade, rapidez </li></ul><ul><li>Multimodal = Poli-sensorial (visión, audición, “tacto”, sinestesia) </li></ul>
    16. 17. o direito a ser ouvido No cenário tradicional temos os seguintes problemas: (1) Regulação : leis paternalistas e anti-democráticas, exercício do monopólio e concentração de meios (Brasil = 11 famílias) (2) Legitimidade : a dificuldade em alcançar a audiência com voz de Verdade , com credibilidade (3) Alcance : dificuldade em difundir a mensagem (4) Produção : dificuldade técnico-financeira em deter os meios suficientes e necessários para o ofício do comunicador (emissor de rádio, câmera TV etc.)
    17. 18. (1) Regulação <ul><li>Conferências para convergir e integrar sociedade civil ao debate </li></ul><ul><ul><li>TV Digital e internet : a quem interessa o debate? </li></ul></ul><ul><li>Reformas legislativas </li></ul><ul><ul><li>Argentina </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Modernização da legislação : privilegiando a diversidade e o pluralismo; garante presença de ONGs (33%); promove rádios comunitárias </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Criança: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Publicidade durante, antes ou depois de qualquer programa infantil é proibido na Áustria, Bélgica (parcialmente), Luxemburgo e Noruega; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Personagens de desenhos animados são proibidos de aparecer promovendo produtos em anúncios publicitários na Dinamarca; </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Proibição de qualquer publicidade a qualquer hora para crianças com menos de 12 anos na Noruega e Finlândia. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Regular a publicidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Promover a programação cultural </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumentar a participação de emissoras públicas </li></ul></ul>
    18. 19. (2) Legitimidade <ul><li>Crise da Credibilidade dos meios massivos e das corporações (governo, empresas) </li></ul><ul><ul><li>Denúncia : o cidadão funciona como “cão de guarda” e denuncia erros, falsos testemunhos. Logo, o poder da viralidade da rede espalha, a legitimação é consequência do consenso </li></ul></ul><ul><ul><li>Rapidez : Aparelhos móveis digitais integrados com a rede aumentam a instantaneidade </li></ul></ul><ul><ul><li>Ubiqüidade : as pessoas comuns estão em toda parte, os jornalistas são limitados </li></ul></ul><ul><ul><li>Notoriedade : a “marca” ou “fama” que é o fundamento da credibilidade no mass media, é substituído pela proximidade (o amigo do meu amigo viu!) </li></ul></ul>
    19. 20. O Poder da Rede <ul><li>Boteco São Bento </li></ul><ul><ul><li>Resenha em blog com média de 1 ou 2 comentários por artigo </li></ul></ul><ul><ul><li>Ameaça de processo do dono (ou não era o dono?) </li></ul></ul><ul><li>Dono afirma que não foi ele o autor das ameaças (será?) </li></ul><ul><ul><li>Para nós, agora, o que importam são as consequências: o PODER DA REDE … </li></ul></ul>
    20. 21. O Poder da Rede <ul><li>Mais de 2.000 comentários, reportagem na revista Época , Folha Online e acordo </li></ul><ul><li>Google.com.br: “boteco são bento” </li></ul><ul><ul><li>Site do Bar </li></ul></ul><ul><ul><li>Crítica sobre a polêmica (próximo slide) </li></ul></ul><ul><ul><li>Crítica sobre a polêmica </li></ul></ul><ul><ul><li>Site de bares </li></ul></ul><ul><ul><li>Crítica sobre a polêmica </li></ul></ul><ul><ul><li>Site de vida social </li></ul></ul><ul><ul><li>>>> Artigo <<< </li></ul></ul><ul><ul><li>Crítica </li></ul></ul>
    21. 22. Promovendo a viralidade <ul><li>Artigo re- posteado (123 comentários em nov/09) </li></ul><ul><ul><li>Pois bem; acho que advogados também merecem ganhar seu dinheiro, então sugiro que a advogada do Boteco São Bento tenha bastante trabalho. Minha proposta: TODOS, digo TODOS os blogs devem publicar o MESMO post. Assim ela terá que enviar notificação para TODO MUNDO. Ou fechar a Internet. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aqui minha contribuição. Aguardo a notificação. </li></ul></ul>
    22. 23. Resultado: Quanto se buscou no Google.com.br o termo “Boteco São Bento” 10 vezes mais tráfego no período do conflito (pico de 10 dias)
    23. 24. Caso Geisy e UNIBAN <ul><li>Vídeos captados por alunos = testemunho </li></ul><ul><li>Expulsão da aluna por “Flagrante desrespeito aos princípios éticos, à dignidade acadêmica e à moralidade” </li></ul><ul><li>Protesto alunos nus em Brasília </li></ul><ul><li>#unitaleban no twitter </li></ul><ul><li>Música Axé Unitaleban </li></ul><ul><li>Paródia com Hitler no Youtube </li></ul><ul><li>… e desExpulsão </li></ul>
    24. 26. Mobilização organizada <ul><li>Revolución Pinguina (2006) </li></ul><ul><li>Greve e toma das escolas por 600.000 alunos </li></ul><ul><li>Assembléias e colaboração = horizontalidade e transparência </li></ul><ul><li>Como? Com blogs, fotologs, SMS, sites, redes sociales... </li></ul>
    25. 27. Mobilização organizada <ul><li>Manifestações anti-globalização </li></ul><ul><li>Eleições na Espanha em 2004 </li></ul><ul><ul><li>Ataques ao trem dia 11/março </li></ul></ul><ul><ul><li>Eleições dia 14/março (Aznar queria reeleição) </li></ul></ul><ul><ul><li>Atribuído a al-Qaeda (tropas espanholas no Iraque) </li></ul></ul><ul><li>Cachorro assassinado </li></ul><ul><ul><li>Reputação do emissor = proximidade, amizade </li></ul></ul><ul><ul><li>Proximidade substitui notoriedade </li></ul></ul>
    26. 28. Alguns dos RISCOS
    27. 29. Nem tudo são flores… <ul><li>Excesso de conteúdo desestruturado = risco de falar sozinho… </li></ul><ul><li>Contra poder a favor da “hegemonia” </li></ul><ul><li>in CORP oração </li></ul><ul><ul><li>a. Mercantilização </li></ul></ul><ul><ul><li>b. Monitoramento / fiscalização / censura </li></ul></ul><ul><li>Inclusão digital e acessibilidade </li></ul>
    28. 30. 1. Falando sozinho? <ul><li>Comunidades Digitais (ex: Bligoo ) </li></ul><ul><ul><li>Conteúdo + Rede Social </li></ul></ul><ul><ul><li>Conexão entre pares </li></ul></ul><ul><ul><li>Sub-rede ‘temática’ dentro da rede (internet) </li></ul></ul><ul><ul><li>Registro do conteúdo </li></ul></ul><ul><ul><li>Distribuição de documentos e conteúdos </li></ul></ul><ul><ul><li>Articulação entre pessoas com afinidades </li></ul></ul><ul><ul><li>“ Encontrável” nos buscadores </li></ul></ul>
    29. 31. Google.com.br em português Primeiro resultado: Site III CNSC Bligoo Segundo resultado: Relatório II Conferência disponível para download
    30. 32. 2. Contra poder a favor da ‘Hegemonia’ <ul><li>Efeito “caixa de ressonância” </li></ul><ul><ul><li>É tão fácil para a esquerda quanto para a direita… </li></ul></ul><ul><ul><li>A maioria reproduz, não critica, não produz … </li></ul></ul><ul><li>“ Se uma mentira é repetida suficientes vezes, acaba por tornar-se verdade ” ( Joseph Goebbels ) </li></ul>
    31. 33. 3a. Mercantilização Wikis nasceram como colaboração democrática e agora são usados para colaboração corporativa = lucro Twitter já serviu para muita mobilização e dispersão em massa de informações relevantes (ex: defesa do consumidor, direitos humanos) como #unitaleban
    32. 34. 3a. Mercantilização <ul><li>Conceito de métricas “buzz” (buchicho, zumbido, rumor) </li></ul><ul><li>Cooptação de blogueiros célebres (caso Nokia) </li></ul><ul><li>Invasão das redes sociais </li></ul><ul><ul><li>Empresas no Second Life </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação de grupos no Facebook </li></ul></ul><ul><ul><li>‘ Avatares’ no Twitter (ex: impressora 3D) </li></ul></ul><ul><li>Tom Davenport e John C. Beck: “ A Economia da Atenção ” </li></ul>
    33. 35. 3b. Monitoramento / Fiscalização <ul><li>Controle colaborativo do Estado </li></ul><ul><ul><li>Vigilancia Virtual Comunitária na frontera do Texas com o México ( www.blueservo.net ) </li></ul></ul><ul><ul><li>Operação “Dedo-duro” ( Operation Tips, 2002) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ Espiões Cidadãos” </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Pedreiros, instaladores de telefonia, internet e TV a cabo, encanadores, empregadas etc. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>China: polícia apreende câmeras de turistas para identificar ‘desordeiros’ no Tibete </li></ul></ul>
    34. 36. 4. Inclusão Digital e acessibilidade <ul><li>Uso TÁTICO das mídias </li></ul><ul><ul><li>Qual a frequência necessária de acesso? </li></ul></ul><ul><ul><li>Todos têm que acessar sempre? </li></ul></ul><ul><ul><li>Qual a complexidade da mensagem? </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Texto? Áudio? Vídeo? Documento? </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Qual a natureza da mensagem? </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Interativa, precisa resposta? </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Informativa? (Ex: lugar de encontro, hora da manifestação, email do político etc.) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Pensar no futuro: e quando todos tiverem celular ou computador ou televisão etc... </li></ul></ul>
    35. 37. 4. Inclusão Digital e acessibilidade <ul><li>Dificuldades </li></ul><ul><ul><li>Custo da aparelhagem </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Computador, serviço de internet, cibercafé, celular </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Problemas de infraestrutura </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Sinal de internet, sinal de celular </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Problemas de design </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Acesso de deficientes ao conteúdo </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Infoalfabetização </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ Generosas” doações e descontos para MS Office </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Concorrência entre telecentros e escolas! </li></ul></ul></ul>
    36. 38. Algumas ALTERNATIVAS
    37. 39. Tecnologia e Contexto <ul><li>SMS no meio rural </li></ul><ul><ul><li>(Exemplos no Chile, Burkina Faso e Mali) </li></ul></ul><ul><li>Comunidades Digitais para registro e debate coletivo em âmbitos geográficos distribuídos (ex: Linux, Fórum de Debates III CNSC) </li></ul><ul><li>Blogs como ponto de vista alternativo (individual ou organizacional) </li></ul><ul><li>Twitter para mobilização no meio urbano (ex: caso #unitaleban) </li></ul><ul><li>Youtube/vimeo para divulgação audiovisual (ex: prisão indevida na Universidade de Temuco; manifesto “porta na cara”) </li></ul>
    38. 40. Alguns pensamentos <ul><li>Gramsci: Sociedade Civil é um espaço político por excelência onde ocorre forte “ Disputa de sentidos” </li></ul><ul><li>Frei Betto: Jejum dos sentidos </li></ul>
    39. 41. O direito à dignidade precede o da livre expressão

    ×