Artigo 9

217 visualizações

Publicada em

artigo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
41
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Artigo 9

  1. 1. 1 O QUE SÃO ALIMENTOS ORGÂNICOS ANDRÉIA CARVALHO DA SILVA PACHECO DALVINHA MARTINS JANICE CARVALHO DA SILVA RESUMO Os alimentos orgânicos são de extrema necessidade, entretanto muitas vezes são pouco conhecidos e ate mesmo confundidos com outras culturas, porem os orgânicos. Tem uma influenciam direta no corpo e na saúde das pessoas, portanto quanto maior a qualidade dos alimentos. Palavras - chave: Alimentos. Saúde. Qualidade. ABSTRAC Organic foods are of extreme need, but often are poorly understood and even confused with other cultures, however organic. It has a direct influence on the body and health of people, so the higher the quality of the food. Key - words: Food. Health. Quality. INTRODUÇÃO A produção e industrialização de alimentos influenciam de forma direta no desenvolvimento dos seres humanos. Portanto temos que conhecer os alimentos em suas especificidades, pois só assim teremos condições e conhecimento para alimentar-se e transmitir conhecimento com propriedade, e assim identificar quais são os benefícios que a produção orgânica trás para saúde humana e do meio ambiente, conhecer a diferença entre os alimentos orgânicos e os hidropônicos, identificar a diferença entre alimentos orgânicos e os alimentos convencionais.
  2. 2. 2 REFERENCIAL TEÓRICO Os alimentos passam por muitos caminhos ate chegar a nossa mesa, a produção e a industrialização de alimentos, portanto, conhecer os alimentos e suas especificidades é fundamental para a saúde, pois é com estes que estamos em contato no nosso dia a dia, e conhecê-los significa alimentar-se, e oferecer alimentos de qualidades para nossa família. No mercado existem vários tipos de alimentos, existem os alimentos comuns e os orgânicos. Os orgânicos: são aqueles produzidos em um ambiente orgânico, ou seja, sem uso de fertilizantes e agrotóxicos, contemplando o uso responsável do solo, da água, do ar e dos demais recursos naturais. O cultivo destes deve respeita aspectos ambientais, sociais, culturais e econômicos, garantindo um sistema agropecuário sustentável. Portanto existem algumas diretrizes da produção orgânica, conforme fundamentação legal, só é considerado sistema de produção orgânica, aquelas que adotem técnicas específicas, mediante a otimização do uso de recursos naturais e socioeconômicos disponíveis, e o respeito à integridade cultural das comunidades rurais, tendo como objetivo a sustentabilidade econômica e ecológica, a maximização dos benefícios sociais, a minimização da dependência de energia não renovável, empregando assim, métodos culturais, biológicos e mecânicos, em contraposição ao uso de materiais sintético, a eliminação do uso de organismos geneticamente modificados e radiação ionizantes, em qualquer fase do processo de produção, processamento, distribuição e comercialização, e a proteção do meio ambiente. Pois a produção orgânica tem como principais objetivos a oferta de produtos saudáveis isentos de contaminantes intencionais, a preservação da diversidade biológica dos ecossistemas naturais, a promoção do uso sustentável do solo, da água, do ar, e a redução de todas as formas de contaminação que possam resultar das práticas agrícolas, e por fim o incentivo à integração entre os diferentes segmentos da cadeia produtiva e de consumo de produtos orgânicos e a regionalização da produção e comércio desses produtos, diferentemente dos produtos convencionais que permitem o uso dos agrotóxicos. Vale à pena destacar que o processamento dos produtos orgânicos deve ser realizado totalmente isolado dos produtos não orgânicos. Os produtos orgânicos devem ser protegidos para que não se misturem com os produtos não orgânicos e não tenham contato com produtos e matérias cujo uso não esteja autorizado para produção orgânica.
  3. 3. 3 Já para a comercialização dos produtos orgânicos, estes deverão ser certificado por organismo conhecido oficialmente, segundo critério estabelecido em regulamento. A certificação orgânica compreende o procedimento realizado em unidade de produção e comercialização, a fim de avaliar e garantir sua conformidade em relação aos regulamentos técnicos. Portanto é valido destacar que, ao consumir produtos orgânicos, o ser humano terá alguns benefícios como: a saúde própria e de sua família, pois evita o risco de contaminação, a preservação do meio ambiente, uma vez que o solo e a água não serão contaminados, pois os produtores de orgânicos utilizam os resíduos de culturas e a diversificação de espécie, contribuindo para o equilíbrio do sistema, a redução dos riscos à saúde dos trabalhadores rurais que na produção convencional ficam expostos a substâncias tóxicas. Entretanto a participação dos orgânicos no mercado agropecuário, ainda é pequena, porém esta crescendo e segue uma tendência de mercado, resultado da maior exigência do consumidor. Pois já ha consciência de que o uso indiscriminado de agrotóxicos pode trazer inúmeras consequências negativas à saúde, pois a exposição desnecessária do trabalhador rural pode trazer problemas imediatos, como o envenenamento por agrotóxicos, e em longo prazo o aumento do risco dietético para quem consome os alimentos contaminados. Pois os resíduos de agrotóxicos em alimentos trazem agravos à saúde como o câncer, malformação congênita, distúrbios endócrinos, neurológicos e mentais. Por isso o governo federal tem investido em ações que estimulem a prática da produção orgânica um exemplo do incentivo foi a criação da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO), esta visa integrar, articular e adequar políticas, programas e ações indutoras da transição agroecológica e da produção orgânica e de base agroecológica, contribuindo assim para o desenvolvimento sustentável e a qualidade de vida da população, por meio do uso sustentável dos recursos naturais e da oferta e consumo dos alimentos saudáveis. Entretanto para que haja maior interesse e consumo dos produtos orgânicos o consumidor deve conhecer com propriedade estes produtos e suas principais diferenças dos demais, pois há grande confusão em achar que orgânicos e hidropônicos são a mesma coisa ou tem os mesmos princípios e por isso o mesmo resultado, mas há uma grande diferença entre ambos. Nos alimentos hidropônicos pode ser usada agrotóxico, sua característica principal é que estes são produzidos diretamente na água. Já os orgânicos são produzidos diretamente no solo, e não é usado nem um tipo de agrotóxico, nem mesmo os que são solúveis em água como acontece com ao hidropônico. Portanto é importante que tanto os produtores quanto os consumidores, tenham propriedade neste conhecimento, pois sabe se que a alimentação é algo além de apenas saciar a fome, ela influencia positiva ou negativamente, na vida do individuo, e esta influencia pode ser a curto ou longo prazo,
  4. 4. 4 por isso a necessidade de estarmos atentos aos alimentos, quanto a sua origem conservação e validade, para que estes tenham uma contribuição positiva no decorrer da vida. CONSIDERAÇÕES FINAIS É de fundamental importância que se conheça a procedência dos alimentos que estão disponíveis para o nosso consumo, pois estes influenciam diretamente na saúde e na qualidade de vida, portanto ao comprar e consumir os alimentos deve se ter o mínimo de conhecimento sobre tal, para a escolha seja feita com consciência e de forma que estes sejam produtos que vão além de saciar a fome e sim que contribuam para o desenvolvimento e conservação integral do organismo humano. Pois a alimentação esta ligada diretamente com a saúde de hoje ou futuramente, pois, alguns alimentos têm efeitos positivos, outros negativos estes efeitos podem ser imediatos ou alongo prazo. Entretanto alimentar se com qualidade e conhecer além da aparência dos alimentos, pois sua origem e procedência também influenciam diretamente no organismo humano. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS AMORIN, Maégela Lourenço do Nascimento; LEMKE, Stella: Produção e Industrialização de Alimentos. Profuncionário, Técnico em Alimentação Escolar, unidade 13

×