 Sucedeu também um dia que, indo 
Eliseu a Suném, havia ali uma mulher 
importante, a qual o reteve para comer 
pão; e su...
 E ela disse a seu marido: Eis que tenho 
observado que este que sempre passa 
por nós é um santo homem de Deus. 
Façamos...
E sucedeu que um dia ele chegou ali, e 
recolheu-se àquele quarto, e se deitou. 
Então disse ao seu servo Geazi: Chama 
es...
 Então disse ele: Que se há de fazer por 
ela? E Geazi disse: Ora ela não tem filho, 
e seu marido é velho. 
Por isso dis...
 E disse ela: Não, meu senhor, homem de 
Deus, não mintas à tua serva. 
E concebeu a mulher, e deu à luz um 
filho, no te...
 Dois Reinos, após Salomão 
 Reino de Israel, Rei Jorão, 842 AC 
 Influência religiosa de outros países 
pelas relações...
 Mais do que hospitalidade 
 Reconhecimento de autoridade 
 Discernimento de caráter 
 Prestação de honra e serviço a ...
 Monte Carmelo, o lugar do encontro 
com Deus – A presença de Deus. 
 A presença de Deus na casa. 
 Um quarto, lugar de...
 Têm um custo 
 Implicam um compromisso 
 Exigem empenho 
 Traduzem-se em prática 
 Geram resultados
 Os sonhos dos pais 
 Os sonhos dos filhos 
 A desilusão do sonho perdido 
 O reencontro do sonho com Deus
 E, crescendo o filho, sucedeu que um dia 
saiu para ter com seu pai, que estava com 
os segadores, 
E disse a seu pai: A...
 E chamou a seu marido, e disse: Manda-me 
já um dos moços, e uma das jumentas, 
para que eu corra ao homem de Deus, e 
v...
 Partiu ela, pois, e foi ao homem de Deus, 
ao monte Carmelo; e sucedeu que, 
vendo-a o homem de Deus de longe, 
disse a ...
 Chegando ela, pois, ao homem de 
Deus, ao monte, pegou nos seus pés; 
mas chegou Geazi para retirá-la; disse 
porém o ho...
 E ele disse a Geazi: Cinge os teus 
lombos, toma o meu bordão na tua 
mão, e vai; se encontrares alguém não 
o saúdes, e...
 E Geazi passou adiante deles, e pôs o 
bordão sobre o rosto do menino; porém 
não havia nele voz nem sentido; e 
voltou ...
 E subiu à cama e deitou-se sobre o menino, 
e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e 
os seus olhos sobre os olhos dele,...
 Então chamou a Geazi, e disse: Chama 
esta sunamita. E chamou-a, e veio a ele. 
E disse ele: Toma o teu filho. 
E entrou...
 Confiança 
 Persistência 
 Busca de respostas no lugar certo 
 Não desiste diante da adversidade 
 Carrega o sonho e...
 TU, no centro do propósito de Deus 
 Tu para o Propósito de Deus 
“Que eles sejam um como tu e eu 
somos UM” 
 Os sonh...
Sonhos que vivem
Sonhos que vivem
Sonhos que vivem
Sonhos que vivem
Sonhos que vivem
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Sonhos que vivem

308 visualizações

Publicada em

05 10_2014
Lídia Ferreira

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
308
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Este slide deve estar na tela antes do inicio do culto e depois do conjunto de slides dos anuncios que devem ser passados ( Ted Hanson e coisas gerais)
  • Quando Grupo Louvor sobe aparece este slide para a abertura seguido da leitura dos slides seguintes, até ao separador
  • Ate aqui a leitura, segue-se o louvor
  • Depois da oferta, este slide com o link do filme. Passa o filme
  • 2ª parte da mesnagem
  • Inicio da 3ª parte da mensagem
  • Personagem (Sandra)
  • Ceia e Aplicação
  • Sonhos que vivem

    1. 1.  Sucedeu também um dia que, indo Eliseu a Suném, havia ali uma mulher importante, a qual o reteve para comer pão; e sucedeu que todas as vezes que passava por ali entrava para comer pão. E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que este que sempre passa por nós é um santo homem de Deus.
    2. 2.  E ela disse a seu marido: Eis que tenho observado que este que sempre passa por nós é um santo homem de Deus. Façamos-lhe, pois, um pequeno quarto junto ao muro, e ali lhe ponhamos uma cama, uma mesa, uma cadeira e um candeeiro; e há de ser que, vindo ele a nós, para ali se recolherá.
    3. 3. E sucedeu que um dia ele chegou ali, e recolheu-se àquele quarto, e se deitou. Então disse ao seu servo Geazi: Chama esta sunamita. E chamando-a ele, ela se pôs diante dele. Porque ele tinha falado a Geazi: Dize-lhe: Eis que tu nos tens tratado com todo o desvelo; que se há de fazer por ti? Haverá alguma coisa de que se fale por ti ao rei, ou ao capitão do exército? E disse ela: Eu habito no meio do meu povo.
    4. 4.  Então disse ele: Que se há de fazer por ela? E Geazi disse: Ora ela não tem filho, e seu marido é velho. Por isso disse ele: Chama-a. E, chamando-a ele, ela se pôs à porta. E ele disse: A este tempo determinado, segundo o tempo da vida, abraçarás um filho.
    5. 5.  E disse ela: Não, meu senhor, homem de Deus, não mintas à tua serva. E concebeu a mulher, e deu à luz um filho, no tempo determinado, no ano seguinte, segundo Eliseu lhe dissera. 2 Reis 4:8-17
    6. 6.  Dois Reinos, após Salomão  Reino de Israel, Rei Jorão, 842 AC  Influência religiosa de outros países pelas relações económicas, politicas e culturais  Eliseu é discípulo de Elias. Chamado 29 vezes de “Homem de Deus”  Suném, uma pequena cidade no sul da Galileia, Lugar de Repouso
    7. 7.  Mais do que hospitalidade  Reconhecimento de autoridade  Discernimento de caráter  Prestação de honra e serviço a Deus  Generosidade
    8. 8.  Monte Carmelo, o lugar do encontro com Deus – A presença de Deus.  A presença de Deus na casa.  Um quarto, lugar de descanso e permanência, mais do que uma sala de jantar.  Na rota da bênção.
    9. 9.  Têm um custo  Implicam um compromisso  Exigem empenho  Traduzem-se em prática  Geram resultados
    10. 10.  Os sonhos dos pais  Os sonhos dos filhos  A desilusão do sonho perdido  O reencontro do sonho com Deus
    11. 11.  E, crescendo o filho, sucedeu que um dia saiu para ter com seu pai, que estava com os segadores, E disse a seu pai: Ai, a minha cabeça! Ai, a minha cabeça! Então disse a um moço: Leva-o à sua mãe. E ele o tomou, e o levou à sua mãe; e esteve sobre os seus joelhos até ao meio-dia, e morreu. E subiu ela, e o deitou sobre a cama do homem de Deus; e fechou a porta, e saiu.
    12. 12.  E chamou a seu marido, e disse: Manda-me já um dos moços, e uma das jumentas, para que eu corra ao homem de Deus, e volte. E disse ele: Por que vais a ele hoje? Não é lua nova nem sábado. E ela disse: Tudo vai bem. Então albardou a jumenta, e disse ao seu servo: Guia e anda, e não te detenhas no caminhar, senão quando eu to disser.
    13. 13.  Partiu ela, pois, e foi ao homem de Deus, ao monte Carmelo; e sucedeu que, vendo-a o homem de Deus de longe, disse a Geazi, seu servo: Eis aí a sunamita. Agora, pois, corre-lhe ao encontro e dize-lhe: Vai bem contigo? Vai bem com teu marido? Vai bem com teu filho? E ela disse: Vai bem.
    14. 14.  Chegando ela, pois, ao homem de Deus, ao monte, pegou nos seus pés; mas chegou Geazi para retirá-la; disse porém o homem de Deus: Deixa-a, porque a sua alma está triste de amargura, e o Senhor me encobriu, e não me manifestou. E disse ela: Pedi eu a meu senhor algum filho? Não disse eu: Não me enganes?
    15. 15.  E ele disse a Geazi: Cinge os teus lombos, toma o meu bordão na tua mão, e vai; se encontrares alguém não o saúdes, e se alguém te saudar, não lhe respondas; e põe o meu bordão sobre o rosto do menino. Porém disse a mãe do menino: Vive o Senhor, e vive a tua alma, que não te hei de deixar. Então ele se levantou, e a seguiu.
    16. 16.  E Geazi passou adiante deles, e pôs o bordão sobre o rosto do menino; porém não havia nele voz nem sentido; e voltou a encontrar-se com ele, e lhe trouxe aviso, dizendo: O menino não despertou. E, chegando Eliseu àquela casa, eis que o menino jazia morto sobre a sua cama. Então entrou ele, e fechou a porta sobre eles ambos, e orou ao Senhor.
    17. 17.  E subiu à cama e deitou-se sobre o menino, e, pondo a sua boca sobre a boca dele, e os seus olhos sobre os olhos dele, e as suas mãos sobre as mãos dele, se estendeu sobre ele; e a carne do menino aqueceu. Depois desceu, e andou naquela casa de uma parte para a outra, e tornou a subir, e se estendeu sobre ele, então o menino espirrou sete vezes, e abriu os olhos.
    18. 18.  Então chamou a Geazi, e disse: Chama esta sunamita. E chamou-a, e veio a ele. E disse ele: Toma o teu filho. E entrou ela, e se prostrou a seus pés, e se inclinou à terra; e tomou o seu filho e saiu. 2 Reis 4:18-37
    19. 19.  Confiança  Persistência  Busca de respostas no lugar certo  Não desiste diante da adversidade  Carrega o sonho e avança
    20. 20.  TU, no centro do propósito de Deus  Tu para o Propósito de Deus “Que eles sejam um como tu e eu somos UM”  Os sonhos de Deus não morrem, ainda que impliquem a morte do que deve morrer.

    ×