Apresentacao projecto de dissertação

4.742 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.742
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.536
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentacao projecto de dissertação

  1. 1. Design de interacção centrado nas crianças<br />Portal Biblon – Rede Social de leitores Juniores<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />Sob a orientação de Prof. Dr.ª Lídia Oliveira<br />UA | DeCA | mcmm | Janeiro 2010<br />
  2. 2. Tópicos a abordar<br /><ul><li>- Apresentação do projecto
  3. 3. - Questão de investigação
  4. 4. - Objectivos do projecto
  5. 5. - Fundamentação teórica
  6. 6. - Metodologia de investigação
  7. 7. - Resultados esperados</li></ul>20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />2<br />
  8. 8. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />3<br />Apresentação do projecto<br />» Desenvolvimento de um portal baseado na lógica das redes sociais <br />» Destina-se a crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico (entre os 6 e os 10 anos)<br />» O elemento agregador é o livro e as agregações em torno dele: recontar, vídeos de representações, desenhos,  etc.<br />Pretende-se promover a agregação social entre os leitores - autores juniores e, potenciar a criação de novos conteúdos a partir dessas leituras, através de uma comunidade de leitores – autores, daí a ideia de autores.<br />
  9. 9. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />4<br />Questão de investigação<br />Quivy e Campenhoudt (1998, p. 32) indicam que, deve ser adoptada uma fórmula que “consiste em procurar enunciar o projecto de investigação na forma de uma pergunta de partida, através da qual o investigador tenta exprimir o mais exactamente possível o que procura saber, elucidar, compreender melhor”.<br />Considerando esta teoria, procedeu-se à formulação de uma pergunta que traduzisse os propósitos da investigação: <br />» Quais os factores essenciais no desenho de uma interface e conteúdos centrados no livro e na partilha em torno de livros e leituras, para crianças dos 6 aos 10 anos?<br />
  10. 10. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />5<br />Questão de investigação<br />Hipóteses a serem confrontadas com os dados da observação:<br />- A baixa literacia tecnológica e/ou poucos hábitos de leitura do utilizador, são factores que<br />podem ser um entrave à utilização da ferramenta;<br />- Caso a interface não contemple normas de usabilidade, o uso e a interacção do utilizador<br />com a plataforma pode não ser amigável e transparente ao utilizador;<br />- A motivação para a partilha de conteúdos contribui para a agregação de utilizadores e<br />consequentemente para a formação de uma rede social.<br />
  11. 11. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />6<br />Objectivos do projecto<br />» O objectivo central do projecto que consiste em potenciar as leituras através de livros de papel (ou digitais, como complemento) e, criar um meio que seduza as crianças a fim de desenvolver as competências de leitura.<br />» Este estudo tem como finalidade perceber as expectativas de crianças entre os 6 e os 10 anos, acerca de um portal baseado num modelo de comunidade. <br /> » Espera-se identificar quais as cores que preferem, como interpretam ícones, desenhos, e qual o mecanismo da relação de interacção.<br />
  12. 12. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />7<br />Objectivos do projecto<br />» Construir uma interface que atraia os utilizadores juniores e os incentive à utilização da plataforma, recorrendo à interactividade através de elementos visuais e auditivos.<br />» Desenhar funcionalidades de forma a promover a interacção entre os utilizadores, concebendo uma agregação dos leitores entre si gerando uma rede social e a partilha de conteúdos. <br />» Algumas dessas funcionalidades centram-se na possibilidade de partilha de opinião acerca dos livros, saber quem já leu ou está a ler e escrever/lercomentários; <br />» Prevê-se também a possibilidade de recontar histórias, através da apresentação de desenhos ou vídeos com representações; de atribuir uma classificação aos livros como “Favorito” ou “Livro da Semana”, entre outros.<br />
  13. 13. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />8<br />Fundamentação teórica<br />» Usabilidade de interfaces <br /> » Usabilidade de interfaces para crianças<br /> » As crianças como parceiras no processo de design<br /> » Duas perspectivas : intervenção apenas na avaliação final ou ao longo do projecto<br /> » O design de interacção e as crianças<br /> » A importância das cores no desenho da interface<br />
  14. 14. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />9<br />Fundamentação teórica<br />Ideias-chave<br />» Usabilidade de interfaces<br />A usabilidade relaciona-se com a interacção entre os utilizadores e os sistemas;<br />deve integrar os processos de estudo e desenvolvimento centrado nas necessidades e especificidades do utilizador - user-centered design (design centrado no utilizador). <br />Apresentam-se diferentes definições de usabilidade, citadas por vários autores a maioria das definições nomeia a facilidade de uso e a eficiência nesse uso. Ou seja, a produtividade, desempenho e satisfação apresentam-se como factores decisivos para caracterizar a boa usabilidade.<br /> » usabilidade de interfaces para crianças<br /> Verifica-se que considerando as necessidades específicas das crianças, torna-se necessário adaptar as orientações dos projecto destinado principalmente a utilizadores adultos.<br />
  15. 15. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />10<br />Fundamentação teórica<br />Ideias-chave<br />» Usabilidade de interfaces<br /> » usabilidade de interfaces para crianças<br /> » As crianças como parceiras no processo de design<br /> As crianças movem-se em contextos diferentes e interagem de forma desigual por isso torna-se emergente descobrir quais as necessidades e especificações de um projecto desenvolvidos especificamente para elas. <br />SoluçãoIntegrar as crianças no processo de design enquanto parceiras<br />» Duas perspectivas : intervenção apenas na avaliação final ou ao longo do projecto<br /> No sentido de potenciar a integração das crianças ao longo do desenvolvimento dos projectos AllisonDruin (2004) propôs um sistema em que a criança pode assumir quatro papéis: o papel de utilizador, de tester,informador, e parceiro de design.<br />
  16. 16. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />11<br />Fundamentação teórica<br />Ideias-chave<br />» Usabilidade de interfaces<br /> » usabilidade de interfaces para crianças<br /> » As crianças como parceiras no processo de design<br /> » Duas perspectivas : intervenção apenas na avaliação final ou ao longo do projecto<br />» O design de interacção e as crianças<br /> Desde cedo, as crianças têm preferências de interacção, como se verifica em estudos apresentados acerca do design de interacção. <br />» A importância das cores no desenho da interface<br /> As cores possuem conotações e associações que variam consoante vários factores, nomeadamente a idade, o sexo, a cultura ou a localização geográfica.<br />Criançasgrupo específico de utilizadores<br />O uso da cor deve ser feito com cautela;uma escolha não adequada de cores pode interferir na legibilidade da interface.<br />
  17. 17. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />12<br />Metodologia de investigação<br />Por se tratar de um grupo bem definido, considera-se adequado utilizar como metodologia de investigação o estudo de caso.<br />» Importa realizar estudos e observações para perceber as várias recomendações provenientes da ergonomia dos sistemas, ergonomia cognitiva e da usabilidade humano - computador.<br />» Será importante realizar trabalho de campo,desde a primeira fase de desenvolvimento do Projecto.<br /> » Parceria com Agrupamento de escolas de Aveiro<br />
  18. 18. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />13<br />Metodologia de investigação<br /> Técnicas e instrumentos de recolha de dados<br />Fase 02 - Requisitos e Funcionalidades ---  Janeiro ‘10<br />Estudar os requisitos/necessidades do utilizador final<br /> <br />» Sessão de recolha de dados através de entrevista<br />» O questionário é composto por respostas fechadas, claras e precisas, com escalas de exclusão (sim e não) e de escolha múltipla. O objectivo é recolher dados acerca dos utilizadores<br />» Sessão de recolha de informação através de focusgroup<br /> » Conversa aberta, em que cada criança opina sobre os exemplos apresentados;<br /> Desenha a interface de uma biblioteca digital<br />
  19. 19. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />14<br />Metodologia de investigação<br /> Técnicas e instrumentos de recolha de dados<br />Fase 05 - Teste ---  Previsto para semana 01 e 02 de Abril &apos;10<br />Teste com utilizador final<br /> <br />» Sessão de teste de usabilidade<br /> » A realizar em campo (ambiente não controlado), com observação directa e não participativa;<br />Técnicas de teste:<br />- Cognitive walkthrough (walking through the interface)  Os participantes irão percorrer um módulo específico da aplicação, com o objectivo de realizar tarefas concretas;<br />- Contextual InquiryEntrevista informal, semi-estruturada, com o objectivo de recolher dados sobre o ambiente de uso e sobre o processo de interacção.<br />» Sessão de recolha de informação através de FocusGroup<br /> » objectivo: troca de experiências e discussão sobre as experiências de utilização do produto<br />
  20. 20. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />15<br />Metodologia de investigação<br /> Participantes<br />Segundo Graue e Walsh (2003, p. 139), “a entrevista típica, sentada, é difícil realizar com crianças. Quanto mais novas são as crianças, mais difícil ela se torna”. <br />Serão envolvidos no estudo:<br />12 crianças, 6 do sexo feminino e 6 do sexo masculino, entre os 6 e os 10 anos<br />» dois alunos do 1ºano<br />» dois alunos do 2ª ano<br />» quatro alunos do 3º e 4º ano, respectivamente.<br />
  21. 21. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />16<br />Resultados esperados<br />Com estes projecto de investigação espera-se:<br />» Obter dados que contribuam e enriqueçam todo o processo de design e desenvolvimento da interface.<br />» A criação de uma interface que cumpra os vários requisitos adquiridos através do estudo, tornando a aplicação acessível e transparente à utilização das crianças<br />» Promover a interacção e partilha de recursos, criando uma rede social em que o livro se torna o principal elemento agregador, fomentando os hábitos de leitura nas crianças.<br />
  22. 22. 20-01-2010<br />projecto de investigação Cátia Resende 33623<br />17<br />Bibliografia da apresentação<br />Graue, M. E., & Walsh, D. J. (2003). Investigação etnográfica com crianças: Teorias, métodos e ética (A. M. Chaves, Trans.). Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian.<br /> <br />Quivy, R., & Campenhoudt, L. V. (1998). Manual de Investigação em Ciências Sociais (2ª ed.). Lisboa: Gradiva.<br />

×