Novo(a) documento do microsoft office word

183 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
183
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Novo(a) documento do microsoft office word

  1. 1. »Recife usará tecnologia contra dengue; mapa interativo mostra situação por bairroCapital enfrenta epidemia da doença e anunciou ações de intensificação do trabalho de prevenção Notícia Alice Souza Publicação: 26/02/2015 22:00 Atualização: 27/02/2015 17:04 Equipes foram capacitadas e estarão nas ruas ajudando a eliminar os focos de aedes aegypti. Foto: Alcione Ferreira/DP/D.A Press O Recife enfrenta novamente uma epidemia de dengue e vai lançar mão da tecnologia na cruzada contra os focos de larvas do mosquito vetor da doença, o Aedes Aegypti. O município irá distribuir uma apresentação em slides para gestores de empresas e entidades sociais prepararem palestras educativas sobre o tema. Além disso, intensificará a abordagem nas redes sociais com a campanha “Cuidado! Pode ser na sua casa”. Neste começo de ano, a cidade identificou um
  2. 2. crescimento de 140% nos casos confirmados de dengue em relação ao início do ano passado. O material de slides comecará a ser distribuído na próxima sexta-feira (6) e poderá ser solicitado por qualquer cidadão, diretamente à Secretaria de Saúde do Recife. “Será uma apresentação autodidata e acessível. Até então, distribuíamos material impresso e orientações gerais. Visualizamos na tecnologia mais uma frente de ação. As rede sociais são mais uma forma de empoderamento da informação”, afirmou a secretária executiva de Vigilância em Saúde, Denise Oliveira. Em reunião realizada ontem, a secretaria anunciou essa e outras medidas para conter a proliferação dos focos de dengue e convocou a participação de entidades religiosas, militares e civis. Uma das principais medidas será a contratação de cerca de 70 novos agentes ambientais, sendo 36 nos próximos 15 dias, e ampliação do horário dos quase 1 mil já atuantes na rede. A partir deste sábado (28), eles começarão a trabalhar em regime especial nos fins de semana, para cobrir as casas fechadas durante os dias úteis. Além disso, haverá capacitação permanente dos profissionais da rede para evitar subnotificação. Só neste ano, 85 mil ovos foram retirados das casas. O município também recebeu aporte de R$ 400 mil do Ministério da Saúde para investir no combate. A campanha educativa distribuirá panfletos, imãs e cartazes, além de enviar 20 mil SMS para a população. Imóveis fechados serão acessados por meio de mandado judicial, caso necessário. Recife tem 552 mil imóveis para visitação, com 80% dos focos de larvas nas residências. Até então, foram mais de 900 casos notificados, sendo 132 confirmados da doença, e um caso de óbito está em investigação. Em todas as semanas epidemiológicas já contabilizadas, a cidade apresentou taxa de mais de cem casos acima do limite máximo esperado. “É uma situação que exige mobilização social, pois os bairros mais atingidos são aqueles com regime de restrição de água”, ressaltou o secretário de Saúde do Recife, Jailson Correia.
  3. 3. Nove bairros concentram 56,5% de todos as notificações, sendo os distritos sanitários um e sete os que mais apresentam variação entre o ano passado e este. A zona mais atingida é a Norte, onde está o bairro do Vasco da Gama, encabeçando a lista. “Estou tomando cuidado porque já peguei dengue e tenho pavor de ter novamente. Tampo tudo e evito guardar água vários dias, mesmo com a falta dela”, contou a dona de casa Josicleide Lima, 49 anos. Os quatro tipos de vírus da dengue circulam no Recife, mas o predominante é o DENV1, apresentado de forma mais leve. “Não podemos subestimar, pois o mosquito vetor é o mesmo da chikungunya. Também teremos um período de chuvas abaixo do esperado”, alertou Denise Oliveira. Descubra se seu bairro está em uma zona da cidade com alto número de notificações ONG premiará projetos de combate à dengue A Americas Health Foundation, uma organização não governamental sem fins lucrativos, lançou prêmio na América Latina contra a Dengue, que irá apoiar iniciativas de combate à doença. Lançado em parceria com a Break Dengue, a premiação irá reconhecer iniciativas de baixo custo que proponham campanhas de sensibilização, métodos de vigilância ou ferramentas inovadoras para ajudar a controlar o impacto da dengue no Brasil, Colômbia e México. As inscrições estarão abertas de 01 de fevereiro até 20 de março de 2015. O comitê avaliador irá concentrar as iniciativas comprovadamente inovadoras e factíveis e que tenham potencial para serem aplicáveis em outros países latino-americanos. O júri irá selecionar um vencedor por país (México, Brasil e Colômbia). Cada vencedor irá receber US$ 10.000 dólares para executar o projeto
  4. 4. selecionado no prazo de um ano. Informações nos sites www.the- ahf.org ou www.breakdengue.org Como se prevenir: - Mantenha as caixas d’água, tonéis e tanques sempre fechados - Não acumule garrafas e pneus em casa - Retire a água da bandeja externa da geladeira pelo menos uma vez e lave-a com sabão - Encha de areias até a borda os pratinhos dos vasos de planta - Coloque o lixo em sacos plásticos e não jogue em terreno baldio - Remova folhas e galhos das calhas - Lave os bebedouros de animais com escova, água e sabão semanalmente - Limpe os ralos pelo menos uma vez por semana e deixe-os fechados - Não deixe água da chuva acumulada sobre a laje - Lave semanalmente baldes, tanques e jarras e guarde-os emborcados

×